Página 1 dos resultados de 477 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Cuidando de ser psicólogo no hospital: uma cartografia de experiências sobre a construção de um lugar, contadas sob inspiração da psicologia analítica de C. G. Jung; Being psychologist in a hospital: a cartography of experiences of the making of a place, under C. G. Jungs analytical psychology inspiration

Silva, Simone Correa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/04/2011 PT
Relevância na Pesquisa
46.46%
O ofício do psicólogo numa instituição hospitalar é como uma arte que se modula dia-apósdia de trabalho e revela realidades desafiadoras no que se refere à sua inserção e à sua prática. A proposta deste estudo foi discutir o processo de construção do lugar do psicólogo no hospital geral com inspiração no referencial da psicologia analítica. Adotei a cartografia como metodologia de trabalho, utilizando narrativas obtidas a partir de diários de bordo que descreveram inquietações, questionamentos e reflexões sobre situações vivenciadas ao longo do percurso de minha prática enquanto psicóloga num hospital geral do município de São Paulo. O termo lugar, que transcende o espaço físico, foi entendido como disponibilidade emocional mediante situações diversas que se dão em termos de tempo e espaço no hospital. Refere-se a um jeito próprio de ocupar uma morada e que se configura por uma atitude clínica, no seu sentido etimológico. Apropriar-se de seu lugar é um processo de construção, fundamentação e manutenção, permeado por variáveis tais como: formação, supervisão, análise pessoal, conhecimento sobre a realidade e contexto da instituição e apropriação de uma persona criativa para transitar nesse contexto que corresponde a um self institucional. Essa construção se mostra em sincronia com o processo de individuação do psicólogo...

Competências e habilidades em psicologia hospitalar

Rosa, Aline MariaTonetto da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
56.33%
A presente pesquisa caracteriza-se como um levantamento descritivo de práticas psicológicas em hospitais com o objetivo de definir competências e habilidades pertinentes a essa nova área de atuação. Para tanto, o trabalho foi dividido em três estudos. O primeiro estudo analisou o desenvolvimento da prática psicológica hospitalar para levantamento das demandas psicológicas existentes e dos recursos utilizados para atendê-las. O segundo estudo examinou a interação estabelecida entre psicólogos hospitalares e demais profissionais da saúde para identificar aspectos da conduta do psicólogo capazes de promover a ação multidisciplinar. O terceiro estudo propôs um breve repertório de competências e habilidades para a prática psicológica em hospitais, levando em consideração as exigências do atual sistema de saúde. As competências listadas apontam para aspectos básicos de atendimento (autonomia e conhecimento para avaliar a demanda e propor ações compatíveis com a realidade do paciente e da unidade a qual ele está vinculado) e condutas desejadas na relação multidisciplinar (assertividade, clareza e objetividade). Contudo, as competências definidas não constituem especificidades da prática em hospitais, mas sim estratégias e atitudes necessárias à inserção da psicologia em contextos variados.

O percurso histórico do serviço de psicologia do hospital de clínicas de Porto Alegre

Silva, Leda Pibernat Pereira da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
56.45%
As primeiras inserções de atividades psicológicas em hospitais gerais no Brasil datam da década de 1950. No entanto, foi nas últimas duas décadas que o interesse pela Psicologia Hospitalar cresceu significativamente, chegando a organizar-se como uma especialidade regulamentada pelo Conselho Federal de Psicologia em 2000. Apesar de tal prática ser bastante documentada no centro do país - local por onde os psicólogos começaram a desenvolver as primeiras atividades em hospitais gerais, a história desenvolvida no Sul do país carece de maiores registros. Nesse sentido, o objetivo específico deste estudo é resgatar a história das atividades psicológicas no Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) e reunir dados para a análise da expansão da psicologia no momento em que ingressa em novos ambientes que não os tradicionais: clínica, escola e indústria. O período demarcado vai de 1971, com a abertura do Hospital, até 1986, com a estruturação de um Serviço de Psicologia que reuniu as psicólogas da instituição sob uma mesma chefia. Para a coleta e análise dos dados foi utilizado o método de História Oral, devido à escassez de registros escritos sobre a constituição e o desenvolvimento do serviço em questão. Trata-se de um estudo qualitativo a partir do qual foi construída uma narrativa histórica. Foram entrevistadas 10 profissionais que desenvolveram atividades na área da psicologia em diferentes momentos do período considerado. Como resultados...

