Página 1 dos resultados de 1736 itens digitais encontrados em 0.013 segundos

O discurso da racionalidade econômica e a racionalização na reforma da Previdência Social; The discourse based on the economic rationality and the social insurance reform process

Santos, Rita de Cassia Bessa dos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 06/06/2008 PT
Relevância na Pesquisa
66.57%
Esta tese aborda as disputas em torno do processo de reforma da Previdência Social e identifica que foram orientadas pela formação de um discurso embasado na racionalidade econômica, segundo o qual a situação de escassez e de crise fiscal foi determinante no projeto de reforma. O discurso do déficit na Previdência Social confrontou o modelo de seguridade social instituído pela Constituição Federal de 1988. O principal ponto da disputa foi o Orçamento da Seguridade Social, que, ao integrar a Previdência Social, tornou-a sujeita ao controle público, tanto na fase elaboração do orçamento, quanto na sua execução. Essa foi a dimensão que alimentou o debate e orientou um amplo processo de racionalização da Previdência Social, indo além da reforma nos critérios de acesso aos benefícios, como um resultado não esperado.; This thesis analyses the disputes about the social insurance reform process and identifies that they are oriented by a discourse based on the economic rationality, that one the scarcity situation and fiscal crisis determine the reform projects. The social insurance deficit discourse confronted the social security model set up by the 1988 Federal Constitution. The main point of the dispute was the social security budget that subjected to the public control the Social Insurance System as in the stage of budget elaboration as its performance. That was the point that maintained the contend and oriented a extensive process of social insurance rationalization. That got ahead of the reform in the entrance criterion of the social benefits as an unexpected effect.

Estudo sobre a percepção da previdência social e sua influência na decisão de aderir a planos de previdência complementar privada aberta

Mallmann, Gaspar Calisto
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.57%
O presente trabalho consiste no estudo da percepção de um conjunto de clientes de serviços bancários a respeito da previdência social no Brasil e que influência essa percepção exerce sobre a decisão de aderir a planos de previdência privada complementar aberta. Com o intuito de obter respostas a essas questões, o trabalho foi realizado através de uma pesquisa aplicada. Inicialmente procurou-se verificar qual o grau de conhecimento das pessoas que fazem parte do contingente pesquisado, que possuem renda superior ao teto da previdência social, para fins de aposentadoria, em relação ao Regime Geral da Previdência Social. A partir daí buscou-se saber se esse conhecimento interfere na decisão de aderir a planos de previdência complementar privada e como as pessoas procedem na decisão de buscar a complementaridade no planejamento da futura aposentadoria. Os principais procedimentos adotados foram de descrição, análise e interpretação dos dados coletados na pesquisa. As respostas fornecidas pela pesquisa mostram que há influência da percepção sobre a previdência social na decisão de aderir a planos de previdência privada, entretanto o fator preponderante na decisão é o da capacidade individual de poupar.

A previdência social como fator de inclusão social

Michelon, Edmilso
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.6%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Jurídicas. Programa de Pós-Graduação em Direito.; A presente dissertação de mestrado estuda a Previdência Social como fator de inclusão social, principalmente a partir do formato dado ao sistema previdenciário com a Emenda Constitucional n° 20/98. Partindo-se da premissa de que na Constituição Federal de 1988 o direito à cidadania foi inscrito como fundamento do Estado Democrático de Direito, para sua efetivação se exige além de direitos civis e políticos, direitos sociais. O direito à Previdência Social consta Constituição como um direito social fundamental, no entanto a reforma previdenciária impôs novos e mais onerosos critérios de elegibilidade para o acesso aos benefícios, bem como a adequação dos mesmos à lógica de mercado, o que impede ou mitiga a possibilidade da previdência social servir de instrumento para a inclusão social. Para comprovar a hipótese parte-se de um estudo histórico da legislação que disciplina o acesso aos benefícios da Previdência Social no Brasil. No primeiro capítulo, estudamos como surgiu e se expandiu à Previdência Social e quem teve acesso aos benefícios. No segundo capítulo...

