Página 1 dos resultados de 170 itens digitais encontrados em 0.032 segundos

Mosaico da identidade nacional: as representações do Brasil entre alunos de uma escola pública.; Mosaic on the national identity: the representations of Brazil among students of a public school.

Marins, Cosme Freire
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/04/2008 PT
Relevância na Pesquisa
56.26%
Este trabalho pretende examinar as representações do Brasil entre alunos de uma escola pública estadual situada em Osasco, município da Região Metropolitana de São Paulo. As representações do Brasil manifestadas pelos alunos, muitas vezes contraditórias, forneceram as bases para a realização da pesquisa. Procurou-se sistematizar o conjunto de representações do Brasil a partir da análise de questionários, textos e desenhos produzidos pelos alunos nos anos de 2006 e 2007, bem como textos dedicados ao estudo da identidade nacional brasileira. Observou-se nas representações do Brasil, a partir dos questionários e atividades dos alunos, o reconhecimento de uma identidade nacional caracterizada pela mestiçagem presente no samba, no carnaval e no futebol (entre outros elementos). Além disso, essa identidade aparece vinculada à cidade do Rio de Janeiro e à idéia de Brasil-natureza ou Brasil-paraíso, com a presença forte da bandeira nacional, constituindo assim um mosaico de representações. A hipótese inicial era de que a construção da identidade nacional havia se operado a partir da proclamação da República, entretanto observou-se que a elaboração de uma identidade nacional ocorreu ao longo de um processo que remonta à fase colonial...

A Barra Funda e o fazer da cidade: experiências da urbanização em São Paulo (1890-1920); Barra Funda and the making of the city: experiences of urbanization in São Paulo

Borin, Monique Félix
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/05/2014 PT
Relevância na Pesquisa
65.96%
A presente pesquisa propõe estudar as experiências da urbanização no bairro da Barra Funda durante o período de 1890 a 1920, através da analise do cruzamento de fontes, especialmente autos crime do do Arquivo do Tribunal de Justiça de São Paulo com ofícios e croquis das Obras Particulares do Arquivo Histórico de São Paulo. No momento histórico a que se refere essa pesquisa, São Paulo vivia um processo conflituoso de reestruturação social e espacial, advindo, principalmente, de três grandes mudanças no cenário urbano paulistano: a abolição e a consolidação de um mercado de mão de obra livre; a proclamação da República; e o surto de expansão econômica vivido pela capital paulista. Nesse processo se deu o crescimento da ocupação de regiões antes consideradas fora do perímetro urbano, e a integração destas a cidade. O caso do bairro da Barra Funda, inserido nesse contexto, é exemplar por se tratar de um espaço de ocupação mista: além de ser ocupada por distintas classes sociais, serviu tanto como zona residencial quanto como área de distribuição de mercadorias e industrial. A partir dos elementos trazidos pelos auto crimes, discutiremos as experiências da urbanização vivenciadas por moradores do bairro...

Em busca da cura: a institucionalização da medicina acadêmica em Belém e sua relação com outras práticas terapêuticas, entre 1889 e 1925; In search of healing: the institutionalization of academic medicine in Belem and its relationship with other therapeutic practices between 1889 and 1925

Silva, Jairo de Jesus Nascimento da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/04/2014 PT
Relevância na Pesquisa
75.97%
Este trabalho analisa o processo de institucionalização da medicina acadêmica em Belém, entre 1889 e 1925, envolvendo o período posterior ao processo de proclamação da república no Brasil e a formação da primeira turma da Faculdade de Medicina e Cirurgia do Pará. O objetivo principal deste trabalho é mostrar que a institucionalização da medicina acadêmica em Belém não ocorreu sem conflito. Estes emergiam do interior da própria classe médica e, também, relacionavam-se às disputas dos médicos acadêmicos com outros terapeutas (homeopatas, farmacêuticos, práticos de farmácia, curandeiros, espíritas, etc.), visando a conquista do monopólio da cura. Para a realização deste trabalho foram utilizados Relatórios, Falas e Mensagens de governo do estado do Pará, Relatórios da Junta de Higiene, do Serviço Sanitário, documentos da Sociedade Médico-Cirúrgica do Pará, da Faculdade de Medicina e Cirurgia do Pará, e periódicos diversos (jornais e revistas). Com base nesta documentação constatou-se que os médicos acadêmicos, para alcançar seus objetivos, recorreram a diversas estratégias, ocupando cargos na administração pública, defendendo suas ideias através da imprensa, criando instituições e combatendo seus concorrentes. Mesmo tendo criado suas instituições e fechado o cerco contra seus concorrentes...

