Página 1 dos resultados de 943 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

A atividade mioelétrica colônica em ratas sob diferentes estados hormonais: influência de altos níveis de estrógeno, progesterona e da prenhez: estudo experimental in vivo; Colon myoelectric activity in rats under different hormonal status. Influence of high levels of estrogen, progesterone and pregnancy. Experimental study in vivo

Speranzini, Léa Beltrão de Medeiros
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/05/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.29%
Sendo a constipação intestinal queixa freqüente em gestantes, procuramos verificar se o complexo hormonal da gestação, e em especial a progesterona, diminui a atividade muscular colônica. Para tanto, estudamos in vivo o registro do sinal mioelétrico, sob diferentes estados hormonais, em quatro pontos do cólon de ratas: ascendente proximal, ascendente distal, médio e cólon descendente por meio de implante de eletrodos na camada sero-muscular colônica. As ratas foram divididas em 5 grupos: controle, ooforectomizadas, ooforectomizadas tratadas com estrógeno, ooforectomizadas tratadas com progesterona e ratas prenhes. Os resultados mostraram uma maior atividade elétrica no cólon proximal em ratas prenhes e nas pré-tratadas com progesterona. Nas ratas prenhes a duração da atividade elétrica máxima foi, de modo significante, maior em todas as distâncias quando comparada com ratas controle. Os resultados sugerem que in vivo a progesterona e o complexo hormonal da prenhez aumentam a atividade mioelétrica do cólon proximal e que a prenhez aumenta a duração da atividade elétrica máxima no cólon em cada distância estudada, levando à formação de fezes mais desidratadas. Progesterona e prenhez não devem ser responsabilizadas por hipomotilidade do cólon...

Sistema biológico de aumento da taxa de prenhez. Embriões partenogenéticos podem ajudar o reconhecimento materno da gestação; Biological system to increase pregnancy rate. Parthenogenetic embryos can help the maternal recognition of the gestation

Almeida, Alexandre Barreto de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 12/08/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.43%
Um dos objetivos deste trabalho foi avaliar e comparar a taxa de prenhez de receptoras bovinas nulíparas, após transferência de embriões fecundados in vitro ou in vivo, associados ou não a um embrião partenogenético. Um total de 239 novilhas foram utilizadas, e as médias das taxas de prenhez aos 30 (TP30d) e 60 dias (TP 60d), foram comparadas em arranjo fatorial 8x2 entre G1 e G2 (fecundados in vitro), e em análise fatorial 3x2, entre G3 e G4 (fecundados in vivo). O delineamento utilizado foi: G1) transferência de 1 embrião fecundado in vitro (n=86); G2) transferência de 1 embrião partenogenético associado a 1 embrião fecundado in vitro (n=81); G3) transferência de 1 embrião fecundado in vivo (n=36) e G4) transferência de 1 embrião partenogenético associado a 1 embrião fecundado in vivo (n=36). A taxa de prenhez aos 30 dias para o G1 foi de 31,3% (27/86) e do G2 de 37,0% (30/81); P= 0,28. Para o G3, de 55,5% (20/36) e G4, de 75,0% (27/36); P=0,09. Não houve diferença (P=0,92) para taxa de prenhez aos 60 dias para o G1 em relação ao G2, com taxas de 24,6% (22/86) e 28,2% (23/81); respectivamente. Também não houve diferença (P=0,08) aos 60 dias para o grupo G3 em relação ao G4, com taxas de 44,4 % (16/36) e 61...

Avaliação de dois métodos de diagnóstico precoce de gestação em ovelhas: ultra-sonografia transretal e detector de prenhez para pequenos ruminantes (DPPR-80 ®); Evaluation of two methods for early pregnancy diagnosis in ewe: transrectal ultrasonography and pregnancy detector for small ruminant (DPPR-80®)

