Página 1 dos resultados de 8156 itens digitais encontrados em 0.036 segundos

Estilos de vida e prevenção primária na saúde oral em ambiente escolar

Lopes, Pedro André Ferreira Campos.
Fonte: FEUC Publicador: FEUC
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
56.11%
A relação entre estilos de vida e saúde está amplamente estudada. Em termos teóricos, esta relação tem sido explicada sobretudo com recurso ao modelo de Grossman. Deste modo, os indivíduos fazem as escolhas, nomeadamente sobre o que consomem e sobre o tempo que dedicam à promoção da saúde, que do seu ponto de vista, melhor representam os seus interesses. A prevenção primária afigura-se cada vez mais como uma via privilegiada para obter ganhos em saúde e para garantir a própria sustentabilidade financeira dos serviços de saúde. A prevenção primária deve por isso ser fomentada, contudo, não chega informar; é necessário perceber quais são as motivações dos indivíduos e com base nelas estimular estilos de vida saudáveis. No caso particular da saúde oral, a prevenção é reconhecidamente eficaz sendo fundamental intervir na infância e adolescência. Assim, o objetivo do presente estudo é conhecer os comportamentos, atitudes e motivações de crianças e adolescentes relativamente à saúde oral. Para atingir o objetivo proposto foi criado e administrado um questionário em três escolas do distrito de Viseu, tendo sido incluídas no estudo crianças dos três ciclos do ensino básico, abrangendo idades dos 8 aos 16 anos. No total foram inquiridas 224 crianças e adolescentes...

O modelo psicanalítico kleiniano aplicado à prevenção em saúde mental na infância; The kleinian psychoanalytic model applied in infant mental health prevention

Rahim, Mohamad Ali Abdul
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 06/06/2006 PT
Relevância na Pesquisa
56.07%
O presente trabalho visou à realização de uma análise teórica do modelo psicanalítico kleiniano com a finalidade de formular uma concepção de prevenção em saúde mental na infância. Buscou também avaliar a existência de concepções kleinianas que apontem para a prevenção primária, bem como elementos que corroborem a intervenção preventiva primária, em suas aplicações universal, seletiva e indicada. Foram formulados conceitos de saúde mental com base no modelo psicanalítico kleiniano, e analisadas as influências do processo de transformação do superego como precondição para a consolidação da saúde mental na infância. Sua viabilização se deu a partir de pesquisa teórica de livros, artigos científicos, e outras fontes de informação relacionadas às obras completas de Melanie Klein e aos escritos dos pós-kleinianos. A análise do material teórico contemplou as principais categorias conceituais da teoria kleiniana e enfatizou vértices que marcassem o encontro com as noções de prevenção e saúde mental. Conclui-se que o modelo kleiniano comporta a idéia de prevenção primária e reúne elementos para nortear intervenções preventivas universais, seletivas e indicadas. A saúde mental é definida como um estado fluido...

Aplicabilidade do PPRA: análise crítica dos riscos ocupacionais na saúde do trabalhador; Feasibility study for PPRA: review of occupational hazards in oral health in the work environment

Lopez Camanho, Eliete Dominguez
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 12/09/2012 PT
Relevância na Pesquisa
56.04%
As doenças bucais ocupacionais e os acidentes de trabalho requerem medidas de prevenção implantadas no sistema de gestão de segurança e saúde no trabalho, a fim de estabelecer um ambiente de trabalho mais seguro. No caso do ambiente de trabalho apresentado no presente estudo, equacionar prevenção de doenças bucais ocupacionais é uma tarefa árdua. A legislação vigente exige da empresa, elaborar e manter um Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA), visando preservar e manter a segurança e saúde de seus trabalhadores, em consonância com as demais normas regulamentadoras e com os demais requisitos legais, adentrando nesta interface a Odontologia do Trabalho. Por meio do conhecimento técnico-científico da Odontologia do Trabalho, este trabalho propõe incluir nas diretrizes para elaboração e implementação de um PPRA em um processo específico de galvanoplastia os riscos químicos com potencial de inferir na saúde bucal do trabalhador. Obtendo a associação entre a identificação no PPRA dos riscos ambientais e dos possíveis agravos e comprometimento da saúde bucal do trabalhador. Concluindo ser viável a contribuição da odontologia do trabalho na elaboração do PPRA visando à prevenção da saúde bucal dos que neste ambiente laboram; sendo necessário o monitoramento do binômio ambiente laboral e saúde bucal do trabalhador...

