Página 1 dos resultados de 172 itens digitais encontrados em 0.012 segundos

A previdência privada no Brasil : avaliação da situação atual, face a sua importância na retomada do crescimento econômico

Leite, Marcel Guedes
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Relevância na Pesquisa
66.39%
O objetivo central desse trabalho é descrever sistematicamente a evolução da previdência complementar privada brasileira, identificando sua importância social e principalmente econômica, como elemento fundamental a ser considerado no processo de retomada de crescimento do País. Um entendimento aprofundado de sua organização, assim como o conhecimento das diversas realidades e experiências internacionais no assunto, torna-se fundamental para se considerar eventuais correções de desvios sofridos pelo sistema ao longo de sua evolução.

A previdência complementar como instrumento da política de recursos humanos : estudo em empresas do setor farmacêutico

Delboni, Denise Poiani
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Tese de Doutorado
Relevância na Pesquisa
56.41%
O presente trabalho teve por foco a análise do cenário dos planos de previdência privada fechados, notadamente no setor farmacêutico, vistos como benefícios oferecidos pelas organizações, as expectativas dos empregadores quando de sua concessão e seus possíveis reflexos no comportamento dos empregados, particularmente na questão de sua fidelidade para com o empregador e o desejo de permanecer na empresa onde trabalham. o estudo permite, assim, uma comparação entre empresas do mesmo setor, enfatizando as possíveis diferenças entre os desenhos dos planos oferecidos, a visão dos administradores dos planos sobre a receptividade dos empregados diante do acesso a este benefício e, adicionalmente, uma análise dos motivos que levam à não concessão de plano de previdência complementar para os empregados deste setor.

Aplicação de redes neurais na previsão da captação líquida do mercado de previdência aberta brasileiro

Pinto, Arizoly Rodrigues
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Relevância na Pesquisa
56.37%
Resumo O objetivo deste trabalho é explorar a utilização de Redes Neurais no processo de previsão da Captação Líquida do Mercado de Previdência Privada Brasileiro como ferramenta à tomada de decisão e apoio na gestão das empresas do setor. Para a construção desse modelo foram utilizadas Redes Neurais, ferramenta que vem se mostrando adequada para utilização em modelos não lineares com resultados superiores a outras técnicas. A fonte de dados principal para a realização deste trabalho foi a FENAPREVI – Federação Nacional de Previdência Privada e Vida. Para comparação com o modelo de Redes Neurais, foi utilizado um modelo de Regressão Linear Múltipla como benchmark, com o objetivo de evidenciar a adequação da ferramenta em vista dos objetivos traçados no trabalho. O modelo foi construído a partir das informações mensais do setor, entre maio de 2002 e agosto de 2009, considerando o que se convencionou chamar de ‘mercado vivo’, que abrange os produtos PGBL e VGBL, comercializados ininterruptamente nesse período pelas chamadas EAPP – Entidades Abertas de Prividência Privada. Os resultados obtidos demonstraram a adequação da ferramenta Redes Neurais, que obtiveram resultados superiores aos obtidos utilizando Regressão Linear Múltipla.

Estudo sobre a percepção da previdência social e sua influência na decisão de aderir a planos de previdência complementar privada aberta

Mallmann, Gaspar Calisto
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.61%
O presente trabalho consiste no estudo da percepção de um conjunto de clientes de serviços bancários a respeito da previdência social no Brasil e que influência essa percepção exerce sobre a decisão de aderir a planos de previdência privada complementar aberta. Com o intuito de obter respostas a essas questões, o trabalho foi realizado através de uma pesquisa aplicada. Inicialmente procurou-se verificar qual o grau de conhecimento das pessoas que fazem parte do contingente pesquisado, que possuem renda superior ao teto da previdência social, para fins de aposentadoria, em relação ao Regime Geral da Previdência Social. A partir daí buscou-se saber se esse conhecimento interfere na decisão de aderir a planos de previdência complementar privada e como as pessoas procedem na decisão de buscar a complementaridade no planejamento da futura aposentadoria. Os principais procedimentos adotados foram de descrição, análise e interpretação dos dados coletados na pesquisa. As respostas fornecidas pela pesquisa mostram que há influência da percepção sobre a previdência social na decisão de aderir a planos de previdência privada, entretanto o fator preponderante na decisão é o da capacidade individual de poupar.