O impacto do internamento hospitalar no estado funcional e psicológico da pessoa idosa

Cabete, Dulce Gaspar
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2001 POR
Relevância na Pesquisa
46.38%
Dissertação de mestrado em Psicologia da Saúde; Baseado na evidência de que a população mundial está a envelhecer e que as pessoas idosas são responsáveis pela ocupação de cerca de metade das camas hospitalares, torna-se relevante avaliar em que medida o internamento hospitalar contribui para a saúde e bem-estar deste grupo. E objectivo deste estudo analisar o impacto do internamento hospitalar no estado funcional e emocional da pessoa idosa. Realizou-se um estudo descritivo, transversal e de comparação entre grupos, Os participantes constituem uma amostra sequencial de indivíduos com idade igual ou superior a 65 anos e que foram internados no Departamento de Medicina do Hospital de Nossa Senhora do Rosário, Barreiro. O grupo de comparação constitui uma amostra intencional, com 104 idosos que recorreram à consulta no Centro de Saúde do Bonfim, Setúbal. Os instrumentos utilizados para avaliar o impacto do internamento hospitalar nas pessoas idosas foram: 1) Ressources Utilization Groups (RUG-T18), versão publicada em 1989 por Fries et al; 2) tradução e adaptação do Resident Assessment Instrument (RAI-HC/MDS, da versão n.° 7, InterRAI Corporation, 1995); 3)Questionário de Saúde Geral de 28 itens (GHQ 28)...

Psicologia da saúde no Brasil

Gorayeb,Ricardo
Fonte: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília Publicador: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2010 PT
Relevância na Pesquisa
56.18%
O artigo apresenta uma descrição do desenvolvimento da Psicologia da Saúde no Brasil a partir do ponto de vista do autor, com o relato de suas próprias experiências, desde sua graduação até hoje. São enfatizadas suas experiências de aprendizagem com professores relevantes para o desenvolvimento da Psicologia e da Psicologia da Saúde no país. Alguns termos, utilizados de maneira confusa, como Psicologia da Saúde x Psicologia Clínica x Psicologia Hospitalar são analisados. A produção científica da área é avaliada, bem como discutidas formas de incremento. Efetua-se também uma análise de instrumentos necessários ao desenvolvimento da área, sendo identificados alguns grupos de pesquisadores em Psicologia da Saúde com base em evidências e apontada uma perspectiva de crescimento da área.

Contribuições da psicologia da saúde-hospitalar na atenção ao paciente cirúrgico

Sebastiani,Ricardo Werner; Maia,Eulália Maria Chaves
Fonte: Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia Publicador: Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2005 PT
Relevância na Pesquisa
56.29%
OBJETIVO: O presente artigo discute algumas contribuições da Psicologia Hospitalar à atenção ao paciente cirúrgico, utilizando como pressuposto as propostas de intervenção interdisciplinar em saúde dentro do paradigma biopsicossocial. MÉTODOS E RESULTADOS: Apresenta aspectos relacionados à relação cirurgião-equipe de saúde-paciente e elenca alguns processos de respostas psicológicas e psicopatológicas do paciente frente ao trinômio doença-internação-tratamento no período que vai do diagnóstico e indicação cirúrgica até a fase de pós-operatório tardio e reabilitação do paciente. CONCLUSÃO: o psicólogo instrumentalizar-se adequadamente para conquistar, pelo seu conhecimento, pelo valor de seu trabalho e pela sua dedicação, seu espaço dentro das equipes cirúrgicas.

Contribuições do pensamento sistêmico à prática do psicólogo no contexto hospitalar

