Página 1 dos resultados de 424 itens digitais encontrados em 0.085 segundos

Método para prognóstico da produtividade da mão-de-obra e consumo unitário de materiais: sistemas prediais hidráulicos.; Method for the prognosis of productivity and the unitary consumption of materials: hydraulic building systems.

Paliari, José Carlos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/01/2008 PT
Relevância na Pesquisa
176.09%
Este trabalho tem como objetivo a elaboração de um método para se prognosticar a produtividade da mão-de-obra na execução dos sistemas prediais hidráulicos e o consumo unitário de materiais destes sistemas em dois momentos distintos: fase de viabilidade do empreendimento (método simplificado) e na fase de anteprojeto ou projeto de arquitetura (método analítico). São apresentados os fundamentos que nortearam a elaboração do método proposto, envolvendo a conceituação sobre produtividade da mão-de-obra, consumo unitário de materiais e sistemas prediais. Além destes fundamentos teóricos, faz-se o detalhamento do método de coleta e processamento das informações para a obtenção destes indicadores, abordando o planejamento da coleta de dados, a coleta de dados propriamente dita e seu processamento. Os resultados sobre a produtividade da mão-de-obra são relativos a quatro canteiros de obras localizados no Estado de São Paulo, enquanto que os resultados sobre o consumo unitário de materiais são frutos da análise e levantamento de informações de 12 projetos de sistemas prediais hidráulicos de edifícios residenciais de múltiplos pavimentos. Como contribuição desta tese destaca-se a obtenção de indicadores de produtividade da mão-de-obra considerando as tarefas e subtarefas inerentes à execução dos sistemas prediais...

Cenarios tecnologicos e demanda da capacitação da mão-de-obra do setor agricola sucroalcooleiro paulista; Technological sceneries and demand of labor training by the sugarcane agricultural sector at the state of São Paulo

Terezinha de Fatima
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/02/2010 PT
Relevância na Pesquisa
145.96%
No Brasil, o setor sucroalcooleiro viveu um momento de grandes investimentos, impulsionado principalmente pelo aumento da frota de automóveis do tipo "flex fuel", e pela expectativa de aumento das exportações, considerando a meta de adição de etanol à gasolina no mundo todo. Governo e organizações privadas estão se conscientizando da necessidade de ações para aumentar a produção e a produtividade. Dentre tais medidas, estão a ampliação das áreas de plantio, a otimização do processo de plantio e colheita da cana-de-açúcar, bem como a otimização da produção de etanol. No entanto, as referidas medidas para elevar a produtividade implicam questões ambientais, econômicas, sociais e tecnológicas, ganhando expressão com o processo de mecanização. Este trabalho tem por objetivo analisar a qualificação de mão-de-obra no processo de implantação da mecanização do setor agrícola sucroalcooleiro. Para tanto, foram considerados quatro cenários de mecanização: Cenário I - Tradicional, Cenário II - Mecanizado, Cenário III - Informatizado e Cenário IV - Auxílio Mecânico, e o grau de qualificação da mão-de-obra requerida em cada um deles. Foram visitadas três usinas sucroalcooleiras, duas que representam o cenário I e uma unidade que representa o cenário II...

Qualidade e produtividade da mão-de-obra artesanal na produção do queijo coalho

Vasconcelos, Ana Lúcia da Silva
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: ii, 103 f.| tabs., mapas
POR
Relevância na Pesquisa
145.99%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção.; No Brasil, como nos demais países em processo de desenvolvimento, as condições de emprego da mão-de-obra tem constituído um problema sócio-econômico de grande relevância. Por ser o setor primário predominante na economia brasileira, uma de suas funções é a de prover adequado nível de emprego para a população rural e o excedente de mão-de-obra, adequar aos planos de industrialização do país. O setor pecuário no Ceará, encontra-se em fase inicial de desenvolvimento e está fundamentado principalmente, na utilização dos fatores terra e mão-de-obra. As atividades agropecuárias importantes do Estado, em termos de emprego da terra e mão-de-obra, são, entre outros: avicultura, horticultura, criação de gado, cabras e ovelhas para corte e produção de leite. A industrialização de leite no Nordeste é uma atividade econômica em expansão, tendo em vista o surgimento de novas unidades com linhas de produção diversificada; a nível regional, observa-se que a participação dos efetivos bovinos estaduais tem-se mantido constante. Um aspecto que tem merecido discussões por parte dos economistas...

