Página 1 dos resultados de 893 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Discursos e práticas do sindicalismo brasileiro e português sobre a precarização do trabalho no setor de serviços

Silva, Rodrigo Ferreira Nery da
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
37.31%
Esta tese tem como objetivo analisar e comparar os discursos e práticas a respeito da precarização do trabalho conduzidos do Sindicato dos Trabalhadores do Comércio, Escritório e Serviços de Portugal (CESP) e da Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio e Serviços (CONTRACS), localizada no Brasil. O estudo é enquadrado pelo contexto da globalização. Como corte cronológico utilizamos o período entre 2007 e 2014, com a intenção de construir um estudo contemporâneo, onde abordamos questões atuais em que estamos inseridos, tanto como investigadores, como também atores sociais. Iniciamos a tese com a conceitualização do contexto em que essa pesquisa se deu. Sendo assim, nesse primeiro momento debatemos o conceito de globalização. Através dessa conceitualização trouxemos ao debate o tema da globalização hegemônica. Ao abordarmos esse tema, observamos as transformações políticas, econômicas e culturais trazidas por este modelo de globalização. No segundo momento elencamos as transformações do mundo do trabalho. Através desse debate compreendemos os conceitos de trabalho, precarização, acumulação flexível entre outros. Nessa parte observamos como as mudanças laborais trouxeram consigo um aumento da precariedade laboral. Analisa-se igualmente o conceito de “serviços” e o modo como este setor cresceu nas últimas décadas. Notamos como a precariedade laboral também se faz presente no setor de serviços. A partir desse instante analisamos...

Entre a formalização e a precarização : o trabalho e o emprego dos cortadores de cana de Alagoas

Queiroz, Allan Souza
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.31%
Esta dissertação tem como objeto as mudanças no emprego e no trabalho dos cortadores de cana-de-açúcar da agroindústria canavieira de Alagoas. Na década de 1990, no bojo do processo de reestruturação produtiva do setor sucroalcooleiro, a informalidade do emprego é interditada com o processo de formalização, no qual passa a se estabelecer contratos diretos entre capital e trabalho, e ao mesmo tempo, ocorre um processo de intensificação do trabalho manual dos cortadores de cana. A partir deste cenário, busca-se entender como a emergência da formalização do trabalho canavieiro se relaciona com os processos contemporâneos de precarização do trabalho. Para tanto, realizou-se uma clarificação dos conceitos de precariedade e precarização a partir das perspectivas sociológicas que vêm investigando as mudanças contemporâneas no mundo do trabalho. Parte-se do pressuposto de que as formas de trabalho na agroindústria canavieira configuram-se a partir de uma histórica e estrutural precariedade. Assim, primeiramente, retorna-se ao passado a fim de levantar pistas para entender os significados que a precariedade do trabalho canavieiro assume ao longo do século XX, e localizar onde estão presentes aspectos de precariedade referentes ao emprego e ao trabalho. Por conseguinte...

A precarização do trabalho docente: um estudo sobre a situação dos professores/as de sociologia das escolas estaduais de Joinville.

Nascimento, Fernanda Paula do
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 23 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.2%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Curso de Ciências Sociais.; O presente artigo analisa a precarização do trabalho docente nas escolas da rede estadual de ensino da cidade de Joinville, tendo como foco os/as professores/as de sociologia. Através da revisão da literatura produzida em torno das questões relacionadas ao sistema educacional brasileiro, precarização do trabalho docente, ensino de sociologia nas escolas de ensino médio brasileiras, de questões históricas, políticas e econômicas da cidade de Joinville, bem como de dados disponibilizados pela Gerência de Educação, buscamos identificar alguns problemas significativos enfrentados pelos docentes de sociologia que trabalham nas escolas estaduais de Joinville. Finalmente apontamos alguns caminhos que possam contribuir na construção de um sistema educacional mais crítico, reflexivo e de qualidade que valorize o trabalho docente.; This article examines the precariousness of teaching in public state schools in Joinville. Focusing on the sociology teachers. Through of the review of literature produced on issues related to the Brazilian educational system, the situation and the precariousness of teaching sociology in high schools in Brazil...

Os modos de ser da informalidade: rumo a uma nova era da precarização estrutural do trabalho?

