Página 1 dos resultados de 762 itens digitais encontrados em 0.059 segundos

A educação ambiental no Ensino Básico: valores e atitudes ambientalistas de jovens

Santos, Maria de Fátima Almendra
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Educação Publicador: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Educação
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
76.04%
A Educação Ambiental é uma área que tem vindo a ganhar importância no mundo actual, sendo atribuída à escola um enorme papel na aquisição dos conhecimentos, das competências, das atitudes e dos valores para uma cidadania consciente e responsável. O propósito do presente trabalho consiste em saber, por um lado, de que forma os jovens entendem e valorizam a sua relação com a natureza e que valores lhe estão subjacentes e, por outro, que relação existe entre as atitudes e os valores dos jovens face ao ambiente e as variáveis de controlo: ano, idade, sexo, local de residência, média das classificações obtidas, número de reprovações e posição social, dado que o conhecimento, por si só, não constitui garantia de envolvimento pessoal. Com efeito, a aquisição de valores facilitadores da protecção e valorização ambiental, em consonância com um Novo Paradigma Ecológico, passa necessariamente pela promoção desses mesmos valores, quer na escola, quer ao nível das outras instituições, pois toda a sociedade participa activamente na educação dos cidadãos. Ao longo deste trabalho procuramos fazer uma síntese desses aspectos no pressuposto de os programas e os projectos educativos de escola...

A pertinência de projectos de intervenção sócio-educativa no âmbito do estágio: um estudo a partir de um grupo de ex-estagiários da licenciatura de educação social da ESE-IPB

Santos, Graça
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Educação Publicador: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
86.12%
A edificação de uma sociedade inclusiva baseada numa cidadania participativa e responsável implica a necessidade de envolver os cidadãos na resolução de problemas de carácter individual e social. No sentido de promover a mudança, a elaboração de projectos assume um papel preponderante na intervenção sobre a realidade social. A dinamização de projectos de intervenção sócio-educativa constitui uma questão relevante no âmbito da formação de Educadores Sociais. Estes profissionais revelam um perfil multifacetado, dinâmico e flexível, dominando conhecimentos e práticas necessárias para o exercício de diversas funções. No contexto da gestão e avaliação de projectos importa valorizar a importância da planificação estratégica. O estudo realizado incidiu sobre uma amostra constituída por ex-estagiários do curso de licenciatura em Educação Social da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Bragança. O principal objectivo consistiu em averiguar a percepção deste grupo acerca da pertinência de projectos de intervenção sócio-educativa no âmbito do estágio, destacando os elementos fundamentais para a sua elaboração. A metodologia adoptada consistiu na administração de um questionário construído para este efeito.

A disciplina de educação visual e tecnológica em contexto escolar de diversidade cultural

Queirós, Luís Manuel da Silva
Fonte: Universidade Aberta de Portugal Publicador: Universidade Aberta de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2007 POR
Relevância na Pesquisa
86.19%
Dissertação de Mestrado em Relações Interculturais apresentada à Universidade Aberta; Resumo - O estudo realizado enquadrou-se na área disciplinar de Educação Visual e Tecnológica, leccionada no 2º ciclo do ensino básico e a sua relação programática com a diversidade cultural, ou seja, como pode abranger no seu currículo questões relativas à diversidade cultural em contexto escolar. Teve como questão de partida: Como está a ser leccionada a disciplina de Educação Visual e Tecnológica em contexto escolar marcado pela Diversidade Cultural? Deste ponto de partida, surgem outras questões que ajudam a operacionalizar o problema: • O programa da disciplina de Educação Visual e Tecnológica é flexível de forma a responder às exigências de uma educação que promova a diversidade cultural? • Que estratégias estão a ser utilizadas na disciplina de Educação Visual e Tecnológica, no desenvolvimento do currículo em escolas com grande diversidade cultural? Utilizou-se uma metodologia de estudo de caso qualitativo em quatro escolas da Área Metropolitana de Lisboa e, como técnica de recolha de dados a entrevista a oito professores da disciplina de Educação Visual e Tecnológica que leccionam nas quatro escolas seleccionadas. Bem como a análise e comentário dos Projectos Educativos e a sua abordagem à diversidade cultural. Da análise dos Projectos Educativos verificou-se que reconheciam a diversidade cultural como característica das escolas e apontavam estratégias de actuação nesse sentido...

