Página 1 dos resultados de 320 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Clinical and regulatory protocols for the management of impaired vision in the public health care network; Protocolos clínicos e de regulação para condução da dificuldade visual na rede pública de saúde

PAULA, Jayter Silva; FURTADO, João Marcello Fortes; JORGE, Fabiano Cade; ROCHA, Eduardo Melani; SCOTT, Ingrid U.; SANTOS, Luciane Loures dos; RODRIGUES, Maria de Lourdes Veronese; SANTOS, José Sebastião dos
Fonte: Conselho Brasileiro de Oftalmologia Publicador: Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
36.36%
PURPOSE: To describe the procedures used in developing Clinical and Regulatory Protocols for primary care teams to use in the management of the most common scenarios of impaired vision in Southern Brazil. METHODS: A retrospective review of 1.333 referral forms from all primary care practitioners was performed in Ribeirão Preto city, during a 30-day period. The major ophthalmic diagnostic categories were evaluated from those referrals forms. The Clinical and Regulatory Protocols development process was held afterwards and involved scientific cooperation between a university and the health care system, in the form of workshops attended by primary care practitioners and regulatory system team members composed of health care administrators, ophthalmologists, and professors of ophthalmology and social medicine. RESULTS: The management of impaired vision was chosen as the theme, since it accounted for 43.6% of the ophthalmology-related referrals from primary care providers of Ribeirão Preto. The Clinical and Regulatory Protocols developed involve distinctive diagnostic and therapeutic interventions that can be performed at the primary care level and in different health care settings. The most relevant clinical and regulatory interventions were expressed as algorithms in order to facilitate the use of the Clinical and Regulatory Protocols by health care practitioners. CONCLUSIONS: These Clinical and Regulatory Protocols could represent a useful tool for health systems with universal access...

Desenvolvimento de um sistema de custos integrado aos protocolos médicos para unidades hospitalares de tratamento intensivo

Jacques, Jacques Édison
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.62%
O ambiente de concorrência em que estão inseridas as empresas tem pressionado pela busca constante de novas ferramentas gerenciais. Os hospitais não estão alheios a este desafio e encontram-se em constante transformação ao encontro da excelência assistencial. A existência de um sistema de custos adequado, sendo um instrumento de informação acurado que auxilia na melhoria dos processos internos e nas tomadas de decisão como um todo, apresenta-se como elemento estratégico importante para a competitividade de um hospital. O propósito deste estudo de caso, realizado no primeiro semestre de 2002, foi o de desenvolver e validar um modelo de sistema de custos integrado aos protocolos médicos e rotinas assistenciais da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Mãe de Deus de Porto Alegre - RS. O modelo foi matematicamente construído, embasado no método ABC (Actvity-Based Costing) para a alocação dos custos fixos e indiretos, e no método do Custo-Padrão real (corrente) para a alocação dos custos diretos, tendo como pressupostos o custeio dos diversos serviços e a conseqüente promoção de melhorias contínuas e auxílio ao processo decisório como vantagens competitivas nas negociações com fontes pagadoras. O desenvolvimento do modelo deu-se através do mapeamento de dez protocolos aprovados pela Comissão de Ética do hospital e representativos da assistência diversificada da UTI...

Protocolo clínico para a atenção básica do sus : análise dos conflitos e harmonias na percepção dos profissionais médicos

Silva, Fábio José da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.38%
Objetivos: Descrever a opinião dos profissionais médicos que trabalham em unidades de atenção primária do Sistema Único de Saúde, dos municípios de Ponta Grossa – PR e Cuiabá - MT, com relação ao que estes apontam como importantes e, assim, compor a percepção destes profissionais sobre os conflitos e harmonias a que os protocolos clínicos usados na atenção primária estão expostos, quando levados para dentro da unidade. Método: Este trabalho é um estudo de caso do tipo levantamento realizado nos municípios de Ponta Grossa – PR e Cuiabá – MT, através de um questionário composto por perguntas abertas e fechadas. Resultados e Conclusões: As principais características apontadas pelos participantes são: Clareza nos passos a serem seguidos; Facilidade na consulta e compreensão; Capacidade da unidade em realizar as recomendações perante as demais atividades já existentes”; Vontade política do gestor em implantar o protocolo; Presença de mecanismos que permitam o acompanhamento e verificação da evolução do caso; Dificuldade em se mudar uma rotina que já existe há muito tempo no local; e Atividades econômicas do publico que será atendido. De acordo com as características os protocolos estão expostos a todos os conflitos dos Cs Cessantes...

