Página 1 dos resultados de 6913 itens digitais encontrados em 0.053 segundos

Psicologia ambiental, Psicologia do Desenvolvimento e Educação Infantil: integração possível?; Environmental and Developmental Psychology and Early Childhood Education: is there a possible integration?; Psicología ambiental, Psicología del Desarrollo y Educación Infantil: ¿es posible esa integración?

CAMPOS-DE-CARVALHO, Mara; SOUZA, Tatiana Noronha de
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
75.89%
Objetiva-se mostrar como vem sendo feita a integração entre Psicologia Ambiental, Psicologia do Desenvolvimento e Educação Infantil, tendo como base pesquisas empíricas com foco na organização espacial em creches, agrupadas em duas linhas: (1) pesquisas sobre arranjo espacial (maneira como móveis/equipamentos estão posicionados em salas de crianças de 1-2/2-3/3-4 anos), evidenciaram como um dos elementos ambientais mediadores da interação criança-criança e criança-educador favorece certas práticas educativas e interativas e impede outras; (2) estudos sobre uma escala norte-americana de avaliação de qualidade de ambientes infantis coletivos e outro sobre análise de princípios de qualidade de creches em documentos nacionais e estrangeiros indicaram a adequabilidade da escala para nosso contexto e o compartilhamento de indicadores de qualidade. Tais dados empíricos demonstram a possibilidade de integração entre Psicologia Ambiental, do Desenvolvimento e Educação Infantil.; This paper aimed to show the integration between Environmental Psychology, Developmental Psychology, and Early Childhood Education, focusing on two groups of empirical studies on spatial organization in day-care centers: (1) studies on spatial arrangement (the way in which furniture / equipments are arranged in rooms for 1-2/2-3/3-4 year-old children); (2) studies on a North-American scale for assessing the quality of center-based child care...

Reflexões sobre o estudo do desenvolvimento na perspectiva da análise do comportamento; Reflections about the study of development from the Behavior Analysis perspective

Gehm, Tauane Paula
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/03/2013 PT
Relevância na Pesquisa
85.89%
O objetivo central dessa dissertação é realizar uma análise crítica sobre a aproximação da Análise do Comportamento (AC) ao estudo do desenvolvimento. Para tanto, foram lidos textos pertinentes à temática e, a partir disso, realizaram-se reflexões sobre a forma como a abordagem tem se apropriado e pode vir a se apropriar do que é relativo ao estudo das mudanças ontogenéticas. Dada a impossibilidade de abarcar todas as relações possíveis entre AC e desenvolvimento, alguns aspectos foram selecionados para serem trabalhados. Eles foram divididos em quatro módulos com objetivos específicos. MÓDULO I: O objetivo foi discutir a confusão histórica entre Psicologia da Infância (PI) e Psicologia do Desenvolvimento (PD), bem como a influência desse cenário sobre a proposta analítico-comportamental analisada. Sugerimos que, embora a AC apresente uma formulação teórica de desenvolvimento que transcende a infância, a grande ênfase da área recaiu sobre o estudo da criança. Apontamos a necessidade de expandir as pesquisas desenvolvimentistas a diferentes fases da vida e a diferentes espécies. MÓDULO II: O objetivo foi discutir como a Análise do Comportamento lida com a questão da direcionalidade das mudanças e analisar a utilidade de conceitos como estrutura...

Envelhecimento do atleta : a dinâmica entre perdas e ganhos e suas aprendizagens na prática do esporte

Almeida, Sionara Tamanini de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
85.73%
A dissertação pretende investigar como atletas máster do sexo masculino, praticantes de corrida percebem e se adaptam às alterações do processo de envelhecimento ao longo dos anos de treinos e competições esportivas. Utilizando a abordagem da psicologia do desenvolvimento, 83 atletas foram avaliados (idades entre 45 e 78 anos) através do inventário Soc para verificar se este grupo de sujeitos utiliza as estratégias de planejamento de vida de seleção: eletiva (SE) ou baseada em perdas (SBP), otimização (O) e compensação (C) propostas por Baltes e Baltes (1990). Posteriormente, onze atletas (média de idade 59,91 ± 10,58 anos) que obtiveram score no inventário entre 9 e 12 pontos, ou seja, atletas com maior preferência ao uso das estratégias Soc, foram convidados a preencherem um questionário e a realizarem uma entrevista semi-estruturada, a fim de verificar como selecionam, otimizam e compensam as ações no esporte. Através dos dados provenientes da triagem dos atletas, o grupo se mostrou como utilitário e reagente ao modelo Soc (média de preferência de uso das estratégias 8,69 ± 1,86 pontos). Os dados provenientes das entrevistas demonstraram que os atletas utilizaram as estratégias para superar perdas/dificuldades e com isso permanecerem na prática da corrida ou melhorarem a performance esportiva — SE: não utilização do álcool na semana da prova; SBP: redefinição da estratégia de treinamento; O: treino de musculação; C: utilização de modalidades terapêuticas. Além disso...