O teatro como disciplina de educação artística : um projeto na Escola Básica e Secundária da Ponta do Sol

Abreu, José Gouveia
Fonte: Universidade Aberta de Portugal Publicador: Universidade Aberta de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
85.81%
Dissertação de Mestrado em Arte e Educação apresentada à Universidade Aberta; O objeto de estudo desta pesquisa centra-se no Teatro como Disciplina de Educação Artística: um projeto na Escola Básica e Secundária da Ponta do Sol, que durante dez anos letivos esteve em funcionamento no 3.º ciclo do ensino básico. A questão principal da pesquisa foi formulada da seguinte forma: – Qual é o significado atribuído pelos alunos da Escola Básica e Secundária da Ponta do Sol à sua experiência na disciplina de Teatro, entre 2003 e 2012? Esta pesquisa incide portanto num contexto educativo formal, descrevendo os aspetos de fundamentação, conceção, implementação, retroação e avaliação deste projeto com grupos de alunos que frequentaram a disciplina de Teatro, no período de 2003 até 2012. O trabalho empírico assenta numa metodologia qualitativa de ação-investigação, pós -facto, tendo como estrutura orientadora o modelo de Relação Pedagógica de Renald Legendre (1993, 2005). Esta metodologia permitiu-nos apreender e reconstituir as narrativas vivenciais das viagens artísticas e teatrais realizadas em contexto de sala de aula e extra sala de aula, com alunos/sujeitos de 7.º, 8.º e 9.ºanos de escolaridade. Esta narrativa foi construída...

Desenvolvimento e implementação de projectos de Educação Sexual : análise das dimensões biológica, psicológica e social da sexualidade

Marinho, Susana; Anastácio, Zélia; Carvalho, Graça Simões de
Fonte: Associação para a Investigação e Desenvolvimento Sócio-Cultural (AGIR) Publicador: Associação para a Investigação e Desenvolvimento Sócio-Cultural (AGIR)
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /05/2011 POR
Relevância na Pesquisa
86.12%
Em Portugal, a temática da Educação Sexual (ES) em Meio Escolar foi mais uma vez e recentemente alvo de regulamentação, a qual voltou a reforçar a sua obrigatoriedade desde o 1º até ao 12º ano de escolaridade. Para o Grupo de Trabalho em Educação Sexual (GTES) a ES deve não só prevenir os comportamentos de risco, mas também promover a qualidade das relações interpessoais, a qualidade da vivência da intimidade e a contextualização destas na sua raiz cultural e socio-histórica. Assim, o Relatório Final apresentado pelo GTES (2007) menciona que os programas de ES não devem basear-se apenas numa vertente médico-sanitária, mas ajudar os alunos a desenvolverem qualidades que lhes permitam encontrar uma conduta sexual que contribua para a sua realização como pessoas. Alguns estudos (Goldman, 2010; Kirby, 2006; Schaalma et al, 2004; Starkman et al, 2002; Unesco, 2009) analisaram diversos projectos de ES e concluíram que os orientados numa perspectiva bio-psico-social promoviam com maior sucesso a mudança de comportamentos de risco e contribuíam para o desenvolvimento de competências pessoais e sociais. Com este trabalho pretendemos analisar conteúdos e características de Projectos de Educação Sexual implementados em diversos países (Chipre...

Projectos de educação para a sustentabilidade no contexto académico : dois exemplos apresentados na unidade curricular “Cidadania e Ambiente”

Costa, Francisco da Silva; Vieira, António A. B.; Mendes, António P.; Pinheiro, Catarina I. A.; Lange, Emily; Vieira, Maria José O.; Moura, Miguel A. C.; Gomes, Patrícia R.; Pereira, Pedro D. M.; Costa, Teresa S. S.
Fonte: Universidade do Minho. Núcleo de Investigação em Geografia e Planeamento (NIGP) Publicador: Universidade do Minho. Núcleo de Investigação em Geografia e Planeamento (NIGP)
Tipo: Trabalho em Andamento
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
86%
Série Educação 2009/21; No âmbito da parte prática da Unidade Curricular de “Cidadania e Ambiente” do segundo ano do curso de Geografia e Planeamento da Universidade do Minho, foram apresentados vários projectos de educação ambiental, sendo dois destes, seleccionados para o concurso AGIR-AMBIENTE da Fundação Calouste Gulbenkian- Este artigo descreve os principais aspectos relacionados com os projectos “Butes Carona” e “À Volta da Horta”, e sua articulação com os formulários de candidatura solicitados no âmbito do programa referido, reflectindo sobre a importância deste tipo de metodologia de aprendizagem no quadro académico.; In the practical lessons of Citizenship and Environment, a 2nd year subject of the Geography and Planning degree at the Minho University, various environmental education projects were presented. From these, two were selected to participate in the AGIR-AMBIENTE competition of the Calouste Gulbenkian Foundation. This article describes the main aspects related with the “Butes Carona” and “À volta da Horta” projects, as well as how it links in with the application forms requested within the referred program, reflecting on the importance of this kind of learning methodology in the academic context.