More,Carmen L. O. Ocampo; Crepaldi,Maria Aparecida; Gonçalves,Jadete Rodrigues; Menezes,Marina
Fonte: Departamento de Psicologia - Universidade Estadual de Maringá Publicador: Departamento de Psicologia - Universidade Estadual de Maringá
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2009 PT
Relevância na Pesquisa
56.27%
O presente artigo visa apresentar contribuições do pensamento sistêmico ao trabalho do psicólogo na instituição hospitalar, sendo esta entendida como um sistema aberto, dinâmico, complexo e imprevisível no seu cotidiano, constituindo-se num grande contexto gerador de significados, que constantemente está afetando à conversação terapêutica. Após breve resgate histórico das conquistas, contradições, avanços e pressupostos epistemológicos da escuta psicológica no hospital, apresenta-se a análise dos diferentes contextos que o conformam, visando resgatar as peculiaridades das metáforas que afetam decisivamente a intervenção psicológica, determinando os rumos das ações. As metáforas, enquanto fortes simbologias presentes na dinâmica hospitalar, constituem-se como elementos necessários de análise, para organizar e tornar mais estratégica a atuação e melhor sustentar os diálogos interdisciplinares. Se não estiver atento a isto, o psicólogo corre o risco de se tornar em mero executante da queixa e das ordens implícitas dos encaminhadores, sustentado assim ações fragmentadas e preconceitos relacionados ao paciente, à equipe de saúde e ao contexto.

A residência hospitalar como modalidade de especialização em psicologia clínica

Ferreira,Ademir Pacelli
Fonte: Conselho Federal de Psicologia Publicador: Conselho Federal de Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2001 PT
Relevância na Pesquisa
46.44%
O presente artigo se propõe a tecer considerações sobre as origens e concepções da Residência Hospitalar (RH), enfatizar a importância da instituição hospitalar na formação do profissional de saúde e, em especial, do psicólogo clínico, através da Residência em Psicologia (RP). Esta modalidade de especialização despertou maior interesse principalmente a partir de 1998, quando o Conselho Federal de Psicologia (CFP) passou a discuti-la nacionalmente. Portanto, são feitas referências ao papel do CFP na regulamentação e implantação da RP. Finalmente, descrevem-se os princípios norteadores, a organização e o funcionamento da RP do Instituto de Psicologia/Hospital Universitário Pedro Ernesto (IP/HUPE/UERJ), iniciada em 1993, visando, contribuir para a divulgação e o debate desta modalidade de especialização em todo o país.

Psicologia da saúde x psicologia hospitalar: definições e possibilidades de inserção profissional

Castro,Elisa Kern de; Bornholdt,Ellen
Fonte: Conselho Federal de Psicologia Publicador: Conselho Federal de Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2004 PT
Relevância na Pesquisa
76.5%
No presente trabalho, apresentamos a definição de Psicologia da Saúde e Psicologia Hospitalar, esta última como especialidade exclusivamente brasileira. Refletimos, também, sobre a formação acadêmica, o mercado de trabalho e a realidade da saúde no País. Consideramos que existem incongruências entre a formação de base, a nossa realidade social e a inserção de psicólogos no ramo da saúde. Discutimos a inclusão da Psicologia Hospitalar na Psicologia da Saúde, área ampla que utiliza os conhecimentos das Ciências Biomédicas, Psicologia Clínica e Psicologia Comunitária para intervir em distintos contextos no âmbito sanitário.

A supervisão de estágio em psicologia hospitalar no curso de graduação: relato de uma experiência

Guedes,Carla Ribeiro
Fonte: Conselho Federal de Psicologia Publicador: Conselho Federal de Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2006 PT
Relevância na Pesquisa
76.39%
O presente artigo tem como objetivo relatar uma experiência de supervisão de estágio em Psicologia hospitalar no curso de graduação. Para essa análise, recorreu-se à própria vivência como supervisora de estágio em uma universidade, na cidade de Resende, no Estado do Rio de Janeiro. Este relato enfocou o período de março de 2003 a julho de 2005, e foi baseado nas observações das condutas e nas falas dos estagiários durante as supervisões. Ao longo desse período, foram observados 26 (vinte e seis estagiários), que tiveram quatro grandes dificuldades durante o processo de estágio: inserção no contexto hospitalar, contato com o paciente, atuação junto aos familiares e relacionamento com a equipe de saúde. Para cada um desses impasses, foram apresentadas estratégias usadas em supervisão a fim de que esses obstáculos pudessem ser superados. Concluímos que a supervisão de estágio ocupa um papel fundamental na suplantação das dificuldades apresentadas.