Criação, desenvolvimento e aplicação de serious game educativo para prevenção em saúde bucal infantil - 'Caí, perdi um dente... E aí?"; The conception, development and application of an educational serious game called - "I Fell Down and Lost my Tooth, So?"

Rodrigues, Mariana Hortolani
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
56.03%
Jogos são uma ponte natural entre educação e diversão. Seu uso já provou ser eficaz em várias áreas do saber, pois fornece, junto da interatividade, novas formas de aplicação do conhecimento, através de desafios propostos ao usuário. Tal meio, amplamente utilizado na indústria do entretenimento, pode assumir papel social quando aplicado a áreas diversas, como a da saúde. Esta categoria de jogos, com propósitos específicos como treinamento, reabilitação e prevenção, denomina-se serious games. No entanto, os materiais disponíveis para a propagação de conceitos referentes à prevenção em saúde, destinados ao público infantil, ainda são escassos e com pouco nível de atratibilidade. Compostos geralmente por materiais impressos, são meios de difícil acesso a todas as camadas da população. No âmbito da Odontologia, tal área se mostra pouco explorada, oferecendo às crianças apenas orientações quanto à prevenção de doenças, importância da boa higiene bucal e das visitas regulares ao profissional dentista. Esta dissertação apresenta, portanto, a criação, desenvolvimento e aplicação de um serious games, chamado Caí, Perdi um Dente... E daí?, focado no assunto avulsão dentária de um dente permanente...

Suporte social como prevenção em saude mental e obesidade : intervenções atraves de atividades ludicas no cenario escolar; Social support as mental health and obesity prevention : interventions through school setting play activities

James Jose de Novaes
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 13/02/2006 PT
Relevância na Pesquisa
56.08%
Várias pesquisas mostram que nos próximos 20 anos metade da população mundial terá sobrepeso em função da crescente prevalência deste distúrbio e da carência de medidas preventivas eficazes para a coletividade. Este contínuo aumento da obesidade tem levado a um crescimento de problemas orgânicos na população, além de problemas na esfera psíquica relacionados a auto-estima e a imagem corporal. Alguns pesquisadores indicam como principal fator do aumento da obesidade, a compulsão alimentar em decorrência de ansiedade. Por outro lado, a ausência de medidas preventivas na área de saúde mental, tem levado os distúrbios mentais a tornarem-se o maior problema em saúde coletiva atualmente nos países desenvolvidos. Foi verificado que intervenções através de atividades lúdicas como suporte social, possibilitam uma diminuição no risco de desenvolvimento de psicopatologia e um aumento dos fatores de proteção em um período curto de aplicação, o que aumenta a possibilidade desta intervenção promover resultados preventivos ao longo prazo. Foram escolhidas 2 categorias de atividades lúdicas como programa de prevenção primária para este estudo: a Arte Terapia e a Arte Capoeira. As crianças foram dividas em 3 grupos de intervenção...

