Página 1 dos resultados de 522 itens digitais encontrados em 0.011 segundos

Dinâmicas dos modos de vida e  saúde ambiental no campo: os projetos de desenvolvimento sustentável em assentamentos rurais no Estado de São Paulo.; Dynamics of the livelihoods and environmental health in rural areas: sustainable development projects in rural settlements of São Paulo State.

Alves Filho, José Prado
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 13/06/2012 PT
Relevância na Pesquisa
46.52%
No Brasil, o contexto de algumas iniciativas voltadas ao desenvolvimento rural sustentável se mostra dissociado de um olhar sobre a saúde pública. A provável invisibilidade das inter-relações envolvendo as formas de intervenção nos ambientes naturais, os processos produtivos, a organização social e as questões de saúde, pode ser parte da explicação a ausência de uma visão integral. Objetivo - compreender como são percebidas as inter-relações entre os aspectos de saúde ambiental e os modos de vida, por parte de populações de assentados rurais que constituem alvo de políticas públicas inspiradas em princípios baseados no conceito de desenvolvimento sustentável. Método - Pesquisa qualitativa, baseada em estudo de caso explanatório e descritivo, abordando os Projetos de Desenvolvimento Sustentável em assentamentos rurais das regiões central e nordeste do Estado de São Paulo e desenvolvida mediante: a) oficinas de trabalho com atores, envolvendo os participantes dos projetos de assentamentos, discutindo aspectos sobre saneamento básico, manejo de resíduos e uso de agrotóxicos, dentre outros aspectos envolvendo a saúde ambiental, e b) entrevista semi estruturada, realizada junto a mediador de interlocução da organização social nos assentamentos. O trabalho de coleta de informações foi iniciado após prévia aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa Resultados - Há um grande distanciamento entre o discurso propositivo de algumas políticas públicas inspiradas nos princípios da sustentabilidade e a realização objetiva de sua prática...

O conhecimento sobre os recursos vegetais alimentares em bairros rurais no Vale do Paraíba-SP

Pilla, Milena Andrea Curitiba
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xii, 115 f. : il. color., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
46.28%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Agronomia (Horticultura) - FCA; O objetivo deste estudo foi realizar um inventário das plantas alimentares cultivadas e coletadas da vegetação nativa e ruderal, em área de Mata Atlântica, conhecidas por dois grupos de populações rurais: um residente no Núcleo Santa Virgínia (Parque Estadual da Serra do Mar) e outro no seu limite. Os 23 entrevistados amostrados atenderam aos seguintes critérios: origem na região do Núcleo; idade superior a 45 anos; intimidade no trato com a terra. Ao todo foram levantadas 146 espécies botânicas, distribuídas em 43 famílias botânicas, sendo as famílias Solanaceae e Cucurbitaceae as mais representativas e basicamente hortícolas. Os índices de diversidade Shannon-Wiener e equidade de Pielou foram 1,98 (Base 10) e 0,91, respectivamente. Os dois grupos de bairros apresentaram uma similaridade de citação de plantas alimentares de 75,0%. A freqüência do consumo alimentar foi analisada por meio de dados obtidos pelo método retrospectivo das últimas 24 horas, revelando que os alimentos cultivados e coletados da vegetação nativa são consumidos esporadicamente De acordo com a amplitude total do nicho alimentar dada pelo índice de Levins (21...

Caracterização sócio-cultural de agricultores e avaliação de suas populações locais de milho "crioulo" no alto Vale do Itajaí