Calamari, Claudia Veronica Calamari
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/12/2001 PT
Relevância na Pesquisa
37.43%
No período de março a maio de 2001, foram realizados os exames ultra-sonográficos em 88 ovelhas do Núcleo de Pesquisas Zootécnicas Sudoeste - Instituto de Zootecnia. Os animais foram examinados entre o 19°. e 33°. dia de gestação pela ultra-sonografia transretal com exames executados em dias alternados, e do 25°. ao 45°. dia pelo detector de prenhez para pequenos ruminantes (DPPR-80®). O diagnóstico foi considerado positivo pela ultra-sonografia transretal através da visualização do saco gestacional e embrião. Após o 25°. dia de gestação foi observado também o batimento cardíaco. Pelo detector de prenhez, a auscultação do batimento cardíaco embrionário, cuja freqüência é de 160 a 200 batimentos por minuto, foi dado como diagnóstico de gestação positivo. Dentre 88 fêmeas acasaladas, 3 abortaram durante o experimento e foram retiradas do grupo. Das 85 fêmeas restantes, 64 pariram. O diagnóstico de prenhez através da ultra-sonografia transretal apresentou 35,29% de acurácia no 19°.dia de gestação, culminando em 82,35% no 31°. dia de gestação. Pelo detector de prenhez, a acurácia foi de 24,71% no 25°.dia de gestação e 34,12% no 45°. dia. Foi possível visualizar os batimentos cardíacos do embrião pela ultra-sonografia transretal à partir do 21°. dia de gestação e os primeiros placentomas foram observados ao redor do 25°. dia de gestação. A ultra-sonografia transretal mostrou-se um método superior ao detector de prenhez para pequenos ruminantes...

Crescimento pós-desmama e taxa de prenhez de novilhas de corte acasaladas aos 18 meses de idade; Postweaning growth and pregnancy rate of beef heifers mated with 18 months of age

Costa, Eduardo Castro da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.43%
O objetivo do experimento foi avaliar o efeito da seqüência do ganho de peso diário médio (GDM) sobre o crescimento pós-desmama e prenhez de novilhas de corte aos 18 meses de idade. Os tratamentos foram GDM alto (A), moderado (M) ou baixo (B) nos períodos dos 7 aos12 meses (P12), dos 12 aos 15 meses (P15) e dos 15 aos 18 meses (P18) de idade: BAM; ABB; MMA. Os tratamentos apresentaram mesmos pesos inicial (171 kg) e final (312 kg). Os parâmetros avaliados foram: escore de condição corporal (ECC, escala de 5 pontos), altura da garupa (AG), perímetro torácico (PT), relação peso:altura (PA), espessura de gordura de cobertura na altura da picanha (sítio P8; EGSP8) e taxa de prenhez. Ao fim do P12, os parâmetros avaliados diferiram entre os tratamentos, exceto o parâmetro AG que não diferiu entre os grupos BAM e MMA. Mesmo quando as novilhas não ganharam peso, a AG aumentou no P12, e quanto menor o nível de ganho de peso, maior o efeito sobre a AG e PT, mostrando efeito linear positivo em todos os tratamentos. O ECC não aumentou no P12, mesmo no tratamento com maior ganho de peso. No P12, o efeito linear do ganho de peso sobre a PA foi similar entre os grupos. No final do P18 os tratamentos apresentaram valores semelhantes para AG...

Efeito da concentração do sêmen e horário de inseminação artificial a tempo fixo sobre a prenhez em fêmeas bovinas de corte.; Effect of semen concentration and moment of fixed timed insemination on pregnancy results in beef cattle females

Rocha, Dimas C.
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.37%
Em experimento conduzido com o objetivo de avaliar os efeitos da concentração da dose de sêmen e o horário da inseminação artificial a tempo pré-fixado, foram utilizadas 516 fêmeas bovinas. Os animais, das raças Aberdeen Angus (Bos taurus) e Braford (Bos taurus 5/8 x Bos indicus 3/8) eram constituídos de 270 novilhas e 246 vacas multíparas. Os animais foram submetidos a um protocolo de sincronização de estros e ovulação através de implante vaginal contendo 250 mg de Acetato de Medroxiprogesterona (MAP) associado a duas aplicações de Benzoato de Estradiol (BE), sendo a primeira de 2 mg IM por ocasião da inserção do implante e a segunda de 1 mg IM vinte e quatro horas após a retirada do mesmo. Quando da remoção do implante foram administrados 500 mcg de Cloprostenol Sódico. As inseminações foram efetuadas às 48, 54 ou 60 horas após a retirada do implante, utilizando para cada momento duas concentrações distintas de espermatozóides viáveis, 10 e 20 milhões por dose. Verificou-se que as fêmeas (em especial as novilhas) inseminadas às 48 horas com 20 milhões de sptz/dose apresentaram índice de prenhez significativamente maior do que as inseminadas no mesmo momento com 10 milhões sptz/dose. As vacas inseminadas com 10 milhões de sptz às 60h apresentaram melhor taxa de prenhez (p<0...

