Página 1 dos resultados de 956 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Spot urine porphyrins/creatinine ratio profile of healthy Brazilian individuals adjusted for personal habits

ALVES, A.N.L.; SUMITA, N.M.; BURATTINI, M.N.; DELLA ROSA, H.V.
Fonte: Associação Brasileira de Divulgação Científica Publicador: Associação Brasileira de Divulgação Científica
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
37.47%
Changes in urinary porphyrin excretion may be the result of hereditary causes and/or from environmental or occupational exposure. The objective of this study was to measure the amount of some porphyrins in spot urine samples obtained from volunteers randomly selected from a healthy adult population of São Paulo with a sensitive HPLC method and to estimate normal ranges for a non-exposed population. Spot urine samples were collected from 126 subjects (both genders, 18 to 65 years old) not occupationally exposed to porphyrinogenic agents. Porphyrin fractions were separated on RP-18 HPLC column eluted with a methanol/ammonium acetate buffer gradient, pH 4.0, and measured fluorometrically (excitation 405 nm/emission 620 nm). The amount of porphyrins was corrected for urinary creatinine excretion. Only 8-carboxyl (uro) and 4-carboxyl (copro) porphyrins were quantified as µg/g creatinine. Data regarding age, gender, occupational activities, smoking and drinking habits were analyzed by Mann-Whitney and Kruskal-Wallis tests. Uroporphyrin results did not differ significantly between the subgroups studied. Copro and uro + copro porphyrins were significantly different for smokers (P = 0.008) and occupational activities (P = 0.004). With respect to alcohol consumption...

New porphyrins tailored as biodiesel fluorescent markers

FIGUEIRA, Ana Cecilia B.; OLIVEIRA, Kleber T. de; SERRA, Osvaldo A.
Fonte: ELSEVIER SCI LTD Publicador: ELSEVIER SCI LTD
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
37.36%
This work reports the synthesis, characterization, and evaluation of new porphyrins tailored to become biodiesel fluorescent markers. The compounds were obtained by the synthetic modification of the commercially available porphyrin 5,10,15,20-meso-tetrakis(pentafluorophenyl)porphyrin (TPPF(20)) using ethanol and hexadecan-1-ol (cetylic alcohol) as nucleophilic reagents. The stability of the marked biodiesel fuel solutions was investigated every 15 days for a total period of 3 months, and under different storage temperature and light exposure condition, simulating the conventional stock conditions. The influence of the different substituents of the porphyrins on the fluorescence properties of the biodiesel fuel markers was also assessed. The resulting porphyrins were highly soluble in biodiesel fuel and displayed strong fluorescence characterized by two strong emission bands. The fluorescent markers did not affect the biodiesel physical properties and were stable in storage conditions for at least 3 months at a concentration of 4 ppm. The best storage condition was found to be absence of light and 6 degrees C; the limit of detection by photoluminescence technique had magnitude of 10(-13) mol L(-1). The synthesized porphyrins were characterized by nuclear magnetic resonance ((1)H-NMR and (19)F-NMR)...

Interações das porfirinas aquo-solúveis TPPS4 e TMPyP com sistemas biológicos e modelos. Efeitos do pH e da força iônica. ; Interaction of water-soluble porphyrins TPPS4 and TMPyP with biological and model systems. Effects pf pH and ionic strength.

Aggarwal, Lucimara Perpétua Ferreira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 11/03/2005 PT
Relevância na Pesquisa
37.58%
As porfirinas e seus derivados têm sido, ao longo dos anos, alvos de vários campos diferentes de interesse, obtendo diversas aplicações, as quais tem aumentado constantemente com o decorrer dos anos. Dentre suas aplicações, uma das mais importantes se encontra no campo da Medicina moderna, sendo a principal na área de detecção e extirpação de tecidos modificados, a partir da Terapia Fotodinâmica (do termo inglês Photodynamic Therapy – PDT), apresentando resultados promissores. Em diversos processos biológicos, as porfirinas podem existir na forma monomérica ou na forma agregada. Entretanto, a agregação de porfirinas reduz sua eficiência nas aplicações em PDT devido a redução dos tempos de vida e rendimentos quânticos de produção dos estados excitados singleto e tripleto e levando, conseqüentemente, a redução na produção de oxigênio singleto. Diversos fatores influenciam o processo de agregação das porfirinas. Dentre eles, a interação eletrostática exerce um importante papel. A modulação dessa interação pode tanto estimular a agregação, quanto diminuir a probabilidade de formação dos agregados. Deste modo, condições externas, tais como pH, força iônica e especialmente a interação com sistemas microheterogêneos podem modificar essa interação e influenciar também nas características de agregação. Neste trabalho buscamos avaliar...

