Página 1 dos resultados de 111 itens digitais encontrados em 0.117 segundos

Avanços e retrocessos na oferta da educação infantil no Brasil: análise financeiro-orçamentária dos recursos destinados a essa etapa da educação 2001 - 2010; Advances and setbacks in the provision of early childhood education in Brazil: analysis of financial-budgetary resources to this stage of education 2001-2010.

Nascimento, Ana Paula Santiago do
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/05/2012 PT
Relevância na Pesquisa
125.88%
Este trabalho analisa as políticas de financiamento da educação promovida no âmbito da União, dos Estados e municípios, no período de 2001-2010 e o quanto essas políticas colaboraram para a garantia do direito à educação das crianças de 0 a 6 anos de idade na educação infantil. Teve-se como objetivo analisar os avanços e retrocessos da oferta da educação infantil no Brasil e o investimento financeiro dos entes federados para atingir as metas do Plano Nacional de Educação 2001-2010 referente a essa etapa da educação básica. Esse estudo parte do princípio que sem tais recursos dificilmente se atingirá uma educação infantil de qualidade em quantidade suficiente para todas as crianças. Como forma de contextualizar o objeto de pesquisa, realizou-se uma análise histórica da legislação nacional que transformou a educação infantil em um direito de todos os cidadãos, assim como os aspectos históricos do financiamento da educação no Brasil: as receitas que o compõe e as destinações realizadas pelos diferentes entes federados. Através da descrição e análise de políticas e programas, dos montantes financeiros arrecadados e das destinações realizadas pelos diferentes entes federados, dos dados de atendimento e da situação das instituições de educação infantil...

Organização e gestão democrática na escola de educação infantil: análise dos limites e perspectivas nas realidades brasileiras e italianas

Ariosi, Cinthia Magda Fernandes
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 246 f. + Apêndices.
POR
Relevância na Pesquisa
105.84%
Pós-graduação em Educação - FFC; O tema central deste trabalho é a prática de gestão democrática nas escolas de educação infantil no Brasil e na Itália. Tivemos por objetivo geral analisar as políticas educacionais nacionais propostas para a educação infantil, identificando as mudanças ocorridas a partir na década de 1980 no Brasil e na Itália, em especial no que diz respeito à organização e à gestão das escolas. Para a coleta de dados empíricos, foram selecionadas escolas do município de Bauru-SP, no Brasil, e escolas localizadas na região central e setentrional da Itália. Apesar de os contextos serem diferentes, foram apontadas aproximações e diferenciações considerando, por um lado, as políticas neoliberais que direcionam as políticas públicas nos países e, por outro, as especificidades históricas, regionais e locais. Entendemos por gestão democrática a gestão das unidades escolares com a efetiva participação de todas as pessoas da comunidade escolar. Observamos, também, a participação das comunidades nos órgãos colegiados, pois, de acordo com as legislações, é por meio deles que a gestão deve se organizar. Os órgãos colegiados são espaços de lutas e contradições e onde as comunidades buscam a satisfação de seus interesses coletivos...

As políticas de educação inclusiva para a educação infantil no Brasil

López, Graziela Maria Beretta
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 289 p.| il.
POR
Relevância na Pesquisa
125.87%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, Florianópolis, 2010; A presente pesquisa objetivou compreender as políticas de educação especial voltadas à educação infantil no Brasil. O período de estudo delimitou-se à primeira década dos anos 2000, quando se percebe vasta documentação introduzida nos meios educacionais, com o intuito de direcionar a política de educação especial, em sua perspectiva inclusiva, na educação básica. Para delimitação do objeto de pesquisa, foram debatidos alguns pontos de tensão, que constituem a educação infantil e a educação especial. O acesso, a diversificação das instituições de educação infantil e a ausência de consenso pedagógico na área foram apresentados neste estudo como questões candentes no campo da educação infantil. No campo das políticas voltadas para a educação especial brasileira, tratou-se do debate por meio da documentação nacional, que institui as diretrizes para esta modalidade de educação básica, particularmente aquelas que integram a coleção Educação Infantil: saberes e práticas da inclusão. O processo de investigação constituiu-se de análise documental de fontes nacionais e internacionais...