ANÁLISE DA PRODUTIVIDADE DA MÃO DE OBRA EM ESTRUTURA DE CONCRETO ARMADO COM LAJE NERVURADA

RAMOS, BRUNO
Fonte: FLORIANÓPOLIS, SC Publicador: FLORIANÓPOLIS, SC
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 129 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
125.88%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Tecnológico. Engenharia Civil.; O objetivo do trabalho é analisar a produtividade da mão de obra nos serviços de: fôrmas, armação e concretagem em uma obra com estrutura de concreto armado com laje nervurada. O levantamento de dados foi feito durante 60 dias no período de abril a julho de 2014, onde a cada dia era feita a contagem de pessoal que executava cada função em estudo, levantadas as horas disponíveis para o trabalho juntamente com a leitura diária do trabalho concluído, que permitiu maior controle do que estava sendo produzido. Após analisados os dados foram propostos caminhos a se seguir quanto ao aprimoramento da execução de fôrmas, armação e concretagem. Os dados obtidos neste levantamento foram considerados satisfatórios quando em confronto com índices pré-estabelecidos.

Produtividade da mão de obra no serviço de assentamento de uma rede de distribuição de água

Lara Pinto, Marcel Guimarães de
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 70 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
125.92%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Tecnológico. Engenharia Civil.; O presente trabalho tem porobjetivo a obtenção de indicadores de produtividade RUP (Razão Unitária de Produção) da mão-de-obra no serviço de assentamento de uma rede de distribuição de água. Para tanto, foi realizado levantamento em uma obra de ampliação de rede de distribuição de água no município de Tijucas/SC,onde foram abordados, além das características dos serviços, os fatores que influenciaram os índices de produtividade. Foram caracterizados os serviços de retirada de pavimento, escavação das valas, assentamento da tubulação e reaterro, sendo a produtividade não mensurada apenas para o serviço de retirada de pavimento. Foram feitas 24 (vinte e quatro) observações entre os dias 03 de setembro e 08 de outubro de 2014, com uma carga horária diária de levantamento de 6 (seis) horas. Os resultados obtidos para asRUP’s diárias no serviço de escavação variou entre 0,04 à 0,63 Hh/m³, no assentamento entre 0,12 à 1,88 Hh/m e no reaterroentre 0,07 à 0,16 Hh/m³. Estes resultados apontaram que o indicador de produtividade RUP, foi influenciado diretamente por uma série de fatores registrados ao longo do processo...

A CONTRIBUIÇÃO DOS RECURSOS EDUCACIONAIS ABERTOS PARA A QUALIFICAÇÃO DA MÃO DE OBRA E O AUMENTO DA PRODUTIVIDADE NO BRASIL

Saad, Pedro Fernandes; Fazion, Cíntia Bincoleto
Fonte: INPEAU Publicador: INPEAU
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
116.03%
Uma análise divulgada recentemente pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) mostrou que apesar de a economia brasileira ter apresentado um crescimento bastante significativo na primeira década do século XXI, levando ao aumento do nível de emprego, a produtividade manteve-se estável ao longo desse período. Um estudo realizado com base nesses dados concluiu que a precariedade da qualificação da mão de obra brasileira, uma das principais causas da baixa produtividade, representa um fator limitante para sustentar esse nível de crescimento nos próximos anos.Este artigo apresenta um breve panorama do problema da produtividade no Brasil, mostrando sua relação direta com a necessidade de capacitação contínua da mão de obra, e apresenta os Recursos Educacionais Abertos (REA) como uma possível alternativa para contribuir com a qualificação da mão de obra e, consequentemente, com o aumento da produtividade.

Produtividade na fabricação de armaduras fornecidas pré-montadas para os canteiros de obra