Educação assistida por animais : intervenção em crianças com alterações de comportamento

Mascarenhas, Ãngela Maria Dias de Vilhena e
Fonte: Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti Publicador: Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
85.81%
A realização deste estudo terá a intenção de levantar a possibilidade e verificar a exequibilidade da implementação de projectos / programas de Intervenções Assistidas por Animais / Educação Assistida por Animais enquanto estratégia pedagógica no actual contexto educativo. Neste caso particular, a problemática sobre a qual se irá incidir é as Perturbações de Comportamento. No quotidiano das escolas sente-se a dificuldade em trabalhar com crianças que se inserem nos perfis destas perturbações, para os quais as habituais medidas para combater a indisciplina raramente surtem efeito e os apoios a nível do desenvolvimento, social, emocional ou cognitivo são escassos ou nenhuns. No campo das IAA procura-se dar a conhecer aos agentes educativos que estas actividades não se limitam às práticas mais conhecidas mas que exigem mais recursos (como a hipoterapia por exemplo). Foi neste sentido que se implementou um programa de Educação Assistida por Animais numa EB1 localizada num meio sócio-culturalmente desfavorecido, envolvendo uma turma de 1º/2º ano com alunos com problemas de comportamento observáveis. Os resultados focam as transformações nos comportamentos dos alunos e a forma como isso pode afectar o seu desenvolvimento em múltiplas dimensões. O êxito do projecto manifestou-se também no interesse despertado na comunidade educativa; The ambition of this study is to verify the possibility and achievability to develop Animal Assisted Interventions and Animal Assisted Education programs as an educational strategy in the current educational context. In this particular case...

Projectos de educação não formal : actividades de animação de tempos livres

Quaresma, Ângela Maria Jesus, 1984-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
76.12%
Relatório de estágio de mestrado, Ciências da Educação (Formação de Adultos), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação, 2009; Os anexos encontra-se no CD apenso ao volume em papel.; O presente relatório descreve todo um trabalho realizado durante nove meses de estágio curricular, desenvolvido na empresa Plenamente: Eventos e Serviços Educativos, Lda. Teve como principais objectivos participar nas iniciativas em curso da empresa e elaborar um programa de Educação para a Cidadania e um de Expressão Plástica, ambos a desenvolver no âmbito do Programa de Actividades de Enriquecimento Curricular. A participação nas iniciativas em curso da empresa deu origem a outros projectos, referidos ao longo do documento. No fim, todas as tarefas realizadas tiveram como intuito a dinamização e enriquecimento dos tempos livres. Para o desenvolvimento dos programas realizaram-se algumas pesquisas teóricas de acordo com os temas tratados em cada um. Posteriormente tratou-se da planificação de actividades e descrição dos respectivos procedimentos técnicos que cada uma implicava. As metodologias utilizadas para o desenvolvimento dos projectos foram as “dinâmicas de grupo” e “técnicas de expressão plástica”. Alguns dos projectos implicaram a organização de sessões de formação para os monitores/animadores. A realização prática dessas sessões ocorreu em dois dos projectos. Para a formação de monitores foram utilizadas metodologias activas e participativas...

