Página 1 dos resultados de 336 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Processamento de palavras morfologicamente complexas : modelos e metodologias

Guerra, Ana Isabel de Azevedo
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
26.98%
Como são processadas as palavras morfologicamente complexas? Serão armazenadas e activadas da mesma forma que as palavras simples da língua, independentemente de possuírem uma estrutura morfológica decomponível? Com o intuito de responder adequadamente a este tipo de interrogações, algumas das teorias de processamento morfológico mais representativas são analisadas, procurando averiguar a sua verosimilhança em relação às provas experimentais existentes. Confirmada, através da observação de dados empíricos, a importância da estrutura morfológica no reconhecimento lexical, os modelos que preconizam duas vias de procedimento, dependentes das propriedades dos itens lexicais, são identificados como os mais credíveis na actual fase de desenvolvimento da teoria psicolinguística. A análise de dados da investigação experimental revela uma íntima correlação entre os possíveis factores que condicionam o processamento morfológico. Pese embora alguns destes factores evidenciarem a sua influência quando isolados, a determinação da via de procedimento a activar parece depender da conjugação dos vários factores. Deste modo, é possível identificar uma relação entre um determinado tipo de estímulos com estrutura morfológica complexa e um procedimento específico de processamento. As palavras morfologicamente complexas caracterizadas como formal e semanticamente composicionais...

Problemas de psicolinguística genética : a compreensão da metáfora por estudantes portugueses

Fonseca, Eduardo
Fonte: Escola Superior de Educação de Leiria Publicador: Escola Superior de Educação de Leiria
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2001 POR
Relevância na Pesquisa
26.98%

O processamento da concordância em espanhol/língua estrangeira (E/LE) nas produções de brasileiros adultos

Lima, Edina Marlene de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/06/2006 PT
Relevância na Pesquisa
26.98%
O presente trabalho se desdobra em duas questões: uma gramatical, a concordância em língua estrangeira; no nosso caso especificamente o espanhol; e o processamento lingüístico desse item da gramática por parte dos alunos adultos, que têm como língua materna o português brasileiro (PB). Partindo de um corpus constituído por nós de produção não-nativa, selecionamos para análise oito fenômenos. Nossa análise dos dados se apóia, essencialmente: na teoria de aquisição de língua estrangeira de base gerativista, em particular na linha de Liceras (1996) e Baralo (1999); nos estudos de interlíngua e na análise de erros, fundamentalmente na linha de Fernández (1997), Vázquez (1999), Santos Gargallo (1993); e na Psicolingüística, na linha de Anula Rebollo (1998) e Manchón Ruiz (1999). Além disso, fizemos uma breve incursão nos trabalhos de Mclaughin (1993), sobre os tipos de processamento; nos de Segalowitz e Lane (2000), que estudam o acesso lexical e o processamento; e nos de França (2005), os quais trazem resultados de testes neurofisiológicos igualmente voltados ao acesso lexical, mostrou-nos importantes aspectos sobre a concordância. A avaliação dos fenômenos revelou que a concordância ultrapassa os limites das regras gramaticais que a regem...

Normatização de nomeação de figuras do ensino superior à educação infantil (retrospectivo de 21 a 2 anos de idade) e de três formas do teste de vocabulário receptivo auditivo por figuras usp de 2 a 6 anos; Pictures name agreement from college level to nursery school (from 21 to 2 years of age), and three versions standardized versions of the USP Auditory Receptive Vocabulary Test (ARVT)