Psicologia escolar e gestão democrática : uma proposta de atuação em escolas públicas de educação infantil

Chagas, Julia Chamusca
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
105.84%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde, 2010.; Este trabalho parte da experiência profissional da pesquisadora como psicóloga escolar de uma Associação Pró-Educação do Plano Piloto do DF que proporcionou um contato com o fazer democrático no cotidiano da escola. Com base na Constituição Federal de 1988 e na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, a gestão democrática deve ser um princípio do ensino público. A partir do compromisso com a contribuição para políticas públicas de educação, objetivamos construir uma proposta de atuação do psicólogo escolar para a gestão democrática em escolas públicas de Educação Infantil. Este estudo apresenta uma fundamentação teórica que parte da construção sócio-histórica da psicologia como ciência e do seu encontro com a educação para discutir a constituição da psicologia escolar, sua situação atual e as contribuições da proposta de psicologia escolar de Wallon para construir novas formas de atuação desse profissional. Discutimos o caráter histórico e social do conceito de infância, as teorias de desenvolvimento infantil de Vigotski e Wallon e um histórico da Educação Infantil no Brasil. A questão da gestão democrática é abordada a partir da apresentação dos seus fundamentos legais...

Políticas públicas de leitura em Portugal e Brasil: novos caminhos, velhos problemas. Educação.

Balça, Ângela; Junqueira de Souza, Renata
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
115.67%
Neste artigo, pretendemos descrever as políticas públicas de leitura, em dois países, cujos problemas em redor do ensino da leitura apresentam muitas semelhanças. Nos últimos anos, o poder político e a sociedade civil tomaram consciência desta realidade, revelada por estudos internacionais. Neste sentido, muitos têm sido os programas implementados, na tentativa de melhorar o desempenho dos alunos ao nível da literacia em leitura. Destes programas, destacamos os Planos Nacionais de Leitura do Brasil e de Portugal. Apesar de todos estes esforços, é necessário e urgente continuar a investir na escola e no ensino da leitura. Este investimento passa seguramente por uma maior e continuada formação de professores, nas áreas do ensino da leitura, da compreensão da leitura e da literatura infantil e juvenil.

Gênero na educação básica: quem se importa? Uma análise de documentos de políticas públicas no Brasil

Vianna,Claudia; Unbehaum,Sandra
Fonte: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes Publicador: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2006 PT
Relevância na Pesquisa
95.85%
Este artigo examina a inclusão da perspectiva de gênero na educação infantil e no ensino fundamental, no período de 1988 a 2002, com ênfase no Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil (RCNEI) e nos Parâmetros Curriculares Nacionais para o ensino fundamental (PCN). Conclui que, embora esses documentos constituam importantes instrumentos de referência para a construção de políticas públicas de educação no Brasil, a partir da ótica de gênero, contribuindo com a formação e com a atuação de professoras e professores, essas políticas não são devidamente efetivadas pelo Estado. Não existem estudos sistematizados sobre a efetividade dessas proposições e sobre possíveis mudanças na prática pedagógica de educadoras(es). Desse modo, sua legitimidade fica prejudicada, assim como a proposição de uma política que pretende garantir condições igualitárias de qualidade para o sistema de ensino e para a formação docente, a partir de um currículo nacional.

A educação infantil no curso de pedagogia da FE/UFG sob a perspectiva discente

SILVEIRA, Telma Aparecida Teles Martins
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Educação; Ciências Humanas Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Educação; Ciências Humanas
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
95.95%
Nossa pesquisa compõe um dos vários subprojetos que ora encontram-se em desenvolvimento, integrados ao projeto de Políticas Públicas e Educação da Infância em Goiás: história, concepções, projetos e práticas, o qual se encontra ligado à linha de Pesquisa Formação e Profissionalização Docente da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Goiás. Investigamos o lugar da educação infantil no curso de Pedagogia, com o objetivo de compreendermos o lugar que a Educação Infantil ocupa no Curso de Pedagogia da FE/UFG, sob a ótica dos discentes. Assumimos a premissa de que o Curso de Pedagogia é o lugar por excelência para a formação de professores de educação infantil. Com base no método materialista dialético, desenvolvemos uma pesquisa teórica, documental e empírica com a participação de 266 estudantes, e também com professores que participaram da elaboração do novo currículo do Curso de Pedagogia da FEUFG aprovado em 2003. Para apreendermos o movimento concreto e contraditório deste objeto na sua totalidade sócio-histórica, realizamos as análises dialogando com Marx, Hobsbawm, Bianchetti; na área do Ensino Superior: Dourado, Oliveira, Catani, Neves, Sguissardi, Cunha; no campo da formação de professores e do Curso de Pedagogia: Brzezinski...

