Página 1 dos resultados de 32 itens digitais encontrados em 0.053 segundos

Sobre os descontos-prémios dos fundos de investimento fechados no contexto da teoria do sentimento do investidor

Monte, Ana Paula
Fonte: Universidade do Minho, Escola de Economia e Gestão Publicador: Universidade do Minho, Escola de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.02%
A persistência e existência dos descontos/prémios relativos aos fundos de investimento fechados tem intrigado a comunidade financeira, quer académicos quer práticos, pois parece desafiar a eficiência dos mercados e teoria sobre avaliação de activos. Pelo facto das acções dos fundos de investimento fechados serem transaccionadas nas Bolsas de Valores, assim como os activos que compõem a sua carteira, seria de esperar que não houvesse discrepâncias, persistentes, entre o valor de mercado do fundo e o seu valor patrimonial líquido, pois o mercado encarregar-se-ia de ajustar e corrigir os preços, tanto mais que a informação é amplamente divulgada para ambos. Neste contexto, desenvolvemos o nosso trabalho procurando explicar a existência e persistência dos descontos/prémios e, dado a sua profunda relação com o objectivo principal, também fomos investigar a correlação entre os descontos dos diversos fundos e de cada um ao longo do tempo; a reversão para a média dos descontos e da sua variação semanal, e o seu poder previsional sobre a rendibilidade das acções do fundo e do valor patrimonial líquido. Tudo isto tendo por enquadramento a teoria do sentimento do investidor, através do modelo de De Long, Shleifer...

Factores racionais e comportamentais que explicam a existência dos descontos (prémios) dos fundos de investimento fechados: uma análise multivariada

Monte, Ana Paula
Fonte: Academia de Ciencias Administrativas Publicador: Academia de Ciencias Administrativas
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
55.8%
Tendo como enquadramento teórico os modelos defendidos pela abordagem híbrida (que considera factores racionais e comportamentais para a explicação dos descontos/prémios), pretende-se testar a validade de alguns factores como os custos de agência, a politica de distribuição de resultados e a liquidez (factores ditos racionais) combinados com o sentimento do investidor e limitações à arbitragem (factores comportamentais) para a explicação da estrutura dos descontos (prémios) dos fundos fechados no mercado norte-americano, recorrendo à análise multivarida. De realçar que a maior parte dos estudos empíricos não têm testado a validade desta abordagem. Com base uma amostra de 346 fundos de investimento fechados norte-americanos, constatou-se que a politica de resultados (dividend yield), composição da carteira (activos restritos) e o turnover, bem como o sentimento do investidor e o custo de replicação (limites à arbitragem), são variáveis estatisticamente significativas, através da análise de regressão multivariada encetada, pelo que parece existir suporte empírico para a abordagem híbrida. Pretende-se ainda, através da análise discriminante, identificar quais destes factores explicativos dos descontos (prémios) mais contribuem para discriminar entre fundos de obrigações e fundos de acções. Os resultados indiciam que os factores dividend yield...

Testes multivariados do capital asset pricing model com variabilidade dos prémios de risco ao longo do tempo : aplicação ao mercado accionista português

Miranda, Domingos Lopes de
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //1995 POR
Relevância na Pesquisa
46.37%
O objectivo desta investigação empírica consiste em examinar vários testes multivariados do Capital Asset Pricing Model (CAPM) Condicional desenvolvido por Ng (1989 e 1991), com diferentes representações do modelo Multivariate Simultaneous Generalized Autoregressive Conditional Heteroscedasticity In Mean (GARCH-M) e diferentes técnicas de construção de portfólios, baseadas no beta de mercado, na dimensão da empresa e no sector da actividade, para todas as empresas que mantiveram as suas acções listadas na Bolsa de Valores de Lisboa durante o período de Janeiro de 1988 a Agosto de 1995. Os testes multivariados do CAPM Condicional que permitem a variabilidade dos prémios de risco esperados ao longo do tempo e do risco, dado pela covariância condicional que assume um processo GARCH Multivariado, representada pelo operador VECH [Bollerslev, Engle e Wooldridge, 1988] ou pela representação BEKK [Engle e Kroner, 1995], incorporam a correlação Cross- Sectional contemporânea dos erros de previsão do prémio de risco e permitem a eficiência total com a estimação multivariada simultânea. Por outro lado, os testes são realizados com base nas variações temporais e nas variações Cross-Sectional dos prémios de risco esperados e risco das acções. Esta técnica aumenta o poder dos testes...

