Página 1 dos resultados de 2160 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Procedimentos para avaliação da degradação de reservatórios de polietileno para água potável expostos às intempéries. ; Procedures for the evaluation of the degradation of polyethylene potable water tanks exposed to weathering.

Ribeiro, Maíse Vasques
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 05/08/2004 PT
Relevância na Pesquisa
37.2%
O trabalho propõe procedimentos para a avaliação da degradação mecânica de reservatórios de polietileno para água potável expostos às intempéries nas edificações brasileiras. Tais procedimentos envolvem a comparação das propriedades mecânicas antes e após a exposição acelerada de corpos de prova retirados de reservatórios de polietileno em equipamento Weather-OMeter (WOM). Demonstra-se que esses procedimentos reproduzem a degradação provocada pela natureza, por comparação dos resultados obtidos na exposição acelerada até 10 800 horas em WOM com três anos de exposição natural em Piracicaba (SP). ; O trabalho propõe procedimentos para a avaliação da degradação mecânica de reservatórios de polietileno para água potável expostos às intempéries nas edificações brasileiras. Tais procedimentos envolvem a comparação das propriedades mecânicas antes e após a exposição acelerada de corpos de prova retirados de reservatórios de polietileno em equipamento Weather-OMeter (WOM). Demonstra-se que esses procedimentos reproduzem a degradação provocada pela natureza, por comparação dos resultados obtidos na exposição acelerada até 10 800 horas em WOM com três anos de exposição natural em Piracicaba (SP).

Estudo da caracterização de espumas de polietileno reticulado pelo processo de irradiação com feixe de elétrons; Study of the caracterization of crosslinking polyethylene foam by irradiation process with electron beam

Dias, Djalma Batista
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/02/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.2%
As espumas de polietileno são amplamente utilizadas. Suas aplicações vão de aparelhos domésticos a artefatos médicos, incluindo aplicações nas indústrias de construção civil e automobilística. As propriedades das espumas dependem da densidade e da sua estrutura celular, em outras palavras, da quantidade de células abertas e fechadas, da distribuição e do tamanho das células. Os métodos de produção de espumas de polietileno reticulado são classificados em dois tipos, de acordo com o método de reticulação. Um dos métodos é a reticulação química, que utiliza peróxidos como agente reticulante, O outro método é a reticulação por irradiação, utilizando feixe de elétrons. As espumas obtidas a partir do polietileno reticulado pelo processo de irradiação apresentam superfície lisa e homogênea, e são formadas basicamente por células fechadas. O objetivo deste trabalho foi utilizar a radiação ionizante para a formação de ligações cruzadas entre as moléculas de polietileno de baixa densidade (LDPE), que permitiu a obtenção das espumas. As suas propriedades mecânicas, térmicas e morfológicas foram avaliadas. As amostras de polietileno com densidade de 0,946 g/cm3, contendo 5% de azodicarbonamida (ADCA)...

Blendas de amido termoplástico e polietileno grafitizado (enxertado); Blends of thermoplastic starch and polyethylene grafted

Miguel, Oládio Dias
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/08/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.15%
O amido termoplástico (TPS) é um material biodegradável que tem sido bastante estudado em função do seu baixo custo e pelo fato de ser derivado de fontes renováveis. Contudo, o TPS apresenta limitações mesmo para aplicação em produtos de baixos requisitos devido a conjunto de fatores como sua baixa propriedade mecânica, térmica, e de resistência à umidade, além de possuir baixa compatibilidade com outros polímeros sintéticos. Nesse trabalho foi testada a modificações do TPS com ácido cítrico e com 4,4-difenil metano diisocianato (MDI) e as blendas desses materiais com polietileno de baixa densidade (PEBD) e o efeito da modificação do PE com anidrido maleico (MA) e da adição de ceras de polietileno não modificada e modificada com anidrido maleico como agente compatibilizante. A modificação do amido com ácido cítrico e com MDI não afetou de forma significativa a sua hidrofilicidade. O uso de MDI se mostrou eficaz na melhoria das propriedades mecânicas do amido não modificado com AC. A compatibilização com cera se mostrou extremamente promissora, tendo no caso da blenda 50/50 de polietileno e TPS compatibilizada com 5 % de cera resultando em um composto com propriedades mecânicas (módulo e resistência à tração) muito similares às do polietileno de origem.; Thermoplastic starch (TPS) is a biodegradable material that has been extensively studied due to its low cost and because it is derived from renewable sources. However...

