Página 1 dos resultados de 704 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Clinical and regulatory protocols for the management of impaired vision in the public health care network; Protocolos clínicos e de regulação para condução da dificuldade visual na rede pública de saúde

PAULA, Jayter Silva; FURTADO, João Marcello Fortes; JORGE, Fabiano Cade; ROCHA, Eduardo Melani; SCOTT, Ingrid U.; SANTOS, Luciane Loures dos; RODRIGUES, Maria de Lourdes Veronese; SANTOS, José Sebastião dos
Fonte: Conselho Brasileiro de Oftalmologia Publicador: Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
66.74%
PURPOSE: To describe the procedures used in developing Clinical and Regulatory Protocols for primary care teams to use in the management of the most common scenarios of impaired vision in Southern Brazil. METHODS: A retrospective review of 1.333 referral forms from all primary care practitioners was performed in Ribeirão Preto city, during a 30-day period. The major ophthalmic diagnostic categories were evaluated from those referrals forms. The Clinical and Regulatory Protocols development process was held afterwards and involved scientific cooperation between a university and the health care system, in the form of workshops attended by primary care practitioners and regulatory system team members composed of health care administrators, ophthalmologists, and professors of ophthalmology and social medicine. RESULTS: The management of impaired vision was chosen as the theme, since it accounted for 43.6% of the ophthalmology-related referrals from primary care providers of Ribeirão Preto. The Clinical and Regulatory Protocols developed involve distinctive diagnostic and therapeutic interventions that can be performed at the primary care level and in different health care settings. The most relevant clinical and regulatory interventions were expressed as algorithms in order to facilitate the use of the Clinical and Regulatory Protocols by health care practitioners. CONCLUSIONS: These Clinical and Regulatory Protocols could represent a useful tool for health systems with universal access...

Qualidade de vida nos protocolos clínicos do Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais; Quality of life in the clinical protocols of the Hospital of Rehabilitation of Anomalies Craniofacials

Cardoso, Silvia Amalia Canova
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/10/2008 PT
Relevância na Pesquisa
66.73%
Objetivo: Verificar a existência de itens de Qualidade de Vida (QV) nos protocolos clínicos do Hospital de Reabili tação de Anomalias Craniofaciais da Universidade de São Paulo (HRAC/USP) . Modelo: Estudo observacional, transversal e descritivo sobre os seguintes domínios de QV: (1) convívio social, (2) relacionamento interpessoal, (3) educação, (4) desempenho escolar, (5) lazer, (6) satisfação com resultado do tratamento, e (7) queixas, nas áreas de Pediatria, Enfermagem/Saúde Pública, Serviço Social, Nutrição/Dietética, Genética, Cirurgia Plástica, Otorrinolaringologia, Fonoaudiologia, Psicologia, Fisioterapia, Odontopediatria, e Ortodontia. Local: HRAC/USP, Bauru. Participantes: Protocolos clínicos e 314 prontuários de pacientes em idades entre 6 e 12 anos, com fissura unilateral transforame operada. Resultados: Nenhuma das áreas clínicas contemplou os 7 domínios de QV em seus protocolos clínicos. A coleta e registro dessas informações nos protocolos clínicos ocorreram em mais de 50% da amostra somente na área de Serviço Social. A fonoaudiologia é a que mais investiga e registra aspectos de QV nas folhas de evolução. Conclusões: A análise revelou que das 12 áreas investig adas, 42% (5) áreas contemplam domínios relacionados à avaliação de QV na estrutura dos protocolos clínicos e ainda que haja inconsistência na coleta e registro desses dados...