A canção do desejo : da voz materna ao brincar com os sons, a função da música na estruturação psíquica do bebê e sua constituição como sujeito

Stahlschmidt, Ana Paula Melchiors
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
85.73%
Este trabalho investiga a função da música, enquanto atividade lúdica e elemento constitutivo da voz, na construção e consolidação dos laços mãe-bebê, ou cuidador-bebê, discutindo suas implicações na estruturação psíquica deste e sua constituição como sujeito. A pesquisa que lhe deu origem foi desenvolvida a partir de minha inserção em um projeto do Departamento de Música da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, denominado “Música para Bebês – os primeiros encontros com a música”, cujo objetivo é a realização de atividades musicais com bebês de 0 a 24 meses e seus cuidadores, em grupos formados por aproximadamente 10 duplas, divididas de acordo com a faixa etária. Através de observações, gravações em vídeo dos encontros, depoimentos registrados em áudio, e instrumentos de avaliação aplicados aos participantes dos grupos, foram coletadas informações sobre a participação de 195 bebês, dos quais 8 foram mais detalhadamente enfocados neste trabalho a partir de entrevistas com seus cuidadores. Estas entrevistas, analisadas com base nos referenciais da Análise do Discurso francesa, Psicanálise, Psicologia do Desenvolvimento e Educação Musical, e articuladas ao restante das informações coletadas...

Psicologia do desenvolvimento humano e aprendizagem

Valle, Tânia Gracy Martins do; Maia, Ana Claudia Bortolozzi; Anastacio-Pessan, Fernanda Luz; Verdu, Ana Cláudia Moreira Almeida; Bevilacqua, Maria Cecília; Lopes, Mara Aparecida de Castilho; Leite, Lúcia Pereira; Lopes junior, Jair; Luciano, Elisânge
Fonte: Cultura Acadêmica Publicador: Cultura Acadêmica
Tipo: Livro
POR
Relevância na Pesquisa
105.95%
Este volume reúne artigos de autoria de professores e alunos do Programa de Pós-graduação em Psicologia do Desenvolvimento da Unesp e tem como objetivo compartilhar, com especialistas e estudiosos de Psicologia e ciências humanas, os resultados de pesquisas feitas em 2009 e 2010 para a produção de dissertações de mestrado. Os artigos estão reunidos em torno de dois eixos principais. O primeiro apresenta como tema aglutinador Psicologia do desenvolvimento humano e aprendizagem. Nessa primeira parte do livro, os autores focam suas análises na aprendizagem e sua relação com a linguagem e a atuação docente. Na segunda parte, Desenvolvimento humano e diferentes fatores no transcurso do ciclo vital, os temas dos artigos giram em torno das vivências humanas, da infância à velhice. São tratadas questões como estresse infantil, estresse na gestação e no puerpério e reflexões de adolescentes, adultos e idosos sobre a morte. Organizado pelas professoras Tânia Gracy Martins do Valle e Ana Cláudia Bortolozzi Maia, este livro é uma interessante fonte de informações sobre as mais recentes pesquisas da área de Psicologia do Desenvolvimento.

Diálogo ou heteronomia no ensino fundamental? : desenvolvimento moral, cultura e práticas educativas

Barrios González, Alia Maria
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
75.92%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde, 2013.; Nos últimos anos, o desenvolvimento moral vem se constituindo um campo específico de pesquisa na psicologia do desenvolvimento, com diversos estudos que abrangem o tema por vários ângulos e diferentes perspectivas. Algumas pesquisas se centram no estudo do papel que a educação tem no desenvolvimento moral, outras no estudo das concepções que as crianças têm sobre questões e conceitos relativos à moralidade: regras morais, virtudes, e noção de justiça, independentemente de suas próprias experiências nos contextos socioculturais em que se desenvolvem. Sendo assim, é necessário ampliar essas duas vertentes, estudando as concepções e crenças morais a partir das quais as crianças analisam e ressignificam suas próprias experiências nos diferentes contextos socioculturais e, especificamente, no contexto escolar. Estudar e compreender as concepções e crenças morais a partir das quais as crianças analisam, avaliam e ressignificam suas próprias experiências pessoais pode ser fundamental para construir métodos educativos que...

