Página 1 dos resultados de 515 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

A reabilitação psicossocial na atenção aos transtornos associados ao consumo de álcool e outras drogas: uma estratégia possível?; The psychosocial rehabilitation of individuals with alcohol and drug use disorders: a possible strategy?

PINHO, Paula Hayasi; OLIVEIRA, Márcia Aparecida de; ALMEIDA, Marilia Mastrocolla de
Fonte: Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
56.65%
CONTEXTO: O consumo de álcool e drogas constitui-se em uma problemática mundial. A exclusão e a ausência de políticas específicas que marcaram a saúde pública brasileira demonstram a necessidade de reversão dos modelos assistenciais para contemplar as reais necessidades dos usuários que apresentam transtornos decorrentes do consumo de álcool e drogas. O desafio de formular uma política específica de prevenção, tratamento e reabilitação numa lógica que permita a singularidade e a reinserção social dos indivíduos tem sido tema dos diversos estudos nessa área. OBJETIVOS: Identificar a utilização e compreensão do conceito da reabilitação psicossocial na atenção aos problemas associados ao consumo de álcool e drogas. MÉTODOS: Revisão bibliográfica do banco de dados MEDLINE, de 1997 a 2007, sobre a reabilitação psicossocial no campo da atenção aos transtornos decorrentes do consumo de álcool e outras drogas. RESULTADOS: Foram selecionados dez artigos que apresentavam similaridade com o tema. CONCLUSÕES: Encontramos os termos "suporte social" e "apoio social", que fazem referência à importância da rede social na recuperação do usuário de álcool e outras drogas, assim como a reabilitação psicossocial determina a importância da rede social do indivíduo como um de seus eixos.; CONTEXT: The consumption of alcohol and drugs constitutes a worldwide problem. Exclusion and lack of specific policies for those who suffer with drug and alcohol dependency has marked Brazilian public health policy and demonstrated the need for change in the service models in order to contemplate the real needs of those with alcohol and drug abuse disorders. The challenge of formulating a specific prevention...

"Projeto terapêutico individual em um centro de atenção psicossocial: o conhecimento do usuário e contribuições na assistência " ; "A. Individual therapeutic Project at a Psychosocial Care Center: the user’s knowledge and contributions in care."

Santos, Sinval Avelino dos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/03/2006 PT
Relevância na Pesquisa
56.53%
As diretrizes atuais no campo da saúde mental vêm apontando para a necessidade de uma construção da prática de promoção à saúde mental em que os usuários dos serviços têm participação ativa. Assim, o objetivo do presente estudo foi realizar uma avaliação, junto aos usuários em sofrimento psíquico em tratamento em um Centro de Atenção Psicossocial, sobre as atividades do projeto terapêutico elaborado para sua assistência. Como metodologia foi adotada a abordagem qualitativa, com análise de conteúdo. Para a coleta de dados foi utilizada a entrevista semi-estruturada com usuários do serviço. Nesse estudo, foi percebido que as atividades são prescritas ao usuário inicialmente, em decorrência de um quadro clínico que se manifesta e o desabilita para o enfrentamento das atividades da vida diária. Em um segundo momento, este sujeito é colocado à frente de uma série de oportunidades (recursos) que têm como objetivo auxiliá-lo a pensar em seus recursos como forma de atenuar as suas queixas. Isto consolida os preceitos da reabilitação psicossocial, que é centrado nos recursos do sujeito, valorizando sua história de vida e viabilizando a construção de novas possibilidades. A descrição da forma como os usuários elencam as atividades e seus significados fortalece a construção de um trabalho que tem um referencial sustentado no paradigma das práticas assistenciais...