Protocolos clínicos : adesão e aplicabilidade numa instituição hospitalar

Mahmud, Simone Dalla Pozza
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.38%
Protocolos clínicos são instrumentos constniidos com o objetivo, dentre outros,de atenuar a variabilidade de conduta cllnica e garantir um atendimento mais qualificado ao paciente. O aumento do número de protocolos produzidos e publicados mundialmente tem estimulado a discussão de seu valor. Diversos autores abordam aspectos relacionados com a cunstniçZio destas ferramentas que podem determinar seu uso. Protocolos melhores aceitos são aqueles construidos através de recomendações, baseadas em evidQncia e praticas de consenso. Alguns atributos são descritos de forma a aumentar a aceitabilidade destas ferramentas, no mesmo momento que alguns fatores limitantes são definidos. Este estudo buscou compreender que outros aspectos podem estar relacionados com o desenvolvimento e implantação da pratica dos protocolos cllnicos, visando entender que elementos norteiam o uso dos protocolos em um hospital universitário de grande porte. Realizou-se um estudo transversal com 48 médicos residentes, selecionados aleatoriamente, que atuam no Hospital de Clinicas de Porto Alegre, aonde esta prhtica vem sendo desenvolvida desde 1998. Com a analise dos dados, observou-se, dentre outros aspectos importantes, que at4m de fatores relacionados com a foma de construçãa destes instrumentos...

Estabilidade do fator de von Willebrand e fator VIII no crioprecipitado canino em diferentes protocolos de armazenamento

Garcia, Claudia Zeferino
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 75 f.
POR
Relevância na Pesquisa
46.21%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Processo FAPESP: 2012/13677-6; Pós-graduação em Medicina Veterinária - FMVZ; The factor VIII (FVIII), the von Willebrand factor (vWF) and the fibrinogen are extremely important to the blood clotting process, with various physiological functions. Because it contains high concentrations of these factors and fibrinogen, transfusing cryoprecipitate is a therapy mainly used in patients who have von Willebrand disease, Hemophilia A (FVIII deficiency), or who suffer from hypo/dysfibrinogenemia. This hemocomponent is a precipitate obtained after the partial thawing process (between 1 and 6ºC) of fresh frozen plasma, and which is also known as the anti-hemophilic factor. Studies have demonstrated that the cryoprecipitate freezing and storage protocol affects the product quality as well as these factors viability. In order to evaluate the canine cryoprecipitate viability in different freezing and storage protocols, two groups containing 10 units of canine cryoprecipitate (n=20) were evaluated. Following the blood centrifugation, the fresh plasma was frozen at -80ºC (group I) and at -20ºC (group II). Twenty-four hours after freezing the blood bags, they were submitted to the cryoprecipitate extraction procedure. The cryoprecipitate from both groups of blood bags were submitted to the TP...

Criopreservação de sêmen equino: uma revisão

Barros, Rodrigo Garcia
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
POR
Relevância na Pesquisa
36.21%
A utilização do sêmen resfriado na espécie equina é amplamente difundida, no entanto, quando se trata do sêmen congelado existem certos entraves, os quais tornam o emprego desta biotécnica limitado. Porém seu uso está crescendo e com isso pesquisas com meios diluidores e protocolos de congelação têm sido realizados, a fim de se estabelecer um protocolo que seja eficiente para a congelação do sêmen da maioria dos garanhões. Essa revisão sistemática tem como objetivo a análise de estudos que tratam da congelabilidade do sêmen equino, bem como os principais componentes de um meio diluidor, a fim de demonstrar suas funções e fornecer alternativas para a substituição ou associação, principalmente de crioprotetores. Para tanto, foram utilizadas bases de dados com a seguinte estratégia: criopreservação, congelamento, diluentes, crioprotetores, glicerol, leite, sêmen e equino, presentes no título ou resumo. Dentre os artigos encontrados foram selecionados 15 artigos nas línguas portuguesa, espanhola e inglesa, publicados em revistas científicas ou teses de mestrado, doutorado e trabalhos de conclusão de curso. Tais artigos permitiram concluir que não existem protocolos de congelamento definidos para grupos de animais...