Zago, Nério José
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 151 f.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
36.55%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Agroecossistemas; A caracterização sócio-cultural de famílias de agricultores que cultivam milho "crioulo" e as razões pelas quais elas ainda continuam com essa prática, motivaram a realização do presente estudo que também contou com um experimento para avaliar populações de milho "crioulo" e tentar estabelecer relações entre as respostas dos agricultores e as características agronômicas dos seus milhos. Os agricultores afirmam que o plantio em separado de lavouras com híbridos das com "crioulo", permitiu obter boa produtividade, resistência ao ataque de insetos, maior valor nutricional e melhor paladar. Dizem ainda, que a manutenção do sistema de cultivo e o uso do germoplasma "crioulo" local só foi possível, porque eles mantêm vivas certas tradições e hábitos culinários. A preservação das populações de milho "crioulo" relaciona-se à faixa etária. Os mais jovens são menos interessados em manter o cultivo das populações locais de milho "crioulo", em parte devido à invasão cultural dos milhos híbridos mas também devido a problemas de acamamento. Com base nisso, vinte populações foram avaliadas...

Diversidade, estrutura genética e sistemas de cruzamento de bracatinga (Mimosa scabrella Benth. var. scabrella) em paisagem manejada em assentamentos rurais

Moreira, Priscila Ambrósio
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: viii, 68 f.| il., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
36.68%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Pós-Graduação em Recursos Genéticos Vegetais, Florianópolis, 2009.; A diversidade genética, essencial para garantir a evolução e adaptabilidade contínua das espécies, também deve ser analisada em relação às decisões das populações humanas, segundo a perspectiva de uso e conservação da biodiversidade. No sul do Brasil, Mimosa scabrella Benth. var. scabrella (Fabaceae), árvore nativa do bioma Mata Atlântica, é usada na produção de carvão, base econômica de assentamentos rurais no Planalto Norte de Santa Catarina. O sistema de manejo local promove adensamentos monoespecíficos de M. scabrella (bracatingais) na paisagem. O manejo envolve uso de fogo em época e idade específicas, desbastes e manutenção do banco de sementes. O objetivo do presente trabalho foi avaliar a influência do manejo local na diversidade, estrutura genética e sistemas de cruzamento de populações de Mimosa scabrella em paisagem manejada em assentamentos rurais da região. Foram analisadas 14 populações, através de marcadores alozímicos (8 locos polimórficos), sendo uma população regenerada naturalmente. De forma complementar, entrevistas semi estruturadas foram feitas nos locais de coleta a fim de avaliar o histórico da paisagem na área e possíveis efeitos da seleção humana na espécie. Os índices de diversidade médios obtidos foram altos (A=2...

Avaliação da estrutura populacional do Schistosoma mansoni emduas comunidades rurais e em uma localidade urbana

Barbosa, Lúcio Macedo
Fonte: Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz Publicador: Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz
Tipo: Tese de Doutorado
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.63%
Os esforços para o controle da esquistossomose no Brasil foram iniciados na década. de 70, no entanto, a doença permanece como um problema de saúde pública no país,. com prevalência aproximada de 5%. As atuais estratégias de controle são focalizadas. no tratamento dos indivíduos infectados e obtiveram redução considerável na. prevalência, morbidade e mortalidade da esquistossomose. O praziquantel é o. medicamento utilizado atualmente no Brasil e apresenta uma eficácia de 80 a 90%.. Apesar da redução da prevalência e das formas graves da doença, a sucessiva. repetição do tratamento quimioterápico levanta questionamentos sobre a eficácia do. mesmo ao longo do tempo e a respeito do surgimento de resistência ao medicamento.. Com o objetivo de estudar o efeito do tratamento quimioterápico repetido nas. populações de Schistosoma mansoni foram selecionadas duas localidades rurais e. uma urbana do estado da Bahia. Foi utilizada uma estratégia de amostragem robusta e. um número de marcadores polimórficos neutros suficientes para demonstrar diferenças. entre microrregiões em momentos de equilíbrio entre deriva genética e migração, nas. comunidades da zona rural e urbana, e em momentos de estresse evolutivo póstratamento...