Blendas de polietileno de ultra alto peso molar (PEUAPM) com polietileno linear de média densidade (PELMD) para rotomoldagem

Islabão, Genizia Islabão de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.15%
Neste trabalho foi feito um estudo das propriedades reológicas, mecânicas e térmicas de blendas poliméricas contendo 1 e 10% em massa de polietileno de ultra alto peso molar (PEUAPM) e polietileno linear de média densidade (PELMD). As blendas foram obtidas por mistura em extrusora de rosca simples e em extrusora de rosca dupla, para fins de comparação. Na extrusão em rosca dupla foi acrescentado um terceiro componente - óleo mineral, cera ou polietileno de muito baixo peso Molar (PEMBPM) - a fim de promover uma melhor interação entre o PELMD e PEUAPM. As amostras obtidas por moldagem por injeção, rotomoldagem e moldagem por compressão foram submetidas a testes reológicos, térmicos e mecânicos. Foi analisada a influência do tipo de processamento e da composição das blendas sobre morfologia e as propriedades finais destas. A reometria rotacional indicou um gradual aumento da viscosidade das blendas com o aumento da quantidade de PEUAPM adicionado. Análises de microscopia eletrônica de varredura (MEV), microscopia ótica e calorimetria diferencial de varredura (DSC) indicaram uma separação de fases nas blendas, mesmo quando o terceiro componente foi adicionado. Entretanto, as blendas que contém agente de acoplamento apresentaram diferenças na morfologia final...

Avaliação da aderência ao aço inoxidável e ao polietileno por três sorovares de Salmonella e da capacidade de desinfecção dessas superfícies; Evaluation of adherence of three Salmonella serovars to stainless steel and polyethylene and the ability of disinfection of these surfaces

Machado, Taís Raquel Marcon
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.2%
No Rio Grande do Sul, a Salmonella Enteritidis vem se destacando como o principal microrganismo causador de surtos de doenças transmitidas por alimentos. A capacidade desse sorovar em aderir ao aço inoxidável e ao polietileno, assim como a resistência a desinfetantes comumente utilizados nas indústrias de alimentos foi avaliada e comparada com outros dois sorovares de Salmonella. Para mensurar a aderência bacteriana, corpos de prova de aço inoxidável (2 x 2 x 0,1cm) e de polietileno (2 x 2 x 0,7cm) permaneceram em contato com as culturas bacterianas por 15, 30 e 60 minutos e então ultrasonicados, para a realização das contagens de células aderidas. A resistência bacteriana aos desinfetantes foi avaliada através do teste de suspensão como preconizado pela legislação brasileira. Para desinfecção das superfícies, os corpos de prova permaneceram por 15 minutos em contato com as culturas bacterianas e, após dez minutos de exposição aos desinfetantes, o número de células sobreviventes foi determinado. A aderência bacteriana após os tempos de exposição indicou que a S. Typhimurium aderiu significativamente mais ao aço inoxidável que ao polietileno, enquanto que a S. Bredeney aderiu mais ao polietileno. Entretanto...

Síntese e propriedades de nanocompósitos de polietileno/nanolâminas de grafeno obtidos através de polimerização in situ

Fim, Fabiana de Carvalho
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.2%
A síntese de nanocompósitos de polietileno/nanolâminas de grafeno através de polimerização in situ foi alcançada utilizando o sistema catalítico Cp2ZrCl2/MAO (dicloro bis(ciclopentadienil)zircônioIV)/metilaluminoxano(MAO). Grafite com dimensões nanométricas, previamente tratada com MAO foi adicionada no reator como carga em percentuais que variaram de 1,2 até 20,9% (p/p). A análise de difração de raios-X (DRX) mostrou que os tratamentos térmico e físico empregados preservaram a estrutura das lâminas de grafite. A formação de nanolâminas de grafeno (NG) e dos nanocompósitos foi confirmada por microscopia eletrônica de transmissão (MET) e microscopia de força atômica (AFM). As micrografias de MET mostraram que o polietileno cresce entre as NG, resultando em nanocompósitos intercalados e esfoliados. As propriedades térmicas, dinâmico-mecânicas, mecânicas e elétricas foram investigadas por análise termogravimétrica (TGA), análise dinâmico-mecânica (DMA), resistência à tração e espectroscopia de impedância eletroquímica (EIE), respectivamente. As NG aumentaram a estabilidade térmica do polietileno em 30 °C. Uma leve diminuição na resistência à tração foi verificada com a adição das NG à matriz polimérica. A adição de grafite ao polietileno aumentou o módulo de armazenamento...

