Página 1 dos resultados de 29 itens digitais encontrados em 0.000 segundos

Democracia e policentrismo do poder: uma análise da proposta de democracia cosmopolita frente à organização institucional brasileira; Democracy and polycentrism of power: an analysis of the cosmopolitan democracy proposal in front of the Brazilian institutional organization

Gaspardo, Murilo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 22/04/2013 PT
Relevância na Pesquisa
27.46%
O presente estudo propõe-se a investigar o potencial de o projeto de democracia cosmopolita, tal como formulado por David Held, Anthony McGrew e Daniele Archibugi, suprir o déficit democrático das instituições representativas brasileiras decorrente dos fenômenos da globalização e do policentrismo do poder, no contexto da atual crise econômica mundial. Trata-se, pois, de se contrapor o modelo cosmopolita, de caráter transterritorial, ao modelo representativo, de base territorial. A pesquisa segue um plano analítico político-jurídico, ou seja, sua sede epistemológica é a Teoria Geral do Estado.; This study wants to investigate the potential of the project of cosmopolitan democracy, how it was formulated by David Held, Anthony McGrew and Daniele Archibugi, to supply de democratic deficit of the Brazilians institutional organizations, occurred because the phenomenon of globalization and polycentrism of power, in the context of now global economic crisis. Therefore, we will compare the cosmopolitan model, of transterritorial character, and the representative model, based on the territory. This research follows a politic-juridical plan, so, its epistemological place is the General Theory of State.

As fraturas no projeto de uma literatura nacional : representação na narrativa brasileira contemporânea

Mata, Anderson Luís Nunes da
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
16.79%
Tese (doutorado)-Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Teoria Literária e Literaturas, 2010.; A representação literária, dentro de sua complexidade, tem sido abordada na tradição da crítica literária brasileira como o processo em que as dinâmicas sociais são plasmadas na forma literária. Além disso, algumas categorias como formação e sistema, que têm resistido como balizas dessa crítica, são associadas a um projeto nacional. A narrativa brasileira contemporânea mostra-se resistente a essas categorias, articulando uma perspectiva calcada em noções de multiculturalidade e policentrismo, que fratura esse projeto nacional. Nesse sentido, a fim de pensar como opera a representação nos romances brasileiros publicados por grandes editoras a partir de 1990, esta tese busca compreender esse processo, mediado pelo campo literário, por meio da discussão das categorias sistema, formação, cânone, literatura nacional e língua nacional, em Cidade de Deus, de Paulo Lins, Teatro, de Bernardo Carvalho, Dois irmãos, de Milton Hatoum, Coisas que os homens não entendem, de Elvira Vigna, e Joana a contragosto, de Marcelo Mirisola. No capítulo I “Representação: conceito e problemas” discute-se o conceito de representação por meio da reconsideração das posições de sujeito e objeto nessa relação...

Policentrismo em Portugal: Uma avaliação

Nunes, Maria Goretti Vicente
Fonte: Faculdade de Economia da Universidade do Porto; FEP Publicador: Faculdade de Economia da Universidade do Porto; FEP
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
16.79%
Economia e Gestão das Cidades; Master in Economics and Management of Cities

Da Rua à Metrópole : morfologias, policentrismo e vivências urbanas

Marques, Teresa Sá; Guerra, Paula; Santos, Helder; Silva, Filipe Batista e
Fonte: Lisboa : MUDE – Museu do Design e da Moda Publicador: Lisboa : MUDE – Museu do Design e da Moda
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
16.79%

O quadrilátero urbano do Baixo Minho para a competitividade e a inovação

Bastos, Nuno Pinto; Ribeiro, J. Cadima
Fonte: Princípia Editora Publicador: Princípia Editora
Tipo: Parte de Livro
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
16.79%
A competitividade territorial tem ganho relevo num mundo globalizado e em rápida transformação. Tanto as cidades como as regiões, ao aperceberem-se da importância da sua afirmação internacional, procuram adquirir ou consolidar vantagens competitivas e implementar modelos de intervenção coerentes com uma gestão estratégica do território. Com o objectivo de identificar caminhos para que a rede urbana com a designação de “Quadrilátero Urbano para a Competitividade, a Inovação e a Internacionalização” possa consolidar-se como “terceira concentração urbana e de conhecimento” de Portugal, a investigação efectuada pretendeu contribuir para: i) a avaliação do potencial competitivo da dita rede urbana do Baixo Minho; ii) a identificação do modo como as políticas públicas estão a promover uma cultura de natureza estratégica naquele território; e, iii) a verificação de em que medida o conceito de rede que está a ser promovido se aproxima do de “região do conhecimento”. O estudo empírico apoiou-se na realização de treze entrevistas exploratórias, as quais envolveram pessoas directamente ligadas ao projecto e à rede urbana em causa. Todas as entidades entrevistadas reconheceram a importância da cooperação estratégica como resposta para a complexidade que a equação da competitividade actualmente encerra.; COMPETE; QREN; UE; FCT