Antunes,Ricardo
Fonte: Cortez Editora Ltda Publicador: Cortez Editora Ltda
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.2%
Como resultado das transformações e metamorfoses nos países capitalistas, estamos diante de um intenso e significativo processo de informalização e precarização da classe trabalhadora. Compreender os modos de ser dessa processualidade, seus elementos explicativos, bem como suas conexões com a lei do valor é o principal objetivo deste texto. Em oposição à afirmação do fim do trabalho, podemos constatar uma expressiva precarização e informalidade do trabalho, que ocorre nas formas de trabalho parcial, subcontratado e precarizado.

Consultoria empresarial de Serviço Social: expressões da precarização e da terceirização profissional

Azevedo,Fernanda Caldas de
Fonte: Cortez Editora Ltda Publicador: Cortez Editora Ltda
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.2%
O presente artigo é resultado da minha dissertação de mestrado que teve por finalidade apreender a consultoria empresarial de Serviço Social em face da reestruturação produtiva e da expansão da precarização das relações de trabalho, cuja terceirização é uma de suas expressões. Assim, utilizo cinco eixos de análise para identificar expressões de precarização a partir da terceirização ocorrida nesse espaço sócio-ocupacional do Serviço Social.

A precarização do trabalho docente nas instituições de ensino superior do Brasil nesses últimos 25 anos

Bosi,Antônio de Pádua
Fonte: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes Publicador: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.2%
Este artigo discute a precarização do trabalho docente nas instituições de ensino superior (IES) do Brasil, no período de 1980 a 2005. Tomando como referência o processo de mercantilização da educação superior, busco identificar e problematizar os principais aspectos da precarização do trabalho docente: (a) o crescimento da força de trabalho docente ocorrido, principalmente, no setor privado e em novas universidades estaduais, em que as condições de trabalho e de contrato existentes geralmente são precárias; (b) a mercantilização das atividades de ensino, pesquisa e extensão nas IES públicas; e (c) a adoção de critérios exclusivamente quantitativistas para a avaliação da produção do trabalho docente e suas conseqüências.

Impactos do desemprego e da precarização sobre famílias metropolitanas

Borges,Ângela
Fonte: Associação Brasileira de Estudos Populacionais Publicador: Associação Brasileira de Estudos Populacionais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.31%
Este texto discute as conseqüências da crise no mercado de trabalho sobre as famílias das Regiões Metropolitanas de Salvador, Belo Horizonte e Porto Alegre. Com base nos dados da PNAD, para o período 1995-2004, é feito um breve diagnóstico das estruturas familiares dessas regiões e dos respectivos mercados de trabalho, analisando o comportamento do desemprego e do processo de precarização. Em seguida, identificam-se os tipos de família que vêm sendo mais afetados por esses processos e os principais riscos do mercado de trabalho, segundo a posição do indivíduo na família, observando as diferenças entre as três regiões selecionadas. Finalmente, discute-se em que medida o patamar alcançado pelo desemprego e pela precarização, em cada região, pode ser explicado pelas particularidades da sua estrutura familiar ou se, pelo contrário, as características da sua economia e os impactos nela provocados pela reestruturação produtiva são os fatores determinantes da precarização e das próprias mudanças nas famílias.

Trabalho decente e precarização

Rosenfield,Cinara L.
Fonte: Departamento de Sociologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo Publicador: Departamento de Sociologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.2%
Na atual fase do capitalismo, as empresas de ponta são organizadas por projetos. Para os trabalhadores a valorização recai sobre a capacidade de adaptação e de gestão de suas empregabilidades através do engajamento em projetos transitórios. Nosso objetivo é refletir se essa adaptabilidade significaria uma nova relação com o trabalho marcada pela flexibilidade positiva ou seria uma justificação de um contexto de precarização. Com base na análise das vivências dos quadros superiores de empresas de TI, atores emblemáticos de trabalho considerado decente, desenvolvemos a hipótese de um "empreendedorismo de si mesmo" que se configura como justificação da precarização, aqui entendida como processo de institucionalização da instabilidade.

Trabalho, precarização e resistências: novos e velhos desafios?