Necessidades psicológicas ao longo do desenvolvimento : a importância dos pais no processo de regulação da satisfação das necessidades

Almeida, Maria Teresa Silva Féria de
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
75.89%
Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicoterapia Cognitiva-Comportamental e Integrativa), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2011; O Modelo de Complementaridade Paradigmática defende um conjunto de necessidades psicológicas apresentadas enquanto sete polaridades dialécticas: proximidade-autonomia, prazer-dor, produtividade-lazer, controlo-cedência, exploração-tranquilidade, coerência do self-incoerência do self e auto-estima/auto-crítica. De acordo com o Modelo, o bem-estar depende da adequada regulação da satisfação das necessidades. Esta regulação resulta de uma instância do self: a sua agência. O self desenvolve-se ao longo da infância e a sua agência está dependente do desenvolvimento cognitivo, concluído apenas na adolescência. Desta forma, parece que a regulação da satisfação das necessidades está, em certa medida, dependente dos pais. Por forma a tornar adequada esta regulação, é necessário reconhecer e promover experiências correspondentes às necessidades das crianças. As necessidades psicológicas, mais concretamente as sete polaridades, emergem em momentos diferentes do desenvolvimento. É, assim, apresentada uma proposta com base em dados das teorias do desenvolvimento (em particular Erikson e Piaget)...

Perturbações do desenvolvimento na criança : perspetiva materna do impacto do problema na família e ambiente familiar

Lázaro, Alexandra do Vale
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
75.9%
Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicologia Clínica Dinâmica), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2012; O presente estudo, com mães de crianças com Perturbações do Desenvolvimento (PD), tem quatro objetivos: 1) analisar o impacto das PD na família e o ambiente familiar em função de variáveis da criança e maternas; 2) averiguar a relação das duas dimensões com a perspetiva materna sobre problemas da criança em áreas específicas (desenvolvimento, relação com pares e comportamento); 3) explorar a relação das referidas dimensões com tarefas de cuidado/educação da criança; 4) examinar a relação entre o impacto na família e o ambiente familiar. Participaram no estudo 31 mães de crianças com PD (idades dos 3 aos 6 anos; 14 do sexo masculino). Utilizaram-se dois instrumentos, a Escala de Impacto na Família e a Escala de Ambiente Familiar, para avaliar, respetivamente, a perspetiva materna do impacto que a PD da criança tem na família, e o ambiente familiar (dimensão relacional). Foi ainda construída uma Ficha de recolha de informação (sociodemográfica, e referente ao desenvolvimento e funcionamento da criança em áreas específicas, ao problema e a tarefas de cuidado/educação). Verificou-se que o impacto da PD na família e o ambiente familiar não variaram em função do sexo e idade da criança...

A periodização do desenvolvimento psicológico individual na perspectiva de Leontiev, Elkonin e Vigostski

Facci,Marilda Gonçalves Dias
Fonte: Centro de Estudos Educação e Sociedade Publicador: Centro de Estudos Educação e Sociedade
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2004 PT
Relevância na Pesquisa
85.88%
Este estudo se propõe a analisar algumas contribuições da psicologia de Leontiev, Elkonin e Vigotski no campo da psicologia do desenvolvimento, mais especificamente a questão da periodização da ontogênese humana. Leontiev e Elkonin, seguindo a linha sócio-histórica ou histórico-cultural iniciada por Vigotski, desenvolveram as bases de uma psicologia do desenvolvimento que superasse o enfoque naturalizante tão forte nesse campo. Segundo eles cada período do desenvolvimento individual humano é caracterizado por uma atividade principal, ou atividade dominante, a partir da qual se estruturam as relações do indivíduo com a realidade social. São analisados também os períodos que Leontiev e Elkonin detectaram no desenvolvimento dos indivíduos nas condições sociais da USSR.