Humanização e controle social: o psicólogo como ouvidor hospitalar

Carvalho,Denis Barros de; Santana,Janaína Macêdo; Santana,Vera Macêdo de
Fonte: Conselho Federal de Psicologia Publicador: Conselho Federal de Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2009 PT
Relevância na Pesquisa
46.47%
Este artigo apresenta um ensaio sobre a prática do psicólogo como ouvidor hospitalar. Inicialmente, é avaliado o controle social no Sistema Público de Saúde (Conferências e Conselhos de Saúde, ouvidorias). O papel do ouvidor hospitalar no controle social no contexto da humanização do sistema de saúde é discutido a partir de um diálogo com autores da área da Saúde pública, das Ciências sociais e da Psicologia. Por humanização, entende-se a forma de assistência que valoriza a qualidade do cuidado do ponto de vista técnico e o reconhecimento dos direitos dos pacientes. Uma proposta de compreensão da ouvidoria hospitalar como um desafio para a Psicologia social da saúde é apresentada a partir de uma análise da produção teórica brasileira. Em seguida, discute-se uma experiência de trabalho de um psicólogo como ouvidor hospitalar. Ao fim, são apresentadas algumas sugestões a respeito do papel da Psicologia social no contexto da ouvidoria hospitalar como instrumento de controle social.

A graduação em Psicologia prepara para o trabalho no hospital?

Torezan,Zeila Facci; Calheiros,Taís da Costa; Mandelli,Jéssica Pedrosa; Stumpf,Vanuccy Martins
Fonte: Conselho Federal de Psicologia Publicador: Conselho Federal de Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2013 PT
Relevância na Pesquisa
66.34%
Considerando a Psicologia hospitalar uma especialidade em expansão no campo da Psicologia da saúde, o presente trabalho resulta de uma pesquisa exploratória sobre a preparação na graduação dos psicólogos hospitalares, que verificou a relação da formação acadêmica com a prática em hospitais gerais na região de Londrina - PR. Participaram desta pesquisa 10 psicólogos hospitalares com vínculo empregatício de no mínimo seis meses e três coordenadores de cursos de graduação em Psicologia de Londrina. Para a coleta dos dados, foram utilizados dois questionários de entrevista semiestruturada que continham questões abertas e fechadas. O primeiro questionário levantou dados sobre a formação acadêmica e as funções desenvolvidas pelos psicólogos nos hospitais, e o segundo buscou informações referentes às oportunidades de formação voltadas para a área de saúde e ofertadas pelos cursos de Psicologia pesquisados. Também foi realizada consulta aos projetos pedagógicos dos referidos cursos. No universo pesquisado, constatou-se que, em geral, a formação na graduação em Psicologia não contempla as particularidades necessárias para o trabalho em hospital geral.

Psicologia da saúde crítica no contexto hospitalar

Carvalho,Denis Barros de
Fonte: Conselho Federal de Psicologia Publicador: Conselho Federal de Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2013 PT
Relevância na Pesquisa
56.5%
O texto apresenta uma discussão sobre a Psicologia da saúde no contexto hospitalar a partir de uma perspectiva histórica e ética, mostrando como o desenvolvimento desse campo foi caracterizado pelo surgimento de duas perspectivas: a Psicologia da saúde tradicional e a Psicologia da saúde crítica. O modelo de quatro abordagens à Psicologia da saúde é apresentado e reformulado com a inclusão do conceito de Psicologia sanitária, e a prática em Psicologia da saúde é discutida à luz do conceito de reflexividade. Por fim, alguns questionamentos derivados da Psicologia da saúde crítica são feitos à prática do psicólogo no contexto hospitalar.

Humanização hospitalar, ambiente físico e relações assistenciais :a percepção de arquitetos especialistas

Viana, Luciana de Medeiros
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Psicologia; Psicologia, Sociedade e Qualidade de Vida Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Psicologia; Psicologia, Sociedade e Qualidade de Vida
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.46%
The creation of the Humanization Program of Hospital Care and the increasing number of academic works and journal articles that discuss more humane practices in the health care services express the emphasis given to the theme in Brazil. In these discussions, however, it is not usual to find reference to architecture as a relevant factor in the humanization of hospitals, even though it is known that the physical structure of the building may help the recovering of the patients; elements such as gardens, the use of colors and open spaces may soften the impact caused by the hospital routine on patients. Considering the contribution the architectural project may bring to the humanization of hospitals, the aim of this study was to verify how the architects perceive the hospital humanization process. Besides having searched for subsides in informal interviews with health professionals, in visits to hospitals and in related seminars, the study was based on semi-structured interviews with architects of Natal, Rio Grande do Norte, who are specialists in this kind of projects. The content analysis of the interviews showed that physical space and attendance are essential to the humanization process. Those professionals see two humanization tendencies: while private hospitals have the structural physical appearance considered as humanized...