Um rural para viver, outro para visitar : o ambiente nas estratégias de desenvolvimento para as áreas rurais

Figueiredo, Elisabete Maria Melo
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
46.62%
O tema desta tese relaciona-se com a qualificação das trajectórias de desenvolvimento em áreas rurais, através da nova centralidade das questões ambientais. Neste domínio, a tese apoia-se no contributo das ciências sociais, particularmente da sociologia, para a compreensão das representações sociais sobre os processos associados à protecção do ambiente e à promoção do desenvolvimento nas áreas rurais, tendo em conta as transformações que estas sofreram ao longo das últimas décadas. Argumenta-se que a marginalização ou a fraca integração das áreas rurais portuguesas - particularmente das áreas rurais a que podemos chamar profundas ou remotas - nos modelos de desenvolvimento socioeconómico vigentes nas últimas décadas, tende a colocá-las, actualmente, como áreas centrais no contexto dos paradigmas de desenvolvimento emergentes e em processo de consolidação, nos quais o ambiente surge como um aspecto fundamental. A integração e a valorização actuais das áreas rurais são sobretudo processos exteriores a essas mesmas áreas e por esta razão, estes processos tendem a não ser compreendidos e aceites como legítimos por uma boa parte das populações rurais. Este facto conduz potencialmente a conflitos...

O papel dos sistemas tradicionais de uso da terra no bem-estar das populações rurais de Timor-Leste

Branco, Manuel; Henriques, Pedro; Narciso, Vanda
Fonte: Swinburne Press Publicador: Swinburne Press
Tipo: Parte de Livro
POR
Relevância na Pesquisa
46.48%
Os ecossistemas naturais e seminaturais e os sistemas tradicionais de uso da terra desempenham funções capitais para as populações rurais de Timor-Leste, tanto em termos económicos, como em termos sociais e culturais. Os objectivos deste trabalho são: 1) identificar os diferentes padrões de uso da terra; 2) identificar os bens e serviços que fornecem; e 3) relacionar os serviços produzidos pela terra com o bem-estar das populações rurais de Timor-Leste. O trabalho apresenta um carácter multidisciplinar, incorporando contribuições de várias áreas do conhecimento, baseando-se em fontes documentais, observações directas e entrevistas realizadas em 2003 e 2009 e 2010. Para atingir os objectivos mencionados usamos o enquadramento teórico do Millenium Ecossistem Assessment (MEA 2003), para examinar as questões relacionadas com os bens e serviços produzidos pela terra, e também a Abordagem ao Desenvolvimento Baseada nos Direitos Humanos.

Populações rurais na Huíla e resiliência social em contexto de guerra o caso do município da Humpata (sudoeste angolano)

Fátima, Maria de
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.75%
Tese de doutoramento em Estudos Africanos; Este trabalho analisa os aspectos relacionados com a Resiliência Social das Populações rurais da Humpata pertencentes ao grupo étnico muila na perspectiva de um país (Angola) assolado pela guerra durante vários anos e a forma como as populações procuraram encontrar soluções para superar as adversidades. Trata-se de um estudo focado na captação de certas dinâmicas empreendidas pelas populações rurais da Humpata para viabilizar a sua sobrevivência. O estudo analisa a presença de militares estrangeiros na Humpata nomeadamente as tropas cubanas (FAR), da Namíbia (SWAPO) e da África do Sul (ANC), tal como os deslocados de guerra cuja presença no território da Humpata constituiu um importante factor de perturbação social. São analisadas as formas de relacionamento entre esses militares e as populações locais bem como entre estas e os deslocados nomeadamente a influência recíproca verificada através das múltiplas trocas entretanto surgidas. O estudo privilegiou a pesquisa qualitativa combinando observação directa e participante, entrevistas dirigidas e semi-dirigidas, histórias de vida, análise bibliográfica e documental o que permitiu compreender, até certo ponto...

