Página 1 dos resultados de 2439 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Um espaço singular para o psicólogo: grupos de formação de educadores orientados pela psicanálise e pela psicologia escolar ; A unique environment for the psychologist: groups of educators’ training oriented by psychoanalysis and scholastic psychology

Davini, Juliana
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/11/2003 PT
Relevância na Pesquisa
37.17%
O objetivo desta pesquisa é analisar a contribuição de uma prática de ensino orientada pela Psicanálise e pela Psicologia Escolar, realizada em grupos de formação para educadores na instituição Espaço Pedagógico. Toma-se como perspectiva compreender a natureza das contribuições que esta prática tem proporcionado na construção de mudanças profissionais e pessoais, aos educadores que dela participam. As fontes de dados dessa pesquisa são os registros escritos pelos educadores, alunos dos cursos de formação, bem como registros de diário do professor no período de 1992 a 2001. Dentre um montante de 378 documentos, foram selecionadas dois para serem detalhadamente analisados. A análise do material foi feita a partir do referencial teórico da Psicanálise, destacando a presença de mudanças na posição subjetiva do aluno-educador frente ao ato de ensinar e aprender, ocorridas dentro de um grupo e numa instituição, representadas nos depoimentos orais e escritos. Para tanto, consideramos nos textos as ênfases dadas pelos alunos-educadores em determinadas temáticas e questões, os temas recorrentes, as repetições, denegações, lapsos e hesitações. Procuramos marcar as posições subjetivas ocupadas pelos alunos-educadores em seus discursos...

A interpretação (revelar e esconder sentidos): articulações entre análise do discurso e psicanálise lacaniana; The interpretation (to reveal and to hide senses): joints between the Pêcheux's discourse analysis and the Lacan-oriented psychoanalysis.

Laureano, Marcella Marjory Massolini
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 08/07/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.27%
Partindo do conceito de interpretação, o objetivo desse estudo é promover possíveis articulações entre duas disciplinas indiciárias, a análise do discurso pechêutiana (AD) e a psicanálise lacaniana. Os trabalhos de Pêcheux em AD e os de Lacan em psicanálise trazem uma posição distinta para conceitos cruciais desta pesquisa. Utilizou-se também os trabalhos de Authier-Revuz sobre a heterogeneidade discursiva, teoria na qual se articulam AD e psicanálise, sobretudo nas questões referentes ao Outro e a produção do discurso. Junto à teoria, adotou-se a análise de narrativas orais de ficção com o intuito de apontar como a interpretação em AD e em psicanálise podem contribuir para o avanço do paradigma indiciário e também para fazer retornar na análise de dados a teoria, numa constante checagem de conceitos. Viu-se, nas análises realizadas, uma junção de conceitos centrais destas duas disciplinas tais como ideologia, desejo, inconsciente e Outro. Há ainda, pontos onde a AD avança e a psicanálise pára. A AD deixa de lado o inconsciente e concentra-se no papel social do sujeito e de seu dizer, porém sabe-se que a questão do inconsciente é apenas deixada de lado, mas sempre está presente nos trabalhos de Pêcheux (como no caso dos dois esquecimentos). Já a psicanálise...

A psicologização da psicanálise na educação: um estudo da conexão psicanálise e educação em São Paulo - Brasil; The psychologization of psychoanalysis in education: a study of the connection of psychoanalysis and education in São Paulo Brazil

Lins, Flávia Ranoya Seixas
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/08/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.36%
A partir da constatação da forte incidência da psicologização da educação em uma rede municipal de ensino, buscamos compreender como a psicanálise participava desse processo. Partimos da observação de que, uma vez apropriada pela educação, a psicanálise tornava-se um conhecimento psicológico com finalidades adaptativas e normativas e, portanto, mais uma teoria a serviço da psicologização da educação. Nesse contexto, procuramos identificar os caminhos e motivações pelos quais se operou no Brasil e especificamente em São Paulo essa psicologização, bem como os mecanismos de perpetuação desse processo na atualidade. A discussão da psicologização da psicanálise na educação torna-se, assim, o objetivo deste estudo. Iniciamos nossa investigação com um levantamento bibliográfico que nos permitiu estabelecer um panorama histórico das relações entre psicanálise e educação no Brasil. Destaca-se, nesse percurso, que a psicanálise esteve atrelada à educação desde o início de sua difusão, sendo incorporada ao discurso médico higienista da época, tornando-se um dos principais fundamentos teóricos do movimento escolanovista brasileiro e solidificando-se como prática voltada ao campo educacional com a implantação das Clínicas de Higiene Mental Escolar em São Paulo. Esse panorama permite concluir que a psicanálise serviu aos pressupostos da terapêutica médica preventivista e sofreu as influências das correntes psicológicas emergentes (as teorias do comportamento e as psicometrias). A partir da década de 80...

