Página 1 dos resultados de 1666 itens digitais encontrados em 0.014 segundos

Tempo, acaso e investigação : em torno de algumas estereotomias em psicologia; Time, chance and research : about some stereotomies in psychology

Pinho, Maria Salomé Ferreira Estima de
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
56.01%
Nesta dissertação procede-se ao levantamento de algumas questões acerca do modo dominante de pensar a temporalidade, a investigação, a subjectividade e a memória. Tal questionamento é desenvolvido em três partes: “O tempo da investigação: errância”, “O tempo da técnica: indeterminação” (e Suplemento) e “O tempo da invenção: memória” articulando, de uma forma particular, três tempos: futuro (tempo da investigação), presente (tempo da técnica) e passado (tempo da invenção). Esta divisão do tempo é autorizada por uma certa utilização da figura da estereotomia (figura da técnica). Assim, na 1ª parte trata-se de como resistir ao fechamento do futuro, procurando-se bosquejar um contexto pautado pela necessidade de considerar a investigação como questão temporal, trabalho do tempo, que acolhe o desconhecido enquanto irredutível ao registo meramente autológico. O modo de ser do instrumento estatístico, em psicologia, nomeadamente através da abordagem do número enquanto marca (diferimento), de uma genealogia das variáveis sem privilégio de uma serenidade discursiva e das relações entre acaso e necessidade (com uma passagem obrigatória por Fechner e pelo sentido do conceito de probabilidade)...

A multimédia utilizada em psicologia experimental e as limitações do equipamento informático

Pereira, Alexandre
Fonte: Edições Universitárias Lusófona Publicador: Edições Universitárias Lusófona
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 124890 bytes; application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.05%
A Psicologia Experimental pode obter imensos proveitos da utilização da multimédia: uma maior regularidade na apresentação de estímulos ao sujeito, uma maior diversidade na qualidade dos estímulos a apresentar, uma maior precisão na medição dos tempos de resposta. No entanto, o equipamento informático, apesar de se encontrar em evolução crescente constante, apresenta algumas limitações, nomeadamente, ao nível dos periféricos de interface com o utilizador. O ecrã não é, por omissão, rigoroso na apresentação de estímulos visuais temporizados. O teclado introduz desvios na medição dos tempo de resposta. Este artigo discute formas de obviar estes e outros problemas, de forma a que a Psicologia Experimental possa obter os melhores benefícios da conjugação das suas necessidades com as potencialidades da Multimédia.

Bases epistemológicas da psicologia cognitiva experimental; Epistemological foundation of experimental cognitive psychology

NEUFELD, Carmem Beatriz; BRUST, Priscila Goergen; STEIN, Lilian Milnitsky
Fonte: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília Publicador: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
46.12%
O presente artigo tem como objetivo analisar as bases epistemológicas da Psicologia Cognitiva Experimental. Inicialmente serão traçados alguns dos pressupostos da Psicologia Cognitiva, dentro da abrangência da Ciência Cognitiva e sua relação com o Cognitivismo. Serão retomados alguns aspectos históricos que serão relacionados com os pressupostos das teorias e suas influências na aplicação das mesmas. A partir destes aspectos, serão levantados alguns dos pressupostos filosóficos que marcaram a transição de modelos em ciência, enfocando por fim a emergência da Ciência Cognitiva. O presente trabalho conclui enfocando os argumentos pró e contra a revolução cognitiva enquanto quebra de paradigma com o Behaviorismo.; This article aims to analyze the epistemological basis of Cognitive Experimental Psychology. Initially, some of the presuppositions of cognitive psychology within the realm of cognitive science and its relation to cognitivism will be discussed. Secondly, the relation between historical aspects and theoretical presuppositions are considered. In light of these aspects, some philosophical ideas are raised in order to highlight the transition from the original models of science to the appearance of cognitive science as it is known today. Finally...