Diversificação e cobertura de risco através de apostas desportivas

Galindro, Aníbal André Pereira
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.07%
A presente dissertação pretende averiguar a utilidade das apostas desportivas como elemento diversificador de risco numa hipotética carteira de activos e como elemento de cobertura de risco especifico sobre acções de clubes de futebol cotados na bolsa portuguesa. Serão consideradas no entanto as presentes limitações e distinções logísticas do actual mercado de apostas desportivas e o mercado financeiro. A metodologia OLS foi utilizada para investigar o rácio de cobertura de risco, e a metodologia VAR/VEC averiguou a perfomance das apostas em termos de diversificação do risco.; The following empirical work intends to study the possible utility of sports betting as a diversifying risk element within an hypothetical stock portfolio, and as an hedging utility against sport stocks depreciation. Within this study all sports betting markets which present limitations will be regarded within their similarities/differences with classical financial markets.The OLS methodology will be applied to find the correct hedge ratio and VAR and VEC methods will study sports betting perfomance and risk diversifying component within a sampled Portfolio.; Mestrado em Economia

Diversificação de risco entre acções e futuros de commodities

Pina, António José Ferreira
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.06%
O principal objectivo desta investigação foi de verificar se a inclusão de futuros de commodities na carteira do investidor traria benefícios para esta, tendo por base a perspectiva do investidor português. Foram para isso realizados testes para averiguar se os benéficos eram estatisticamente significativos. Também se construíram carteiras e estudados os seus desempenhos por forma a responder ao nosso propósito. Os dados que foram utilizados tinham o seu início em 3 de Janeiro de 2007 e fim em 30 de Março de 2012. É de realçar que os resultados que se verificaram foram de que nem todas as commodities trazem benefícios estatisticamente significativos mas mesmo assim existem aquelas que podem os podem trazer.; The main purpose of this investigation was to verify if the inclusion of commodity futures in an investor portfolio would be useful, taking the Portuguese investor perspective. To check this out we did some statistical tests. We also construct portfolios and study their performance. The dataset begin on 3rd January of 2007 and finishes on 30th March of 2012. We need to highlight that results showed that are there some commodity futures that do not bring benefits to the investor’s portfolio, but there are commodities futures which in fact improve the portfolios and bring statistically significant benefits.; Mestrado em Economia

O impacto da taxa de câmbio em investimentos no mercado accionista

Diogo, Tiago Rodrigo Andrade
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /07/2009 POR
Relevância na Pesquisa
66.21%
Mestrado em Finanças; A finalidade deste estudo é analisar e comparar o impacto da taxa de câmbio em investimentos financeiros, nomeadamente na rendibilidade e no risco de carteiras de acções, compostas por um conjunto de índices de vários países. A amostra é constituída por 11 países da zona euro, Reino Unido, Suíça, Japão e EUA. Trabalhamos com cotações diárias para o período compreendido entre 31 de Dezembro de 2001 e 31 de Dezembro de 2007. A metodologia utilizada foi desenvolvida em duas etapas: a primeira baseou-se no uso da análise factorial e teve como objectivo observar o impacto da taxa de câmbio na relação entre os diversos mercados; a segunda comparou as rendibilidades e o índice de Sharpe, da carteira óptima, avaliados nas diferentes moedas. Foi possível concluir através da análise factorial que a moeda afecta a relação entre os mercados formando clusters diferentes consoante a moeda utilizada. Também podemos concluir que as alterações nas taxas de câmbio afectam a composição e a rendibilidade das carteiras óptimas. No entanto, quando analisamos a significância estatística do impacto das taxas de câmbio verificamos, através da ANO VA, que globalmente este impacto não é relevante. Quando testamos a significância estatística das diferenças entre pares de moedas verificamos as diferenças são estatisticamente relevantes no que respeita à rendibilidade das carteiras em 5 casos de 10 e apenas em 1 caso de 10 no que respeita ao índice de Sharpe.; The purpose of the present study is to analyze and compare the currency impact on financial investments...