Protocolo de enfermagem para dor torácica em um serviço de emergência hospitalar

Vieira, Aline Costa
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 151 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
36.21%
Dissertação (mestrado profissional) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação Multidisciplinar em Saúde, Florianópolis, 2014.; A avaliação da dor torácica é uma atribuição complexa e frequente dos enfermeiros nos serviços de emergência hospitalar. No Brasil as doenças cardiovasculares a reflexo da incidência mundial constituem a principal causa de morte. A dor torácica é considerada sintoma principal para a Síndrome Coronariana Aguda, portanto uma preocupação dos profissionais de saúde e pacientes. Apesar da dimensão das queixas de dor torácica nos serviços de emergência existe deficiência da padronização das condutas para a Enfermagem e para os estudos para construção de protocolos assistenciais. Portanto, este estudo propôs a aplicação de um protocolo para avaliação da dor torácica no Serviço de Acolhimento com Classificação de Risco (SACR) do Serviço de Emergência de um Hospital Universitário do Sul do país, que não conta com protocolos específicos de Enfermagem. Optou-se por um protocolo desenvolvido e utilizado em um serviço de excelência do país, o Hospital Israelita Albert Einstein de São Paulo/SP. Trata-se de uma pesquisa qualitativa...

Validação de um protocolo de cuidados de enfermagem a pacientes vítimas de trauma no ambiente aeroespacial

Schweitzer, Gabriela
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 221 p.| il., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
36.21%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Florianópolis, 2015.; A utilização de protocolos de cuidados com o intuito de priorizar ou organizar as ações de enfermagem ao paciente traumatizado, removido por helicóptero, constitui um instrumento na tomada de decisão do enfermeiro, uma vez que possibilita um levantamento de dados, de diagnósticos e planejamentos rápidos, como requer o atendimento pré-hospitalar. Este estudo teve como objetivos validar com juízas um protocolo de cuidados de enfermagem no ambiente aeroespacial a adultos vítimas de trauma; e avaliar os resultados da implementação deste protocolo de cuidados de enfermagem a vítimas de trauma em um serviço de resgate e transporte aéreo. Para o primeiro objetivo, o protocolo foi validado, por meio do instrumento AGREE (2009), por quatro enfermeiras juízas do Brasil, durante os meses de maio a agosto de 2013. Para o segundo objetivo, realizou-se um estudo quantitativo transversal prospectivo no serviço aeromédico de Florianópolis/SC, uma parceria do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e o Batalhão de Operações Aéreas (BOA) do Corpo de Bombeiros. O período de coleta foi de outubro de 2013 a maio de 2014...

Tomada de decisões éticas em prematuros: experiências de médicos e enfermeiras

SILVA, Ernestina
Fonte: Centro de Estudos de Bioética Publicador: Centro de Estudos de Bioética
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /09/2008 POR
Relevância na Pesquisa
36.28%
Os profissionais de saúde têm-se mostrado muito empenhados no progresso do tratamento dos prematuros havendo, contudo, necessidade de se investir na reflexão sobre os aspectos éticos. Realizamos um estudo qualitativo, entrevistando médicos e enfermeiras e percebemos as preocupações e conflitos com a tomada de decisões difíceis, face ao dever de reanimar no limite da viabilidade, no inquestionável respeito pela vida humana e, também, o dever ético e moralmente justificado de limitar ou suspender cuidados, como resposta ao critério de "melhor interesse da criança". Sublinhamos alguma ambiguidade do assumir a suspensão de cuidados, em face de um prognóstico infausto, compreensível pela atitude eticamente fundamentada no respeito pela vida. Destacamos a importância de protocolos, critérios que orientam a prática clínica, mas que não existem fixadas nos serviços.