Estudo do processo de reparação òssea após implantação do polietileno poroso em defeitos cirúrgicos no osso parietal de ratas diabéticas tratadas com calcitonina

Claro, Flávio Augusto
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 87 f. : il., + anexo
POR
Relevância na Pesquisa
37.15%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Odontologia Restauradora - ICT; O propósito deste trabalho foi estudar a reação do tecido ósseo após a implantação de polietileno poroso em defeitos cirúrgicos confeccionados no osso parietal de ratas diabéticas tratadas com calcitonina, mediante análise microscópica. Avaliou-se também a eficiência da aplicação da estreptozotocina na indução do diabete melito em ratos, em dose única de 45mg/Kg, através da utilização de um glicosímetro digital e do exame clínico. Foram utilizadas 27 ratas adultas, divididas em grupo não diabético-controle (C), grupo diabético (D) e grupo diabético tratado com calcitonina (DCa). Os animais do grupo DCa receberam aplicações subcutâneas do hormônio em doses de 16UI/Kg, em dias alternados, desde o pós-operatório imediato até o sacrifício e foram sacrificados após 15, trinta e sessenta dias. Diante dos resultados observados, pode-se concluir que o polietileno poroso foi tolerado pelos tecidos hospedeiros nos animais do grupo C e grupo DCa, provocando reações inflamatórias mais intensas nesse segundo grupo, em todos os períodos de observação. O polietileno poroso não foi tolerado pelos tecidos hospedeiros dos animais do grupo D. Os poros do implante foram preenchidos por um tecido conjuntivo bem vascularizado...

Avaliação da integração de esferas de hidroxiapatita sintética e de polietileno poroso em cavidades evisceradas de coelhos

Schellini, Silvana Artioli
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Outros Formato: 146 f. + memorial
POR
Relevância na Pesquisa
37.15%
Para a recuperação da estética facial,há necessidade de reposição do volume orbitário perdido em decorrência de eviscerações ou enucleações. Este estudo foi realizado com os objetivos de avaliar comparativamente a biocompatibilidade e a manutenção do volume orbitário com o uso de esferas de hidroxiapatita sintética e de polietileno poroso, na reconstrução de cavidades evisceradas de coelhos. Métodos: Para isso foram utilizados 56 coelhos albinos, submetidos à evisceração do olho direito, com colocação de esferas de hidroxiapatita sintética (G1 – 28 animais) ou polietileno poroso (G2 – 28 animais).Quatro coelhos de cada grupo foram sacrificados em 7 momentos experimentais: 7, 15, 30, 60, 90, 120 e 180 dias após a evisceração. Após o sacrifício, o conteúdo da cavidade orbitária direita foi removido e seccionado na porção central em duas hemi-metades,uma das quais foi preparada para exame histopatológico; exame ultra-estrutural em microscópio eletrônico de varredura foi feito em dois animais de 7, 60 e 180 dias, de ambos os grupos experimentais. Resumo 118 Resultados: Observou-se aos 7 dias, tecido conjuntivo frouxo, constituído de células inflamatórias e hemáceas, em meio à rede de fibrina...