Obtenção e propriedades de meso tetra(piridil)porfirinas supermoleculares e dos nanomateriais obtidos por montagem eletrostática camada por camada; Synthesis and properties of supermolecular meso tetra(pyridyl)porphyrins and its layer-by-layer electrostatic assembled nanomaterials

Mayer, Ildemar
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 03/08/2005 PT
Relevância na Pesquisa
37.36%
Uma nova série de metaloporfirinas supermoleculares não-planares foi obtida por meio de automontagem coordenativa de meso tetra(3-piridil)porfirinas e complexos de rutênio polipiridina ([Ru(bipy)2Cl]+ e [Ru(bipy)2(OH2)]2+). Suas propriedades estruturais e eletrônicas foram investigadas por espectroscopia eletrônica, espectrometria de massas, voltametria cíclica e espectroeletroquímica. As influências do acoplamento eletrônico e da mudança da geometria molecular também foram avaliados, tanto no estado gasoso quanto em solução, e os resultados, comparados com a série de isômeros planares obtidos através da coordenação de complexos de rutênio polipiridina as meso tetra(4-piridil)porfirinas. Nanomateriais eletrostaticamente montados, camada por camada, com derivados aniônicos de porfirinas e ftalocianinas foram elaborados. As propriedades eletrocatalíticas dos mesmos foram investigadas, frente a substratos de interesse como nitrito e sulfito. Efeitos supramoleculares conformacionais e eletrônicos foram observados, tanto em solução quanto nos filmes dos nanomateriais porfirínicos supramoleculares. Verificou-se também, uma influência significativa do pH e do íon metálico coordenado à porfirina nos processos de oxidação e de redução de nitrito e de sulfito.; A new series of nonplanar supermolecular metalloporphyrins have been obtained by coordenative self-assembly of meso-tetra(3-pyridyl)porphyrins and ruthenium complexes such as [Ru(bipy)2Cl]+ and [Ru(bipy)2(OH2)]2+. The electronic and structural properties have been investigated by electronic spectroscopy...

Derivados porfirínicos como fotossensibilizadores para terapia fotodinâmica; Porphyrins derivatives as photosensitizers for photodynamic therapy

Engelmann, Fabio Monaro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 23/05/2005 PT
Relevância na Pesquisa
37.47%
Nesta tese serão discutidos alguns aspectos químicos, fotoquímicos e fotofísicos importantes no desenvolvimento de fotossensibilizadores para aplicação em terapia fotodinâmica (TFD). Os estudos abrangeram a investigação de 29 espécies, sendo que 20 delas continham um anel porfirínico convencional e 9 eram porfirinas duplamente N-confusas. As primeiras foram sintetizadas para apresentarem diferentes números e tipos de substituintes catiônicos coordenados à posição meso do anel porfirínico, mais especificamente as meso(N-4-piridil)fenilporfirinas e as meso(N-3-piridil)fenilporfirinas contendo um, dois (em trans), dois (em cis), três e quatro grupos [Ru(bipy)2Cl]+ ou CH3+ (figura 1). Em contraste com as porfirinas convencionais. as outras 9 estruturas consistiram das formas protonadas, neutras e desprotonadas de porfirinas que exibem dois anéis pirrólicos adjacentes voltados para fora do anel porfirínico, mais especificamente a base livre (H2N2CP) e os respectivos complexos de prata (AgHN2CP) e de cobre (CuHN2CP). Esta peculiaridade estrutural permite coordenar metais de transição por meio de dois átomos de carbono e dois de nitrogênio, estabilizando fortemente íons metálicos em estados de oxidação anormalmente elevados como Ag3+ e Cu3+. Os dois nitrogênios pirrólicos externos ao anel são susceptíveis tanto a protonação quanto a desprotonação...