Centro de atenção psicossocial: como o usuário vivencia o cotidiano do serviço; Psychosocial care center: how the user experiences the service daily life

Soares, Sandra Regina Rosolen
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/10/2005 PT
Relevância na Pesquisa
56.56%
No Brasil, os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) têm sido considerados experiências inovadoras no cuidado às pessoas em sofrimento psíquico. Estes dispositivos territoriais organizam suas práticas em pressupostos da Reforma Psiquiátrica devendo transpor as práticas tradicionais da psiquiatria. Esta pesquisa visa analisar o Centro de Atenção Psicossocial - Espaço Vivo - localizado em um município do interior paulista, enquanto um dispositivo que apresenta-se como intermediário à internação psiquiátrica e cujo eixo institucional tem se baseado nos pressupostos da Reabilitação Psicossocial. Para a realização deste estudo, primeiramente, descrevi a estrutura e dinâmica do CAPS e, em um segundo momento, pretendi entender como o processo terapêutico oferecido pelo serviço é percebido pelos usuários atendidos. Para a apreensão do proposto trilhei o caminho da pesquisa qualitativa, realizando um estudo de caso, descritivo e analítico. Para a coleta dos dados foram realizadas observação participante e entrevistas semi-estruturadas com os usuários atendidos pelo serviço, totalizando onze pacientes. Os dados colhidos foram submetidos à análise temática. Os resultados apresentados na pesquisa foram estruturados por meio de três grandes temas emergidos dos depoimentos dos sujeitos da pesquisa. O primeiro deles foi A influência organicista no cuidado prestado pelo serviço. A partir deste recorte foi analisado e discutido como os usuários têm percebido as práticas terapêuticas no serviço. Sendo assim...

O acompanhamento terapêutico na assistência e reabilitação psicossocial do portador de transtorno mental; Therapeutic continuity in health care and psychosocial rehabilitation of mental disorder patients

Carniel, Aline Cristina Dadalte
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/06/2008 PT
Relevância na Pesquisa
66.7%
A reforma psiquiátrica possibilitou transformações na assistência à saúde mental e o acompanhamento terapêutico (AT), como modalidade de assistência e reabilitação psicossocial do portador de transtorno mental, faz parte dessas transformações. Desde então, o acompanhante terapêutico vem ampliando seus conceitos e fundamentando suas bases teóricas, sendo sua prática cada vez mais aceita por diferentes profissionais e valorizada por preencher as lacunas deixadas pelos tratamentos psiquiátricos tradicionais, principalmente depois que as portas dos manicômios, que enclausuravam o referido portador de transtorno mental e as maneiras adequadas de assisti-lo e reabilitá-lo, foram definitivamente abertas. O objetivo do presente estudo foi investigar a contribuição do AT no processo de assistência e reabilitação psicossocial de um portador de transtorno mental assistido em um Centro de Atenção Psicossocial e escolhido com a ajuda de sua equipe multiprofissional. Para isso, foram estabelecidos 16 encontros de AT, os quais foram desenvolvidos em diferentes locais, observados, e seus conteúdos registrados após cada encontro, sintetizados e analisados, segundo o método qualitativo. Os resultados mostraram contribuição muito positiva do AT na assistência e reabilitação psicossocial do portador de transtorno mental...

Reabilitação psicossocial de pessoas com transtorno mental no contexto da reforma psiquiátrica brasileira: representações das famílias; The families representation of the psychosocial rehabilitation of those with mental disorder in the context of the brazilian psychiatric reform

Randemark, Norma Faustino Rocha
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/04/2009 PT
Relevância na Pesquisa
56.53%
Esse estudo elegeu como objeto de investigação a reabilitação psicossocial das pessoas com transtorno mental no contexto da reforma psiquiátrica brasileira. Para aproximação dessa realidade, analisamos as representações dos familiares produzidas a partir da experiência cotidiana nos serviços substitutivos de saúde mental e no domicilio junto ao parente com transtorno mental, explicitando os conflitos e contradições existentes e suas implicações na prática de cuidado da saúde e reabilitação psicossocial. Os sujeitos foram os familiares cuidadores de pessoas com transtorno mental severo e persistente, partícipes do grupo terapêutico de família dos Centros de Reabilitação Psicossocial (CAPS), na cidade de São Paulo (SP) - Brasil. Os achados foram coletados mediante entrevista semi-estruturada, observação e diário de campo e submetidos à Análise do Discurso com esteio no materialismo histórico-dialético mediante a qual foram extraídas as categorias temáticas. Constatamos que as concepções dos familiares acerca do transtorno mental, ainda, fortemente associadas aos signos estigmatizantes, determinam o modo como as famílias organizam o seu cotidiano, influenciando as atividades as relações interpessoais no âmbito familiar e social...