Fuck, Marcelo
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 145 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
116.05%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Tecnológico. Engenharia Civil.; Os recursos financeiros despendidos na contratação da mão-de-obra estão cada vez maiores na composição percentual de custos. Em especial, a mão-de-obra envolvida no serviço de armação de estruturas de concreto armado, que representa uma parcela significativa da composição total de custos da mão-de-obra. Com isto, surge o interesse em estudar processos diferenciados de fabricação de armaduras como o método de beneficiar barras e fios em uma pequena central de armação e fornecê-las pré-montadas aos canteiros de obra, para a montagem final. O objetivo deste trabalho é gerar indicadores de produtividade nesta central de armação (posteriormente no canteiro de obra) através do levantamento de dados, que terão como base as ferramentas de coleta de dados, que são produzidas a partir da revisão bibliográfica pertinente ao assunto e ao estudar as etapas de execução do serviço de armação na central e no canteiro de obra. Deste modo, será possível comparar os indicadores de produtividade gerados com a bibliografia existente e analisar os fatores influenciadores da produtividade, que são itens importantes a serem controlados para manter uma boa produtividade. Conclui-se neste trabalho de conclusão de curso que os principais fatores influenciadores da produtividade são a densidade de aço e provavelmente o efeito de aprendizado para o serviço de armação na empresa estudada.

Evolução regional da produtividade da mão-de-obra na agropecuária gaúcha: uma aplicação da matriz de Markov

Stulp,Valter José
Fonte: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural Publicador: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2004 PT
Relevância na Pesquisa
166.03%
O estudo analisa a convergência regional dos níveis de produtividade da mão de obra na agropecuária do Rio Grande do Sul, através de uma matriz de Markov. Examina, também, as variáveis explicativas desta convergência, através da técnica estatística dos componentes principais seguida de regressão estatística. Os dados são provenientes dos censos agropecuários do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) dos anos 1975 e 1995/96. O estudo considera quatro classes de níveis de produtividade da mão de obra. As regiões da classe superior, contendo os grandes estabelecimentos rurais, com criação de gado, tendem a migrar, no longo prazo, para as classes inferiores. A causa parece ser a redução da área explorada por unidade de mão de obra. A classe mais baixa tende a manter, aproximadamente, o mesmo percentual de regiões que não evoluem na produtividade, talvez porque os estabelecimentos são pequenos para a mecanização, não direcionam o sistema de produção para produtos de maior valor agregado e não adotam mudanças tecnológicas.

Análise da convergência da produtividade da mão-de-obra agropecuária entre os estados brasileiros: aplicação de matrizes de Markov, 1990-2000

Fochezatto,Adelar; Stülp,Valter J.
Fonte: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural Publicador: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2008 PT
Relevância na Pesquisa
125.92%
O objetivo deste trabalho é analisar a convergência da produtividade do trabalho da agropecuária brasileira na década de noventa, comparando-a com a de outros setores e projetando seu comportamento relativo usando cadeias de Markov. Os resultados indicaram que a produtividade do trabalho na agropecuária não está convergindo, sendo que alguns estados evoluem para o nível superior de produtividade e outros para o nível inferior. Pode-se dizer, portanto, que neste setor está havendo dois clubes de convergência. Em relação aos demais setores, está havendo convergência de produtividade em cinco dos oito setores analisados: em três setores a produtividade convergiu para a classe de menor produtividade, em um setor ela convergiu para as duas classes de menor produtividade e no outro setor ela convergiu para a classe de maior produtividade. Em geral, o tempo de convergência foi bastante longo, indicando que os fatos econômicos do período em questão não tiveram maiores repercussões sobre este processo.

Qual a direção da convergência na produtividade da mão de obra na agropecuária de Minas Gerais?

Pessoa,Filipe de Morais Cangussu; Braga,Marcelo José; Salvato,Márcio Antônio; Coronel,Daniel Arruda
Fonte: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural Publicador: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
135.91%
O presente estudo tem como objetivo investigar se existiu um processo de convergência da produtividade da mão de obra no setor agropecuário mineiro, ao longo do período de 1970 a 2006, e em que regiões agropecuárias de baixa produtividade estariam reduzindo o hiato existente em relação às regiões agropecuárias de alta produtividade. Para tal finalidade, desagregou-se o estado em municípios e, como metodologias de teste, utilizaram-se densidades de distribuição e um processo estacionário de primeira ordem de Markov, em sua versão discreta. Os resultados demonstram que as distribuições de produtividade dos municípios sofreram um deslocamento de massa para a esquerda, indicando piora na produtividade, e que sua dinâmica de evolução apresentou um processo de convergência em direção a classes inferiores de produtividade.

Produtividade da mão-de-obra em projetos de estruturas metálicas.; Labor produtivity in metallic structures design.