Caracterização de complexos supramoleculares de meso(fenilpiridil)porfirinas e suas propriedades fotofísicas e fotoquímicas; Characterization of supramolecular complexes of meso(phenylpiridyl)porphyrins and theirs photophysical and photochemical properties

Engelmann, Fabio Monaro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/03/2001 PT
Relevância na Pesquisa
37.29%
A síntese, caracterização e propriedades fotofísicas e fotoquímicas de uma série de meso-(fenilpiridil)porfirinas, com n substituintes fenila e 4-n substituintes piridina (n = 1 a 4), e as respectivas espécies supermoleculares obtidas pela coordenação de complexos [Ru(2,2'-bipy)2Cl]+ aos nitrogênios piridínicos, são descritos. Os resultados dos estudos espectroscópicos e eletroquímicos foram consistentes com as estruturas propostas. Foi constatada a ocorrência de processo de transferência de energia do estado MLCT3 dos complexos periféricos para o estado singlete da porfirina em vidro de etanol, e para o estado triplete a 25°C. Esses resultados sugerem que o estado excitado MLCT3 está energeticamente acima do estado S1, a 77 K, e existe uma interação eletrônica significativa entre os complexos de rutênio e o anel porfirínico. A temperatura ambiente, a transferência de energia para o estado singlete da porfirina é ineficiente devido a rápida desativação não radiativa do estado MLCT3. Esse fato foi confirmado pelo espectro de excitação, que reproduz apenas as bandas de absorção da porfirina. O rendimento quântico de fluorescência da porfirina sofre uma diminuição bastante pronunciada quando em presença de O2 dissolvido...

Valores de referência de porfirinas urinárias por CLAE numa população não-exposta a agentes químicos porfirinogênicos; Urinary porphyrins reference ranges by HPLC in a population not exposed to porphyrinogenic agents

Alves, Atecla Nunciata Lopes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 12/08/2005 PT
Relevância na Pesquisa
37.29%
Porfirinas são produtos formados como intermediários na biossíntese do heme, variando de 8 a 4 grupos carboxilas: uro, hepta, hexa, penta e coproporfirinas. Alterações no perfil de porfirinas urinárias podem ser originados por uma causa hereditária ou por exposição ambiental/ocupacional. Este trabalho teve como objetivo estabelecer um método de cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE) com detecção por fluorescência, sensível o suficiente para estimar valores de referência das frações de porfirinas urinárias, denominadas de perfil, para uma população da cidade de São Paulo, Brasil. A urina, amostra isolada, foi coletada de 126 indivíduos (18-65 anos) de ambos os sexos e não expostos ocupacionalmente a agentes porfirinogênicos tais como organoclorados, As, Hg e Pb. Os resultados obtidos apresentaram distribuição não-paramétrica e os valores de referência em µg/g of creatinina, média ± dp e percentil 2,5 - 97,5 % foram: para a fração uro: 5,3 ± 6,0 e 0 - 20,8; para copro: 42,8 ± 26,4 e 7,4-133,6 e para porfirinas totais: 48,1 ± 27,7 e 7,4-159,4 respectivamente. As frações hepta, hexa e penta não foram quantificadas. Não foram encontradas diferenças estatisticamente significantes para os grupos de sexo e idade. O grupo de fumantes apresentou níveis mais baixos de copro e porfirinas totais (mediana 37...

Nova classe de porfirinas substituídas com éter coroa: Aplicação analítica e atividade catalítica na oxidação de hidrocarbonetos e do fármaco carbamazepina; New class of crowned porphyrins: analytical application and catalytic activity in the oxidation of hydrocarbons and carbamazepine drug.

