Página 1 dos resultados de 656 itens digitais encontrados em 0.040 segundos

A poluição do ar e o sistema respiratório; Air pollution and the respiratory system

Arbex, Marcos Abdo; Santos, Ubiratan de Paula; Martins, Lourdes Conceição; Saldiva, Paulo Hilário Nascimento; Pereira, Luiz Alberto Amador; Braga, Alfésio Luis Ferreira
Fonte: Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
76.32%
A poluição atmosférica encontra-se presente nos mais diferentes cenários ao longo dos últimos 250 anos, desde que a Revolução Industrial acelerou o processo de emissão de poluentes que, até então, estava limitado ao uso doméstico de combustíveis vegetais e minerais e às emissões vulcânicas intermitentes. Hoje, aproximadamente 50% da população do planeta vivem em cidades e aglomerados urbanos e estão expostas a níveis progressivamente maiores de poluentes do ar. Este estudo é uma revisão não sistemática sobre os diferentes tipos e fontes de poluentes do ar e os efeitos respiratórios atribuídos à exposição a esses contaminantes. Podem ser creditados aos poluentes particulados e gasosos, emitidos por diferentes fontes, aumentos nos sintomas de doenças, na procura por atendimentos em serviços de emergência e no número de internações e de óbitos. Mais do que descompensar doenças pré-existentes, exposições crônicas têm ajudado a aumentar o número de casos novos de asma, de DPOC e de câncer de pulmão, tanto em áreas urbanas quanto em áreas rurais, fazendo com que os poluentes atmosféricos rivalizem com a fumaça do tabaco pelo papel de principal fator de risco para estas doenças. Na rotina de clínicos e pneumologistas...

Poluição do ar e mortalidade perinatal na Região Sul do Município de São Paulo: um estudo caso-controle com dados georeferenciados; Air pollution and perinatal mortality in the Southern Region of the Municipality of São Paulo; a case-control study with georeferenced data

Medeiros, Andréa Paula Peneluppi de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/09/2008 PT
Relevância na Pesquisa
76.23%
O comprometimento da saúde da criança, em decorrência de sua exposição aos poluentes do ar, em especial ao advindo do tráfego veicular, tem sido investigado sob diversos aspectos, entre eles, o baixo peso ao nascer e o nascimento pré-termo, os quais são importantes determinantes dos óbitos perinatais. Este estudo busca analisar a associação entre poluição do ar e mortalidade perinatal a partir da exposição das gestantes e dos recémnascidos aos poluentes atmosféricos na Região Sul do Município de São Paulo, estimados indiretamente a partir do tráfego de veículos próximos à residência materna. Um estudo caso-controle sobre a mortalidade perinatal na Região Sul do Município de São Paulo foi realizado entre os anos de 2000 e 2001. Utilizou -se fontes de dados primários e secundários para obtenção de diversas variáveis relacionadas ao recém-nascido, à mãe, à gestação e ao parto. As residências maternas (endereço) foram localizadas numa base cartográfica digital e foi delimitado um raio de cerca de 200 m ao redor das mesmas. Todas as vias contidas nesse raio foram selecionadas e as distâncias residência-via foram calculadas mediante técnicas avançadas de geoprocessamento. A partir desse procedimento...

Avaliação da função respiratória de crianças dos municípios de Anchieta e Guarapari (ES) através da espirometria e sua correlação com a qualidade do ar; Evaluation of lung function of children from the municipalities of Anchieta and Guarapari (ES) by spirometry and its correlation with air quality