A importância dos projectos de vida na qualificação para a integração social

Serras, Andreia Isabel Monteiro
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
76.03%
Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia da Educação e da Orientação), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2011; A tarefa de vencer o atraso histórico de Portugal em matéria de qualificações colocou a educação vocacional e a educação de adultos no centro das prioridades da política educativa portuguesa. Esta aposta reflecte-se hoje na adesão das pessoas e das instituições à Iniciativa Novas Oportunidades, na qual se inserem diversas ofertas formativas. Com este trabalho, pretende-se analisar os projectos de vida e a integração dos adultos certificados no processo de reconhecimento de competências, assim como compreender a valorização atribuída por parte das empresas. Realizaram-se inquéritos aos adultos certificados e às empresas que têm protocolo com o Centro Novas Oportunidades da Associação Comercial e Industrial da Figueira da Foz. Participaram neste estudo cinquenta e um adultos certificados e doze empresas que colaboram com este Centro Novas Oportunidades. Os resultados encontrados permitem-nos concluir que as pessoas que frequentaram os processos de reconhecimento, validação e certificação de competências têm vindo a apresentar percepções positivas sobre o impacto do processo de validação nos seus diversos contextos de vida. Ao nível pessoal...

Percursos escolares e projectos de vida dos jovens: um estudo de caso num bairro social da cidade de Lisboa

Marques, Andreia Mora Garcia
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
75.99%
Mestrado em Sociologia; A sociedade educativa enfrenta hoje mudanças e desafios significativos. Um deles é a necessidade e a urgência em combater os (ainda) persistentes fenómenos de insucesso e abandono escolar precoce. Em Portugal, têm sido desenvolvidas, nos últimos anos, políticas específicas visando contrariar os referidos fenómenos, procurando-se, assim, equiparar os níveis de qualificação da população portuguesa aos da média europeia. No quadro das políticas que têm vindo a ser adoptadas destaca-se a diversidade de modalidades de educação e formação, que possibilitam uma multiplicidade de percursos alternativos ao ensino regular. Com o objectivo de perceber a influência que o percurso escolar dos jovens tem nos seus projectos de vida, desenvolveu-se a presente investigação, assente num estudo de caso, que envolveu jovens residentes num bairro social da cidade de Lisboa, com percursos escolares diversificados. Os resultados apontaram para uma relação entre o percurso escolar, que foi desdobrado em variáveis caracterizadoras (escolaridade completa, número de retenções, abandono escolar precoce e a frequência de modalidades de educação e formação), e os projectos de vida dos jovens, diferenciados nas dimensões escolar...

Contributos para a educação ambiental no Pré- Escolar: promoção de parcerias comunitárias no planeamento de um projecto de educação não-formal a implementar no Parque das Conchas e dos Lilases - Lumiar

Carrega, Mariana de Lima Teixeira Neves
Fonte: Universidade Nova de Lisboa Publicador: Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /10/2014 POR
Relevância na Pesquisa
75.98%
Na década que foi proclamada como a “Década da Educação para o Desenvolvimento Sustentável” (DEDS), a sensibilização para a problemática ambiental deverá assumir crescente importância e ser desenvolvida o mais precocemente possível, no sentido de se contribuir para melhorar a “literacia ambiental”. Pretende-se que esta possa concorrer para uma elevada competência de acção e participação, atendendo à mudança de atitudes e aquisição de valores pró-ambientais. No presente trabalho de investigação pretendemos planificar um Projecto a que chamamos “EcoConchas”- Centro de Recursos de Educação Ambiental, a desenvolver no Parque da Quinta das Conchas e dos Lilases, Freguesia do Lumiar, Lisboa, com o intuito de promover a consciência para a Educação Ambiental (EA) em crianças do Ensino Pré-escolar. Queremos ainda averiguar se um Projecto de Educação Ambiental, de carácter não-formal, poderá ser facilitador da criação de sinergias entre um espaço verde, famílias, escolas, agentes de Administração Local e Regional (Junta de Freguesia, CML) e Organismos Públicos (como a Agência Portuguesa do Ambiente). Partimos de um breve historial relativo à EA, delimitando o tema atendendo à sua abordagem na Infância...

Estudos Curriculares: das teorias aos projectos de escola

Pacheco,José Augusto; Pereira,Nancy
Fonte: Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais Publicador: Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2007 PT
Relevância na Pesquisa
85.91%
Desde a sua génese até à actualidade, o campo de Estudos Curriculares tem sido marcado pela divergência de argumentos, situados tanto no plano dos discursos académicos quanto no terreno das práticas escolares. Se a desordem conceptual, sobretudo entre tradicionalistas e reconceptualistas, tem originado uma pluralidade de escritos, redigidos em diferentes contextos (social, económico, cultural, político e ideológico), as práticas curriculares têm seguido um percurso quase único, ditado por normas e regras nem sempre fáceis de alterar. Com este texto pretendemos retomar a discussão sobre as teorias do currículo, confrontando, de um lado, a teoria de instrução e a teoria crítica, num debate que ainda se trava entre neotylerianos e neoreconceptualistas, ou entre tradicionalistas e reconceptualistas, e, de outro, a dissonância entre discursos e práticas de construção do currículo ao nível da realidade portuguesa. Sobre este último aspecto, argumentaremos que os projectos de escola estão mais próximos da teoria de instrução do que da teoria crítica, na medida em que resultados de investigação permitem concluir que são projectos essencialmente administrativos e burocráticos, obedecendo a uma lógica de normatividade...