Programas de prevenção à saúde do trabalhador no serviço público

Pereira, Carmen Lúcia Gill Alves
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
56.04%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção.; O presente estudo tem como tema "Programas de Prevenção à Saúde do Trabalhador no Serviço Público". Nele, objetivou-se conhecer casos bem sucedidos de práticas preventivas de órgãos públicos, visando a estabelecer modelos e parâmetros que auxiliassem na construção de uma política de prevenção à saúde para o Setor. O estudo abordou as políticas de prevenção instituídas pelo Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais - TJMG. A pesquisa foi desenvolvida através de entrevista com os principais atores sociais que vivenciaram a construção e a implantação dessas políticas. Inicialmente, constatou-se que a Instituição, para fazer frente à alta incidência de casos de Lesões por Esforços Repetitivos - LER, formulou políticas de prevenção, resultado de anos de trabalho participativo e de construção social. Sob a coordenação/orientação de consultores externos (convênio com a Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG), os técnicos da Instituição analisaram o trabalho de quatro setores representativos (aprenderam fazendo), sendo emitido Relatório Final intitulado "Avaliação das condições de Trabalho no Tribunal de Justiça - MG" (ASSUNÇÃO et al....

Prevenção em saúde mental no Brasil na perspectiva da literatura e de especialistas da área

Oliveira, Samia Abreu
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
56.12%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Departamento de Psicologia Clínica, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Clínica e Cultura, 2012.; A prevenção em saúde mental têm se mostrado uma alternativa eficaz, de menor custo quanto comparado aos gastos com tratamento de transtornos mentais e com resultados confiáveis na diminuição da incidência de desfechos negativos em saúde mental em todo o mundo. Entretanto, estudos específicos sobre intervenções preventivas em saúde mental no Brasil são escassos. O objetivo desta dissertação é identificar o estado da arte da pesquisa em prevenção em saúde mental no Brasil a partir da perspectiva da literatura e dos especialistas. Para tanto, foram desenvolvidos uma revisão conceitual e três estudos sequenciais. A revisão apresenta os principais conceitos e pressupostos teóricos relacionados à prevenção em saúde mental. Os resultados do estudo indicam ganhos conceituais e práticos com a ampliação da definição de saúde mental e de prevenção. Esses foram associados ao bem-estar, à psicologia positiva e a possibilidade de discussão dos fatores de risco e de proteção a partir do Modelo Bioecológico do Desenvolvimento Humanos. O primeiro estudo foi uma revisão sistemática sobre o estado da arte de pesquisa nacional em prevenção em saúde mental e analisou os estudos nas etapas do ciclo de pesquisa em prevenção. O ciclo de pesquisa em prevenção pode ser descrito em seis grandes etapas: a identificação do problema...

Que prevenção para uma visão saudável?

Poças, Ilda
Fonte: Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa Publicador: Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /05/2013 POR
Relevância na Pesquisa
65.85%
Visão - Função complexa; importância extrema na aquisição do mundo exterior, na aprendizagem, na comunicação não verbal, nos aspectos cognitivos, afectivos, nas relações do indivíduo. Repercussões no desenvolvimento físico e cognitivo e na integração social do indivíduo. Processo dependente de factores genéticos diversos e da integridade estrutural e funcional do olho e suas conecções. O olho é um órgão com estrutura anatómica e fisiológica complexa, com um desenvolvimento desde as primeiras horas de gestação – fundamental o primeiro trimestre de desenvolvimento fetal.

A promoção e a prevenção na saúde suplementar

Maia, Ailton Nascimento
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.01%
Mestrado em Gestão dos Serviços de Saúde; Este projeto foi desenvolvido visando mostrar o novo foco da estratégia financeira em relação à atividade fim das Operadoras de Saúde brasileiras (OPS) e a conseqüência deste novo foco no relacionamento com os prestadores de serviços (hospitais e clínicas) que trabalham no mercado de saúde suplementar. Por essência, o mercado de OPS deve ser remunerado pela qualidade do resultado da prestação de serviços aos seus beneficiários. No mercado brasileiro, ao invés de seguir esta regra, as OPS criaram e desenvolveram um ambiente hostil com os seus prestadores através de regras de controle de gastos nem sempre realistas. Esta situação de conflito entre as OPS e os prestadores encontra uma vítima inocente: os usuários do sistema, que deixam de receber a atenção e o desenvolvimento adequado dos processos necessários para o seu restabelecimento. A hipótese que levantamos é que através da implementação da prevenção e da promoção em saúde, práticas com boa relação custo-efetividade, a relação econômica dos atores envolvidos na prestação da assistência em saúde seria do tipo “ganha-ganha”. Ganham os beneficiários que serão o alvo de programas de educação em saúde envolvendo inclusive o estímulo para o auto-cuidado...

