Página 1 dos resultados de 19607 itens digitais encontrados em 0.011 segundos

Actas do 10º Encontro Português de Computação Gráfica

Madeira, Joaquim; Marques, Jorge Salvador
Fonte: Grupo Português de Computação Gráfica Publicador: Grupo Português de Computação Gráfica
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /10/2001 POR
Relevância na Pesquisa
46.52%
Actas do 10º Encontro Portugês de Computação Gráfica, Lisboa, 1-3 de Outubro de 2001; A investigação, o desenvolvimento e o ensino na área da Computação Gráfica constituem, em Portugal, uma realidade positiva e de largas tradições. O Encontro Português de Computação Gráfica (EPCG), realizado no âmbito das actividades do Grupo Português de Computação Gráfica (GPCG), tem permitido reunir regularmente, desde o 1º EPCG realizado também em Lisboa, mas no já longínquo mês de Julho de 1988, todos os que trabalham nesta área abrangente e com inúmeras aplicações. Pela primeira vez no historial destes Encontros, o 10º EPCG foi organizado em ligação estreita com as comunidades do Processamento de Imagem e da Visão por Computador, através da Associação Portuguesa de Reconhecimento de Padrões (APRP), salientando-se, assim, a acrescida colaboração, e a convergência, entre essas duas áreas e a Computação Gráfica. Este é o livro de actas deste 10º EPCG.

Actas do 12º Encontro Português de Computação Gráfica

Marcos, Adérito; Mendonça, Ana
Fonte: Grupo Português de Computação Gráfica Publicador: Grupo Português de Computação Gráfica
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /10/2003 POR
Relevância na Pesquisa
46.52%
Actas do 12º Encontro Portugês de Computação Gráfica, Porto, 8-10 de Outubro de 2003; O Encontro Português de Computação Gráfica teve lugar nesse ano 2003, naquela que foi a sua 12ª edição, no ISEP – Instituto Superior de Engenharia do Porto, entre os 8 a 10 de Outubro. O 12º Encontro Português de Computação Gráfica (12EPCG) veio no seguimento de encontros anteriores realizados anualmente e reuniu investigadores, docentes e profissionais nacionais e estrangeiros, que realizam trabalho ou utilizam a Computação Gráfica, Realidade Virtual e Multimédia, assim como todas as suas áreas afins, no sentido de permitir a divulgação de projectos realizados ou em curso e fomentar a troca de experiências e a discussão de questões relacionadas com a Computação Gráfica em Portugal, entre as comunidades académica,industrial e a de utilizadores finais. Este é o livro de actas do 12EPCG.

Actas do 13º Encontro Português de Computação Gráfica

Lopes, Adriano
Fonte: Grupo Português de Computação Gráfica Publicador: Grupo Português de Computação Gráfica
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /10/2005 POR
Relevância na Pesquisa
46.52%
Actas do 13º Encontro Português de Computação Gráfica, Vila Real, 12-14 Outubro de 2005; Este livro de actas contém as contribuições dos autores para o 13º Encontro Português de Computação Gráfica, realizado em Vila Real entre 12 e 14 de Outubro de 2005. Tal como em edições anteriores, o Encontro visou essencialmente a reunião de investigadores, docentes e profissionais da Computação Gráfica e áreas afins, permitindo a divulgação de trabalhos realizados ou em curso, bem como a troca de experiências e a discussão de temas relacionadas com a Computação Gráfica.

Aprender português de negócios : análise da situação atual e esboço de uma solução didática online

Leduc, Ana Rita Rodrigues de Jesus
Fonte: Universidade Aberta de Portugal Publicador: Universidade Aberta de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
36.69%
Dissertação de Mestrado em Português Língua Não-Materna apresentada à Universidade Aberta; O presente trabalho, desenvolvido no âmbito do mestrado em Português Língua Não-Materna, tem como objetivos principais verificar a situação atual dos cursos de Português de Negócios e posteriormente criar uma solução didática online. Para atingir estes objetivos, foi necessário (1) analisar a estrutura e conteúdos de cursos gratuitos de Português de Negócios na Internet; (2) averiguar as motivações, preferências e sugestões do público-alvo no que diz respeito a cursos de Português de Negócios; (3) avaliar até que ponto a dimensão intercultural está presente nos cursos de Português de Negócios analisados e (4) determinar a viabilidade e necessidade da criação de um curso de Português de Negócios online formulado segundo critérios linguísticos e interculturais. Procedeu-se também a uma reflexão aprofundada sobre i) o interesse recente na aprendizagem de PLE, ii) o ensino a distância e o e-learning, iii) o ensino de línguas estrangeiras para fins específicos, iv) a abordagem intercultural nos cursos de línguas e v) as características principais de um curso online. Como consequência da realização das etapas mencionadas...