Interacção e conhecimento: A história de um projecto singular

Ventura, Cláudia; Universidade Nova de Lisboa, Faculdade de Ciências e Tecnologia, Unidade de Investigação Educação e Desenvolvimento; César, Margarida; Universidade de Lisboa, Instituto de Educação; Matos, José Manuel; Universidade Nova de Lisb
Fonte: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém Publicador: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 12/01/2014 POR
Relevância na Pesquisa
85.82%
O projecto Interacção e Conhecimento estudou e promoveu interacções sociais, nomeadamente entre pares, criando cenários de educação formal mais inclusivos e interculturais, contribuindo para o sucesso escolar, particularmente em matemática (César, 2009, in press a). A aprendizagem é histórica e culturalmente situada (Lave & Wenger, 1991; Vygostsky, 1934/1986) pelo que, em cenários de educação formal, o professor deve promover uma (re)distribuição do poder pelos diversos agentes educativos, incluindo os alunos, permitindo que todos tenham voz(es) que seja(m) ouvida(s), tornando-se participantes legítimos naquela comunidade de aprendizagem (César, 2013a, 2013b). O trabalho colaborativo, associado a um contrato didáctico coerente, torna-se uma forma de trabalho, em aula, que privilegia o desenvolvimento de mecanismos de inter-empowerment que, ao darem origem a mecanismos de intra‑empowerment, contribuem para que os alunos construam trajectórias de participação ao longo da vida pautadas por transições menos conflituosas e associadas a experiências de sucesso escolar (César, 2013a, in press b). Durante os 12 anos de existência formal, o IC recorreu a três designs: estudos quasi‑experimentais, projectos de investigação-acção e estudos de caso. O corpus empírico recolhido pela sua equipa permite que...

Editorial: Dialogismo(s) e construção de conhecimento

Hamido, Gracinda; Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém; Centro de Investigação em Educação, Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa; César, Margarida; Centro de Investigação em Educação, Faculdade de Ciên
Fonte: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém Publicador: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 05/04/2012 POR
Relevância na Pesquisa
85.81%
O presente número da revista Interacções, com o tema “A construção de conhecimento enquanto empreendimento dialógico/interactivo”, tem como objectivo reunir cientistas e práticos de várias disciplinas/áreas científicas e tecnológicas, promovendo a apresentação e discussão de projectos de investigação recentes ou em curso, acerca do papel das interacções/relações dialógicas na construção do conhecimento. Pretende-se apresentar evidências e elaborações/discussões teóricas, a partir de vários campos de investigação e de prática, acerca do papel das relações de natureza dialógica (intra e inter individuais e comunitárias) nos processos de aprendizagem/desenvolvimento/mudança implicados na construção e apropriação de conhecimento. Pretende-se também explorar e clarificar algumas implicações educacionais e societárias desses processos, pressupondo que eles podem ser observados em vários contextos (escolas e outras organizações, comunidades, contextos profissionais, pessoais e interpessoais, entre outros) e analisados através de diferentes quadros de referência teóricos e metodológicos (Educação, Psicologia, Sociologia, Antropologia, História, Ciência, Artes, entre outros).