A importância da previdência complementar frente às incertezas da previdência social

Pedroso, Evelyn Cristina Bassoli
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 51 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.63%
TCC (Graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Socioeconômico. Curso de Graduação em Ciências Econômicas.; O presente trabalho de investigação visa apresentar aspectos do histórico e das mudanças ocorridas no sistema de Previdência Social do Brasil e a importância do Sistema Complementar de Previdência. Foram abordados categorias e conceitos de seguridade social e temas relacionados às reformas da Previdência Social, ao fator previdenciário e as transformações da seguridade social ocorridas recentemente no Brasil. Abordou-se as características da Previdência complementar, suas entidades abertas e fechadas e os tipos de planos em relação à estrutura dos benefícios. Demonstra-se a importância da previdência complementar visto que o sistema oficial de previdência no Brasil há muito tempo não tem sido capaz de garantir aos trabalhadores que se tornam assistidos, a proteção e qualidade de vida após o período laboral seja por suspeitas de corrupção, a compra de serviços e o aumento da demanda pela política previdenciária fez com que esta começasse a ser questionada, o que forçou a criação de novas medidas. Livre de qualquer visão determinada, marxista ou neo liberal, o trabalho mostrará que pode ser importante ter...

PREVIDÊNCIA SOCIAL VERSUS PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR: A IMPORTÂNCIA NA ADESÃO A UM FUNDO DE PENSÃO. O CASO DA QUANTA PREVIDÊNCIA.

Silva, Debora Dias da
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 52 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.6%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Sócio-Econômico. Economia.; Esta monografia tem como objetivo analisar o sistema de Previdência Social no Brasil versus o Sistema de Previdência Complementar, suas principais características e um breve histórico desses dois sistemas. Esta pesquisa apresenta também a estrutura atual do sistema de Previdência Social do Brasil, o fator previdenciário, as mudanças ocorridas na última reforma previdenciária, além abordar algumas perspectivas de médio e longo prazos no que se refere a composição demográfica da população. Sobre os planos de previdência complementar no Brasil, abordou-se suas entidades abertas e fechadas, os tipos de planos em relação à estrutura dos benefícios, e enfatizou-se a importância na adesão a um fundo de pensão, visto que o sistema básico de Previdência Social se mostra instável, e como forma de precaução, são ressaltados elementos que proporcionam segurança às pessoas que participam de planos de previdência complementar. O presente trabalho também mostra o caso de sucesso da Quanta Previdência Unicred, entidade sem fins lucrativos que tem por objetivo administrar Planos de Previdência, sendo o Precaver o primeiro plano gerido pela Entidade. A pesquisa...

(Des) estruturação do trabalho e condições para universalização da Previdência Social no Brasil

Silva, Maria Lucia Lopes da
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
66.6%
Tese (mestrado)-Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de Serviço Social, 2011.; Esta tese examina, no contexto contemporâneo de desestruturação do trabalho e da seguridade social no Brasil, as condições para a universalização da previdência social. Argumenta-se que o modelo de previdência social adotado no país até a instituição da seguridade social, em 1988, dependia exclusivamente do trabalho assalariado e tinha sua cobertura estritamente vinculada ao nível de emprego. A partir daquele ano, a concepção de seguridade social e o seu modelo de financiamento possibilitaram o ingresso, na previdência social, de trabalhadores que estão inseridos em relações informais de trabalho, tornando-a, fundamentalmente, mas não exclusivamente dependente do trabalho assalariado formal. Com isso, apesar da existência de limites estruturais à plena universalização desta política social no marco do capitalismo há possibilidades de avanços expressivos nessa direção. Todavia, para atender aos interesses do grande capital, o significado da seguridade social brasileira vem sendo corroído, o seu superávit negado e os direitos da previdência social reduzidos. Sob o argumento neoliberal de que constitui um contrato social entre gerações...

A reforma da previdência social de 1962 na institucionalização do Estado-Providência em Portugal

Carolo, Daniel Fernando da Soledade
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /09/2006 POR
Relevância na Pesquisa
66.6%
Mestrado em Economia e Política Social; Este estudo procurou analisar a importância da Reforma da Previdência Social de 1962, no âmbito do desenvolvimento do esquema da Previdência Social no Estado Novo, e contribuir para a compreensão da institucionalização do Estado-Providência em Portugal. Neste sentido procedeu-se à análise de dois períodos históricos distintos: i) o período anterior à Reforma, justificando a sua necessidade e importância enquanto ruptura com alguns princípios corporativos do esquema da Previdência Social instituída em 1935; ii) o período posterior à Reforma, que inclui as evoluções no período após o 25 de Abril de 1974, indispensável na identificação das continuidades que persistem no modelo actual de Estado-Providência. Em função dos elementos recolhidos, foi possível extrapolar algumas conclusões quanto aos impactos desta reforma e, consequentemente, quanto à sua importância na configuração do actual sistema de Segurança Social e modelo de Estado-Providência em Portugal: 1) ao progresso da Previdência Social correspondeu um reforço da intervenção do Estado no período do Estado Novo, no sentido de uma transformação gradual em Estado-Providência, à semelhança de outros países europeus...