Controle do ciclo estral e taxa de prenhez em matrizes de corte bovinas: efeitos hormonais, genéticos e ambientais; Control of the estrous cycle and pregnancy rate in beef cattle cows and heifers: effects hormonal, genetic and environmental

Gottschall, Carlos Santos
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.66%
Investigou-se o desempenho reprodutivo de novilhas e vacas de corte submetidas a protocolos de sincronização de estros para a inseminação artificial e a associação entre marcadores moleculares e desempenho reprodutivo. Exp.1 avaliou-se a antecipação da aplicação da PGF2a em programa de IATF com implante de progesterona em 306 vacas Angus, com cria ao pé. A antecipação da aplicação da PGF2a afetou a taxa de concepção à IATF e prenhez final (P<0,05), respectivamente de 60,9% e 89,1% quando comparados a PGF2a na retirada do dispositivo, respectivamente de 49,3% e 76,7%. Exp.2 avaliaram-se os efeitos do GnRH e da manifestação de estro sobre o desempenho reprodutivo em 197 vacas Angus submetidas à IATF. A manifestação de estro antes da IATF influenciou a taxa de prenhez à IATF (TxPIATF) e prenhez final, respectivamente de 46,6%, 78,6% (C/estro) e 33,0%, 60,6% (S/estro) (P<0,05). O GnRH no momento da IATF resultou em menor taxa de prenhez à IATF, 32,3%, comparado a ausência de GnRH 48,0% (P<0,05), mas não afetou a prenhez final, respectivamente de 69,7% e 70,4%. Houve interação entre estro e GnRH. Vacas C/estro-C/GnRH tiveram 31,4% de prenhez à IATF contra vacas C/estro- S/GnRH com 61,5% (P<0,05). Nas vacas sem estro...

Efeito da administração de gonadotrofina coriônica humana (hCG) no dia 4 após a IATF sobre tamanho, função luteal e taxa de prenhez em vacas de corte em lactação; Effect of administration of human chorionic gonadotrophin (hCG) on day 4 after f-tai on size, and luteal function and pregnancy rate in lactating beef cows

Thedy, Diego Xavier
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.37%
O objetivo deste estudo foi determinar os efeitos da aplicação de hCG no quarto dia após a inseminação a tempo fixo (IATF) sobre o tamanho do corpo lúteo (CL) existente, a indução de CL acessórios, a concentração de progesterona (P4) sérica e taxa de prenhez de vacas de corte em lactação. Nos três experimentos, vacas de corte multíparas (n=569), cruza Bos taurus, com período pós-parto entre 45 e 70 dias, foram sincronizadas com a administração de 2mg de benzoato de estradiol i.m. e a inserção de um dispositivo intravaginal contendo 0,750g de P4 (Dia -9). Sete dias após, administraram-se 150 μg de D-cloprostenol e 0,5 mg de cipionato de estradiol, i.m., no momento da retirada do dispositivo (Dia -2). Sessenta vacas de corte em lactação foram divididas aleatoriamente em dois grupos: hCG (n=30) tratadas com 1500UI i.m. de hCG e Controle (n=30) injetadas com 1,5 mL de solução salina i.m. no dia 4 depois do estro (Dia 0). Realizaram-se coletas sanguíneas dos animais para mensuração da concentração sérica de P4 nos Dias 4, 7, 10 e 14 do ciclo estral. Para acompanhamento da dinâmica ovariana, sessenta animais foram divididos aleatoriamente nos grupos hCG (n=30) ou Controle (n=30) e receberam o mesmo protocolo hormonal como citado anteriormente. No Dia 0...

O Wortmannin reverte a hiporreatividade de aortas à fenilefrina associada à fase final da prenhez de ratas espontaneamente hipertensas (SHR)

Santos, Dalise Zancheta dos
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 101 f. : il. + 1 CD-ROM
POR
Relevância na Pesquisa
37.43%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Processo FAPESP: 12/05746-8; Pós-graduação em Ciências fisiológicas; Normotensive or hypertensive pregnant rats (SHR) show a significant reduction in blood pressure in the final period of pregnancy, associated with reduced activity of perivascular sympathetic mesenteric beds and reduced vasoconstrictor responses to some vasoconstrictor agonists. The vascular endothelium modulates contractile response stimulated by vasoconstrictors and in pregnancy, an additional modulation of nitric oxide (NO) on vascular reactivity of aortas has been attributed to increased activity of endothelial nitric oxide synthase (eNOS). However, no change in the aortas of reactivity to acetylcholine or A23187 was observed in aortas of pregnant rats. The involvement of a signaling pathway independent of receptor activation and less dependent calcium was suggested. This pathway is involved in the modulation of endothelial vasoconstriction during pregnancy. The expression of phosphorylated eNOS is increased in the aorta of pregnant rats and this enzyme can be phosphorylated on serine and threonine residues of the PI3K/Akt pathway. However...