Druck,Graça
Fonte: Universidade Federal da Bahia - Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas - Centro de Recursos Humanos Publicador: Universidade Federal da Bahia - Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas - Centro de Recursos Humanos
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.38%
O artigo discute por que a precarização social do trabalho é um novo e velho fenômeno, é diferente e igual, é passado e presente, um fenômeno de caráter macro e microssocial. Apresenta alguns fetiches presentes nas análises sobre o trabalho no contexto de mundialização do capital, marcado pela hegemonia do capital financeiro, pela reestruturação da produção e do trabalho e por um "novo espírito do capitalismo". São cinco seções: introdução; discussão sobre aspectos metodológicos a partir de reflexões de projetos de pesquisa em andamento; considerações teóricas sobre a caracterização do capitalismo flexível e a centralidade da precarização social do trabalho; contextualização do trabalho na América Latina e no Brasil à luz dos estudos da OIT, indicadores de precarização e de resistências; e debate os velhos e novos desafios trazidos pelas transformações sob a égide da precarização social do trabalho e de um "espírito do capitalismo" reformulado, que, ao mesmo tempo em que reafirma o velho espírito, constitui um novo espírito.

Precarização e intensificação do trabalho na atenção à saúde bucal: um estudo com cirurgiões-dentistas dos centros de especialidades odontológicas

Santos de Oliveira, Raquel; Maria de Mendonça de Morais, Heloísa (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.2%
Introdução: Sob a égide do paradigma neoliberal, alicerçado no processo de desregulamentação dos mercados de capitais e do trabalho e em medidas de ajuste com cortes no financiamento das políticas sociais, a sociedade contemporânea vivencia a desconstrução do universo laboral. No Brasil, no cenário da Reforma do Estado foram implantadas modalidades contratuais baseadas na flexibilização do trabalho, o que conduziu a uma situação crescente de vínculos precários no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), inclusive na Política Nacional de Saúde Bucal (PNSB). Objetivo: Investigar os fenômenos da precarização e da intensificação do trabalho dos cirurgiões-dentistas trabalhadores dos Centros de Especialidades Odontológicas (CEOs)/SUS e a possibilidade de essas condições interferirem no modo como desenvolvem suas práticas profissionais no âmbito da atenção à saúde bucal. Metodologia: Estudo descritivo e exploratório de natureza qualitativa. O material empírico foi obtido por meio de entrevistas semi-estruturadas, resguardando-se um espaço para o relato livre dos informantes, sendo utilizada a abordagem dialética para a análise dos dados. O estudo de campo foi realizado nos CEOs localizados nos municípios da Região Metropolitana do Recife. Resultados: Dos 118 cirurgiõesdentistas alocados nos 13 CEOs investigados...

Somos fortes, somos CUT? : precarização e discurso na CUT PE (1989-1999)

Ferreira Nery da Silva, Rodrigo; Mutzenberg, Remo (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.31%
A questão principal desta pesquisa é: o discurso da Central Única dos Trabalhadores (CUT PE) no período entre 1989 e 1999, estando inserida no contexto da reestruturação capitalista, basicamente no que tange a precarização do trabalho, imposta a classe trabalhadora no período mencionado. Entendemos que o contexto da reestruturação capitalista, no que diz respeito a precarização do trabalho, é fator fundamental para a estruturação política da CUT- PE, e a sua nova forma de se inserir na sociedade. Sendo assim é importante fazer uma análise sobre organização sindical, pois esta é um instrumento dos trabalhadores que expressa as relações sociais existentes. Para tal pesquisa utilizamos a análise de discurso. Construímos o nosso corpus e realizamos a nossa análise e interpretação a partir de textos que melhor retratassem o discurso da CUT PE diante do contexto exposto. Para a análise e interpretação elencamos quatro eixos temáticos, que são: 1) Precarização; 2) Fragmentação; 3) Políticas de intervenção; 4) Instrumentos de intervenção. A partir da análise verificamos transformações discursivas da CUT PE ao longo da década de 1990. Observamos que a CUT PE no final da década de 1989 era contestatória do sistema capitalista e acreditava na mobilização social como principal fator da transformação da realidade estabelecida. Porém...