A configuração do dativo de terceira pessoa no português do Brasil e no português europeu com enfoque na fala do fortalezense culto; The strategies of substitution of the 3rd. person dative clitics in the Brazilian Portuguese and the European Portuguese in the speech of natives with superior degree (cult talker) of the city of Fortaleza

Dantas, Maria Alves Maia
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/10/2007 PT
Relevância na Pesquisa
36.69%
Baseada em amostras (corpus) de língua oral do português brasileiro e europeu, este trabalho investiga as estratégias de substituição dos clíticos dativos de terceira pessoa no português do Brasil e no português europeu, bem como o uso de preposições introdutórias do dativo representado por sintagmas nominais. O objetivo é verificar as evidências de possível mudança paramétrica na variedade brasileira e evidenciar diferenças entre as alternativas utilizadas pelos falantes dos dois sistemas lingüísticos. Enfoca o uso dos complementos dativos de terceira pessoa em várias formas de representação na fala de nativos com grau superior de escolaridade (falante culto) da cidade de Fortaleza, Ceará (inquéritos do corpus Porcufort) e na fala de portugueses europeus (inquéritos do corpus CRPC), com verbos ditransitivos de transferência material e transferência verbal. Trabalhos científicos recentes indicam modificações no uso dos clíticos dativos de terceira pessoa na variedade do Brasil, distanciando-se do uso no português europeu. Os resultados sinalizam consideráveis diferenças entre as duas variedades: enquanto o português europeu faz largo uso dos clíticos dativo de terceira pessoa, no português do Brasil verifica-se sua substituição por estratégias alternativas como o uso de pronomes tônicos anafóricos...

Ditongos no Português de São Tomé e Príncipe; Diphthongs in the Portuguese of Sao Tome e Principe

Silveira, Alfredo Christofoletti
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/05/2013 PT
Relevância na Pesquisa
36.7%
O objeto deste trabalho é investigar a realização dos ditongos orais no português vernacular de São Tomé e Príncipe (pvs). Esta variedade de português está em contato com outras línguas faladas no país e difere do sistema linguístico da variedade considerada padrão, o português europeu (pe) (FIGUEIREDO, 2010; GONÇALVES, 2010; CHRISTOFOLETTI, 2011; SANTOS & CHRISTOFOLETTI, 2011). A hipótese para as peculiaridades do comportamento do sistema fonético-fonológico do pvs é o aprendizado do português como L2 (por gerações passadas recentes) (HAGEMEIJER, 2009; GONÇALVES, 2010), e a influência do contato com as línguas crioulas faladas no país, como o santome (FERRAZ, 1979), o principense (MAURER, 2009), o angolar (MAURER, 1995) e o kabuverdianu, visto que as comunidades são, em geral, bilíngues ou convivem em espaços multilíngues. As mudanças linguísticas intergeracionais e o contato também justificariam o comportamento na realização dos ditongos que possuem variações em sua realização no pvs. O corpus deste trabalho é formado por gravações de fala espontânea de 18 informantes, coletados na capital de stp por meio da sociolinguística variacionista (LABOV, 1991 [1972]). A justificativa para o estudo das realizações dos ditongos...

Tradução juramentada de documentos escolares→português: questões culturais, terminológicas e tradutórias