Perfil da pesquisa clínica: identificação de oportunidades e desafios para o futuro; Profile of clinical trials identification of challenges and opportunities for the future

Paschoale, Helena Scavone
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/09/2009 PT
Relevância na Pesquisa
46.49%
A pesquisa clínica é considerada um método inovador em medicina clínica e essencial para o desenvolvimento de novas drogas. No Brasil, a pesquisa clínica teve um grande avanço após a publicação da Resolução 196/96 pelo Conselho Nacional de Saúde e Ministério da Saúde, que foi baseada na Declaração Helsinque e Organização Mundial de Saúde. Desta forma, a realização de estudos clínicos dentro dos padrões éticos exigidos requer infra-estrutura adequada e equipe treinada. O objetivo deste estudo foi avaliar os grupos que realizam pesquisa clínica no Brasil em relação a: qualificação profissional, conhecimento regulatório e curso em Boas Práticas Clínicas (BPC). Trata-se de um estudo transversal com investigadores (PI) e sub-investigadores (SI) que foram identificados inicialmente pelo Currículo Lattes do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). A busca utilizou palavras-chave específicas que discriminam apenas aqueles que têm experiência com ensaios clínicos. Após consentimento informado, os voluntários foram submetidos a um questionário composto de questões qualitativas e quantitativas. Foram entrevistados 100 PI e SI. As regiões brasileiras mais representativas foram Sudeste (68%) e Sul (18%). As principais instituições envolvidas foram do complexo HCFMUSP...

Estudo comparativo dos aspectos regulatórios nacionais e internacionais aplicados a protocolos de pesquisa clínica; Comparative study of the national and international regulatory aspects applied to clinical trials protocols.

Barbosa, Fernanda Rocha
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/01/2010 PT
Relevância na Pesquisa
56.5%
O constante crescimento mundial da Pesquisa Clínica no desenvolvimento de novas drogas foi responsável pelo aumento do interesse em traçar as atividades desenvolvidas pelas Autoridades Regulatórias. Os dados foram obtidos através de revisão bibliográfica sistemática, destacando o tempo de aprovação dos protocolos clínicos e as normatizações vigentes: no Brasil, Estados Unidos da América, União Europeia, Canadá e Japão. Além disso, observou-se a atuação de profissionais experientes na realização de atividades no Comitê de Ética para Análise de Projetos de Pesquisa (CAPPesq) do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFMUSP). Com isso, foi possível identificar as diferenças significantes em relação à legislação e ao sistema regulatório dos países em questão. Deficiências no sistema regulatório brasileiro responsáveis pela demora no tempo de aprovação foram constatadas. Com a identificação destes fatores, foram elaboradas sugestões relacionadas à qualificação dos profissionais atuantes, organização das atividades desempenhadas pelas Autoridades Regulatórias e possíveis alterações administrativas. A diferente atuação das autoridades analisadas pode servir como fonte de aprimoramento do sistema regulatório nacional e...

Elaboração de um protocolo de avaliação miofuncional orofacial para afásicos: utilização em estudos clínicos e epidemiológicos; Development of a protocol for orofacial myofunctional evaluation of aphasic: use in clinical and epidemiological studies

Sitta, Erica Ibelli
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/08/2011 PT
Relevância na Pesquisa
46.36%
O diagnóstico de saúde, proporcionado pela epidemiologia, está inserido dentro das estratégias globais de planejamento e avaliação nos serviços de saúde. A aplicação de protocolos para o serviço público deve facilitar o gerenciamento das ações e resguardar os princípios de universalidade e eqüidade propostos pelo Sistema Único de Saúde. Os protocolos de avaliação podem traçar um plano exato e detalhado, permitindo fazer relações entre os achados fonoaudiológicos e seus constituintes. Desenvolver um protocolo de avaliação de motricidade orofacial, abrangendo as possíveis alterações motoras faciais, bem como, suas implicações nas funções estomatognáticas - para uso em pacientes adultos afásicos e/ou com possíveis alterações neurológicas - foi o objetivo desta pesquisa, já que as sequelas advindas de lesões cerebrais incluem distúrbios motores da face, distúrbios de fala e distúrbios de deglutição. Assim, a seleção de 8 (oito) artigos levou à criação do protocolo proposto para a avaliação de motricidade miofuncional orofacial de maneira fácil e padronizada. O protocolo proposto inclui a descrição de aspectos médicos e de saúde geral, além de a investigação das alterações posturais e dos aspectos morfológicos. Concluiu-se...