Esquerdo Lopes, José Antonio
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/02/2001 PT
Relevância na Pesquisa
125.97%
O objetivo desta pesquisa é apresentar uma análise crítica sobre a forma de gerenciamento da produtividade da mão-de-obra aplicada na execução de projetos de estruturas metálicas, especificamente na atividade de execução dos desenhos, por parte das áreas de projetos das empresas fabricantes de estruturas, definindo indicadores para a avaliação dessa produtividade que considerem os conceitos literários, os dados levantados e os fatores relevantes diagnosticados pela pesquisa de campo. A revisão da bibliografia envolve os conceitos relacionados com projetos, seu gerenciamento como um sistema produtivo, seus objetivos, estratégias competitivas e fatores críticos de sucesso. Apresenta, ainda, a conceituação de produtividade sob o enfoque tecnológico e sócio-econômico, bem como sua avaliação e indicadores. A pesquisa é classificada como exploratória. Sua abordagem é qualitativa e a metodologia usada é o estudo de caso múltiplo, envolvendo quatro empresas. A coleta de dados foi realizada através de entrevista, tendo como roteiro um questionário semiestruturado. A conclusão deste trabalho, restrita às limitações da metodologia, considera que as empresas estudadas elegem o fator crítico de sucesso em função de seus objetivos estratégicos...

Produtividade da mão-de-obra e do capital investido na petrobrás: sua relação com o dimensionamento da força de trabalho

Santos, Alvaro Mauricio Bertho dos
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Relevância na Pesquisa
126.06%
Esta obra pretende demonstrar como evoluem os índices de produtividade da mão-de-obra e do capital investido na PETROBRAS, investigando a relação mantida com o dimensionamento quantitativo e qualitativo da força de trabalho da estatal. índice de produtividade é o resultado da divisão das quantidades produzidas por um trabalho pelos insumos utilizados na consecução desse trabalho, em relação a um determinado período de tempo. A produtividade expressa, portanto, a razão output / input. O aumento da produtividade pode ser causado pela substituição da mão-de-obra por tecnologia aplicada via capital investido, afetando por conseguinte o dimensionamento da força de trabalho. No caso da Petróleo Brasileiro S.A. - PETROBRAS, o autor identificou cinco períodos evolutivos correlatos às curvas de produtividade da estatal: de 1958 a 1964, de 1964 a 1973, de 1973 a 1979, de 1979 a 1991, e após 1991. De 1980 a 1995, a área de Exploração & Produção da companhia triplicou suas produtividades relativas - tanto da mão-de-obra quando do capital investido-, o mesmo não acontecendo nem com a área de Refinação nem com a PETROBRAS holding, que não viram crescer substancialmente suas produtividades relativas da mão-de-obra entre 1980 e 1995...

Três ensaios sobre alocação setorial da mão de obra na economia brasileira pós-plano real

Dias, Felipe Augusto Rocha
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: 120f. : il. algumas color., tabs.; application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
125.94%
Orientador : Prof. Dr. Flávio de Oliveira Gonçalves; Co-orientador : Prof. Dr. Alexandre Alves Porsse; Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciencias Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Ecônomico. Defesa : 31/03/2015; Inclui referências : fls. 110-118; Resumo: As relações produtivas estão sempre se alterando no mundo contemporâneo, seja através de mudanças tecnológicas, seja a partir de mudanças na demanda final. Nesse cenário, a alteração da alocação da mão de obra é uma constante. No Brasil, isso não é diferente, sendo essa variável macroeconômica, alvo de grandes discussões acadêmicas e políticas. Para analisar o comportamento empírico no período pós-Plano Real, este trabalho utiliza a Matriz Insumo Produto do Brasil dentre os anos de 1995 e 2009 estimadas pelo Nereus e também uma Matriz Interregional de Insumo Produto Mundial com a descrição da economia de 40 países (27 da União Europeia e 13 outras grandes economias) o estudo faz uso de metodologias de Insumo-Produto e uma complementar derivada da mesma base de dados criada por Pasinetti, para analisar o comportamento dessa variável ao longo do tempo. O objetivo deste trabalho é verificar através de métodos de decomposição e de mensuração de interdependências...