O diálogo interdisciplinar na abordagem dos riscos: limites e possibilidades

Jeolás,Leila Sollberger
Fonte: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.; Associação Paulista de Saúde Pública. Publicador: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.; Associação Paulista de Saúde Pública.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2010 PT
Relevância na Pesquisa
65.9%
Este artigo busca analisar, de forma introdutória, os limites e as possibilidades de diálogo da antropologia com a área da saúde nas abordagens teórica e prática dos riscos. Sabe-se de antemão da dificuldade de se abordar um tema complexo, como o da exposição aos riscos, que apresenta diferentes implicações teóricas para as áreas de conhecimento citadas, além de implicações práticas para as ações que visam à prevenção de riscos. O objetivo é indicar algumas questões do debate teórico sobre o tema, realizado atualmente no campo disciplinar da antropologia, e apresentar algumas sugestões oriundas de experiências de trabalho voltadas para a prevenção em saúde, a fim de contribuir com o desenvolvimento desse debate interdisciplinar da antropologia em sua interface com a área da saúde.

Conseqüências da violência familiar na saúde da criança e do adolescente: contribuições para a elaboração de propostas de ação

Reichenheim,Michael E.; Hasselmann,Maria Helena; Moraes,Claudia Leite
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1999 PT
Relevância na Pesquisa
65.77%
No Brasil, o conhecimento sobre a dimensão da violência familiar é ainda escasso. Todavia, existem evidências apontando para um cenário merecedor de enfrentamento imediato. Nesta perspectiva, o presente artigo destaca o campo das investigações sobre o tema, procurando explicitamente fazer uma ponte entre a apropriação do conhecimento gerado e efetivas propostas de ação. O artigo divide-se em cinco partes. Inicialmente, é discutida a importância da violência familiar no cenário de morbi-mortalidade de crianças e adolescentes A seguir, procura-se mapear as principais linhas de investigação sobre o tema, sugerindo uma tipologia de estudos da área. A terceira sessão explora com mais ênfase as investigações que avaliam as conseqüências do fenômeno na saúde de crianças e adolescentes. Na quarta seção, são discutidos os possíveis elos entre o conhecimento a ser gerado nesse âmbito e as propostas de ação para o enfrentando da violência familiar. Na última seção, são feitas algumas considerações sobre a importância do enfoque familiar em oposição ao individual; do multidisciplinar, em vez da abordagem compartimentalizada; e sobre a necessidade de integração das várias agências e serviços envolvidos com a violência familiar.

A regulação na saúde suplementar: uma análise dos principais resultados alcançados

Santos,Fausto Pereira dos; Malta,Deborah Carvalho; Merhy,Emerson Elias
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2008 PT
Relevância na Pesquisa
65.91%
O artigo analisa alguns resultados da regulação produzida na saúde suplementar no último período, em especial de 2000 a 2006. Foram definidos três eixos analíticos da regulação: estrutura e operação do setor, a regulação econômica e a assistencial. Foram utilizados indicadores para análise da evolução destes três eixos. Dentre os principais resultados, conclui-se que a regulação implementada trouxe avanços importantes nas três dimensões analisadas, destacando-se a maior solidez das operadoras e o crescimento do setor no período analisado, com aumento de cerca de 30% no número de beneficiários. A regulação assistencial foi uma inovação no período e se revelou apropriada no sentido da indução de novas práticas assistenciais, valorizando a promoção e a prevenção, bem como a introdução de mecanismos de avaliação de qualidade (projeto de qualificação). Ainda há que avançar na discussão da relação público/privado, nas mudanças do modelo assistencial, superando a fragmentação da linha do cuidado e garantindo-se a sua integralidade e as práticas de promoção e prevenção, assim como no aprimoramento dos aspectos concorrenciais do setor.