Protocolos clínicos : adesão e aplicabilidade numa instituição hospitalar

Mahmud, Simone Dalla Pozza
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.61%
Protocolos clínicos são instrumentos constniidos com o objetivo, dentre outros,de atenuar a variabilidade de conduta cllnica e garantir um atendimento mais qualificado ao paciente. O aumento do número de protocolos produzidos e publicados mundialmente tem estimulado a discussão de seu valor. Diversos autores abordam aspectos relacionados com a cunstniçZio destas ferramentas que podem determinar seu uso. Protocolos melhores aceitos são aqueles construidos através de recomendações, baseadas em evidQncia e praticas de consenso. Alguns atributos são descritos de forma a aumentar a aceitabilidade destas ferramentas, no mesmo momento que alguns fatores limitantes são definidos. Este estudo buscou compreender que outros aspectos podem estar relacionados com o desenvolvimento e implantação da pratica dos protocolos cllnicos, visando entender que elementos norteiam o uso dos protocolos em um hospital universitário de grande porte. Realizou-se um estudo transversal com 48 médicos residentes, selecionados aleatoriamente, que atuam no Hospital de Clinicas de Porto Alegre, aonde esta prhtica vem sendo desenvolvida desde 1998. Com a analise dos dados, observou-se, dentre outros aspectos importantes, que at4m de fatores relacionados com a foma de construçãa destes instrumentos...

Estudo referencial de protocolos quimioterápicos de um hospital público de Porto Alegre; Landmark study of chemotherapy protocols in a public hospital in Porto Alegre

Bortolotto, Bruno Machado
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.53%
Os quimioterápicos são importantes medicamentos que conduzem a tratamentos exitosos. Sua margem terapêutica estreita faz com que sua prescrição e monitoração necessitem de um cuidado especial na rotina hospitalar. O preparo, administração e monitoramento correto de medicamentos quimioterápicos pressupõem protocolos que podem garantir a prescrição segura destes medicamentos, indicando o plano estabelecido pela equipe de saúde. Um plano terapêutico adequado propicia ao paciente oncológico uma maior segurança e melhor qualidade de vida. Este estudo analisou prescrições médicas de medicamentos antineoplásicos no Hospital Militar de Área de Porto Alegre no período de Março a Junho de 2011, com o objetivo de analisar a utilização dos protocolos clínicos na realidade em questão. Foram analisadas cinquenta prescrições médicas de trinta e dois pacientes diferentes, o que contemplou um total de dezenove protocolos quimioterápicos. Do total de prescrições, 44% apresentaram dose discordante do preconizado nos protocolos clínicos do hospital, em pelo menos um item medicamentoso. O número de protocolos envolvidos na terapia antineoplásica aumenta de acordo com as novas descobertas tecnológicas. Estudos de prescrição revendo protocolos de quimioterápicos em hospitais são necessários para tornar viável a revisão periódica e atualizada dos mesmos...

Impacto da implantação de um protocolo de transfusão de hemocomponentes em um hospital terciário do Sul do Brasil através de ferramenta de prescrição eletrônica

Pithan, Carolina da Fonte
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.42%
Base teórica: Protocolos clínicos e diretrizes terapêuticas são frequentemente criados para auxiliar na prática clínica. Entretanto, não é incomum que diretrizes publicadas não sejam completamente seguidas, por inúmeros motivos. A adesão a protocolos transfusionais também não é ideal, apesar das últimas evidências na literatura apontarem para um uso cada vez mais restrito e mais racional do sangue; reduzindo a exposição dos pacientes a riscos transfusionais desnecessários. Desenho do estudo e métodos: Foram realizados dois estudos transversais, um antes e outro depois da implementação de um protocolo transfusional institucional através de ferramenta eletrônica vinculada à prescrição médica. Cada um dos períodos analisados foi de 30 dias consecutivos e, após, foram feitas comparações das características demográficas dos pacientes e do grau de adesão ao protocolo transfusional da instituição. Resultados: Foram avaliadas 963 prescrições de hemocomponentes nos dois períodos estudados, a maioria delas de concentrado de hemácias (73,3%), seguido de concentrado de plaquetas (16,5%) e plasma fresco congelado (10,2%). A ferramenta eletrônica foi capaz de aumentar a adesão ao protocolo transfusional de 62...