Flexibilizando o trabalho: desigualdade de gênero, saúde e precarização das atividades das pessoas trabalhadoras na feira-livre de Picos-PI

Pessoa de Oliveira, Gilvana; Regia Fernandes Gehlen, Victoria (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.31%
O presente estudo objetiva a análise dos impactos da precarização do trabalho na feira livre de Picos-Pi e os desdobramentos nas relações de gênero dos trabalhadores da feira livre. Neste estudo buscasse apreender os impactos da precarização nas condições de saúde do espaço da feira e geração e acúmulo de renda de homens e mulheres. A metodologia utilizada foi a de triangulação de métodos, numa abordagem qualitativa de análise e interpretação dos dados, realizando coleta de dados bibliográficos, dados in loco através de observação e aplicação de questionários. A flexibilização do trabalho vem alterando as relações sociais de gênero, que são baseadas nos papéis que homens e mulheres assumem na sociedade, considerando que fomos socializados de forma desigual para o mercado de trabalho; quando se reestruturam a relação indivíduo/trabalho, também se reestrutura a relação entre os gêneros. Com a redução contínua de direitos básicos no trabalho remunerado, causado pela busca incessante do capital, e a inserção desigual da mulher no mercado de trabalho, percebesse que as relações de gênero são produzidas e reproduzidas atreladas a modelos desiguais de conduta, para homens e mulheres. Este processo de socialização distinta de papéis masculinos e femininos conduz a diferentes processos de acumulação de bens e de acesso aos direitos básicos...

Capitalismo Contemporâneo, Mudanças no Mundo do Trabalho e a Intermediação Pública da Força de Trabalho em Recife/PE: novas expressões da exploração da força de trabalho em tempos de desemprego e precarização

Izabella Alves Pinheiro, Karla; Falcão de Oliveira, Edelweiss (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.38%
O capitalismo contemporâneo vem assumindo, nas últimas décadas, uma configuração que acentuou sua lógica concentradora e destrutiva. O cenário de pobreza, exclusão, desigualdade social e degradação do meio ambiente que se delineia mundialmente explicita os caminhos perversos da atual etapa de desenvolvimento do sistema econômico capitalista. As necessidades e imperativos deste sistema, que acompanham e viabilizam sua própria existência, penetram em todas as esferas da sociabilidade humana, atingindo particularmente o mundo do trabalho. Assim, as transformações que estão ocorrendo no mundo do trabalho devem ser pensadas no interior das profundas mudanças que o capitalismo vem sofrendo, em escala mundial, tanto na sua estrutura produtiva, quanto no universo de suas idéias e valores. Enquanto respostas do sistema de capital em torno da realização de seu constante desejo de obtenção de lucro, a reestruturação produtiva e o neoliberalismo produziram resultados desemprego estrutural, precarização e desregulamentação do trabalho que revelam um forte incremento da exploração da força de trabalho. Tais mudanças também atingiram o mundo do trabalho brasileiro, incorporando-se às mazelas particulares...

A precarização do trabalho do enfermeiro na estratégia saúde da família: contribuição ao debate

Gois, Palmyra Sayonara de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Enfermagem; Assistência à Saúde Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Enfermagem; Assistência à Saúde
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.44%
This study makes an analysis of the work of nurse of the, uncovering the meaning of work and of precarious work for the nurse. aims to analyze the forms of precariousness of work of the nurse of Family Health Strategy the municipality of Pau dos Ferros-RN, Brazil. This is a qualitative study with analysis of the categories that emerged from search through dialog with the authors studied in theoretical framework of the sense of human work, the world of work actual and the precariousness of work in health. Used if the methodology of thematic oral history and semi-structured interview as an instrument for data collection and information. Participated 07 nurses of. There was predominance of females, with civil state married, with age between 29 and 47 years, inserted as nurses in Family Health Strategy 1 to 9 years. All referred satisfaction with work. Emerged 02 main meanings of work, whichever the design of work as a source of human and practical transforming of reality, with the sense of perform an action by the individual facilitator and suffers change. Include the precarious work not only as the absence of links labor and social protection, unlike the thought of the Ministry of Health, similar to the design of the study, the precariousness understood yet as the absence of participation of workers in the spaces work management and running of the work and the absence of structural conditions and infra-structural where the work process takes place. evidenced the totality of nurses inserted in Family Health Strategy by public tender. Refer have labor rights guaranteed. Don´t include under which legal arrangements are governed. The researched reality does not have a policy desprecarização nursing work of Family Health Strategy. Concluded the municipality presents progress and setbacks for the precariousness of work of the nurse of Family Health Strategy. The collective work in health is a challenge in researched reality and the policy of desprecarização of the work of the management of education and work was not evidenced. Despite the implementation of the public tender these professionals have a degree of precariousness of work...