Silva Filho, Juvenal Carolino da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/11/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.42%
Neste trabalho foi realizada a síntese, purificação e caracterização de uma tetra crowned porfirina, a 5,10,15,20-tetraquis[2-(hexaoxacicloexadecano-3-amidafenil)]-porfirina, H2TCP, bem como a correspondente ferroporfirina, (FeTCP)Cl. Foi investigado a atividade catalítica desta ferroporfirina e da ferroporfirina mono-crowned substituída, (FeMCP)Cl, sintetizada anteriormente, na oxidação dos substratos (z)-ciclooocteno, estireno, cicloexano e do fármaco carbamazepina, por vários oxidantes: iodosilbenzeno, ácido meta-cloroperbenzóico e hipoclorito de sódio, em meio homogêneo (MeOH ou ACN) e bifásico (C2H4Cl2/H2O). Os resultados revelaram que estes sistemas metaloporfirinicos podem ser considerados bons modelos biomiméticos das enzimas citocromo P450, para oxidação dos substrados estudados, levando ao mesmo produto obtido in vivo na oxidação do fármaco carbamazepina, o cabamazepina-epóxido. Os rendimentos dos produtos de oxidação catalisada pelas ferro crowned porfirinas são, na maioria dos casos, mais expressivos do que aqueles observados com as metaloporfirinas amino-substituídas precursoras. Estes resultados indicam que o substituinte éter coroa confere maior estabilidade e reatividade ao catalisador...

Estudo da imobilização de porfirinas em sílica nanoparticulada e da sua interação com oxigênio e ferro: possíveis aplicações biomédicas e analíticas; Study of the immobilization of porphyrins in silica nanoparticles and their interaction with oxygen and iron: possible biomedical and analytical applications

Silva, Paulo Rogerio da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.5%
O presente estudo teve por objetivo desenvolver metodologias para imobilização de sondas moleculares fluorescentes em matrizes de sílica de tamanho controlado, bem como estudar a interação das sondas livres e imobilizadas com oxigênio e ferro. A classe de fluoróforos escolhida foi a das porfirinas, que apresentam baixa solubilidade em água e têm seu uso limitado, apesar de apresentarem pelo menos duas propriedades interessantes: (i) interagem com oxigênio formando oxigênio singlete, sendo candidatas a drogas para terapia fotodinâmica, e (ii) têm sua fluorescência suprimida ao complexarem metais, podendo atuar como sondas fluorescentes. A imobilização de porfirinas em esferas de sílica de tamanho inferior a 100 nm foi realizada através de um processo sol-gel ou pelo uso de microemulsões. O método sol-gel exigiu a modificação prévia da molécula da porfirina com reagente organosilano e resultou em esferas na faixa de 70 nm. O método da microemulsão dispensou a modificação da porfirina e resultou em esferas na faixa de 30 nm, muito estáveis em água. Os fluoróforos imobilizados preservaram suas propriedades óticas e a sua capacidade de gerar oxigênio singlete. Os estudos envolvendo a detecção de oxigênio singlete foram realizados pelo método físico direto...

Estudo espectroscópico, eletroquímico e fotofísico de porfirinas supermoleculares como fotossensibilizadores; Spectroscopy, electrochemical and photophysical studies of supermolecular porphyrins as photosensitizers

Marzano, Fernanda Lodi
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 12/02/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.42%
Uma série de compostos de transferência de carga baseado em derivados de anilina (grupo doador) e N-alquilpiridínio (grupo receptor) foi preparada e ligada à periferia do anel porfirínico, gerando uma nova série de porfirinas supermoleculares, que foram caracterizadas por espectroscopia eletrônica, voltametria cíclica, espectroeletroquímica, fluorescência e fotólise relâmpago. Os compostos foram preparados no laboratório do Prof. Silviu Balaban, no Instituto de Nanotecnologia do Forschungszentrum Karlsruhe, visando o estudo da interação entre a porfirina e aqueles compostos de transferência de carga, particularmente o efeito da estrutura molecular sobre as as propriedades fotoquímicas. As porfirinas foram projetadas tendo como modelo o sistema antena de algumas bactérias verdes fotossintéticas, visando obter fotossensibilizadores mais eficientes acoplando processos de transferência de energia (efeito antena) para o sítio porfirínico ativo, aumentando a eficiência de absorção/conversão na região do visível, melhorando assim o aproveitamento da energia solar. De fato, os sensibilizadores porfirínicos supermoleculares que foram objeto de estudo desta tese, apresentaram apenas um eficiente mecanismo de transferência de energia intramolecular para o grupo porfirínico; e as ligações amida ou éster utilizadas para ligar os grupos parecem não influenciar significativamente a eficiência do efeito antena. Os estudos de fluorescência e de fotólise relâmpago indicaram que os estados excitados singlete e triplete de menor energia estão localizados na porfirina...

