Página 1 dos resultados de 2 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Perfil bioquímico sérico em potros Bretão Postier e cães Doberman em fase de crescimento e de cabras Saanen nos diferentes estádios de lactação

Mundim, Antonio Vicente
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
98.17%
O crescimento nos animais domésticos e a lactação em fêmeas de elevada produção são fases da vida que apresentam características fisiológicas e necessidades nutricionais especiais. Quando não supridas adequadamente, podem ocasionar efeitos negativos no desenvolvimento corporal, na produtividade e performance dos animais. A análise do perfil bioquímico sérico do animal individual ou do rebanho, quando interpretado corretamente é ferramenta eficaz na detecção de falhas e desbalanços nutricionais, o que possibilita a correção precoce antes do comprometimento do crescimento, produtividade e performance. Sua correta interpretação nas espécies animais depende de valores de referências regionais específicos para as diferentes fases da vida, uma vez que vários fatores ligados tanto ao animal como ao ambiente podem influenciar estes valores levando a falsos resultados. Neste contexto, o objetivo deste estudo foi investigar a influência da idade e sexo no perfil bioquímico sérico de potros Bretão Postier e de cães Doberman em fase de crescimento e a influência da ordem e estádios da lactação na bioquímica sérica em cabras Saanen. No capítulo 2 foram analisadas 165 amostras de sangue de 33 potros Bretão Postier com idade entre nove dias e 24 meses...

Avaliação hematológica de éguas gestantes infectadas por Theileria equi e suplementadas com vitamina E nas dietas

Portz, Cristiana; Parte da dissertação de mestrado no Curso de Mestrado em Ciências Veterinárias da UFRRJ, parcialmente financiada com recursos do Programa PROCAD/CAPES; de Almeida, Fernando Queiroz; Professor associado. Instituto de Veterinária. UFR
Fonte: Universidade Federal Fluminense Publicador: Universidade Federal Fluminense
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; PACV; Artigo Original; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Publicado em 10/10/2013 POR
Relevância na Pesquisa
27.59%
Este estudo foi conduzido na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro utilizando éguas gestantes das raças MangalargaMarchador e Bretão Postier provenientes de local endêmico para a babesiose eqüina. O objetivo deste trabalho foi avaliar aresposta dos parâmetros hematológicos e imunológicos em eqüinos infectados por Theileria equi e alimentados com dietasuplementada com vitamina E. Foram utilizadas oito éguas Mangalarga Marchador e quatro éguas Bretão Postier com dietassuplementadas 80mg vitamina E/100kg peso vivo, durante 30 dias até o parto. As alterações hematológicas observadas naséguas não foram significativas, considerando-se os casos crônicos de babesiose. Houve predominância de leucocitose elinfocitose, sem diminuição do VGM nos potros de ambas as raças, cujas éguas foram suplementadas com vitamina E. Asuplementação dietética de vitamina E não foi suficiente para modular a resposta imune nas éguas e potros nascidos deéguas das raças Mangalarga Marchador e Bretão Postier alimentadas com dietas suplementadas com vitamina E.