A mente primitiva: um estudo conceitual a partir da produção psicanalítica escrita; The primitive mind: a conceptual study based on written psychoanalysis output

Costa, Paulo José da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 03/05/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.21%
A expressão mente primitiva é frequentemente encontrada no âmbito da psicanálise, porém não é um conceito sem problemas no vocabulário psicanalítico, por não haver consenso quanto ao seu uso, ou ser utilizado de forma ampla e genérica, sem apresentar uma definição mais precisa que indique com maior exatidão a que se refere. Muitos autores têm usado esse termo ou um equivalente, com diferentes posicionamentos. Tem como principal objetivo clarificar o processo de construção do conceito de mente primitiva e seus desdobramentos por meio da análise da produção psicanalítica escrita. Trata-se de uma investigação conceitual segundo os pressupostos de natureza qualitativa, caracterizando-se como descritivo-exploratória do ponto de vista de suas finalidades. Procura tornar possível o estabelecimento de meios de refinamento ao examinar minuciosamente os elementos, os contextos em que se insere esse conceito em seu processo de construção, suas transformações e tentativas de consolidação, tanto no seio de determinada corrente teórica psicanalítica quanto na interface das múltiplas perspectivas. O material selecionado é composto por produções publicadas na Revista Brasileira de Psicanálise (FEBRAPSI) e no International Journal of Psycho-Analysis (IPA)...

Sobre uma especificidade do ensino da psicanálise na universidade: a formação de educadores; About a specific nature of education on psychoanalysis in the university: the teacher´s education

Monteiro, Elisabete Aparecida
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/08/2005 PT
Relevância na Pesquisa
37.17%
A certeza da existência de um domínio que garanta o bem fazer, apoiada na lógica do discurso universitário, caracteriza a pretensa Pedagogia Científica da atualidade. A demanda pelas teorias psicológicas (especialmente, as do desenvolvimento), o professor reflexivo (racional e explicativo) e o espaço conferido aos recursos tecnológicos vêm servir à lógica que anima o discurso pedagógico. A maneira de a pedagogia compreender a educação, como aplicação dos princípios científicos que permitem o controle da aprendizagem, observa um racionalismo-cientificista, resistente à idéia de não saber inerente à relação do sujeito com o desejo, noção revelada pela psicanálise. A resistência à aceitação dessa impossibilidade por parte daqueles impregnados do discurso pedagógico, bem como de um grupo maior de racionalistas-cientificistas, é explicada no fato de que o desejo sempre se revela après coup, então, reclama a renúncia à ideia clássica de controle e previsão. O problema da Educação passa pela palavra e pelo fato de que o sujeito (falante ou ouvinte) está, por princípio, implicado em todo ato. A verdade da palavra, então, permite compreender a natureza da impossibilidade estrutural que a psicanálise descortina. Ela se relaciona com uma realidade inequívoca: a fala mediada pelo Outro. Portanto...

Em torno da psicanálise aplicada; Regarding Applied Psychoanalysis

Passarelli, Vanessa Lopes dos Santos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 09/11/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.29%
Este trabalho trata das discussões que envolvem a Psicanálise Aplicada. Nesse sentido são apresentados a questão do nome e os limites para o analisável, assim como os chamados e lembretes que estão presentes nas falas de psicanalistas na atualidade. Diante dessas questões, recorremos à história da psicanálise. Acompanhamos com Freud as nuances desse fazer psicanalítico, evidenciando o papel central que ocupa em sua teoria, afastando a possibilidade de uma dicotomia entre psicanálise clínica e psicanálise aplicada. Além disso, é possível notar que Freud, dentre outros objetivos, busca com a psicanálise aplicada transmitir a psicanálise na cultura. O psicanalista ora coloca-se como um colonizador de territórios alheios, ora como um estrangeiro que, na fronteira com outra área do conhecimento, produz inflexões em ambas, sem recorrer ao educativo, mas fazendo descobrir. Em seguida, com a ida a Lacan, observam-se as novas formulações do autor e em que medida ele se diferencia da proposição de Freud acerca da psicanálise aplicada, propondo uma visão original. Sua proposta ocorre em meio às mudanças da Psicanálise no cenário francês, contexto que influi diretamente na sua construção teórica e posição institucional. E...