O serviço social na previdência social: a afirmação do seu espaço na materialização dos direitos

Rozendo, Francisco Henrique da Costa
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Serviço Social; Serviço Social, Formação Profissional, Trabalho e Proteção Social; Serviço Social, Cultura e Relaçõe Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Serviço Social; Serviço Social, Formação Profissional, Trabalho e Proteção Social; Serviço Social, Cultura e Relaçõe
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
76.52%
The work of the professional of social worker in social security policy, it is seen wrapped in an adverse situation to consolidate the ethical-political project work, marked by the materialization of the neoliberal policy essentially promotes the reduction of social rights historically achieved by the class struggle worker. In this sense, with the aim of analyzing the statement of work of the Social Worker in Social Security, their struggles and challenges to the realization of rights, against the current situation is that it renders the theoretical basis of the discussions to be fought. Thus, we performed procedures such as methodological research literature and documents in detail of our analytical categories in order to base the discussion on social security policy. The survey area covered was the Executive Management of Social Security Mossoró and Natal, representing a total of 07 (seven) surveyed social workers who work in the Department of Social Work. Thus, the research allowed us a comparison with the work of Social Workers and this allowed us to reach some conclusions: first, the fact that Social Security does not guarantee in its entirety, the conditions necessary for the work of Social Worker, taking into account the lack of human and material resources for its realization...

Instrumentalidade do serviço social na previdência social no Brasil contemporâneo

Fernandes, Valmara Pordeus de Oliveira
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Serviço Social; Serviço Social, Formação Profissional, Trabalho e Proteção Social; Serviço Social, Cultura e Relaçõe Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Serviço Social; Serviço Social, Formação Profissional, Trabalho e Proteção Social; Serviço Social, Cultura e Relaçõe
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
76.6%
In the sociability of the capital, the challenges to the consolidation of social security as a public policy become expressive, which has implications for social security services, particularly for Social Works who works for the security and fulfillment of social rights. Therefore, in this context of denial of these rights becomes relevant the work of social worker, as a professional committed to the ethical-political project and the Matrix Theory and Methodology of Social work, which potentiate the action able to establish professional articulated strategies for the strengthening of collective struggles for equality in society. Thus, this study examines the instrumentality of social work in the contemporary world and its contribution to the realization of rights. For this, we conducted a literature review, using authors dealing with the issue, as Behring (2008), Boschetti (2003), Mota (1995), Guerra (2007) among others, as well as documentary research through laws, decrees, instructions Normative, Internal Guidelines, and especially the analysis of the Matrix itself of Social Work in welfare. We use also of paramount importance to our analysis - the field research, using techniques such as semi-structured interview and questionnaire. The research enables the identification of important aspects of the subject studied...

A Central Única dos Trabalhadores (CUT) no embate das contrarreformas da previdência social: contraposição ou consenso?

Honorato, Leidilane de Oliveira
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Serviço Social; Serviço Social, Formação Profissional, Trabalho e Proteção Social; Serviço Social, Cultura e Relaçõe Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Serviço Social; Serviço Social, Formação Profissional, Trabalho e Proteção Social; Serviço Social, Cultura e Relaçõe
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
76.56%
The provident rights were results of intense fights in between the capital and work, claiming the interventions of the state for the creation of an ample social protection system. In Brazil the law, Providence Social mark, dated 1923, from then on, the advances and extensions were many, of this diverse categories of politics. Mean while, in the 1990 s, the Brazilian government adopted the examples of other developed countries, the new pattern that hinted the realization of substantial changes on the states purpose, the reached rights and the proper organization of working classes. For the Social Providence, the principal loses turned out in 1998 and 2003; respectively in FHC governments and Lula, with the realization of two counter reforms that restricted the provident rights and motivated the privatization of public providence. In the scenery, the CUT, one of the representative organizations from working classes, founded in 1983, that has always itself with changed direction, from fighting to negotiating. This inflection determined the proposition of the center before the offers of the counter reforms, of Social Providence. The present work has the objective to analyze the social politic content of the fights from Brazilian union movement in the period of the conquests and disassembled rights and...