Estudo da reprocessabilidade do polietileno de baixa densidade

Elisandra Bolsoni
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/05/2001 PT
Relevância na Pesquisa
37.15%
Os plásticos representaram um importante papel na transformação do estilo de vida da sociedade nos últimos 30 anos e muitos benefícios na qualidade de vida podem ser atribuídos aos plásticos. Mas com o impacto ambiental associado ao seu emprego, torna-se prioritário para a sociedade em geral estudar o reciclo desses materiais.Assim o objetivo deste trabalho foi reprocessar várias vezes um polímero muito utilizado como o polietileno de baixa densidade, observar suas propriedades após o reprocessamento e verificar se o polímero reprocessado atende as especificações necessárias para a reutilização. Polietileno de baixa densidade foi processado (extrusado) cinco vezes em um Plastõmetro e a cada processamento foram realizadas caracterizações reológicas e mecânicas para avaliar suas propriedades. índice de fluidez e massa específica foram determinados através do Plastõmetro, temperaturas de cristalização e de fusão foram determinadas por Calorimetria Exploratória Diferencial. Para a análise de degradação do polímero foi utilizado Espectroscopia de Infravermelho e as propriedades mecânicas foram verificadas através de Teste de Tração. Os resultados obtidos neste trabalho, mostraram que o polietileno de baixa densidade reprocessado apresentou algumas variações em suas propriedades...

Blendas de nylon-6 com polietileno e polipropileno para fabricação de fibras texteis

Camila Alves Rezende
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/12/2004 PT
Relevância na Pesquisa
37.15%
A idéia central deste trabalho é estudar a viabilidade de preparar blendas de Nylon-6 com polietileno e polipropileno e aplicá-Ias na fabricação de fibras e tecidos com caracteristícas similares àqueles constituídos por Nylon puro e menor custo. Para aumentar a interação entre as fases na blenda Nylon-6 j polietileno (Ny/PE), utilizou-se polietileno reciclado (PEr) e, na blenda Nylon- 6/polipropileno (Ny/PP), utilizou-se polipropileno funcionalizado com anidrido maleico (AM). As blendas foram preparadas através de um processo de fusão e analisadas por termogravimetria (TGA), calorimetria diferencial de varredura (DSC), análise de índice de fluidez (MFI), difração de raios X (WAXS), ensaio mecânico de tração, microsco- pia eletrônica de varredura com fonte de emissão de campo (FESEM), curvas de torque e teste de Molau. As micrografias obtidas por FESEM mostraram que as blendas com PE virgem e as blendas compatibilizadas com AM apresentaram melhor dispersão e menor tamanho nos domínios da fase dispersa em relação às demais blendas. Os ensaios de tração mostraram que o módulo de Young e a tensão na força máxírna diminuem linearmente com a adição de polietileno vírgem, reciclado ou de polipropí- leno. Nas blendas contendo compatibilizante...

Modelagem e simulação do equilibrio de fases em plantas de polietileno utilizando a equação de estado PC-SAFT

Yuri Guerrieri Pereira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/05/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.15%
Os sistemas poliméricos, sejam eles reacionais ou não-reacionais, são em geral bastante complexos, devido à própria estrutura das cadeias das suas moléculas e pela existência de diversas interações entre elas. No que se refere à termodinâmica de sistemas poliméricos, este é um aspecto fundamental em muitos processos de polimerização, uma vez que têm impacto direto nas características dos materiais formados. Neste sentido, este trabalho tem como objetivo investigar o comportamento de sistemas poliméricos em duas plantas industriais de produção de polietileno, denominadas aqui como Planta PEBD, onde é produzido polietileno de baixa densidade (PEBD), e Planta PEL, onde são produzidos polietileno linear de baixa densidade (PELBD) e polietileno alta densidade (PEAD). Na Planta PEBD foi estudado o equilíbrio líquido-líquido a alta pressão, presente no reator, e o equilíbrio líquido-vapor presente no separador de baixa pressão (flash). Para este estudo foram utilizadas 8 resinas produzidas comercialmente. Na Planta PEL foi estudado o equilíbrio líquido-vapor presente no separador de pressão intermediaria (flash). Para este estudo foram utilizadas 25 resinas produzidas comercialmente. De um modo geral foram feitas as modelagens de sistemas binários e multicomponentes constituídos por: etileno...