Estudo comparativo da produtividade de mão de obra entre os revestimentos internos de paredes com argamassas confeccionadas in loco e com argamassas estabilizadas

Souza, Valéria da Silva de
Fonte: Universidade do Extremo Sul Catarinense Publicador: Universidade do Extremo Sul Catarinense
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso - TCC
PT_BR
Relevância na Pesquisa
116%
Artigo submetido ao Curso de Engenharia Civil da UNESC - como requisito parcial para obtenção do Título de Engenheiro Civil.; Este estudo tem como objetivo determinar os índices de consumo de mão de obra para o serviço de revestimentos internos de paredes utilizando a argamassa estabilizada e a argamassa confeccionada in loco em dois canteiros de obras de uma construtora. No estudo foram identificadas as técnicas construtivas para a realização do serviço de revestimento nos dois canteiros de obras. As apropriações dos índices de consumo de mão de obra foram realizadas através da ficha de apropriação direta nas obras, com a aplicação das fichas nas obras possibilitou coletar os valores Homens-hora e a quantidade de serviços realizados pelos profissionais. Para determinar a produtividade do estudo utilizou-se a Razão Unitária de produção (RUP) que demonstra a razão entre valores de Homens-hora pela quantidade de serviço executado. Com as apropriações realizadas foram elaboradas as Rups diárias e cumulativas para cada uma das argamassas. Logo, calculou-se o custo do metro cúbico da argamassa confeccionada in loco e comparou-se com o custo do metro cúbico da argamassa estabilizada o preço da argamassa confeccionada in loco está 4...

Evolução da competitividade da produção manufatureira no Brasil; Texto para Discussão (TD) 574: Evolução da competitividade da produção manufatureira no Brasil; Increased competitiveness in manufacturing output in Brazil

Bonelli, Regis; Fonseca, Renato
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
PT-BR
Relevância na Pesquisa
115.88%
Este artigo procura analisar a evolução da competitividade da indústria brasileira na década atual, com o objetivo de contribuir para o melhor entendimento da questão e do desempenho comercial brasileiro. Para tal optamos pela utilização de um indicador de competitividade-custo já conhecido, embora relativamente pouco utilizado no Brasil: o custo unitário da mão-de-obra. Ao compararmos a competitividade da indústria brasileira com a de alguns de nossos principais parceiros comerciais, verificamos que na primeira metade da década de 90 a indústria brasileira acumulou perdas significativas de competitividade, com claros reflexos nas nossas exportações de produtos manufaturados. Todavia, a partir de meados de 1996 dá-se início à reversão na tendência crescente do ULC da indústria, que se transformou numa tendência declinante em 1997. Paradoxalmente, essa perda de competitividade da indústria brasileira vinha ocorrendo em concomitância com o crescimento sem precedentes da produtividade da mão-de-obra. Decompondo o ULC, pudemos concluir que o principal determinante da perda de competitividade da indústria brasileira, nesta década, foi o crescimento do salário médio em dólares. Comprovamos também que o aumento do salário em dólares deveu-se menos à valorização cambial que ao crescimento do salário médio em reais. O trabalho contém...

Ganhos de produtividade e de eficiência: novos resultados para a economia brasileira; Texto para Discussão (TD) 557: Ganhos de produtividade e de eficiência: novos resultados para a economia brasileira; Gains in productivity and efficiency: new results for the Brazilian economy

Bonelli, Regis; Fonseca, Renato
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
PT-BR
Relevância na Pesquisa
126%
Este texto investiga se existem ganhos significativos de eficiência na economia brasileira nos últimos anos em relação a períodos anteriores, desde os anos 70. Seus objetivos mais gerais são: a) o de propor e analisar indicadores de eficiência e produtividade, com ênfase em aplicações para a década de 90; e b) determinar a influência dessas variáveis na competitividade da produção, particularmente manufatureira, e no desempenho comercial. A parte b é objeto de outro texto dos autores, continuação natural deste. Os objetivos específicos do trabalho que ora se apresenta são: desenvolver metodologia para estimar a Produtividade Total dos Fatores (PTF) agregada e segundo macrossetores da economia; aferir a fidedignidade e estudar os indicadores usuais de produtividade; e analisar a evolução da produtividade da mão-de-obra industrial brasileira. O texto está organizado da seguinte forma. A Seção 1 introduz os temas a serem estudados. A Seção 2 apresenta considerações sobre a PTF e sugestões metodológicas de cálculo. Seguem-se, na Seção 3, aplicações de cálculo da PTF agregada e para os setores agrícola e industrial no Brasil. Na Seção 4 discute-se em mais detalhe a produtividade da mão-de-obra, incluindo uma avaliação preliminar das relações entre produtividade e salários e entre produtividade e emprego. Os Anexos 1 e 2 apresentam aspectos metodológicos das estimativas.; 43 p. : il.