Correlação sorológica eletrocardiográfica para a doença de Chagas em populações rurais não selecionadas do Rio Grande do Sul

Baruffa,Giovanni; Alcantara Filho,Alcino; Aquino Neto,José Osimo de
Fonte: Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT Publicador: Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/1983 PT
Relevância na Pesquisa
46.3%
O trabalho analisa 4.758 correlações sorológicas eletrocardiográficas feitas em populações rurais não selecionadas de 17 municípios da Zona Sul do Rio Grande do Sul. A sorologia baseou-se na reação de fixação de complemento para doença de Chagas e os ECG foram interpretados segundo critérios da American Heart Association. 330 ECG alterados pertenciam aos 803 indivíduos soropositivos (41,1%) e 1.287 aos 3.955 soronegativos (32,5%). O gradiente de 8,5% a favor dos positivos mostrou-se significativo a nível de p < 0,001. As alterações acompanhadas por diferenças significativas entre positivos e negativos foram justamente aquelas consideradas características de miocardiopatia chagásica (BCRD, HBDAE, extrassistolia ventricular, alterações de ST eTe áreas de necrose e/ou fibrose. Estes fatos permitem concluir que a infecção pelo Trypanosoma cruzi é fator importante de agressão miocárdica numa parcela significativa da população rural da área endêmica de doença de Chagas no Rio Grande do Sul.

Saúde ambiental no campo: o caso dos projetos de desenvolvimento sustentável em assentamentos rurais do Estado de São Paulo

Alves Filho,José Prado; Ribeiro,Helena
Fonte: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.; Associação Paulista de Saúde Pública. Publicador: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.; Associação Paulista de Saúde Pública.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2014 PT
Relevância na Pesquisa
46.38%
No Brasil, algumas iniciativas voltadas ao desenvolvimento rural sustentável vêm sendo implementadas no âmbito de assentamentos rurais. A pesquisa teve como objetivo levantar os problemas de saúde ambiental em assentamentos tradicionais e em assentamentos de desenvolvimento sustentável, visando compreender como são percebidos os problemas de saúde ambiental enfrentados por parte de populações de assentados rurais que constituem alvo de políticas públicas inspiradas em princípios de desenvolvimento sustentável. Estudo de casos explanatório e descritivo, abordando quatro “projetos de desenvolvimento sustentável” e dois convencionais em assentamentos rurais das regiões Central e Nordeste do Estado de São Paulo e desenvolvido, de modo comparativo, mediante oficinas de trabalho discutindo aspectos de saúde ambiental. O trabalho de coleta de informações foi iniciado após prévia aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa. Os assentados nos dois tipos de assentamento indicaram problemas de saúde ambiental similares, relacionados, sobretudo, à falta de saneamento básico, manejo inadequado de resíduos...

"Populações tradicionais" e a proteção dos recursos naturais em unidades de conservação

Arruda,Rinaldo
Fonte: ANPPAS - Revista Ambiente e Sociedade Publicador: ANPPAS - Revista Ambiente e Sociedade
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/1999 PT
Relevância na Pesquisa
46.29%
Este artigo analisa a pretensa oposição entre populações tradicionais e as necessidades de conservação dos recursos naturais, avaliando criticamente as características da política de preservação ambiental vigente no Brasil, centrada na criação de Unidades de Conservação de caráter restritivo à ocupação humana. Como superação dos equívocos deste modelo, o autor propõe outra via: a da inclusão da perspectiva das populações rurais no conceito de conservação e o investimento no reconhecimento de sua identidade, na legitimação de seu saber, na melhoria de suas condições de vida, na garantia de sua participação na construção de uma política de conservação da qual sejam também beneficiados.

Bem comum e normas costumeiras: a ética das águas em comunidades rurais de Minas Gerais

Galizoni,Flávia Maria; Ribeiro,Eduardo Magalhães
Fonte: ANPPAS - Revista Ambiente e Sociedade Publicador: ANPPAS - Revista Ambiente e Sociedade
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2011 PT
Relevância na Pesquisa
46.22%
É na tensão entre o "costume de repartir a água comum" e a idéia de que a água pode ser privatizada que se definem os objetivos desse artigo. Ele analisa a noção da água como bem comum construída por populações rurais de Minas Gerais, investigando em que bases se fundamenta essa concepção e, por fim, analisa a plasticidade de culturas locais ao gerir comunitariamente recursos hídricos.