Integração espacial e funcional de redes urbanas : o caso do quadrilátero urbano

Fonseca, Fernando Pereira da; Ramos, Rui A. R.
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
16.79%
O debate em torno das redes urbanas está muito ligado às alterações da organização espacial das cidades e do próprio modelo de governança urbana. As redes urbanas estão associadas ao desenvolvimento de sistemas territoriais policêntricos e ao aprofundamento de formas de gestão do território mais partilhadas e eficientes. Os benefícios atribuídos às redes urbanas são de vária ordem, mas estão essencialmente relacionados com a obtenção de: sinergias, externalidades, complementaridades e economias de escala. De uma forma geral, a cooperação em rede permite às cidades obter benefícios económicos e aprofundar funções complementares que serão mais difíceis de alcançar se as cidades actuarem isoladamente. O objectivo do paper consiste em analisar o caso concreto da rede conhecida por “Quadrilátero Urbano”, que é constituída pelos municípios de Barcelos, Braga, Guimarães e V.N. de Famalicão. Esta rede resulta de um projecto conjunto, que visa reforçar a competitividade urbana, a inovação e a internacionalização das quatro cidades. Pretende-se efectuar uma breve abordagem ao potencial da rede e realizar uma análise crítica de vários aspectos relacionados com a sua articulação e funcionalidade.; The discussion around the urban networks concept is closed related with changes operated in the spatial organisation of the cities and in their own pattern of urban governance. Urban networks are linked with the development of polycentric urban systems and to the developme of more efficient and collective patterns of territorial management. Urban networks are associated with several benefits which are mostly related with the acquisition of synergies...

As redes urbanas nas políticas regionais: exemplos europeus e ponto da situação em Portugal; Urban Networks in the regional policies: european examples and situation point in Portugal

Fonseca, Fernando Pereira da; Ramos, Rui A. R.
Fonte: APDR Publicador: APDR
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /06/2013 ENG
Relevância na Pesquisa
27.46%
O objetivo deste estudo é o de explorar o papel que as redes urbanas podem exercer na promoção de um modelo territorial mais equilibrado e eficiente. Estas redes correspondem ao modelo mais evoluído de cooperação interurbana e a sua criação/consolidação é defendida em vários documentos de planeamento regional da UE. O conceito de rede urbana tem-se difundido devido a alterações da organização espacial das cidades e do próprio modelo de governança urbana. O paradigma da cidade hierarquizada e monocêntrica tem vindo a ser substituído por políticas que apostam no policentrismo urbano, no desenvolvimento de estruturas menos hierarquizadas. Na comunicação são analisadas as políticas conducentes à criação de redes urbanas levadas a cabo pela UE e em alguns dos seus Estados-Membros (Países Baixos e Alemanha). Apresenta-se ainda um ponto da situação das políticas adoptas em Portugal, focalizando a análise na rede do Quadrilátero Urbano.; The goal of this paper is to analyse the role that urban networks can play in the promotion of a more balanced and efficient pattern of territorial development. Urban networks are the most advanced model of urban cooperation and its creation/consolidation appears in several EU planning documents. The concept of urban network has widespread due to changes in the spatial organization of cities and in the model of urban governance. The paradigm of hierarchical and monocentric city has been replaced by policies which support the polycentric urban development in less hierarchical structures. The paper analyses the policies carried out by the EU institutions and by some European countries (the Netherlands and Germany) to create urban networks. Also...