Amaral, Camila Alves Silva do
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/11/2013 PT
Relevância na Pesquisa
86.04%
INTRODUÇÃO: A região de Guarapari e Anchieta, ao sul do estado do Espírito Santo apresenta um parque industrial em crescimento que gera na população local uma preocupação em relação à piora da qualidade do ar e aos efeitos adversos sobre a população residente. Neste estudo avaliamos os impactos da exposição à poluição do ar gerada por uma mineradora e pelotizadora de ferro sobre a saúde respiratória de crianças e adolescentes residentes no entorno do empreendimento. MÉTODOS: Estudo de painel com 121 escolares entre 8 e 16 anos de idade, matriculados em escolas de Anchieta, área exposta às emissões industriais, e Guarapari, área não exposta, no estado do Espírito Santo. Mensalmente, entre maio de 2008 e maio de 2009 foram realizados exames de espirometria. Foram aplicados questionários para obtenção de dados biodemográficos e um questionário validado - ISAAC, para investigar informações referente a presença de asma e alergias respiratórias e cutâneas. Rede de monitoramento da qualidade do ar que mede material particulado forneceu informações diárias sobre as concentrações deste poluente para o período analisado. A correlação entre a exposição aos poluentes do ar e os parâmetros de função respiratória (razão entre valores medidos e preditos) foi analisada através de duas abordagens. Na primeira...

Biomonitoramento da qualidade do ar com uso de liquens na cidade de Porto Alegre, RS

Käffer, Márcia Isabel
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
76.27%
Liquens são organismos em simbiose, considerados indicadores biológicos e, assim como os biomarcadores de genotoxicidade, são amplamente empregados para avaliar a qualidade do ar em áreas urbanas. Desta forma, este estudo teve por objetivos analisar a comunidade liquênica na cidade de Porto Alegre, RS, através do mapeamento da micota liquenizada e comparar a influência de determinados poluentes nas estruturas morfofisiológicas de algumas espécies liquênicas e na atividade mutagênica e citotóxica do material particulado atmosférico. A comunidade liquênica foi analisada, a fim de verificar alterações na sua estrutura, e danos morfofisiológicos em duas espécies (Parmotrema tinctorum e Teloschistes exilis), pela ação de determinados poluentes. Foram analisadas 30 estações amostrais, distribuídas em 29 áreas da cidade, e uma de referência no Parque Estadual de Itapuã, RS. Foram empregados o método do elástico para mapear os liquens, o método dos transplantes para analisar a ação de alguns poluentes atmosféricos e o ensaio Salmonella/microssoma para avaliar a mutagenicidade e citotoxicidade dos extratos orgânicos do PM10. Foram registrados 144 táxons liquênicos. Alterações na estrutura da comunidade liquênica foram verificadas nas áreas analisadas. Concentrações de poluentes...

Efeito Conjunto da Exposição à Poluição do Ar e aos Ácaros do Pó Sobre as Vias Aéreas

Carreiro-Martins, P; Valente, J; Papoila, AL; Caires, I; Araújo-Martins, J; Mata, P; Lopes, M; Simões Torres; Rosado-Pinto, J; Borrego, C; Neuparth, N
Fonte: Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica Publicador: Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
76.33%
Introdução: A asma é uma doença respiratória crónica, cujo agravamento pode estar associado a factores ambientais, entre os quais os relacionados com a qualidade do ar. Objectivo: O presente trabalho pretendeu avaliar o efeito da exposição individual a poluentes atmosféricos em termos de função respiratória, num grupo de crianças com história de sibilância, entrando em consideração com o grau de infestação de ácaros do pó doméstico. Métodos: Um grupo de 51 crianças com história de sibilância, seleccionadas através do questionário do estudo ISAAC, foi acompanhado prospectivamente num estudo com medidas repetidas, que envolveu avaliações médicas padronizadas que incluíram a realização de espirometria, avaliação da exposição aos ácaros do pó e cálculo do valor de exposição individual a uma variedade de poluentes do ar: PM10, O3, NO2, benzeno, tolueno, xileno, etilbenzeno e formaldeído. Resultados: Observou -se uma elevada percentagem de colchões com um grau de infestação de ácaros médio ou elevado. Com excepção dos valores de PM10, os valores de exposição aos poluentes do ar não alcançaram valores elevados. Na análise multivariável, tanto os poluentes (designadamente PM10, NO2...