Modelagem e simulação para correlação entre as caracteristicas do polietileno (PE) com as propriedades finais dos artefatos produzidos na industria; Modeling and simulation for correlations of polyethylene (PE) characteristics and final properties for individual products

Maria Carolina Burgos Costa
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/04/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.15%
Um grande desafio relacionado com a pesquisa de polímeros tem sido o desenvolvimento de relações capazes de predizer as suas propriedades de uso final a partir das condições operacionais ? ou durante o processo de polimerização ou nas fases do processo de transformação. Estas relações podem ser utilizadas para otimizar as condições operacionais dos sistemas de transformação e produzir artigos com propriedades finais especificadas. O primeiro passo para isto é o conhecimento das relações entre propriedades intrínsecas e propriedades finais. O segundo passo é correlacionar as condições operacionais com as propriedades intrínsecas das resinas. Sendo assim, o principal objetivo do presente trabalho é desenvolver modelos empíricos para predição de propriedades finais de resinas de polietileno (PE) em função de suas propriedades intrínsecas, além de correlaciona r qualitativamente essas propriedades. Devido à grande variedade de resinas de polietileno existentes no mercado, as mesmas foram divididas em grupos, de acordo com a aplicação a que se destinam. Uma pesquisa foi realizada com a finalidade de se avaliar as propriedades mais importantes para cada aplicação final. Em seguida, foram encontradas equações compreendendo...

Prospecção de microorganismos com potencial para biodegradação de polietileno

Peixoto, Julianna Barbosa
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.2%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Biologia, Departamento de Biologia Celular, Programa de Pós-Graduação em Biologia Molecular, 2013.; O polietileno é o polímero sintético mais largamente produzido e utilizado, de modo que sua produção mundial corresponde a aproximadamente 50 milhões de toneladas/ano, mais de um terço da produção total de polímeros sintéticos. Essa elevada produção é justificada pela alta versatilidade, resistência e durabilidade desses materiais, características promissoras para atender à alta demanda da sociedade. No entanto, essas aparentes qualidades consistem em uma dualidade de proporções catastróficas, visto que esses materiais, resistentes e duráveis, levam cerca de 100 a 500 anos para se decompor em ambientes naturais. Diante desse panorama, a sociedade enfrenta crescentes problemas conseqüentes da poluição gerada pela ineficiência das atuais técnicas de gestão desses materiais após seu descarte. Nesse contexto, a biodegradação emerge como alternativa sustentável, pois consiste na mineralização desses materiais mediante submissão ao metabolismo microbiano. Empregando-se técnicas de cultivo, embasadas na utilização de diferentes meios restritivos...

Influência da dessilicação de zeólitos na pirólise catalítica do polietileno

Morais, Inês Machado Sousa de
Fonte: Faculdade de Ciências e Tecnologia Publicador: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
37.15%
Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Engenharia Química e Bioquímica; Neste trabalho foram realizadas análises à degradação térmica e degradação catalítica de polietileno de alta densidade (PEAD) e de resíduos plásticos de cabos eléctricos, utilizando técnicas de Termogravimetria (TGA) e Calorimetria Diferencial de Varrimento (DSC). Analisaram-se amostras de polietileno de alta densidade puro e do mesmo polímero com vários catalisadores. Analisaram-se também amostras de resíduos plásticos de cabos eléctricos (mistura de polietileno, polipropileno e outros compostos), sem e com catalisador. Estudou-se o efeito da dessilicação dos zeólitos na pirólise catalítica do PEAD, sendo que os catalisadores utilizados foram catalisadores mesoporosos, zeólitos e zeólitos dessilicados. Relativamente aos zeólitos dessilicados, tiveram origem no mesmo zeólito, mas sofreram tratamentos de dessilicação em condições diferentes. Com este trabalho concluiu-se que o tratamento de dessilicação de zeólitos aumenta a actividade destes durante a pirólise catalítica do polietileno de alta densidade, ou seja, a utilização dos catalisadores diminui a temperatura de degradação do polímero, embora não apresente resultados tão satisfatórios quando se trata de uma amostra de resíduos plásticos de cabos eléctricos.

Ação do polietileno glicol na germinação de sementes de Adenanthera pavonina L. e o uso de poliaminas na atenuação do estresse hídrico sob diferentes temperaturas