Federalismo, secessionismo e policentrismo

Silva,Daniela Sofia Gomes da
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
16.79%
O objectivo deste trabalho é compreender as vantagens e os perigos do federalismo. Nos EUA do século XVIII, o pensamento dos Federalistas e dos Antifederalistas oferece-nos o ponto de partida mais firme para confrontar duas alternativas constitucionais. Num período dominado por novos desafios que exigem uma maior abertura dos Estados ao supranacionalismo político e ao comércio globalizado, é importante definir a melhor organização para proteger a eficiência política e económica. O futuro da União Europeia depende de decisões políticas que influenciarão a soberania dos presentes Estados membros. Aplicando os pressupostos da Teoria da Escolha Pública, focamo-nos nestes argumentos que promovem um melhor entendimento das possíveis alternativas, sobretudo em matéria de limitação de poder político, representação democrática, prosperidade económica, relações comerciais, tributação e defesa nacional. Passados mais de duzentos anos, podemos comparar os efeitos práticos das ideias que vingaram através da ratificação da Constituição em 1787. Quando observamos a tendência de centralização, torna-se urgente dar resposta a exigências secessionistas. Existem fortes razões para valorizar o cepticismo dos Antifederalistas e afirmar que os limites ao poder do governo não são suficientes...

Policentrismo, o PROT Algarve e o contributo de Albufeira para uma região urbana policêntrica

Marreiros, Aquiles Fernando Dias
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
38.17%
Relatório de estágio de mestrado, Gestão do Território e Urbanismo, Universidade de Lisboa, Instituto de Geografia e Ordenamento do Território, 2010; O policentrismo entrou definitivamente no vocabulário e panorama político da União Europeia com o EDEC. Este documento estabeleceu o quadro orientador, em termos de ordenamento do território, para os seus estados membros. Embora com outras designações, as premissas que sustentavam esse conceito haviam já sido aprofundadas no meio académico. Desde 2002 que este constitui um dos projectos temáticos de investigação do ESPON, tendo originado inúmeros relatórios e documentos técnicos. O presente estudo pretende sistematizar o conceito de policentrismo, identificando as suas componentes analíticas e propositivas. Dada a natureza multiescalar do conceito efectuou-se uma análise das políticas e instrumentos que fomentaram o policentrismo nas diversas escalas em que estes intervieram, desde a União Europeia até Albufeira. Intenta-se responder a uma questão transversal, inerente à proposição de modelos territoriais que promovem organizações desta natureza: “enquanto nó de uma rede complementar, que tenho eu de distinto susceptível de vir a ser potenciado?” Em consonância com os instrumentos de ordem superior...

Construir no construido: nó de Alcantara. Novas formas urbanas: sistemas híbridos

Silva, Francisco de Lemos Monteiro Nunes da
Fonte: Faculdade de Arquitetura de Lisboa Publicador: Faculdade de Arquitetura de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /11/2012 POR
Relevância na Pesquisa
16.79%
Tese de Mestrado em Arquitectura.

As cidades do Interior e as estratégias ausentes: uma observação a partir da cidade da Covilhã

Vaz, Domingos
Fonte: CET - Centro de Estudos Territoriais Publicador: CET - Centro de Estudos Territoriais
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /06/2004 POR
Relevância na Pesquisa
16.79%
No presente texto realiza-se uma caracterização sucinta do sistema urbano nacional. São evidenciadas as dinâmicas em curso e os principais problemas e as perspectivas de evolução que se colocam. No seguimento é contextualizada a situação dos territórios de baixa densidade do interior do País. Destaca-se o papel das cidades no desenvolvimento regional, a necessidade de uma visão integrada dos problemas e das soluções, e a possibilidade de alargar consensos a agentes e a actores sociais diversificados.

Da escala ao território: para uma reflexão crítica do policentrismo

Carmo, Renato Miguel do
Fonte: Imprensa de Ciências Sociais Publicador: Imprensa de Ciências Sociais
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2008 POR
Relevância na Pesquisa
37.81%
Este artigo pretende realizar uma análise reflexiva sobre o conceito de policentrismo, cujos pressupostos orientam grande parte das actuais políticas de ordenamento do território, no sentido de compreender se este representa a resposta mais viável para a resolução dos desequilíbrios regionais do território nacional, nomeadamente os que afectam as zonas que se encontram na encruzilhada da urbanização e da marginalização. Para o efeito, iremos utilizar como contexto de análise os estudos que temos vindo a realizar sobre a região do Alentejo.; This article seeks to develop an analytical theory of the concept of polycentrism, the assumptions of which provide the foundations for most of the current land planning policy framework, with a view to analyzing whether polycentrism is the best solution to the regional imbalances in the national territory, in particular those affecting areas that are caught between urbanization and marginalization. Studies we have been carrying out on the Alentejo region will be used for this purpose.