Roberto, Maria Regina
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/04/2011 PT
Relevância na Pesquisa
26.98%
Figuras costumam ser empregadas em materiais de avaliação e intervenção. A validade e eficácia desses materiais dependem da escolha de figuras adequadas à faixa etária e de escolaridade. Esta dissertação descreve a elaboração de oito bancos de figuras com nomeação normatizada para Ensino Superior, Fundamental, e Infantil até Maternal 1; bem como três formas do Teste de Vocabulário Receptivo Auditivo por Figuras Usp (TVR-AudFigUsp), derivado a partir deles, e normatizado de 2 a 6 anos. Foram extraídas 2.310 figuras do Dicionário enciclopédico ilustrado trilíngue da Língua de Sinais Brasileira (Capovilla & Raphael, 2006a, 2006b) para gerar os oito bancos: O Banco 1 contém dados de nomeação dessas 2.310 figuras por 1.375 universitários que as nomearam por escrito. Foram selecionadas as 1.080 figuras que atingiram o critério de 70% de nomeação concordante para universitários. O Banco 2 contém os dados dessas 1.080 figuras nomeadas por escrito por 1.926 alunos de 5a. a 8a. séries do EF (11 a 14 anos de idade). Foram selecionadas as 780 figuras com 70% de nomeação concordante para 5a. a 8a. séries do EF. O Banco 3 contém os dados de nomeação dessas 780 figuras nomeadas por escrito por 2.600 alunos de 1a. a 4a. séries do EF (7 a 10 anos). Foram selecionadas as 660 figuras com 70% de acordo para 1a. a 4a. séries do EF. O Banco 4 contém os dados de nomeação dessas 660 figuras nomeadas por escrito por 2.200 alunos de 3a. série da EI (6 anos). Foram selecionadas as 405 figuras com 70% de nomeação concordante para 3a. série da EI. O Banco 5 contém dados de nomeação dessas 405 figuras nomeadas em voz alta por 900 crianças de 2a. série da EI (5 anos). O Banco 6 contém dados de nomeação dessas mesmas 405 figuras nomeadas em voz alta por 900 crianças de 1a. série da EI (4 anos). Foram selecionadas as 240 com 70% de nomeação concordante. O Banco 7 contém dados de nomeação dessas 240 figuras nomeadas em voz alta por 600 crianças de 2a. série do Maternal (3 anos). Foram selecionadas as 128 figuras com 70% de nomeação concordante. O Banco 8 contém dados de nomeação dessas 128 figuras nomeadas em voz alta por 400 crianças de 1a. série do Maternal (2 anos). Os oito bancos encontram-se apresentados sob a forma de cinco dicionários...

Metáfora e analogia no processo de formação de conceitos : um estudo sobre aproximações semânticas verbais em crianças pré-escolares

Tonietto, Lauren
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
26.98%
A compreensão e a produção de metáforas são consideradas habilidades necessárias para o desenvolvimento inicial do léxico e para a formação de conceitos. As teorias da metáfora conceitual de Lakoff e Johnson (1980; 2002) e das metáforas verbais como aproximações semânticas de Duvignau (2003) demonstram a importância das metáforas para o desenvolvimento do pensamento e da linguagem. O objetivo deste estudo é verificar o processo de analogia envolvido na formação de conceitos verbais em crianças no período inicial de aquisição da linguagem oral, através da tarefa de denominação de ações de vídeo. Utilizou-se um delineamento transversal, quasi-experimental, de grupos contrastantes. Comparando um grupo de 80 crianças de 2 a 4 anos com um grupo de 75 adultos universitários com idades entre 17 e 34 anos, constatou-se a presença da analogia nos dois grupos. Os dados foram analisados através do teste não-paramétrico U de Wilcoxon-Mann-Whitney (WMW) e do coeficiente de correlação para postos de Spearman. Os resultados foram estatisticamente diferentes para quase todas as variáveis estudadas. As crianças mostraram maior capacidade analógica nas primeiras respostas aos filmetes. Este resultado revelou que...