Continuidade/descontinuidade no envolvimento com o crime: uma discussão crítica da literatura na psicologia do desenvolvimento

Silva,Ana Paula Soares da; Rossetti-Ferreira,Maria Clotilde
Fonte: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2002 PT
Relevância na Pesquisa
85.82%
O presente texto tem como objetivo analisar criticamente a literatura científica em Psicologia do Desenvolvimento sobre a prática infracional ao longo do ciclo vital. Questiona-se a relação linear de causa e efeito embutida nos estudos sobre o comportamento infracional. Além de levantar os diferentes fatores e suas associações em relação ao envolvimento com atos criminais, a partir da perspectiva utilizada, acredita-se que se faz necessário compreender as redes de significações que permeiam o movimento de continuação/rompimento com atos infracionais ao longo da vida de uma certa pessoa, em um contexto de desenvolvimento definido. Não são os fatores em si que contribuem para uma trajetória mas sim, o significado pessoal e coletivo que a eles são atribuídos. Propõe-se que continuidade e descontinuidade sejam conceitos compreendidos como partes integrantes do mesmo evento desenvolvimental.

Perfil dos pesquisadores bolsistas de produtividade científica em Psicologia do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

Weber,João Luís Almeida; Ramos,Carine Capra; Mester,Ariela; Lindern,Daniele; Hörlle,Kyndze Rodrigues; Souza,Caroline dos Santos de; Pizzinato,Adolfo; Rocha,Kátia Bones
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas Publicador: Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2015 PT
Relevância na Pesquisa
75.88%
O objetivo desta pesquisa foi traçar o perfil dos pesquisadores bolsistas de Produtividade em Psicologia do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico no triênio 2009-2011. O método utilizado foi de caráter transversal, descritivo, correlacional e de associação. Por meio de um levantamento de dados presentes nos currículos Lattes dos pesquisadores listados no site do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, buscou-se identificar relação entre a categoria de bolsa, a quantidade e a qualidade de suas produções. Os achados revelam diversidade, não permitindo traçar um perfil único de bolsistas. Predominam os bolsistas de categoria 2, distribuídos, em sua maioria, nas áreas de interesse da Psicologia do Desenvolvimento e Social. Verificou-se que, apesar de a qualidade das publicações acompanhar a categoria da bolsa, ainda predomina a quantidade em relação à qualidade das publicações, fenômeno conhecido como "produtivismo".

Quando a cultura é considerada nas pesquisas em psicologia do desenvolvimento

Zittoun,Tania; Mirza,Nathalie Muller; Perret-Clermont,Anne-Nelly
Fonte: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná Publicador: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2007 PT
Relevância na Pesquisa
85.71%
O estudo da "cultura" remete às relações entre "significações coletivas" e "sentido pessoal" do conhecimento e da atividade. Identificamos quatro correntes recentes de pesquisa que têm abordado essas questões, examinamos suas escolhas teóricas e metodológicas, e realçamos pontos importantes para pesquisas futuras.

Desenvolvimento humano e cultura: integração entre filogênese, ontogênese e contexto sociocultural

Martins,Gabriela Dal Forno; Vieira,Mauro Luís
Fonte: Programa de Pós-graduação em Psicologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte Publicador: Programa de Pós-graduação em Psicologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2010 PT
Relevância na Pesquisa
85.91%
O presente artigo tem como objetivo principal apresentar reflexão teórica sobre a integração entre aspectos da história filogenética do ser humano e a história de desenvolvimento ontogenético, considerando o contexto sociocultural onde o indivíduo está inserido. Pressupostos da Psicologia do Desenvolvimento Evolucionista, da Psicologia Transcultural e da Psicologia da Cultura são utilizados como referenciais teóricos. Conceitos como epigênese são apresentados para indicar a relação entre genética e fatores ambientais. Diferentes conceitos de cultura também são expostos e discutidos criticamente. Por fim, relações entre modelos culturais de independência e interdependência com as trajetórias de desenvolvimento são apresentadas e discutidas. Através da análise crítica apresentada, conclui-se que o estudo do desenvolvimento (em suas dimensões em termos de filogênese e ontogênese) mediado pelo contexto sociocultural é consistente e representa um modelo promissor para gerar programas de pesquisas inovadores e originais.