Efeito Conjunto da Exposição à Poluição do Ar e aos Ácaros do Pó Sobre as Vias Aéreas

Carreiro-Martins, P; Valente, J; Papoila, AL; Caires, I; Araújo-Martins, J; Mata, P; Lopes, M; Simões Torres; Rosado-Pinto, J; Borrego, C; Neuparth, N
Fonte: Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica Publicador: Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
76.33%
Introdução: A asma é uma doença respiratória crónica, cujo agravamento pode estar associado a factores ambientais, entre os quais os relacionados com a qualidade do ar. Objectivo: O presente trabalho pretendeu avaliar o efeito da exposição individual a poluentes atmosféricos em termos de função respiratória, num grupo de crianças com história de sibilância, entrando em consideração com o grau de infestação de ácaros do pó doméstico. Métodos: Um grupo de 51 crianças com história de sibilância, seleccionadas através do questionário do estudo ISAAC, foi acompanhado prospectivamente num estudo com medidas repetidas, que envolveu avaliações médicas padronizadas que incluíram a realização de espirometria, avaliação da exposição aos ácaros do pó e cálculo do valor de exposição individual a uma variedade de poluentes do ar: PM10, O3, NO2, benzeno, tolueno, xileno, etilbenzeno e formaldeído. Resultados: Observou -se uma elevada percentagem de colchões com um grau de infestação de ácaros médio ou elevado. Com excepção dos valores de PM10, os valores de exposição aos poluentes do ar não alcançaram valores elevados. Na análise multivariável, tanto os poluentes (designadamente PM10, NO2...

Qualidade do ar e transtornos respiratórios agudos em crianças

Moura,Marisa; Junger,Washington Leite; Mendonça,Gulnar Azevedo e Silva; Ponce De Leon,Antonio
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2008 PT
Relevância na Pesquisa
76.27%
OBJETIVO: Avaliar a relação entre poluição do ar e efeitos respiratórios agudos em crianças. MÉTODOS: Foi realizado um estudo ecológico de séries temporais em três unidades públicas de saúde do bairro de Jacarepaguá, município do Rio de Janeiro, entre abril de 2002 e março de 2003. Foram analisados dados diários de PM10, SO2, NO2, CO e O3, e como variáveis de desfecho 45.595 atendimentos pediátricos de emergência por sintomas respiratórios ou específicos por transtornos nas vias aéreas superiores e nas vias aéreas inferiores. Foram incluídas no modelo para controle de confundimento as variáveis referentes à tendência temporal, sazonalidade, temperatura, umidade relativa do ar, precipitação de chuva, infecções respiratórias e os efeitos do calendário (como feriados e finais de semana). Foi empregada a regressão de Poisson via modelos aditivos generalizados para estimar os efeitos dos poluentes e dos fatores de confusão. RESULTADOS: Somente o O3 apresentou resultado positivo e estatisticamente significativo, tanto com todos os atendimentos de emergência por queixas respiratórias como com os atendimentos motivados por sintomas nas vias aéreas inferiores. O efeito foi no mesmo dia da exposição (lag 0). Associação significativa e de sentido inverso ocorreu com o CO e os atendimentos pediátricos por queixas respiratórias. Não se observou resultado significativo com os demais poluentes atmosféricos. CONCLUSÕES: Foram encontradas associações entre indicadores de poluição atmosférica e o número de atendimentos pediátricos de emergência por motivos respiratórios em Jacarepaguá...