Delvizio, Ivanir Azevedo
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 388 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
36.7%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Estudos Linguísticos - IBILCE; Os documentos escolares constituem um dos objetos mais frequentes da Tradução Juramentada. Esta pesquisa, financiada pela FAPESP, tem como objetivos: 1) proceder a um estudo comparado dos sistemas educacionais do Brasil e dos Estados Unidos; 2) realizar o levantamento e análise dos termos em inglês encontrados em documentos escolares que foram traduzidos do português para o inglês sob a forma juramentada; 3) buscar seus equivalentes em português; 4) elaborar um glossário na direção inglês→português dos termos de documentos escolares e 5) verificar qual o grau de equivalência terminológica (lexical) predominante entre a terminologia de documentos escolares dos Estados Unidos e do Brasil. A pesquisa se insere nos campos da Terminologia Bilíngue e da Tradução e teve como base um corpus comparável constituído pelos seguintes conjuntos de documentos: CDETJ-PI (conjunto de documentos escolares traduzidos na forma juramentada do português para o inglês), CDEOI (conjunto de documentos escolares originais em inglês), CDEOP (conjunto de documentos escolares originais em português) e CDETJ-IP (conjunto de documentos escolares traduzidos na forma juramentada do inglês para o português). Esses documentos foram extraídos de Livros de Registros de Tradução Juramentada disponibilizados por três tradutores públicos do Estado de São Paulo. Os dados em inglês e português foram organizados em fichas terminológicas...

A formação de professores de espanhol língua estrangeira (Ele) no Brasil e de português língua estrangeira (Ple) na Argentina: identidade(s) em processo de construção e reconstrução

Rocha, Nildicéia Aparecida
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 84-93
POR
Relevância na Pesquisa
36.7%
Bajo la perspectiva discursiva, específicamente francesa y según estudios realizados por Hall (2002), Souza Santos (2005) entre otros, que están analizando el concepto de identidad, como los estudios de Celada (2002, 2009, 2010), Serrani (1997, 2003, 2005) y Zoppi-Fontana (2009), con relación al proceso de enseñanza y aprendizaje de Lengua Extranjera, verificamos que la construcción de la identidad se da en proceso de constante reconfiguración, visto que aprender otra lengua implica entrar en contacto con otros modos de ver y de nombrar el mundo, y de este modo es necesario “desplazarse” de sí mismo y reconfigurarse con relación a otro(s) hablante(s) de esta nueva lengua a ser aprendida. En nuestro caso se trata de aprender y enseñar lenguas próximas: portugués y español, con rasgos lingüístico-discursivos de aproximaciones y de distanciamientos. Para tanto, este estudio preliminar tiene como objetivos: verificar como acontece actualmente la constitución de la(s) identidad(es) en el proceso de enseñanza y aprendizaje de Español Lengua Extranjera (ELE) en Brasil y de Portugués Lengua Extranjera (PLE) en Argentina, en especial en la formación del profesor de estas lenguas; observar contextos de enseñanza y aprendizaje...

Aspectos da historia gramatical do portugues : interpolação, negação e mudança; Aspects of portuguese historical grammar : interpolation, negation and change

Cristiane Namiuti
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/02/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.72%
Esta tese tem como objetivo central a investigação do fenômeno da interpolação em textos de autores portugueses nascidos entre os séculos 15 e 19, que compõem o Corpus Anotado do Português Histórico ? Tycho Brahe. As reflexões, bem como a metodologia de classificação e a análise de dados têm como pano de fundo o quadro teórico de Princípios e Parâmetros da Gramática Gerativa (cf. Chomsky, 1995). Na comparação com o mesmo fenômeno no português antigo, observei que a interpolação da negação se estende a novos contextos: encontrei o ?não? interpolado em orações raízes sem que algum operador proclisador introduzisse a oração e em orações infinitivas que não contextualizavam a próclise categórica. As primeiras ocorrências de interpolação da negação nestes novos contextos foram encontradas em textos do século 15, e são freqüentes nos séculos 16 e 17 (português clássico, de acordo com a periodização tradicional). Atestamos que a interpolação dos constituintes do VP desaparece dos textos no século 16, no mesmo período encontramos um padrão proclítico nas orações raízes ?XP-verbo? (remeto a Galves, Britto e Paixão de Sousa 2005). Também notamos que a não adjacência entre o complementizador e o pronome clítico se torna mais comum neste mesmo período. Argumento que a preferência pela próclise verbal nas orações matrizes nos séculos 16 e 17 está relacionada com a perda da interpolação de XPs. E...

