Página 1 dos resultados de 2165 itens digitais encontrados em 0.007 segundos

Sintaticização, discursivização e semanticização das orações de gerúndio no português brasileiro; Grammaticalization, semantization and discoursivization processes of the gerund clauses in Brazilian Portuguese

Simões, José da Silva
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 22/03/2007 PT
Relevância na Pesquisa
66.37%
Este trabalho insere-se nos recentes estudos sobre a história do português brasileiro e tem por objetivo demonstrar os estágios de mudança das orações de gerúndio. Foram recolhidas ocorrências dos séculos XVIII, XIX e XX em tipologia textual diferenciada, organizada por critérios associados à teoria das Tradições Discursivas, e analisadas qualitativa e quantitativamente. Defende-se aqui a adoção do modelo sociocognitivista de Análise Multissistêmica da Língua (Castilho 2006), que prevê que os itens da língua atuam de maneira multilinear e dinâmica, sendo suas propriedades ativadas, reativadas e desativadas nos quatro subsistemas concomitantemente. Neste trabalho concentro-me nos processos de sintaticização, discursivização e semanticização do gerúndio no português brasileiro. Defende-se que é possível descrever os processos de mudança das orações de gerúndio no português brasileiro a partir da análise isolada dos subsistemas da Gramática, do Discurso e da Semântica. Nos capítulos de análise, faz-se uma descrição qualitativa das ocorrências que leva em conta também a quantificação dos dados.; The present work pertains to the recent studies on the History of Brazilian Portuguese and aims at presenting the change stages of gerund clauses. Based on qualitative and quantitative analysis...

Limites precisos ou fronteiras que desaparecem? as construções impessoais e passivas com o clítico SE/SE no português brasileiro e no espanhol; Precise limits or disappearing borders? impersonal SE/SE and passive SE/SE constructions in Brazilian Portuguese and Spanish

Araújo Júnior, Benivaldo José de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/02/2014 PT
Relevância na Pesquisa
66.45%
Este trabalho tem como objetivo realizar um estudo constrastivo das construções impessoais e passivas com o clítico SE/SE no espanhol e no português brasileiro. A hipótese central deste estudo é que as passivas com SE/SE passaram a ser interpretadas como impessoais nas duas línguas, porém com diferentes implicações: no espanhol, o clítico SE se mantém; no português brasileiro, esse clítico se apaga em alguns casos e, em outros, sinaliza um sujeito humano genérico na construção. A partir dessa hipótese e utilizando como referencial teórico a Gramática Cognitiva (LANGACKER, 1991; KEMMER, 1993, 1994; MALDONADO, 2006, 2012), são examinados os critérios sintáticos e semânticos que possibilitam reconhecer as passivas e impessoais, considerando sua coexistência com outras construções com clíticos, especialmente as reflexivas e as médias. Igualmente, são avaliados alguns fenômenos relacionados às passivas e impessoais nas duas línguas, tais como a perda da concordância verbal, a supressão do clítico em construções finitas e sua inserção em construções infinitivas. O trabalho se divide em três partes. O primeiro capítulo trata da fundamentação teórica e discute conceitos importantes na análise...

Línguas africanas e português brasileiro: análise historiográfica de fontes e métodos de estudo no Brasil (sec. XIX-XXI); African languages and Brazilian Portuguese: a historiographical analysis of sources and study methods in Brazil (19th-21st centuries)