O papel das nascentes no abastecimento de populações rurais difusas na Mata Pernambucana

Oliveira Neto, Antônio Ferreira de; Braga, Ricardo A. P. (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
BR
Relevância na Pesquisa
56.6%
A crise mundial em torno da escassez dos recursos naturais, especialmente dos recursos hídricos, tem preocupado governantes, comunidade científica e sociedade de modo geral. A busca por soluções que possam minimizar os efeitos causados pela falta desses recursos e suas consequências para as populações mundiais, tornou-se um grande desafio a ser superado através da implementação de novas políticas que promovam o desenvolvimento com equidade. Preocupada com essas questões, a Organização das Nações Unidas propôs os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, cuja Meta 10 estabelece, até 2015, a redução, pela metade, da população mundial sem acesso a fontes seguras de água e saneamento básico. O Brasil, através de sua Política de Saneamento Básico, apresentou melhorias entre 2000 e 2010, porém, não foram suficientes para diminuir as desigualdades regionais no acesso às condições adequadas. Na zona rural da Mata Pernambucana, 60% da população é abastecida através de poços ou nascentes, carros-pipa ou água de chuva. Este trabalho tem por objetivo analisar o papel das nascentes no abastecimento de água das populações rurais difusas em assentamentos de reforma agrária desta Região, através de estudo de caso nos assentamentos Serra Grande e Divina Graça...

Populações de Hypsiboas albopunctatus (Anura, Hylidae) de ambientes urbanos e rurais diferem em relação às vocalizações, morfometria e aos tamanhos populacionais?; Hypsiboas albopunctatus (Anura, Hylidae) populations of urban and rural environments differ with respect to vocalization, morphology and population size?

Amaral, Ivan Borel
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Ecologia e Evolução (ICB); Instituto de Ciências Biológicas - ICB (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Ecologia e Evolução (ICB); Instituto de Ciências Biológicas - ICB (RG)
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.8%
In recent years, population declines of amphibians have been observed in different parts of the world. The process of fragmentation and destruction of habitats is considered the most threat to this diversity. Urbanization reduces species richness at assemblage of amphibian reproduction. Due to amphibians require a modest area for survival, some species can thrive in urban fragments. But small population sizes and isolation can cause the loss of genetic diversity and the extinction local. The advertisement calls are the most common vocalizations in anurans that primarily have the function to attract females and secondarily, serve to mediate aggressive interactions between males. For many species, individual reproductive success is directly proportional to the effort put in the corner. The variation between populations may be related to local adaptation, resource availability and reduced gene flow. This study aimed to test the following hypotheses: ( 1 ) Due to the effects of fragmentation and habitat destruction and urbanization , population sizes of Hypsiboas albopunctatus urban parks are smaller than the population size of rural populations , (2 ) There are differences morphometric H. albopunctatus between rural and urban environments ...

“Prefiro ficar em casa”: a reprodução do capital e o atendimento escolar de populações rurais a partir de Sinop-MT; “I prefer to stay home”: the capital reproduction and the scholar attendant of rural population from Sinop-MT

Silva, Ivone Cella da
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Educação (FE); Faculdade de Educação - FE (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Educação (FE); Faculdade de Educação - FE (RG)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.35%
This thesis is inserted in “Education, Work and Social Movements” Research Line of the Post Graduation Program in Education of the Federal University of Goiás State. The purpose of this study was to analyze the condition of the scholar attendant to children of rural environment from Sinop city, located in Mato Grosso Legal Amazon, agricultural frontier area. In 2012 it was done the empirical research and the data was collected by observation in three municipal schools that attend children from rural workers. Two of the schools was urban and one was rural. The observation was transcribed on a field notebook it also was made interview with children, parents, teachers, coordinators and schools headmasters, managers from different sectors of Municipal Schools Office and the president of the rural farmers and rural workers Cooperative. This research is theoretical-methodological based on Bourdieu‟s theory of practice and it is emphasized during the analysis and systematization of this work and also is emphasized the meanings of the school to the subjects that are into the school community. The analysis showed us that there are gaps between what are the State obligation and the conditions of the scholar attendant. The supply of transport is precarious and is the only possibility to children access the school. The school as a public...