Além do visível: a fotografia e a óptica da psicanálise; Beyond the Visible: the photography and the optics of psychoanalysis

Patrasso, Rahel
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.12%
Desde a invenção da fotografia discute-se o caráter de realidade e de verdade contido nas imagens. Retomaremos tal discussão, partindo da afirmação de Benjamin (1985) de que o que se impõe à câmera não é o mesmo que pode ser apreendido pela visão; neste sentido, só a fotografia revela este inconsciente óptico, como só a psicanálise revela este inconsciente pulsional. Apostamos, de acordo com Benjamim (1985), que a fotografia não só revela alguns aspetos deste inconsciente óptico, mas como linguagem, de acordo com Lacan (1953/54), está submetida aos mesmos princípios descritos pela psicanálise. Propusemos, então, uma interlocução entre fotografia e psicanálise, a partir do que chamamos de a óptica da psicanálise, anunciada por Freud desde sua Interpretação dos Sonhos (1900), e dos conceitos do registro do Imaginário, Simbólico e Real de Lacan. Tais conceitos percorridos por nós objetivaram desvendar a tensão entre realidade, ficção e verdade na fotografia. Para tanto, nos debruçamos sobre a polêmica entorno da fotografia do fotográfo sul\africano Kevin Carter ganhadora do premio Pulitzer de 1994. Entendemos que a fotografia...

Da criança problema na educação infantil à criança como enigma: uma direção marcada pela psicanálise; From the problem child in nursery school and preschool to the child as a puzzle: a direction marked by Psychoanalysis.

Rezende, Tânia Maria Asturiano de Campos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/09/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.21%
Pode a direção de uma escola de Educação Infantil criar um espaço de escuta psicanalítica com a equipe pedagógica, visando desconstruir as visões estereotipadas de criança-problema de modo que cada criança possa ser considerada como um sujeito, ou seja, um enigma que nunca chega a ser solucionado? Essa é a questão que guia este trabalho. Afinal, que criança é essa? Esta pesquisa busca problematizar as diferentes concepções de infância e de educação escolar, explicitando como a criança vem sendo continuamente considerada pela Pedagogia, desde a implantação da educação infantil no mundo ocidental e no Brasil, como um ser natural, biológico ou social passível de ser entendido e conhecido integralmente, com auxílio de outras disciplinas como a Medicina e a Psicologia. Por outro lado, a Psicanálise explicita que, no encontro entre adulto e criança, há uma rachadura por onde se revela o impossível de saber, de controlar, de educar. O mal-estar gerado nesse (des)encontro, principalmente quando se tratam de crianças que não se encaixam nos moldes ideais, vem gerando diversas metodologias e iniciativas educacionais. Algumas reflexões sobre Psicanálise e Educação são retomadas, passando pelos principais psicanalistas que se dedicaram de alguma forma a questões da infância...

The dialog between psychoanalysis and neuroscience: what does philosophy of mind say?

Cheniaux,Elie; Lyra,Carlos Eduardo de Sousa
Fonte: Associação de Psiquiatria do Rio Grande do Sul Publicador: Associação de Psiquiatria do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 EN
Relevância na Pesquisa
37.12%
Objective: To briefly review how the main monist and dualist currents of philosophy of mind approach the mind-body problem and to describe their association with arguments for and against a closer dialog between psychoanalysis and neuroscience. Methods: The literature was reviewed for studies in the fields of psychology, psychoanalysis, neuroscience, and philosophy of mind. Results: Some currents are incompatible with a closer dialog between psychoanalysis and neurosciences: interactionism and psychophysical parallelism, because they do not account for current knowledge about the brain; epiphenomenalism, which claims that the mind is a mere byproduct of the brain; and analytical behaviorism, eliminative materialism, reductive materialism and functionalism, because they ignore subjective experiences. In contrast, emergentism claims that mental states are dependent on brain states, but have properties that go beyond the field of neurobiology. Conclusions: Only emergentism is compatible with a closer dialog between psychoanalysis and neuroscience.