Editorial: Dialogismo(s) e construção de conhecimento II

Hamido, Gracinda; Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém; Centro de Investigação em Educação, Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa; César, Margarida; Centro de Investigação em Educação, Faculdade de Ciên
Fonte: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém Publicador: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 05/04/2012 POR
Relevância na Pesquisa
85.81%
Este é o segundo de um número duplo da revista Interacções, com o tema "A construção de conhecimento enquanto empreendimento dialógico/interactivo". O objectivo deste número duplo é reunir cientistas e práticos de várias disciplinas/áreas científicas e tecnológicas, promovendo a apresentação e discussão de projectos de investigação recentes ou em curso, acerca do papel das interacções/relações dialógicas na construção do conhecimento. Pretende-se apresentar evidências e elaborações/discussões teóricas, a partir de vários campos de investigação e de prática, acerca do papel das relações de natureza dialógica (intra e inter individuais e comunitárias) nos processos de aprendizagem/desenvolvimento/mudança implicados na construção e apropriação de conhecimento. Pretende-se também explorar e clarificar algumas implicações educacionais e societárias desses processos, pressupondo que eles podem ser observados em vários contextos (escolas e outras organizações, comunidades, contextos profissionais, pessoais e interpessoais, entre outros) e analisados através de diferentes quadros de referência teóricos e metodológicos (Educação, Psicologia, Sociologia, Antropologia, História, Ciência...

Educação para a sexualidade: as representações sociais das educadoras de infância

Monteiro, Nádia; Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém; Pereira, Vânia; Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém; Piscalho, Isabel; Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de San
Fonte: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém Publicador: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 06/04/2012 POR
Relevância na Pesquisa
76%
Este artigo reporta-se a um estudo que teve como objectivo investigar quais as representações sociais dos educadores de infância sobre a educação para a sexualidade na educação pré-escolar, especificamente nas seguintes dimensões: fontes de informação, informação, crenças, atitudes e intenções comportamentais. Metodologicamente, tratou-se de um estudo quantitativo e descritivo em que foi aplicado um questionário a uma amostra significativa de 86 educadoras de infância do concelho de Santarém, pertencentes a instituições da rede pública, privada e cooperativa. Como resultados mais significativos regista-se o facto de as inquiridas afirmarem que existe pouca (in)formação sobre esta temática na educação pré‑escolar. A falta de formação percepcionada pelas educadoras leva-as a sentirem‑se inseguras para iniciar actividades e projectos nesta área, uma vez que consideram que os manuais de sustentação teórica dão indicações/informações pouco claras sobre o tema e as oportunidades para os profissionais da educação se especializarem sobre os assuntos relacionados com a educação para a sexualidade são escassas. Afirmam, ainda, que as crianças que frequentam o jardim-de-infância têm por hábito colocar muitas questões sobre sexualidade...

Concepções ambientalistas dos professores : suas implicações em educação ambiental

Almeida, António José Correia de
Fonte: Universidade Aberta de Portugal Publicador: Universidade Aberta de Portugal
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2005 POR
Relevância na Pesquisa
86.1%
Tese de Doutoramento em Ciências da Educação na especialidade de Desenvolvimento Curricular apresentada à Universidade Aberta; Neste estudo identificam-se as concepções ambientalistas de docentes que se envolvem regularmente em projectos de Educação Ambiental (EA), partindo de um quadro teórico que destaca três perspectivas principais no modo de relação do ser humano com a natureza: o antropocentrismo (visão instrumental), o biocentrismo (reconhecimento do valor intrínseco dos outros seres vivos) e o ecocentrismo (atribuição de valor não instrumental a entidades holísticas, como os ecossistemas). De igual modo quisemos verificar a incidência destas mesmas perspectivas na fundamentação e objectivos dos projectos de EA que os professores implementam nas escolas. O quadro motivacional da presente investigação decorreu da possibilidade (suspeita) sugerida por vários autores de que os professores se limitam a transmitir, muitas vezes de forma impensada, uma perspectiva antropocêntrica de domínio da natureza, precisamente a responsável pela presente crise ambiental, tomando-se assim reféns do endoutrinamento dos alunos numa concepção estreita do ambientalismo. Para a verificação desta possibilidade, entrevistámos 60 professores dos diferentes ciclos de escolaridade não superior...

