Página 1 dos resultados de 10572 itens digitais encontrados em 0.049 segundos
Resultados filtrados por Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)

Produtividade do trabalho nos setores formal e informal : uma avaliação do período recente; Labour productivity in the formal and informal sectors : an evaluation of the recent period

Squeff, Gabriel Coelho
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Carta de Conjuntura - Artigos
PT-BR
Relevância na Pesquisa
95.91%
Este trabalho avalia a dinâmica dos setores formal e informal na última década a partir dos dados das Contas Nacionais. Especificamente, almeja avaliar a produtividade do trabalho no setor formal comparativamente ao informal, visando destacar em que medida o comportamento deste último contribuiu para a dinâmica da produtividade do trabalho agregada. Descreve a metodologia utilizada de construção dos dados e de decomposição da variação da produtividade do trabalho. Discute os principais resultados e apresenta algumas considerações finais.; p. 123-133

Produtividade do trabalho nos setores formal e informal no Brasil : uma avaliação do período recente; Texto para Discussão (TD) 2084 : Produtividade do trabalho nos setores formal e informal no Brasil : uma avaliação do período recente

Squeff, Gabriel Coelho
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
PT-BR
Relevância na Pesquisa
95.93%
Este texto discute a evolução da produtividade do trabalho nos setores formal, informal e de outras unidades familiares segundo atividade econômica. Com base em um shift-share modificado que lida com o problema de perda de aditividade, verificou-se que a produtividade agregada cresceu 7% entre 2001 e 2009, em decorrência do setor formal – uma vez que as atividades informais contribuíram negativamente – e de contribuições positivas da produtividade nas atividades (efeito direto) e da composição das ocupações (efeito ocupação). Ao se excluírem atividades com elevada parcela de produção não mercantil e imputada, obtêm-se resultados distintos: crescimento da produtividade agregada de apenas 2,2%, menor contribuição positiva do setor formal e efeito direto negativo e efeito ocupação positivo. Deste modo, é premente a adoção de políticas públicas que reduzam a informalidade e que promovam uma mudança estrutural em prol de atividades econômicas de maior valor agregado.; 40 p. : il.

O Efeito na evolução da produtividade do trabalho da indústria brasileira devido a mudanças tecnológicas nas suas cadeias produtivas (1990-2009); Texto para Discussão (TD) 2068 : O Efeito na evolução da produtividade do trabalho da indústria brasileira devido a mudanças tecnológicas nas suas cadeias produtivas (1990-2009)

Bahia, Luiz Dias
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
PT-BR
Relevância na Pesquisa
95.97%
A especificidade deste trabalho é tentar fazer uma mensuração da produtividade do trabalho na indústria brasileira entre 1990 e 2009, considerando a cadeia produtiva e as relações intersetoriais de cada setor industrial – não o setor isolado; a produtividade do trabalho devido apenas às mudanças tecnológicas da produção do setor; uma mensuração dinâmica – todas as relações intersetoriais mobilizadas por determinada produção final do setor –, e não estática. Buscou-se observar como se compõe a produtividade do trabalho ao longo das relações intersetoriais devido às alterações temporais exclusivamente tecnológicas na indústria brasileira. Assim, pôde-se observar se elos para trás do setor, ou para frente, vêm influenciando –e como – a evolução da produtividade da cadeia. Assim, não parece que a indústria teria entrado em um período de degradação produtiva depois de 1999, ou mesmo de queda generalizada de produtividade do trabalho.; 43 p.

Produtividade do trabalho e qualidade das ocupações : um breve olhar sobre a última década

Squeff, Gabriel Coelho; Nogueira, Mauro Oddo
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Radar - Artigos
PT-BR
Relevância na Pesquisa
85.87%
Este artigo lança um olhar sobre a evolução das produtividades do trabalho das atividades econômicas ao longo da última década, vis-à-vis sua relação com dados de emprego, para delinear uma visão da dinâmica da estrutura produtiva a partir do ponto de vista do trabalho. Trata-se do resultado parcial e preliminar de um estudo mais amplo que vem sendo conduzido pelo Ipea, em parceria com a Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal), cujo tema central é a heterogeneidade estrutural na economia brasileira.; p. 19-29 : il.,