Página 1 dos resultados de 925 itens digitais encontrados em 0.034 segundos

Um caminho para a (trans)formação – intervindo na promoção da vinculação precoce

Gomes, Cristiana Maria Marinho
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança Publicador: Instituto Politécnico de Bragança
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
76.02%
Introdução: O Estágio de Natureza Profissional abarcou a assistência especializada à mulher e família durante o ciclo vital, quer em cuidados primários quer hospitalares, especialmente no período pré-natal e nascimento, com ênfase para a promoção da vinculação precoce. O processo de enfermagem e a teoria das transições de Meleis sustentaram a prática de cuidados empreendidos. Objetivos: Desenvolver competências para o exercício profissional especializado em enfermagem de saúde materna e obstetrícia; corresponder às necessidades pessoais e institucionais, validando-as através do diagnóstico de situação, de forma a contribuir para a mudança/inovação da prática de cuidados; promover a vinculação precoce pais-filhos, contribuindo para a promoção da transição para a parentalidade. Metodologia: Prestação de cuidados à mulher e família ancorada no modelo teórico da transição para a parentalidade na presença de patologia materno-fetal, durante o trabalho de parto e parto em contexto hospitalar e durante todo o ciclo vital no âmbito dos cuidados de saúde primários. Intervenção de promoção da vinculação precoce através da realização de entrevista de avaliação inicial a 12 parturientes e 5 pais na admissão ao bloco de partos e observação de comportamentos promotores da vinculação precoce no puerpério imediato...

Análise documental do processo de capacitação dos multiplicadores do projeto "Nossas Crianças: Janelas de Oportunidades" no município de São Paulo à luz da promoção da saúde; Documental analysis of qualification process of new educators for the project "Our Children: Windows of Opportunities" at Sao Paulo city in light of health promotion

Oliveira, Alfredo Almeida Pina de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/04/2007 PT
Relevância na Pesquisa
76.1%
A Promoção da Saúde representa um novo paradigma na organização dos serviços de saúde e na estruturação do cuidar no processo saúde-doença ao reconhecer e intervir nas potencialidades existentes nos modos de viver e de trabalhar em um determinado momento histórico e social. Para tanto, um dos desafios para a consolidação do Sistema Único de Saúde refere-se à capacitação da força de trabalho em saúde a fim de rever o emprego da pedagogia tradicional nos processos educativos e contribuir na superação do modelo biomédico, especialmente, na Atenção Básica da Saúde. Nesta perspectiva, o projeto “Nossas crianças: janelas de oportunidades”, vinculado ao Programa de Saúde da Família, realizou oficinas de capacitação que extrapolaram a atenção ao corpo biológico, englobando também a dimensão afetiva e social no cuidado da criança por meio do fortalecimento das competências familiares. Foram objetivos deste estudo: analisar o conteúdo, as estratégias e os métodos avaliativos da capacitação à luz da Promoção da Saúde e identificar as tendências pedagógicas que permeiam tal processo. Recorreu-se à análise documental deste processo, cujos diferentes registros foram categorizados, respectivamente...

Necessidades das famílias com relação ao desenvolvimento infantil à luz da promoção da saúde; Family needs on child development in the light of health promotion

Mazza, Verônica de Azevedo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 19/12/2007 PT
Relevância na Pesquisa
76.08%
Esta é uma pesquisa exploratória analítica; tem como objeto as necessidades de saúde das famílias com relação ao desenvolvimento infantil, apreendidas na dialética entre a dimensão objetiva e subjetiva. A interpretação do objeto foi sustentada no referencial da Promoção da Saúde, pautado pelo conceito de empowerment. Objetivos. 1.Caracterizar o potencial do desenvolvimento infantil nos distritos de saúde de Curitiba. 2.Caracterizar a inserção social das famílias que contam com crianças menores de 5 anos da área de abrangência da Unidade Básica de Saúde. 3. Apreender as necessidades de saúde percebidas pelas famílias e pelos representantes das agências de socialização com relação ao desenvolvimento infantil. 4. Analisar os dados a partir do referencial teórico da Promoção da Saúde. Metodologia. Este estudo foi desenvolvido na cidade de Curitiba, no Distrito Sanitário Bairro Novo. Empregaram-se técnicas quali-quantitativas. Foram sujeitos da pesquisa os representantes de famílias que tinham filhos até 5 anos de idade, residentes na área de abrangência da Unidade de Saúde, e representantes de agências de socialização que atuavam com famílias nesta área. Na dimensão objetiva obtiveram-se dados secundários do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística...