Do bilingüismo ao multilingüismo : intersecções entre a psicolingüística e a neurolingüística

Zimmer, Márcia C.; Finger, Ingrid; Scherer, Lilian
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
26.98%
Partindo de uma noção de bilingüismo e de multilingüismo como a habilidade de usar diferentes línguas em contextos distintos e para diferentes propósitos, compreendemos o sujeito bilíngüe e o multilíngüe a partir de uma visão dinâmica de cognição. Este trabalho oferece um panorama das principais vertentes de estudos sobre bilingüismo e multilingüismo e está organizado a partir de três grandes objetivos: 1) definir e problematizar as noções de bilingüismo e multilingüismo; 2) discutir os principais enfoques e achados que têm norteado as pesquisas psicolingüísticas e neurolingüísticas sobre bilingüismo e multilingüismo; 3) apresentar as pesquisas que têm sido desenvolvidas no Brasil a partir desses enfoques.; Departing from a view of bilingualism and multilingualism as the ability to use different languages in distinct contexts, for different purposes, we envisage the bilingual and the monolingual individuals from a dynamical approach to cognition. This study describes the main trends in psycholinguistic and neurolinguistic approaches to bilingualism and multilingualism, and it is organized around three main goals: 1) defining and reconceptualizing the notions of bilingualism and multilingualism; 2) discussing the main trends guiding the psycho- and neurolinguistic research on bilingualism and multilingualism; 3) present Brazilian research being carried out in these topics.; Partiendo de una noción de bilingüismo y de multilingüismo como la habilidad de usar diferentes lenguas en contextos distintos y con diferentes propósitos...

Indefinido, anafora e construção textual da referencia

Maria Luiza Cunha Lima
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/03/2004 PT
Relevância na Pesquisa
27.26%
Nesta tese procuramos refletir sobre as ocorrencia anaforicas de expressoes nominais indefinidas, tentando, por um lado, entender melhor o emprego do artigo indefinido (um) e, por outro, investigar estas ocorrencias a luz de seu processamento psicolinguistico. Partimos da perspectiva teorica da lingua como ação conjunta e como um fenomeno, a um so tempo, social e cognitivo. Nesta perspectiva, a referencia e vista como um processo realizado na interação. As ocorrencias anaforicas de expressoes nominais indefinidas nao foram normalmente previstas nas teorias semanticas sobre o indefinido, que em geral preconizam que este pode, apenas, servir como introdutor de referentes. No entanto, a existencia dos indefinidos anaforicos foi apontada por alguns autores (como Koch e Schwarz). Neste trabalho, levantamos e analisamos um pequeno corpus de ocorencias de indefinidos anaforicos. Contrariamente ao que tradicionalmente tem sido dito nas tradiçõess semanticas, o indefinido pode funcionar como anaforico em duas situação especificas. Em primeiro lugar, quando a relação anaforica expressa e do tipo parte-todo, que vai incluir ocorrencias partitivas e espeficadoras. O segundo tipo de anafora com indefinido acontece quando a ou frase que contem a expressao nominal indefinida nao apresenta nenhum verbo finito que expresse um evento diferente do evento no qual o antecedente tenha sido introduzido...

Estratégias para o desenvolvimento da competência lexical

Finger-Kratochvil, Claudia
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 643 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
26.98%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão, Programa de Pós-Graduação em Lingüistica, Florianópolis, 2010; Os desafios existentes no processo de ensino e aprendizagem da ectoescritura são muitos e diversos, e ultrapassam as fronteiras do ensino básico, chegando ao ensino universitário. Várias pesquisas (RIBEIRO, 1999, 2003; INAF, 2001, 2002, 2003, 2004, 2005, 2006, 2007, 2008, 2009; FINGER-KRATOCHVIL; BARETTA; KLEIN, 2005) e avaliações nacionais e internacionais e.g., Pisa, Enem, Prova Brasil têm apontado a fragilidade da competência leitora e a necessidade de ampliar o conhecimento e formas de resolução do problema. Neste trabalho, o objetivo foi estudar as relações entre as estratégias de aquisição do conhecimento lexical (competência lexical) e a compreensão em leitura. Valendo-se de abordagem psicolinguística, utilizando-se métodos mistos (aninhamento e triangulação), nesta pesquisa de cunho experimental, investigou-se, inicialmente, a competência leitora, atitudes e posicionamentos diante de leitura, de um grupo de 31 sujeitos do primeiro ano de um curso universitário em uma universidade no interior de Santa Catarina. Com base nesses resultados, onze participantes foram selecionados para a etapa experimental. Essa etapa foi planejada e executada em três ciclos...