Fonseca,Samara Camargo Lopes; Perez,Sonia Cristina Juliano Gualtieri de Andrade
Fonte: Associação Brasileira de Tecnologia de Sementes Publicador: Associação Brasileira de Tecnologia de Sementes
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2003 PT
Relevância na Pesquisa
37.15%
O presente trabalho teve como objetivo avaliar a porcentagem e a velocidade de germinação de sementes de Adenanthera pavonina L., previamente escarificadas com ácido sulfúrico, submetidas às soluções de polietileno glicol nos potenciais osmóticos de 0,0; -0,1; -0,2; -0,3; -0,4; -0,5MPa e colocadas para germinar a 25, 30 e 35°C, observando, posteriormente, a atenuação do estresse hídrico induzido pela adição de poliaminas (100ppm) às soluções de polietileno glicol. O aumento da concentração de polietileno glicol no meio germinativo acarretou decréscimo na porcentagem e na velocidade de germinação das sementes, mesmo com a adição de poliaminas às soluções. A atenuação do estresse hídrico foi obtida em sementes submetidas às soluções acrescidas de poliaminas, devido ao significativo aumento na porcentagem de germinação dessas sementes; entretanto não houve ampliação do limite máximo de tolerância ao polietileno glicol.

Morfologia de nanocompósitos de polietileno e poliamida-6 contendo argila nacional

Barbosa,Renata; Araújo,Edcleide M.; Maia,Larissa F.; Pereira,Osanildo D.; Melo,Tomás J. A. de; Ito,Edson N.
Fonte: Associação Brasileira de Polímeros Publicador: Associação Brasileira de Polímeros
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.15%
Nanocompósitos de polietileno de alta densidade e poliamida-6 com argila bentonita nacional foram preparados por meio do processo de intercalação por fusão. Para a modificação da argila foram utilizados tipos diferentes de sais quaternários de amônio visando sintetizar as argilas organofílicas. As argilas não modificada e modificada com os sais foram incorporadas nas matrizes poliméricas, sendo que foram utilizados procedimentos diferentes para a modificação das argilas: para os nanocompósitos de polietileno, a argila foi preparada com quatro sais quaternários de amônio e para os nanocompósitos de poliamida-6 foi utilizado um único tipo de sal quaternário de amônio, variando-se seus teores para a organofilização da argila. O objetivo desse trabalho foi obter nanocompósitos de polietileno e poliamida-6 e caracterizá-los por microscopia eletrônica de transmissão (MET) e por difração de raios X (DRX). Os resultados indicaram que os sistemas polietileno/argila organofílica apresentaram estruturas de nanocompósitos intercalados e/ou parcialmente esfoliados. Já os sistemas poliamida-6/argila organofílica apresentaram uma morfologia esfoliada com uma predominância de partículas de argilas dispersas na matriz.

Nanocompósitos de polietileno/argila bentonita nacional: influência da argila e do agente compatibilizante PE-g-MA nas propriedades mecânicas e de inflamabilidade

Brito,Gustavo F.; Oliveira,Amanda D. de; Araújo,Edcleide M.; Melo,Tomás J. A. de; Barbosa,Renata; Ito,Edson N.
Fonte: Associação Brasileira de Polímeros Publicador: Associação Brasileira de Polímeros
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.15%
Nanocompósitos de polietileno de alta densidade/argila bentonita nacional foram preparados por intercalação por fusão. A influência da adição da argila sem tratamento e da argila tratada com o sal quaternário de amônio Cetremide e do polietileno graftizado com anidrido maléico (PE-g-MA) como agente compatibilizante foi avaliada. Os sistemas obtidos foram caracterizados por inflamabilidade, propriedades mecânicas e reológicas, difração de raios X e microscopia eletrônica de transmissão. Os resultados de difração de raios X e microscopia eletrônica de transmissão indicaram a obtenção de nanocompósitos com estruturas parcialmente esfoliadas e/ou intercaladas que conduziram ao aumento do módulo de elasticidade e do valor do torque. O teste de inflamabilidade mostrou que a adição da argila na matriz polimérica e a presença do PE-g-MA retardaram a velocidade de queima do sistema, ou seja, diminuíram a inflamabilidade do PE puro. Em geral, o sistema contendo o agente compatibilizante (PE-g-MA) exibiu melhorias na estabilidade térmica e nanocompósitos parcialmente esfoliados foram formados, quando comparados à matriz de polietileno de alta densidade. O polietileno graftizado com anidrido maléico não apenas promoveu a esfoliação da argila...

Desenvolvimento de métodos alternativos para a avaliação da resistência à fratura por fluência de resinas de polietileno utilizadas para a extrusão de tubos de água. ; Development of alternative methods to the assessment of the creep fracture resistance of polyethylene resins used for the extrusion of water pipes.