Borges, Patricia de Souza
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 09/03/2015 PT
Relevância na Pesquisa
66.37%
As relações entre as línguas africanas e o português brasileiro é tema recorrente nos estudos linguísticos produzidos no Brasil, desde o século XIX (cf., por exemplo, Macedo Soares 1942[1874/1891]) e parece estar em evidência no panorama contemporâneo, como o demonstra o número de trabalhos recentemente publicados. Ao analisar a história desta produção linguística, Bonvini (2009) propõe que os trabalhos produzidos podem ser distinguidos em duas tendências: influência e crioulização. Segundo ele, ambas as hipóteses sobre essas relações apresentam deficiências, especialmente quanto a dois aspectos: o tratamento das fontes e a metodologia de estudos empregada. Quanto às fontes, os trabalhos teriam sido formulados sem apoio em dados linguísticos precisos e identificados. Quanto à metodologia, as análises estariam centradas em aspectos léxico-semânticos ou morfossintáticos, níveis que Bonvini julga inadequados para tratar a questão. A partir dessas críticas, cumpre indagar: quais foram as fontes usadas nos trabalhos sobre as relações entre as línguas africanas e o português brasileiro? Toda a produção sobre o tema desenvolveu-se a partir dos mesmos princípios metodológicos? Houve mudanças no tratamento do tema: da hipótese da influência à crioulização? Nosso projeto teve como objetivos mapear e analisar a produção que investigou as relações entre o português brasileiro e as línguas africanas no Brasil e discutir a periodização para a história dessa produção. Tal análise foi baseada no conceito de programa de investigação...

O objeto pronominal acusativo de 3a pessoa nas variedades de espanhol de Madri e Montevidéu comparado ao português brasileiro: clíticos como manifestação visível e objetos nulos como manifestação não visível da concordância de objeto; The 3rd person accusative pronominal object in the Spanish varieties of Madrid and Montevideo compared to Brazilian Portuguese: clitics as a visible manifestation and null objects as a non visible manifestation of the object agreement

Simões, Adriana Martins
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 09/04/2015 PT
Relevância na Pesquisa
66.37%
Esta pesquisa teve por objetivo investigar a realização do objeto pronominal acusativo de 3ª pessoa nas variedades de espanhol de Madri e Montevidéu, comparar as tendências encontradas com o português brasileiro e tecer uma interpretação teórica para essas construções, tendo em vista os desenvolvimentos minimalistas (CHOMSKY, 1999, 2000, 2001, 2004). Analisamos entrevistas orais das variedades de espanhol de Madri (CESTERO MANCERA et al., 2012) e Montevidéu (ELIZAINCÍN, s/d), pertencentes ao PRESEEA. Como referencial teórico, aliamos, portanto, a concepção biológica de língua e gramática (CHOMSKY, 1981, 1986, 1999) a aspectos sociolinguísticos (LABOV, 2008; WEINREICH; LABOV; HERZOG, 2009). O espanhol seria uma língua na qual os antecedentes [+específicos] deveriam ser retomados por um clítico, enquanto os objetos nulos se restringiriam a antecedentes [-específicos; -definidos] (CAMPOS, 1986a, b; FERNÁNDEZ SORIANO, 1999). Conforme Groppi (1997), a variedade de espanhol de Montevidéu seguiria essa mesma tendência. Considerando-se esses estudos, partimos da hipótese de que nas variedades de espanhol investigadas os objetos nulos estariam restringidos a antecedentes [-determinados; -específicos]. Contudo, os resultados encontrados contrariaram parcialmente nossa hipótese...

O português brasileiro cantado: normas de 1938 e 2007, análise compárativa para interpretação de obras vocais em idioma brasileiro

Stolagli, Juliana Starling
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 181 f. il. + Acompanha CD
POR
Relevância na Pesquisa
66.4%
Pós-graduação em Música - IA; Buscou-se neste trabalho a recuperação histórica da pronúncia do português brasileiro cantado, tal como proposta nas normas expostas nos Anais do Primeiro Congresso da Língua Nacional Cantada, de 1938, bem como a realização de uma análise prático-comparativa destas com as normas atuais, publicadas em 2007, destacando os principais pontos que as distinguem e elementos que proporcionam modificações na interpretação de canções em idioma brasileiro. O estudo baseado em documentos históricos e na investigação das circunstâncias que favoreceram a normalização do português brasileiro cantado teve, em sua fase prática, a realização de dois recitais e a gravação de um CD demonstrativo, com a execução de peças cujas pronúncias estão fundamentadas nas normas de 1938 e 2007, buscando evidenciar os elementos de divergência entre elas; The aim of this research is to recover the historical pronunciation of Brazilian Portuguese sung as proposed in the standards set out in the Annals of the First Congress of the National Language as Sung (1° Congresso da Língua Nacional Cantada), in 1938, and the realization of a practical-comparative analysis between these and the current norms...