Do interdito a "o real como o impossível" : hipótese sobre a transmissão em psicanálise; From the interdicted to "the real as the impossible" : a hypothesis on transmission in psychoanalysis

Renata Mazaferro
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 01/07/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.21%
Parte-se, nesta tese, da fantasia conforme apresentada por Freud através do sonho dos lobos, no caso História de uma neurose infantil (1918[1914]). Segundo Freud, o sonho dos lobos é "ativação" da cena de coito do casal parental. Jamais lembrada, "fantasia fundamental", a cena impossível de simbolizar é "construção da análise". Freud não recua diante do não simbolizável, mas Lacan o nomeia: real. A transmissão em psicanálise é efeito do não simbolizável? O segundo capítulo trata da fantasia como narrativa e da frase da fantasia. Herói de todas as histórias, maciçamente presente na fantasia como narrativa, o "eu" está ausente na frase da fantasia de espancamento. A frase intermediária, não simbolizável - uma construção da análise - permite a reconstrução do "eu". Flagrante da cena de constituição do inconsciente, a frase possibilita uma gramática e a depreensão de uma lógica gramatical da fantasia. Por ser articulação significante, tal qual a narrativa, a frase é considerada um deslocamento de Freud na questão da fantasia. O terceiro capítulo apresenta o passo de Lacan. Com a lógica do fantasma, a frase enquanto estrutura gramatical é considerada para ser implodida. Da frase resta o objeto a...

A escrita das cartas de Freud a Fliess e a invenção da psicanalise; The writing of Freud's letters to Fliess and the invention of psychoanalysis

Vera Lucia Colucci
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/02/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.31%
Freud (1856-1939), inventor da psicanálise, foi um grande escritor de cartas. Calcula-se que ao longo de sua vida escreveu mais de 20.000 cartas. Todavia, as cartas a Fliess (Masson 1986), escritas entre 1887 e 1900 têm um lugar diferenciado das demais. No presente trabalho desenvolvemos a idéia de que a escrita das cartas a Fliess (1858-1928) são parte da invenção da psicanálise. O aforismo de Lacan "o inconsciente é estruturado como uma linguagem" impõe a consideração da divisão do sujeito Freud articulada ao seu desejo na teorização da psicanálise. A verdade buscada incessantemente por Freud levou-o à invenção psicanálise. Nesse percurso de muito trabalho e solidão intrínsecos ao objeto que não se deixa apreender, Fliess ocupou o lugar de outro semelhante, que acolhe e estimula, e também daquele que representa o saber científico. Como Freud mesmo chegou a dizer comparando-se com o trabalho do físico Einstein, que tivera Newton e tantos outros como mestres, seu trabalho era sem precedentes, Freud. Na solidão que essa condição lhe impunha, pela injunção da invenção de um saber inédito, ele tinha que supor o saber científico em algum lugar. Foi Fliess, seu amigo muito amado, o parceiro de sua incursão por territórios não nomeados e não descritos anteriormente. Joseph Breuer (1842-1925)...

Comunicação e psicanálise : em busca do sujeito midiático; Communication and psychoanalysis : in search of the subject of the media

Fábio Lúcio Sanchez
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 05/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.21%
Busco com esse trabalho uma aproximação entre os campos da Comunicação (Jornalismo, na perspectiva do processo receptor) e da Psicanálise, com foco na formação do sujeito receptor da comunicação e da linguagem. A área de Comunicação tem convergido para o estudo do receptor desde a década de 70 do século passado, e nas de 80 e 90 surgiu, com autores como Martín-Barbero (1987), um foco latino-americano para este processo, e que ainda está aberto e inconcluso. A Psicanálise, por seu turno, tem sido instrumento crescente da Filosofia e da Comunicação para entender diversos processos modernos de consumo e comportamentos mediados pelos veículos de comunicação. O estudo do subjetivismo na Psicanálise tem uma história de mais de um século de investigação organizada e sistemática, foco esse que não ocorre no campo da Comunicação, que só recentemente vem se debruçando sobre essa perspectiva. Nesta pesquisa traço uma breve história dessas relações e proponho uma abordagem conjunta desses campos, incluindo a Comunicação na sua relação com a Filosofia e a Psicanálise, para compreender com mais precisão o sujeito receptor e suas reações à mídia. Por fim, vou a campo para investigar e testar a proposta num evento psicanalítico (um mal-estar crônico) e abundantemente abordado pelo Jornalismo (e também por alguns autores psicanalistas)...