A revolução federalista e o ideário parlamentarista; The federalist revolution in Brazil and the ideas of parliamentarism

Reverbel, Carlos Eduardo Dieder
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/05/2014 PT
Relevância na Pesquisa
56.23%
A Revolução Federalista e o ideário parlamentarista remonta à história política do Império do Brasil. Com a proclamação da República em 15.11.1889, a vida política e social modificou-se sobremaneira. A forma de Estado deixou de ser Unitária para ser Federativa, o sistema de governo deixou de ser Parlamentarista para ser Presidencialista, a forma de governo deixou de ser Monárquica para se tornar Republicana. Tais reformas lideradas pelo Marechal Deodoro da Fonseca e por Benjamin Constant depositaram grandes expectativas no povo brasileiro. Todos os males do império projetavam-se na república. Com o tempo, o povo foi vendo, pouco a pouco, que as velhas mazelas que assombravam a vida imperial, rondavam, igualmente, a vida republicana. O sistema eleitoral e as reformas eleitorais não garantiam a plena democracia, tanto que Deodoro e os seus garantiram, artificialmente, a maioria na Constituinte de 1891. O alistamento ainda era forjado, a grande naturalização favorecia os Republicanos Históricos, sendo que a vontade da Nação distanciava-se, cada vez mais, da vontade dos proclamadores da República. A instabilidade política e social era acompanhada pelo abalo econômico. As constantes emissões, a jogatina na bolsa...

Autonomia regional e financiamento da educação básica: Pernambuco, São Paulo e Rio Grande do Sul, 1850-1930; Regional Autonomy and Financing of Basic Education: Pernambuco, São Paulo and Rio Grande do Sul, 1950-1930

Oliveira, Vinícius de Bragança Müller e
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/11/2014 PT
Relevância na Pesquisa
65.96%
A divisão de competências entre o governo central e os regionais definida durante a primeira metade do século XIX deixou às províncias a responsabilidade sobre um dos mais importantes itens do serviço público relacionados ao desenvolvimento econômico de um país ou região, a educação básica. Durante o Império Brasileiro, não obstante a centralização da maior parte dos recursos em mãos do governo central, foi possível às províncias manterem seus orçamentos equilibrados e, portanto, a definição sobre como tratariam suas finanças e investimentos em suas regiões. Esta divisão, que deixava a responsabilidade sobre a oferta de educação básica às províncias, foi mantida após a Proclamação da República e a adoção do federalismo no final do século XIX, em um contexto no qual a autonomia das antigas províncias, renomeadas como estados, foi ampliada. Portanto, o desenvolvimento da educação básica e dos itens que a compõe, como oferta de escolas, alcance da escolaridade e da alfabetização, estiveram, entre 1850 e 1930, sob a responsabilidade dos governos regionais e, dessa forma, os resultados que obtiveram vinculados ao modo com que cada uma delas tratou tal item do serviço público. Mesmo que, no plano geral...

A república e seus símbolos : a imprensa ilustrada e o ideário republicano. Rio de Janeiro, 1868-1903; Republic and its symbols: illustrated press and republican ideas. Rio de Janeiro, 1868-1903; La république et ses symboles: la presse illustrée et l’idéaire républicain. Rio de Janeiro, 1868-1903

Lopes, Aristeu Elisandro Machado
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
56.19%
Esta Tese de Doutorado em História tem por objetivo primordial analisar como o ideário republicano foi tratado nas páginas de humor de periódicos ilustrados que circularam no Rio de Janeiro no século XIX. A imprensa ilustrada teve um amplo desenvolvimento no Brasil Império circulando ao lado de jornais diários e literários. Os mais diversos assuntos da vida da Corte foram noticiados por esses jornais, entre eles, as atividades políticas foram um dos temas mais comentados. A propaganda republicana inaugurada em 1870 no Rio de Janeiro não passou despercebida e, como parte da política do tempo, logo passou a figurar nas ilustrações e nos textos dos artigos dos jornais. A análise da simbologia republicana difundida, sobretudo, a partir da Revolução Francesa e da República instituída em 1792, e adaptada nos periódicos brasileiros é o objetivo que perpassa todos os capítulos da tese. A alegoria feminina da República foi o elemento mais empregado pelos caricaturistas ao tratar das questões republicanas ao lado do barrete frígio, emblema característico dos ideais republicanos. No primeiro momento, o trabalho foi direcionado aos periódicos que acompanharam as atividades republicanas ao longo de sua campanha até a Proclamação da República em 1889. No instante seguinte...