O trabalho profissional dos(as) assistentes sociais no INSS pós as contra-reformas da Previdência Social

Barbosa, Thalyta Mabel Nobre
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Serviço Social; Serviço Social, Formação Profissional, Trabalho e Proteção Social; Serviço Social, Cultura e Relaçõe Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Serviço Social; Serviço Social, Formação Profissional, Trabalho e Proteção Social; Serviço Social, Cultura e Relaçõe
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
76.58%
The present research study the work professional of the Social worker in the National Institute of Social Security of Rio Grande do Norte s State, especially about the working terms, the demands and working process of Social worker in consequence of the limits established with disorganization of his institutional space derived of the Counter-Reforms of the State and of Social Security. In decade of 1990 there was in Brazil adhesion to the neoliberal politics what configured a new organization of work and a new performance of the State. Inside this context, it was accomplished the Counter-Reforms with emphasis in the privatizations, reform of the Social Security and of the device of the Brazilian State, among other actions. Particularly, in Social Service reforms brought profound consequences for the Social workers of INSS, among it: reduction of professionals and in his institutional space. This study situates the Social Worker of Social Security in front of the contemporary modifications in the world of work as well as in front of the consequences come upon of the Counter-Reforms implemented and executed by the neoliberal governments in the country of way the of frame and to enter to the globalized world and the new order of the capital. From the qualitative research based in the critical and dialectic theoreticianmethodological perspective that study the phenomena from your relations...

Política econômica e financiamento da previdência social no Brasil : crítica à visão conservadora; Economic policy and social security financing in Brazil : critical to the conservative view

Fernando Junqueira Neves
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/03/2011 PT
Relevância na Pesquisa
66.61%
Os setores conservadores jamais aceitaram o notável pacto social estabelecido pela Constituição de 1988. Resistem, desde então, a aceitar o que reza a Constituição da República, sobretudo nas conquistas no campo da Seguridade Social, da qual a Previdência Social é parte integrante. O presente estudo tem como objetivo geral apresentar um contraponto à visão conservadora e refutar a tese de que o sistema previdenciário brasileiro é excessivamente oneroso para o Estado e que, em um futuro breve, será o responsável pela ingovernabilidade fiscal no país. O capítulo 1 trata das principais conquistas da Carta de 1988 e do importante papel da Seguridade Social na proteção social e na distribuição da renda - fato, esse, totalmente ignorado pelos adeptos da visão conservadora. O capítulo 2 procura desenvolver o argumento de que a natureza da questão do financiamento da Previdência Social é preponderantemente exógena, isto é, está mais relacionada ao estreitamento das fontes de financiamento do sistema, consequência das opções macroeconômicas adotadas nas últimas décadas baseadas em baixo crescimento econômico, que desorganizaram o mercado de trabalho e estreitaram as bases de financiamento da Previdência. O capítulo 3 ressalta que a trajetória de crescimento das despesas previdenciárias ocorridas nos anos 1990 e...

Regime próprio de previdência social de Nova Esperança do Sul-RS

Saciloto, Elisandra Carloto
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.64%
O presente estudo tem como objetivo abordar aspectos históricos e práticos da Previdência Social no Brasil. Tema de crescente preocupação entre a população ativa assim como os administradores tanto na iniciativa privada quanto na gestão pública, pois com o aumento da expectativa de vida somada à redução da natalidade no país, que está gerando uma inversão na pirâmide populacional, que será concretizada no ano de 2030, ou seja, haverá uma população economicamente ativa menor e um número maior de aposentados, é o que afirma o Ministério da Previdência Social. Diante desta realidade a sustentação dos Regimes Próprios de Previdência Social vêm sendo o centro dos debates da sociedade brasileira. Pretende-se neste trabalho, uma pesquisa a referenciais teóricos e legislação, bem como estudo de caso concreto junto ao Regime Próprio de Previdência Social dos Servidores de Nova Esperança do Sul - NESPREV, legalmente instituído em lei municipal, e que contempla atualmente 132 servidores. Esta abordagem será demonstrada em seis capítulos, sendo que, primeiramente será contemplada com um apanhado histórico sobre o Regime Geral da Previdência Social – RGPS, e o Regime Próprio de Previdência Social – RPPS no Brasil. Na sequência...