Publicações em psicologia do desenvolvimento em dois periódicos nacionais na década de 1990

Souza,Luciana Karine de; Gauer,Gustavo; Hutz,Cláudio S.
Fonte: Universidade de São Francisco, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Psicologia Publicador: Universidade de São Francisco, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2004 PT
Relevância na Pesquisa
105.88%
No intuito de investigar o crescimento da psicologia do desenvolvimento como campo de pesquisa no Brasil, este estudo examinou 40 artigos da área, publicados em dois periódicos nacionais, entre 1991 e 2000. Os artigos foram analisados quanto a autoria, aspectos metodológicos e uso de referências. Os resultados indicaram a prevalência de artigos empíricos, de estudos com crianças e adolescentes, e do uso de técnicas de análise descritivas. Verificou-se ainda uma concentração da produção no Estado de São Paulo e em universidades públicas. Uma análise comparando as duas metades da década mostrou um aumento significativo na proporção de referências recentes e de referências a artigos e capítulos de livros. Os resultados são discutidos no contexto brasileiro de crescimento da pesquisa em psicologia e da consolidação da área de psicologia do desenvolvimento.

Questões éticas da pesquisa em Psicologia do Desenvolvimento

Alvarenga,Patrícia; Piccinini,Cesar Augusto; Levandowski,Daniela Centenaro; Frizzo,Giana Bitencourt; Marin,Angela Helena; Villachan-Lyra,Pompéia
Fonte: Conselho Federal de Psicologia Publicador: Conselho Federal de Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 PT
Relevância na Pesquisa
105.89%
A pesquisa em Psicologia do desenvolvimento impõe aos pesquisadores desafios e dilemas éticos peculiares, especialmente em se tratando de investigações que envolvem crianças e adolescentes. O presente estudo tem o objetivo de apresentar e discutir algumas dessas questões éticas, como a obtenção do Consentimento Livre e Esclarecido, o encaminhamento dos participantes para tratamento e a devolução de avaliações, o uso de instrumentos que não foram validados, os dilemas relativos à sexualidade e saúde de adolescentes e as questões éticas referentes à realização de estudos de caso. Os questionamentos e as reflexões propostos basearam-se, essencialmente, na prática de pesquisa dos próprios autores, em grande parte respaldada pela legislação brasileira e pela literatura sobre ética da pesquisa com seres humanos e da pesquisa em Psicologia. Contudo, constatou-se a existência de várias lacunas na literatura sobre o tema, que indicam a necessidade de aprofundamento do debate sobre a ética na pesquisa em Psicologia do desenvolvimento.

Considerações sobre o Fomento de Pesquisa em Psicologia do Desenvolvimento Humano no Brasil: História e Desafios

Carvalho-Barreto,André de; Soares,Pollianna Galvão; Barbato,Silviane Bonaccorsi
Fonte: Conselho Federal de Psicologia Publicador: Conselho Federal de Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
105.93%
O presente trabalho objetiva discutir o fomento à pesquisa no Brasil, destacando os papéis da história e das políticas de pesquisa e desenvolvimento científico, assim como das agências de pesquisa e associações relacionadas à área da Psicologia do Desenvolvimento Humano. Inicialmente, foi realizado um resumo da história da ciência brasileira e sua aplicabilidade no desenvolvimento humano. Posteriormente, é discutido como a Ciência do Desenvolvimento é interdisciplinar e a importância do aprofundamento do diálogo da Psicologia com outras áreas de conhecimento para a criação de novas tecnologias. São apresentadas, finalmente, possíveis tendências e mudanças científicas para a implementação de novos campos de conhecimento, considerando a Psicologia do Desenvolvimento Humano como área relevante para essas mudanças. Conclui-se que os recursos, assim como as pesquisas, estão inseridos em contextos históricos, sociais, culturais e econômicos dinâmicos, que devem ser considerados na captação de recursos.

Pesquisa qualitativa e desenvolvimento humano: aspectos históricos e tendências atuais

Souza,Tatiana Yokoy de; Branco,Angela Maria Cristina Uchoa de Abreu; Oliveira,Maria Claudia Santos Lopes de
Fonte: Universidade Federal Fluminense, Departamento de Psicologia Publicador: Universidade Federal Fluminense, Departamento de Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
85.83%
Este trabalho constitui uma revisão da construção histórica da psicologia do desenvolvimento até chegar à epistemologia qualitativa, para verificar a relação historicamente constituída entre princípios epistemológicos e orientação metodológica. Discute-se o papel da entrevista narrativa na pesquisa qualitativa do desenvolvimento e apresenta-se um trecho de uma entrevista de pesquisa, a fim de expressar uma linha de análise do desenvolvimento por meio da interpretação de pequenas estórias. A epistemologia qualitativa resgatou a dimensão cultural nas pesquisas psicológicas, valorizando a mediação semiótica na construção do conhecimento e considerando as práticas discursivas como importantes ferramentas de interpretação dos fenômenos subjetivos.