Peres, Fabiano Moreno
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/08/2005 PT
Relevância na Pesquisa
37.28%
O polietileno tem sido muito empregado em transmissão de água potável, particularmente em ramais prediais. Este polímero apresenta vantagens em relação a seus concorrentes, como flexibilidade, baixo preço, facilidade de instalação e resistência à corrosão. Os tubos fabricados com polietileno de alta densidade –PEAD, como o material é genericamente conhecido na indústria de saneamento básico no Brasil - são suscetíveis de apresentar falhas em serviço por fratura em fluência, as quais provocam vazamentos e perdas de água e incorrem em maiores custos de manutenção. Os principais fatores que influenciam a vida dos tubos de polietileno são: material, meio, condições de carga e técnicas de instalação. A busca de melhores materiais tem levado a indústria petroquímica ao contínuo desenvolvimento de novas resinas, com maior resistência às falhas, que ocorrem através do crescimento lento de trincas. Essa resistência à falha em serviço dos tubos geralmente é avaliada através de ensaios de resistência à pressão hidrostática interna de longa duração, realizados em diferentes temperaturas. Nestes ensaios observa-se que o PEAD apresenta comportamento dúctil (acompanhado de significativa deformação plástica) e falha em menor período de tempo a níveis elevados de tensão...

Estudo da permeabilidade de gases em compositos de polietileno

Maria Isabel Felisberti
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/09/1985 PT
Relevância na Pesquisa
37.2%
Este trabalho tem como objetivo a obtenção de materiais compósitos de polietileno de baixa densidade (LDPE), cujas propriedades quanto ao transporte de gases difiram das do LDPE puro. Os compósitos foram preparados através de sorção de monômeros vinílicos contendo benzofenona em filmes de LDPE, seguida de irradiação com luz UV para promover a polimerização. Os materiais obtidos foram caracterizados por espectrofotometria diferencial de transmitância no iv e por reflectância total atenuada de iv (ATR) .Por este método foram preparados os compósitos: LDPE-PAA(Polietileno/Poli(Ácido Acrílico)), LDPE-PVA(Polietileno/Poli (Acetato de Vinila)), LDPE-PMA(Polietileno/Poli(Acrilato de MetiIa)) , e LDPE-PMMA(Polietileno/Poli(Metacrilato de Metila)). Medidas dos parâmetros de transporte (P- coeficiente de Permeabilidade)de CO2, N2 e O2 em LDPE e seus compósitos foram feitas usando um aparelho construído em nosso laboratório,baseado no método de tempo de retardamento ("time lag"). Nesta etapa do trabalho foi desenvolvido o método de cálculo do parâmetroP e foram avaliados os erros envolvidos nas determinações. Os resultados obtidos para permeação dos gases CO2, O2 e N2 foram interpretados com base nas interações polímero-gás permeante...

Cualificacion por infrarrojo por transformada de Fourier (FTIR) del polietileno producido en Ecopetrol S.A.

Duque Osorio, Ludy Johana
Fonte: Universidad Tecnológica de Pereira; Facultad de Tecnologías Publicador: Universidad Tecnológica de Pereira; Facultad de Tecnologías
Tipo: Tese de Doutorado Formato: PDF
ES
Relevância na Pesquisa
37.31%
La molécula de polietileno se produce por la polimerización del etileno en presencia de un iniciador de reacción el cual por efecto de alta temperatura se rompe simétricamente generando dos radicales libres que al atacar el doble enlace del etileno dan origen a una reacción en cadena. Cada proceso produce un tipo de polietileno totalmente diferente del otro. El utilizado en Barrancabermeja es de alta presión. El proceso de alta presión produce cadenas con longitud promedio de 2000 carbonos y en ellas, en promedio, se produce una ramificación cada 50 grupos metilos. Por otra parte el proceso de baja presión produce un polietileno cuya longitud promedio en la cadena es de 6000 grupos metilos con ramificaciones cada 1000 carbonos. El análisis de infrarrojo se utiliza para medir cuantitativamente los aditivos que se han añadido al polietileno para mejorar sus propiedades. También sirve para caracterizar las diferentes clases de polietileno que se producen y establecer la identidad de los productos cuando por algún error de operación de planta se ha mezclado productos produciendo contaminación cruzada. Las propiedades que se discuten en este trabajo se refieren al Polietileno en forma de película; para producir ésta...