Impactos da globalização econômica nas transformações da previdência social brasileira entre 1995 e 2005.; Impactos da globalização econômica nas transformações da previdência social brasileira entre mil novecentos e noventa e cinco e dois mil e cinco.

Brito, Patricia Pâmela Roque da Silva
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.6%
Impactos da Globalização Econômica nas Transformações da Previdência Social Brasileira entre 1995 a 2005. Universidade Católica de Brasília. Professores Orientadores: José Romero Pereira Júnior. Junho de 2008 O presente trabalho de monografia tem como objetivo mostrar como o processo de globalização influencia o Estado, bem como a sociedade. E os impactos desse processo na Previdência Social brasileira. O processo de globalização foi observado a partir da década de 70, tal processo influenciou o mundo em áreas como a política, economia, e a social. Com a mudança causada pela globalização os Estados precisam se adequar e repensar novas formas de governar. O Estado tem obrigação de zelar pela boa relação entre os paises, pois dessa maneira a economia funciona de maneira mais ágil. É dever de o Estado dar assistência política, econômica e social à sociedade.Países como Argentina, Chile, Peru e Brasil estão mas preocupados com a questão da Seguridade Social. Que é dever do Estado. A Previdência Social é uma mudança advinda do processo de globalização, garante o poder de compra do cidadão que faz com mais dinheiro seja ejetado na economia. O beneficio da Previdência Social pago através da receita dos contribuintes...

Previdência social

Vonbun, Christian (Colaborador); Silveira, Fernando Gaiger (Colaborador); Mendonça, João Luis de Oliveira (Colaborador); Rangel, Leonardo (Colaborador); Pasinato, Maria Tereza de Marsillac (Colaborador)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Políticas Sociais: acompanhamento e análise - Artigos
PT-BR
Relevância na Pesquisa
66.59%
Este capítulo traz uma breve análise sobre a Previdência Complementar Aberta. A referida análise se dá ao longo do exame, na íntegra, da trajetória dos três componentes do sistema: o Regime Geral de Previdência Social (RGPS), a Previdência dos Servidores Públicos – ou Regimes Próprios de Previdência Social (RPPS) –, e a Previdência Complementar. Examina alguns dos fatos que mais marcaram o período recente na área, entre os quais vale apontar desde já os desdobramentos da Lei no 11.718/2008, que trata da previdência rural, e amplia e atualiza o sistema, por meio do estabelecimento de novos critérios tanto para aposentadoria, como para inscrição na qualidade de segurado especial, e ainda para contratação de trabalhador rural por curto período. Ao final do capítulo, apresenta descrição e análise da proposta de emenda constitucional do governo sobre reforma tributária.; p. 29-54 : il.

Projeções de longo prazo para o regime geral de previdência social: o debate no Fórum Nacional de Previdência Social; Texto para Discussão (TD) 1405: Projeções de longo prazo para o regime geral de previdência social: o debate no Fórum Nacional de Previdência Social; Long-term projections for the general social security scheme: the debate in the National Social Security Forum

Schwarzer, Helmut; Pereira, Eduardo da Silva; Paiva, Luis Henrique
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
PT-BR
Relevância na Pesquisa
66.6%
A realização do Fórum Nacional de Previdência Social (FNPS) em 2007 foi o principal fato para aqueles que acompanham a área de previdência social no país. As projeções de longo prazo para a arrecadação, as despesas e o resultado do Regime Geral de Previdência Social (RGPS), preparadas pela Secretaria de Políticas de Previdência Social (SPS) do Ministério da Previdência Social (MPS), receberam grande atenção dos membros do FNPS e foram intensamente debatidas. Essa discussão voltou-se tanto para alguns dos parâmetros utilizados nas projeções – como, por exemplo, as taxas de crescimento do produto interno bruto (PIB) e as taxas de formalização –, quanto para algumas relações estruturais presentes no modelo de projeção – como a rigidez da relação entre arrecadação, massa salarial e PIB. Este trabalho busca defender a racionalidade dos parâmetros utilizados e dos elementos estruturantes do modelo de projeção de longo prazo utilizado pela SPS/MPS, ao mesmo tempo em que procura incorporar algumas das sugestões realizadas ao longo do FNPS para a realização das projeções de longo prazo. Os resultados mostram que medidas de gestão, melhorias na eficiência do sistema, aumento de formalização e aumento da participação das mulheres no mercado de trabalho poderiam melhorar levemente a situação do RGPS no curto e no médio prazo...