Asma e poluentes ambientais: um estudo de séries temporais

Amâncio,Camila Trolez; Nascimento,Luiz Fernando Costa
Fonte: Associação Médica Brasileira Publicador: Associação Médica Brasileira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2012 PT
Relevância na Pesquisa
76.34%
OBJETIVO: O objetivo deste estudo foi estimar o risco para internação por asma em crianças após exposição a poluentes do ar em uma cidade de porte médio do Sudeste do Brasil. MÉTODOS: Foi realizado um estudo ecológico de séries temporais com dados de internação por asma em crianças com até 10 anos de idade residentes em São José dos Campos, SP, e concentrações de material particulado com diâmetro aerodinâmico inferior a 10 micra, dióxido de enxofre e ozônio; foram obtidos dados sobre umidade relativa do ar e temperaturas. Foram estimados os coeficientes de correlação de Pearson para as variáveis do estudo. Para estimar a associação entre as internações por asma e os poluentes do ar, foram construídos modelos aditivos generalizados de regressão de Poisson, segundo defasagens de até sete dias. RESULTADOS: Houve forte correlação entre as internações e os poluentes material particulado e dióxido de enxofre. Exposições a material particulado e dióxido de enxofre estiveram associadas a riscos relativos significativos de 1,01 a 1,04 para internação por asma no mesmo dia e em até três dias após a exposição. Aumentos nas concentrações destes poluentes elevam o risco de internação entre 8% e 19%. CONCLUSÃO: Assim...

A poluição do ar e o sistema respiratório

Arbex,Marcos Abdo; Santos,Ubiratan de Paula; Martins,Lourdes Conceição; Saldiva,Paulo Hilário Nascimento; Pereira,Luiz Alberto Amador; Braga,Alfésio Luis Ferreira
Fonte: Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2012 PT
Relevância na Pesquisa
76.32%
A poluição atmosférica encontra-se presente nos mais diferentes cenários ao longo dos últimos 250 anos, desde que a Revolução Industrial acelerou o processo de emissão de poluentes que, até então, estava limitado ao uso doméstico de combustíveis vegetais e minerais e às emissões vulcânicas intermitentes. Hoje, aproximadamente 50% da população do planeta vivem em cidades e aglomerados urbanos e estão expostas a níveis progressivamente maiores de poluentes do ar. Este estudo é uma revisão não sistemática sobre os diferentes tipos e fontes de poluentes do ar e os efeitos respiratórios atribuídos à exposição a esses contaminantes. Podem ser creditados aos poluentes particulados e gasosos, emitidos por diferentes fontes, aumentos nos sintomas de doenças, na procura por atendimentos em serviços de emergência e no número de internações e de óbitos. Mais do que descompensar doenças pré-existentes, exposições crônicas têm ajudado a aumentar o número de casos novos de asma, de DPOC e de câncer de pulmão, tanto em áreas urbanas quanto em áreas rurais, fazendo com que os poluentes atmosféricos rivalizem com a fumaça do tabaco pelo papel de principal fator de risco para estas doenças. Na rotina de clínicos e pneumologistas...

Diagnóstico qualitativo da poluição atmosférica em Rio Grande-RS, 2000 a 2002

Nóbrega, Michelle Rodrigues; Krusche, Nisia
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
76.28%
A poluição atmosférica e suas possíveis implicações sobre a saúde são analisadas neste trabalho para realizar um diagnóstico qualitativo na região de Rio Grande, RS, no período de 2000 a 2002. Os dados utilizados foram: a percepção da população quanto à poluição do ar, internações por doenças respiratórias, níveis de concentração de poluentes, e condições meteorológicas. Todas as análises apresentaram como fator de distribuição as diferentes estações do ano. A associação entre níveis de concentração de poluentes, internações por doenças respiratórias e variáveis meteorológicas revelou correlação significativa. Este estudo do comportamento das baixas hospitalares por doenças respiratórias, revelou algumas associações, tais como: proximidade dos bairros com as indústrias; maior frequência em crianças menores de cinco anos; e, entre níveis de poluentes do ar, internações por doenças e condições meteorológicas.; The atmospheric pollution and its implications to health are analyzed to establish a qualitative diagnosis for region of Rio Grande, RS, from 2000 to 2002. The data consists of an evaluation of the perception of the population about air pollution, number of internments due to the respiratory diseases...