As concepções do agente comunitário de saúde sobre promoção da saúde; Conceptions of health's community work concerning health promotion

Almeida, Eugênia Zilioli de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/06/2008 PT
Relevância na Pesquisa
76.15%
Esta pesquisa compreende um estudo de caso do tipo descritivo, que pretende fazer uma abordagem quanti-qualitativa das ações de Promoção da Saúde do Agente Comunitário de Saúde (ACS). Teve como objetivos: descrever e analisar as ações do ACS, buscando identificar as concepções de promoção da saúde que dão suporte as mesmas. A pesquisa foi realizada na cidade de São Paulo, em uma Unidade Básica de Saúde localizada na região central deste município. Foram sujeitos do estudo 16 ACS que atuam na região. Os dados quantitativos foram coletados através de um Formulário, baseado na proposta do Ministério da Saúde para os eixos de Competências do ACS quais sejam aqui citados como: A integração da equipe com a população, Planejamento e avaliação, Promoção da Saúde, Prevenção e monitoramento de risco ambiental e sanitário e a grupos específicos e morbidades. Estes dados foram organizados segundo o programa EXCEL. Os dados qualitativos foram coletados por meio da técnica de Grupo Focal (GF) e visavam aprofundar os dados obtidos com o inquérito. As discussões das ações de promoção da saúde no GF foram analisadas pelo método do Discurso do Sujeito Coletivo (DSC). Foi possível a constatação de que o ACS investigado tinha mais habilidade com as ações de promoção da saúde que se dispunham informar a família sobre o comportamento adequado à saúde e...

Promoção da saúde: percepção dos agentes comunitários de saúde a partir da sua formação e da sua prática; Health promotion: perceptions of community health workers from their training and their practice

Silva, Marcia Mulin Firmino da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/09/2009 PT
Relevância na Pesquisa
86.03%
Introdução A promoção da saúde visa à melhoria da qualidade de vida, por meio de políticas públicas favoráveis ao desenvolvimento da saúde e do reforço da capacidade dos indivíduos e das comunidades. A estratégia da Saúde da Família trabalha com os referenciais da promoção da saúde e o agente comunitário de saúde é o elemento que agrega esse potencial na equipe de saúde. Objetivo Analisar a percepção dos agentes comunitários de saúde sobre a Promoção da Saúde, a partir da sua formação e da sua prática e discutir sobre as possibilidades e limitações da atuação desses trabalhadores. Metodologia Foi utilizada a pesquisa-ação, que possibilita uma estreita associação entre a investigação e a resolução de um problema coletivo. O estudo envolveu como sujeitos os agentes comunitários de saúde das Unidades Básicas de Saúde, a partir de um grupo composto por dezoito agentes comunitários de saúde, representativos das unidades envolvidas. O trabalho foi construído em conjunto com o grupo, através de: a) oficinas de reflexão, nas quatro unidades de saúde, com o conjunto dos ACS, identificando a percepção dos mesmos em relação ao conceito de promoção da saúde e em relação ao trabalho realizado nessa área; b) oficinas com o grupo de representantes dos ACS...

Territorialidade e promoção da saúde na Vila de Paranapiacaba, SP; Territoriality and health promotion in Vila de Paranapiacaba, SP