Avaliação da adesão de médicos ao protocolo de hipertensão arterial da secretaria municipal de saúde de Curitiba

Maluf Jr,Ivan; Zahdi,Mariana Ribas; Unterstell,Natasha; Maluf,Eliane Mara Cesário Pereira; Sousa,André Bonamigo de; Loures,Felipe Dominici
Fonte: Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC Publicador: Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.28%
FUNDAMENTO: Em Curitiba, a hipertensão arterial sistêmica (HAS) é a segunda causa de internamento hospitalar e a primeira causa de morte por doenças cardiovasculares. Os protocolos de atendimento aos hipertensos sistematizam a atenção ao paciente com o intuito de aprimorar a resolutividade e a qualidade dos serviços de saúde. OBJETIVO: Avaliar a adesão dos profissionais médicos ao protocolo do programa de hipertensos da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Curitiba. MÉTODOS: Este é um estudo transversal e observacional. A coleta de dados referentes ao trabalho foi realizada em quatro unidades de saúde de Curitiba. A amostra foi constituída de 200 pacientes hipertensos cadastrados no programa de HAS. Os dados coletados eram referentes às duas primeiras consultas. A fonte de dados foi o prontuário eletrônico das unidades de saúde. O protocolo utilizado para análise comparativa foi o da SMS de Curitiba. RESULTADOS: A não conformidade entre a prática clínica e o protocolo na primeira consulta foi de 56,8% quanto à classificação de grau, 63,8% quanto ao risco cardiovascular e de 54% quanto ao tratamento. Na segunda consulta, em 67% não houve concordância com o protocolo quanto ao risco e em 51,3% quanto ao tratamento. CONCLUSÃO: A não conformidade entre a prática clínica e a adesão ao protocolo da SMS de Curitiba mostrou-se evidente na classificação de grau...

Protocolo eletrônico para coleta estruturada de dados clínicos para pacientes pediátricos em terapia nutricional utilizando o SINPE© (Sistema Integrado de Protocolos Eletrônicos)

Aranha Junior,Ayrton Alves; Campos,Antônio Carlos Ligocki; Pinto,José Simão de Paula; Agulham,Miguel Ângelo; Scheferbecker,Maria Eliana; Branco,Alessandra Borges
Fonte: Colégio Brasileiro de Cirurgiões Publicador: Colégio Brasileiro de Cirurgiões
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2009 PT
Relevância na Pesquisa
36.21%
OBJETIVO: Criar uma base de dados clínicos de terapia nutricional de pacientes pediátricos, informatizar os dados transformando-os em protocolo eletrônico, criar um meio de integração com outros centros médicos a fim de aplicar a base de dados de maneira multicêntrica. MÉTODO: a base de dados foi desenvolvida a partir de busca na literatura médica, em livros-texto e artigos científicos sobre terapia nutricional em pediatria. Inicialmente foi organizado um protocolo mestre, e posteriormente o mesmo foi dividido em dois protocolos específicos, um de admissão e outro de evolução do paciente. A informatização da base de dados foi realizada mediante programa de computador, desenvolvido em linguagem C# (C - Sharp), pelo laboratório eletrônico de pesquisas clínicas do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná. RESULTADOS: o protocolo eletrônico desenvolvido permite armazenar informações clínicas, laboratoriais e complementares de pacientes pediátricos em terapia nutricional. Após a inclusão hierarquizada de todos os itens, foram distribuídos 6694 itens no protocolo mestre, sendo 392 no item Admissão e 6302 em Evolução. CONCLUSÃO: a criação de uma base de coleta de dados de pacientes pediátricos em terapia nutricional foi possível...

Os protocolos e a decisão médica: medicina baseada em vivências e ou evidências?