Contribuição para a formação de Psicólogos: análise de artigos de Carolina Bori publicados até 1962; Contributions to the training of Psychologists: analyzing Carolina Bori s articles published until 1962; Contribuciones a la formación de dos Psicólogos: analise de artículos de Carolina Bori publicados hasta 1962

Cândido, Gabriel Vieira; Massimi, Marina
Fonte: Conselho Federal de Psicologia Publicador: Conselho Federal de Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
46.13%
A Psicologia, no Brasil, foi reconhecida legalmente no ano 1962. Contudo, antes desse ano, diversos profissionais já atuavam na área. Carolina Martuscelli Bori tem sido considerada um desses profissionais, e, dentre as contribuições que deu, sua luta para melhorar a formação profissional é uma das mais citadas. Com este trabalho, buscou-se conhecer sua contribuição a partir de artigos que Bori publicou até o ano 1962. A partir de uma busca feita nas revistas Ciência e Cultura, Boletim de Psicologia e Jornal Brasileiro de Psicologia, e no seu currículo Lattes, pela busca na biblioteca da Universidade de São Paulo e em referências de artigos escritos sobre a própria Carolina Bori, 19 artigos foram localizados, dos quais oito foram publicados até 1962. A análise feita permite afirmar que a obra de Carolina Bori apresenta discussões que podem auxiliar na elaboração e no direcionamento de várias questões éticas e acadêmicas atuais, como: a pesquisa experimental em cursos de graduação, a metodologia científica, o desenvolvimento científico e a produção do conhecimento.

Percalços na história da ciência: B. F. Skinner e a aceitação inicial da Análise Experimental do comportamento entre as décadas de 1930 e 1940

Cruz,Robson Nascimento da
Fonte: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília Publicador: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
55.98%
A elaboração inicial do conceito de condicionamento operante e do delineamento experimental de sujeito único define as bases do sistema explicativo skinneriano em meados de 1930. Todavia, essas formulações não foram imediatamente aceitas. Com o objetivo de compreender os motivos envolvidos nesse episódio da história inicial da Análise do Comportamento, discutimos três eventos históricos, quais sejam: a) as dificuldades enfrentadas por Skinner após o seu pós-doutorado; b) a recepção ao seu primeiro livro, The Behavior of Organisms; c) a disputa com outros modelos explicativos do comportamento. Uma história constituída por determinantes de natureza motivacional, institucional, emocional, econômica e pelas dificuldades de ir na contramão de tendências dominantes na Psicologia Experimental norte-americana é o que se conclui na presente investigação.

Construtivismo, psicologia experimental e neurociência

Vasconcellos,Silvio José Lemos; Machado,Simone da Silva
Fonte: Departamento de Psicologia da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro Publicador: Departamento de Psicologia da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2006 PT
Relevância na Pesquisa
76%
O principal objetivo deste trabalho é discutir a abordagem construtivista e suas relações como algumas descobertas relacionadas à psicologia experimental e à neurociência. A elaboração do texto está baseada num trabalho de consulta a algumas publicações indexadas no PsycoInfo, bem como em algumas obras que contemplam essas áreas. Os autores argumentam que a eficácia dos diferentes modelos de terapia cognitiva pode ser ampliada por intermédio de um trabalho mais voltado para os aspectos não racionais da cognição. Na parte final deste artigo, os autores enfatizam a necessidade de transformar o construtivismo numa apropriada metáfora para a terapia cognitiva, sendo que essa asserção está baseada nas afirmações de Meichenbaum (1993).

Uma ciência do psiquismo é possível? A psicologia empírica de Kant e a possibilidade de uma ciência do psiquismo

Gomes,Amandio
Fonte: Universidade Federal Fluminense, Departamento de Psicologia Publicador: Universidade Federal Fluminense, Departamento de Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2005 PT
Relevância na Pesquisa
55.95%
A questão da cientificidade da psicologia é discutida a partir da epistemologia kantiana. Apesar de recusar-lhe o título de legitimidade científica, Kant situou o objeto da psicologia no campo da experiência, os fenômenos do sentido interno. A psicologia deixa de ser disciplina metafísica para tornar-se empírica, abrindo caminho para a psicologia experimental. Mas nossa discussão propõe como orientação para pensar a cientificidade da psicologia a "Antropologia Pragmática" de Kant, na qual a subjetividade deixa de ser entendida como interioridade, como sujeito empírico em sua passividade, para considerar o sujeito como atividade cujo exercício se faz encarnar no mundo externo, definindo a existência do homem a partir de sua conduta na história.