Protocolo eletrônico para coleta estruturada de dados clínicos para pacientes pediátricos em terapia nutricional utilizando o SINPE© (Sistema Integrado de Protocolos Eletrônicos)

Aranha Junior,Ayrton Alves; Campos,Antônio Carlos Ligocki; Pinto,José Simão de Paula; Agulham,Miguel Ângelo; Scheferbecker,Maria Eliana; Branco,Alessandra Borges
Fonte: Colégio Brasileiro de Cirurgiões Publicador: Colégio Brasileiro de Cirurgiões
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2009 PT
Relevância na Pesquisa
46.44%
OBJETIVO: Criar uma base de dados clínicos de terapia nutricional de pacientes pediátricos, informatizar os dados transformando-os em protocolo eletrônico, criar um meio de integração com outros centros médicos a fim de aplicar a base de dados de maneira multicêntrica. MÉTODO: a base de dados foi desenvolvida a partir de busca na literatura médica, em livros-texto e artigos científicos sobre terapia nutricional em pediatria. Inicialmente foi organizado um protocolo mestre, e posteriormente o mesmo foi dividido em dois protocolos específicos, um de admissão e outro de evolução do paciente. A informatização da base de dados foi realizada mediante programa de computador, desenvolvido em linguagem C# (C - Sharp), pelo laboratório eletrônico de pesquisas clínicas do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná. RESULTADOS: o protocolo eletrônico desenvolvido permite armazenar informações clínicas, laboratoriais e complementares de pacientes pediátricos em terapia nutricional. Após a inclusão hierarquizada de todos os itens, foram distribuídos 6694 itens no protocolo mestre, sendo 392 no item Admissão e 6302 em Evolução. CONCLUSÃO: a criação de uma base de coleta de dados de pacientes pediátricos em terapia nutricional foi possível...

Protocolos de cuidados à saúde e de organização do serviço

Faria, Horácio Pereira de; Campos, Kátia Ferreira Costa; Werneck, Marcos Azeredo Furkim
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Publicado em // PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.54%
Módulo utilizado no Curso de Especialização em Estratégia Saúde da Família o qual é direcionado a médicos, enfermeiros e cirurgiões-dentistas e outros integrantes de equipes de Saúde da Família. O módulo está organizado nas seguintes seções: Seção 1 - O emprego dos protocolos na organização dos serviços de saúde; Seção 2 - Como elaborar protocolos. O objetivo final deste curso é promover ao aluno: • Compreender a importância do emprego dos protocolos em serviços de saúde da rede pública na construção do processo de trabalho e do modelo de atenção em saúde; • Saber os limites e possibilidades da utilização de protocolos; • Utilizar protocolos em seu dia-a-dia; • Identificar as diferenças e as semelhanças entre linhas-guia e protocolos, sejam eles clínicos ou de organização dos serviços; • Utilizar as diretrizes de elaboração de um protocolo, passos e fontes necessárias a essa elaboração.

Aplicabilidade do Sistema Integrado de Protocolos Eletrônicos - SINPE como ferramenta gerencial na análise de custos dos procedimentos de revascularização do miocárdio no Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná

Walach, Vivian do Rocio
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
46.38%
Resumo: A necessidade de se articular a grande quantidade de informações produzidas nos hospitais de maneira confiável e fidedigna e a utilização de uma ferramenta de gestão capaz de obter os dados e analisa-los, interfere diretamente nos resultados econômico-financeiros da instituição. O sistema de registro de uma instituição de saúde deve permitir o armazenamento e o levantamento das informações de forma integrada, sejam elas administrativas ou assistenciais. A informatização dos dados torna viável o gerenciamento das informações e possibilita análises comparativas para a realização de trabalhos científicos. Objetivos: a) criar base de dados com itens utilizados no procedimento de revascularização do miocárdio; b) desenvolver, a partir desta base, protocolo eletrônico específico para o pré, trans e pós-operatório nos procedimentos de revascularização do miocárdio, utilizando programa do Sistema Integrado de Protocolos Eletrônicos - SINPE©; c) elaborar projeto piloto para avaliar a funcionalidade dos protocolos eletrônicos do procedimento de revascularização do miocárdio; d) implementar o Protocolo Mestre Informatizado do SINPE © na gestão de custos do procedimento de revascularização do miocárdio no Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná. Material e Método: Para criação da base de dados dos itens utilizados na revascularização do miocárdio foram analisados os prontuários dos pacientes submetidos à cirurgia de revascularização do miocárdio com circulação extra corpórea executados no Centro Cirúrgico do Hospital de Clinicas da UFPR. No desenvolvimento dos protocolos eletrônicos específicos as bases teóricas foram estruturadas em um modelo hierárquico...