Uchôa,Severina Alice da Costa; Camargo Jr,Kenneth Rochel de
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.27%
O objetivo geral do trabalho é compreender as concepções e interesses sobre transmutar a fundamentação da prática cotidiana do conhecimento produzido pela experiência para modelos probabilísticos da epidemiologia. O objeto é a argumentação e as práticas em torno de consenso sobre critérios de conhecimento válidos às decisões diagnósticas e terapêuticas. O ponto de partida é o estudo de Fleck, no qual os fatos não são objetivamente dados, mas coletiva e contingencialmente criados em adequação a um estilo de pensamento. Nossa estratégia de pesquisa foi a observação etnográfica do round e das reuniões clínicas numa unidade de terapia cardiointensiva cirúrgica, no Rio de Janeiro. A análise baseou-se nos trabalhos de Knorr-Cetina, (arena transepistêmica) e teoria da argumentação de Perelman. A pesquisa revelou a consolidação da tendência de incorporação de critérios explícitos de relação custo-benefício e interesses relativos a distintos agentes, como categoria médica, governos, complexo médico-industrial, na introdução dos protocolos. Demonstrou utilização ambivalente: protocolos/estudos científicos e experiência clínica. Chamou a atenção um certo ceticismo e inabilidade dos médicos na utilização das ferramentas de análise do estilo de pensamento epidemiológico.

Protocolos de cuidados à saúde e de organização do serviço

Faria, Horácio Pereira de; Campos, Kátia Ferreira Costa; Werneck, Marcos Azeredo Furkim
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Publicado em // PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.4%
Módulo utilizado no Curso de Especialização em Estratégia Saúde da Família o qual é direcionado a médicos, enfermeiros e cirurgiões-dentistas e outros integrantes de equipes de Saúde da Família. O módulo está organizado nas seguintes seções: Seção 1 - O emprego dos protocolos na organização dos serviços de saúde; Seção 2 - Como elaborar protocolos. O objetivo final deste curso é promover ao aluno: • Compreender a importância do emprego dos protocolos em serviços de saúde da rede pública na construção do processo de trabalho e do modelo de atenção em saúde; • Saber os limites e possibilidades da utilização de protocolos; • Utilizar protocolos em seu dia-a-dia; • Identificar as diferenças e as semelhanças entre linhas-guia e protocolos, sejam eles clínicos ou de organização dos serviços; • Utilizar as diretrizes de elaboração de um protocolo, passos e fontes necessárias a essa elaboração.

Protocolo eletrônico das doenças do fígado

Bertoli, Lyrio César
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
36.36%
Resumo: Racional: Os estudos epidemiológicos realizados com a coleta de dados clínicos de forma prospectiva produzem resultados com qualidade superior quando comparados com revisões da literatura ou meta-análises. Mesmo sendo a informática muito pouco usada neste campo, sabe-se que a melhor forma de se coletar dados clínicos de forma prospectiva é através de uma base informatizada. A criação de um banco de dados clínicos informatizado com capacidade de coletar informações dos pacientes, de forma prospectiva e com possibilidade de resgate e cruzamento dessas informações, viabiliza a produção de estudos científicos de alta qualidade, com credibilidade e menor tempo. Objetivos: Este trabalho tem três objetivos: 1- Criar a base de dados clínicos das doenças do fígado. 2- Informatizar e armazenar estes dados clínicos, utilizando um programa de computador (software), chamado de protocolo eletrônico. 3 – Incorporar este protocolo eletrônico ao SINPE? (Sistema Integrado de Protocolos Eletrônicos). Material e método: Com a finalidade de realizar o primeiro objetivo, a criação da base de dados clínicos foi feita, baseando-se em quatro livros-texto e na revisão da literatura, no sentido de atualização e aprimoramento relativo a cada doença hepática. Para atender ao segundo objetivo...

Protocolos clínicos informatizados para as linhas de cuidado

Rios, Greize Cristina
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 143 p.| il., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
46.42%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Florianópolis, 2015.; Para organizar uma rede que atenda os principais problemas de saúde dos usuários na área de urgência/emergência no Brasil é necessário considerar o perfil epidemiológico, onde se evidencia uma alta morbi-mortalidade relacionada à violência e aos acidentes de trânsito em pessoas de até 40 anos. Acima desta faixa etária, há uma grande incidência de doenças no aparelho circulatório, em especial o Infarto do Miocárdio (IAM) e o Acidente Vascular Cerebral(AVC). Surge assim a proposta da Rede de Atenção às Urgências e Emergências (RUE) instituída pela Portaria 1.600/GM, de 07 de julho de 2011, que aborda sobre a necessidade de implantação de linhas de cuidado prioritárias para o IAM, o AVC e o Trauma. As linhas de cuidado trazem consigo os protocolos clínicos, que são recomendações criadas de forma sistemática para auxiliar as decisões do clínico acerca dos cuidados de saúde mais adequadas em circunstâncias clínicas específicas para determinado paciente. Para apoiar a utilização dos protocolos clínicos, a Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) têm sido utilizada ...