Colin, Elaine Cristina da Silva
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 17/02/2014 PT
Relevância na Pesquisa
86%
Os processos educativos, a participação e o empoderamento são essenciais à promoção da saúde e todos envolvem pessoas que vivem num determinado espaço, que têm seus valores e que possuem uma determinada forma de agir e interagir com o mundo. Não há processo educativo ou participativo efetivo que não considere o contexto em que o sujeito está inserido. Sob este prima, deve-se refletir sobre a sua inserção no território em que vive e como isso se reflete na promoção de sua saúde. O cenário de estudo da presente pesquisa está localizado em uma das áreas de proteção ambiental do município de Santo André, a Vila de Paranapiacaba, que além de patrimônio ambiental e histórico é um local turístico, portanto, a forma pela qual a comunidade está inserida no desenvolvimento local também interfere diretamente na territorialidade, e consequentemente, na proteção da área, na saúde ambiental e humana. Esta pesquisa teve como objetivos: identificar e analisar as ações voltadas ao desenvolvimento local da Vila de Paranapiacaba e as formas pelas quais os moradores locais estiveram inseridos nestes processos verificando em que medidas essas ações colaboraram para fortalecer a territorialidade e a promoção da saúde. A partir de uma metodologia qualitativa...

A prevenção como princípio, a promoção como meio e a revolução como fim

Rosa, Giseli Ramos da
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
76.11%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, Florianópolis, 2012; Esta dissertação descritivo-exploratória de caráter qualitativo discute as nuanças da Promoção da Saúde e da Prevenção de Doenças, dentro do grupo Revolução dos Baldinhos, que acontece em uma comunidade localizada na área continental do município de Florianópolis. Com base em entrevistas não-estruturadas, realizadas com moradores e profissionais que atuam na localidade obtivemos informações sobre a atuação do grupo dentro da comunidade Chico Mendes. Depois de transcritas e analisadas, das entrevistas surgiram cinco categorias (1) Promoção da Saúde; (2) O início do evento; (3) Revolução, processo, cultura, emancipação/autonomia e benefício individual; (4) Institucionalização e poder público e (5) Intelectual orgânico, educação e interdisciplinaridade. As falas foram analisadas de acordo com a hermenêutica-dialética. Como resultado observamos que para realizarmos uma Promoção da Saúde comprometida com o SUS, é necessário que profissionais e comunidade estejam unidos em prol de um mesmo objetivo, como também, a importância da educação dialógica na formação de Grupos de Promoção da Saúde e na formação dos profissionais da saúde...

A promoção da autonomia dos alunos do ensino básico através das atividades experimentais de ciências

Correia, Joana
Fonte: Instituto Politécnico de Santarém Publicador: Instituto Politécnico de Santarém
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /09/2012 POR
Relevância na Pesquisa
76.08%
Relatório de Estágio apresentado à Escola Superior de Educação de Santarém para obtenção do Grau de Mestre em Ensino do 1.º e do 2.º Ciclo do Ensino Básico.Orientador:Professor Doutor Bento Cavadas; O presente Relatório de Estágio foi elaborado no âmbito do Mestrado em Ensino do 1.º e do 2.º Ciclo do Ensino Básico realizado na Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém para cumprimento do estipulado no Regulamento dos segundos ciclos de estudos desse Instituto. Apresenta uma reflexão sobre o percurso desenvolvido ao longo da Prática de Ensino Supervisionada e um trabalho investigativo elaborado no âmbito dessa prática pedagógica. Organiza-se em duas partes: A Parte I é constituída por uma síntese e reflexão sobre as experiências de ensino realizadas ao longo das Práticas de Ensino Supervisionadas. Na Parte II é apresentada uma investigação sobre a promoção da autonomia dos alunos do ensino básico através das atividades experimentais de ciências, realizada numa turma de 3.º ano do 1.º Ciclo do Ensino Básico e numa turma de 5.º ano do 2.º Ciclo do Ensino Básico. Através desta investigação pretendeu-se saber qual a importância do ensino experimental das ciências para o desenvolvimento da autonomia dos alunos do Ensino Básico...