Qualidade do ar interior e conforto térmico : um estudo em espaços de estacionamento em Natal/RN

Costa, Juliana Magna da Silva
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo; Conforto no Ambiente Construído; Forma Urbana e Habitação Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo; Conforto no Ambiente Construído; Forma Urbana e Habitação
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
86.05%
The recent tendency to utilize parking lots for other purposes has demonstrated that more time has been spent by visitors, mainly in great cities. Therefore, this paper investigates the thermal comfort and the air quality indoors in areas specifically used as parking lots by analyzing the direct relation between such environments and vehicular pollution. The thermal comfort and the quality of air indoors in parking lots with different architectonic typology (ground-floor and underground) are also studied, aiming to contribute to the proposition of suitable new areas designated to human usage. Field research was done, in two distinct periods within different weather conditions (January and July) in, two naturally cooled, parking lots located in Natal - RN. The internal environment agents were measured by using tools for air temperature, humidity, speed and direction; interviews with employees and visitors and chemical analysis through appropriate tools to analyze specific material, carbon monoxide and ozone. The results showed that chemical agents densely concentrate mostly in the closed parking space, aggravated by weather conditions, which dissatisfied the visitors. Still, it was shown that architectonic typology, alongside topographical aspects compromise internal environmental conditions...

Qualidade do ar em Campo Grande – MS: estudo das emissões por fontes móveis e sua dispersão

Macedo, Roberta Lucho
Fonte: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Publicador: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
76.36%
Nos centros urbanos existe uma grande contribuição de poluentes atmosféricos provenientes de fontes móveis, reduzindo a qualidade do ar e, consequentemente aumentando a incidência de problemas respiratórios na população local. O Município de Campo Grande/MS além de apresentar uma frota veicular em franco crescimento, apresenta condições de baixa umidade relativa do ar, principalmente no inverno com ventos com baixas velocidades, que propiciam à má dispersão dos poluentes na atmosfera. Esta condição intensifica a exposição da população aos poluentes atmosféricos, aumentando os efeitos sobre a saúde e o bem-estar da população local. Visando auxiliar a tomada de decisões antes da ocorrência de episódios críticos de poluição atmosférica, para proteger a população é importante que sejam conhecidas as concentrações e os poluentes lançados na atmosfera, e a sua distribuição espacial em torno das vias públicas. Assim, este trabalho teve como objetivo realizar o inventário das emissões de fontes móveis, obtendo-se as quantidades de poluentes emitidos pela frota em uma região de grande tráfego de automóveis utilitários e caminhões, onde centenas de estudantes circulam diariamente. Adicionalmente...

Simula??o da dispers?o de poluentes atmosf?ricos e avalia??o da qualidade do ar na ?rea de abrang?ncia do Distrito Industrial de Barcarena-PA

ARA?JO, Ivan Roberto Santos
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
76.44%
A polui??o atmosf?rica ? considerada atualmente um dos maiores problemas da sociedade contempor?nea, por amea?ar sua qualidade de vida, pois gera impactos negativos no meio ambiente natural e antr?pico. Dentre as formas de controle da polui??o atmosf?rica de fontes fixas podem-se destacar a dilui??o das emiss?es na atmosfera devido aos efeitos de dispers?o, a ado??o de equipamentos de controle antes do lan?amento dos gases ou a realoca??o de fonte, visto ser uma possibilidade a ser sugerida durante o procedimento de licenciamento ambiental de empreendimentos com potencial poluidor do ar. Atualmente modelos computacionais de dispers?o de poluentes na atmosfera v?m sendo amplamente utilizados na simula??o da concentra??o de poluentes, visando auxiliar ?rg?os ambientais no progn?stico da qualidade do ar ou suprir defici?ncias de monitoramento de emiss?es atmosf?ricas. O presente trabalho estudou a qualidade do ar e avaliou a dispers?o de poluentes atmosf?ricos sobre Vila do Conde e ?reas de influ?ncia do Distrito Industrial de Barcarena, no munic?pio de Barcarena, estado do Par?, com aux?lio do modelo AERMOD View, visto a possibilidade de se estabelecer uma rela??o entre os n?veis de emiss?es dos poluentes na fonte, com as concentra??es dos mesmos no ar...