A presença de palavras de origem inglesa nos dicionários de português brasileiro: questões de identificação cultural

Prado, Natália Cristine; Massini-Cagliari, Gladis
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 16-31
POR
Relevância na Pesquisa
66.39%
Este trabalho tem como objetivo observar a presença de palavras de origem inglesa em dicionários do Português Brasileiro relacionando este fato com a atual identificação do brasileiro com a cultura norteamericana – como consequência da importância dos EUA no cenário mundial nas últimas décadas. Neste estudo, notou-se que as palavras estrangeiras passam por um período de observação pelos lexicógrafos antes de serem finalmente inseridas em importantes obras de referência da língua portuguesa. Observou-se também que, quando inseridas nos dicionários, as palavras inglesas são encontradas em diferentes tipos de verbetes: alguns trazem transcrição fonética, por exemplo, outros não. Além disso, muitos verbetes não indicam se a palavra ainda pode ser considerada “estrangeira” à língua portuguesa ou se já se encontra aportuguesada. Dessa forma, podemos concluir que não há um padrão de entrada para palavras estrangeiras em dicionários do Português Brasileiro e que vem sendo uma tarefa difícil para os lexicógrafos encontrar um modelo de verbete que melhor atenda as necessidades das pessoas. Por fim, esta pesquisa comprovou que fatores extralinguísticos e culturais são importantes para que se decida se uma palavra estrangeira deve ou não estar presente em um dicionário do Português Brasileiro.

Alternância nós e a gente no português brasileiro e no português uruguaio da fronteira Brasil - Uruguai (Aceguá)

Pacheco, Cíntia da Silva
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
66.45%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Linguística, Português e Línguas Clássicas, Programa de Pós-Graduação em Linguística, 2014.; O objetivo desta pesquisa é identificar e analisar a entrada do pronome a gente na comunidade bilíngue uruguaia em Aceguá (fronteira Brasil-Uruguai) e verificar se esse fenômeno constitui um elemento ratificador da variedade do português uruguaio da fronteira e se aproxima do português brasileiro da fronteira e do restante do Brasil. A hipótese principal é de que se trata de uma mudança linguística recente na variedade do português uruguaio, mesmo porque até então não havia registros de a gente como pronome, mas apenas como item lexical, semelhante ao que acontece no espanhol (ELIZAINCÍN 1987, p. 85). O marco teórico da pesquisa é a Teoria da Variação, proposta por Labov (1972), a Teoria da Mudança Linguística, desenvolvida por Weinreich, Labov e Herzog (1968), e o estudo sobre o contato linguístico do ponto de vista da variação linguística, que tem como precursoras Poplack (1993) e posteriormente Meyerhoff (2009). A análise quantitativa dos dados, obtidos por meio de entrevistas, é feita através do novo pacote de programas Goldvarb-X (SANKOFF...

Variação das unidades fraseoterminológicas da culinária entre português brasileiro e português europeu