Redes Urbanas Policêntricas: operacionalização no subsistema Sines/ Vila Nova de Santo André/ Santiago do Cacém

Ramos, Ana Eugénia Santa Bárbara
Fonte: Universidade Nova de Lisboa Publicador: Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
16.79%
A dissertação de mestrado tem como objetivo avaliar as características e potencialidades dos sistemas urbanos policêntricos e o seu funcionamento em rede. A abordagem empírica está centrada no caso de estudo do Centro Urbano Regional definido no Plano Regional de Ordenamento do Território do Alentejo, constituído pelas cidades de Sines, Vila Nova de Santo André e de Santiago do Cacém, analisando o seu grau de operacionalização e avaliando as relações de cooperação e interdependência existentes. Na abordagem são utilizados os conceitos associados ao modelo de desenvolvimento Policêntrico como os mais adequados para superar as limitações existentes ao nível do desenvolvimento económico e social, de forma a criar massa crítica (demográfica, funcional, cultural e económica), capaz de fomentar o desenvolvimento deste território

Cuidados de saúde e território: um debate em torno de uma abordagem integrada

Santinha,Gonçalo
Fonte: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.; Associação Paulista de Saúde Pública. Publicador: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.; Associação Paulista de Saúde Pública.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2013 PT
Relevância na Pesquisa
16.79%
As alterações que, essencialmente no decurso da última década, têm surgido nos domínios económico, político e social, com repercussões no âmbito dos serviços de saúde, justificam um repensar dos processos de formulação de políticas da saúde. De facto, este conjunto de alterações coloca em discussão as noções de equidade e eficiência à luz das dinâmicas territoriais, obrigando ao reajustamento das perspetivas teórico-concetuais predominantes e à revisão de estratégias de intervenção vulgarmente utilizadas neste campo. Neste texto, procura esclarecer-se a relação entre cuidados de saúde e território tendo por base dois fatores: a natureza geográfica de acessibilidade aos cuidados de saúde atendendo, quer à dicotomia urbano/rural, quer às recentes tendências de reorganização de vários sistemas de saúde numa ótica de racionalização de recursos e de centralização de serviços, e as implicações no modo como os serviços de saúde passam a organizar-se territorialmente e se articulam, quer entre si, quer com o modelo de organização dos sistemas urbanos existentes. O objetivo é, justamente, refletir sobre esses desafios que, agudizados perante o atual contexto, se colocam às decisões políticas no âmbito dos cuidados de saúde e...

Santiago de Chile de cara a la globalización: ¿otra ciudad?

Mattos,Carlos A. de
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/11/2002 ES
Relevância na Pesquisa
16.79%
Este trabalho propõe-se a identificar e caracterizar a "outra cidade" resultante das transformações que afetaram a área metropolitana de Santiago do Chile em função da assunção, a partir de meados de 1975, de uma nova estratégia macroeconômica, onde tanto uma crescente liberalização econômica, como uma ampla abertura externa, favoreceram a progressiva globalização da economia nacional. Nesse contexto, observa-se como junto a importantes modificações na base econômica metropolitana começou a processar-se na grande Santiago uma radical reestruturação de seu mercado de trabalho e uma maior dispersão territorial das atividades produtivas e da população. Nesse novo cenário, analisa-se como as transformações que afetaram a cidade emergente incidiram na afirmação, de um lado, de uma morfologia social donde persiste a polarização social e a segregação residencial e, de outra, de uma morfologia territorial onde impera a periurbanização e a policentralidade, transformações essas que correspondem às tendências que atualmente se observam nas grandes áreas metropolitanas tanto dos países centrais como das economias emergentes.