Projecto de promoção da autonomia de crianças e jovens em acolhimento residencial

Ribeiro, Anabela Monteiro
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2008 POR
Relevância na Pesquisa
86.07%
Mestrado em Intervenção Comunitária e Protecção de Menores; Este projecto centra-se no desenvolvimento de competências pessoais e sociais de crianças e jovens em Acolhimento Residencial, com vista à promoção da sua autonomia; e na formação especializada dos técnicos que trabalham directamente com esta população. O projecto será aplicado na Residência de Acolhimento António do Couto, do Centro de Educação e Desenvolvimento de Santa Clara – Casa Pia de Lisboa – onde, actualmente, residem 14 crianças e jovens. Adoptou-se como metodologia de avaliação das necessidades uma abordagem qualitativa, que envolveu seis adolescentes e três técnicos. Recorreu-se a grupos focais (aos adolescentes) e entrevistas semi-directivas (aos técnicos), como técnicas de recolha de dados, procedendo-se depois à análise de conteúdo. Esta avaliação indicou como relevantes o desenvolvimento de competências nas seguintes áreas: saúde e higiene pessoal; gestão doméstica; gestão e aplicação de recursos; gestão do tempo; expressão das emoções; relações interpessoais; comunicação; e resolução de problemas e conflitos. O projecto foi desenhado de acordo com o modelo lógico. No que se refere às actividades, são propostas sessões de grupo: “Aprender a Ser”...

Grupos de promoção à saúde no desenvolvimento da autonomia, condições de vida e saúde

Santos,Luciane de Medeiros dos; Da Ros,Marco Aurélio; Crepaldi,Maria Aparecida; Ramos,Luiz Roberto
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2006 PT
Relevância na Pesquisa
86.08%
O artigo apresenta a metodologia dos Grupos de Promoção à Saúde, concebida como um instrumento capaz de contribuir com o desenvolvimento da autonomia e condições de vida e saúde. O método é identificado como uma intervenção coletiva e interdisciplinar de saúde, constituída por um processo grupal e orienta para o desenvolvimento de atitudes e comportamentos direcionados à transformação contínua do nível de saúde e condições de vida dos seus participantes. Os Grupos são identificados no contexto do Sistema Único de Saúde como uma prática que contribui com a superação do modelo biomédico. Desenvolvem ações em que a saúde é tomada em sua positividade, ao mesmo tempo em que podem servir ao atendimento da demanda de assistência a idosos nos sistemas de saúde.

Uma proposta de ensino e aprendizagem de Língua Inglesa integrada ao uso das TICS para o desenvolvimento da autonomia dos aprendizes

Silva, Francisco Alan da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Estudos da Linguagem; Linguística Aplicada; Literatura Comparada Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Estudos da Linguagem; Linguística Aplicada; Literatura Comparada
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
85.96%
This study focuses on the teaching and learning of English based on a new theoretical perspective concerning the Zone of Proximal Development (ZPD), which points to the apprehension of metacognitive processes as the way to reach learning autonomy. The theoretical set underline this study is those of a new pedagogy based on the symbiosis of Bruner‟s (2002) and Freire‟s (2009) concepts and in the metacognitive theory. In a social context dominated by the Communication and Information Technologies (CIT), the integration between teacher and learners with the support of the internet has been used as the way to operationalize this new emergent proposal of the theoretical perspectives. The analyses have been conducted through Systemic and Integral Action Research. The results at the end of this study corroborate our hypothesis that the enlargement of spontaneous knowledge of the learners can facilitate the understanding of scientific concepts, stimulating their metacognition and thus promoting their autonomy.; Este trabalho trata de um estudo sobre o ensino-aprendizagem de língua inglesa baseado em uma Noção Expandida da Zona de Desenvolvimento Proximal (NEZDP) que tem seu viés voltado para a conscientização dos processos metacognitivos como forma de alcançar a autonomia na aprendizagem. Faz parte desse conjunto teórico...

Promoção da saúde: estratégias para a autonomia e qualidade de vida do sujeito com diabetes; Health promotion : strategies for autonomy and quality of life for a person with diabetes