A Medicina Integrativa e a construção de um novo modelo na saúde

Otani,Márcia Aparecida Padovan; Barros,Nelson Filice de
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2011 PT
Relevância na Pesquisa
65.81%
Medicina Integrativa (MI) é o conceito mais recente no debate das Medicinas Alternativas e Complementares (MAC), em busca do modelo que viabilize introdução e gerenciamento de novas práticas nos sistemas nacionais de saúde. Este artigo analisou diferentes definições de MI e sua relação com as MAC, por meio de revisão sistemática da literatura no Medline, no período de 1996 a 2005. Foram utilizadas as palavras Integrative Medicine e selecionados 36 trabalhos que apresentaram definição de MI. Identificou-se que as MAC são parte da MI, e as definições abrangem: integração da medicina convencional com as MAC; utilização de evidências; combinação de antigos sistemas de cura com a biomedicina; valorização do relacionamento médico-paciente e da comunicação; consideração da pessoa por inteiro; e enfoque na saúde, na cura e na prevenção de doenças. Conclui-se que o crescente interesse de usuários, profissionais e gestores aponta a necessidade do desenvolvimento do modelo de MI, dando suporte à implementação e ao gerenciamento de novas práticas de cuidado e cura.

Agenda de Investigação no âmbito do Plano Nacional de Saúde e Programas Nacionais de Saúde Prioritários

Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP
Fonte: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP Publicador: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP
Tipo: Outros
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
65.94%
A agenda de investigação, efetuada em parceira entre o INSA e a DGS, teve início no II Fórum Nacional de Investigação em Saúde. Este teve lugar a 19 de outubro de 2012, em que se assinalou o Dia do INSA, dedicado ao tema “Prevenção e controlo de doenças não transmissíveis. Investigação com foco na saúde pública e na equidade em saúde”. No âmbito do Fórum, foram constituídos grupos de trabalho temáticos de reflexão sobre as prioridades de investigação para cada um dos Programas Nacionais de Saúde Prioritários (PNP). Para além dos Coordenadores Nacionais dos PNP, participaram, na apresentação e/ou discussão dos temas, diversos profissionais do INSA e de outras entidades do setor, para além de outros interessados. Em fase subsequente, a DGS apresentou um documento de síntese dos trabalhos do Fórum, após revisão pelos Coordenadores Nacionais dos PNP. Os temas foram posteriormente reorganizados pelo INSA em três categorias: “Informação de base”, “Avaliação e monitorização” e “Investigação”. As prioridades de investigação correspondem, assim, a um subconjunto das necessidades de informação que foram identificadas, tal como vertido no documento final “Programas Nacionais de Saúde Prioritários. Necessidades de conhecimento e Investigação”...

Burnout dos enfermeiros nos serviços de saúde em Portugal : um estudo de caso na Saúde 24 Porto

Simões, Pedro
Fonte: Universidade Nova de Lisboa. Escola Nacional de Saúde Pública Publicador: Universidade Nova de Lisboa. Escola Nacional de Saúde Pública
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
65.88%
RESUMO - A síndrome de burnout, definida pela exaustão emocional, despersonalização e realização pessoal, designa um estado de fadiga física e emocional crónico dos profissionais, o qual pode comprometer as organizações. Neste estudo descritivo, pretende-se estudar a síndrome de burnout nos enfermeiros dos serviços de saúde, especialmente focado nos serviços de atendimento permanente telefónico, suas características, consequências e estratégias de prevenção. A população alvo serão todos os enfermeiros que trabalham em serviços de atendimento permanente telefónico e a amostra, não probabilística e de conveniência, os enfermeiros que desempenham funções no centro de atendimento da Saúde 24 Porto. Primeiramente aborda-se o conceito de burnout e a sua relação com a prática de Enfermagem, de seguida é realizada uma descrição sobre os centros de atendimento em saúde até à atual situação da Saúde 24. Na amostra em estudo, enfermeiros da Saúde 24 Porto, existe predominância do sexo feminino (66,99%) e a média de idades é de 32 anos (26 anos de idade mínima, 49 de idade máxima e desvio padrão de 4,59). Constatou-se que 94,26% desempenha funções de enfermeiro comunicador e os restantes 5...