Perspectivas e necessidades educacionais da mão-de-obra; Textos para Discussão Interna (TD) 119: Perspectivas e necessidades educacionais da mão-de-obra; Perspectives and educational needs of the hand labor

Costa, Manoel Augusto
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
PT-BR
Relevância na Pesquisa
125.88%
O texto coloca a questão da produtividade do trabalho e o retorno dos investimentos sob a ótica econômica, enquanto sob a ótica social discute como estimular e absorver avanços tecnólogicos no setor produtivo e fazê-los resultar em benefícios sociais para a população. Conclui que a nação terá que fazer um esforço concentrado para aumentar o contingente de mão-de-obra do segundo grau e do nível universitário, sob o risco de a situação social da mão-de-obra se deterioriar no período e de se criarem pontos de estrangulamento extremamente sérios para os avanços tecnológicos que uma economia moderna e dinâmica requer.; 16 p.

Ganhos de produtividade e de eficiência : novos resultados para e a economia brasileira

Bonelli, Regis; Fonseca, Renato
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE) - Artigos
PT-BR
Relevância na Pesquisa
125.95%
Este artigo investiga se existem ganhos significativos de eficiência na economia brasileira nos últimos anos em relação a períodos anteriores. O texto discute a evolução e questões metodológicas e conceituais relacionadas à produtividade da mão-de obra, identificada como principal força do crescimento da produtividade total dos fatores (PTF). Em seguida, um modelo de contabilidade do crescimento estima a evolução da PTF para a economia e para os setores industrial e agrícola. A principal conclusão é que a economia brasileira atravessou, nos últimos anos, uma fase de desenvolvimento em que a PTF apresentou movimento contrário à tendência decrescente das últimas décadas.; p. 273-314 : il.

Produtividade da Mão de Obra em Revestimentos Internos com Argamassa

Souza, Vinicius Mendes de
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 75 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
146.02%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Tecnológico. Engenharia Civil.; A produtividade de mão de obra é importante na elaboração de quantitativos de horas trabalhadas para orçamentos e na elaboração de cronogramas para a programação das obras na construção civil. Os meios atuais de estimar a produtividade são desde médias das execuções de serviços anteriores, faixas de valores recomendados e até modelos estatísticos baseados nos diversos fatores influenciadores. Neste presente trabalho analisa-se a produtividade de mão de obra de três equipes no serviço de revestimento interno com argamassa na obra dos Blocos E, F e G do Centro de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Santa Catarina. Realizou-se uma coleta de dados no período de três meses para obter valores de razão unitária de produção diária (RUPd), cumulativa (RUPcum) e potencial (RUPpot). Da mesma forma, utilizou-se o modelo analítico de previsão de produtividade com as informações do serviço realizado, provendo dados passíveis de comparação entre os dados da previsão do modelo e os valores encontrados na coleta. A equipe 1 teve em sua coleta RUPpot de 0,30 Hh/m² e RUPcum de 0,34 Hh/m², sendo previstos 0...

ANÁLISE DA PRODUTIVIDADE DA MÃO DE OBRA NA CONSTRUÇÃO CIVIL EM UMA EMPRESA DO ESPÍRITO SANTO

Soares, Sandro Rocha; Barollo, Bárbara Elisa; Freitas, Rodrigo Randow de
Fonte: Brazilian Journal of Production Engineering - BJPE Publicador: Brazilian Journal of Production Engineering - BJPE
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 06/11/2015 POR
Relevância na Pesquisa
135.94%
No setor produtivo da construção civil, destacam-se também atividades que geram um elevado custo em relação ao custo total, no qual necessitam de um controle mais adequado. No caso os serviços de infraestrutura e estrutura, que se resumem em grande parte em três serviços: fôrmas, armação e concretagem. Quanto a isso, Araújo (2000) relata que a estrutura representa algo em torno de vinte oito por cento do custo total da construção de edifícios habitacionais e comerciais. Apesar de um alto custo, ela é a etapa da obra onde as empresas conseguem aperfeiçoar seu serviço, obtendo assim maiores lucros. Desse modo, o presente trabalho visa analisar e propor melhorias, caso necessário, para o processo produtivo da mão de obra em um empreendimento, nas atividades de fôrma, armação e concretagem nas etapas de construção da infraestrutura/fundação e estrutura, por meio de um método de controle de produtividade.