Lara, Meire de Souza
Fonte: Universidade Nova de Lisboa Publicador: Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em /04/2014 POR
Relevância na Pesquisa
66.4%
A criação de uniões, como a União Europeia e o Mercosul, o aumento do intercâmbio de mercadorias, de informações e conhecimentos, etc. estabelece novos trabalhos na área da Terminologia Científica e Técnica, tanto bilíngue como monolíngue, inclusive entre variantes de uma mesma língua, como o Português Brasileiro (PB) e o Português Europeu (PE), o que torna relevante o conhecimento das variantes fraseoterminológicas entre duas normas linguísticas para o especialista e para o tradutor. Sendo a Culinária uma área que proporciona vários tipos de intercâmbios, como linguístico, cultural, mercantil, etc. e, dessa forma, necessitando trocar conhecimentos, nosso estudo propõe, através de uma perspectiva interdisciplinar que engloba a Terminologia, numa ótica variacionista, a Fraseologia e a Linguística de Corpus, estabelecer critérios para identificar, emparelhar, contrastar e descrever as unidades fraseoterminológicas (UFT) da Culinária do PB e do PE, almejando, por conseguinte, estruturá-las numa ferramenta que seja útil aos especialistas, estudantes e tradutores dessa área. O desenvolvimento deste trabalho está organizado em sete capítulos. O primeiro, apresenta a Culinária, traçando um panorama histórico dessa área...

Operação Agree e construções partitivas no português brasileiro e no português europeu.; Operation Agree and partitive constructions in Brazilian Portuguese and European Portuguese

Cerqueira, Mirian Santos de
Fonte: Universidade Federal de Alagoas; BR; Linguística; Literatura Brasileira; Programa de Pós-Graduação em Letras e Linguística; UFAL Publicador: Universidade Federal de Alagoas; BR; Linguística; Literatura Brasileira; Programa de Pós-Graduação em Letras e Linguística; UFAL
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.32%
This study is according to Scientific Program of Generative Grammar, more specifically on minimalist assumptions of the Principle and Parameters Theory (CHOMSKY, 1993, 1995, 1998, 2001) and try to describe and analyse the subject-verb agreement into partitive constructions in Brazilian Portuguese (BP) and European Portuguese (EP) grammars. The main aim is provid an explanation for the type of overt morphologically agreement verified in sentences like: (i). The most of students do-past. 3pl. the homework. The most of students did the homework . For that, this research proposes as central hypothesis the idea that operation Agree according to Béjar (2003, 2008) can satisfactorily explain the partial agreement in question, taking the pressupost idea on specification/underspecification of phi-features ÉJAR, 2003, 2008; CARVALHO, 2008), as well the approach in which agreement is understood as feature sharing, according to idea elaborated by Frampton & Gutmann (2000a). In this thesis, it were applied some tasks to BP and EP speakers, aiming to verify the acceptability of these speakers with relation to the partial agreement in partitive constructions. The tasks results point out that in some contexts, Brazilian speakers accept more easily partial agreement than Portuguese ones.; Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; O presente estudo insere-se no Programa de Investigação da Gramática Gerativa...

Uma proposta para a promoção do português brasileiro em contexto europeu não lusófono: aspectos didáticos, políticos, econômicos, sociais e linguísticos; A proposal for the promotion of brazilian portuguese In non-lusophone european context: educational, political, economic, social and linguistic aspects; Una propuesta para la promoción del portugués brasileño en el contexto europeo no lusófono: aspectos didácticos, políticos, económicos, sociales Y lingüísticos

Casseb-Galvão, Vânia Cristina
Fonte: Heloisa Augusta Brito de Mello; brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Letras e Linguística e da Faculdade de Letras da UFG; Faculdade de Letras da UFG Publicador: Heloisa Augusta Brito de Mello; brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Letras e Linguística e da Faculdade de Letras da UFG; Faculdade de Letras da UFG
POR
Relevância na Pesquisa
66.44%
v.26, n.1jan./jul., p. 145-160, 2014.; This article presents a proposal for the dissemination of language and Brazilian culture in non-Lusophone European context. Considering the increase in interest in Brazil, its culture and language in various European regions, it is intended, from studies that consider the variant of the Brazilian Portuguese spoken in Goiás, to establish an international agreement between the College of Letters UFG and Del Salento University, based in Lecce in southern Italy, a region in which the interest in Brazilian Portuguese has increased. The idea is to promote seminars, schools of higher learning, short courses, internships, graduate students and post-doctoral, always taking Brazilian Portuguese as the axis. In this article, we present the relevance of the proposal, its theoretical and methodological support and some expected results.; Este artículo trae una propuesta de difusión de la lengua y de la cultura brasileñas en el contexto europeo no lusófono. Considerándose el aumento en el interés por Brasil, su cultura y su lengua, en diversas regiones europeas, se pretende, a partir de estudios que consideran la variante del portugués brasileño hablado en Goiás, establecer un convenio internacional entre la Facultad de Letras de la UFG y la Universidad Del Salento...