Previdência privada aberta : uma nova cultura para um futuro tranqüilo

Ritter, Elianne Luiza
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
56.56%
As entidades de Previdência Privada foram regulamentadas no Brasil pela Lei nº 6.435, de 15 de julho de 1977. Esse mercado está em pleno crescimento no Brasil, onde a cultura de previdência planejada está começando a mudar, e com destaque para a preocupação de começar cedo, com os jovens, que estão desacreditados do conceito de previdência social pública com a falência do Estado e a conseqüente crise da previdência social. A adesão de um participante jovem a um plano aumenta a sua cultura previdenciária e sua consciência de que é preciso poupar quando se está em plena capacidade laborativa para garantir uma aposentadora tranqüila. Nesse sentido, o trabalho teve o objetivo de estudar a mudança da cultura da previdência privada no Brasil como instrumento de formação de reservas individuais para a velhice, para garantia de um futuro mais seguro também como uma nova opção de investimento. Os objetivos específicos traçados foram: levantar aspectos favoráveis à mudança da cultura previdenciária no Brasil; levantar dados de crescimento dos investimentos em previdência privada; fazer comparativos de percentuais de investimentos no Brasil com outros países; demonstrar os benefícios fiscais disponíveis. Através de pesquisa bibliográfica e exploratória...

Percepção do cliente quanto aos benefícios dos planos de previdência privada

Siqueira, Maria Medianeira Antunes
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
56.51%
A ampla divulgação da reforma da Previdência Social tem despertado interesse na população, criando um clima favorável, para que o mercado de previdência privada seja uma das alternativas naturais para suprir as defasagens entre a aposentadoria que o INSS paga e o salário recebido pelo cliente, isso somado à expectativa de vida que está aumentando no mundo e no Brasil. Este estudo fez uma análise do comportamento do cliente, sobre o seu processo decisório, sobre aspectos comportamentais do cliente particular, da sua atitude com relação ao dinheiro, com relação ao banco como entidade financeira, e com relação aos serviços bancários. Todas as considerações a respeito da conduta do consumidor têm como principal finalidade o conhecimento de seu perfil, o que abrange os dados sócio-econômicos e os mais particulares relacionados com a atitude, estilo, motivação e imagem. As aquisições do consumidor são muito influenciadas pelas peculiaridades culturais, sociais, individuais e psicológicas. Geralmente, o consumidor recebe muitos subsídios sobre o produto de fontes comerciais, contudo, as fontes mais competentes costumam ser as pessoais. Verificando-se a atitude do cliente, chega-se aos três itens responsáveis pela sua reação frente às necessidades financeiras que são o dinheiro...

Hora de pendurar as chuteiras! E agora? Considerações sobre a questão da longevidade e a previdência privada

Rodrigues, Vanessa Dutra
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
56.51%
Este trabalho tem por objetivo apresentar questões da longevidade e a importância de um planejamento financeiro que possibilite, no futuro, um rendimento digno para enfrentar a aposentadoria. Rendimento este que poderá ser através de um plano de previdência privada. Desta forma, para entender melhor esta necessidade de poupar, este estudo apresenta um levantamento dos conceitos de previdência, bem como os problemas que enfrenta a previdência social. Para complementar o estudo foi realizada uma pesquisa, através de entrevista, para investigar e caracterizar o comportamento com 31 clientes exclusivos da agência Esteio do Banco do Brasil em relação ao seu planejamento financeiro, diante da alternativa de formação de reservas através da aquisição de um plano de previdência privada. A conclusão desta investigação é que estes entrevistados entendem que há necessidade de planejamento financeiro para o futuro, no entanto, poucos são os que efetivamente o realizam, justificado pelo baixo índice de aderência a planos de previdência privada.

Previdência social no Brasil : evolução, reformas e perspectivas

Vaz, Priscilla Ilha
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.34%
O presente trabalho pretende contribuir para a compreensão da evolução, das reformas e das perspectivas da Previdência Social brasileira. Para isso é utilizado um modelo descritivo e análise de tabelas e gráficos. A estrutura consiste em seis capítulos, sendo que o primeiro é a introdução. Os seguintes versam sobre os conceitos envolvendo a previdência, a organização do sistema no Brasil, as reformas realizadas no setor, mudanças recentes e desafios a enfrentar. Por fim, a conclusão. O estudo revelou que a previdência cresceu em importância, o sistema foi tornando-se mais abrangente, e, por conseqüência, exigiu maiores gastos. Como resultado de diversas inovações, as condições de elegibilidade à aposentadoria e demais benefícios previdenciários constantemente alteraram-se. Nesse contexto, o caráter solidário do sistema, característico do regime de repartição simples, foi mantido. No entanto, é nítida a grande abertura de espaços para a previdência complementar, constituindo tendência de cada vez maior valorização do capital privado no sistema. A justiça distributiva, o aumento da cobertura previdenciária e a transição demográfica aparecem como os grandes desafios atuais.; The present work aims to contribute to understanding the evolution of reforms and prospects of the Brazilian Social Welfare. It is used for a descriptive model and analysis of charts and graphs. The structure consists of six chapters...