O Investimento Imobiliário nas Carteiras de Activos dos Fundos de Pensões e das Seguradoras em Portugal

Fragoso, Bruno Monteiro
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /03/2011 POR
Relevância na Pesquisa
45.99%
Mestrado em Gestão e Avaliação Imobiliária; Este trabalho surgiu no sentido de tentar procurar uma resposta para a seguinte dúvida: se o imobiliário apresenta rentabilidades mais atractivas para horizontes de investimento de longo prazo, porque apresenta percentagens reduzidas no total das carteiras de activos dos investidores institucionais? Neste sentido, este trabalho terá como finalidade a caraterização do investimento imobiliário nas carteiras de activos dos fundos de pensões e das empresas seguradoras, em Portugal. As principais fontes de informação utilizadas, neste trabalho, foram os registos históricos tanto das carteiras de investimento dos investidores institucionais, como dos principais tipos de activos, nomeadamente, acções, obrigações e imobiliário, e a elaboração de um questionário dirigido aos gestores das carteiras de activos dos referidos investidores. Constatando-se que, para os investidores institucionais em análise, a razão mais atractiva para o investimento no imobiliário se prende com a possibilidade de diversificação da carteira de activos, e que o maior risco é o da falta de liquidez, a opção de investimento mais consensual, é contudo em obrigações, visto que o peso da classe do investimento imobiliário é obtido através do modelo de Asset Liability Management (ALM)...

Modelos de mistura em CRM: uma aplicação à segmentação no sector bancário

Calado, Claudia da Encarnação
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2008 POR
Relevância na Pesquisa
45.94%
Mestrado em Prospecção e Análise de Dados / JEL: C25, C52, M31; Actualmente, os modelos de Mistura são considerados um dos métodos de segmentação mais eficientes na área de Marketing para o estudo das estruturas de preferências. Com base numa amostra de clientes de uma Instituição Financeira, numa primeira fase, será realizada uma segmentação com base nos modelos de mistura finita, de forma a perceber as estruturas de necessidades de produtos financeiros. Com base nas perfilagens dos segmentos, será possível efectuar a avaliação da necessidade ou não de desenvolvimento de estratégias diferenciadas consoante os segmentos obtidos de forma a aumentar o valor da rendibilidade dos clientes já existentes, adequando assim a oferta de produtos. Nesta fase, serão obtidas as probabilidades de pertença a posteriori para classificar novos clientes nos segmentos mais adequados, permitindo contactar o cliente da melhor forma e com a melhor oferta. Numa segunda fase, será utilizado o modelo de mistura de regressões para perceber o impacto das acções de Marketing nos produtos detidos pelos clientes. Admitindo a existência de heterogeneidade das necessidades financeiras dos clientes, e colocando a hipótese de que as mesmas são explicadas com base nas acções de marketing realizadas...