Tipos de retroalimentación en el aprendizaje de términos metodológicos de la psicología experimental

Pacheco Chávez, Virginia; Carpio Ramírez, Claudio Antonio; Carranza Hernández, Noemi; Canales Sánchez, César Humberto; Flores Aguirre, Carlos Javier
Fonte: Murcia: Universidad de Murcia, Servicio de Publicaciones Publicador: Murcia: Universidad de Murcia, Servicio de Publicaciones
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
55.98%
El presente estudio evaluó los efectos de proporcionar retroalimentación diferenciada en términos de su complejidad funcional sobre el desempeño de universitarios en la identificación de términos metodológicos de la psicología experimental. Para tres grupos el entrenamiento consistió en presentar, en un monitor, un ejemplo del concepto a entrenar y cuatro opciones de respuesta (términos). Una vez que los estudiantes elegían una opción de respuesta se presentaba en la pantalla la retroalimentación cuyo contenido variaba en función del grupo (intrasituacional, extrasituacional o transituacional); un cuarto grupo no recibió entrenamiento. Se encontró que la retroalimentación extra y transituacional promovieron un mejor desempeño. Se discute la importancia de diferenciar funcionalmente la retroalimentación proporcionada a los estudiantes, en función de los requerimientos académicos.

Influencias da psicoloxía internacional na Psicoloxía Pedagógica (1919) d eXoán V. Viqueira

Costa Rico, Antón
Fonte: Universidade da Coruña Publicador: Universidade da Coruña
Tipo: Artigo de Revista Científica
GLG
Relevância na Pesquisa
46.15%
[Resumo] O prestixioso intelectual Xoán Vicente Viqueira (1886-1924), humanista e unha das personalidades sobranceiras das Irman- dadades da Fala, un movemento pola recupe- ración da lingua galega que se activou en 1916, gozou de alta formación filosófica e tivo acceso directo e dominio dos desenvolve- mentos alcanzados en Alemania pola psicolo- xía experimental dos primeiros anos do sécu- lo XX, e das súas aplicacións ao campo peda- góxico. Dende unha sólida formación foi en España, na “Institución Libre de Enseñanza” en Madrid primeiro, e en Galicia despois, un experto formador do profesorado e ensaísta destacado. Así, se pon de manifesto en obras como Psicología Pedagógica (1919), ou La psicología contemporánea (póstumo, 1930), onde se examinan críticamente os problemas, as orientacións e a conflitividade teórica e paradigmática, afrontados naqueles momen- tos polo desenvolvemento científico da psico- logía. Nesta contribución analízanse unha parte dos tópicos máis destacados da súa obra, entrevista dende o ángulo psico-pedagóxico, revísanse os estudos a que tal obra foi someti- da e rastréxanse as fontes e os modelos consi- derados por Viqueira.; [Resumen] El prestigioso intelectual Xoán Vicente Viqueira (1886-1924)...

Naturalização da Fenomenologia e perspectivas metodológicas na pesquisa experimental em Psicologia

CASTRO,Thiago Gomes de; GOMES,William Barbosa
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas Publicador: Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2015 PT
Relevância na Pesquisa
56.02%
O artigo explora a relação entre Fenomenologia e Ciências Cognitivas a partir da literatura internacional denominada naturalização da fenomenologia. São discutidas as tendências de pesquisa na área. O estudo contrasta a pesquisa com métodos introspectivos da metodologia básica em Ciências Cognitivas e Fenomenologia Experimental. Nas tendências de naturalização da Fenomenologia, destaca-se a Fenomenologia front-loaded, caracterizada como um tipo de fenomenologia experimental, que utiliza a fenomenologia filosófica para informar e redefinir desenhos experimentais na pesquisa com processos psicológicos básicos. A prerrogativa do modelo front-loaded é o fomento de variações experienciais em seres humanos, por meio de ilusões perceptivas e desempenho cognitivo, sob condições de controle experimental. Ao final, são discutidos os limites da relação entre Fenomenologia e Ciências Cognitivas, apontando a distinção necessária entre Fenomenologia como ciência de fundação e Fenomenologia como pré-ciência experimental aberta ao diálogo interdisciplinar.