Em busca do Império: a trajetória intelectual e política de Eduardo Prado

Lampazzi, Ulisses Pinheiro
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 109 f.
POR
Relevância na Pesquisa
66.33%
Pós-graduação em História - FCHS; Eduardo Prado, membro de uma das mais importantes famílias cafeicultoras do estado de São Paulo no século XIX, foi também um dos principais articuladores do movimento monarquista após a Proclamação da República em 1889, utilizando de jornais pessoais, banquetes públicos e de suas próprias obras para exaltar o Império e atacar a República. Aproveitou também de sua privilegiada posição na Europa como representante de crédito para o café paulista para se encontrar com os principais representantes do Império que haviam perdido prestígio, tais como Joaquim Nabuco, visconde de Ouro Preto e visconde do Rio Branco, entre outros. No entanto, esquecido pela historiografia, foi apontado como intransigente defensor dos interesses ingleses, por conta da publicação de seu livro A Ilusão Americana, onde atacou as relações entre EUA e Brasil. Ignorou-se que o autor, através de seu ataque à República, refletiu não apenas sua formação europeia, como também o projeto nacional compartilhado com os defensores do Império, de que o Brasil não poderia abandonar suas raízes históricas, ao buscar na euforia americana seu modelo econômico. Eduardo Prado foi além, ao apoiar uma monarquia parlamentar...

Jose Verissimo (1857-1916) e a educação brasileira republicana : raizes da renovação escolar conservadora

Maria do Perpetuo Socorro Gomes de Souza Avelino de França
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 03/12/2004 PT
Relevância na Pesquisa
66.07%
O trabalho tem por objetivo examinar o pensamento educacional de José Veríssimo Dias de Mattos nas últimas décadas que antecederam à Proclamação da República e nas primeiras décadas desse regime político, considerando que foi nesse contexto histórico que o autor desenvolveu e consolidou suas reflexões sobre a educação no país. O diagnóstico por ele elaborado sobre a realidade educacional brasileira antecipa questões que serão retomadas décadas depois, pelos ?teóricos da educação?? nas reformas educacionais empreendidas em vários Estados da Federação e no Distrito Federal nos anos 20, e no célebre Manifesto dos Pioneiros da Educação Nova de 1932. O arcabouço teórico presente em sua produção literária aponta para a constituição de um pensamento educacional crítico, mas que não ultrapassou os limites do conservadorismo até então em voga na sociedade brasileira, na medida em que não se opunha à ordem vigente e ao poder instituído. A pesquisa assumerelevância para a História da Educação Brasileira, já que possibilita trazer do anonimato um dos teóricos da educação que via na crítica literária uma mediação permanente para operar mudanças no que julgava ser fundamental para o país. Apesar de sua militância na área educacional...

Um dia belo, no outro esquecido : a história do Grupo Escolar Coronel Flamínio Ferreira - Limeira: SP (1901-1930); A beautiful day, the other forgotten : the story of Colonel Flaminio Ferreira Group School - Limeira / SP (1901-1930)

Alessandra de Sousa dos Santos
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/02/2011 PT
Relevância na Pesquisa
56.13%
O Estado de São Paulo testemunhou, nos anos de 1890 e nos seguintes, uma mudança significativa nos rumos da educação pública. Foi com a Proclamação da República, em 1889, que os liberais iniciaram um movimento que reformulou o ensino paulista. As bandeiras do liberalismo e do positivismo despertaram nos governantes paulistas a necessidade de uma educação escolarizada, que formasse no cidadão conceitos como democracia, república, civismo, patriotismo, entre outros. Os Grupos Escolares, criados a partir da Reforma da Instrução Pública do Estado de São Paulo, de 1892, foram os espaços para atender às necessidades de escolarização do povo. Foi a primeira vez que a população brasileira conheceu um sistema de ensino organizado que contemplasse, em seu conjunto, um sistema seriado e graduado. O município de Limeira, situado no interior do Estado de São Paulo, ficou conhecido no contexto da economia paulista por ter sido um dos maiores produtores e exportadores de café do século XIX. Foi, também, em Limeira que se iniciaram, de forma pioneira, as contratações de trabalhadores livres para a lavoura cafeeira, formando no núcleo da Fazenda Ibicaba, as primeiras colônias europeias. No ano de 1901, o Governo do Estado de São Paulo inaugurou em Limeira o primeiro Grupo Escolar...