Trabalho, reabilitação psicossocial e rede social: concepções e relações elaboradas por usuários de serviços de saúde mental envolvidos em projetos de inserção laboral; Work, psychosocial rehabilitation, and social network: conceptions and relationships established by mental health service users involved in laboral insertion projects.

Lussi, Isabela Aparecida de Oliveira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 08/10/2009 PT
Relevância na Pesquisa
66.55%
O presente estudo elegeu como foco de investigação o trabalho desenvolvido por usuários de serviços de saúde mental em oficinas de geração de renda ou em cooperativas sociais integradas. Objetivou-se identificar as concepções acerca do trabalho elaboradas pelos usuários, bem como investigar se estabelecem relações entre trabalho, processos de reabilitação psicossocial e rede social. Participaram do estudo quinze usuários, sendo cinco sócios da Cooperativa Social Querciambiente, da cidade de Trieste, Itália, cinco freqüentadores das oficinas de geração de renda da Associação Arte e Convívio, do município de Botucatu SP e cinco participantes do Núcleo de Oficinas e Trabalho do Serviço de Saúde Dr. Cândido Ferreira, da cidade de Campinas SP. Para a coleta de material, utilizou-se a técnica da observação livre, entrevista semi-estruturada e busca documental. O material empírico oriundo das entrevistas foi submetido à Análise Temática, a qual possibilitou identificação das categorias de análise. Os dados provenientes da observação livre e da busca documental foram utilizados como complementação dos dados obtidos nas entrevistas. A análise do material foi subsidiada pelos pressupostos teóricos da Desinstitucionalização e da Economia Solidária. Os resultados demonstraram que na concepção dos sujeitos o trabalho é uma importante ferramenta para a emancipação social das pessoas...

A organização dos serviços extra-hospitalares de saúde mental, o projeto terapêutico e a inserção da reabilitação psicossocial; The organization of extra-hospital mental health services, the therapeutic projects and integration of psychosocial rehabilitation

Fiorati, Regina Celia
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 04/10/2010 PT
Relevância na Pesquisa
56.76%
Os serviços extra-hospitalares de saúde mental têm sua origem a partir das iniciativas advindas das propostas de reformulação da atenção psiquiátrica decorrentes dos Movimentos de Reforma Psiquiátrica brasileira. Esses serviços nascem com o propósito de substituírem o modelo que fundamenta um modo de atenção psiquiátrica apoiado no tratamento prioritariamente hospitalar e medicocentrado pelo paradigma da atenção psicossocial. Nesse percurso alguns problemas se apresentam, dificultando a plena construção e implementação do modo de atenção psicossocial e favorecendo a reprodução de aspectos da forma de atenção que se pretende superar nos serviços substitutivos ao manterem as ações terapêuticas disponibilizadas centradas nos tratamentos médico-clínicos, ao mesmo tempo em que secundarizam ações de reabilitação psicossocial. Com a proposta de buscar uma aproximação à problemática exposta, este estudo teve como objetivos analisar a organização dos projetos terapêuticos em dois serviços extra-hospitalares de saúde mental do município de Ribeirão Preto e como se localizam nesses projetos as ações de reabilitação psicossocial, conhecer a forma pela qual os profissionais elaboram o projeto terapêutico e interpretar as concepções dos mesmos em relação à reabilitação psicossocial. O estudo foi efetuado com base em pesquisa cuja metodologia pautou-se em abordagem qualitativa e as técnicas de coleta de dados escolhidas foram entrevistas semiestruturadas e grupos focais. O referencial teórico utilizado foi a filosofia hermenêutica dialética de Jürgen Habermas. Os eixos temáticos obtidos a partir da análise dos dados se dispuseram com base nos tópicos da organização do trabalho refletida na extrema tecnificação das ações de saúde...