Síntese de porfirinas e metaloporfirinas N-alquilpiridil substituídas: estudo da influência dos substituintes alquílicos em processos de fotossensibilização; Synthesis of N-alkyl pyridyl substituted porphyrins and metalloporphyrins: study of the alkyl substituent effect on photosensitization processes

Azzellini, Gianluca Camillo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/09/1992 PT
Relevância na Pesquisa
37.36%
Foram sintetizadas duas novas classes de porfirinas aquosolúveis pela quaternização dos resíduos piridínicos da TPyP empregando halelos de benzila e alila. Os produtos dessas reações de quaternização TBzPyP e TAlPyP. são mais facilmenle obtidos que a TMPyP, exingindo menores tempos de reação e menores quantidades de agente alquilante para que a quaternização total da TPyP seja efetuada. Esse procedimento surge como uma rota alternativa para a obtenção de porfirinas aquosolúvei s e vale-se da alta estabilidade dos cátions benzílicos e alílicos. Os respectivos complexos de zinco e paládio foram obtidos da reação de quaternização de ZnTPyP e PdTPyP ou por reações de metalação de TBzPyP e TAlPyP. As bases livres e os metalocomplexos foram estudados quanto às suas propriedades espectroscópicas, eletroquímicas e fotoquímicas. Os novos derivados apresentam deslocamentos batocrômicos das posições dos máximos de absorção e emissão se comparados com a série metil-piridil substituída, indicando a existência de efeitos eletrônicos e vibracionais dos substituintes sobre o sistema Π do macrociclo. Os dados espectroscópicos mostram evidências de que as bases livres encontram-se em solução aquosa no estado agregado...

Synthesis and characterization of a novel series of meso (nitrophenyl) and meso (carboxyphenyl) substituted porphyrins

Schiavon, Marco A.; Iwamoto, Lidia S.; Ferreira, Antônio G.; Iamamoto, Yassuko; Zanoni, Maria Valnice Boldrin; Assis, Marilda das D.
Fonte: Sociedade Brasileira de Química Publicador: Sociedade Brasileira de Química
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 458-466
ENG
Relevância na Pesquisa
37.42%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); As porfirinas aniônicas 5,10,15-tris(4-carboxifenil), 20-mono(2-nitrofenil) porfirina (1), 5,10(ou 15)-bis(4-carboxifenil), 15(or 10),20-bis(2-nitrofenil)porfirina (2) and 5-mono(4-carboxifenil), 10,15,20-tris(2-nitrofenil)porfirina (3), foram sintetizadas diretamente através da reação de pirrol com os benzaldeídos substituídos em meio de ácido propiônico/nitrobenzeno. A relação molar dos benzaldeídos foi controlada para otimizar a síntese e purificação das porfirinas desejadas. Esta nova série de porfirinas foi caracterizada por cromatografia em camada delgada, espectrometria de massas (FAB MS), RMN ¹H, UV/Vis, IV e eletroquímica. As porfirinas 5,10,15,20-tetrakis(4-carboxifenil)porfirina (4) e 5,10,15,20-tetrakis(2-nitrofenil)porfirina (5) também foram estudadas para comparação, tornando a série completa. A redução eletroquímica das porfirinas base livre e correspondentes ferro(III) porfirinas foi investigada em eletrodos de carbono e mercúrio. Os potenciais de redução mostraram a dependência esperada do número de grupos nitro...

Preparação e avaliação de nanoesferas de PLGA (50:50) contendo porfirinas anfifílicas para uso em terapia fotodinâmica; Preparation and evaluation of PLGA (50:50) nanoespheres containing amphiphilic porphyrins to be used in photodynamic therapy