Expressão espaço-temporal de marcadores de poliferação e morte celular na sinfise pubica de camundongo durante a prenhez, parto e pos-parto

Adriano Mora Veridiano
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/09/2005 PT
Relevância na Pesquisa
37.47%
Uma dramática mudança na sínfise púbica de camundongos é observada no final da prenhez. Recentemente demonstramos que estas mudanças na sínfise púbica durante a prenhez, parto e pós-parto estão diretamente associadas com componentes da matriz extracelular principalmente colágeno, fibras do sistema elástico, proteoglicanos e glicosaminoglicanos. A remodelação tecidual envolve um equilíbrio dinâmico entre proliferação celular e morte celular programada assim como as alterações nos componentes estruturais da matriz extracelular. Deste modo, é importante considerar estes dois comportamentos celulares quando investigamos os mecanismos que regulam a remodelação do tecido interpúbico; durante o seu crescimento ao final da prenhez, parto e subseqüente involução no período pós-parto. A proliferação e a morte celular programada foram identificadas por detecção imunohistoquímica, PCNA e TUNEL respectivamente os índices de proliferação e morte celular foram determinados por analises morfométricas. Os nossos resultados demonstraram que a proliferação celular foi intensa durante o período de formação do ligamento, entre os 015 e 018 de prenhez. Entretanto, no 019, dia do parto, ocorre uma queda abrupta dos índices de o 5dpp. As análises quantitativas de morte celular...

Caracterização molecular das fases de separação, relaxamento e remodelação da sínfise púbica do camundongo, durante a prenhez, parto e pós-parto; Molecular characterization of separation, relaxation and remodeling of the mouse pubic symphysis during pregnancy, partum and postpartum

Renata Giardini Rosa
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/12/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.63%
A remodelação que a sínfise púbica (SP) sofre durante a prenhez, parto e pós-parto é um dos eventos importantes para o parto normal, e ocorre no trato reprodutor feminino como útero, cérvice uterina e sínfise púbica em alguns mamíferos. Durante a prenhez de alguns roedores ocorre um acentuado processo de remodelação da sínfise púbica (SP). No camundongo, esta articulação fibrocartilaginosa é gradativamente modificada, formando o ligamento interpúbico (LI) da etapa final da prenhez. Logo após o parto, este ligamento é rapidamente remodelado e o espaço entre os ossos púbicos se fecha, por volta do quinto dia pós-parto. Contudo, alterações no metabolismo celular durante o relaxamento da sínfise púbica do camundongo durante a prenhez, parto e pós-parto não foram extensivamente estudadas. Neste trabalho, foram utilizadas sínfises de camundongos virgens (V) e de animais prenhes como também no pós-parto. Os experimentos evidenciaram que as enzimas Metaloproteinases (MMPs) -2, -9, Tissue Inhibitors of Metalloproteinases (TIMPs) -1, -2 assim como as catepsinas B e K foram detectadas em todos os dias estudados. Por meio do Western Blotting foi observado que a MMP-8 teve sua maior expressão protéica no (12º Dia de prenhez) D12...

Dieta de cafeteria induz obesidade, resistência periférica a insulina, e reduz a secreção deste hormônio por ilhotas de ratas : restauração do processo secretório, mas não da sensibilidade à insulina durante a prenhez; Cafeteria diet induces obesity, peripheral insulin resistance, and reduces insulin secretion in isolated from rats : restoration of the secretory process but not of the insulin sensibility during pregnancy