Ordem jurídica e identidade nacional na Primeira República

Santos, Samuel Martins
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
56.16%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Jurídicas. Programa de Pós-Graduação em Direito; O processo de organização da ordem jurídica e do Estado nacional no Brasil foi marcado, desde a independência, pela centralização do Poder Moderador e da escravidão, como elementos fundamentais para a manutenção da estabilidade jurídico-política e social. Com a proclamação da República inúmeras questões foram colocadas em pauta para a re-organização da ordem institucional, a partir de então sobre um patamar federalista e republicano. O trabalho analisa a participação de uma específica corrente do pensamento jurídico-político nesse debate: Sylvio Romero, Alberto Torres e Francisco de Oliveira Vianna, no período entre 1889-1930, destacando as principais influências, experiências políticas e problemas identificados no país, particularmente, por esses autores. No final do século XIX ganhou ênfase o aspecto propositivo das reflexões intelectuais, considerando as inúmeras crises que debilitaram o Império, no Brasil, essa tendência possuiu significativa importância. Assim, além de apontarem as mazelas do país, os autores em questão se preocupavam em apresentar soluções para os problemas...

A aclamação da República

Oliveira, Felipe Carlos de
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.21%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-graduação em Historia; A presente pesquisa estuda a passagem da Monarquia para o regime republicano na Província de Santa Catarina, tendo como principal objetivo analisar o discurso construído pelas lideranças políticas republicanas buscando legitimar a República como um regime político #pacífico# e #popular#. Frustrando as expectativas de que o novo regime seria instituído através de uma reforma constitucional no Congresso Nacional, com o apoio e a participação do povo, a proclamação da República foi realizada pelas lideranças políticas do país e da Província através da prisão e da deposição de autoridades políticas da Monarquia. Diante destas circunstâncias, as lideranças políticas do novo regime se empenharam na produção de cenas e discursos através da imprensa local com o objetivo de atribuir à República o sentido de um novo momento político para Santa Catarina, forjando uma imagem pacífica da ascensão republicana, com amplo apoio de um #povo# calmo e esclarecido. Analisando os jornais locais da década de 1880 e memórias escritas de políticos dessa época # Duarte Schutel...

Às voltas com a república : gesto proclamatório e práticas do espaço no cenário do Rio de Janeiro (1844-1889)

Ferrari, Pedro Felipe Marques Gomes
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
76.31%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Departamento de História, 2008.; O presente trabalho é fruto de motivações e inquietações acerca da relevância do papel da cidade do Rio de Janeiro na história brasileira dos oitocentos. Tomada enquanto prática, a ambiência urbana é entrevista através do trajeto de Deodoro da Fonseca à manhã da proclamação da República. Feito cicerone, não apenas interpola lugares sincrônicos, mas também memórias a inspirarem a diacronia de tantas histórias a construírem-lhe sentidos. Transborda em um mosaico de possibilidades cognitivas e processos; cria uma narrativa. O estudo segue pelas veredas não apenas do espaço, mas também do tempo enunciado pelo gesto proclamatório. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT; This work is the result of motivations and concerns regarding the importance of the city of Rio de Janeiro for Brazil’s eight hundred history. Taken as lecture, the urban ambience is seen through Deodoro da Fonseca’s route in the morning of the Republic proclaiming. As a cicerone, don’t just interpolate synchronical spaces, but also memories that inspire the diachronicity of so many stories that suppose meanings. Consider the act as a cognitive possibility and process that builds a plot. The present study follows either the space and the time conjured by the proclaiming gesture.

Geração de republicanas feministas: dos tempos da propaganda aos tempos da República

Lousada, Isabel
Fonte: Universidade Nova de Lisboa Publicador: Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
56.15%
“Gerações de republicanas feministas – do tempo da propaganda aos tempos da República – Mulheres alentejanas” foi o título escolhido para juntar uma série de elementos recolhidos ao longo de cerca de dois anos de uma investigação mais dirigida, procurando ampliar o conhecimento histórico-científico no que às mulheres dizia respeito durante a 1ª República. Naturalmente, houve necessidade de colocar a fasquia temporal no período anterior à proclamação da República em Portugal, prevendo vislumbrar em 5 de Outubro de 1910 a emergência de perfis femininos proeminentes e cujas biografias e enquadramento em organizações de cariz feminista haviam já sido identificadas.