Juliana Machado da Silveira Alves
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/06/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.36%
As porfirinas 5,10,15,20(3-hidroxifenil)porfirina (m-THPP), 5-hexil-10,20-bis(3hidrofenil)porfirina (hex-m-bisHPP) e 5-hexil-10,15,20-tris(3-hidroxifenil)porfirina (hex-m-triHPP), têm o mesmo rendimento quântico de oxigênio singleto e foram encapsuladas em nanopartículas (NPs) poli(láctico-co-glicólico) (PLGA) 50:50, preparadas através do método de emulsão e evaporação. As NPs obtidas têm diâmetros médios na faixa de submicrometros (<240 nm) e pequena dispersividade. O potencial zeta medido mostrou uma pequena variação (de -21.6 mV a -19.3 mV). A porcentagem de encapsulação das porfirinas obtidas foram: 93 ± 2; 97 ± 2 and 69 ± 1 para m-THPP, hex-m-bisHPP e hex-m-triHPP respectivamente. A eficácia fotodinâmica e a internalização das porfirinas foi investigada a 37oC utilizando células humanas cancerígenas de próstata (LNCaP). Após 2 horas de incubação com as NPs contendo a porfirina as porcentagens de internalização celular foram iguais para todas as porfirinas. As três porfirinas causam morte celular e dão a mesma viabilidade quando se varia o tempo de incubação (30-120 min), concentração da porfirina (2,5 a 7,5 mmol L) e dose de luz incidente (33 a 99 J cm). Análise das células por microscopia confocal mostrou que as porfirinas encapsuladas nas NPs foram localizadas no citoplasma...

Tailoring nanostructures of tetraphenyl porphyrins and phthalocyanines on metallic surfaces= : Construção de nanoestruturas de tetrafenil porfirinas e ftalocianinas em superfícies metálicas; Construção de nanoestruturas de tetrafenil porfirinas e ftalocianinas em superfícies metálicas

Shadi Passam Fatayer
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/08/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.36%
O estudo de sistemas moleculares em cima de substratos metálicos tem atraído uma crescente atenção da comunidade científica. O melhor entendimento sobre as características de auto-organização e a habilidade de controlá-las em moléculas tem gerado formas mais baratas e rápidas de usar a abordagem bottom-up em nanociência. Dentre os diversos estudos feitos, podemos citar o desenvolvimento de sensores de gás que utilizam do sinal magnético de uma camada auto-organizada de moléculas e da ligação de pequenas moléculas como CO ou NO que promovem a emergência de magnetismo na amostra. Outro aspecto interessante do estudo de sistemas moleculares se encontra na similariedade das moléculas que podem ser utilizadas com moléculas encontradas nos processos recorrentes na natureza, por exemplo, as clorofilas e hemoglobinas. Isto significa que ao estudar moléculas simples é possível mimetizar um comportamento parecido com o das moléculas citadas. Neste sentido, em nosso trabalho estudamos dois tipos de moléculas ¿ Porfirinas e Ftalocianinas ¿ e as propriedades estruturais quando depositadas em diferentes substratos metálicos. As porfirinas foram analisadas em uma superfície de baixo índice de Miller, Cu(111), e tiveram seu comportamento comparado com o análogo em superfícies vicinais...

The photodynamic and non-photodynamic actions of porphyrins

Afonso,S.G.; Enríquez de Salamanca,R.; Batlle,A.M. del C.
Fonte: Associação Brasileira de Divulgação Científica Publicador: Associação Brasileira de Divulgação Científica
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/1999 EN
Relevância na Pesquisa
37.56%
Porphyrias are a family of inherited diseases, each associated with a partial defect in one of the enzymes of the heme biosynthetic pathway. In six of the eight porphyrias described, the main clinical manifestation is skin photosensitivity brought about by the action of light on porphyrins, which are deposited in the upper epidermal layer of the skin. Porphyrins absorb light energy intensively in the UV region, and to a lesser extent in the long visible bands, resulting in transitions to excited electronic states. The excited porphyrin may react directly with biological structures (type I reactions) or with molecular oxygen, generating excited singlet oxygen (type II reactions). Besides this well-known photodynamic action of porphyrins, a novel light-independent effect of porphyrins has been described. Irradiation of enzymes in the presence of porphyrins mainly induces type I reactions, although type II reactions could also occur, further increasing the direct non-photodynamic effect of porphyrins on proteins and macromolecules. Conformational changes of protein structure are induced by porphyrins in the dark or under UV light, resulting in reduced enzyme activity and increased proteolytic susceptibility. The effect of porphyrins depends not only on their physico-chemical properties but also on the specific site on the protein on which they act. Porphyrin action alters the functionality of the enzymes of the heme biosynthetic pathway exacerbating the metabolic deficiencies in porphyrias. Light energy absorption by porphyrins results in the generation of oxygen reactive species...