O mercado de amêndoas de babaçu no estado do Maranhão

Gouveia, Vera Maria
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
46.3%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia, Departamento de Engenharia Florestal, Programa de Pós-Graduação em Ciências Florestais, 2015.; As amêndoas de babaçu representam um expressivo recurso do extrativismo vegetal no Brasil, no Maranhão o maio estado produtor, a atividade é essencial para as populações rurais. O presente estudo tem por objetivos: (i) Construir a dinâmica espaço-temporal da produção de amêndoas de babaçu; (ii) Estimar o comportamento da produção e preços das amêndoas de babaçu e tendência no mercado de óleos e (iii) Identificar os determinantes da oferta e da demanda de amêndoas de babaçu. Os resultados da Análise Hot Spot indicam tendências de concentração espaço-temporal das atividades de uso do solo no Maranhão. No extremo noroeste até o litoral ocidental aparece o cold spot para todas as categorias de uso do solo, sendo recoberto por APAs com a finalidade de proteger os ecossistemas lacustres. Somente para a produção de amêndoas de babaçu surge um segundo cold spot a partir de 1992 na confluência das regiões oeste, centro e sul do estado sugerindo a vulnerabilidade do extrativismo do babaçu em relação às outras categorias de utilização das terras. Entre os produtos estudados com relação a concorrência com as amêndoas de babaçu para o mercado de óleos...

O mercado de amêndoas de babaçu no estado do Maranhão

Gouveia, Vera Maria
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
46.3%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia, Departamento de Engenharia Florestal, Programa de Pós-Graduação em Ciências Florestais, 2015.; As amêndoas de babaçu representam um expressivo recurso do extrativismo vegetal no Brasil, no Maranhão o maio estado produtor, a atividade é essencial para as populações rurais. O presente estudo tem por objetivos: (i) Construir a dinâmica espaço-temporal da produção de amêndoas de babaçu; (ii) Estimar o comportamento da produção e preços das amêndoas de babaçu e tendência no mercado de óleos e (iii) Identificar os determinantes da oferta e da demanda de amêndoas de babaçu. Os resultados da Análise Hot Spot indicam tendências de concentração espaço-temporal das atividades de uso do solo no Maranhão. No extremo noroeste até o litoral ocidental aparece o cold spot para todas as categorias de uso do solo, sendo recoberto por APAs com a finalidade de proteger os ecossistemas lacustres. Somente para a produção de amêndoas de babaçu surge um segundo cold spot a partir de 1992 na confluência das regiões oeste, centro e sul do estado sugerindo a vulnerabilidade do extrativismo do babaçu em relação às outras categorias de utilização das terras. Entre os produtos estudados com relação a concorrência com as amêndoas de babaçu para o mercado de óleos...

Digestão Anaeróbia como opção para tratamento esgotos em populações rurais no Brasil: Avaliação técnica e econômica

Piñas, Jean Augustin Velásquez; Venturini, Osvaldo José; Lora, Eduardo Silva
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2015 POR
Relevância na Pesquisa
46.54%
Na atualidade existe grande preocupação pelo acesso a saneamento universal das populações, em especial nas zonas rurais e de baixa renda, já que gera um impacto ambiental significativo aos corpos de água e outros componentes ambientais, sendo necessário procurar soluções alternativas para o tratamento dos esgotos produzidos por estas populações. O presente artigo presenta de faz avalição técnica e econômica comparativa do tratamento de esgotos ou excreta humana comparando sistemas de tipo centralizado (similar a ETAR) e sistema CAMARTEC, ambos com enfoque na geração de energia a partir da biodigestão anaeróbia. A produção de biogás por pessoa ano para o sistema camartec e para o sistema centralizado foi de 2,63 m3 ede 1,04 m3 respetivamente; a redução de emissões foi de 0,520 ton CO2Epara o sistema camartec e de 0,208 ton CO2Epara o sistema centralizado para um período de 20 anos de projeto, enquanto que a geração de energia para o sistema camartec foi de 8,58 kWh por persona por ano e de 2,03 kWh por pessoa por ano para o sistema centralizado. A análise econômica deu uma VPL de R$ -581.298 para o sistema centralizado, enquanto que o VPL para o sistema camartec foi de R$ 26.191 fazendo que somente o sistema Camartec seja viável economicamente tendo um tempo de recuperação da inversão de 7 anos.Palavras-chaves: Biodigestor Camartec...