A Implicação do Afeto na Psicologia do Desenvolvimento: uma Perspectiva Contemporânea

Brazão,José Carlos Chaves
Fonte: Conselho Federal de Psicologia Publicador: Conselho Federal de Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2015 PT
Relevância na Pesquisa
85.85%
Este texto aborda o papel do afeto no desenvolvimento humano, sua implicação na emergência das funções cognitivas superiores, incluindo a linguagem, sua importância como mediador nas relações intersubjetivas e, principalmente, na socialização da criança. Tomamos como referência autores clássicos, como Henri Wallon, e contemporâneos, como Maturana, conjugados sob uma perspectiva desenvolvimentista. Apresentamos, sucintamente, os trabalhos de Daniel N. Stern, cuja teoria da emergência dos sensos de si, compreendidos como perspectivas autônomas para organização da experiência subjetiva, tornou-se referência entre teóricos e clínicos da Psicologia do Desenvolvimento, pela descrição de conceitos tais como a sintonia afetiva, os afetos de vitalidade, a percepção amodal, dentre outros, tão importantes para a compreensão dos processos relacionais humanos. Salientamos, também, as intervenções de base afetiva, visando estimular os processos básicos de interafetividade, compreendidos por serem deficitários em transtornos do desenvolvimento tais como o autismo, enfatizando a sua relevância. Concluímos que a interafetividade é um fator essencial para o desenvolvimento saudável da criança, um agente de socialização...

Psicologia ambiental, Psicologia do Desenvolvimento e Educação Infantil: integração possível?; Psicología ambiental, Psicología del Desarrollo y Educación Infantil: ¿es posible esa integración?; Environmental and Developmental Psychology and Early Childhood Education: is there a possible integration?

Campos-de-Carvalho, Mara; Souza, Tatiana Noronha de
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2008 POR
Relevância na Pesquisa
75.89%
Objetiva-se mostrar como vem sendo feita a integração entre Psicologia Ambiental, Psicologia do Desenvolvimento e Educação Infantil, tendo como base pesquisas empíricas com foco na organização espacial em creches, agrupadas em duas linhas: (1) pesquisas sobre arranjo espacial (maneira como móveis/equipamentos estão posicionados em salas de crianças de 1-2/2-3/3-4 anos), evidenciaram como um dos elementos ambientais mediadores da interação criança-criança e criança-educador favorece certas práticas educativas e interativas e impede outras; (2) estudos sobre uma escala norte-americana de avaliação de qualidade de ambientes infantis coletivos e outro sobre análise de princípios de qualidade de creches em documentos nacionais e estrangeiros indicaram a adequabilidade da escala para nosso contexto e o compartilhamento de indicadores de qualidade. Tais dados empíricos demonstram a possibilidade de integração entre Psicologia Ambiental, do Desenvolvimento e Educação Infantil.; El objetivo es demostrar como viene siendo hecha la integración entre Psicología Ambiental, Psicología del Desarrollo y Educación Infantil, teniendo como base investigaciones empíricas con foco en el tema organización de espacios en guarderías...

Quando a cultura é considerada nas pesquisas em psicologia do desenvolvimento; When culture enters in developmental psychology

Zittoun, Tania; Mirza, Nathalie Muller; Perret-Clermont, Anne-Nelly
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 26/05/2008 POR
Relevância na Pesquisa
85.71%
O estudo da “cultura” remete às relações entre “significações coletivas” e“sentido pessoal” do conhecimento e da atividade. Identificamos quatrocorrentes recentes de pesquisa que têm abordado essas questões, examinamossuas escolhas teóricas e metodológicas, e realçamos pontos importantes para pesquisas futuras.; The issue of “culture” addresses the relationship between “collectivemeaning” and “personal sense” of knowledge and activity. We identifyfour recent research trends which explored these issues, show theirtheoretical and methodological choices, and highlight important points for future research.