How the U.S. capital markets volatility interacts with economic growth

Marques, João
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 24/08/2010 ENG
Relevância na Pesquisa
46.25%
Mestrado em Finanças; Empirical finance suggests that capital markets volatility has a negative relationship with economic growth, in the United States. However, the main focus has been on the equity market volatility dynamics and less on other equally important asset classes, given their significant role in the structure of capital markets. In this thesis, I examine the leading and lagging dynamics between money markets, government debt, corporate debt and equities volatilities, in the U.S., and a real GDP growth proxy, between January, 1963 and March, 2009. I also introduce the concept of aggregate capital markets portfolio volatility, which follows the assumptions of a mean-variance portfolio calculation, and test its interaction with growth. Moreover, it is analysed the degree of explaining power of volatilities to the GDP proxy in specific time periods and also in NBER recessions, slowdowns and expansions periods. The empirical results posit that asset classes and capital markets portfolio volatilities are essentially counter-cyclical of growth, on a contemporaneous basis. However, this interaction changes significantly across decades. Finally, in recessions and slowdown periods rising volatility leads the economic cycle...

Investir em acções segundo Warren Buffett: caso português

Jorge, Ricardo Humberto Dias
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
55.92%
Mestrado em Finanças; Warren Buffett é um dos investidores mais bem sucedidos nos mercados de capitais dos últimos 50 anos. Segundo o último estudo da revista norte-americana Forbes (2008), Buffett é considerado o segundo homem mais rico do Mundo, com um património acumulado de aproximadamente 38 mil milhões USD. Este estudo tentará replicar o modelo de investimento utilizado por Warren Buffett no Índice PSI-20. Para tal, são comparadas três carteiras de investimentos representativas de diferentes estratégias de investimento, incluindo a estratégia buffettiana. Os resultados apontam para a estratégia de investimento buffetiana como o estilo de investimento com melhor relação retorno / risco durante o período de investimento traçado (2000-2008). Destaque ainda para a demonstração das vantagens comparativas da Gestão Activa (e Market Timing) e Security Selection (análise fundamental e qualitativa) em relação à Gestão Passiva e Diversificação, respectivamente.; Warren Buffett is one of the most successful investors in capital markets over the last 50 years. According to the latest study by U.S. magazine Forbes (2008), Buffett is considered the second richest man in the world, with an accumulated wealth of nearly 38 billion USD. This study attempts to reproduce the investment model used by Warren Buffett in the PSI-20 Index. For that...

Diversificação internacional: modelo de Treynor & Black

Brito, Patrícia Vieira
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
56.41%
Projecto, Mestrado em Finanças/ G11; G15; Tendo em conta a globalização dos mercados financeiros e a evidência do contágio das tendências de subida ou de descida entre os vários mercados, faz sentido questionar até que ponto a diversificação geográfica ainda acrescenta valor na gestão de uma carteira de activos financeiros e, mais especificamente, de uma carteira de acções. Para analisar esta situação, consideraram-se duas carteiras diversificadas de acções europeias, de gestão passiva e, a partir de cada uma delas, utilizando o modelo de Treynor & Black construíram-se novas carteira através do investimento parcial numa carteira de gestão activa formada por diversos índices de países europeus, de outros mercados desenvolvidos e de mercados emergentes, verificou-se o impacto da diversificação internacional no aumento ou diminuição da rendibilidade e do risco esperados dessas carteiras. Na constituição dessas carteiras de gestão activa e no peso que terão na carteira total tiveram-se em conta três possíveis perfis de risco: conservador, equilibrado e arrojado. Paralelamente, procurou verificar-se se o investimento no mercado Português permite ou não acrescentar valor em cada uma das carteiras a construir. Os resultados obtidos demonstram claramente as vantagens da diversificação internacional...