Protocolos clínicos informatizados para as linhas de cuidado

Rios, Greize Cristina
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 143 p.| il., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
56.78%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Florianópolis, 2015.; Para organizar uma rede que atenda os principais problemas de saúde dos usuários na área de urgência/emergência no Brasil é necessário considerar o perfil epidemiológico, onde se evidencia uma alta morbi-mortalidade relacionada à violência e aos acidentes de trânsito em pessoas de até 40 anos. Acima desta faixa etária, há uma grande incidência de doenças no aparelho circulatório, em especial o Infarto do Miocárdio (IAM) e o Acidente Vascular Cerebral(AVC). Surge assim a proposta da Rede de Atenção às Urgências e Emergências (RUE) instituída pela Portaria 1.600/GM, de 07 de julho de 2011, que aborda sobre a necessidade de implantação de linhas de cuidado prioritárias para o IAM, o AVC e o Trauma. As linhas de cuidado trazem consigo os protocolos clínicos, que são recomendações criadas de forma sistemática para auxiliar as decisões do clínico acerca dos cuidados de saúde mais adequadas em circunstâncias clínicas específicas para determinado paciente. Para apoiar a utilização dos protocolos clínicos, a Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) têm sido utilizada ...

Avaliação de oito Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas (PCDT) do Ministério da Saúde por meio do instrumento AGREE II: um estudo piloto

Ronsoni,Ricardo De March; Pereira,Claudia Cristina de Aguiar; Stein,Airton Tetelbom; Osanai,Mário Henrique; Machado,Carla Jorge
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2015 PT
Relevância na Pesquisa
56.36%
Há, mundialmente, um crescente aumento de publicações de diretrizes clínicas, acompanhado de preocupações quanto à qualidade. Em 2000, o Ministério da Saúde iniciou a elaboração de Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas (PCDT). O objetivo deste trabalho foi avaliar os PCDT elaborados após 2009, quanto à sua qualidade, utilizando o instrumento AGREE II (Appraisal of Guidelines for Research and Evaluation). Entre 2009 e 2012, foram identificados 59 PCDT, dos quais oito foram sorteados e avaliados por três avaliadores independentes. Para o item recomendação do uso da diretriz, dois avaliadores recomendaram o uso de todas, mas com modificações, e um não recomendou qualquer diretriz. Para o item classificação da qualidade global da diretriz, cuja avaliação poderia variar de 1 a 7, obteve-se média de 4,25 (DP = 0,46). Esses resultados apontam a necessidade de adequações nos PCDT, quanto aos domínios do AGREE II. Devido à limitação do instrumento utilizado, existe necessidade de novos estudos, inclusive sobre a qualidade das evidências utilizadas na elaboração dos PCDT.

Reabilitação do doente oncológico da cabeça e pescoço - considerandos clínicos e protocolos da atuação

Correia, Sandrine Fernandes
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 12/12/2013 POR
Relevância na Pesquisa
46.44%
O tratamento dos tumores da cabeça e pescoço envolve a realização de cirurgias com elevada morbilidade, com o recurso concomitante, ou não, à radio e/ou quimioterapia. Os doentes submetidos a ressecções cirúrgicas da maxila e/ou da mandíbula veem a sua função mastigatória e a estética oro-facial frequentemente comprometida, pelo que é importante proceder à reabilitação dos defeitos resultantes, sob pena do tratamento induzir importantes implicações na qualidade de vida do doente. A presente dissertação de mestrado teve como objetivo conhecer e discutir, à luz do “estado da arte” os protocolos de atuação clínica aplicados em doentes com cancro da cabeça e pescoço, sendo o locus de estudo o Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia. Para o efeito, procedeu-se à revisão de 5 casos clínicos de doentes com cancro da cabeça e pescoço e à discussão e revisão da literatura recorrendo à análise de artigos científicos publicados em revistas referenciadas no Index Medicus, utilizando para tal os motores de busca PUBMED, EMBASE e MEDLINE OVID. Durante muitos anos, próteses acomodadas diretamente sobre os tecidos remanescentes foram utilizadas na tentativa de minimizar as mutilações decorrentes do tratamento. Nos casos por analisados...