Emerielle Cristine Vanzela
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 31/03/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.43%
A obesidade atingiu proporções alarmantes constituindo-se num fator de risco para o desenvolvimento de várias doenças. O aumento da resistência periférica à insulina acompanha esta patologia e a incapacidade da célula beta pancreática em suprir a maior necessidade por insulina leva ao desenvolvimento de intolerância à glicose, hiperglicemia e diabetes. Por esta razão, é importante investigar mecanismos que tornem a célula beta capaz de aumentar sua capacidade secretória. A exemplo da obesidade, resistência periférica à insulina é também observada durante a prenhez. No entanto, neste caso, a célula beta é capaz de aumentar a produção e secreção do hormônio, mantendo a tolerância à glicose em condições adequadas. Diante disso,decidimos investigar a sensibilidade à insulina e a consequente resposta das células beta pancreáticas durante a prenhez em ratas obesas. Observamos que a alimentação com a dieta de cafeteria aumentou o ganho de peso, bem como os depósitos de gordura das ratas. Ratas obesas não-prenhes (Caf) e prenhes (CafP) apresentaram tolerância à glicose diminuída, associada a um aumento da insulina plasmática em resposta à sobrecarga de glicose no grupo CafP. Apesar disso, as glicemias de jejum e pós-prandial foram normais nos dois grupos. No entanto...

Estudo do comportamento biomecânico e da expressão galectina-3 e comp, biomarcadores do turnover de tecidos articulares da sínfise púbica de camundongos durante a prenhez e pos-parto; Study of biomechanical behavior and expressiom galectin-3 and comp, biomarkers turnover of tissue joint of pubic symphysis of mice during pregnancy and postpartum

Monica Maria Moreira da Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/07/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.47%
Em camundongos, a sínfise púbica (SP) é metabolicamente ativa durante a prenhez. As adaptações orquestradas por hormônios e a sobrecarga mecânica imposta na sínfise, que gradualmente dá lugar ao ligamento interpúbico (Lip) e ao seu "relaxamento" no final da prenhez permitem a passagem da prole pelo canal do parto. Tais modificações oferecem oportunidade para estudo de remodelação de tecidos semelhantes às que ocorrem nas disfunções e distopias do assoalho pélvico feminino. Estudaram-se características morfológicas, imunohistoquímica das proteínas Galectina-3(GAL3) e CartilageOligomericProtein Matrix (COMP) e o comportamento biomecânico, na SP de camundongos fêmeas adultas jovens, durante a primeira prenhez e após o parto por meio de técnicas histológicas convencionais, imunohistoquímica, microscopia de luz, eletrônica de transmissão e varredura. Nas análises da organização fibrilar utilizou-se transformada rápida de Fourier (FFT) e do comportamento biomecânico ensaio destrutivo de tração uniaxial em máquina de testes universal com velocidade constante e força progressiva nas SP/Lip de camundongos C57BL6 grupos: (NP-controle), 12, 15 e 19 dias (d) após a verificação do plug vaginal e no 30, 50 e 100dias após o parto (dpp). No ensaio de tração uniaxial...

Influência da depleção de macrófagos na remodelação da sínfise púbica de camundongos C57BL6 durante o final da prenhez e o pós-parto; Influence of macrophage depletion in pubic symphysis remodeling of C57BL6 mice during late pregnancy and postpartum

Bianca Gazieri Castelucci
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/03/2015 PT
Relevância na Pesquisa
37.37%
A sínfise púbica (SP) faz parte do conjunto de elementos do sistema musculoesquelético que oferece suporte aos órgãos pélvicos. Em alguns animais, como camundongos e cobaias, esta junção fibrocartilaginosa passa por drásticas modificações hormonalmente reguladas durante a prenhez, resultando no afastamento dos ossos púbicos e na formação de um ligamento elástico (LiP) que facilita a passagem dos fetos durante o parto. Assim como o LiP, a cérvice uterina (CV) também sofre extensa remodelação durante a prenhez e ambos apresentam similaridades no que diz respeito à composição tecidual, proliferação celular e regulação por relaxina e hormônios esteroides. Embora alguns achados relacionem o relaxamento da SP da e CV à ativação de uma resposta pró-inflamatória sem a participação de granulócitos, a participação de outros leucócitos no remodelamento da SP durante o parto e pós-parto ainda não foi devidamente investigada em camundongos. Com a finalidade de caracterizar aspectos que envolvem a participação de leucócitos neste remodelamento realizamos o presente estudo visando à caracterização morfológica e análise da expressão gênica destas células durante o relaxamento (dias 12, 18 e 19ddg) e a remodelamento da SP no pós-parto (dias 1 e 3dpp) associadas à depleção de monócitos/macrófago. A análise morfológica demonstrou a presença de monócitos/macrófagos...