Carteiras de variância mínima no mercado de acções português

Folgado, Pedro Miguel Gião
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
55.79%
Mestrado em Finanças; O passado recente tem sido marcado por maiores níveis de volatilidade e instabilidade nos mercados financeiros em geral, com reflexo nos mercados accionistas, pelo que o interesse por estratégias alternativas e com maior preocupação com o risco ganham mais relevância. Neste trabalho avalia-se a performance de várias carteiras que visam a minimização do risco no mercado accionista português. As carteiras em questão são determinadas utilizando o modelo de Markowitz e as características de risco dos títulos individualmente considerados. Recorre-se à metodologia de shrinkage para estimação dos parâmetros necessários à optimização. Os resultados evidenciam que as carteiras que visam minimizar o risco, reduzem efectivamente a volatilidade face ao índice de mercado e, no longo prazo, podem mesmo obter rendibilidades idênticas ou superiores, constituindo, por isso estratégias de investimento a considerar.; Financial markets in general and the stock market in particular have been hit by higher levels of instability and volatility levels, therefore the interest in alternative investment strategies that place emphasis in risk minimization has risen. In this dissertation, the performance of several minimum risk portfolios in the Portuguese stock market is evaluated. These portfolios are constructed using Markowitz methodology as well as using the risk characteristics of the individual stocks. Shrinkage methodology is applied in order to estimate the parameters required for the optimization procedure. The results show that the minimum risk strategies do in fact achieve lower volatility when compared with market indices and in the long run can achieve similar or even higher returns...

Comparação entre gestão activa e gestão passiva de um portfolio de acções: um estudo empírico com base no psi 20

Oliveira, Vitor Manuel Branco
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /03/2009 POR
Relevância na Pesquisa
96.43%
Mestrado em Finanças; Este trabalho visa avaliar o contributo de uma gestão activa comparativamente a uma gestão passiva no desempenho de determinado portfolio, composto por acções do PSI20. A gestão activa teve em conta uma carteira de acções determinada com base no modelo de Markowitz, enquanto que, a gestão passiva tem por base uma carteira composta por acções com proporções iguais. Na gestão activa, as proporções a investir nos activos foram revistas tendo em conta a evolução do mercado, numa base mensal. No entanto, a determinação das ponderações óptimas teve em atenção diferentes cenários em "sistema de janela". Como segundo objectivo, foi definido o estudo do impacto dos custos de intermediação financeira na performance de ambos os portfolios anteriores. Foram utilizados títulos cotados do PSI 20 durante um período de 11 anos (entre 1 de Janeiro de 1996 e 31 de Dezembro de 2006). As conclusões mostram que não compensa optar por uma gestão activa face a uma gestão passiva, quando a carteira objecto da gestão seja composta por activos cotados no PSI20. Para esta conclusão contribuem dois factores: os custos de intermediação financeira e os erros cometidos na estimação dos principais inputs para cálculo das ponderações óptimas da carteira. A melhor opção revelou-se no investimento no índice de Mercado (PSI 20).; The goal of this Thesis is to evaluate the contribution of an active management versus passive management to the portfolio performance...

Subscrição de seguros não vida no canal bancário : controlo e optimização

Lopes, Armando Jorge Pereira de Oliveira
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /12/2011 POR
Relevância na Pesquisa
45.92%
Mestrado em Finanças; O objectivo principal do projecto é a análise e optimização do processo de subscrição de seguros não vida no canal bancário, focando-se na conformidade dos contratos de seguro produzidos em dois critérios: os requisitos legais a satisfazer e a evidência de uma correcta e efectiva venda. As análises regulares às carteiras, os relatórios de auditorias internas, o teor de algumas reclamações recebidas e mesmo a especificidade da regulação de alguns processos de sinistro, vinham formando a noção de que um determinado número destes contratos, não exactamente quantificável, estaria a ser celebrado sem a observância dos critérios exigidos. Este projecto visa, precisamente, dar resposta a esta evidência percepcionada, procurando mensurar o problema e retirar conclusões que levem a acções correctivas, de forma a minimizar e/ou eliminar este tipo de situações, que objectivamente incorporam risco adicional. Recorrendo à utilização de amostras, examinaram-se propostas geradas no canal, avaliando a presença dos critérios definidos e procedendo-se a análises que permitissem fazer-se inferência estatística para a carteira global produzida no banco.; The project's main objective is the analysis of underwriting process of non-life insurance policies generated through the bancassurance channel...