Leituras republicanas: produção e difusão de livros de Direito Constitucional Brasileiro na Primeira República

Pivatto,Priscila Maddalozzo
Fonte: Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho Publicador: Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
56.15%
Os livros de Direito Constitucional brasileiro publicados durante a Primeira República são parte importante da história do livro no Brasil e constituem um dos mecanismos responsáveis pela construção de normas constitucionais e de compreensões sobre as novas configurações políticas e jurídicas introduzidas no país após a proclamação da República e a promulgação da Constituição Federal de 1891. Com o objetivo de perceber aspectos relacionados a participação e contribuição dos publicistas brasileiros no processo de formação e formatação da nova ordem política republicana, a análise da produção e difusão dos livros de Direito Constitucional permite inserir os autores nos debates do seu tempo, reconstruindo um embate discursivo concretizado nos livros, permeados por elementos sociais, econômicos e políticos que vão além de uma relação pura e dual entre autor e leitor.

Tempo e melancolia: república, modernidade e cidadania negra nos contos de Astolfo Marques (1876-1918)

Jesus,Matheus Gato de
Fonte: CEDEC Publicador: CEDEC
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 PT
Relevância na Pesquisa
56.17%
A história da Proclamação da República na periferia setentrional do Império brasileiro (1822-1889), assim como as especificidades de suas consequências culturais na região, ainda carece de análises mais detalhadas. No Maranhão de fin de siècle, a crise econômica do sistema agroexportador, somada à crise política do trabalho escravo, legou às primeiras décadas do regime republicano uma intensa luta social em torno da definição dos limites da cidadania, na qual a subalternização racial da população negra é um ponto decisivo. O presente trabalho é uma aproximação desses impasses através da obra ficcional do escritor negro maranhense Raul Astolfo Marques (1876-1918). Filho de uma cafusa livre, o autor é fruto da geração de descendentes escravos que se debateu com a fragilidade da liberdade conquistada na Abolição e do formalismo da igualdade outorgada em 15 de Novembro de 1889. Uma parte significativa da sua literatura poderia ser entendida como uma tentativa sistemática de interpretar essas esperanças e frustrações. O tema da República comparece ao longo de toda a sua trajetória intelectual em textos como "Abnegação" (1901), "A última sessão" (1903), "O discurso do Fabrício" (1903), "A opinião da Euzébia" (1904)...

A ilusão do sufrágio universal na Constituição de 1891

Ramos, Heloisa Helena Silva
Fonte: Câmara dos Deputados do Brasil Publicador: Câmara dos Deputados do Brasil
Tipo: monografia, dissertação, tese
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.04%
Aborda a pretensa introdução do sufrágio universal no Brasil, pela Constituição de 1891. Analisa as acepções dadas ao conceito e sua abrangência no final do século XIX. Descreve a legislação eleitoral do final do período monárquico e primórdios da república. Discute a temática das qualificações e exclusões eleitorais, motivadas pelo voto censitário, pelo analfabetismo e pelo sexo. Identifica as origens das alterações eleitorais ocorridas, em termos de autores, interesses e beneficiários.; Monografia (especialização) -- Curso de Especialização em Instituições e Processos Políticos do Legislativo, Câmara dos Deputados, Centro de Formação, Treinamento e Aperfeiçoamento (Cefor), 2007.

Em nome da cidade vencida: a São Luís republicana em José do Nascimento Moraes (1889 1920); Au nom de la ville vaincue: la ville de São Luis républicaine dans l´oeuvre de José do Nascimento Moraes (1889-1920)

Dias, Adriana Gama de Araújo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em História; História e Espaços Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em História; História e Espaços
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.16%
Cette dissertation a pour but d´analyser la ville de São Luís do Maranhão pendant la Première Republique, d´après le roman Vencidos e Degenerados, de José do Nascimento Moraes, publié en 1915. À partir des rapports entre l´Histoire et la Littérature, nous nous intéressons à la façon dont l´auteur écrit l´histoire d´une ville qui, après la fin de l´esclavage et l´installation de la Republique, conserve des anciens préjugés de race et reste plongée dans l´immobilité economique. Le roman fait partie d´un ensemble d´oeuvres scientifiques et littéraires d´une géneration connue sous le nom de Novos Atenienses (nouveaux athéniens), laquelle discutait la crise économique et culturelle vécue par le Maranhão au tournant des XIXe et XXe siècles. Le discours formulé par les nouveaux-athéniens comprennait des eléments nostalgiques associés au culte des lettres envisageant la conquête de la réconaissance littéraire et le désir d´adapter la ville de São Luis aux modèles de progrès et modernisation de la période républicaine. Dans ce contexte, Moraes introduit les thèmes liés à la discrimination raciale qui demerait après la fin de l´esclavage, qu´il considérait un obstacle au progrès de la capitale de Maranhão...