O ABC sem o ABC

Luz, Ricardo Hecker
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
26.98%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão. Programa de Pós-Graduação em Lingüística.; Esse trabalho estudou a influência dos conhecimentos lingüísticos e psicolingüísticos do professor na inserção de crianças no mundo da leitura. Além do professor de uma escola municipal do interior de Santa Catarina, que participou de um curso de Lingüística e Psicolingüística, os sujeitos foram 20 alunos da turma controle, antes do curso, e 24 da turma teste, depois do curso.

Traduzindo o pronome en do francês para o português

Soares, Noêmia Guimarães
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 289 f.| il., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
26.98%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Comunicação e Expressão. Programa de Pós-Graduação em Lingüistica.; Trata-se de uma pesquisa experimental de abordagem psicolingüística, cujo objetivo é investigar alguns processos implicados na tradução do pronome en do francês para o português brasileiro em 3 grupos de sujeitos com diferentes tempos declarados de estudo da L2: aprendizes iniciantes, aprendizes avançados e sujeitos proficientes. Baseado em uma revisão crítica da bibliografia e em análises lingüísticas (de corpus e semântica), foi elaborado um experimento sustentado pela triangulação de diferentes métodos de coleta e análise de dados: as traduções no software TRANSLOG©, o julgamento das traduções por especialistas e os protocolos verbais. Testes de competência em L2, tradutória e em L1 foram realizados com os sujeitos e, para investigarmos alguns processos envolvidos na tradução do en nos 3 grupos, seus resultados foram cruzados com os diversos dados vindos da triangulação: aceitabilidade das traduções do en, tipos de tradução (lexical, não-lexical), tipos de en, medidas temporais de desempenho, uso de estratégias de tradução, entre outros. A diferença maior observada foi...

Nominais nus, tópico e foco

Mariano, Ruan de Souza
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 105 p.| il., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
26.98%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão, Programa de Pós-Graduação em Linguística, Florianópolis, 2013.; O presente trabalho se insere numa perspectiva de interface entre semântica, prosódia e psicolinguística e busca investigar a restrição (se este for mesmo o caso) a nominais nus, isto é, nomes desprovidos de determinantes, em posição de sujeito de sentenças episódicas do português brasileiro (PB). Realizamos, para tanto, três experimentos psicolinguísticos com o intuito de testar nossas hipóteses, quais sejam: a) se nominais nus sujeitos de sentenças episódicas são gramaticais no PB, embora possam ser contextualmente marcados; b) se a prosódia para tópico contribui para a felicidade de sentenças com nominais nus sujeitos de sentenças episódicas. Os resultados apontaram para a confirmação de que os nominais nus são gramaticais na posição de sujeito de sentenças episódicas do PB, mas não deram subsídios para sustentarmos que a prosódia contribui para restituir a felicidade de sentenças contextualmente infelizes. Sentenças episódicas com nominais nus sujeitos parecem ser gramaticais e não necessitarem de suporte prosódico, contrariando as expectativas de todos os teóricos da área.