A eficiência nas Carteiras de Markowitz, Variância Mínima e Naïve aplicada ao índice italiano

Martins, Luís Pedro Rosa
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
76.38%
Mestrado em Finanças; O objectivo deste trabalho é verificar as possíveis vantagens da gestão activa face à gestão passiva de uma carteira de acções com a mesma composição do índice de acções italiano FTSE MIB. A gestão passiva baseia-se no método Naïve (1/N), onde a composição da carteira inclui todos os activos do indice com proporções iguais. A gestão activa baseia-se no método de Markowitz que tem como objectivo maximizar a rendibilidade tendo definido um determinado nível de risco, ou minimizar o risco tendo em conta um nível de rendibilidade esperada. Também é utilizado o método da variância mínima que consiste em minimizar o risco independentemente da rendibilidade. Nesta abordagem as proporções a investir em cada activo são revistas mensalmente tendo em conta a evolução do mercado. Para as determinar são consideradas ?janelas? de dados de 1 e 2 anos. O segundo objectivo deste trabalho é determinar o efeito dos custos de intermediação financeira no desempenho da carteira. São utilizados os títulos que compõem o índice FTSE MIB, representativo do mercado italiano desde Janeiro de 2004 até Dezembro de 2013. Os resultados mostram a superioridade da gestão activa face à passiva, sendo a carteira de Markowitz a que obteve melhor desempenho. A carteira de variância mínima obteve resultados inferiores à de Markowtiz...

Estratégias de gestão activa em portfólios de acções

Loureiro, Ramiro Manuel Marques
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
56.07%
Projecto de Mestrado em Finanças; Nos mercados accionistas, existem alguns modelos desenvolvidos ao longo de décadas, que ajudam os investidores na sua tomada de decisão para a compra de uma acção. Ao comprar uma acção, o investidor torna-se dono de uma parte da empresa. Esse titulo representa parte do capital da empresa e confere dando ao seu detentor o direito de voto nas assembleias gerais, partilha dos resultados empresa e participação nos lucros, por norma sob a forma de dividendos. Desta forma, ao adquirir hoje uma acção, o investidor fá-lo na perspectiva de ganho futuro. A grande questão é saber se o preço que está a pagar por essa participação se situa acima, abaixo ou no justo valor da mesma. Nesta dissertação pretendemos fazer uma nova abordagem de investimento em acções, baseada em modelos matemáticos e estatísticos, ou seja, numa realidade quantitativa. O objectivo final passa pela criação de uma carteira de gestão activa, assente em processos automáticos de filtragem de títulos do mercado norte-americano (por uma questão de dimensão), mas que gere melhores resultados que os índices de referência, assumindo como benchmark o S&P 500 e o Nasdaq 100.; Several models have been developedthroughout the last decades that have helped investors in the decision making process regarding the stock market. When an investor buys a share it becomes a stakeholder of that company. This share represents part of the company's capital and gives its holder voting rights at the shareholders meetings and also gives it the right to participate in profit distribution (normally though dividends). As such...

Portfolio Insurance : a comparison of alternative investment strategies

Costa, Jorge Filipe Baptista da
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
56.11%
Mestrado em Finanças; Este estudo realiza uma comparação entre as estratégias mais populares de Portfolio Insurance, através da Simulação de Monte Carlo. Este trabalho tem como objectivo definir a melhor estratégia através de diversas comparações e dar um contributo para resolver algumas divergências na literatura. A maioria das comparações realizadas anteriormente não têm em consideração todas as estratégias presentes neste estudo e esta análise pretende acrescentar algumas conclusões relevantes. As estratégias OBPI, CPPI e SLPI são avaliadas através dos momentos da distribuição, rácios de desempenho (Sharpe ratio, Sortino ratio, Omega ratio e Upside Potential ratio) e dominâncias estocásticas nas diversas condições de mercado representadas pelo activo subjacente que segue um movimento Browniano geométrico. De forma a ter uma compreensão da realidade dos mercados financeiros, as estratégias também são aplicadas a três dos maiores índices de acções. Concluímos que as estratégias CPPI 1 e SLPI devem ser preferidas em todos os cenários devido aos elevados rácios de desempenho, elevadas rendibilidades esperadas e a outras medidas. A escolha entre as duas estratégias é feita com base nas preferências do investidor ou gestor...