Regime geral da previdência social - RGPS : fatores que contribuem para o déficit do RGPS

Machado, Aline de Oliveira
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.27%
O presente trabalho trata do Regime Geral de Previdência Social - RGPS e de alguns fatores que contribuem para o seu déficit, sobretudo o caráter assistencialista do regime. O RGPS é a segurança que os trabalhadores da iniciativa privada e demais filiados do regime têm de que não sofrerão solução de continuidade no recebimento de renda. Assim, poderão manter em dia seus compromissos financeiros e, no caso dos mais pobres, garantir sua subsistência. Cada vez albergando mais segurados, o RGPS cresceu muito, principalmente com o implemento de políticas sociais e assistencialistas, o que causou enorme demanda de gastos para suportar o pagamento de benefícios previdenciários. Nesse contexto, esta obra analisa alguns aspectos do RGPS que influenciam no sentido de aumentar o déficit do regime. A proposição e análise do viés assistencialista e de outras causas do déficit previdenciário foi realizada a partir da pesquisa doutrinária e legal dos diversos conceitos do Direito Previdenciário. Inicialmente, estabeleceu-se a base de conhecimento necessária para que variados leitores – até mesmo sem formação na área de direito – pudessem entender o que são e como funcionam a previdência social e o RGPS. Na sequência...

Ampliação da base de contribuintes da previdencia social em uma sociedade heterogenea : um desafio brasileiro

Rogerio Pereira Calsavara
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/02/2004 PT
Relevância na Pesquisa
66.23%
Atualmente a cobertura da Previdência Social no Brasil encontra-se muito abaixo da completa universalização em relação à população ocupada. Esta dissertação faz um levantamento do perfil dos contribuintes e dos não contribuintes da Previdência Social em dois momentos distintos, em 1990 e 2001, com o intuito de determinar as motivações para a não contribuição de indivíduos que possuem uma ocupação no mercado de trabalho bem como a evolução da situação nos anos 1990. Os resultados do trabalho mostram que houve uma elevada perda de participação dos trabalhadores da iniciativa privada que possuem carteira de trabalho assinada no total da população ocupada. Em contraposição, houve um ganho de participação de categorias em que há uma elevada proporção de não contribuintes, como empregados domésticos e trabalhadores por conta própria. Tais resultados mostram que medidas urgentes para a ampliação da base de contribuintes devem ser adotadas pelo governo caso contrário a próxima geração de idosos estará em grande medida desamparada, aumentando a demanda por programas sociais compensatórios e a pobreza na velhice.; Not informed.

Possibilidade de consórcio para gestão de Regimes Próprios de Previdência Social na esfera municipal

Silva, Maristela da Costa e
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 107 f.| il., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
66.3%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil.; A previdência, originalmente concebida como amparo àqueles que não podiam sustentar-se como idosos, viúvas e órfãos, a partir do século XX ganhou mais abrangência, passou a ser compromisso do Estado e hoje deve adaptar-se às necessidades da evolução demográfica e cultural. A questão do equilíbrio atuarial previdenciário tem sido objeto de preocupação de muitos governos nacionais e em nosso país não é diferente: além dos problemas apresentados no Regime Geral da Previdência Social, destinado aos empregados do regime da iniciativa privada, e da pequena fração de empregados atendida pela Previdência Complementar, ambas de caráter contributivo, as aposentadorias decorrentes do serviço público receberam esse caráter somente na Emenda Constitucional n.º 3/93, aos 104 anos da República. A implantação e a administração dos Regimes Próprios de Previdência Social (RPPS), facultados aos entes públicos como uma das formas de previdência por contraprestação no serviço público desde a Emenda Constitucional n.º 20/98, envolve a complexa gestão previdenciária aliada a um cenário de finanças públicas apertadas e ausência de cultura previdenciária. O objetivo do presente trabalho é caracterizar a experiência de gestão compartilhada dos RPPS municipais modelada pela Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe)...