Precarização do trabalho no setor de supermercados : um estudo de caso com trabalhadores em Natal

Gê, Pollyanna Carvalho de Siqueira
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Psicologia; Psicologia, Sociedade e Qualidade de Vida Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Psicologia; Psicologia, Sociedade e Qualidade de Vida
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.44%
Precarization of work, process situated historically after the third Industrial Revolution, express itself as one of the faces of changes in production modus and working conditions. The present study aims to identify the process of work precarization in supermarket sector in Natal municipality. The choice for this sector and professional category is based on low investment in studies on the commercial sector and on technological and administrative transformations that supermarkets have implemented. After a bibliographical review, ten indicators of precarization were chosen which permitted to set up a schedule to interviews and its application to employees of two supermarkets (local companies) in Natal area. The following working functions were chosen to participate in the survey: cashier, display assistant (shelf-stacker) and attendants (N=6). From the interviews we developed an analysis of categorical contents in order to identify the presence of precarization indicators. Categorizations allowed us to identify five major themes: work categorization; work meaning: its attributes; work meaning: work centrality; comments on the employment of apprentices or trainees; and transversal work contents. Such themes contents express or not the presence of precarization process at supermarket sector in Natal area. Precarious work is identified in participants speech when they refer to the employees decreasing power in salaries negotiation between them and employers that institute the precarious work conditions; Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; A precarização do trabalho...

O ensino superior privado em Uberlândia: precarização do trabalho docente

Dias, Adelino José de Carvalho
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.2%
Esta dissertação tem por objetivo problematizar a precarização do trabalho docente que se desenvolve no Ensino Superior Privado no Brasil a partir dos anos 1990, discutindo a sua materialização em instituições particulares de Ensino Superior em Uberlândia/MG nos últimos cinco anos, especialmente em um centro universitário da cidade. Amparado no referencial teórico-metodológico marxiano, a pesquisa pressupôs que as condições verificadas nestas instituições não são exemplos que ocorrem nos limites desta cidade, mas produto das contradições e mediações dialéticas existentes entre as transformações do mundo do trabalho e a formação humana através do acesso à ciência, caminho que permite o entendimento do processo de precarização desta atividade humana no período contemporâneo. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT; The goal of this dissertation is to bring to attention the precariousness of teaching work that has been developing in Brazilian private higher education institutions since the 1990’s, arguing its materialization in Uberlândia/MG in the last five years, especially in one of the higher education institutes within the city. Supported by the referencial Marxist theoretical-methodology...

As transformações no mundo do trabalho: um estudo sobre a precarização e qualificação profissional dos operadores de telemarketing na cidade de Uberlândia, MG

Souza, Luciene Maria de
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.2%
Esta pesquisa problematiza as contradições existentes entre a qualificação profissional e precarização do trabalho dos operadores de telemarketing em Uberlândia, Minas Gerais. Recupera as mediações dialéticas entre esse processo e as transformações no mundo do trabalho. O setor de serviços nos últimos anos apresenta um crescimento considerável no Brasil e particularmente na cidade de Uberlândia. Todavia, esse crescimento se materializa num contexto de reestruturação produtiva do capital que tem como conseqüências a flexibilibização, precarização e fragmentação da classe trabalhadora. Debatendo dentro dos princípios do materialismo histórico-dialético que tem entre seus pressupostos a crítica do trabalho no modo de produção capitalista, demonstramos que ao contrário dos discursos otimistas do capital que apontam a consolidação de trabalhadores dotados de maior conteúdo intelectual no final do século XX e início do XXI, o que se verifica é a permanência de formas de trabalho alienadas e precárias. Dessa forma, problematizamos os impactos das crises estruturais do capitalismo monopolista presentes nas relações existentes entre trabalho e educação diante das transformações do processo produtivo bem como seus reflexos na organização do trabalho e no processo de qualificação profissional dos operadores de telemarketing na empresa pesquisada na cidade de Uberlândia...