Os significados de ser um portador de transtorno mental: contribuições do teatro espontâneo do cotidiano na reabilitação psicossocial; The meanings of being a person with mental disorder: contributions of the spontaneous theater dramatization of daily life to the psychosocial rehabilitation

Assad, Francine Baltazar
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/08/2011 PT
Relevância na Pesquisa
56.53%
Refletindo sobre a proposta da reabilitação psicossocial, o contexto em que vivem portadores de transtornos mentais e em algumas estratégias e concepções que constituíram o pensamento psiquiátrico e suas práticas terapêuticas, o teatro espontâneo do cotidiano se apresenta como um instrumento da terapia ocupacional importante. A terapia ocupacional estabelece como problemática de partida a exclusão social, e tem como objetivo final a inclusão social. Ao propor o teatro espontâneo do cotidiano como uma das atividades possíveis na clínica da terapia ocupacional, utilizou-se de um importante canal de expressão, onde, através do jogo dramático, o sujeito vivencia situações e papéis de uma maneira descompromissada. Desta forma, o estudo teve por objetivos compreender, através da técnica teatro espontâneo do cotidiano, o significado de ser um portador de transtorno mental e oferecer um instrumento para re-significações, contribuindo para a sua reabilitação psicossocial. Para isso, cinco portadores de transtornos mentais, usuários de um Centro de Atenção Psicossocial, participaram de doze encontros onde se utilizou o referido instrumento. Trata-se de um estudo transversal, de caráter qualitativo. Foram utilizadas filmagens e entrevistas. Para a análise dos dados optou-se pela análise de conteúdo temática sob a ótica do interacionismo simbólico. Assim...

Reinternação psiquiátrica no campo da atenção psicossocial: a perspectiva dos pacientes reinternantes; Psychiatric readmission in the field of Psychosocial Care: the perspective of readmitted patients.

Machado, Vanessa Cristina
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 13/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
56.53%
As concepções sobre a loucura, bem como as formas de tratá-la, vêm sofrendo consideráveis transformações de acordo com a cultura e as épocas. A partir da década de 1990, foi oficializada a Reforma Psiquiátrica no Brasil, dando início à política de desinstitucionalização e reinserção social. Todavia, ainda são verificados alguns desafios, entre estes, as reinternações no setor de internação breve em um hospital psiquiátrico, o que traz sérias consequências, como a propensão a uma nova modalidade de institucionalização. Este estudo teve como objetivos: analisar o fenômeno da reinternação psiquiátrica no contexto da Atenção Psicossocial, a partir da visão dos pacientes reinternantes em um hospital psiquiátrico público; compreender o processo de reinternação psiquiátrica ao qual o paciente está sujeito; investigar o cenário assistencial e sociofamiliar e suas interferências no fenômeno da reinternação psiquiátrica; explorar, junto aos pacientes, a existência de perspectivas que vislumbrem saídas às repetidas internações psiquiátricas. Inicialmente, com vistas a sintetizar e analisar a produção científica nacional e internacional acerca do fenômeno da reinternação psiquiátrica...

Reabilitação psicossocial em hospital psiquiátrico: as representações e práticas dos trabalhadores; Psychosocial rehabilitation in psychiatric hospital : the representations and practice of workers

Andrade, Talita Moreira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/11/2012 PT
Relevância na Pesquisa
66.8%
Diante do expressivo número de Hospitais Psiquiátricos no Estado de São Paulo, que continuam presentes no atendimento das pessoas com transtornos mentais mesmo frente à política de desinstitucionalização e a priorização do atendimento nos serviços substitutivos, surge a questão se os profissionais que trabalham neles conhecem e discutem o conceito de reabilitação psicossocial e como trabalham no contexto da Reforma Psiquiátrica. Este estudo objetivou analisar as possibilidades e impossibilidades de se implantar estratégias de reabilitação psicossocial em hospitais psiquiátricos, foi escolhido como objeto as representações que os trabalhadores têm sobre a reabilitação psicossocial e como categorias analíticas, as representações sociais e o processo de trabalho em saúde. Os dados foram coletados no período entre novembro e dezembro de 2011, por meio de entrevistas semiestruturadas com questões norteadoras, junto a dezoito trabalhadores dos lares abrigados em um hospital psiquiátrico no Município de São Paulo. Após a transcrição das falas, os dados foram analisados conforme a metodologia de análise temática. A análise dos discursos dos entrevistados revelou temas que por aproximação configuraram a categoria Processo de Trabalho: Os temas que formaram esta categoria foram: o agente...