Conhecimento, atitude e pratica dos ginecologistas sobre terapia hormonal em mulheres na pos-menopausa apos a publicação do Womes's Health Initiative

Felipe Lazar Junior
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 24/02/2006 PT
Relevância na Pesquisa
36.23%
O objetivo deste estudo foi avaliar o conhecimento e as repercussões sobre a atitude e prática dos médicos ginecologistas três anos após a publicação dos resultados do estudo Women?s Health Initiative. Sujeitos e Método: Um questionário auto-administrado e anônimo com 19 questões foi enviado aos 6000 ginecologistas da Associação de Obstetrícia e Ginecologia do Estado de São Paulo (SOGESP). Os questionários foram postados em novembro de 2005 com recepção concluída em dezembro de 2005. Resultados: O índice de resposta foi de 24,2% (1453 questionários preenchidos) com erro amostral de 2,23% e intervalo de confiança de 95%. Apesar de 95,9% dos ginecologistas referirem conhecer o estudo WHI, apenas 24,4% tinham conhecimento dos outros estudos (HERS I, HERS II, e Million Women Study) além do WHI. Apesar de 84,6% referirem que os resultados obtidos no estudo WHI não poderiam ser extrapolados para outros tipos de TH, 23,1% e 25,2% abandonaram o uso de EEC ou AMP, 63,7% diminuíram a dose, 55,2% passaram a prescrever drogas como bifosfonatos, tibolona e serms, e 46,3% passaram a utilizar calmantes, isoflavonas e drogas naturais. Além disso, 59,2% concordaram que o tempo ideal de TH deveria ser diminuído para 4-5 anos. Houve queda significativa nas prescrições para todas as indicações de TH (p<0.0001). Para os médicos...

Protocolos de cuidados à saúde e de organização do serviço

Faria, Horácio Pereira de; Campos, Kátia Ferreira Costa; Werneck, Marcos Azeredo Furkim
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Tipo: Texto Formato: 90p.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.4%
Módulo utilizado no Curso de Especialização em Estratégia Saúde da Família o qual é direcionado a médicos, enfermeiros e cirurgiões-dentistas e outros integrantes de equipes de Saúde da Família. O módulo está organizado nas seguintes seções: Seção 1 - O emprego dos protocolos na organização dos serviços de saúde; Seção 2 - Como elaborar protocolos. O objetivo final deste curso é promover ao aluno: • Compreender a importância do emprego dos protocolos em serviços de saúde da rede pública na construção do processo de trabalho e do modelo de atenção em saúde; • Saber os limites e possibilidades da utilização de protocolos; • Utilizar protocolos em seu dia-a-dia; • Identificar as diferenças e as semelhanças entre linhas-guia e protocolos, sejam eles clínicos ou de organização dos serviços; • Utilizar as diretrizes de elaboração de um protocolo, passos e fontes necessárias a essa elaboração.; 1.0