Do trabalho de Deus... Adeus ao trabalho? Ontologia, precarização, controle do trabalho e fetichismo em A caverna de José Saramago

Corrêa, Éric Arantes
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.2%
O objetivo deste estudo é proceder a uma análise teórica e sociológica da obra literária A caverna, de José Saramago, tendo como tema principal a precarização e controle do trabalho, seguido de alguns desdobramentos fundamentais. Ancorado na sociologia do trabalho e referendado metodologicamente pela sociologia da literatura de Antonio Candido, e guiado pela narrativa saramaguiana em A caverna, busca-se a compreensão do trabalho como atividade central e primordial à produção e reprodução da vida material. Discute-se a precarização do trabalho, assim como as formas históricas de apropriação e controle da atividade laboral. Dimensiona o impacto das grandes corporações nesse controle e o conflito entre mecanização e trabalho manual nesse processo, problematizando os efeitos nefandos da reestruturação produtiva sobre a classe trabalhadora, especialmente sobre o trabalho artesanal e o pequeno comércio. Aborda ainda a ascensão de uma categoria gestorial no processo de controle do trabalho ao longo da história Por fim, evocando a metáfora da caverna de Platão presente na obra saramaguiana, analisa como o controle do trabalho pelas grandes empresas provoca o estranhamento em todas as dimensões da vida, estabelecendo relações entre fetichismo...

A polivalência nas ciências da comunicação : reflexões sobre os efeitos da precarização do trabalho na formação de competências de licenciados em Comunicação

Silva, Marlene Rodrigues da
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.2%
Relatório de atividade profissional de mestrado em Ciências de Comunicação (área de especialização em Jornalismo); A precarização no meio laboral jornalístico é uma realidade conhecida há vários anos. Os salários baixos, o trabalho prestado a recibos verdes, a ameaça constante de desemprego não são obviamente problemas exclusivos das redações num país em que o acesso dos jovens ao trabalho é cada vez mais difícil, mas são questões recorrentes nos meios de comunicação. “O emprego [no jornalismo] tornou-se cada vez menos estável e mais entregue a profissionais precários, sem arrojo nem tempo de aperfeiçoamento”, lamenta o jornalista Carlos Pinto Coelho, citado por Diana Andringa (2008: 13). Uma situação que se tem vindo a agravar nos últimos 10 anos com as diminuições do investimento publicitário e da compra de jornais e revistas e consequentes encerramentos de títulos — “O Independente”, o “Semanário”, “A Capital”, “O Comércio do Porto”, só para mencionar alguns — e despedimentos coletivos. Há ainda a considerar a democratização do acesso à informação proporcionada pela internet. Face a este cenário, muitos licenciados em Ciências de Comunicação e jornalistas com anos de profissão buscam em outras funções da área da comunicação a possibilidade de um emprego. Este Relatório de Atividade Profissional pretende...

Mercantilização da educação e precarização das relações de trabalho docente : o ensino superior privado e a atuação do sindicato dos professores e professoras de Guarulhos; Merchantability of education and teaching precarious labor relations : private higher education and performance of the union teachers and teaching of Guarulhos

Andrea Luciana Harada Sousa
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/08/2015 PT
Relevância na Pesquisa
37.31%
Esse trabalho tem como objetivo estudar o processo de expansão do ensino superior privado e sua relação com a precarização do trabalho docente, bem como analisar as tentativas de resistência por meio das ações do Sindicato dos Professores e Professoras de Guarulhos. Para a construção desse trabalho adotamos os seguintes procedimentos metodológicos: 1) a análise de dados objetivos fornecidos por órgãos oficiais, pelo Sindicado e pela Federação dos Professores do Estado de São Paulo (FEPESP); 2) a pesquisa documental e bibliográfica. Partimos de uma caracterização da expansão do ensino superior privado no Brasil para, em seguida, apontarmos as implicações desse processo na precarização do trabalho docente. Para tanto, analisamos alguns aspectos do movimento sindical na atualidade e a particularidade do sindicalismo docente; e, na parte final, traçamos um histórico da constituição do Sindicato dos Professores de Guarulhos, os antecedentes da fundação e a atuação do Sinpro Guarulhos: os avanços e limites da resistência. Tomamos como referência o município de Guarulhos que para nós representa, metonimicamente, o processo de expansão no Brasil. Com base no cotejamento de dados e no referencial teórico sobre o tema...