O diálogo interdisciplinar na abordagem dos riscos: limites e possibilidades; The interdisciplinary dialogue while dealing with risks: limits and possibilities

Jeolás, Leila Sollberger
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/03/2010 POR
Relevância na Pesquisa
65.89%
Este artigo busca analisar, de forma introdutória, os limites e as possibilidades de diálogo da antropologia com a área da saúde nas abordagens teórica e prática dos riscos. Sabe-se de antemão da dificuldade de se abordar um tema complexo, como o da exposição aos riscos, que apresenta diferentes implicações teóricas para as áreas de conhecimento citadas, além de implicações práticas para as ações que visam à prevenção de riscos. O objetivo é indicar algumas questões do debate teórico sobre o tema, realizado atualmente no campo disciplinar da antropologia, e apresentar algumas sugestões oriundas de experiências de trabalho voltadas para a prevenção em saúde, a fim de contribuir com o desenvolvimento desse debate interdisciplinar da antropologia em sua interface com a área da saúde.; The purpose of this paper is to analyze, in an introductory way, the limits and possibilities of the dialogue between anthropology and the health area when dealing theoretically and practically with risks. The difficulty in dealing with a complex theme such as risk exposure is well known, as it presents different theoretical implications for the above-mentioned knowledge areas, besides practical implications for the intervention actions that aim at risk prevention. The objective is to indicate some questions of the theoretical debate on risks...

Levantamento sobre uso de álcool e outras drogas e vulnerabilidades relacionadas de estudantes de escolas públicas participantes do programa saúde do escolar/saúde e prevenção nas escolas no município de Florianópolis; Survey on drug use and vulnerabilities among students from public schools participating in the school health program / ​​health and prevention in schools in the city of Florianópolis

Giacomozzi, Andréia Isabel; Itokasu, Maria Cristina; Luzardo, Adriana Remião; Figueiredo, Camila Detoni Sá de; Vieira, Mariana
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/09/2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.01%
This research investigated the use of alcohol and other drugs and related vulnerabilities among students from nine public schools participating in Projeto Saúde e Prevenção na Escola (SPE -Health and Prevention at School Project) and in Programa Saúde na Escola (PSE -Health at School Program) in the city of Florianópolis (Southern Brazil). The sample comprises 789 students ranging from the 7th grade (Elementary School) to the 3rd grade (High School). Main results: Tobacco was used by 20.1% of the students, 7% reported marijuana use, 1.3% used cocaine and 0.6% used crack at least once. Alcohol was the most frequently used drug: 30.1% of all students reported binge drinking. Students who make use of alcohol and other drugs are in a vulnerable situation: they skip more classes, get involved in fights more often, are sexually more active and admittedly take risks regarding HIV infection. Family influence is relevant, both protecting from drug use and leading to practices.; Esta pesquisa investigou o uso de álcool e outras drogas e as vulnerabilidades relacionadas de estudantes de nove escolas públicas participantes do Programa Saúde do Escolar/Saúde e Prevenção nas Escolas no município de Florianópolis. Participaram 789 alunos entre o sétimo ano do Ensino Fundamental e o terceiro ano do Ensino Médio. O álcool foi utilizado por 30...