Reabilitação psicossocial e estratégia saúde da família: desafios no cuidado à saúde mental; Psychosocial Rehabilitation and Family Health Strategy: Challenges in mental health care.

Frateschi, Mara Soares
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 04/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
66.65%
A Estratégia Saúde da Família (ESF) tem se destacado como uma importante alternativa para a (re)inserção da pessoa em sofrimento mental na sociedade, em conformidade com a Reforma Psiquiátrica. A Reabilitação Psicossocial é compreendida como uma abordagem que visa a emancipação da pessoa, a redução da discriminação, a valorização das capacidades individuais e sociais e a criação de um sistema de apoio de longa duração. Este estudo objetivou conhecer e compreender as ações desenvolvidas pela ESF no que se refere à Reabilitação Psicossocial em saúde mental, a partir da perspectiva dos profissionais, usuários e familiares. A coleta de dados foi realizada em duas Unidades de Saúde da Família (USF) de Ribeirão Preto-SP e os participantes foram 26 profissionais, 3 usuárias e 2 familiares. Os instrumentos utilizados para a coleta foram a entrevista individual aberta e a observação participante. O material foi submetido à análise seguindo a abordagem qualitativa e utilizou-se como ferramenta a Análise de Conteúdo Temática. A análise possibilitou a construção de seis categorias temáticas, a saber: 1) Contextos e relações: Necessidades apontadas como sendo o motivo pela procura por ajuda na USF; 2)Ações: o desafio de cuidar da saúde mental no território- indica as ações desenvolvidas pelas USFs...

The prevalence of medical/clinical technology over psychosocial care actions in outpatient mental health services

Fiorati,Regina Celia; Saeki,Toyoko
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2013 EN
Relevância na Pesquisa
56.58%
The scope of this study was to evaluate how aspects of mental health policy in Brazil have been conceived and implemented in outpatient services, such as the Regional Outpatient Mental Health Clinic and the Psychosocial Care Center II, both in Ribeirão Preto, São Paulo. Semi-direct interviews and focus groups were conducted with 22 health professionals. The theoretical method and data analysis were supported by the dialectical hermeneutic framework of Jürgen Habermas. The following aspects were detected: considerable technological advancement in health actions and centrality of clinical-medical technology in relation to other nonmedical therapeutic actions; the prioritization of treatment options emphasizing pathology and drug therapy, and a process of mounting precariousness in labor relations. With respect to psychosocial rehabilitation, analysis revealed that instrumental and technically-oriented treatment is imposed upon the practical and dialogical rationale proposed by Brazilian Psychiatric Reform. As an alternative, participatory evaluative research is required in order to unify clinical and psychosocial rehabilitation actions in therapeutic projects, while establishing mechanisms to promote the improvement of care based on the psychosocial care model.

Psychosocial Rehabilitation: The Community Re-Entry Program (CREP) in Psychiatric Inpatient Settings, Systematic Review

Dias, Carlos Manuel de Melo
Fonte: Escola Superior de Enfermagem de Coimbra Publicador: Escola Superior de Enfermagem de Coimbra
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em 02/03/2015 ENG
Relevância na Pesquisa
66.44%
Aim: This review is an update on the research evidence supporting psychosocial rehabilitation - the Community Re-Entry Program (CREP) in psychiatric inpatient settings. Method: This review is guided by the following questions: Is the Community Re-Entry Program (CREP) effective in psychiatric inpatient settings? and What are the main results and benefits of using this program in this patient population? Search strategy on Databases= MEDLINE and CINAHL (EBSCO), Cochrane Library, and SciELO, with no restriction on publication date and with the following keywords: Community Re-Entry Program OR CREP AND inpatients, in full text, in consecutive studies conducted between February, 2013, and October, 2014, in order to find all studies published that had used this program. Results: Results show that Patients with Experience of Mental Illness (PEMI) in the community re-entry program significantly improved their knowledge and performance of the skills taught in the sessions, compared to other patients. Community re-entry participants were also significantly more likely to attend their first aftercare appointment than other participants. Conclusions: The findings of the study clearly demonstrate the effectiveness of the CREP for clinical practice in psychiatric inpatient settings. From the patients' perspective...