Protocolos Clínicos -Diagnóstico e intervenção em clínica de animais de companhia

Reis, Joana
Fonte: Universidade de Évora - disponibilizado via Moodle Publicador: Universidade de Évora - disponibilizado via Moodle
Tipo: Outros
POR
Relevância na Pesquisa
46.42%
A presente publicação reúne diversos protocolos de diagnóstico e de intervenção terapêutica na área dos animais de companhia, preparados pelos alunos do 5º ano do curso de mestrado integrado em medicina veterinária, no âmbito da unidade curricular de Atividades Hospitalares V, no ano letivo de 2014/2015, bem como protocolos elaborados por docentes e clínicos do HVUE. Foi dado particular enfase a situações de urgências médicas.

Protocolos de cuidados à saúde e de organização do serviço

Faria, Horácio Pereira de; Campos, Kátia Ferreira Costa; Werneck, Marcos Azeredo Furkim
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Tipo: Texto Formato: 90p.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.54%
Módulo utilizado no Curso de Especialização em Estratégia Saúde da Família o qual é direcionado a médicos, enfermeiros e cirurgiões-dentistas e outros integrantes de equipes de Saúde da Família. O módulo está organizado nas seguintes seções: Seção 1 - O emprego dos protocolos na organização dos serviços de saúde; Seção 2 - Como elaborar protocolos. O objetivo final deste curso é promover ao aluno: • Compreender a importância do emprego dos protocolos em serviços de saúde da rede pública na construção do processo de trabalho e do modelo de atenção em saúde; • Saber os limites e possibilidades da utilização de protocolos; • Utilizar protocolos em seu dia-a-dia; • Identificar as diferenças e as semelhanças entre linhas-guia e protocolos, sejam eles clínicos ou de organização dos serviços; • Utilizar as diretrizes de elaboração de um protocolo, passos e fontes necessárias a essa elaboração.; 1.0

Perfil de prescrição para tratamento da infecção do trato urinário em um hospital universitário de Brasília

Nasser, Suna Riad Hilal
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.44%
A infecção do trato urinário (ITU) é definida pela invasão e colonização de microrganismos no aparelho urinário, a urocultura positiva, com mais de 105 UFC/mL de urina, colhida em jato médio de forma asséptica, confirmam o seu diagnóstico. A Escherichia coli é o microrganismo responsável pela maioria das infecções. Esta enfermidade representa o segundo tipo de infecção bacteriana mais comum na população. A ITU pode ser classificada, segundo a localização em cistite e pielonefrite. Os sinais e sintomas associados à infecção incluem disúria, polaciúria, urgência miccional, febre, dor lombar e hematúria. O tratamento da infecção ocorre com o emprego de diversas classes de antimicrobianos. Este estudo buscou descrever o perfil das prescrições para o tratamento da infecção urinária em um hospital universitário de Brasília, comparando-o aos protocolos clínicos e diretrizes terapêuticas (PCDT). Foi realizada pesquisa retrospectiva observacional do tipo levantamento de dados no Hospital da Universidade Católica de Brasília, em que foram analisados 464 prontuários, deles a suspeita clínica de ITU foi registrada em apenas 42. A incidência desta infecção demostrou predominância no sexo feminino com taxa de 80...