Conseqüências da violência familiar na saúde da criança e do adolescente: contribuições para a elaboração de propostas de ação

Reichenheim,Michael E.; Hasselmann,Maria Helena; Moraes,Claudia Leite
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1999 PT
Relevância na Pesquisa
65.77%
No Brasil, o conhecimento sobre a dimensão da violência familiar é ainda escasso. Todavia, existem evidências apontando para um cenário merecedor de enfrentamento imediato. Nesta perspectiva, o presente artigo destaca o campo das investigações sobre o tema, procurando explicitamente fazer uma ponte entre a apropriação do conhecimento gerado e efetivas propostas de ação. O artigo divide-se em cinco partes. Inicialmente, é discutida a importância da violência familiar no cenário de morbi-mortalidade de crianças e adolescentes A seguir, procura-se mapear as principais linhas de investigação sobre o tema, sugerindo uma tipologia de estudos da área. A terceira sessão explora com mais ênfase as investigações que avaliam as conseqüências do fenômeno na saúde de crianças e adolescentes. Na quarta seção, são discutidos os possíveis elos entre o conhecimento a ser gerado nesse âmbito e as propostas de ação para o enfrentando da violência familiar. Na última seção, são feitas algumas considerações sobre a importância do enfoque familiar em oposição ao individual; do multidisciplinar, em vez da abordagem compartimentalizada; e sobre a necessidade de integração das várias agências e serviços envolvidos com a violência familiar.

A regulação na saúde suplementar: uma análise dos principais resultados alcançados

Santos,Fausto Pereira dos; Malta,Deborah Carvalho; Merhy,Emerson Elias
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2008 PT
Relevância na Pesquisa
65.91%
O artigo analisa alguns resultados da regulação produzida na saúde suplementar no último período, em especial de 2000 a 2006. Foram definidos três eixos analíticos da regulação: estrutura e operação do setor, a regulação econômica e a assistencial. Foram utilizados indicadores para análise da evolução destes três eixos. Dentre os principais resultados, conclui-se que a regulação implementada trouxe avanços importantes nas três dimensões analisadas, destacando-se a maior solidez das operadoras e o crescimento do setor no período analisado, com aumento de cerca de 30% no número de beneficiários. A regulação assistencial foi uma inovação no período e se revelou apropriada no sentido da indução de novas práticas assistenciais, valorizando a promoção e a prevenção, bem como a introdução de mecanismos de avaliação de qualidade (projeto de qualificação). Ainda há que avançar na discussão da relação público/privado, nas mudanças do modelo assistencial, superando a fragmentação da linha do cuidado e garantindo-se a sua integralidade e as práticas de promoção e prevenção, assim como no aprimoramento dos aspectos concorrenciais do setor.

A Medicina Integrativa e a construção de um novo modelo na saúde

Otani,Márcia Aparecida Padovan; Barros,Nelson Filice de
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2011 PT
Relevância na Pesquisa
65.81%
Medicina Integrativa (MI) é o conceito mais recente no debate das Medicinas Alternativas e Complementares (MAC), em busca do modelo que viabilize introdução e gerenciamento de novas práticas nos sistemas nacionais de saúde. Este artigo analisou diferentes definições de MI e sua relação com as MAC, por meio de revisão sistemática da literatura no Medline, no período de 1996 a 2005. Foram utilizadas as palavras Integrative Medicine e selecionados 36 trabalhos que apresentaram definição de MI. Identificou-se que as MAC são parte da MI, e as definições abrangem: integração da medicina convencional com as MAC; utilização de evidências; combinação de antigos sistemas de cura com a biomedicina; valorização do relacionamento médico-paciente e da comunicação; consideração da pessoa por inteiro; e enfoque na saúde, na cura e na prevenção de doenças. Conclui-se que o crescente interesse de usuários, profissionais e gestores aponta a necessidade do desenvolvimento do modelo de MI, dando suporte à implementação e ao gerenciamento de novas práticas de cuidado e cura.