Produção de fala por indivíduos gagos

Rei,Teresa Isabel Condelipes
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
27.26%
Tese de mestrado, Psicolinguística, Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras,; Este trabalho visa estudar a gaguez na perspectiva da Linguística e Psicolinguística. Para tal, elaboraram-se três tarefas linguísticas: Leitura em voz alta; Resumo de Leitura e Leitura de Palavras Isoladas. Com estas tarefas, pretende-se analisar as produções de fala dos indivíduos gagos, com o intuito de se obterem pistas que indiquem o modo como os gagos planeiam e verbalizam a informação que têm ao seu dispor. Os dados foram recolhidos em duas sessões. Na primeira sessão, os informantes realizaram uma leitura em voz alta de dois textos e o subsequente resumo oral. Os dois textos apresentam a mesma forma gráfica, o mesmo número de palavras e a mesma estrutura informacional distribuída por idêntico número de parágrafo, diferenciando-se no Tema. Na segunda sessão, os informantes leram, em ecrã de computador, uma lista de 96 palavras, em que a sílaba-alvo foi controlada quanto ao vozeamento dos segmentos oclusivos orais ([+voz] vs. [-voz]), à estrutura silábica do ataque (CV vs. CCV) e à posição ocupada pela sílaba-alvo (primeira posição vs. segunda posição). A amostra em estudo é constituída por 16 sujeitos adultos: 8 sujeitos gagos e 8 sujeitos não gagos. A avaliação do grau de severidade da gaguez foi realizada por uma terapeuta da fala...

O objetivo de leitura em uma interface psicolinguística-pragmática

Strey,Cláudia
Fonte: UNICAMP. Departamento de Linguística Aplicada Publicador: UNICAMP. Departamento de Linguística Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.26%
O seguinte artigo objetiva demonstrar a construção de uma possível interface interna entre Psicolinguística e Pragmática a fim de explicar o processo inferencial durante leitura. Para tal, constrói-se uma hipótese de trabalho a partir da observação da realidade: por que os estudantes parecem preferir ler resumos a obras originais? Argumenta-se que essa escolha se dá pelo menor custo cognitivo e não pelo maior benefício, o que vai de encontro ao Princípio Cognitivo proposto pela Teoria da Relevância (SPERBER & WILSON, 1995). Além disso, o objetivo de leitura e o tipo de avaliação feita parecem interferir na escolha do que é mais relevante (em termos de custo-benefício). Por fim, mostra-se que a interface feita é uma interessante perspectiva teórica para explicar os processos inferenciais envolvidos na leitura.

Inferir e predizer: pontos de contato entre psicolinguística e pragmática

Saraiva, Jonas Rodrigues
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
37.64%
Psicolinguística e Pragmática são áreas da linguística que mantêm pontos teóricos convergentes, sendo o principal deles a possibilidade de ver a linguagem como processo cognitivo. Este trabalho aborda dois aspectos das referidas áreas buscando compará-los e aproximá-los: inferência, pelo enfoque das teorias pragmáticas, e predição, sob o prisma da teoria psicolinguística das Estratégias de Leitura. Por meio da análise minuciosa das pistas linguísticas de um texto de gênero radiopropaganda, busca-se demonstrar a relação entre inferência e predição ao compreender.; Psicolingüística y Pragmática son áreas de la lingüística que mantienen puntos teóricos convergentes, siendo el principal de ellos la posibilidad de ver el lenguaje como proceso cognitivo. Este trabajo aborda dos aspectos de las referidas áreas buscando compararlos y aproximarlos: inferencia, por la perspectiva de teorías pragmáticas, y predicción, bajo el enfoque de la teoría psicolingüística de Estrategias de Lectura. Por medio del análisis minucioso de las pistas lingüísticas de un texto de género radio-propaganda, se busca demostrar la relación entre inferencia y predicción en la comprensión. spa

Um estudo com crianças de 3ª série do ensino fundamental sobre compreensão de histórias infantis, procedimentos de leitura e nível de satisfação: uma interface psicolinguística e literatura

