Página 1 dos resultados de 1182 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Positivismo, historicismo e dialética na metodologia da economia

Teixeira, Rodrigo Alves
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/02/2003 PT
Relevância na Pesquisa
37.45%
O objetivo deste trabalho é estudar as influências de três visões da teoria do conhecimento sobre a ciência econômica: o positivismo, o historicismo e a dialética. Busca-se apresentar o positivismo como uma noção que influenciou, do ponto de vista metodológico, o caráter puramente abstrato e aistórico dos conceitos da teoria neoclássica, além de outro dos pilares dessa vertente teórica, que é o individualismo metodológico. Argumenta-se que a crítica ao caráter abstrato da teoria neoclássica que se centra nas discussões sobre o irrealismo dos pressupostos não é tão eficaz. Busca-se assim esboçar outro tipo de crítica que é a da noção de abstração que retira o conteúdo social dos conceitos e, com isto, sua dinâmica, suas particularidades e, portanto, sua historicidade, reduzindo muito o alcance da ciência no estudo das relações econômicas e suas ligações com as demais esferas sociais. Apresenta-se também a crítica feita ao positivismo pela concepção historicista do conhecimento, que recusa a abstração e defende que o conhecimento deve ser pautado pela busca das particularidades e da historicidade dos conceitos. O historicismo critica então a idéia de que existem, nas ciências sociais...

O positivismo e o liberalismo como base doutrinária das facções políticas gaúchas na revolução federalista de 1893-1895 e entre maragatos e chimangos de 1923

Pereira, Ledir de Paula
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.13%
Esta dissertação analisa a presença do liberalismo e do positivismo como base doutrinária das facções políticas gaúchas na Revolução Federalista de 1893-1895 e entre Maragatos e Chimangos de 1923. Para isso, parte do princípio de que a luta política ocorrida no Rio Grande do Sul durante a República Velha estava fortemente embasada na doutrina liberal e positivista, causa de intensa militância política no período que antecedeu e durante a Primeira República no Estado. É analisado o liberalismo como doutrina dos federalistas ou maragatos em 1893- 95, e libertadores, maragatos ou assisistas em 1923; e o positivismo como doutrina dos republicanos, pica-paus, legalistas em 1893-95, e chimangos ou borgistas em 1923. Além disso, e por outro lado, considera que apenas a luta pelo poder entre as facções políticas gaúchas após o advento da República no Estado; as mudanças sociais, políticas e econômicas que ocorreram no período; e o perfil autoritário das lideranças de ambas as facções não são suficientes para justificar a eclosão das revoluções, cuja violência causou grande destruição e dissenso no Rio Grande.; This dissertation analyses the liberalism presence and the positivism presence as base doctrine of the politics factions from Rio Grande do Sul in the federalist revolution of 1893-1895 and between Maragatos and Chimangos of 1923. For this is necessary to talk about the fight politic occurred in the Rio Grande do Sul during the old Republic was influenced strongly by liberal doctrine and positivism doctrine...

Positivismo e direito: a semântica construtiva

Monteiro, Marli
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 92 f.
POR
Relevância na Pesquisa
37.13%
Pós-graduação em Filosofia - FFC; A presente dissertação apresenta o positivismo como teoria do direito que procurou na cientificidade, explicar de forma racional as questões sociais, defendendo o progresso como resultado do autogoverno. No entanto, ao se afastar das necessidades enfrentadas pela sociedade, o positivismo entra em declínio, emergindo a interpretação dos fenômenos como uma nova forma de diagnosticar os problemas sociais. A explicação do fenômeno jurídico não é uma questão de raciocínio puro, mas também de elemento valorativo, devendo os fatos serem revelados de acordo com princípios admitidos na vida social, mostrando que o instrumental da lógica mostra-se insuficiente para representar a argumentação necessária para o direito. A lei só se caracteriza completamente como norma legal se relacionada à vivência moral humana, na medida em que se distingue da experiência que lhe deu origem. Pensar o direito é, portanto, pensar o seu campo de incidência e qual a sua interpretação, para fazer deste o melhor dos mundos possíveis; The presente dissertation introduce the positivism how theory of law that sought in scientism, explain in a rational social issues, defending the progress as a result of self-government. However...