Fenomenologia e Psicologia Experimental no Início do Século XX

Castro,Thiago Gomes de; Gomes,William Barbosa
Fonte: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília Publicador: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2015 PT
Relevância na Pesquisa
76.17%
RESUMOO estudo examina as relações entre fenomenologia e psicologia experimental no início do século XX para definir origem, especificidade e abrangência do termo fenomenologia experimental. Inicia com a indicação de que o termo está associado a Carl Stumpf em Berlim. A seguir, acompanha as relações conturbadas entre Husserl e o Departamento de Psicologia da Universidade de Göttingen. Na sequencia constata a influência frutuosa da fenomenologia na psicologia experimental da Universidade de Würzburge na psicologia gestaltálticade Max Wertheimer. A fenomenologia experimental continuou pelos meados do século XX com repercussões na psicologia ecológica de James Gibson. Embora Husserl tenha se distanciado da psicologia experimental, a fenomenologia experimental prosseguiu sem seu aval, subsidiando na atualidade as ciências cognitivas e as neurociências.

Influencia de la administración crónica y aguda de cocaína, evaluación de la abstinencia y de la permanencia de los efectos farmacológicos a largo plazo en la conducta emocional del raton; Influence of the acute and chronic administration of cocaine, eval

María del Pilar Santacruz; Universidad Autónoma de México
Fonte: Psicología desde el Caribe Publicador: Psicología desde el Caribe
Tipo: article; publishedVersion Formato: application/pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
56.04%
Se evaluaron los efectos de la administración aguda y crónica del clorhidrato de cocaína en dosis 0.1, 1.0 Y 10.0 rng/kg. sobre la conducta emocional en ratones por medio de dos modelos: «caja de agujeros» y «laberinto en cruz». Adicionalmente se evaluaron los efectos producidos por el retiro de la droga, y posteriormente la permanencia de los efectos en un plazo largo, en 60 ratones machos de la cepa CDM asignados aleatoriamente a cuatro grupos. Para el primer estudio se realizó un diseño experimental y uno control; para el segundo se utilizó un diseño experimental con tres grupos experimentales y uno control, con medidas repetidas. En el primero, todos los sujetos fueron sometidos a una sola administración de fármaco o de la solución salina según la asignación aleatoria y se realizó el registro conductual a cada sujeto 30 minutos después de dicha administración; en el segundo experimento -administración crónica-, a todos los sujetos se les inyectaba el fármaco una vez al día durante 6 días consecutivos y 30 minutos después de la sexta administración se realizó el registro conductual del sujeto. Siete días después de la última administración se realizó otro registro conductual a cada sujeto para observar si se presentaba abstinencia...

Replicar para comprender: prácticas investigativas para promover el razonamiento científico en estudiantes de psicología; Replicar para compreender: práticas de pesquisa para promover o razoamento científico em estudantes de psicologia; Replicate to Understand: Research Practices for Developing Scientific Reasoning in Psychology Students

Ordoñez Morales, Oscar; Universidad del Valle
Fonte: Pontificia Universidad Javeriana Cali Publicador: Pontificia Universidad Javeriana Cali
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; "Artículo revisado por pares"; Artículo; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
SPA; ENG; POR
Relevância na Pesquisa
46.18%
Objetivo. Este estudio de tipo descriptivo tuvo tres propósitos: (a) evaluar cómo la réplica promueve el uso de destrezas de razonamiento científico en estudiantes de pregrado en psicología, (b) identificar cómo esta estrategia de enseñanza contribuye a mejorar la comprensión de la relación entre la teoría y la metodología a partir de proyectos desarrollados en el transcurso de un semestre académico y (c) determinar en qué medida el uso de réplicas mejora el desempeño académico respecto de contenidos de dominio incluidos en un curso de procesos cognitivos. Método. Los participantes fueron 90 estudiantes de pregrado de dos programas académicos de una universidad pública de Colombia. Se les pidió que realizaran tres proyectos cortos que ofrecían la posibilidad de desarrollar prácticas investigativas en Psicología Cognitiva Experimental, diseñar y usar tareas, interpretar datos, leer y escribir reportes. Resultados. Los resultados mostraron que la réplica contribuyó a incrementar el uso de algunas destrezas de razonamiento científico, tales como el control de variables y el análisis de evidencia. Se encontró que las relaciones que los estudiantes establecieron entre la teoría y el método cambiaron gradualmente como consecuencia de su participación en proyectos de réplica. Estos últimos demostraron tener un efecto en el desempeño académico de los estudiantes. Conclusión. Los resultados son consistentes con estudios previos...