Silva, Vera Regina Silva da
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Tese de Doutorado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
37.26%
A Psicolinguística tem estudado o quanto uma criança entende o que está escrito no texto, o nível de profundidade de leitura que ela emprega para compreendê-lo e o quanto ela fica satisfeita com leitura de histórias infantis. A presente pesquisa teve como objetivo investigar a compreensão leitora por crianças de 3ª série da Educação Básica do Ensino Fundamental, os níveis de profundidade de compreensão que ela desenvolve, os procedimentos de leitura utilizados e o nível de satisfação a partir de três situações de pesquisa: (S1) ler sozinho uma história; (S2) escutar alguém lendo uma história e depois ler essa mesma história. E (S3), ouvir alguém contando uma história, depois lê-la sozinho. Foram aplicados seis testes para análise da compreensão; através de um reconto das histórias, questões de perguntas e respostas sobre a compreensão, incluindo questões sobre os níveis de profundidade da compreensão; análise dos procedimentos de leitura (manuseio do livro e tempo de leitura) e do grau de satisfação leitora em 15 crianças de 3ª série do Ensino Fundamental de uma escola pública de Porto Alegre. Os dados coletados demonstraram que a compreensão leitora das crianças ficou entre 50 e 74,25% do escore total...

Predição leitora e coesão lexical na fábula: ensino da língua inglesa

Souza, Karine Monteiro de
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
27.64%
Esta dissertação tem como objetivo contribuir para estudos na área de Psicolinguística, com foco no desenvolvimento da compreensão leitora por intermédio de atividades de predição de elementos coesivos lexicais em fábulas em Língua Inglesa, não tendo seu foco, portanto, no trabalho com o gênero textual. Constituem-se em participantes da pesquisa três professores de Língua Inglesa e três especialistas em Psicolinguística, os quais são avaliadores dos materiais pedagógicos criados, respondendo aos seguintes instrumentos de pesquisa, respectivamente: Roteiro de investigação da adequação das atividades – Especialistas em Psicolinguística e Roteiro de investigação da adequação das atividades – Professores de Língua Inglesa. Os objetivos de tais instrumentos são: no instrumento dos especialistas em Psicolinguística, avaliar a pertinência das atividades de predição leitora em relação à abordagem da Psicolinguística; no instrumento dos professores de Língua Inglesa, avaliar a pertinência das atividades elaboradas em relação à correta utilização da Língua Inglesa e à adequação para futuras utilizações em sala de aula com alunos de nível intermediário a pós-avançado de proficiência na língua.Os materiais pedagógicos constituem-se nas Pré-atividades de predição leitora e nas Atividades principais de predição leitora. São resultados alcançados: a constituição de um banco de 15 atividades principais e de 9 pré-atividades de predição leitora que podem ser utilizadas em escolas...

Provérbios cabinda em tampas de panelas: uma análise a partir da psicolinguística da leitura e da teoria dos espaços mentais

Vitorino, César Costa
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Tese de Doutorado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
37.55%
A pesquisa relacionada ao estudo de provérbios Cabinda em tampas de panelas, buscando articulação entre a Teoria dos Espaços Mentais (TEM) e teorias psicolinguísticas, é inovadora na área de Linguística. Este estudo tem como objetivo geral discutir o modo como se constrói a interpretação dos provérbios africanos, articulando a análise do material lexical que os sustentam a partir da concepção de leitura na Perspectiva da Psicolinguística (PP) e da Linguística Cognitiva (LC), especificamente da Teoria dos Espaços Mentais (TEM). Para tanto, este estudo analisou conselhos, em forma de provérbios, que os cabindenses, povo africano, tinham a dar aos filhos antes e depois do casamento, apresentados em tampas de panelas de barro, onde cada figura apresentava uma locução proverbial, contendo, muitas vezes, uma admoestação ou sentença moral. A partir do objetivo geral delimitado acima, procurou-se discutir os conceitos de provérbios como objetos etnográficos que expressam valores culturais de uma determinada comunidade. Buscou-se, também, explicar à luz da Psicolinguística a relação entre contexto-leitor-texto e, particularmente, como se dá esta tripla articulação na compreensão de provérbios africanos. Da mesma forma...