Spot urine porphyrins/creatinine ratio profile of healthy Brazilian individuals adjusted for personal habits

Alves,A.N.L.; Sumita,N.M.; Burattini,M.N.; Della Rosa,H.V.
Fonte: Associação Brasileira de Divulgação Científica Publicador: Associação Brasileira de Divulgação Científica
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2009 EN
Relevância na Pesquisa
37.47%
Changes in urinary porphyrin excretion may be the result of hereditary causes and/or from environmental or occupational exposure. The objective of this study was to measure the amount of some porphyrins in spot urine samples obtained from volunteers randomly selected from a healthy adult population of São Paulo with a sensitive HPLC method and to estimate normal ranges for a non-exposed population. Spot urine samples were collected from 126 subjects (both genders, 18 to 65 years old) not occupationally exposed to porphyrinogenic agents. Porphyrin fractions were separated on RP-18 HPLC column eluted with a methanol/ammonium acetate buffer gradient, pH 4.0, and measured fluorometrically (excitation 405 nm/emission 620 nm). The amount of porphyrins was corrected for urinary creatinine excretion. Only 8-carboxyl (uro) and 4-carboxyl (copro) porphyrins were quantified as µg/g creatinine. Data regarding age, gender, occupational activities, smoking and drinking habits were analyzed by Mann-Whitney and Kruskal-Wallis tests. Uroporphyrin results did not differ significantly between the subgroups studied. Copro and uro + copro porphyrins were significantly different for smokers (P = 0.008) and occupational activities (P = 0.004). With respect to alcohol consumption...

Synthesis and characterization of a novel series of meso (nitrophenyl) and meso (carboxyphenyl) substituted porphyrins

Schiavon,Marco A.; Iwamoto,Lidia S.; Ferreira,Antônio G.; Iamamoto,Yassuko; Zanoni,Maria V. B.; Assis,Marilda das D.
Fonte: Sociedade Brasileira de Química Publicador: Sociedade Brasileira de Química
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2000 EN
Relevância na Pesquisa
37.42%
The anionic 5,10,15-tris(4-carboxyphenyl), 20-mono(2-nitrophenyl) porphyrin (1), 5,10(or 15)-bis(4-carboxyphenyl), 15(or 10),20-bis(2-nitrophenyl)porphyrin (2) and 5-mono(4-carboxyphenyl), 10,15,20-tris(2-nitrophenyl)porphyrin (3) were sinthesized directly by reaction of pyrrole with substituted benzaldehydes in nitrobenzene/propionic acid media. The benzaldehydes molar ratio was controlled to optimize the synthesis and purification of the desired porphyrins. This new series of porphyrins was characterised by TLC, mass spectrometry (FAB MS), ¹H NMR, UV/Vis, IR and electrochemistry. 5,10,15,20-Tetrakis(4-carboxyphenyl)porphyrin (4) and 5,10,15,20-Tetrakis(2-nitrophenyl)porphyrin (5) were also characterised for comparative purposes, completing the series The electrochemical reduction was investigated for the free base and corresponding iron(III) porphyrins on glassy carbon and mercury electrodes. The reduction potentials showed the expected dependence on the number of electron-withdrawing nitro groups present on the porphyrin ring providing additional evidences for the characterisation of the synthesised compounds.

A time-resolved electron paramagnetic resonance spectroscopy study of paramagnetic porphyrins /

Bespalova, Olena.
Fonte: Brock University Publicador: Brock University
Tipo: Electronic Thesis or Dissertation
ENG
Relevância na Pesquisa
37.42%
There is considerable interest in intramolecular energy transfer, especially in complexes which absorb visible light, because it is crucial to the better understanding of photoharvesting systems in photosynthetic organisms and for utilizing solar energy as well. Porphyrin dimers represent one of the best systems for the exploration of light-induced intramolecular energy transfer. Many kinds of porphyrins and porphyrin dimers have been studied over the past decade, however little attention has been paid to the influence of paramagnetic metals on the behavior of their excited states. In this thesis, Electron Paramagnetic Resonance Spectroscopy (EPR) is used to study such compounds. After light irradiation, porphyrins easily produce a variety of excited states, which are spin polarized and can be detected by the time-resolved (TR) EPR technique. The spin polarized results for vanadyl porphyrins, their electrostatically-coupled dimers, a covalently-linked copper porphyrin-free base porphyrin dimer, and free base porphyrins are presented in this thesis. From these results we can conclude that the spin polarization patterns of vanadyl porphyrins come primarily from the trip-quartet state generated by intersystem crossing (lSC) from the excited sing-doublet state through the trip-doublet state. The spin polarization pattern of electrostatically-coupled vanadyl porphyrin-free base porphyrin dimer is produced by the triplet state of the free base porphyrin half which is coupled to the unpaired electron on the vanadyl ion.