Construções com o verbo agarrar em Português Brasileiro e Europeu; Constructions with the verb agarrar in brazilian and european portuguese

Coelho, Carolina Medeiros
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
66.32%
Neste trabalho, descrevemos e analisamos qualitativamente as construções com o verbo agarrar em textos orais e escritos do Português Brasileiro e Europeu do século XX a partir de uma perspectiva teórica que conjuga os pressupostos da Linguística Funcional à Linguística Cognitiva, denominada Linguística Cognitivo-Funcional, dentro da qual assumimos os estudos realizados acerca da Gramaticalização e da Gramática das Construções. Os dados analisados foram coletados do Corpus do Português, do corpus organizado por Silva (2005) e da ferramenta de busca Google, nos quais identificamos três tipos de construções, as transitivas, as paratáticas e as subordinadas, cujas configurações sintáticas são: [Vagarrar COMPL], [V1agarrar (e) V2fin] e [V1agarrar (a) V2inf], respectivamente. As construções transitivas formam-se, basicamente, por uma sequência verbo-nome e codificam, prototipicamente, a mudança física e perceptível de locação do objeto, contudo, quando o objeto apresenta um valor semântico mais abstrato, a mudança de locação é metafórica, por isso, essas construções foram divididas em canônicas e não canônicas, respectivamente. As paratáticas formam-se a partir de dois verbos, V1 e V2, ambos flexionados que podem ou não ser conectados pela conjunção e. Apresentam uma função focalizadora...

Uma análise da perífrase progressiva com verbos estativos no português brasileiro

Bittencourt, Marco Túlio Orelli
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
66.32%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Linguística, Português e Línguas Clássicas, Programa de Pós-Graduação em Linguística, 2015.; Nesta pesquisa, investigamos a ocorrência do progressivo com predicados estativos no português do Brasil tal como exemplificado em João está sabendo geografia e em Maria está vivendo com Pedro. Segundo Cunha (1998, 2004), em proposta desenvolvida para o português europeu, predicados desse tipo se distinguem pela presença/ausência do traço semântico [ + faseável], sendo o progressivo empregado somente com os estativos faseáveis. Analisando os dados do português brasileiro relativos a diferentes subclasses semânticas desses estativos (existenciais, epistêmicos, copulativos, locativos, perceptivos e psicológicos), desenvolvemos a hipótese de que o progressivo, quando combinado com os estativos faseáveis, marca a fronteira ou a transição de fases de um dado estado, distinguindo uma fase anterior do estado e uma fase em curso. Para captar a noção semântica de faseabilidade proposta por Cunha (1998, 2004) em termos formais, recorremos à proposta de Parsons (1990), para o inglês, que trabalha com a noção de eventos subatômicos. Partimos da constatação do autor de que o progressivo tem o efeito de recortar um intervalo de tempo em que um evento é identificado como um estado de coisas...

Medidas Fonológicas em Crianças com Perturbação dos Sons da Fala. Estudo comparativo entre o português europeu e o português brasileiro.