Qualidade do ar interior em escolas e saúde das crianças

Ferreira, Ana Maria da Conceição
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
76.39%
O moderno e crescente padrão de consumo tem consequências no ambiente que, inevitavelmente, se refletem na saúde humana. Diariamente, a qualidade do ar afeta o nosso bem estar e pode afetar o nosso futuro, razão pela qual a qualidade do ar interior (QAI) tem sido apontada como um dos principais riscos ambientais para a saúde pública. Na Europa, a poluição atmosférica é considerada como uma questão ambiental premente por ter um grande impacte na saúde dos cidadãos. Entre estes, as crianças são consideradas como sendo um grupo particularmente vulnerável. O nível de poluição do ar interior dos edifícios, pode atingir valores 2 a 5 vezes superiores ao do ar exterior. Os níveis de contaminação do ar interior adquirem mais relevância quando se tem em consideração que na sociedade moderna as pessoas passam cerca de 80 a 90% do seu tempo dentro dos edifícios. Apesar da existência de alguns estudos epidemiológicos relativos à QAI em escolas, pouco ainda se sabe sobre a QAI em escolas portuguesas, nomeadamente em escolas do concelho de Coimbra. A perceção dos problemas de QAI é relevante para avaliar os riscos para a saúde e rendimento dos estudantes, e para propor medidas de redução da exposição a poluentes indesejáveis. Este trabalho pretende ser um contributo para a compreensão da qualidade do ar interior em escolas do 1º Ciclo do Ensino Básico do Concelho de Coimbra e saúde das crianças. Neste estudo avaliaram-­‐se as concentrações do monóxido de carbono (CO)...

Avaliação da qualidade do ar interior e estudos CFD em espaços do ISEP

Teixeira, Maria José Rocha
Fonte: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Engenharia do Porto Publicador: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Engenharia do Porto
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
76.25%
Mestrado em Engenharia Química. Ramo Tecnologias de Protecção Ambiental.; O presente trabalho de avaliação da qualidade do ar interior e estudos CFD em espaços do ISEP teve como principais objectivos: _ A aquisição de conhecimentos mais sólidos acerca das metodologias de avaliação da qualidade do ar interior tendo com referência a legislação nacional em vigor; _ Contacto com instalações de climatização, uma vez que são decisivas na garantia da qualidade do ar interior; _ Aprendizagem e aplicação de estudos CFD a espaços interiores com o intuito de estudar soluções de melhoria alternativas às existentes; Este estudo foi levado a cabo, em edifícios do ISEP, mais concretamente, no edifício E (avaliação da qualidade do ar interior) e no Auditório Magno (estudo CFD). A avaliação da qualidade do ar interior passou por várias fases: recolha de informação no terreno acerca do edifício em estudo (tipo de edifício, utilização, projecto de arquitectura e sistema de climatização), definição das zonas de medição e dos pontos de amostragem, medições dos parâmetros da qualidade do ar interior (partículas suspensas no ar, dióxido de carbono, monóxido de carbono, ozono, formaldeído, compostos orgânicos voláteis...

Relação entre a qualidade do ar e possíveis efeitos à saúde : estudo de caso: comunidade do Rio Carvão, Urussanga – SC

Mondo, Laise Savi
Fonte: Universidade do Extremo Sul Catarinense Publicador: Universidade do Extremo Sul Catarinense
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso - TCC
PT_BR
Relevância na Pesquisa
76.31%
Trabalho de Conclusão de Curso, apresentado como requisito parcial para obtenção do grau de Engenheiro Ambiental no curso de Engenharia Ambiental da Universidade do Extremo Sul Catarinense, UNESC.; O ar é um elemento indispensável para a vida, uma vez que não se pode deixar de respirar, porém, talvez pelo fato de ser abundante e invisível, não recebeu muito atenção pelo homem por muitos anos. Após episódios críticos de poluição atmosférica no início do século XX, iniciaram-se o desenvolvimento de estudos epidemiológicos e experimentais que identificassem os principais poluentes e suas respectivas repercussões sobre a saúde humana. Constata-se que o lançamento de poluentes na atmosfera tem se intensificado devido à presença cada vez maior dos automóveis e indústrias, grandes fontes poluidoras. Estes por sua vez, junto com demais fatores, como sociais, econômicos e biológicos, têm sido uma das principais causas de problemas respiratórios e cardiovasculares em seres humanos. Estudos demonstraram a ocorrência de morbidade mesmo em concentrações abaixo dos padrões de qualidade do ar. É devido a este fato, que este Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) tem como objetivo analisar a relação entre qualidade do ar e possíveis efeitos na saúde humana...