Positivismo jurídico e pós-positivismo à luz da metódica estruturante

Fontoura, João Fábio Silva da
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.37%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Jurídicas, Programa de Pós-Graduação em Direito, Florianópolis, 2009; O objetivo do presente estudo é traçar os conceitos de positivismo e pós-positivismo, de acordo com a perspectiva da Teoria Estruturante do Direito. Deste prisma, é analisada a construção histórica do positivismo jurídico e são estabelecidas suas características principais. Igualmente, é buscada a caracterização do pós-positivismo de Friedrich Müller, estipulando qual seja seu sentido e sua aplicabilidade no Brasil. Neste sentido, é desenvolvida também uma exposição das idéias centrais da Teoria Estruturante do Direito e da Metódica Estruturante. Ao final, é utilizada a obra de Luís Roberto Barroso para que se possa estabelecer uma comparação com a obra de Friedrich Müller.; The purpose of the thesis is to define positivism and post-positivism, according to the perspective of the structuring theory of law. The historical construction of legal positivism is overviewed and its main features are set. Also, it sought to characterize the post-positivism of Friedrich Müller, stating what is its meaning and its application in Brazil. In this sense, it also developed a statement of the central ideas of the structuring theory of law and of the structuring method. At last...

A influência do positivismo no pensamento republicano português

Fernandes, David Rafäel Vaz
Fonte: Porto : [Edição do Autor] Publicador: Porto : [Edição do Autor]
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.23%
A tese de dissertação de Mestrado apresentada tem como tema principal a influência da corrente de pensamento positivista na formação do pensamento republicano português. As principais linhas de influência dos pensadores republicanos serão analisadas para comprovar a verdadeira importância da filosofia positivista no pensamento expresso pelos republicanos portugueses. Para atingir este objectivo principal, esta dissertação terá três etapas que marcam a evolução do próprio Positivismo quer na sua génese inicial e na sua concretização na esfera portuguesa. Assim, será analisado, em primeiro lugar o surgimento do Positivismo assim como os seus fundamentos básicos invariáveis independentemente das sucessivas correntes que foram surgindo na sequência do pensamento original. No seguimento dessa análise, será revisto o processo de introdução do pensamento positivista em Portugal e as condições em que foi evoluindo. A proposta lançada nesta introdução analisa, desta forma, cada uma das vertentes em análise: o movimento republicano e o Positivismo. Mas, para alem disso, procura entender se a concretização objectiva do pensamento republicano reflecte uma posição positivista da realidade portuguesa ou se a filosofia foi usada apenas como recurso teórico de uma aplicação pratica de soluções imaginadas para a sociedade portuguesa.

Augusto Comte e o "positivismo" redescobertos

Lacerda,Gustavo Biscaia de
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.23%
Neste ensaio abordamos algumas pesquisas que, nos últimos dez anos ou mais, têm recuperado a obra do fundador do Positivismo, Augusto Comte. Essa recuperação consiste em perceber os trabalhos de Comte em sua inteireza e a partir de sua lógica interna, enfatizando em particular a sua segunda grande obra, o Système de politique positive (1851-1854), e as suas contribuições para a reflexão social e política contemporânea. A fim de tornar inteligível a novidade dessas novas pesquisas, apresentamos uma das narrativas-padrão a respeito de Comte e do Positivismo - no caso, a partir dos escritos de Anthony Giddens -; além disso, fazemos uma discussão sobre o significado da palavra "Positivismo" e as várias correntes teóricas subsumidas em tal expressão.

Positivismo jurídico : o círculo de viena e a ciência do direito em Kelsen

Cardoso, Sidney Amaral
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.41%
O estudo visa determinar quais as bases teóricas do positivismo jurídico e suas principais limitações. Em sua primeira parte ocupa-se da pesquisa do positivismo jurídico onde serão trabalhadas as idéias de direito positivo e natural além das premissas que identificam o positivismo na acepção já amadurecida da famosa escola francesa da exegese. Serão apresentadas três concepções do positivismo jurídico clássico: enquanto método, teoria e ideologia. Na segunda parte, tratar-se-á do positivismo lógico e da influência que o Círculo de Viena teve na teoria de Hans Kelsen. Além da exposição das principais categorias construídas pelo positivismo lógico, este estudo abordará a influência que estas categorias tiveram na concepção de ciência normativa construída por Kelsen em sua teoria pura do Direito.

Fundamentos teóricos e filosóficos do novo direito constitucional brasileiro : pós-modernidade, teoria crítica e pós-positivismo

Barroso, Luís Roberto
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.23%
Trata de temas como a pós-modernidade e o Direito, a dogmática jurídica tradicional e sua superação, a ascensão e a decadência do jusnaturalismo e do positivismo jurídico, o pós-positivismo e a normatividade dos princípios, e a ascensão científica e política do direito constitucional no Brasil.; Alguns artigos possuem o subtítulo pós-modernidade, teoria e crítica e pós-positivismo, sem alteração conteúdo.