Psicologia da saúde no Brasil; Health Psychology in Brazil

GORAYEB, Ricardo
Fonte: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília Publicador: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
56.18%
O artigo apresenta uma descrição do desenvolvimento da Psicologia da Saúde no Brasil a partir do ponto de vista do autor, com o relato de suas próprias experiências, desde sua graduação até hoje. São enfatizadas suas experiências de aprendizagem com professores relevantes para o desenvolvimento da Psicologia e da Psicologia da Saúde no país. Alguns termos, utilizados de maneira confusa, como Psicologia da Saúde x Psicologia Clínica x Psicologia Hospitalar são analisados. A produção científica da área é avaliada, bem como discutidas formas de incremento. Efetua-se também uma análise de instrumentos necessários ao desenvolvimento da área, sendo identificados alguns grupos de pesquisadores em Psicologia da Saúde com base em evidências e apontada uma perspectiva de crescimento da área.; This article presents a description of the development of Health Psychology in Brazil from the author's viewpoint, reporting his experiences in the area, since his undergraduate studies until nowadays. The author's learning experiences with professors that were relevant to the development of Psychology and Health Psychology in the country are emphasized. Some misunderstood terms, such as Health Psychology x Clinical Psychology x Psychology in Hospitals are analyzed. This paper also evaluates the scientific production in the area...

Quando a morte visita a maternidade: papel do psicólogo hospitalar no atendimento ao luto perinatal; When the death visit the maternity: Role of a hospital psychologist in the care of mourning perinatal

Sousa, Erica Nascimento de; Muza, Júlia Costa
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.39%
O presente estudo pautou-se no método qualitativo e teve por objetivo conhecer o significado da perda fetal para famílias enlutadas, avaliar a intervenção psicológica em situações de óbito fetal e sistematizar modelos de intervenção psicológica diante da perda e do luto do bebê. Participaram dessa pesquisa cinco famílias que vivenciaram o óbito perinatal em uma maternidade de um hospital particular da cidade de Brasília, entre abril e maio de 2010. Utilizaram-se como instrumentos o prontuário psicológico do serviço de psicologia do referido hospital e um roteiro pós-óbito para realização de uma entrevista breve, feita por telefone, com o propósito de conhecer como as famílias enfrentaram a perda do bebê e de como eles perceberam o atendimento psicológico. Procedeu-se à análise de conteúdo (Bardin, 1977), onde emergiram oito categorias, a saber: história da gestação; história do óbito perinatal; desejo de reparação; reação imediata ao óbito do bebê; despedida do bebê; reação ao atendimento da psicologia na situação do óbito e reação ao atendimento da psicologia no pós-óbito. Os resultados demonstraram que o intenso trabalho psíquico de luto sofrido pelas famílias ainda recebe pouco apoio social das instituições...

A prática do cuidado: a psicologia sob o olhar do psicólogo e da equipe de saúde

Borges, Rayanne Pollyane Chagas
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.31%
Este estudo objetiva investigar a percepção do psicólogo sobre a própria prática em equipes multi e interdisciplinares e a observação destas equipes sobre a Psicologia. Trata-se de pesquisa quantitativa, que utilizou questionários para coleta de dados que se desenvolveu por meio de questionários online e impressos, que foram respondidos pessoalmente ou por meio eletrônico. Os participantes foram 29 psicólogos, e 36 profissionais da saúde sendo eles médicos, fisioterapeutas, técnicos e auxiliares de enfermagem e nutricionistas. Os resultados demonstraram que o psicólogo é considerado importante para a composição da equipe de saúde, mas sua atuação não foi claramente definida. Mostrando assim a invisibilidade do psicólogo e a contribuição da psicologia para o contexto hospitalar. O trabalho em equipe é fundamental para o reconhecimento das diferentes áreas de atuação. Entretanto, a prática psicológica em hospitais precisa ser ampliada, o que requer maior presença destes profissionais em diferentes equipes. Nesta pesquisa ficou claro que a equipe desconhece o trabalho do psicólogo mesmo sabendo da importância que o mesmo tem. A comparação de resultados e dados obtidos neste estudo indica a importância e a necessidade de implantar novos estudos.; This study investigates the perception of the psychologist about their own practice in multidisciplinary teams and interdisciplinary teams and those watching on Psychology. It is a quantitative research...