Psicanálise, investigação clínica e educação; Psychoanalysis, clinical investigation and education

Fabio Camargo Bandeira Villela
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/02/2015 PT
Relevância na Pesquisa
37.31%
A presente tese - Psicanálise, investigação clínica e Educação - constitui-se de duas classes de pesquisa que se articulam no final. A primeira delas refere-se à discussão da investigação clínica em Freud, e abrange tanto sua gênese, como seu papel e sua importância ao longo da obra freudiana, especialmente após o advento do método de associação livre. A segunda classe de pesquisa refere-se às relações entre os campos da Psicanálise e da Educação, especificamente sobre as contribuições do campo teórico - e clínico - da Psicanálise à prática educativa do professor em sala de aula. Em relação à pesquisa sobre investigação clínica em Freud, discute as várias formas que essa investigação assume até a constituição do método de associação livre. Em sua gênese, a investigação clínica não se mostra como um pressuposto da atividade clínica de Freud, mas uma aquisição importantíssima, cujo percurso permitiu a compreensão mais acurada de processos e representações mentais que serviram de base à constituição da Psicanálise. Uma vez incorporada no tratamento das neuroses, Freud nunca mais a abandonaria: a investigação clínica passou a ser não apenas condição necessária para o tratamento...

Transmissão da psicanálise a educadores: do ideal pedagógico ao real da (trans)missão educativa; La transmissión del psicoanálisis a los educadores: desde el ideal pedagógico a lo real de la (trans)misión educativa; Transmission of psychoanalysis to educators: from the pedagogic idela to real educational (trans)mission

Almeida, Sandra Francesca Conte de
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2006 POR
Relevância na Pesquisa
37.17%
A transmissão da psicanálise a educadores interroga o analista quanto ao sentido de seu ato e aos destinos da transferência, já que a transmissão do saber da psicanálise dirige-se a um outro, o educador, situado em uma cena estranha ao campo psicanalítico. O artigo estabelece uma distinção entre transmissão e ensino, demarcando a diferença radical entre a formação do analista, cujo dispositivo coloca em ato a transmissão da psicanálise em intensão, nas três dimensões que a compõem, pela via da transmissão de um estilo, e a formação de educadores, mesmo que estes se deixem afetar transferencialmente pela transmissão da psicanálise em extensão, na sua dimensão de ensino.; La transmisión del psicoanálisis a los educadores interroga el analista cuanto al sentido de su acto y los destinos de la transferencia, ya que la transmisión del saber del psicoanálisis se dirige a un otro, el educador, situado en una escena extraña al campo psicoanalítico. El artículo establece una distinción entre la transmisión y la ensenãnza, demarcando la diferencia radical entre la formación del analista, cuyo dispositivo pone en acto la transmisión del psicoanálisis en intensión, en las las tres dimensiones que la componen...

The letter in science and in psychoanalysis; La letra en la ciencia y en el psicoanálisis; A letra na ciência e na psicanálise