Density functional theory for charge transfer: The nature of the N-bands of porphyrins and chlorophylls revealed through CAM-B3LYP, CASPT2, and SAC-CI calculations

Cai, Zheng-Li; Crossley, Maxwell; Reimers, Jeffrey R; Kobayashi, Rika; Amos, Roger
Fonte: American Chemical Society Publicador: American Chemical Society
Tipo: Artigo de Revista Científica
Relevância na Pesquisa
37.36%
While density functional theory (DFT) has been proven to be extremely useful for the prediction of thermodynamic and spectroscopic properties of molecules, to date most functionals used in common implementations of DFT display a systematic failure to predict the properties of charge-transfer processes. While this is explicitly manifest in Rydberg transitions of atoms and molecules and in molecular charge-transfer spectroscopy, it also becomes critical for systems containing extended conjugation such as polyenes and other conducting polymers, porphyrins, chlorophylls, etc. A new density functional, a Coulomb-attenuated hybrid exchange-correlation functional (CAM-B3LYP), has recently been developed specifically to overcome these limitations, and it has been shown to properly predict molecular charge-transfer spectra. Here, we demonstrate that it predicts qualitatively reasonable spectra for porphyrin, some oligoporphyrins, and chlorophyll. However, alternate density functionals developed to overcome the same limitations such as currentdensity functional theory are shown, in their present implementation, to remain inadequate. The CAM-B3LYP results are shown to be in excellent agreement with complete-active-space plus second-order M011er - Plesset perturbation theory and symmetry-adapted cluster configuration interaction calculations: These depict the N and higher bands of porphyrins and chlorophylls as being charge-transfer bands associated with localization of molecular orbitals on individual pyrrole rings. The validity of the basic Gouterman model for the spectra of porphyrins and chlorophylls is confirmed...

Nitro- and Amino-Porphyrins: Important Intermediates for Novel Porphyrin Derivatives Formation; Nitro- e Amino-Porfirinas: Importantes Intermediários para Formação de Novos Derivados Porfirínicos

Bruna Luiza Auras; Universidade Federal de Santa Catarina; Bernardo A. Iglesias; Universidade Federal de Santa Catarina; Ademir Neves; Universidade Federal de Santa Catarina
Fonte: Revista Virtual de Química Publicador: Revista Virtual de Química
Tipo: ; Formato: binary/octet-stream
Publicado em 08/07/2015 PT
Relevância na Pesquisa
37.42%
The vital function played by porphyrin derivatives in nature has attracted the attention of many scientists for more than a century. Studies on the synthesis, functionalization, action of porphyrins and the search for potential applications of such macrocycles were carried out during the last century, and they have involved several research groups. In this context, the establishment of novel synthetic routes has been a major objective over the years. In this review, the importance of nitro- and amino-porphyrins as templates for the formation of new specifically substituted porphyrins will be presented. Derivatives containing nitro and amino groups are presented as important starting materials for the formation of new highly functionalized porphyrin derivatives. DOI: 10.5935/1984-6835.20150077; As funções vitais desempenhadas por derivados porfirínicos na natureza tem atraído a atenção de muitos cientistas por mais de um século. Estudos sobre a síntese, funcionalização, e modo de ação de porfirinas e sobre a busca de potenciais aplicações destes macrociclos foram realizadas durante o século passado e envolveram variados grupos de pesquisa. Nesse contexto, o estabelecimento de novas rotas sintéticas tem sido um dos principais objetivos ao longo dos anos. Neste manuscrito será tratada a importância de nitro- e amino-porfirinas como moléculas-chave para a formação de novas porfirinas especificamente substituídas. Derivados contendo grupos nitro e amino são apresentados como importantes materiais de partida para a formação de novos derivados porfirínicos funcionalizados. DOI: 10.5935/1984-6835.20150077