O Banco Mundial e a Educação Infantil no Brasil

MARQUEZ, Christine Garrido
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Educação; Ciências Humanas Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Educação; Ciências Humanas
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
155.96%
This text is one of the several sub-projects that are in a development process integrated to the project Public Politics and Childhood Education in Goiás: history, conceptions, projects and pratices, linked to the research line Teacher Formation and Professionalism Process at Education Faculty in Goiás Federal University. We investigated the Brazilian scene that delineates around the public politics of Childhood Education subsidized by the World Bank. We carried through a critical reflection trying to understand the conceptual and political orientations of that Bank about the education, mainly, the childhood education and to identify projects that base their implementation in Brazil, since the 90 s years. Based on a dialectic-historical-social perspective, we developed a documental and bibliographic research. We started from an organizational vision from World Bank and its educational politics present in the Education Sector Documents (1971, 1974, 1980, 1995 and 2000) to, then, analyze the public politics elaborated, implemented and monitored for the children education from zero to six years old. We carried through a historical rescue of the financing public politics of the Brazilian and childhood educations, considering the extinction of the projects...

Análise das propostas de políticas públicas para o financiamento da educação infantil no município de São Paulo; Analysis of public policy proposals for the funding of early childhood education in São Paulo

Popp, Bárbara
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/05/2006 PT
Relevância na Pesquisa
115.79%
Trata-se de uma pesquisa teórica sobre o impacto da implementação das propostas de Emenda Constitucional (112/99, 02/02, 37/03 e 415/05), que tratam sobre o financiamento da Educação Infantil, na expansão das vagas para crianças de 0 a 3 anos na rede municipal de São Paulo. O trabalho analisa qual seria o montante de recursos acrescidos na Educação Infantil municipal, caso cada proposta fosse aprovada, além de estimar quantas vagas, para crianças de 0 a 3 anos, poderiam ser oferecidas com esses recursos. O custo-aluno usado para tais simulações foi escolhido a partir de dados de pesquisas sobre custo-aluno e custo-aluno qualidade em São Paulo. Devido a sua especificidade, a Educação Infantil, especialmente para a faixa etária até 3 anos, tem um custo elevado, e, por isso, necessita de fontes de financiamento que garantam um atendimento de qualidade para todas as crianças nesta faixa etária. O trabalho também discute a importância da Educação Infantil para o desenvolvimento integral da criança, utilizando teóricos como Rousseau, Pestalozzi, Froebel, Piaget e Emília Ferreiro. O trabalho demonstra como o direito à Educação Infantil foi conquistado historicamente no município de São Paulo, além de analisar pesquisas que apontam quais são os elementos essenciais para uma Educação Infantil de qualidade...

Avaliação na educação infantil: no avesso da costura, pontos a contar, refletir e agir

Kramer, Sonia; PUC-RIO / Departamento de Educação
Fonte: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém Publicador: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 04/01/2015 POR
Relevância na Pesquisa
175.86%
O campo do currículo e elaboração de propostas pedagógicas de Educação Infantil enfrentam, no Brasil, o desafio da garantia de qualidade do trabalho da Educação Infantil em creches, pré-escolas e escolas. Há muitos problemas relativas à avaliação de crianças nas práticas educativas nessas instituições, tanto no que se refere às concepções de infância, Educação Infanitl e avaliação, quanto aos instrumentos e procedimentos delineados para sua concretização. Este texto tem como objetivo discutir a avaliação na Educação Infantil em quatro momentos. O primeiro item, a partir de um olhar teórico, apresenta as concepções de infância, Educação Infantil e avaliação presentes nos documentos e políticas oficiais vigentes no Brasil. O segundo aponta, de um ponto de vista pedagógico, desafios observados nas práticas e dilemas que mobilizam instituições de Educação Infantil e seus profissionais na escolha de estratégias de avaliação. O terceiro item, com um olhar nas políticas, indaga por que muitas  conquistas não acontecem na prática. O quarto traz, de outro ponto de vista pedagógico, no avesso da costura, relatos de professoras e gestoras de Educação Infantil sobre sua experiência positiva de avaliação nas instituições de Educação Infantil em que atuam...