A gestão de carteira de acções aplicada ao mercado francês

Félix, João Pedro Santos Silva
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
76.46%
Mestrado em Finanças; O principal objectivo deste estudo é avaliar as possíveis vantagens de uma carteira caracterizada por uma gestão activa face a uma carteira caracterizada pela gestão passiva, com base no índice de acções CAC-40. A gestão activa teve por base em 2 modelos: Modelo de Markowitz (carteira óptima) e Modelo de Variância Mínima. Já a gestão passiva é baseada numa carteira composta por todas as acções em proporções iguais (carteira naïve). Na gestão activa as proporções dos activos constituintes de cada carteira foram revistos mensal, trimestral, semestral e anualmente tendo em conta a evolução do mercado. Foram consideradas janelas de dados de 1 e 2 anos para determinar as ponderações a investir em cada activo. O segundo objectivo foi analisar o impacto dos custos de intermediação financeira no desempenho das carteiras calculadas anteriormente. Foram utilizados os títulos que se mantiveram em bolsa durante o período compreendido entre Janeiro de 1997 e Dezembro de 2006, o que corresponde a 31 acções do CAC-40. Depois de realizado este trabalho, concluiu-se que a 1 mês a carteira naïve é a melhor opção de investimento e a 3 meses tanto esta carteira como a carteira de mercado são boas opções de investimento. Já a 6 e 12 meses...

A Gestão de Carteira de Acções aplicada ao mercado espanhol

Monteiro, Pedro Matoso Coimbra Sacramento
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
56.12%
Mestrado em Finanças; A presente dissertação teve como objetivo principal analisar e comparar a gestão ativa e passiva de um determinado portfolio constituído por ações do Índice Bolsista Espanhol (IBEX 35). Na gestão ativa utilizaram-se dois modelos: uma carteira de ações determinada através do modelo de otimização de Markowitz, e uma carteira de ações resultante do modelo de variância mínima. Na gestão passiva recorreu-se a uma carteira de ações com pesos iguais. O período de tempo considerado para o efeito foi de 10 anos, de 1997 a 2006. A gestão ativa do portfolio, com base nos dois modelos considerados, consistiu na revisão mensal das proporções investidas em cada uma das ações que compuseram a carteira tendo em conta a evolução do mercado. A gestão passiva implicou um investimento de proporções iguais nos ativos constituintes da carteira, proporções essas que se mantiveram inalteradas durante o período em análise e que, portanto, não tiveram em conta a evolução do mercado. Para a determinação das ponderações das carteiras dos três modelos, utilizou-se um ?sistema de janela? de 1 e 2 anos. Um segundo objetivo deste trabalho foi perceber o impacto dos custos de intermediação financeira no desempenho dos portfolios de ações. Com este estudo...

Análise comparativa dos modelos de selecção de carteiras de acções de Markowitz e Konno

Júdice,Joaquim João; Ribeiro,Celma O.; Santos,Jorge P. J.
Fonte: APDIO - Associação Portuguesa de Investigação Operacional Publicador: APDIO - Associação Portuguesa de Investigação Operacional
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2003 PT
Relevância na Pesquisa
55.8%
Neste artigo é discutido um modelo desenvolvido por Konno para a selecção de carteiras de activos financeiros e o seu desempenho é comparado com o do modelo clássico de Markowitz. Para além de analisar a velocidade de obtenção de respostas, procura-se avaliar qualitativamente as soluções obtidas e discute-se a efectiva aplicação dos modelos dentro das práticas comuns ao mercado de capitais.