Santos, Ana Filipa Barros dos
Fonte: Universidade Nova de Lisboa Publicador: Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /11/2014 POR
Relevância na Pesquisa
66.45%
O objetivo deste estudo é comparar as características de dois grupos de crianças com diagnóstico de Perturbação dos Sons da Fala (PSF), falantes de português europeu (PE) e falantes de português brasileiro (PB), considerando um conjunto de medidas fonológicas que incluem Percentagem de Consoantes Corretas (PCC), Percentagem de Consoantes Corretas Revista (PCC-R), Process Density Index (PDI), Índices Absolutos (IA) e Índices Relativos (IR) de Substituição, Omissão e Distorção, tipos de Processos Fonológicos e Percentagem de Acerto por Fonema (PAF). Método: Neste estudo participaram dezoito crianças com diagnóstico de Perturbação dos Sons da Fala (PSF), com idades compreendidas entre os cinco anos e dois meses e os sete anos e 11 meses, sendo doze do sexo masculino e seis do sexo feminino, divididas em dois grupos - falantes de português europeu (GPE) e falantes de português brasileiro (GPB) - emparelhadas por idade, sexo e valor de PCC. A partir da análise das transcrições fonéticas constantes nas folhas de registo de cada subteste de nomeação de cada sujeito - Teste Fonético-Fonológico - Avaliação de Linguagem Pré-Escolar (TFF - ALPE) (Mendes et al., 2009) para o português europeu, e provas de fonologia do Teste de Linguagem Infantil ABFW (Andrade et al....

Sentenças bitransitivas e objeto indireto no português brasileiro; Ditransitive sentences and indirect object in Bazilian Portuguese

Morais, Maria Aparecida Torres
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 10/12/2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.36%
Adotando uma perspectiva comparativa, propomos que o PB se diferencia do PE na codificação gramatical dos argumentos dativos (objetos indiretos). Com base na teoria dos núcleos aplicativos, proposta em Pylkkänen 2008, e numa abordagem mais refinada da bitransitividade, explorada em Cuervo 2003/2010, propomos que inovações nas estratégias de realização do objeto indireto pronominal, levando à perda dos clíticos lhe/lhes nos usos anafóricos de 3ª pessoa, relacionam-se à perda da preposição a como marcador de caso dativo. Tais mudanças atestam a perda da expressão morfossintática da bitransitividade no português brasileiro, em oposição ao português europeu. Nossa proposta é que a variação interlinguística resulta de uma mudança paramétrica, definida na perda do núcleo aplicativo baixo no português brasileiro. Por fim mostramos que a conexão entre Caso dativo e expressão de parâmetros sustenta a teoria dos Princípios e Parâmetros, segundo a qual a variação é determinada no léxico, em termos dos traços das categorias funcionais.; In this paper, the syntax of dative arguments (indirect objects) in Brazilian Portuguese is examined in a crosslinguistic perspective with European Portuguese. It is shown that the grammatical expression of BP indirect object has undergone significant changes...

3rd person possessives: Old Portuguese and Modern Brazilian Portuguese; Possessivos de 3a pessoa: o português arcaico e o português brasileiro contemporâneo

Morais, Maria Aparecida Torres; Ribeiro, Ilza
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 03/12/2014 POR
Relevância na Pesquisa
66.32%
Neste texto tratamos de algumas estratégias de posse, em particular, as que se referem a aspectos sintáticos e semânticos envolvendo os possessivos de 3a pessoa seu e dele, numa perspectiva comparativa entre duas gramáticas: a do português arcaico (PA) e a do português brasileiro contemporâneo (PB). Com base em Müller (1997) e Menuzzi (1999, 2003 a, b), rejeitamos a hipótese da perda da forma seu de 3a pessoa, por ter sido a mesma reanalisada como pronome de 2a pessoa nocional. Ao contrário, propomos que as restrições ao antecedente referencial impostas ao anafórico seu de 3a pessoa, no PB falado, evidencia que a forma está se especializando na interpretação de variável ligada. Evidencia igualmente a atuação de uma condição sintática nas dependências anafóricas, a Condição da Cadeia, que se aplica no nível sentencial e reflete a forma como a sintaxe interpreta princîpios que atuam na anáfora discursiva. No PA, ao contrário, seu é exclusivo da 3a pessoa, podendo tomar antecedentes referenciais e ser ligado por antecedentes quantificados. No entanto, o fato de não expressar morfossintaticamente os traços de número (e gênero) do possuidor pode ter sido um fator determinante no uso possessivo da forma perisfrástica dele. Embora pouco produtivo no documento arcaico estudado...