Restrição protéica na prenhez: efeitos relacionados ao metabolismo materno

Ballen,Marcia L. O.; Moretto,Vera L.; Santos,Maisa P. dos; Gonçalves,Talita S. S.; Kawashita,Nair H.; Stoppiglia,Luis F.; Martins,Maria Salete F.; Gomes-da-Silva,Maria Helena G.
Fonte: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Publicador: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.47%
Foram avaliadas as alterações no metabolismo materno durante a prenhez em ratas Wistar, prenhes e não-prenhes, submetidas à restrição protéica, que receberam dietas isocalóricas (15,74 kJ/g), controle ou hipoprotéica (17% versus 6%), distribuídas em quatro grupos (n = 7), quais sejam: controle não-prenhe (CNP) e prenhe (CP) e hipoprotéico não-prenhe (HNP) e prenhe (HP), do 1º ao 18º dia de prenhez. Parâmetros bioquímicos, hormonais e relacionados à síntese de lipídios foram considerados. Utilizou-se ANOVA a duas vias seguido de teste Tukey-HSD e teste t de Student, significância de p < 0,05. A restrição protéica elevou a síntese de lipídios e a atividade da enzima málica (EM) no fígado (FIG) e reduziu a massa (%) e a razão lipí+dio/glicogênio nesse tecido, bem como reduziu a ingestão protéica (total e %), o conteúdo (%) de lipídios na glândula mamária (GMA), as proteínas e a albumina séricas, com consequente redução nas massas da placenta e fetos. A prenhez reduziu a proteinemia, a albuminemia, a síntese de lipídios, a atividade da EM, os lipídios e o glicogênio no FIG. Mas elevou a massa corporal final, a massa (%) do tecido adiposo gonadal (GON), do FIG e da GMA, e reduziu a massa (%) da carcaça (CARC)...

Incidência de perda de prenhez até o 50º dia em éguas quarto de milha

Duarte,Marcelo Barbanti; Vieira,Rogério Chaves; Silva,Frederico Ozanan Carneiro e
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2002 PT
Relevância na Pesquisa
37.37%
Este estudo teve por objetivo avaliar a incidência de perda de prenhez considerando os períodos cronológicos de sua ocorrência, status reprodutivo e diferentes faixas etárias. Durante os anos hípicos de 1998/1999 e 1999/2000 (setembro a janeiro) foram monitoradas as gestações de 445 animais da raça Quarto de Milha, com idades de 3 a 20 anos, compreendendo potras de primeira cobrição, éguas falhadas e éguas paridas. Procedeu-se o diagnóstico de gestação por ultra-sonografia no 11º dia pós-ovulação, repetindo-se os exames aos 20, 30, 40 e 50 dias de prenhez. As éguas foram separadas em grupos de I a IV, correspondentes às perdas de prenhez entre os dias 11 e 20, 21 e 30, 31 e 40, e 41 e 50, respectivamente. O índice total de perdas foi de 8,53% (38/445), sendo de 5,39% (24/445); 1,57% (7/445); 1,12% (5/445) e 0,45% (2/445) para os grupos I, II, III e IV, respectivamente. A única e significativa incidência (P<0,05) ocorreu no grupo I (63,15%; 24/38), indicando que o período entre a segunda e terceira semanas é o mais suscetível à perda precoce de prenhez. Com relação ao status reprodutivo e faixas etárias, não se evidenciaram diferenças significativas (P>0,05) nas perdas.

Fatores que afetam a recuperação embrionária e os índices de prenhez após transferência transcervical em eqüinos da raça Mangalarga

FLEURY,João Junqueira; PINTO,Abílio Junqueira; MARQUES,Alexandre; LIMA,César Gonçalves; ARRUDA,Rubens Paes de
Fonte: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia / Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia / Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2001 PT
Relevância na Pesquisa
37.43%
Este trabalho teve como objetivo estudar em animais da raça Mangalarga os efeitos das frações da lavagem uterina, do dia da colheita (D7 ou D8), do tamanho do embrião, da idade do corpo lúteo da receptora e da transferência de embriões pela técnica transcervical sobre os índices de recuperação de embriões e de prenhez. Houve diferença significativa (p < 0,05) nos índices de embriões recuperados sobre os totais de colheitas (154) quanto às frações (F)1 (27,3%), (F)2 (15,6%) e (F)3 (18,2%), mas não quanto às taxas de prenhez ((F)1 76,2%; (F)2 83,3% e (F)3 78,6%). Quanto ao dia da colheita D7 ou D8, houve tendência à significância (p = 0,051) nos índices de embriões recuperados (37,5 e 62,8%), mas não houve diferença nos índices de prenhez (66,7 e 78,3%); entretanto, a diferença foi significativa (p < 0,05) para o tamanho dos embriões coletados no D7 (0,230 mm ± 0,035 mm) e D8 (0,896 mm ± 0,063 mm). A idade do corpo lúteo das receptoras (dias 5, 6, 7 e 8 após a ovulação) não alterou significativamente os índices de prenhez (71,4%, 88,9%, 65,4% e 88,6%), respectivamente. Não foram encontradas diferenças significativas (p > 0,05) nos índices de embriões recuperados (50,9 e 59,5%), bem como nos de prenhez (72...