CLINICAL PROTOCOLS IN ADVICE TO CHRONIC PATIENTS; PROTOCOLOS CLÍNICOS NA ORIENTAÇÃO DE PESSOAS COM DOENÇA CRÔNICA

Mantovani, Maria de Fátima; Universidade Federal do Paraná; Arthur, Juliana Perez; Universidade Federal do Paraná; Mattei, Ângela Taís; Universidade Federal do Paraná; Ulbrich, Elis Martins; Universidade Federal do Paraná; Kalinke, Luciana Puchalsk
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 18/12/2015 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
66.6%
Qualitative study, undertaken in three phases between 2012 and January 2014 to verify the use of clinical protocols when giving advice to chronic patients. The initial data collection took place upon discharge from the hospital, the second at home after 12 months and the third after 24 months. The sample consisted of 20 hypertensive and/or diabetic adults hospitalized at a teaching hospital in Curitiba, Brazil. Based on the data analysis, three categories were constituted: “Knowledge about the disease”, “Care with regard to the disease” and “Barriers for treatment adherence”. It was identified that the advice, through the use of clinical protocols, furthered the knowledge about the disease and the care the participants developed. In conclusion, the use of the protocols is a health education strategy for chronic patients. They make the care feasible and reveal the progress made and difficulties found.; Estudo qualitativo, realizado em três etapas no período de 2012 a janeiro de 2014, com o objetivo de verificar a utilização dos protocolos clínicos na orientação das pessoas com doenças crônicas. A primeira coleta foi na alta hospitalar, a segunda no domicílio com 12 meses e a terceira com 24 meses. A amostra foi de 20 adultos hipertensos e/ou diabéticos internados em Hospital de Ensino de Curitiba...

Factores que influyen en el uso de los protocolos clínicos, según la opinión de los fisioterapeutas de los centros de salud de la región de Murcia

Medina i Mirapeix,F.; Meseguer Henarejos,A. B.; Saturno Hernández,P. J.; Saura Llamas,J.; Montilla Herrador,J.; Lillo Navarro,Mª. C.
Fonte: Medifam Publicador: Medifam
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/06/2001 SPA
Relevância na Pesquisa
56.51%
Objetivos: averiguar los factores que influyen en el uso de los protocolos de fisioterapia en Atención Primaria según la opinión de los fisioterapeutas de Atención Primaria, las razones de su poco uso y recoger sugerencias para mejora. Material y métodos: se realizó un estudio de opinión mediante encuesta telefónica. El ámbito de estudio corresponde a 18 Unidades de Fisioterapia del nivel de Atención Primaria de la Comunidad Autónoma de la región de Murcia. Los sujetos de estudio son 21 fisioterapeutas que desarrollan su labor en dichas Unidades. Se realizó una encuesta telefónica, estructurada, pilotada previamente, administrada por un entrevistador entrenado con dos preguntas abiertas: ¿por qué cree que los fisioterapeutas de su área no utilizan más los protocolos?, y ¿qué sugerencias propondría para que se utilizaran más? El trabajo de campo se realizó en enero de 2000. Resultados: El grado de respuesta ha sido del 90,9%. Respecto a la primera pregunta, los fisioterapeutas creen que el poco uso se explicaría por la asistencia mediatizada por criterios médicos, recomendaciones poco actualizadas y poca flexibilidad ante situaciones imprevistas (42,5% del total de respuestas). Respecto a la segunda pregunta...

Avaliação de oito Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas (PCDT) do Ministério da Saúde por meio do instrumento AGREE II: um estudo piloto

Ronsoni,Ricardo De March; Pereira,Claudia Cristina de Aguiar; Stein,Airton Tetelbom; Osanai,Mário Henrique; Machado,Carla Jorge
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2015 PT
Relevância na Pesquisa
56.36%
Há, mundialmente, um crescente aumento de publicações de diretrizes clínicas, acompanhado de preocupações quanto à qualidade. Em 2000, o Ministério da Saúde iniciou a elaboração de Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas (PCDT). O objetivo deste trabalho foi avaliar os PCDT elaborados após 2009, quanto à sua qualidade, utilizando o instrumento AGREE II (Appraisal of Guidelines for Research and Evaluation). Entre 2009 e 2012, foram identificados 59 PCDT, dos quais oito foram sorteados e avaliados por três avaliadores independentes. Para o item recomendação do uso da diretriz, dois avaliadores recomendaram o uso de todas, mas com modificações, e um não recomendou qualquer diretriz. Para o item classificação da qualidade global da diretriz, cuja avaliação poderia variar de 1 a 7, obteve-se média de 4,25 (DP = 0,46). Esses resultados apontam a necessidade de adequações nos PCDT, quanto aos domínios do AGREE II. Devido à limitação do instrumento utilizado, existe necessidade de novos estudos, inclusive sobre a qualidade das evidências utilizadas na elaboração dos PCDT.