Avaliação de projectos de Educação Sexual na perspectiva da Promoção da Saúde

Marinho, Susana; Anastácio, Zélia; Carvalho, Graça Simões de
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /12/2010 POR
Relevância na Pesquisa
86.15%
Em Portugal a Lei n.º 60/2009 e a Portaria n.º 196-A/2010 estabelecem o regime de aplicação da educação sexual (ES) em meio escolar. Para o Grupo de Trabalho em Educação Sexual (GTES, 2007) a inclusão da sexualidade na área da saúde não a reduz a uma visão mecanicista, biológica e sanitarista. Antes, procura sublinhar o carácter fenomenológico, holístico e cultural de um conceito abrangente de saúde, como proposto pela OMS (1978, 2002). Diversos são os projectos de ES que se têm vindo a implementar nas escolas portuguesas, tornando-se deveras importante conhecer as características que tais projectos manifestam para que a sua implementação conduza a efectivas mudanças comportamentais, numa perspectiva de promoção da saúde. O presente trabalho tem em vista identificar os factores que contribuem para o sucesso destes projectos, tendo-se para o efeito adoptado a metodologia de análise documental de artigos científicos que apresentam a avaliação de projectos de ES, de documentos que avaliam o impacto e as características destes programas, bem como do documento International Technical Guidance on Sexuality Education (UNESCO, 2009). Da análise de vários projectos de ES com avaliação positiva, ressaltam algumas características comuns identificadas por Kirby et al (2006): são projectos que envolveram uma equipa pluridisciplinar; consideraram as necessidades e os recursos do grupo-alvo; utilizaram um modelo lógico de abordagem...

Género e o efeito da aprendizagem participativa e orientada para a acão no desenvolvimento da competência de acão em educação sexual

Rodrigues, Cristina de Jesus; Vilaça, Teresa
Fonte: Universidade do Minho. Instituto de Educação. Centro de Investigação em Educação (Cied) Publicador: Universidade do Minho. Instituto de Educação. Centro de Investigação em Educação (Cied)
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
85.84%
Os comportamentos de risco na adolescência tornam necessário o desenvolvimento de práticas inovadoras em projectos de educação sexual (ES) orientados para a acção que ponderem questões de género. Este estudo visou investigar se existem diferenças nas dimensões da competência de acção de rapazes e raparigas, do 7º ano de escolaridade, durante a aprendizagem participativa e orientada para a acção desenvolvida em grupos separados por sexo e mistos, nos temas de Educação Moral e Religiosa Católica relacionados com a ES. Com essa intenção, realizou-se um estudo de natureza qualitativa numa turma (n=24) com grupos de sexo diferente e noutra (n=23) com grupos mistos. No início do projecto, os/as alunos/as foram entrevistados em dois grupos focais e durante o projecto foi feita observação participante. Os resultados evidenciaram que as ideias iniciais foram apresentadas de forma mais clara nos grupos separados por sexo. Por outro lado, os grupos mistos tiveram uma melhor percepção sobre as diferenças de género nas causas e consequências dos problemas. Os grupos de raparigas foram mais reflexivos durante as actividades. Em relação à selecção dos problemas de saúde sexual e reprodutiva, nos grupos mistos...

Projecto de educação pelos pares em escolas do Porto durante o ano lectivo 2009/2010

Oliveira, Raquel; Vilaça, Teresa; Aguiar, Filomena Frazão de; Esteves, Carla; Cardoso, Elisabete P. C.; Ardachessien, Jaqueline; Ferreira, Maria João; Oliveira, Marina; Freitas, Teresa; Caetano, J. A. Machado
Fonte: Universidade do Minho. Centro de Investigação em Educação, Universidade do Minho (CIEd) Publicador: Universidade do Minho. Centro de Investigação em Educação, Universidade do Minho (CIEd)
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /11/2010 POR
Relevância na Pesquisa
85.83%
O Projecto Nacional de Educação pelos Pares, criado pela Fundação Portuguesa “A Comunidade Contra a Sida” visa a prevenção do VIH/SIDA e outros comportamentos de risco, através do desenvolvimento de projectos educativos implementados por voluntários universitários nos 7º e 8º anos de escolaridade. Estes estudantes universitários foram formados científica e pedagogicamente pela Fundação, e implementaram o projecto nacional de educação pelos pares com a supervisão de professores destacados para a FPCCS. Quando os alunos que iniciaram este projecto no 7º ano de escolaridade (12-13 anos) chegam ao 9º ano (14-15 anos), educam os seus pares dos 1º e 2º ciclos (6-11 anos) do ensino básico. A presente comunicação pretende discutir alguns dados recolhidos em seis escolas do porto envolvidas no Projecto Nacional de Educação pelos Pares, através de dois questionários de auto-resposta, designados "Sexualidade e SIDA", implementados no início do 1º e 2º anos de intervenção, que visam avaliar as necessidades de formação dos alunos nesta área. Os resultados obtidos mostraram que alguns alunos das escolas ignoram como prevenir a infecção pelo VIH e quais são os seus meios de transmissão. Por outro lado...