Evolução recente da previdência privada aberta no Brasil

Pereira, Gilson Cardoso
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 49 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.56%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Sócio-Econômico. Economia.; As entidades Abertas de Previdência Privada (EAPP) são empresas que colocam seus planos previdenciários no mercado, os quais podem ser adquirido pelo público, devido ao fato de os indivíduos terem a necessidade de manter os mesmos padrões de vida após a aposentadoria. Por esse motivo surgiu a Previdência Privada, que é uma forma de poupança a longo prazo, para que na aposentadoria o individuo não sofra uma redução grande na sua renda familiar. Os planos de Previdência Privada Aberta vêm ganhando espaço no mercado e crescendo a cada ano, um dos motivos deste crescimento é o déficit da Previdência Social (órgão administrado pelo governo). Este estudo apresenta um levantamento das rentabilidades dos principais planos de Previdência Privada comparando com a caderneta de poupança, além de uma pesquisa de campo avaliando o perfil dos compradores de Previdência Privada Aberta da cidade de Florianópolis - SC. Os dados serão apresentados em forma de planilhas e gráficos, para uma melhor visualização e interpretação. A pesquisa conseguiu atingir seus objetivos mostrando que é preciso se preocupar com a aposentadoria e...

Previdência privada - aspectos operacionais e contábeis

Santos, Viviane dos
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: f.; 85 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.49%
TCC (Graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Socioeconômico. Curso de Ciências Contábeis; As Entidades Abertas de Previdência Privada (EAPP) são empresas que colocam seus pianos previdencifirios no mercado, os quais podem ser adquiridos pelo público e empresas em geral. As referidas empresas têm como objetivo principal instituir planos de concessão de pecúlios, rendas ou beneficios e assemelhados da Previdência Social. Assim, este trabalho monográfico tem o objetivo de avaliar os principais aspectos operacionais e contábeis, bem como, a estrutura básica das EAPPs (Entidades Abertas de Previdência Privada), essas dão origem aos eventos e fatos contábeis. Foram enfatizadas também, neste trabalho, as funções dos órgãos normativos e fiscalizadores em relação as Entidades Previdencidrias, assim como o surgimento da previdência privada no Brasil. A partir deste estudo foi possível constatar que através das exigências legais definidas pelos órgãos normativos e fiscalizadores, as EAPPs elaboram sua base estrutural para funcionamento, inclusive de seu plano de contas.

A crescente ampliação da previdência complementar no país: o direito à proteção previdenciária transformado em mercadoria

Assis, Pollyana Moreira de
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
66.58%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de Serviço Social, Programa de Pós-Graduação em Política Social, Mestrado em Política Social, 2011.; O presente trabalho tem por objetivo compreender as implicações das contrarreformas realizadas no Brasil nos últimos anos na política de previdência social no país, em especial no crescimento da previdência complementar privada, ao se concretizarem a partir de uma cultura de crise que faz crer na iminente falência da previdência social. Partindo da hipótese de que as contrarreformas realizadas na previdência social brasileira nos últimos anos têm implicado na expansão dos sistemas complementares de previdência, uma vez que restringem os direitos garantidos pela previdência social, optou-se pela análise documental das Emendas Constitucionais que implementaram as contrarreformas. A Seguridade Social, considerada uma das principais conquistas da Constituição Federal promulgada em 1988, vem sendo atacada desde o início da década de 1990, pela influência do ideário neoliberal, que impõe diversas perdas ao sistema de proteção social brasileiro a fim de que sejam garantidos os interesses do capital. A política de previdência social é identificada como um dos alvos privilegiados das contrarreformas de cunho neoliberal. O redimensionamento do Estado...

A importância da previdência complementar e os reflexos no contexto brasileiro

Vieira, Júlio César Alves
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
66.44%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação, Departamento de Economia. 2014; A regulamentação da previdência privada no Brasil ocorreu em 1977, no entanto,sua origem no país remonta ao século XVI, sendo inclusive precursora da previdência social. Sua estrutura compreende dois segmentos: entidades abertas,que acolhem as contratações individuais ou coletivas, e entidades fechadas,conhecidas como fundos de pensão, que englobam as adesões de empresas e instituidores. A previdência complementar brasileira se apresenta como uma alternativa efetiva para manutenção da qualidade de vida dos trabalhadores após a fase laboral, em razão de alguns fatores: o limite dos benefícios de aposentadoria concedidos pelo regime geral de previdência social, o aumento da expectativa devida da população – que gera cada vez mais necessidade de assistência a idosos e inativos – e as recentes reformas previdenciárias. Nesse contexto, verificou-se a progressão da legislação da previdência complementar, essencial para segurança dos participantes de planos de benefícios. A análise quantitativa compreendeu o período de 1995 a 2012...