Sujeitos nulos indeterminados no português brasileiro : uma investigação diacrônica em Goiás

Borges, Humberto
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
36.7%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Programa de Pós-Graduação em Linguística.; Nesta dissertação, investigamos um aspecto considerado inovador da gramática do português brasileiro em relação à gramática do português europeu: a sintaxe do sujeito, especificamente a sintaxe de construções com sujeito nulo indeterminado e verbo na terceira pessoa do singular. Essas construções têm sido associadas na literatura gerativista à reestruturação dos paradigmas verbal e pronominal do português brasileiro (cf. GALVES, 1987, 2001; DUARTE, 1993, 1995; entre outros) e à mudança do português brasileiro de uma língua de sujeito nulo consistente, como o português europeu, para uma língua de sujeito nulo parcial (cf. ROBERTS E HOLMBERG, 2010; HOLMBERG E SHEEHAN, 2010; entre outros). A motivação de nossa investigação é a hipótese de que aspectos inovadores na expressão do sujeito no português brasileiro teriam sido gerados a partir da aquisição do português europeu por ameríndios e africanos e, especialmente, por seus descendentes na América portuguesa. Destarte, a partir da exposição de aspectos sócio-históricos da formação do português brasileiro na América portuguesa e em Goiás...

Alternância nós e a gente no português brasileiro e no português uruguaio da fronteira Brasil - Uruguai (Aceguá)

Pacheco, Cíntia da Silva
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
36.74%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Linguística, Português e Línguas Clássicas, Programa de Pós-Graduação em Linguística, 2014.; O objetivo desta pesquisa é identificar e analisar a entrada do pronome a gente na comunidade bilíngue uruguaia em Aceguá (fronteira Brasil-Uruguai) e verificar se esse fenômeno constitui um elemento ratificador da variedade do português uruguaio da fronteira e se aproxima do português brasileiro da fronteira e do restante do Brasil. A hipótese principal é de que se trata de uma mudança linguística recente na variedade do português uruguaio, mesmo porque até então não havia registros de a gente como pronome, mas apenas como item lexical, semelhante ao que acontece no espanhol (ELIZAINCÍN 1987, p. 85). O marco teórico da pesquisa é a Teoria da Variação, proposta por Labov (1972), a Teoria da Mudança Linguística, desenvolvida por Weinreich, Labov e Herzog (1968), e o estudo sobre o contato linguístico do ponto de vista da variação linguística, que tem como precursoras Poplack (1993) e posteriormente Meyerhoff (2009). A análise quantitativa dos dados, obtidos por meio de entrevistas, é feita através do novo pacote de programas Goldvarb-X (SANKOFF...

Formas de realização do pronome clítico em Português Europeu por falantes de herança luso-franceses; Pronominal clitic placement in European Portuguese by Portuguese heritage speakers living in France

Casa Nova, Manuela Sofia Pereira
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
36.69%
Dissertação de mestrado em Português Língua Não Materna (PLNM) – Português Língua Estrangeira (PLE) / Português Língua Segunda (PL2); A presente dissertação visa determinar o papel da transferência linguística na aquisição do Português como língua de herança. O estudo examina a competência de um grupo de 18 falantes de herança de Português Europeu, residentes em França, relativamente ao sistema de clíticos pronominais em Português, tomando como ponto de partida os resultados obtidos por Barbosa e Flores (2011) num teste de produção oral aplicado a falantes de herança lusoalemães. O estudo de Barbosa e Flores (2011) revela que o processo de aquisição dos padrões de colocação dos pronomes clíticos por parte dos falantes de herança luso-alemães segue um percurso semelhante ao das crianças monolingues, ainda que leve mais tempo. Em ambos os casos, nas fases iniciais da aquisição, há a tendência para generalizar a ênclise, aplicando-a em contextos de próclise na língua alvo. Dado que o Francês é uma língua com pronomes clíticos, cuja posição predominante é proclítica, o presente estudo visa averiguar se o padrão de aquisição difere no caso dos falantes de herança luso-franceses. Para tal...

O Português no Ensino Secundário: Transformações, tensões e dinâmicas de apropriação e recontextualização curricular

Mira Leal, Susana
Fonte: Porto Editora Publicador: Porto Editora
Tipo: Livro
Publicado em /12/2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.73%
Trata-se de uma publicação sintetizada da tese de doutoramento em Educação (especialidade em Metodologia do Ensino do Português).; "A disciplina de Português tem, hoje, um lugar central na educação básica e secundária, que se exprime, desde logo, através de uma presença dominante e sistemática nos planos de estudos dos diferentes anos e ciclos da escolaridade. Este estatuto contemporâneo encontra-se, aliás, em linha com o processo histórico de construção do currículo escolar em que aquela disciplina, e disciplinas correspondentes, sempre tiveram um lugar de particular importância. Tal estatuto é indissociável da natureza do mandato que, no presente, como no passado, lhe é cometido, no qual coexistem objetivos de desenvolvimento pessoal e de socialização de enorme relevância, associados, por exemplo, à promoção de competências linguístico-discursivas, à aquisição de saberes sobre a língua e as suas múltiplas expressões e ao reconhecimento e valorização das diferentes variedades e usos da língua. Sendo a língua um sistema semiótico estruturador do modo como cada um de nós se relaciona com o mundo, com os outros e consigo próprio, entende-se a enorme sensibilidade política, social, e evidentemente educativa dos modos como se projeta e pratica o ensino do Português. As transformações que nesta área do currículo vão ocorrendo colocam em jogo...