Elia, Luciano
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2008 POR
Relevância na Pesquisa
37.12%
The aim of this paper is to discuss the status of the letter and literalization in psychoanalysis and in modern science. Our statement is that there is a strict filiation of psychoanalysis at science, and we ask what makes possible that science literalizes its field directly and immediately, while psychoanalysis needs to pass by other ways (named "ex-ways" in this paper) in the field of speaking and of the significant as a required methodological condition of its experience. We suppose that the inclusion of the subject (effect of Language and caused by the significant) in the operatory field of psychoanalysis is the reason of the indirect and mediate way in which the letter operates in the psychoanalytical experience.; Esto artículo trata del estatuto de la letra y de la literalización en el psicoanálisis y en la ciencia moderna. Afirmamos la estricta filiación del psicoanálisis à la ciencia, y interrogamos lo que hace posible a la ciencia literalizar de un modo directo y inmediato su campo, mientras que el psicoanálisis debe recurrir a un precurso (dicho "ex-curso" en el artigo) por lo campo de la palabra hablada y del significante como una condición metodológica exigible de su experiencia. Hacemos la suposición de que la inclusión del sujeto (efecto del Lenguaje y causado por el significante) en el campo operatorio del psicoanálisis es la causa del modo indirecto y mediatizado por el cuál la letra hace su incidencia en la experiencia psicoanalítica.; O presente artigo discute o estatuto da letra e da literalização na Psicanálise e na Ciência Moderna. Afirma-se a estrita filiação da Psicanálise à Ciência...

Psicanálise aplicada à educação: uma discussão teórica a partir de freud e lacan; El psicoanálisis aplicado a la educación: una discusión teórica a partir de freud e lacan; Psychoanalysis applied to the education: a theoretical discussion based on freud and lacan

Medeiros, Cynthia Pereira de; Holanda, Suely Alencar Rocha de
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2009 POR
Relevância na Pesquisa
37.24%
Este trabalho discute teoricamente a questão da aplicação da psicanálise à educação. Freud, ao distinguir a psicanálise de outras terapias, situa sua especificidade na abordagem ao inconsciente, apontando os limites da transmissão acadêmica na formação do analista. Lacan centra-se na questão da produção do analista e da ética daí decorrente, já que estes dois eixos definem o campo de aplicação da psicanálise. É na medida de sua submissão à causa do inconsciente que uma prática se revela analítica, o que só se testemunha no a posteriori. Assim, é somente recolhendo os testemunhos de atos que nascem da iniciativa dos analistas que podemos dizer das (im)possibilidades de aplicação da psicanálise.; Este trabajo discute teóricamente la cuestión de la aplicación del psicoanálisis a la educación. Freud, distinguiendo el psicoanálisis de otras terapias, localizó su especificidad en la aproximación al inconsciente, destacando los límites de la transmisión académica en la formación del analista. Lacan se centra en la cuestión de la producción del analista y de la ética consecuente, ya que para éste, esos dos ejes definen el campo de aplicación del psicoanálisis. Es en la medida de su sumisión a la causa del inconsciente que una práctica se revela analítica...

Direito e psicanálise: uma relação "ilegítima"?; Derecho y psicoanálisis: ¿una relación ilegítima; Law and Psychoanalysis: An "illegitimate" relationship?; Droit et psychanalyse: une relation "illégitime"?

Christopoulou, Vassiliki-Piyi
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/09/2007 POR
Relevância na Pesquisa
37.21%
Este artigo se propõe estudar alguns aspectos das interações entre direito e psicanálise e seus prolongamentos no campo político sob uma perspectiva epistemológica, histórica e conceitual. Longe de esgotar o assunto, essas considerações buscaram insistir no que resta inexplorado dessa relação complexa, qualificada por muitos como "ilegítima", mas cuja fecundidade e parentescos problemáticos tento demonstrar. Após tornar "legítima" uma colaboração que não parece evidente, e após retomar um Freud que se expressa freqüentemente como jurista, este artigo retoma os limites de tais interações. Pois se a articulação do individual e do coletivo é uma constante na obra freudiana, o método analógico entre processos psíquicos individuais e coletivos, que constituem uma problemática diferente, não encontrou um eco favorável. A hipótese da transmissão de traços mnêmicos nas massas certamente contribuiu para isso. Isto não deveria, contudo, obscurecer o fato que essa parte da obra freudiana mereceria ser mais explorada em suas dimensões metapsicológicas, sociológicas e políticas. Com efeito, a história das idéias e a história da própria psicanálise, enquanto história da produção das obras e dos conceitos...