On the settling of Brazilian portuguese; Sobre el settling del portugués brasileño; Sobre o settling do português brasileiro

Queriquelli, Luiz Henrique Milani; UFSC
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Linguística - UFSC Publicador: Programa de Pós-Graduação em Linguística - UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; avaliado por pares; pesquisa histórica; pesquisa documental; revisão de literatura Formato: application/pdf
Publicado em 09/12/2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.38%
Nowadays, the debate on Brazilian Portuguese (PB) formation is divided between two hypotheses that it can be defined as externalist hypothesis (creolist) and internalist hypothesis (drift). The externalist hypothesis suggests that the distinctive aspects of PB result from a process of creolization motivated by the massive contact with African languages in the slavery period. The internalist hypothesis, though it doesn’t ignore the languages contact in the formation of PB, states that such contact wasn’t determinant to develop its distinctive features and suggests that these features refer to structural possibilities inscribed in its drift. This essay presents a brief analysis of the linguistic facts usually invoked by externalist hypothesis and presents a new argument to the internalist hypothesis from the concept of settling, proposed by Seuren (2013). This new argument points to the consequences of the general language formed in the early colonization of Brazil, from the merger of different dialects spoken by Portuguese immigrants, and binds this general language to the fact that PB is at the same time highly conservative and innovative.; Actualmente, el debate acerca de la formación del portugués brasileño (PB) se encuentra dividido entre dos hipótesis que pueden ser definidas como hipótesis externalista (criollista) e hipótesis internalista (derivista). La hipótesis externalista sugiere que los aspectos distintivos del PB resultan de un proceso de criollización previo motivado por el contacto masivo con lenguas africanas en el período de la esclavitud. La hipótesis internalista...

Characterization of assimilation process in Brazilian Portuguese; Caracterización de los procesos de asimilación en portugués brasileño; Caracterização dos processos assimilatórios no português brasileiro

Magalhães, José; UFU - Uberlândia, Brasil
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Linguística - UFSC Publicador: Programa de Pós-Graduação em Linguística - UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; avaliado por pares; Formato: application/pdf
Publicado em 07/06/2014 POR
Relevância na Pesquisa
66.32%
The main purpose of this paper is to describe and map the existing assimilation phenomena in Brazilian Portuguese, showing data that support this mapping in order to certify that in this language, assimilation processes occur both from right to left (regressive assimilation) and from left to right (progressive assimilation). We aim to show also that progressive assimilation involving voicing/devoicing often requires that the target is a consonant [+voiced]. Finally, we also treat cases of assimilation involving vowels, which seem to occur bidirectionally.; El propósito principal de este artículo es describir y caracterizar los fenómenos de asimilación presentes en el portugués brasileño, dando a luz datos que apoyan este mapeo con el fin de certificar que los procesos de asimilación ocurren tanto de derecha a izquierda (asimilación regresiva) cuanto de izquierda a derecha (asimilación progresiva). Trataremos de mostrar también que la asimilación de sonoridad progresiva que abarca vozeamento/desvozeamento con frecuencia exige que el objetivo sea una consonante [+sonora]. Por último, también trataremos de los casos de asimilación que abarcan vocales que parecen ocurrir de manera bidireccional.; http://dx.doi.org/10.5007/1984-8412.2014v11n1p97O objetivo principal deste artigo é descrever e mapear os fenômenos assimilatórios presentes no português brasileiro...