A reforma curricular no ensino secundário (1999-2006). Transformações, tensões e dinâmicas na área do Português

Mira Leal, Susana
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2008 POR
Relevância na Pesquisa
36.7%
Tese apresentada à Universidade dos Açores para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de doutor em Educação, na especialidade de Metodologia do Ensino do Português, realizada sob a orientação científica do Doutor Rui Vieira de Castro, Professor Catedrático do Departamento de Metodologias da Educação do Instituto de Educação e Psicologia da Universidade do Minho, e a co-orientação científica do Doutor Paulo Jorge Sousa Meneses, Professor Auxiliar do Departamento de Línguas e Literaturas Modernas da Universidade dos Açores.; As reformas educativas, ou apenas curriculares, decorrem sempre de um determinado quadro político, socioeconómico, científico, tecnológico e ético e constituem-se palco para processos de apropriação que se desenvolvem a diversos níveis (nas escolas, na sociedade civil, nos media, na comunidade científica…) e representam sucessivos ensaios de ‘leitura’ do discurso oficial que define os termos dessas reformas (documentos preparatórios, publicações governamentais diversas, quadro normativo…) e da sua transposição pedagógica. O processo tem na escola um dos seus cenários principais e nos professores (e nos alunos também) os protagonistas. Apresenta-se...

Curso de verão nos Açores para professores de português dos EUA

Castanho, Maria da Graça Borges
Fonte: Mundo Português Publicador: Mundo Português
Tipo: Anotação
Publicado em 27/04/2012 POR
Relevância na Pesquisa
46.52%
Na qualidade de Diretora Regional das Comunidades, fomos responsável pela redação dos artigos e coordenação da página "Comunidades Açorianas no Mundo", integrada no jornal Mundo Português, servindo a mesma para a divulgação das atividades realizadas pela Direção Regional Das Comunidades do Governo dos Açores.

A seleção e a produção de materiais didáticos no processo do ensino do português aos alunos chineses

Cheng Cuicui
Fonte: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /03/2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.7%
Dissertação apresentada à Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Ensino do Português como Língua segunda e Estrangeira; Nesta última década, houve uma crescente demanda pelo ensino do português na China. Neste sentido, surge esta dissertação, inserida no contexto de aprendizagem do português como língua estrangeira pelos estudantes universitários chineses, que tem como objetivo principal verificar quais os critérios para a seleção e para a produção de materiais didáticos em português, principalmente os materiais direcionados a alunos chineses que frequentam o curso de licenciatura em português nas universidades. O tema cria oportunidades para pensarmos na relação que se estabelece entre a seleção e a produção do material didático usado na aula de português e a situação especial de ensino que é a dos estudantes universitários chineses a aprender língua portuguesa. Embora este trabalho se centre no ensino do português para chineses, algumas discussões podem ser uma mais-valia para professores e criadores de materiais didáticos para alunos de outras nacionalidades. A partir dos questionários foram criadas tabelas e categorias...

O desafio da autobiografia nos programas de português e de literatura portuguesa do ensino secundário

Carmo, Carina Infante do
Fonte: Associação de Professores de Português Publicador: Associação de Professores de Português
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2007 POR
Relevância na Pesquisa
46.45%
Hoje, mais do que nunca, parece fazer sentido reconhecer no contexto português uma efervescência autobiográfica que se traduz na multiplicação de edições em livro ou de testemunhos publicados em periódicos, perfeitamente agrupáveis sob esse rótulo genológico. Sucedem-se os artistas, os políticos e as celebridades televisivas que não perdem a oportunidade de lançar obras autobiográficas, levando inúmeras livrarias a reservar-lhes uma secção à parte.