La crisis de la psicología de Kostyleff y las reacciones a su obra en España

Martínez García, Núria; Mülberger, Annette
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em //2006 SPA
Relevância na Pesquisa
56.12%
Nuestro trabajo representa una primera aproximación al debate sobre la crisis de la psicología a través de la obra publicada por Kostyleff (1911) titulada 'La Crisis de la Psicología experimental'. Nos va a interesar, sobre todo, la repercusión que esta publicación tuvo en el contexto español. Kostyleff diagnostica en su obra un estado de crisis en el campo de la psicología, basándose en la desorientación que padece la psicología experimental en aquel momento. Según el autor, la ciencia psicológica avanza, pero las experiencias permanecen fragmentarias, sin un método preciso y sin un objetivo común definido. De esta forma, ve necesario reflexionar críticamente acerca del pasado y presente de la psicología para proponer un nuevo proyecto común. La difusión de la obra de Kostyleff en nuestro país se vio potenciada a través de la traducción que Barnés realizó para la editorial Jorro en 1922. Con tal de apreciar la reacciones que se produjeron, hemos buscado en numerosas revistas españolas reseñas y comentarios. La documentación encontrada pone de manifi esto opiniones opuestas, expresadas no sólo en el ámbito de la psicología, sino también en el de la medicina y la pedagogía, por parte de autores como Calleja...

La investigación etnográfica en psicología evolutiva : una forma de abordar la relación entre mente y cultura

Palomares Varela, Manuel; Departamento de Interfacultativo de Psicología Evolutiva y de la Educación
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em //2007 SPA
Relevância na Pesquisa
55.97%
Este texto se presentó como comunicación al II Congreso Internacional de Etnografía y Educación: Migraciones y Ciudadanías. Universidad Autónoma de Barcelona, Barcelona, 5-8 Septiembre 2008.; Buena parte de la psicología evolutiva y de la educación que conocemos en España ha sido elaborada desde paradigmas de investigación de corte positivista. Esto se debe por una parte a la concepción individualista que la psicología experimental ha contribuido a crear del individuo, y por otra, a la adopción de los modelos explicativos provenientes de las ciencias naturales, lo que ha dejado no sólo un elenco concreto de métodos de investigación legitimados, sino también un cierto esencialismo y biologicismo en las explicaciones de las acciones de las personas y en las causas de su desarrollo. No obstante, diversas corrientes filosóficas, teorías e investigaciones vienen adviertiendo que esa visión individualista y esencialista propia de la psicología no es capaz de responder a algunas cuestiones planteadas. Una de las más notables puede expresarse cuando Vygotsky (Wertsch, 1988) afirmaba que el ser humano experimenta dos tipos de desarrollo, el biológico y el cultural, y era necesario comprender ambos para comprender el desarrollo. Si tenemos esto en cuenta...

Estudando juntos o comportamento: a perspectiva da análise experimental do comportamento; The purpose of the present paper is to discuss the Experimental Analysis of Behavior

Marcondes Machado, Ligia Maria de Castro; Departamento de Psicologia Experimental do Instituto de Psicologia da USP.
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/1988 POR
Relevância na Pesquisa
55.96%
O presente trabalho tem como objetivo discutir os principais conceitos da Análise Experimental do Comportamento, demonstrando a sua importância como estratégia para se estudar a aprendizagem em  diferentes  organismos, e estabelecer  a utilidade de uma abordagem que integre fatores ambientais e biológicos para uma boa compreensão do comportamento.; The purpose of the present paper is to discuss the main consents of the Experimental Analysis of Behavior, showing its fundamental role as a method for studying learning in different organisms and as an approach in which both environmental and biological factors are integrated for a good understanding of behavior.

.; Insuficiência dos atuais princípios explicativos do comportamento. Proposição de princípios novos

Cunha, Walter Hugo de Andrade; Departamento de Psicologia Experimental. Instituto de Psicologia - Universidade de São Paulo
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/1989 POR
Relevância na Pesquisa
56.1%
Experimental psychology, though now more than one hundred years old, is still failing in accomplishing its main task: to unify psychology through a consensually valid formulation of the psychological phenomenon and throuhg the proposition of natural science principles able to explain it. This paper is an atempt at: 1) Making explicit the main deficiencies of current experimental approach of behavior in both factual and theoretical grounds; 2) Formulating the essence of the psychological phenomenon with sufficient specificity to differentiate it from the objects of other sciences and with enought generality to encompass under the same definition the different phenomena studied by existent streams of scientific psychology; and, finally, 3) Demonstrating and illustrating, specially in the field of behavior studies, some new principales of natural science for explaining psychological phenomena.; A psicologia experimental conta atualmente com mais de cem anos e, contudo, não conseguiu ainda cumprir sua principal tarefa: unificar a psicologia através de uma formulação consensualmente válida do fenômeno psicológico e da descoberta de princípios de ciência natural adequados para explicá-lo. O presente escrito é uma tentativa que o autor faz no sentdo de: 1) Precisar...