Avaliação de dois métodos de diagnóstico precoce de gestação em ovelhas: ultra-sonografia transretal e detector de prenhez para pequenos ruminantes (DPPR-80®)

Calamari,Claudia Veronica; Ferrari,Sílvia; Leinz,Frederico Fontoura; Rodrigues,Carlos Frederico de Carvalho; Bianchini,Diorandi; Ferreira,Fernando; Dias,Ricardo Augusto
Fonte: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia / Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia / Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2003 PT
Relevância na Pesquisa
37.37%
No período de março a maio de 2001, foram realizados os exames ultra-sonográficos em 88 ovelhas do Núcleo de Pesquisas Zootécnicas Sudoeste - Instituto de Zootecnia. Os animais foram examinados entre o 19º e 33º dia de gestação pela ultra-sonografia transretal com exames executados em dias alternados, e do 25º ao 45º dia pelo detector de prenhez para pequenos ruminantes (DPPR-80Ò). O diagnóstico foi considerado positivo pela ultra-sonografia transretal por meio da visualização do saco gestacional e embrião. Após o 25º dia de gestação foi observado também o batimento cardíaco embrionário, cuja freqüência é de 160 a 200 batimentos por minuto. Esta observação foi dada como diagnóstico de gestação. Os nascimentos confirmaram os resultados dos exames. Dentre 88 fêmeas acasaladas, 3 abortaram durante o experimento e foram retiradas do grupo. Das 85 fêmeas restantes, 64 pariram. O diagnóstico de prenhez por meio da ultra-sonografia transretal apresentou 35,29% de acurácia no 19º dia de gestação, culminando em 82,35.00% no 31º dia de gestação. Pelo detector de prenhez, a acurácia foi de 24,71% no 25º dia de gestação e 34,12.00% no 45º dia. Foi possível visualizar os batimentos cardíacos do embrião pela ultra-sonografia transretal à partir do 21º dia de gestação e os primeiros placentomas foram observados ao redor do 25º dia de gestação. A ultra-sonografia transretal mostrou-se um método superior ao detector de prenhez para pequenos ruminantes...

Efeito da condição corporal avaliada no diagnóstico de gestação sobre o momento da concepção e taxa de prenhez em vacas de corte

Pfeifer, Luiz Francisco Machado; Varela Junior, Antonio Sergio; Fontoura Júnior, José Acélio Siveira da; Schneider, Augusto; Corrêa, Marcio Nunes; Dionello, Nélson José Laurino
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
37.43%
A subnutrição é o principal fator que afeta o nível de produção em um sistema extensivo de criação de bovinos de corte com conseqüências diretas nos índices reprodutivos. O presente trabalho teve por objetivo avaliar a influência da condição corporal (CC) quando avaliada no diagnóstico de gestação, sobre a taxa de prenhez e o momento da concepção na estação reprodutiva de vacas de corte, nas diferentes categorias. Foram utilizadas para este trabalho 435 fêmeas, sendo vacas solteiras, vacas com cria ao pé e novilhas. A taxa de prenhez, sem considerar a categoria, nos animais com CC = de 3 foi de 81,8% (304/373), sendo que a taxa de prenhez nos animais com CC < 3 foi de 17,7% (11/62) (p<0,001). Considerando apenas as vacas com cria ao pé, a taxa de prenhez nas vacas com CC < 3 foi de 17,7% (11/62), enquanto que para as vacas com CC = 3 foi de 68,6 % (94/ 137) (p<0,001). Considerando apenas as vacas gestando com cria ao pé, com CC < 3, 90,9 % (10/11) estavam no primeiro terço de gestação e apenas 1 de 11 vacas (9,1%) se encontrava no segundo terço de gestação (p<0,01). Os resultados deste estudo sugerem uma influência da CC sobre a taxa de prenhez nas diferentes categorias e sobre o momento da concepção nas vacas com cria ao pé.