Análisis de la identidad nacional mexicana bajo el positivismo en la segunda mitad del siglo XIX

Galván Marroquín, Josefina
Fonte: Facultad de Ciencias Políticas y Relaciones Internacionales; Departamento de Ciencia Política Publicador: Facultad de Ciencias Políticas y Relaciones Internacionales; Departamento de Ciencia Política
Tipo: masterThesis; Trabajo de Grado Maestría Formato: application/pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
37.31%
Esta investigación análisis de la identidad nacional mexicana bajo el positivismo en la segunda mitad del siglo XlX, estudia el sentido y proyección de la identidad cultural mexicana, el cual se construyó bajo la corriente del positivismo, en la segunda mitad del siglo XlX y la cual se fundamenta en los proyectos y reformas que plantearon dos de los pensadores más importantes de méxico: Gabino Barreda y Justo Sierra. se plantearon dos objetivos: a) analizar el positivismo en la sociedad mexicana de la segunda mitad del siglo XIX y b) establecer si el positivismo contribuyó a estructurar la identidad nacional mexicana y, si ésta es coherente con el esquema identitario que plantea Manuel Castell, centrado en las ideas: identidad legitimadora e identidad proyecto.

En defensa del positivismo jurídico (excluyente)

Jiménez Cano, Roberto M.
Fonte: Universidade Carlos III de Madrid Publicador: Universidade Carlos III de Madrid
Tipo: info:eu-repo/semantics/publishedVersion; info:eu-repo/semantics/workingPaper Formato: application/pdf
Publicado em //2010 SPA
Relevância na Pesquisa
37.31%
La mayoría de la literatura iusfilosófica actual considera al positivismo jurídico como una teoría general y descriptiva del Derecho1. Su misión es, pues, explicar lo que se suele denominar “la naturaleza del Derecho” o identificar lo jurídico y delimitarlo respecto de lo no-jurídico. Si hasta aquí el acuerdo es casi unánime las discrepancias en el seno del positivismo jurídico se centran sobre el papel de la moral en el Derecho y, en concreto, acerca de si la moral puede determinar tanto la existencia como el contenido del Derecho. O, en otras palabras, si la moral puede ser fuente del Derecho. El positivismo incluyente responderá que, en efecto, la moral puede determinar en ocasiones tanto la existencia como el contenido del Derecho. El positivismo excluyente mantiene lo contrario.; Programa Consolider "El tiempo de los derechos" (HURI-AGE)

Norberto Bobbio y el positivismo jurídico; Norberto Bobbio and the legal positivism

Losano, Mario G.
Fonte: Universidad Carlos III de Madrid. Instituto de Derechos Humanos Bartolomé de las Casas; Dykinson Publicador: Universidad Carlos III de Madrid. Instituto de Derechos Humanos Bartolomé de las Casas; Dykinson
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em //2007 SPA
Relevância na Pesquisa
37.31%
Este trabajo da cuenta del interés de Bobbio por el positivismo jurídico y su trayectoria desde que se inicia en el año 1949 hasta los años Ochenta. Dicho recorrido comienza con la defensa de un positivismo normativo de raigambre kelseniana y desemboca en un positivismo crítico, finalizando con un periodo que podríamos llamar postpositista, centrado en el estudio de la función del Derecho.

Ideología y filosofía en el positivismo jurídico de Rudolf von Jhering

Lloredo Alix, Luis
Fonte: Universidade Carlos III de Madrid Publicador: Universidade Carlos III de Madrid
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
37.23%
El objetivo de esta tesis es dual. Nació como una investigación sobre Rudolf von Jhering, pero ha terminado desembocando en un estudio sobre la génesis del positivismo jurídico. En este sentido, el planteamiento y las conclusiones pretenden servir a la doble finalidad de entender el pensamiento de un autor clásico para la filosofía del Derecho, a la vez que se ilumina la problemática del iuspositivismo desde un acercamiento histórico. La transición entre ambos enfoques surgió de manera natural, como consecuencia del eje interpretativo que escogimos para abordar el pensamiento de Jhering. Por lo tanto, como iremos viendo a lo largo del trabajo, no se trata de plantear dos tesis dentro de un mismo envoltorio, sino de afrontar la cuestión del iuspositivismo a través de la figura del jurista alemán. Si el objetivo inicial fue comprender a Jhering desde el prisma del positivismo,al final también se ha dado el recorrido inverso: entender el positivismo jurídico a través de la lente que nos brinda su filosofía.