Silva, José Adailton da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Saúde da Família no Nordeste; Saúde da Família Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Saúde da Família no Nordeste; Saúde da Família
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
86.33%
O diabetes é uma doença crônico-degenerativa de grande prevalência na população mundial configurando-se enquanto sério problema de saúde pública. Por ser crônico exige dos sujeitos autocuidado e autogoverno longitudinal. A autonomia, por sua vez, é um direito fundamental e também um dos princípios da bioética mais discutidos na atualidade. Seu conceito é complexo e leva em conta a vida experimentada ao longo dos anos. Quando a discussão sobre autonomia se trata de diabetes, a dependência do outro e os conflitos no controle da doença, diante de novas regras e estilos de vida, nem sempre condizentes com os valores dos pacientes, torna-a fragilizada. Embora a autonomia seja claramente parte integrante do tratamento e alicerce para uma vida digna e de qualidade, observamos que os sujeitos se tornam ainda mais dependentes dos serviços de saúde, quando se deparam com o diagnóstico e não têm confiança para tomar suas próprias decisões diante da patologia limitadora. Por isso, há a necessidade dos serviços de atenção primária à saúde traçarem estratégias para promover a saúde desses sujeitos. Os Grupos de Promoção da Saúde são estratégias recentemente utilizadas para influenciar no nível de autonomia dos sujeitos...

De vulneráveis a empreendedoras : os limites da promoção da autonomia econômica das mulheres no Brasil; From vulnerable to enterpreneurial : the limits of promoting women's economic autonomy in Brazil

Débora de Fina Gonzalez
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 02/09/2013 PT
Relevância na Pesquisa
86.09%
A presente pesquisa tem como objetivo apreender os avanços e limites dos programas de geração de trabalho e renda para as mulheres no Brasil, desenvolvidos ao longo da última década a partir da Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres, em âmbito nacional, e da Secretaria de Políticas para as Mulheres de Pernambuco, no nível estadual. Tendo em vista o recente processo de abertura à absorção de demandas históricas dos movimentos feministas e de mulheres nos discursos institucionais e na elaboração de políticas públicas por meio destes organismos, a pesquisa propõe analisar em que medida a abertura estatal à participação destes movimentos sociais têm influenciado na elaboração e aplicação de ações e políticas públicas no contexto nacional e, ainda, de que forma os programas desenvolvidos nesta conjuntura têm se concretizado enquanto medidas efetivas de promoção dos direitos das mulheres e de combate às desigualdades de gênero no país. A análise das ações voltadas à promoção da autonomia econômica das mulheres revelou profundas distâncias entre as propostas, discursos e práticas políticas, evidenciando a fragilidade dos modelos e das estratégias adotadas no âmbito de geração de trabalho e renda para as mulheres e os inúmeros desafios e entraves ao processo de consolidação da perspectiva de gênero nas políticas públicas no Brasil.; This research aims to apprehend the advances and constrains of the state programs to generate employment and income for women in Brazil...

Promoção da autonomia da mulher na saúde da família

Durand, Michelle Kuntz
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 104 p.| tabs
POR
Relevância na Pesquisa
76.17%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Enfermagem; Introdução: Este estudo teve como objetivo compreender se a Consulta de Enfermagem está voltada para ações de Promoção da Saúde que propiciam a autonomia das mulheres na Saúde da Família. Utilizaram-se como sustentação os princípios teóricos da Promoção da Saúde aliados as concepções de Paulo Freire. Método: Trata-se de uma pesquisa com abordagem qualitativa articulada com Itinerário de Pesquisa de Paulo Freire, que consiste de três momentos dialéticos: investigação temática; codificação e descodificação; desvelamento crítico. A trajetória do estudo se desenvolve no interior do Círculo de Cultura a partir do Método Paulo Freire no qual busca compreender através da Consulta de Enfermagem a autonomia das mulheres em suas diversas perspectivas. Vislumbrar sua individualidade como ser humano e empoderando-as para alcançar saúde e melhor qualidade de vida. A pesquisa foi realizada em um Centro de Saúde do município de Florianópolis entre os meses de maio a julho de 2011. Constituíram-se seis Círculos de Cultura com aproximadamente duas horas de duração...