Therapeutic Occupation Activities - Nursing Structured Interventions in Psychosocial Rehabilitation [Póster]

Dias, Carlos Manuel de Melo; Rosa, Amorim Gabriel Santos; Pinto, Manuel Alberto Pereira
Fonte: Instituto de Ciências da Saúde – Universidade Católica Portuguesa Publicador: Instituto de Ciências da Saúde – Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Outros
Publicado em 18/05/2015 ENG
Relevância na Pesquisa
66.55%
INTRODUCTION In its therapeutic dimension associated with the treatment of people with mental illness, occupation started being understood as a continuous adaptive process which allows individuals to develop skills, competencies and their own identity. The process of psychosocial rehabilitation and recovery has the intrinsic goal of teaching and training mentally impaired individuals to perform the physical, emotional and intellectual skills needed for leading an autonomous life. OBJECTIVE This theoretical essay aims to propose the concept of Therapeutic Occupational Activity (TOA) in Nursing, while establishing a specific dynamics between its three core elements, nurse-client-activity, as well as with its fields of use. DEVELOPMENT & ESSAY The Therapeutic Occupation Activities (TOAs) are defined as systematic and organized activities that structure and guide the functional performance of the participant within the interpersonal nurse-client relationship and the assessment of the Fundamental Human Needs (FHN). Nurses make use of therapeutic techniques which are selected and prescribed according to the intended objective(s), with psychotherapeutic, psychoeducational, psychomotor, psychosocial, socio-therapeutic and spiritual consequences. They aim to promote...

Processo ensino aprendizagem em saúde mental: o olhar do aluno sobre reabilitação psicossocial e cidadania; The teaching-learning process in mental health: the student’s perspective about psychosocial rehabilitation and citizenship; Proceso enseñanza-aprendizaje en salud mental: la visión del alumno sobre la rehabilitación psicosocial y ciudadanía

BARROS, Sônia; CLARO, Heloísa Garcia
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
56.53%
As políticas de Saúde Mental vigentes no país confirmam necessidade de estimular práticas de ensino, pesquisa e extensão que favoreçam novas atitudes profissionais. Estudo anterior revelou que a representação de alunos sobre competências necessárias na saúde mental, conforma categorias sobre conceitos de competência, recursos cognitivos, sentimentos expressos e conceito de saúde e doença, não se depreendendo temas relacionados à Cidadania ou à Reabilitação Psicossocial dos usuários, conceitos centrais no ensino da disciplina. Neste estudo, analisou-se a representação sobre estes conceitos, sobre os saberes e habilidades identificados como necessários para a prática da Reabilitação. Os entrevistados cursaram a disciplina de Enfermagem em Saúde Mental de uma universidade pública e os resultados mostram valorização das demandas dos usuários, no entanto, as representações sobre cidadania e reabilitação psicossocial sustentam-se no senso comum relacionado à periculosidade e à direitos básicos como à saúde e lazer.; The current national mental health policies confirm the need to encourage teaching, research and extension practices that favor new professional attitude. A previous study has shown that the students' representation about the competencies required in mental health fall into categories about the concepts of competence...