Previdência social

Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Diretoria de Estudos e Políticas Sociais (Disoc)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Políticas Sociais: acompanhamento e análise - Artigos
PT-BR
Relevância na Pesquisa
66.58%
Este artigo Inicia-se a análise da conjuntura previdenciária pela subseção Financiamento e gastos do RGPS, seguida pela evolução da Dívida Ativa e por uma seção em que são apresentados os reflexos da Reforma Tributária para a Previdência (a possibilidade de realizar a desoneração da folha salarial); a seguir, discute-se a descentralização da gestão previdenciária, a nova metodologia de cálculo para aferir o grau de cobertura da Previdência Social; a previdência complementar; e, por fim, os desdobramentos da Reforma da Previdência e a tramitação da PEC Paralela.; p. 24-35

Previdência social

Gaiger, Fernando (Colaborador); Rangel, Leonardo Alves (Colaborador); Stivali, Matheus (Colaborador)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Políticas Sociais: acompanhamento e análise - Artigos
PT-BR
Relevância na Pesquisa
66.57%
Neste capítulo são analisadas as políticas da previdência social em 2007, destacando-se os fatos de maior relevância e avaliando-se o desempenho dos dois principais pilares do sistema: o Regime Geral de Previdência Social (RGPS) e a Previdência dos Servidores Públicos – ou Regimes Próprios de Previdência Social (RPPS).; p. 31-49 : il.

Desafios e reformas da previdência social brasileira;

Tafner, Paulo
Fonte: Universidade de São Paulo. Superintendência de Comunicação Social Publicador: Universidade de São Paulo. Superintendência de Comunicação Social
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 30/05/2012 POR
Relevância na Pesquisa
76.37%
Nos últimos vinte anos a questão previdenciária ocupou grande parte do espaço do debate dedicado aos rumos e às transformações da política social no Brasil. Nesse período, ocorreram duas importantes reformas, em 1998 e 2003. A despeito dos esforços empenhados nelas, muita coisa aindadeve ser feita, uma vez que essas reformas se mostraram insuficientes para a solução dos problemas. Um dos grandes obstáculos de nossa previdência social é que as regrasque a regem ainda resistem a alterações, embora as mesmas não respondam mais à realidade atual da sociedade brasileira. O problema adquire contornos mais dramáticos no momento em que vivemos, de importantes mudanças demográficas.Nesse sentido, o objetivo deste artigo é discutir a questão previdenciária brasileira no âmbito da construção de uma agenda de reformas que vise a orientar decisões de autoridades que trabalham no tema e auxiliar na buscade soluções definitivas. Nesse debate, incluem-se outros paralelamente, como, por exemplo: o que esperar dos gastos previdenciários diante da perspectiva de mudança  demográfica?; In the last 20 years the social security issue has taken up a lion’s share of the debate on the paths and changes in the social policies of Brazil. Throughout that period two important reforms have taken place...

O Banco Mundial e as Reformas da Previdência Social na América Latina

Magioni, Mirella Januário
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Política Social da UFES Publicador: Programa de Pós-Graduação em Política Social da UFES
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 15/12/2014 POR
Relevância na Pesquisa
76.4%
Neste artigo apresentamos a trajetória do Banco Mundial na sua aproximação com a política de Previdência Social, bem como sua evolução ao longo das décadas de 1980, 1990 e 2000. Partimos da premissa de que tal perspectiva não se apresentou de forma igual nessas três décadas, uma vez que as condições objetivas que a sustentam também se modificaram. Assim, a crise de endividamento dos países da América Latina na década de 1980, os ajustes estruturais, as reforma dos sistemas de repartição e o aumento da pobreza são processos dinâmicos em que o Banco Mundial atuou e ao mesmo tempo se modificou no decorrer dessa atuação.