O papel do adulto na promoção da autonomia da criança

Varela, Marina Sofia Esperança
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /07/2014 POR
Relevância na Pesquisa
76.07%
Relatório da Prática Profissional Supervisionada Mestrado em Educação Pré-Escolar; Este relatório enquadra-se na unidade curricular Pratica Profissional Supervisionada, do Mestrado em Educação Pré-Escolar e é produto de todo o trabalho desenvolvido em dois contextos diferentes – Creche e Jardim-de-Infância. É objetivo deste trabalho refletir sobre a intervenção desenvolvida em ambos os contextos educativos, assim como sobre todas as aprendizagens decorrentes da mesma com as respetivas especificidades que cada contexto socioeducativo em que realizei a PPS. Ao longo do período de Prática Profissional Supervisionada surgiu uma problemática que se tornou, para mim, muito significativa- “o papel do adulto na promoção da autonomia da criança.”- que dá o título a este relatório. A problemática identificada evidencia os diferentes momentos e práticas que potenciam o trabalho da autonomia ao longo da infância. Esta problemática surgiu no decorrer da prática realizada, no contexto de Creche, com as crianças, famílias e equipas educativas dos contextos de Creche com idades compreendidas entre os dezoito e os vinte e quatro meses e, no contexto de Jardim-de-Infância, com crianças com idades compreendidas entre os cinco e os seis anos...

A promoção da autonomia numa sala do movimento da escola moderna

Henriques, Rafael da Silva
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /07/2015 POR
Relevância na Pesquisa
86.19%
Relatório da Prática Profissional Supervisionada Mestrado em Educação Pré-Escolar; Este relatório pretende refletir a ação desenvolvida em Creche e Jardim de Infância durante a Prática Profissional Supervisionada do Mestrado de Educação Pré-escolar. A Promoção da Autonomia numa sala do Movimento da Escola Moderna é o título do relatório e representa o tema que aqui se aprofunda. A necessidade de aprofundar este tema surge durante a Prática Profissional Supervisionada em Jardim de Infância devido ao facto de uma das principais intenções presentes neste contexto ser a promoção de crianças autónomas. Para se perceber melhor o tema, foram analisadas/refletidas três questões, sendo elas: “o que é a autonomia”, “formas de promover a autonomia” e “para que é que queremos crianças autónomas”. Na investigação sobre a prática, foram utilizadas como técnicas de recolha de dados os inquéritos por questionário, a observação participante, o registo fotográfico e a consulta documental. Para a execução deste relatório final, foi feita uma triangulação de diversas fontes de informação, como por exemplo, os questionários feitos aos pais e à educadora cooperante, as notas de campo, os documentos estruturantes das instituições (projetos educativos de escola e os projetos curriculares de sala) e as referências bibliográficas. Por último...

O contributo das rotinas diárias para a promoção da autonomia das crianças na creche e no jardim-de-infância

Gonçalves, Andreia Filipa Rodrigues
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /12/2015 POR
Relevância na Pesquisa
76.14%
O presente relatório de projeto de investigação funda-se num estudo transversal aos contextos nos quais foram desenvolvidos os estágios de creche e de jardim-de-infância, no âmbito do Mestrado em Educação Pré-Escolar. A temática em estudo centra-se na promoção da autonomia das crianças e a metodologia qualitativa utilizada posiciona-se no âmbito da investigação-ação. O método de recolha de informação apoia-se na observação participante e análise documental, complementado com reflexões cooperadas e articulado com as situações experienciadas nos contextos. Partindo das observações efetuadas e das intervenções realizadas, serão interpretados, recorrendo a fundamentação teórica, alguns aspetos referentes ao contributo das rotinas diárias na promoção da autonomia das crianças. A intervenção incide em otimizar a organização das rotinas de forma a criar condições favoráveis ao desenvolvimento da autonomia das crianças na creche e no jardim-de-infância. Possibilita também a construção de relações entre as crianças e criança-adulto, bem como o sentido de participação e responsabilidade. Todo este processo de implementação de melhorias implica uma ação reflexiva das práticas e uma atenção sobre as necessidades e interesses das crianças.; This research project report is based on a transversal study to the contexts in which the teaching practise in a day nursery and kindergarten occurred. The subject-matter in study focuses on the promotion of children’s autonomy and the qualitative methodology is considered as a research-action methodology. The method of gathering information is based on the direct observation and documental analysis...