Reabilitação psicossocial dos usuários de álcool e outras drogas: a concepção de profissionais de saúde; The psychosocial rehabilitation in the alcohol and other drugs treatment: the professionals' conception; A rehabilitación psicosocial y la area de alcohol y otras drogas: la concepción de los profesionales

PINHO, Paula Hayasi; OLIVEIRA, Márcia Aparecida Ferreira de; VARGAS, Divane de; ALMEIDA, Marilia Mastrocolla de; MACHADO, Ana Lúcia; SILVA, Ana Luísa Aranha e; COLVERO, Luciana de Almeida; BARROS, Sônia
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
56.68%
Estudo exploratório de abordagem qualitativa que objetivou identificar as concepções de profissionais da saúde de um Centro de Referência para o tratamento dos problemas relacionados ao uso de álcool e outras drogas acerca da Reabilitação Psicossocial. Onze profissionais da saúde de nível superior foram submetidos à entrevista semi estruturada. Os dados foram analisados segundo os pressupostos da Hermenêutica Dialética, que originou a categoria Reabilitação Psicossocial. Os resultados evidenciaram que na concepção dos profissionais a Reabilitação Psicossocial se dá na realização de oficinas terapêuticas, atividades externas e no estabelecimento de parcerias com outras instituições. Conclui-se que o conceito de Reabilitação Psicossocial que mais se evidencia na concepção desses sujeitos, ainda está associado ao modelo psiquiátrico tradicional, ou seja, atrelado à lógica da normalidade social, sendo esse o principal desafio a ser superado quando se considera o modelo psicossocial de atenção aos usuários de álcool e outras drogas.; Exploratory study with qualitative approach that had as its main objective to identify the conception of the health professionals about Psychosocial Rehabilitation from a reference Center for the treatment of alcohol and other drugs related problems. The sample consisted of eleven health professionals with an academic degree...

The psychosocial rehabilitation in the alcohol and other drugs treatment: the professionals' conception; Reabilitação psicossocial dos usuários de álcool e outras drogas: a concepção de profissionais de saúde; A rehabilitación psicosocial y la area de alcohol y otras drogas: la concepción de los profesionales

Pinho, Paula Hayasi; Oliveira, Márcia Aparecida Ferreira de; Vargas, Divane de; Almeida, Marilia Mastrocolla de; Machado, Ana Lúcia; Silva, Ana Luísa Aranha e; Colvero, Luciana de Almeida; Barros, Sônia
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/12/2009 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
56.68%
Estudio exploratorio de abordaje cualitativa cuyo objetivo fue identificar las concepciones de profesionales de un Centro de Referencia para el tratamiento de problemas relacionados con alcohol y otras drogas acerca de la rehabilitación psicosocial. Fueron entrevistados once profesionales de nivel superior, por medio de entrevistas semi-estructuradas. El análisis de los datos fue norteada por los presupuestos de la hermenéutica dialéctica, la cual originó la categoría rehabilitación psicosocial. Los resultados evidenciaron que en la concepción de los profesionales, la rehabilitación psicosocial se da en la realización de talleres terapéuticos, actividades externas y en el establecimiento de sociedades con otras instituciones. Se concluye que el concepto de rehabilitación psicosocial que más se evidencia en la percepción de esos sujetos está asociada al modelo psiquiátrico tradicional, arraigado a la lógica de la normalidad social, el problema principal a ser superado en la asistencia a los usuarios de alcohol y otras drogas.; Exploratory study with qualitative approach that had as its main objective to identify the conception of the health professionals about Psychosocial Rehabilitation from a reference Center for the treatment of alcohol and other drugs related problems. The sample consisted of eleven health professionals with an academic degree...

A reabilitação psicossocial na atenção aos transtornos associados ao consumo de álcool e outras drogas: uma estratégia possível?; The psychosocial rehabilitation of individuals with alcohol and drug use disorders: a possible strategy?