"A República é filha de Olinda"

Fonseca, Edson Nery da
Fonte: Ciência & Trópico Publicador: Ciência & Trópico
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 09/06/2011 POR
Relevância na Pesquisa
56.19%
RESUMO Muito antes de se falar na comemoração do centenário da proclamação da República, já a Assessoria Especial do Presidente José Sarney trabalhava na localização, organização e divulgação dos arquivos privados presidenciais, de Deodoro da Fonseca a João Figueiredo. Uma comissão especial foi criada pelo Decreto nº 95.598, de 6 de janeiro de 1988, com o objetivo de orientar a ação governamental na defesa de documentos que permanecem, em grande parte, sob a guarda nem sempre eficiente de descendentes dos ex-presidentes. Para os presidentes em exercício foi estabelecido um sistema de documentação diária, com processa¬mento computadorizado do acervo arquivístico (textual e audiovisual), bibliográfico e museológico. Pelo Decreto nº 96.630, de 31 de agosto de 1988, foi criado o Programa Nacional do Centenário da República e Bicentenário da Inconfidência Mineira; mas as atividades da Assessoria Especial do Presidente da República foram interrompidas pela criação, pelo Art. 63 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias, de comissão integrada por representantes dos três poderes da República. ABSTRACT "The Republic is Olinda’s dauther". v. 17, n. 2, p. 179-188, jul./dez. 1989. Before the discussion about the commemoration of the Republic Proclamation...

Poder e saude : a republica, a febre amarela e a formação dos serviços sanitarios no Estado de São Paulo

Rodolpho Telarolli Junior
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/06/1993 PT
Relevância na Pesquisa
66.17%
Este trabalho tem por objetivo a investigação das mediações da organização política, em sua vertente estado/municípios, e dos fundamentos tecnológicos das práticas sanitárias, na formação dos serviços de saúde no Estado de São Paulo, entre a Proclamação da República, em 1889, e 1911. A caracterização epidemiológica e demográfica do Estado no período mostrou que o fio condutor da ação sanitária estadual foi o combate às doenças epidêmicas, em especial a febre amarela, que repercutia no funcionamento da máquina administrativa, no cotidiano da população e nas atividades do complexo cafeeiro, desde a imigração subsidiada até a exportação da produção. O padrão tecnológico dos serviços sanitários, de ações de polícia médica executadas na forma de campanhas sanitárias, teve seus fundamentos discutidos a partir dos debates médicos em torno das teorias sobre as formas de propagação, tratamento e profilaxia da febre amarela, encerrados no início do século XX, com a aceitação da teoria da transmissão da doença pelo vetor. A formação e o funcionamento dos serviços sanitários no interior paulista apresentaram muitas particularidades em relação aos principais centros urbanos do Estado. As relações das lideranças políticas municipais e estaduais...

The concept of independence in the constitution and the proclamation of the republic: a comparison; O conceito de constituição na Independência e na proclamação da república: uma comparação

Hees, Felipe; Ministério das Relações Exteriores
Fonte: Programa de Pós-Graduação em História da Universidade de Brasília (PPGHIS/UnB) Publicador: Programa de Pós-Graduação em História da Universidade de Brasília (PPGHIS/UnB)
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Avaliado por Pares Formato: application/pdf
Publicado em 07/08/2013 POR
Relevância na Pesquisa
86.44%
The objective of this article is to compare the concept of "constitution" at the time of the Independence of Brazil and at the time of the transition to the republic, based on the analytical framework of Reinhart Koselleck. In the first case, as a result of a clash of different views regarding the meaning of a Constitution for organization of the State, one can find an undisputable process of new meanings being added to the word "constitution". The historical context in which the republic was established shows divergent views exclusively related to the objectives of the Constitution, not to its meaning.; O artigo tem por objetivo comparar o conceito de "constituição" quando da Independência do Brasil e da proclamação da República com base no arcabouço conceitual de Reinhart Koselleck. Se, à época da Independência, no bojo de um embate de distintas visões acerca do significado de uma Lei Maior para a organização do Estado, assiste-se a um claro processo de ressignificação do vocábulo "constituição", o contexto histórico relativo à proclamação da República evidencia opiniões díspares apenas quanto aos objetivos da Constituição e não com relação ao seu significado propriamente dito.