Notas sobre a seguridade social e a previdência privada

Direito, Carlos Alberto Menezes
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 41314 bytes; application/pdf
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.51%
Avalia que o sistema de previdência social no Brasil passa por momento crítico. Alerta que há um equívoco na estrutura do sistema previdenciário brasileiro, que o torna perverso para os menos dotados de recursos. Ressalta o artigo 194 da Constituição de 1988 que se refere a um conjunto integrado de ações de iniciativa dos Poderes Públicos e da sociedade, destinadas a assegurar os direitos relativos à saúde, à previdência e à assistência social. Encerra enfatizando a importância de situar todo o sistema de previdência privada no cenário da previdência social.

O processo de reformulação da previdência social brasileira (1995-2004)

Amaro, Meiriane Nunes
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.21%
ACESSO RESTRITO: em respeito à Lei de Direitos Autorais, trata-se de documento de uso interno do STJ.; Apresenta um panorama geral do processo de reforma da previdência social no Brasil, destacando as mudanças primordiais empreendidas no contexto constitucional como resultado das Emendas 20 e 41, bem como da regulamentação da primeira destas emendas constitucionais.

Constituição de regime próprio de previdência municipal : vedação ao custeio de benefícios distintos daqueles garantidos pelo regime geral de previdência social

Pause, Júlio César Fucilini
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.33%
Apresenta os regimes que compõem a previdência estatal, obedecendo estes as normas gerais editadas pela União, como o regime geral de previdência social regido pelo disposto nas Leis Federais 8.212 e 8.213, ambas de 24 de julho de 1991, que dispõem, respectivamente, sobre o plano de custeio e benefícios e o regime próprio de previdência social dos servidores públicos civis e militares.

Regime próprio de previdência social de Nova Esperança do Sul-RS

Saciloto, Elisandra Carloto
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.41%
O presente estudo tem como objetivo abordar aspectos históricos e práticos da Previdência Social no Brasil. Tema de crescente preocupação entre a população ativa assim como os administradores tanto na iniciativa privada quanto na gestão pública, pois com o aumento da expectativa de vida somada à redução da natalidade no país, que está gerando uma inversão na pirâmide populacional, que será concretizada no ano de 2030, ou seja, haverá uma população economicamente ativa menor e um número maior de aposentados, é o que afirma o Ministério da Previdência Social. Diante desta realidade a sustentação dos Regimes Próprios de Previdência Social vêm sendo o centro dos debates da sociedade brasileira. Pretende-se neste trabalho, uma pesquisa a referenciais teóricos e legislação, bem como estudo de caso concreto junto ao Regime Próprio de Previdência Social dos Servidores de Nova Esperança do Sul - NESPREV, legalmente instituído em lei municipal, e que contempla atualmente 132 servidores. Esta abordagem será demonstrada em seis capítulos, sendo que, primeiramente será contemplada com um apanhado histórico sobre o Regime Geral da Previdência Social – RGPS, e o Regime Próprio de Previdência Social – RPPS no Brasil. Na sequência...

Previdência social oficial e previdência privada: estágio atual, perspectivas e tendências, uma abordagem geral

Silva, Ester da
Fonte: Universidade do Extremo Sul Catarinense Publicador: Universidade do Extremo Sul Catarinense
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso - TCC
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.52%
Trabalho de Conclusão de Curso, apresentado para obtenção do grau de Bacharel no Curso de Ciências Contábeis da Universidade do Extremo Sul Catarinense, UNESC.; O trabalho aborda as perspectivas e tendências da Previdência Social bem como a opção de adesão a um plano de previdência complementar. A rigor, a previdência é um instituto típico das sociedades industrializadas, voltado para proteger o trabalhador e sua família durante e após o período laborativo. O intuito deste trabalho é favorecer a ampliação do conhecimento e a compreensão das particularidades da modalidade de previdência privada, não desmerecendo o sistema público. A legislação que regula a previdência complementar está conceitualmente muito bem estruturada, integrando, juntamente com os regimes públicos, um sistema previdenciário sólido e estabelecido em bases sustentáveis. O mundo está experimentando mudanças estruturais importantes no segmento previdenciário, e o sistema privado visa justamente complementar a renda oriunda da previdência social.