Le prospettive del policentrismo in Italia : radici e costruzioni identitarie tra storiografia e dottrina giuridica

Stanco, Gianfranco
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica
IT
Relevância na Pesquisa
16.79%

Descentralización del empleo : ¿compactación policéntrica o dispersión? El caso de la región metropolitana de Barcelona 1986-1996

Muñiz, Iván; García López, Miquel-Àngel
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Trabalho em Andamento Formato: application/pdf
Publicado em //2006 SPA
Relevância na Pesquisa
17.46%
La Región Metropolitana de Barcelona (RMB) ha sido caracterizada en repetidas ocasiones como un sistema urbano de tipo policéntrico. Este trabajo pretende corroborar esta afirmación haciendo uso de una metodología que permite identificar los subcentros de empleo y valorar el grado de policentrismo de la RMB en 1986 y 1996. Los resultados obtenidos en los dos años confirman la existencia y extensión del policentrismo.

Ciudad Real y Puertollano. Áreas funcionales urbanas (FUA) y policentrismo en Castilla-La Mancha (España)

Cañizares Ruiz, María del Carmen; Martínez Sánchez-Mateos, Héctor Samuel
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em //2014 SPA
Relevância na Pesquisa
37.81%
Las áreas funcionales urbanas (FUA) de Ciudad Real y de Puertollano se estructuran a partir de ambas ciudades, funcionalmente diferentes pero que sostienen unas relaciones cada vez más intensas en el sector suroccidental de la región de Castilla-La Mancha, dentro de la provincia de Ciudad Real. Las interrelaciones se establecen en base a las infraestructuras de comunicación, principalmente la línea de alta velocidad ferroviaria. Este artículo caracteriza ambas áreas funcionales y determina las relaciones entre sus núcleos principales en base a una metodología que combina análisis estadístico (población, crecimiento real anual, población vinculada, etc.) y empírico, con las representaciones cartográficas de los principales indicadores. Los resultados obtenidos permiten abordar una caracterización conjunta de ambas áreas funcionales en el contexto del policentrismo aplicado a la región de Castilla-La Mancha y del importante papel articulador que las infraestructuras de alta capacidad tienen en este caso de estudio.; Les àrees funcionals urbanes (FUA) de Ciudad Real i de Puertollano s’estructuren entorn de totes dues ciutats, funcionalment diferents, però que mantenen relacions cada cop més intenses en el sector sud-oest de la regió de Castella-la Manxa...

GLOBALIZATION AND THE DEMOCRATIC DEFICIT OF BRAZILIAN REPRESENTATIVE INSTITUTIONS; GLOBALIZAÇÃO E O DÉFICIT DEMOCRÁTICO DAS INSTITUIÇÕES REPRESENTATIVAS BRASILEIRAS

Gaspardo, Murilo; Faculdade de Ciências Humanas e Sociais (FCHS) da Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (UNESP), Campus de Franca - SP
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 17/10/2014 POR
Relevância na Pesquisa
27.46%
Em decorrência da globalização, o Estado perdeu o monopólio da mediação política. Por exemplo, passou a compartilhar decisões com múltiplos atores, internos e externos, e não é capaz de controlar diversas variáveis que interferem na vida nacional. Isso tem impactos sobre o funcionamento e a legitimidade das instituições representativas. Entretanto, há paradoxos que as acompanham desde seus primórdios e, em Estados semiperiféricos como o Brasil e outros latino-americanos, há questões histórico-culturais, como bloqueios internos e externos à soberania, cultura política patrimonialista, clientelista e populista, bem como uma sociedade precariamente integrada e com profundas desigualdades, que também explicam os problemas da democracia. Assim, o propósito desta pesquisa consistiu em investigar quais elementos caracterizadores do déficit democrático das instituições representativas brasileiras foram, de fato, causados ou potencializados pela globalização. Com isso, procurou-se superar análises simplificadoras, que atribuem todos os problemas da democracia contemporânea à globalização, ou, então, insistem em restringir o campo de análise aos limites estabelecidos pelo modelo democrático representativo de base territorial...

Da escala ao território: para uma reflexão crítica do policentrismo

Carmo,Renato Miguel do
Fonte: Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa Publicador: Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.81%
Este artigo pretende realizar uma análise reflexiva sobre o conceito de policentrismo, cujos pressupostos orientam grande parte das actuais políticas de ordenamento do território, no sentido de compreender se este representa a resposta mais viável para a resolução dos desequilíbrios regionais do território nacional, nomeadamente os que afectam as zonas que se encontram na encruzilhada da urbanização e da marginalização. Para o efeito, iremos utilizar como contexto de análise os estudos que temos vindo a realizar sobre a região do Alentejo.