Efeitos da poluição do ar nas doenças cardiovasculares: estruturas de defasagem; The effects of air pollution on cardiovascular diseases: lag structures

Martins, Lourdes Conceição; Pereira, Luiz A A; Lin, Chin A; Santos, Ubiratan P; Prioli, Gildeoni; Luiz, Olinda do Carmo; Saldiva, Paulo H N; Braga, Alfésio Luís Ferreira
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2006 ENG
Relevância na Pesquisa
86.18%
OBJETIVO: Investigar a estrutura de defasagem entre exposição à poluição do ar e internações hospitalares por doenças cardiovasculares em idosos, separada por gênero. MÉTODOS: Os dados de saúde de pessoas com mais de 64 anos de idade foram estratificados por gênero, na cidade de São Paulo, entre 1996 e 2001. Os níveis diários de poluentes do ar (CO, PM10, O3, NO2, SO2) e os dados de temperatura mínima e umidade relativa do ar foram também foram analisados. Foram utilizados modelos restritos de distribuição polinomial em modelos aditivos generalizados de regressão de Poisson para estimar os efeitos dos poluentes no dia da exposição e até 20 dias após, controlando-se para sazonalidades de longa e curta durações, feriados e fatores meteorológicos. RESULTADOS: Variações interquartis de PM10 (26,21 mig/m³) e SO2 (10,73 mig/m³) foram associados com aumentos de 3,17% (IC 95%: 2,09-4,25) nas admissões por insuficiência cardíaca congestiva e de 0,89% (IC 95%: 0,18-1,61) para admissões por todas as doenças cardiovasculares no dia da exposição, respectivamente. Os efeitos foram predominantemente agudos e maiores para o gênero feminino. Além disso, foi observado efeito colheita. CONCLUSÕES: Os achados mostraram que as doenças cardiovasculares em São Paulo são fortemente afetadas pela poluição do ar.; OBJECTIVE: To assess the lag structure between air pollution exposure and elderly cardiovascular diseases hospital admissions...

Qualidade do ar e transtornos respiratórios agudos em crianças; Air quality and acute respiratory disorders in children

Moura, Marisa; Junger, Washington Leite; Mendonça, Gulnar Azevedo e Silva; Ponce De Leon, Antonio
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/06/2008 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
76.27%
OBJETIVO: Avaliar a relação entre poluição do ar e efeitos respiratórios agudos em crianças. MÉTODOS: Foi realizado um estudo ecológico de séries temporais em três unidades públicas de saúde do bairro de Jacarepaguá, município do Rio de Janeiro, entre abril de 2002 e março de 2003. Foram analisados dados diários de PM10, SO2, NO2, CO e O3, e como variáveis de desfecho 45.595 atendimentos pediátricos de emergência por sintomas respiratórios ou específicos por transtornos nas vias aéreas superiores e nas vias aéreas inferiores. Foram incluídas no modelo para controle de confundimento as variáveis referentes à tendência temporal, sazonalidade, temperatura, umidade relativa do ar, precipitação de chuva, infecções respiratórias e os efeitos do calendário (como feriados e finais de semana). Foi empregada a regressão de Poisson via modelos aditivos generalizados para estimar os efeitos dos poluentes e dos fatores de confusão. RESULTADOS: Somente o O3 apresentou resultado positivo e estatisticamente significativo, tanto com todos os atendimentos de emergência por queixas respiratórias como com os atendimentos motivados por sintomas nas vias aéreas inferiores. O efeito foi no mesmo dia da exposição (lag 0). Associação significativa e de sentido inverso ocorreu com o CO e os atendimentos pediátricos por queixas respiratórias. Não se observou resultado significativo com os demais poluentes atmosféricos. CONCLUSÕES: Foram encontradas associações entre indicadores de poluição atmosférica e o número de atendimentos pediátricos de emergência por motivos respiratórios em Jacarepaguá...