Kantian foundations of Freudian Psychoanalysis and the place of metapsychology in the development of psychoanalysis; Les fondements de la théorie kantienne chez Freud et la métapsychologie dans le développement de la psychanalyse; Fundamentos kantianos da psicanálise freudiana e o lugar da metapsicologia no desenvolvimento da psicanálise

Fulgencio, Leopoldo
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/03/2007 POR
Relevância na Pesquisa
37.12%
Je prétends soutenir que les références de Freud à Kant ne concernent pas seulement à des points ou sujets spécifi ques, étant donné que Freud a construit la psychanalyse dans la tentative d’élaborer une psychologie scientifi que conformément au programme de Kant pour la recherche a priori des sciences de la nature. Ce programme fait l´objetifi cation du psychisme comme a toute autre chose étrangère à l’homme, en le naturalisant, et il propose aussi que cet objet soit recherché avec l’aide de fictions heuristiques - en particulier celles qui constituent l´hypothèse de forces qui sont en confl it, forces qui caractérisent le point de vue dynamique -, lesquelles, en dernière instance, caractérisent la théorisation du type metapsichologique dans la psychanalyse. Ces considérations posent des questions sur l’avenir de la psychanalyse pós- Freud, vu que le sol philosophique defendu par Kant a souffert sévères critiques dès le développement de la philosophie pós-Kant.; Pretendo mostrar que as referências de Freud a Kant não dizem respeito a pontos ou temas específicos, mas, sim, que Freud construiu a psicanálise na tentativa de elaborar uma psicologia científica de acordo com o programa kantiano de pesquisa a priori para as ciências da natureza. Esse programa não só objetifica o psiquismo...

A Psicanálise no encontro com outras práticas institucionais; Practical application of psychoanalysis in institutional practices

Caffé, Mara
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ART.; Formato: application/pdf
Publicado em 07/11/2006 POR
Relevância na Pesquisa
37.12%
Neste artigo, busca-se pensar a Psicanálise fora do contexto habitual da clínica, nas ocasiões em que é chamada a colaborar com as práticas do Direito. Constitui-se, aí, um terreno institucional híbrido, em que a função da escuta analítica se articula à função normativa jurídica. Tal situação implica a tomada do dispositivo psicanalítico em novas condições, sendo necessário redefinir os conceitos de transferência e sintoma com os quais se opera.; This article aims to explore psychoanalysis outside the usual context of the clinic, focusing on the occasions it is called upon to collaborate with Family Law practice. As such, Law and Psychoanalysis constitute a hybrid institutional realm where the agency of analytical listening is articulated with the agency legal precept. Under this circumstances, the practice psychoanalysis is taken into new conditions and demands a redefinition of concepts such as transference and symptoms from their traditional use.

Articulations between fundamental principles of psychoanalysis, psychoanalytical clinics and research at a university; Articulações entre conceitos fundamentais da psicanálise, sua clínica e a pesquisa na universidade

Calazans Matos, Roberto Pires; Universidade Federal de São João del Rei; de Carvalho Filho, João Gualberto Teixeira; Universidade Federal de Saõ João del Rei; de Castro, Julio Eduardo; Universidade Federal de São João del Rei; Dias, Maria das Graç
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; avaliado por pares; Formato: application/pdf
Publicado em 15/04/2009 POR
Relevância na Pesquisa
37.12%
This article intends to establish the theoretical and clinical coordinates of the research group in psychoanalysis at a Federal University. Therefore, we present the concepts which are considered crucial for the structuring of the psychoanalytic theory and clinics – namely, the way they can be the source to research in various important themes to psychoanalytic research, and its importance in establishing the scientific field of psychoanalysis as well as its interaction with other fields of knowledge. The article concludes with the demonstration of the detours that psychoanalysis may face if it does not follow strict concepts which structure its experience.   Keywords: psychoanalysis; clinics; research.; O presente artigo pretende estabelecer as coordenadas teórico-clínicas do grupo de pesquisa em psicanálise dentro de uma universidade federal. Apresentamos, por esta razão, os conceitos que são considerados fundamentais para estruturação da teoria e clínica psicanalítica, a maneira pela qual eles podem servir de matriz para pesquisa em diversos temas relevantes para a pesquisa psicanalítica e a sua importância tanto para estabelecer o campo específico da psicanálise quanto a interação dela com outros campos do saber.O artigo termina com a demonstração dos desvios que a psicanálise pode sofrer caso não siga com rigor os conceitos que estruturam sua experiência. Palavras-chave: psicanálise; clínica; pesquisa.