Pinho, Paula Hayasi; Oliveira, Márcia Aparecida de; Almeida, Marilia Mastrocolla de
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina. Instituto de Psiquiatria Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina. Instituto de Psiquiatria
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2008 POR
Relevância na Pesquisa
56.65%
CONTEXTO: O consumo de álcool e drogas constitui-se em uma problemática mundial. A exclusão e a ausência de políticas específicas que marcaram a saúde pública brasileira demonstram a necessidade de reversão dos modelos assistenciais para contemplar as reais necessidades dos usuários que apresentam transtornos decorrentes do consumo de álcool e drogas. O desafio de formular uma política específica de prevenção, tratamento e reabilitação numa lógica que permita a singularidade e a reinserção social dos indivíduos tem sido tema dos diversos estudos nessa área. OBJETIVOS: Identificar a utilização e compreensão do conceito da reabilitação psicossocial na atenção aos problemas associados ao consumo de álcool e drogas. MÉTODOS: Revisão bibliográfica do banco de dados MEDLINE, de 1997 a 2007, sobre a reabilitação psicossocial no campo da atenção aos transtornos decorrentes do consumo de álcool e outras drogas. RESULTADOS: Foram selecionados dez artigos que apresentavam similaridade com o tema. CONCLUSÕES: Encontramos os termos "suporte social" e "apoio social", que fazem referência à importância da rede social na recuperação do usuário de álcool e outras drogas, assim como a reabilitação psicossocial determina a importância da rede social do indivíduo como um de seus eixos.; CONTEXT: The consumption of alcohol and drugs constitutes a worldwide problem. Exclusion and lack of specific policies for those who suffer with drug and alcohol dependency has marked Brazilian public health policy and demonstrated the need for change in the service models in order to contemplate the real needs of those with alcohol and drug abuse disorders. The challenge of formulating a specific prevention...

A inserção da reabilitação psicossocial nos serviços extra-hospitalares de saúde mental: o conflito entre racionalidade instrumental e racionalidade prática; The inclusion of psychosocial rehabilitation in outpatient mental health services: the conflict between instrumental rationality and practical rationality

Fiorati, Regina Célia; Saeki, Toyoko
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2011 POR
Relevância na Pesquisa
56.65%
A partir de uma pesquisa desenvolvida no município de Ribeirão Preto, SP, realizada em dois serviços extra-hospitalares de saúde mental, um Ambulatório Regional de Saúde Mental e um Centro de Atenção Psicossocial II, objetivou-se estudar a organização dos serviços extra-hospitalares, os projetos terapêuticos desses serviços e a inserção da reabilitação psicossocial nos projetos terapêuticos. A pesquisa foi realizada com base em metodologia qualitativa, como técnicas de coleta de dados utilizou-se entrevistas semidiretivas e grupos focais, e a análise dos dados foi realizada com base em referencial hermenêutico dialético de Jürgen Habermas, seguindo uma técnica interpretativa reconstrutiva. Os resultados foram a identificação de que o trabalho nesses serviços se organiza com centralidade no trabalho clínico-psiquiátrico, enfatiza o diagnóstico e a patologia, o tratamento centrado no medicamento e a reabilitação psicossocial é secundarizada nos projetos e ações disponibilizadas aos usuários. O artigo traz discussão sobre parte desse estudo no que diz respeito à inserção da reabilitação psicossocial nos serviços estudados, enfocando o assunto sob o prisma do conflito entre dois tipos de racionalidade...

The prevalence of medical/clinical technology over psychosocial care actions in outpatient mental health services

Fiorati,Regina Celia; Saeki,Toyoko
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2013 EN
Relevância na Pesquisa
56.58%
The scope of this study was to evaluate how aspects of mental health policy in Brazil have been conceived and implemented in outpatient services, such as the Regional Outpatient Mental Health Clinic and the Psychosocial Care Center II, both in Ribeirão Preto, São Paulo. Semi-direct interviews and focus groups were conducted with 22 health professionals. The theoretical method and data analysis were supported by the dialectical hermeneutic framework of Jürgen Habermas. The following aspects were detected: considerable technological advancement in health actions and centrality of clinical-medical technology in relation to other nonmedical therapeutic actions; the prioritization of treatment options emphasizing pathology and drug therapy, and a process of mounting precariousness in labor relations. With respect to psychosocial rehabilitation, analysis revealed that instrumental and technically-oriented treatment is imposed upon the practical and dialogical rationale proposed by Brazilian Psychiatric Reform. As an alternative, participatory evaluative research is required in order to unify clinical and psychosocial rehabilitation actions in therapeutic projects, while establishing mechanisms to promote the improvement of care based on the psychosocial care model.