O positivismo jurídico de Hart e as críticas à teoria imperativa do direito

Silva, Maria Alice da
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.41%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, Florianópolis, 2014.; Esta dissertação tem o objetivo de apresentar dois tipos de positivismo jurídico, a saber, o imperativismo e o positivismo de Hart. Assim, faz parte do nosso objetivo principal apresentar a crítica de Hart ao imperativismo, em especial ao imperativismo da teoria de Austin e da de Bentham. O positivismo de Hart seria um novo começo depois de eliminar as imperfeições imperativas. Seria um recomeço positivista para valorizar outros elementos do Direito e não apenas o da coação e eliminar do escopo jurídico ordens do soberano, para, no lugar, incluir tipos de obrigações jurídicas diferentes que geram regras de diferentes tipos, como regras coativas, regras que conferem direitos e poderes, além da regra de reconhecimento. A regra de reconhecimento é a autoridade e é também a regra que reconhece os conteúdos jurídicos, apesar de ser também uma prática social de onde advêm os conteúdos capazes de se tornarem positivados e reconhecidos pelo sistema. Ao invés de sustentar uma regra que manifeste a autoridade do sistema, Austin apresenta apenas a prática social...

Positivism and Republic; O positivismo e a República

Lima Filho, Acacio Vaz de
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Direito Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Direito
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2004 POR
Relevância na Pesquisa
37.23%
In this article, we talk about the influence of Positivism for the implantation, in Brazil, of republicanic system, in november, 1889. We took care of political and cultural atmosphere of Empire's last years, speaking about the outbreak of new ideas, these introduced by Comte's Positivism and Spencer's Evolutionism. We have studied the works of firsts brazilian positivists, in especial, of the called "not orthodoxes", who, in spite of following in general Augusto Comte's ideas, were not members of "Apostolado Positivista do Brasil". We have demonstrated that, if Positivism, the doctrine, gave the doctrinal "substractum" for the implantation, among us, of the republican system, "orthodoxes positivists", however, did not have any participation in Brazilian Empire's fall. Brazilian Empire's fall was the consequence of Benjamin Constant Botelho de Magalhães's preaching, a "not orthodoxe", at Military School. This preaching has produced the military conditions to destrone Casa de Bragança. After the implantation of Republic, the "orthodoxes positivists" followed it.; No presente artigo, abordamos a influência do Positivismo na implantação do sistema republicano no Brasil, em novembro de 1889. Tratamos do ambiente político e cultural dos derradeiros tempos do Império...

Epistemology of Agroecology: Dialectics versus Positivism; Epistemologia da agroecologia: dialética versus positivismo

Ferraro, Alceu Ravanello; UFRGS
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 11/08/2015 POR
Relevância na Pesquisa
37.31%
This article discusses two epistemological perspectives situated in opposite sides: the positivism and the Marxist dialectics, having as its horizon the desired dialogue between the social sciences and the natural sciences that constitute the core of agroecology (agronomy and ecology). It deals first with the fundamental ideas of the positivism and analyses its main lines: Condorcet’s utopian-revolutionary one, Saint-Simon’s utopian-socialist one, Comte’s conservative one, Stuart Mill and Spencer’s utilitarian one, the Durkheim’s sociological one, and finally, that of Popper, who rejects being described as positivist. The text deals then with the Marxist dialectics as an epistemological alternative, which represented the most radical critique of positivism, opposing the notion of movement to that of order; the notion of historicity of the economic and social laws to the supposition of natural laws of production; the notion of the peculiarity of the social sciences to the conception of natural laws of society, which is considered of great importance for a productive dialogue between social and natural sciences, between society and nature, as it is desired in the agroecology.; Este artigo apresenta duas perspectivas epistemológicas situadas em polos opostos...

O positivismo e a educação brasileira na 1.ª República

A. M. Ferreira, Evaldo; W. M. Garcia, Alfeu; Dativa S. Gonçalves, Maria; S. C. da Silva, Maura
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 02/02/2014 POR
Relevância na Pesquisa
37.41%
O objeto do presente estudo é “O Positivismo e a Educação Brasileira na Primeira República”, que a partir do levantamento bibliográfico efetivado e reunido foi possível uma atividade, primeiramente, individual, de análise do contexto geral do positivismo desde suas primeiras manifestações para, posteriormente uma consolidação de idéias, características e perspectivas com uma manifestação educacional, no sentido genérico e, ainda, brasileiro. Como plano do trabalho foi adotado o seguinte sumário: positivismo, suas origens e características; positivismo e a educação; o positivismo no brasil, influências gerais; positivismo e a educação brasileira conseqüências e reflexos na política educacional e, por último, uma apreciação do contexto global, imagem formulada pela pesquisa e análise efetivadas.