Grupos de promoção à saúde no desenvolvimento da autonomia, condições de vida e saúde; Health promotion groups for improving autonomy, living conditions and health

Santos, Luciane de Medeiros dos; Da Ros, Marco Aurélio; Crepaldi, Maria Aparecida; Ramos, Luiz Roberto
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/04/2006 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
76.07%
O artigo apresenta a metodologia dos Grupos de Promoção à Saúde, concebida como um instrumento capaz de contribuir com o desenvolvimento da autonomia e condições de vida e saúde. O método é identificado como uma intervenção coletiva e interdisciplinar de saúde, constituída por um processo grupal e orienta para o desenvolvimento de atitudes e comportamentos direcionados à transformação contínua do nível de saúde e condições de vida dos seus participantes. Os Grupos são identificados no contexto do Sistema Único de Saúde como uma prática que contribui com a superação do modelo biomédico. Desenvolvem ações em que a saúde é tomada em sua positividade, ao mesmo tempo em que podem servir ao atendimento da demanda de assistência a idosos nos sistemas de saúde.; This article presents the methodology of Health Promotion Groups, which were conceived as a means of contributing towards developing autonomy, improving living conditions and promoting health. The method is identified as a collective and interdisciplinary health intervention, consisting of a group process. It guides the development of attitudes and behavioral patterns towards continually transforming participants' health levels and living conditions. The Health Promotion Groups are identified within the context of the National Health System (Sistema Único de Saúde) as a means of surpassing the biomedical model. It stimulates the development of actions in which the positive aspects of health are emphasized...

Autonomy of action among elderly women on physical activity programs in Brazil and Belgium: a comparative study; Estudo comparativo da autonomia de ação de idosas participantes de programas de atividade física no Brasil e Bélgica

Farinatti, Paulo de Tarso Veras; Laboratório de Atividade Física e Promoção da Saúde (LABSAU), Universidade; Assis, Bruno Ferreira da Costa Blois de; Laboratório de Atividade Física e Promoção da Saúde (LABSAU), Universidade; Silva, Nádia Souza
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; "Avaliado por Pares",; ; Avaliado por Pares; Descritivo Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 18/07/2008 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
76.12%
http://dx.doi.org/10.5007/1980-0037.2008v10n2p107Autonomy of action is important for quality of life. This study compared the autonomy of action of elderly female participants on physical activity programs in Brazil (IMMA, n=47, age=75±5 years) and Belgium (ISEPK, n=77; age=69±7 years), using the Senior System for Evaluation of Autonomy of Action (SysSen). The SysSen is composed of a questionnaire (QSAP) about the aerobic power and upper limb strength needed for a life perceived as autonomous, and a fi eld test (TSMP), in which the subject walks 800 m carrying predetermined loads. The QSAP results are used to calculate an Index of Expressed Autonomy (IAE) and the TSMP to calculate an Index of Potential Autonomy (IAP). The ratio of IAP to IAE then gives an Index of Autonomy of Action (IAP/IAE=ISAC). An ISAC of 1.0 or more defi nes the subject as independent. IMMA and ISEPK data were compared with ANOVA for repeated measures or Friedman ANOVA, depending on distribution (p<.05). The results revealed that: a) the IAP was lower for women on the IMMA than for those on the ISEPK, whereas their needs in terms of physical activities (IAE) were similar; b) Most of the IMMA subjects had ISAC<1.0, in contrast with those on the ISEPK program; c) In both groups...

Grupos de promoção à saúde no desenvolvimento da autonomia, condições de vida e saúde

Santos,Luciane de Medeiros dos; Da Ros,Marco Aurélio; Crepaldi,Maria Aparecida; Ramos,Luiz Roberto
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2006 PT
Relevância na Pesquisa
86.08%
O artigo apresenta a metodologia dos Grupos de Promoção à Saúde, concebida como um instrumento capaz de contribuir com o desenvolvimento da autonomia e condições de vida e saúde. O método é identificado como uma intervenção coletiva e interdisciplinar de saúde, constituída por um processo grupal e orienta para o desenvolvimento de atitudes e comportamentos direcionados à transformação contínua do nível de saúde e condições de vida dos seus participantes. Os Grupos são identificados no contexto do Sistema Único de Saúde como uma prática que contribui com a superação do modelo biomédico. Desenvolvem ações em que a saúde é tomada em sua positividade, ao mesmo tempo em que podem servir ao atendimento da demanda de assistência a idosos nos sistemas de saúde.