A lingua que me falta : uma analise dos estudos em aquisição de linguagem

Maria Teresa Guimarães de Lemos
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em /05/1994 PT
Relevância na Pesquisa
27.44%
O trabalho que nos propusemos realizar aqui é uma análise dos estudos em aquisição de linguagem enquanto discurso científico - isto é, enquanto discurso que visa à produção de um saber sobre o real. A função da psicanálise nesse trabalho não é a de uma epistemologia, nem de uma teoria sobre a linguagem, mas a que lhe cabe por constituir um modo de operar sobre o saber que inclui a transferência. Essa análise nos permitiu avaliar, em primeiro lugar, a relação dos estudos em aquisição de linguagem com a lingüística, a partir de um ponto destacado por Jean Claude Milner: a alíngua como objeto causa do desejo do lingüista. A fala da criança, na medida em que faz retomar o real d'alíngua, a presença irredutível do significante sob a forma da sobredeterminação, arrisca colocar em perda a unidade da Língua. Os estudos em aquisição de linguagem constituíram, desse modo, um lugar de problematização da questão ética - no sentido da ética da psicanálise, ou seja, da ética do desejo. Questão que advém da relação com esse real causador do desejo: recobrir o real da língua com uma instância psicológica ou biológica (cf. Pêcheux, 1982) para refazer a unidade da língua e do sujeito é ceder em relação a esse desejo e aceitar que a língua seja reduzida ao imaginário. De que maneira os estudos de aquisição podem ter essa incidência? Os estudos em aquisição de linguagem...

Psicolingüística e psicoterapia; Psycholinguistics and psycotherapy

Witter, Geraldina Porto
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/1990 POR
Relevância na Pesquisa
37.55%
Elabora algumas considerações sobre a relação psicolingüistica-psicoterapia. Após uma contextualização em termos de história, apresenta as contribuições da psicolingüística para a caracterização dos problemas psicológicos e o diagnóstico. A psicoterapia é igualmente objeto de consideração na medida em que tem por suporte a psicolingüística cognitiva e comportamental. A primeira centraliza-se principalmente na descrição e diagnóstico, a segunda tem principalmente desenvolvido técnicas para o desenvolvimento do comportamento das pessoas.; The paper presents some considerations about the relationship between: psycholinguistics and psychotherapy. After a historical explanation it is described the contributions of the psycholinguistics, to characterize the psychological problems and the diagnosis. The psychoterapy is also considered as far as it stand by the cognitive and behavioral psycholonguistics. The first one is based on the description and diagnosis, and the second one has developed techniques for the development of human behaviour.

El procesamiento psicolingüistico del dictado y sus implicaciones para la enzeñanza de la lengua escrita

de Barrera,Lucía Fraca
Fonte: Universidad Pedagógica Experimental Libertador. Vicerectorado de Investigación y Postgardo Publicador: Universidad Pedagógica Experimental Libertador. Vicerectorado de Investigación y Postgardo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2007 ES
Relevância na Pesquisa
27.44%
El dictado es una de las prácticas más empleadas en el aprendizaje de la lengua escrita, específicamente para la ortografía. Desde el ámbito de la psicolingüística y, dentro del procesamiento de información, se concibe como un proceso intelectual mediante el cual la lengua oral que se recibe como entrada lingüística, se transforma en salida escrita. Es decir, constituye una transformación de lengua oral a lengua escrita. A partir de tales ideas, se plantean como objetivos: 1) definir y caracterizar el dictado desde la perspectiva psicolingüística y sus implicaciones para la didáctica de la ortografía y, 2) reflexionar sobre las relaciones entre la lengua oral y la escrita desde una dialógica compleja (Morin, 2001). Las conclusiones a las que se arriban resultan importantes tanto para el ámbito de la psicolingüística cognitiva como para la enseñanza y el aprendizaje de la lengua escrita desde la conceptualización del dictado como práctica social compleja a partir de las correspondencias, las complementariedades y antagonismos entre la lengua oral y la escrita.