Aspect predicates with achievement complements: a study on the phenomenon that triggers the serialization effect in brazilian portuguese; Restricciones de los aspectuales del portugués brasileño a los predicados de achievement; Restrições dos aspectuais do português brasileiro a predicados de achievement

Nascimento, Franciele da Silva; Universidade Federal da Fronteira Sul; Rech, Núbia Ferreira; Universidade Federal da Fronteira Sul
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Linguística - UFSC Publicador: Programa de Pós-Graduação em Linguística - UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; avaliado por pares; Teoria gerativa Formato: application/pdf
Publicado em 06/12/2014 POR
Relevância na Pesquisa
66.32%
The purpose of this research was to investigate the nature of the constraints that aspect verbs in Brazilian Portuguese (PB) offer to achievement predicates and the nominalizations to these predicates in the positions of their complements. Aspect verbs in Brazilian Portuguese taken into account in this study were começar (begin), continuar (continue), parar (stop), deixar (quit), acabar (finish), and terminar (finish). Lamiroy (1987) and Rochette (1999) present plural NP, generic NP, and the addition of a time adverbial clause as strategies that generate a serialization effect in the event, licensing achievement predicates and their nominalized forms in the position of complement of aspect verbs. In our study, we have come to the comprehension that, besides these phenomena, the transformative predicates and the bare noun also react as licensing predicates of achievement as aspect verbs complements. ; La propuesta de esta investigación fue investigar la naturaleza de las restricciones que los verbos aspectuales del portugués brasileño (PB) ofrecen a los predicados de achievement y la nominalizaciones de esos predicados en la posición de su complemento. Los aspectuales de PB tomados para estudio fueron começar (comenzar), continuar (continuar)...

Sujeito e objeto focalizados nas sentenças SVO do português brasileiro; Subject and objec focuzing in SVO sentences from Brazilian Portuguese; Sujeto y objeto focalizados en las sentencias SVO del portugués brasileño

Quarezemin, Sandra; Universidade Federal de Santa Catarina
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Linguística - UFSC Publicador: Programa de Pós-Graduação em Linguística - UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; avaliado por pares; Pesquisa Qualitativa Formato: application/pdf
Publicado em 20/12/2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.38%
http://dx.doi.org/10.5007/1984-8412.2012v9n3p203Este trabalho trata da focalização do sujeito e do objeto nas sentenças SVO do português brasileiro (PB). O foco é identificado, neste estudo, como o constituinte que veicula a informação não-pressuposta na sentença, enquanto a pressuposição veicula a informação partilhada pelos interlocutores em uma situação discursiva. O fenômeno da focalização não está livre da marcação sintática. As estratégias de focalizar o sujeito não correspondem exatamente às estratégias de focalizar o objeto. Em relação à focalização do sujeito, nossa hipótese a é que o PB, por estar perdendo a propriedade de língua de sujeito nulo, emprega as estratégias de focalização das línguas de sujeito não-nulo, como o inglês e o francês. Quanto à focalização do objeto, parece não haver distinção no modo como os falantes das línguas em geral focalizam esse constituinte.; This paper is about subject and object focalization in SVO sentences in Brazilian Portuguese (henceforth BP). The focus is identified, in this study, as the constituent that conducts the non-presupposed information in the sentence, whereas the presupposition refers to information shared by the speakers in a discursive situation. The phenomenon of focalization is not free of the syntactic marking. The strategies to focalize the subject do not correspond exactly to the strategies used to focalize the object. Concerning the focalization in the subject...

O PAPEL DAS LÍNGUAS AFRICANAS NA EMERGÊNCIA DA GRAMÁTICA DO PORTUGUÊS BRASILEIRO[1]

Avelar,Juanito; Galves,Charlotte
Fonte: Lingüística Publicador: Lingüística
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
66.41%
Este artigo traz argumentos favoráveis à hipótese de que as línguas africanas faladas pelos escravos introduzidos no Brasil desempenharam um papel significativo na emergência da gramática do português brasileiro. Explorando um viés teórico mentalista, o estudo se ocupa de paralelismos morfossintáticos entre o português brasileiro e o português africano, bem como entre essas variedades e as línguas bantas, para propor que a aquisição do português como segunda língua pelos africanos produziu mudanças em duas direções: (i) transferência de propriedades sintáticas das suas línguas maternas para o português em formação no Brasil e (ii) reestruturação desencadeada pela dificuldade no aprendizado de marcas gramaticais específicas do português.