Efeito conjunto da exposição à poluição do ar e aos ácaros do pó sobre as vias aéreas

Martins,Pedro; Valente,Joana; Papoila,Ana Luísa; Caires,Iolanda; Martins,José Araújo; Mata,Pedro; Lopes,Miriam; Torres,Simões; Rosado-Pinto,José; Borrego,Carlos; Neuparth,Nuno
Fonte: Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica Publicador: Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 PT
Relevância na Pesquisa
76.33%
Introdução: A asma é uma doença respiratória crónica, cujo agravamento pode estar associado a factores ambientais, entre os quais os relacionados com a qualidade do ar. Objectivo: O presente trabalho pretendeu avaliar o efeito da exposição individual a poluentes atmosféricos em termos de função respiratória, num grupo de crianças com história de sibilância, entrando em consideração com o grau de infestação de ácaros do pó doméstico. Métodos: Um grupo de 51 crianças com história de sibilância, seleccionadas através do questionário do estudo ISAAC, foi acompanhado prospectivamente num estudo com medidas repetidas, que envolveu avaliações médicas padronizadas que incluíram a realização de espirometria, avaliação da exposição aos ácaros do pó e cálculo do valor de exposição individual a uma variedade de poluentes do ar: PM10, O3, NO2, benzeno, tolueno, xileno, etilbenzeno e formaldeído. Resultados: Observou-se uma elevada percentagem de colchões com um grau de infestação de ácaros médio ou elevado. Com excepção dos valores de PM10, os valores de exposição aos poluentes do ar não alcançaram valores elevados. Na análise multivariável, tanto os poluentes (designadamente PM10, NO2, benzeno...

Qualidade do ar e transtornos respiratórios agudos em crianças

Moura,Marisa; Junger,Washington Leite; Mendonça,Gulnar Azevedo e Silva; Ponce De Leon,Antonio
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2008 PT
Relevância na Pesquisa
76.27%
OBJETIVO: Avaliar a relação entre poluição do ar e efeitos respiratórios agudos em crianças. MÉTODOS: Foi realizado um estudo ecológico de séries temporais em três unidades públicas de saúde do bairro de Jacarepaguá, município do Rio de Janeiro, entre abril de 2002 e março de 2003. Foram analisados dados diários de PM10, SO2, NO2, CO e O3, e como variáveis de desfecho 45.595 atendimentos pediátricos de emergência por sintomas respiratórios ou específicos por transtornos nas vias aéreas superiores e nas vias aéreas inferiores. Foram incluídas no modelo para controle de confundimento as variáveis referentes à tendência temporal, sazonalidade, temperatura, umidade relativa do ar, precipitação de chuva, infecções respiratórias e os efeitos do calendário (como feriados e finais de semana). Foi empregada a regressão de Poisson via modelos aditivos generalizados para estimar os efeitos dos poluentes e dos fatores de confusão. RESULTADOS: Somente o O3 apresentou resultado positivo e estatisticamente significativo, tanto com todos os atendimentos de emergência por queixas respiratórias como com os atendimentos motivados por sintomas nas vias aéreas inferiores. O efeito foi no mesmo dia da exposição (lag 0). Associação significativa e de sentido inverso ocorreu com o CO e os atendimentos pediátricos por queixas respiratórias. Não se observou resultado significativo com os demais poluentes atmosféricos. CONCLUSÕES: Foram encontradas associações entre indicadores de poluição atmosférica e o número de atendimentos pediátricos de emergência por motivos respiratórios em Jacarepaguá...