AUGUSTO COMTE E O “POSITIVISMO” REDESCOBERTOS

Lacerda, Gustavo Biscaia de; UFPR
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/10/2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.23%
Neste ensaio abordamos algumas pesquisas que, nos últimos dez anos ou mais, têm recuperado a obra dofundador do Positivismo, Augusto Comte. Essa recuperação consiste em perceber os trabalhos de Comte emsua inteireza e a partir de sua lógica interna, enfatizando em particular a sua segunda grande obra, oSystème de politique positive (1851-1854), e as suas contribuições para a reflexão social e política contemporânea.A fim de tornar inteligível a novidade dessas novas pesquisas, apresentamos uma das narrativaspadrãoa respeito de Comte e do Positivismo – no caso, a partir dos escritos de Anthony Giddens –; alémdisso, fazemos uma discussão sobre o significado da palavra “Positivismo” e as várias correntes teóricassubsumidas em tal expressão.

Positivismo e obediência em Herbert Hart. doi:10.5007/2177-7055.2010v31n61p127; Positivism and obedience in Herbert Hart

Santos Neto, Arnaldo Bastos; Universidade Federal de Goiás; Heinen, Luana Renostro; UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA
Fonte: Fundação José Arthur Boiteux Publicador: Fundação José Arthur Boiteux
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 18/02/2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.23%
O tema do respeito à legalidade sempre serviu como ponto de acusação aos adversários do positivismo jurídico. O presente artigo visa investigar o tema da obediência às leis no pensamento do Herbert Hart, um dos juristas mais importantes do século XX, filiado à corrente denominada de positivismo jurídico. Veremos como Hart desenvolve uma sofisticada argumentação visando manter a separação entre direito e moral, característica diferenciadora do positivismo jurídico, respondendo assim às críticas de que tal corrente referendaria ordens jurídicas marcadas por situações de flagrante injustiça.; The issue of respect for legality has always served as a point of complaint to the opponents of legal positivism. This article aims to investigate the theme of obedience to the laws in the thinking of Herbert Hart, one of the most important jurists of the twentieth century, affiliated to the current called legal positivism. We’ll see how Hart developed a sophisticated argumentation in order to maintain the separation between law and morality, distinguishing characteristic of legal positivism, responding to critics that say that such current would ratify legal orders marked by situations of injustice.

Sobre la inconsistencia teórica del positivismo incluyente1

Orunesu,Claudina
Fonte: Análisis filosófico Publicador: Análisis filosófico
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/05/2007 ES
Relevância na Pesquisa
37.31%
El profesor Juan Carlos Bayón ha sostenido que el positivismo incluyente resultaría inaceptable por apoyarse en la idea de una convención social de seguir criterios no convencionales: si hubiera acuerdo sobre el contenido de esos criterios, ellos resultarían convencionales, y sin acuerdo, no habría práctica social convergente y, por ende, no habría en realidad una regla convencional. Así, el positivismo incluyente quedaría enfrentado a un dilema: o bien resulta indistinguible del positivismo excluyente, o bien no es una postura convencionalista en absoluto. Este trabajo evaluará la posibilidad de una salida al dilema. Para ello, se efectuará un análisis de las diversas versiones del positivismo incluyente y sus límites a la luz de la objeción planteada. También se intentará demostrar la viabilidad de un contraargumento centrado en los alcances de la tesis de la convencionalidad, que bloquearía la acusación de inconsistencia teórica esgrimida en su contra.

Positivismo jurídico incluyente

Himma,Kenneth Einar
Fonte: Universidad Nacional Autónoma de México, Instituto de Investigaciones Jurídicas Publicador: Universidad Nacional Autónoma de México, Instituto de Investigaciones Jurídicas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 ES
Relevância na Pesquisa
37.23%
El positivismo jurídico en general se compone de distintas Tesis: la Tesis Social, la Tesis de Convencionalidad y la Tesis de la Separabilidad. De acuerdo con la postura que se adopte respecto de cada una de estas Tesis, los positivistas jurídicos se dividen en excluyentes e incluyentes. Este artículo pretende esbozar algunos argumentos que comúnmente son asociados con el positivismo jurídico incluyente, y al mismo tiempo presenta una discusión en torno a algunas de las críticas provenientes de otros frentes, específicamente los de los positivistas jurídicos excluyentes y los de diversos antipositivistas. En última instancia, se sopesan las perspectivas expuestas a fin de dilucidar cuáles de los postulados teóricos se sostienen y cuáles pueden ser derrotados frente a los contraargumentos.