A repetição como psicologia experimental - Uma análise a partir de Kierkegaard

Bartholo, Arthur; UnB - Universidade de Brasília
Fonte: Pólemos Publicador: Pólemos
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 26/05/2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.08%
O presente ensaio visa adentrar na temática kierkegaardiana da repetição através da noção de psicologia experimental, que é designada no subtítulo do livro A Repetição – ensaio em psicologia experimental. O eixo interpretativo principal será dado por meio do livro de Niels Nymann Eriksen Kierkegaard's category of Repetition: a reconstruction, que aborda este tema no primeiro capítulo. O problema da definição da estrutura do livro de Kierkegaard como um experimento psicológico pode somente ser colocado simultaneamente a toda a gama de questões que tangenciam o conceito de repetição, mas o escopo deste ensaio limitar-se-á a uma relação mais estreita entre o que é concebido ali como psicologia experimental e o conceito de repetição, bem como salientar e delinear os limites concernentes aos aspectos estéticos – ou daquilo que mais propriamente é designado por Kierkegaard como sendo o estético – que se fazem presentes em vários momentos nessa relação.

Cognição social fora do laboratório não é peixe fora de água: o caso do efeito de ancoragem

Braga,João Niza; Garcia­‑Marques,Leonel; Ferreira,Mário Boto
Fonte: Associação Portuguesa de Psicologia (APP); Edições Colibri Publicador: Associação Portuguesa de Psicologia (APP); Edições Colibri
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 PT
Relevância na Pesquisa
55.96%
A aplicabilidade da investigação laboratorial a contextos “reais” é um problema comummente discutido nas ciências sociais, em particular na psicologia experimental. Ou seja, até que ponto os estudos feitos em ambientes artificiais nos permitem retirar conclusões e aplicações em contextos “reais”? Este artigo propõe­‑se a contribuir para a desmistificação deste “problema”, recorrendo ao caso do efeito de ancoragem. O efeito de ancoragem - a assimilação de uma estimativa numérica sobre um alvo a um valor­‑standard - descrito inicialmente por Tversky e Kahneman (1974), cedo se revelou um efeito experimental extremamente consistente e com implicações práticas. Assim, revemos aqui exemplos de manifestações do efeito de ancoragem em diversos contextos, como nas decisões de consumo, económicas ou judiciais. Exploramos, ainda, as principais hipóteses explicativas do efeito de ancoragem e em que medida, essas teorias e testes às mesmas, permitiram compreender o fenómeno e gerar evidências das suas manifestações em variados contextos aplicados.

PRÁTICAS DE PSICOLOGIA EXPERIMENTAL E PEDAGOGIA CIENTÍFICA NA ESCOLA NORMAL SECUNDÁRIA DE SÃO CARLOS: A CONCEPÇÃO DO EDUCADOR PAULISTA JOÃO TOLEDO

Pinheiro, Maria de Lourdes
Fonte: Revista HISTEDBR On-line Publicador: Revista HISTEDBR On-line
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 20/02/2014 POR
Relevância na Pesquisa
66.03%
Numa perspectiva histórico-cultural e abrangendo o período de 1913 a 1921, este artigo apresenta uma discussão sobre a implantação da cadeira de Psicologia Experimental, Pedagogia e Educação Cívica e do Gabinete de Antropologia Pedagógica e Psicologia Experimental na Escola Normal Secundária de São Carlos, que servia aos professores da referida cadeira para a realização de exames psico-antropométricos. Exames de alunos parecem ter sido feitos regularmente de 1913 até aproximadamente 1920, mas, como se limitavam aos aspectos antropométricos, João Toledo, então lente da Escola Normal Secundária de São Carlos, manifestou sua crítica em periódicos educacionais que circulavam naquele momento.