Protocolo de manchester: percepção dos enfermeiros classificadores de risco

Souza, Juliana Rodrigues de
Fonte: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Publicador: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.28%
A classificação de risco é uma estratégia para organizar as portas do Serviço de Urgência/Emergência, devido as grandes demandas do atendimento, o acumulo de pacientes e a sobrecarga do trabalho das equipes. Os enfermeiros utilizam protocolos para desempenhar essa atividade, dentre eles o de Manchester que tem sido difundido no Brasil pelo Grupo Brasileiro de Classificação de Risco. O presente estudo tem como objetivo compreender a aplicação do Protocolo de Manchester na percepção dos enfermeiros em um pronto socorro geral de referência. O método utilizado foi o estudo de caso desenvolvido com enfermeiros classificadores de risco de um Serviço de Urgência e Emergência de Campo Grande/MS, entre setembro e outubro de 2013. Na coleta de dados utilizamos as técnicas de observação não participante e entrevista semiestruturada. O tratamento dos dados foi realizado com análise de conteúdo de Bardin na modalidade de análise temática. Emergiram nos resultados duas categorias temáticas, sendo a primeira: Implementando o acolhimento com classificação de risco por meio do protocolo de Manchester com suas respectivas subcategorias: Reconhecendo as políticas de saúde na orientação da prática assistencial; Utilizando a educação em serviço na implantação do acolhimento com classificação de risco; Direcionando os usuários de menor complexidade para a rede de saúde; Adequando o atendimento com acolhimento e classificação de risco; Expressando segurança na aplicação do protocolo de Manchester; Expressando o sentimento de satisfação profissional; e Trabalhando em equipe multiprofissional. A segunda categoria temática evidenciada: Encontrando dificuldades na realização do acolhimento com classificação de risco...

Factores que influyen en el uso de los protocolos clínicos, según la opinión de los fisioterapeutas de los centros de salud de la región de Murcia

Medina i Mirapeix,F.; Meseguer Henarejos,A. B.; Saturno Hernández,P. J.; Saura Llamas,J.; Montilla Herrador,J.; Lillo Navarro,Mª. C.
Fonte: Medifam Publicador: Medifam
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/06/2001 SPA
Relevância na Pesquisa
36.36%
Objetivos: averiguar los factores que influyen en el uso de los protocolos de fisioterapia en Atención Primaria según la opinión de los fisioterapeutas de Atención Primaria, las razones de su poco uso y recoger sugerencias para mejora. Material y métodos: se realizó un estudio de opinión mediante encuesta telefónica. El ámbito de estudio corresponde a 18 Unidades de Fisioterapia del nivel de Atención Primaria de la Comunidad Autónoma de la región de Murcia. Los sujetos de estudio son 21 fisioterapeutas que desarrollan su labor en dichas Unidades. Se realizó una encuesta telefónica, estructurada, pilotada previamente, administrada por un entrevistador entrenado con dos preguntas abiertas: ¿por qué cree que los fisioterapeutas de su área no utilizan más los protocolos?, y ¿qué sugerencias propondría para que se utilizaran más? El trabajo de campo se realizó en enero de 2000. Resultados: El grado de respuesta ha sido del 90,9%. Respecto a la primera pregunta, los fisioterapeutas creen que el poco uso se explicaría por la asistencia mediatizada por criterios médicos, recomendaciones poco actualizadas y poca flexibilidad ante situaciones imprevistas (42,5% del total de respuestas). Respecto a la segunda pregunta...

Os protocolos e a decisão médica: medicina baseada em vivências e ou evidências?

Uchôa,Severina Alice da Costa; Camargo Jr,Kenneth Rochel de
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.27%
O objetivo geral do trabalho é compreender as concepções e interesses sobre transmutar a fundamentação da prática cotidiana do conhecimento produzido pela experiência para modelos probabilísticos da epidemiologia. O objeto é a argumentação e as práticas em torno de consenso sobre critérios de conhecimento válidos às decisões diagnósticas e terapêuticas. O ponto de partida é o estudo de Fleck, no qual os fatos não são objetivamente dados, mas coletiva e contingencialmente criados em adequação a um estilo de pensamento. Nossa estratégia de pesquisa foi a observação etnográfica do round e das reuniões clínicas numa unidade de terapia cardiointensiva cirúrgica, no Rio de Janeiro. A análise baseou-se nos trabalhos de Knorr-Cetina, (arena transepistêmica) e teoria da argumentação de Perelman. A pesquisa revelou a consolidação da tendência de incorporação de critérios explícitos de relação custo-benefício e interesses relativos a distintos agentes, como categoria médica, governos, complexo médico-industrial, na introdução dos protocolos. Demonstrou utilização ambivalente: protocolos/estudos científicos e experiência clínica. Chamou a atenção um certo ceticismo e inabilidade dos médicos na utilização das ferramentas de análise do estilo de pensamento epidemiológico.