Avaliação de dois métodos de diagnóstico precoce de gestação em ovelhas: ultra-sonografia transretal e detector de prenhez para pequenos ruminantes (DPPR-80®); Evaluation of two methods for early pregnancy diagnosis in ewes: transrectal ultrasonography and pregnancy detector for small ruminant (DPPR-80®)

Calamari, Claudia Veronica; Ferrari, Sílvia; Leinz, Frederico Fontoura; Rodrigues, Carlos Frederico de Carvalho; Bianchini, Diorandi; Ferreira, Fernando; Dias, Ricardo Augusto
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2003 POR
Relevância na Pesquisa
37.37%
No período de março a maio de 2001, foram realizados os exames ultra-sonográficos em 88 ovelhas do Núcleo de Pesquisas Zootécnicas Sudoeste - Instituto de Zootecnia. Os animais foram examinados entre o 19º e 33º dia de gestação pela ultra-sonografia transretal com exames executados em dias alternados, e do 25º ao 45º dia pelo detector de prenhez para pequenos ruminantes (DPPR-80Ò). O diagnóstico foi considerado positivo pela ultra-sonografia transretal por meio da visualização do saco gestacional e embrião. Após o 25º dia de gestação foi observado também o batimento cardíaco embrionário, cuja freqüência é de 160 a 200 batimentos por minuto. Esta observação foi dada como diagnóstico de gestação. Os nascimentos confirmaram os resultados dos exames. Dentre 88 fêmeas acasaladas, 3 abortaram durante o experimento e foram retiradas do grupo. Das 85 fêmeas restantes, 64 pariram. O diagnóstico de prenhez por meio da ultra-sonografia transretal apresentou 35,29% de acurácia no 19º dia de gestação, culminando em 82,35.00% no 31º dia de gestação. Pelo detector de prenhez, a acurácia foi de 24,71% no 25º dia de gestação e 34,12.00% no 45º dia. Foi possível visualizar os batimentos cardíacos do embrião pela ultra-sonografia transretal à partir do 21º dia de gestação e os primeiros placentomas foram observados ao redor do 25º dia de gestação. A ultra-sonografia transretal mostrou-se um método superior ao detector de prenhez para pequenos ruminantes...

Fatores que afetam a recuperação embrionária e os índices de prenhez após transferência transcervical em eqüinos da raça Mangalarga; Factors affecting the embryo recovery and pregnancy rates after transcervical transfer in equines of the Mangalarga breed

Fleury, João Junqueira; Pinto, Abílio Junqueira; Marques, Alexandre; Lima, César Gonçalves; Arruda, Rubens Paes de
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2001 POR
Relevância na Pesquisa
37.43%
Este trabalho teve como objetivo estudar em animais da raça Mangalarga os efeitos das frações da lavagem uterina, do dia da colheita (D7 ou D8), do tamanho do embrião, da idade do corpo lúteo da receptora e da transferência de embriões pela técnica transcervical sobre os índices de recuperação de embriões e de prenhez. Houve diferença significativa (p < 0,05) nos índices de embriões recuperados sobre os totais de colheitas (154) quanto às frações (F)1 (27,3%), (F)2 (15,6%) e (F)3 (18,2%), mas não quanto às taxas de prenhez ((F)1 76,2%; (F)2 83,3% e (F)3 78,6%). Quanto ao dia da colheita D7 ou D8, houve tendência à significância (p = 0,051) nos índices de embriões recuperados (37,5 e 62,8%), mas não houve diferença nos índices de prenhez (66,7 e 78,3%); entretanto, a diferença foi significativa (p < 0,05) para o tamanho dos embriões coletados no D7 (0,230 mm ± 0,035 mm) e D8 (0,896 mm ± 0,063 mm). A idade do corpo lúteo das receptoras (dias 5, 6, 7 e 8 após a ovulação) não alterou significativamente os índices de prenhez (71,4%, 88,9%, 65,4% e 88,6%), respectivamente. Não foram encontradas diferenças significativas (p >; 0,05) nos índices de embriões recuperados (50,9 e 59,5%), bem como nos de prenhez (72...