entrante aa noite; O particípio presente no português antigo

Martins, Ana Cláudia Moreira
Fonte: Universidade Nova de Lisboa Publicador: Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /06/2015 POR
Relevância na Pesquisa
36.72%
Este trabalho pretende, a partir da análise de textos literários e não literários do português antigo, incluídos no Corpus Informatizado do Português Medieval (CLUNL/FCSH-UNL), descrever e interpretar a distribuição sintática e as propriedades do particípio presente no português antigo, verificando semelhanças e diferenças com outras formas não finitas, principalmente o gerúndio. Procurou-se averiguar o que caracteriza as formas de particípio presente do português antigo e do português europeu contemporâneo e o que as distingue de outras formas não finitas do verbo, no que diz respeito aos contextos em que ocorrem, mas também quanto ao seu funcionamento. Assim, analisando mais detalhadamente as orações em que estes particípios ocorrem com função verbal, investigaram-se algumas das suas propriedades internas (legitimação de sujeitos plenos, identificação e legitimação de sujeitos nulos, ordem de palavras), de modo a poder explicar o seu funcionamento e estrutura. No português antigo, as formas de particípio presente tinham características distintas das do português contemporâneo. No português de hoje, as formas terminadas em -nte, subsistem apenas como nomes (estudante, presidente, pedinte) e adjetivos (minguante...

Leitura e tratamento do texto literário na aula de Português. Espaço(s) e modo(s) de intervenção

Nóbrega, Sandro Patrício Gama
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
36.7%
A presente dissertação constitui um estudo sobre a leitura e o tratamento do texto literário na aula de português. Dada a amplitude do tema, o foco desse estudo é analisar modos de intervenção que, se bem que consignados em dispositivos oficiais reguladores do ensino do Português (língua, cultura e literatura), têm uma escassa presença na escola, nomeadamente no que se refere às intervenções no âmbito da leitura em voz alta em sala de aula. Assim, o objeto de estudo principal é a leitura em voz alta do texto literário, prática que, pelas suas características específicas, permite desenvolver competências básicas dos alunos na disciplina de Português. O trabalho apresenta uma dupla vertente. Procedemos, primeiramente, a uma análise teórica, a fim de explanar os domínios atinentes à leitura oralizada e às dimensões neles atuantes, para, de seguida, descrever e analisar modos de intervenção que tiveram lugar no terreno, ao longo de três anos. Estas duas linhas do nosso estudo complementam-se e concorrem para o estabelecimento de conclusões pertinentes no âmbito do ensino da Literatura e das questões relacionadas com a leitura em Portugal. Na Parte 1, seguindo uma perspetiva essencialmente diacrónica...

Fonología contrastiva del portugués y el castellano una caracterización de la interlingua fónica de los castellanohablantes que aprenden portugués /

Férriz Martínez, Ma. Carmen
Fonte: Bellaterra : Universitat Autònoma de Barcelona, Publicador: Bellaterra : Universitat Autònoma de Barcelona,
Tipo: Tesis i dissertacions electròniques; info:eu-repo/semantics/doctoralThesis Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em //2001 SPA; SPA
Relevância na Pesquisa
36.73%
Consultable des del TDX; Títol obtingut de la portada digitalitzada; Esta investigación teórica pretende servir de herramienta de consulta accesible para el profesor de portugués como lengua extranjera. En la primera parte se plantean los objetivos: (1) establecer el sistema fonológico segmental del portugués atendiendo a las variedades europea y brasileña, (2) realizar el análisis contrastivo de las descripciones de los sistemas castellano y portugués, y (3) caracterizar la interlengua fónica de los castellanohablantes que aprenden portugués. Asimismo, en esta parte, se nos introduce en el marco teórico de la lingüística contrastiva, en la adquisición de la fonología y en el concepto de interlengua fónica del aprendiente de segundas lenguas. En la segunda parte se describen, desde el punto de vista del estructuralismo y partiendo de los rasgos tradicionales de base articulatoria, los sistemas fonológicos segmentales de los estándares del castellano y del portugués. La descripción del portugués ofrece un sistema unitario que abarca las variedades europea y brasileña (carioca). A partir del orden fonológico establecido para el portugués, se describe la articulación de los alófonos correspondientes a cada fonema y se restringe su distribución (primer objetivo). En la tercera parte se lleva a cabo el análisis contrastivo de los dos sistemas fonológicos descritos (segundo objetivo)...