Health psychology according to doctors and psychologists: a psychosocial study; A psicologia hospitalar segundo médicos e psicólogos: um estudo psicossocial

Wallig, Juliana; Souza Filho, Edson de
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2007 POR
Relevância na Pesquisa
66.33%
The paper presents an exploratory research between nonpsychiatric doctors, concerning what they know about psychology and the health psychologists' performance. The theory of social representations is adopted as the main theoretical-methodological approach. The sample was composed of seven doctors with professional experience working alongside health psychologists; seven doctors with no experience working with health psychologists; and nine health psychologists. The research proposed to compare the two aforementioned groups of doctors, hypothesizing that there are differences on the knowledge of both groups and to also compare the medical group working with health psychologists to the group of health psychologists. Data was collected through open-ended questionnaires that were self-administered at the subjects' choice of time and location. The results were evaluated through an analysis of thematic content. Answers were evaluated separately and collectively using the qui-square test. Amongst the more significant findings of this study are: the lack of difference on the knowledge of both medical groups; the optimistic albeit superficial view that the doctors with experience working alongside health psychologists have of health psychologists; and the evidence that health psychologists believe that it is possible to build interprofessional relationships...

Ways to produce health in hospital work: an intervention in Psychology; Formas de produzir saúde no trabalho hospitalar: uma intervenção em psicologia

Araujo, Maristela Dalbello de; Busnardo, Elaine Araujo; Marchiori, Flávia Moreira; Lima, Milena Fiorim de; Endlich, Tatiane Mattos
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2002 POR
Relevância na Pesquisa
46.33%
This paper presents the intervention carried out in a public hospital in Greater Vitória, ES. The purpose of the intervention was to became acquainted with the work reality and its repercussions on the health of the professionals who work in the pediatrics sector of that hospital, aiming at creating a space for reflection and critics in order to promote changes in the working conditions that lead to suffering, as well as in the relationships between the members of the nursing staff. This work used the collective meeting methodology. Using group activities, varied texts and resources, it dealt with several subjects concerning the work reality and the possible consequences for the health and life of those men and women. It was observed that the working conditions and the organization in the sector have favored illness as a result of a process of disqualification and impoverishment of the public health service. The work brought up collective efforts to face problems and seek solutions for them. However, it stands out that much has yet to be done in order to accomplish other co-management experiences and find solutions for the innumerable problems in the work routine of the hospital.; Trata de uma intervenção desenvolvida em um hospital público da Grande Vitória...

Atuação neuropsicológica em centro de neurologia pediátrica: um projeto de extensão universitária; Neuropsychologycal intervention in pediatric neurology centre: a project of extension’s university

Riechi, Tatiana Izabele Jaworski de Sá; Ambrózio, Carolina Ribeiro
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; avaliado por pares; Formato: application/pdf
Publicado em 06/04/2005 POR
Relevância na Pesquisa
46.33%
 O presente artigo tem como objetivo relatar uma experiência profissional na área da Psicologia Hospitalar com um enfoque neuropsicológico, que ocorre através de um projeto de extensão universitária. Tal projeto intitulado “Atuação neuropsicológica em Centro de Neurologia Pediátrica”, consiste na implantação do serviço de neuropsicologia pelo Laboratório de Neuropsicologia do Departamento de Psicologia da UFPR dentro do Centro de Neuropediatria do Hospital de Clínicas da UFPR (CENEP-HC). O principal objetivo do projeto é proporcionar à população atendida neste centro médico, um serviço de neuropsicologia de qualidade, bem como desenvolver e divulgar trabalhos desenvolvidos na área da neuropsicologia. O trabalho desenvolve-se através da avaliação e intervenção neuropsicológica de pacientes portadores de diversos comprometimentos neurológicos, provenientes de diversas etiologias. Tais procedimentos têm como propósito auxiliar na avaliação diagnóstica dos pacientes, possibilitar um atendimento neuropsicológico e encaminhar corretamente pacientes para outros profissionais. Tais objetivos são alcançados através de visitas ambulatoriais...