“Sem ilustração”: a incapacidade das populações rurais na profilaxia rural do Paraná (1916-1921)

Olinto, Beatriz Anselmo; Universidade Estadual do Centro-Oeste
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 30/04/2013 POR
Relevância na Pesquisa
46.38%
http://dx.doi.org/10.5007/1984-9222.2012v4n8p102No presente trabalho, a análise da atuação da Comissão de Profilaxia Rural no Paraná (1916-1919), é o ponto de partida para a reflexão sobre diferentes processos de deterioração identitárias das populações rurais daquele estado no período de 1916 a 1921. Em meio a projetos sanitários, colonizações, resistências, miséria, falta de recursos e parcerias, além da eclosão da pandemia de Gripe Espanhola em 1918, a Comissão elaborou um extenso relatório sobre suas atividades. Com base nesses dados e dialogando com outros documentos do período, busca-se perceber como foram articuladas e constantemente apropriadas concepções a respeito das populações do Brasil em horizontes de incapacidade, tanto civilizatória quanto de gestão autônoma de suas vidas. Também são problematizadas quais expectativas de futuro, classificações de grupo e intervenções, estatais ou não, foram legitimadas por esses discursos.

(In) Segurança Alimentar: experiência de grupos focais com populações rurais do Estado de São Paulo

Sampaio, Maria de Fátima Archanjo; Kepple, Anne Walleser; Segall-Corrêa, Ana Maria; Oliveira, Julieta Teresa Aier de; Panigassi, Giseli; Maranha, Lucia Kurdian; Marin-Leon, Letícia; Bergamasco, Sonia Maria Pessoa Pereira; Perez-Escamilla, Rafael
Fonte: Segurança Alimentar e Nutricional Publicador: Segurança Alimentar e Nutricional
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Pesquisa exploratória. Formato: application/pdf
Publicado em 02/02/2015 POR
Relevância na Pesquisa
46.57%
O presente trabalho apresenta a experiência de grupos focais com participantes oriundos de populações rurais do Estado de São Paulo, que possibilitou analisar e elucidar a compreensão existente acerca dos conceitos utilizados pela Escala Norte-Americana para Medida de Segurança Alimentar (USDA Core Food Security Module, hoje denominada Household Food Insecurity Access Scale - HFIAS), previamente adaptada e validada para populações brasileiras urbanas. Essa fase qualitativa antecedeu e forneceu subsídios para realização da fase quantitativa do estudo de validação dessa escala para populações rurais. Foram realizados dois grupos focais, compostos, cada um, por 12 participantes, escolhidos e convidados para representar diferentes categorias da população rural paulista, incluindo: assentados, agricultores familiares tradicionais, trabalhadores assalariados e quilombolas. Os conceitos e palavras-chave investigados foram: “Segurança alimentar”; “Qualidade da alimentação”; “Alimentação saudável”; “Alimentação variada”; “Alimentação saudável e variada”; “Alimento suficiente”; “Condições para ter alimento suficiente: trocas, reserva, estoque, produção de alimentos para consumo e compra de alimentos”; “Dinheiro suficiente”; “Ficar sem nenhum dinheiro”; “Insegurança alimentar” e “Fome”. Os participantes expressaram uma compreensão abrangente sobre segurança alimentar...