Avaliação da educação infantil: propostas em debate no Brasil

Sousa, Sandra Zákia; Faculdade de Educação da USP
Fonte: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém Publicador: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 04/01/2015 POR
Relevância na Pesquisa
105.76%
Apresentam-se hoje no cenário nacional perspectivas de avaliação da educação infantil, que apontam para distintas ênfases a serem priorizadas para aquilatar a sua qualidade. Com o propósito de mapear propostas em debate no Brasil, o texto focaliza duas tendências, mencionando o que estas privilegiam como indicadores a serem considerados: as condições de oferta da educação ou o desempenho de alunos como base para apreciação da qualidade desta etapa da educação básica. Por meio do exame de documentos divulgados por diferentes segmentos do país, representantes da gestão pública, de entidades acadêmicas, de movimentos sociais e de trabalhadores em educação, são explicitadas tensões que se colocam para as políticas públicas, cujos impasses não se restringem a questões técnicas, relativas ao melhor caminho a ser trilhado na condução da avaliação, mas remetem, sobretudo, a dimensão política da avaliação.

Formação de professores, saberes docentes e práticas educativas: a qualidade da educação infantil como centralidade; TEACHER TRAINING, PROFESSIONAL KNOWLEDGE AND EDUCATIONAL PRACTICES: THE QUALITY OF EARLY CHILDHOOD EDUCATION; FORMACIÓN DE PROFESORES, SABERES DOCENTES Y PRÁCTICAS EDUCATIVAS: LA CALIDAD DE LA EDUCACIÓN INFANTIL EN CUANTO CENTRALIDAD

Sarmento, Dirléia Fanfa; Centro Universitário La Salle de Canoas, Brasil; Fossatti, Paulo; Centro Universitário La Salle de Canoas, Brasil; Gonçalves, Fernando Ribeiro; Universidade do Algarve, Portugal
Fonte: Instituto de Educação da Universidade do Minho Publicador: Instituto de Educação da Universidade do Minho
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Publicado em 30/09/2013 POR
Relevância na Pesquisa
105.8%
O artigo focaliza os saberes docentes que permeiam as práticas educativas de professores que exercem a docência em escolas de Educação Infantil no Brasil, participantes do Programa de Formação Continuada "Escola em Movimento: Saberes e Fazeres em Cena". Enfatiza que o aumento nos indicadores de qualidade da educação pressupõe a existência e efetivação de políticas públicas direcionadas para o monitoramento de tais indicadores, a formação dos gestores e docentes e a oferta e manutenção de condições que viabilizem os processos de ensino e de aprendizagem.Palavras-chaveFormação de professores; Saberes docentes; Práticas educativas;Indicadores de qualidade da educação; The article focuses the professional knowledge that permeates the educational practices of teachers of Early Childhood Education in Brazil, who participated in the In-service Training Program “Escola em Movimento: Saberes e Fazeres em Cena”. It emphasizes that the increase in the quality indicators of education presupposes the existence of public policies directed to the monitoring of such indicators, the managers’ and teachers’ training and the offer and maintenance of conditions that enable the teaching and learningprocesses.KeywordsTeacher training; Professional knowledge; Educational practices; Quality indicators of education; El artículo aborda los saberes docentes que permean las prácticas educativas de profesores en escuelas de Educación Infantil de Brasil...

Estado do conhecimento sobre a formação de profissionais da educação infantil no Brasil (1996-2005); Knowledge level on the back-ground pf the children's education professional in Brazil (1996-2005)

Janayna Alves Brejo
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/12/2007 PT
Relevância na Pesquisa
105.77%
Esta dissertação tem como objetivo desenvolver um Estado do Conhecimento da produção acadêmica sobre a Formação de Profissionais da Educação Infantil no Brasil, no período de 1996 a 2005. Considerando que a formação dos profissionais, desse nível de ensino, vem sendo uma preocupação constante dentro dos sistemas educacionais, pois se entende que este é um dos pilares da mudança de qualidade da educação. Tendo como objeto de estudo os resumos das dissertações de mestrado e teses de doutorado identificadas, por meio do banco de teses da Capes, construímos um amplo e aprofundado diretório de pesquisas sobre o tema, na tentativa de compreender o que tem sido estudado por uma gama de pesquisadores, buscando conhecer suas principais preocupações e perspectivas, bem como as lacunas e recomendações que precisam ser observadas no âmbito dos estudos educacionais e das políticas públicas voltadas para a pequena infância. A análise de conteúdo, definida por Bardin (2000), configurou-se como o principal o procedimento metodológico que orientou a presente pesquisa, possibilitando a realização de uma investigação de cunho qualitativo. O referencial teórico utilizado pautou-se nos estudos de autores como André (1986; 1999; 2002)...

Pactos e programas de atenção integral à saúde da criança no Brasil

Tognoli, Heitor; Carcereri, Daniela Lemos; de Souza, Ana Izabel Jatobá; Döhms, Marcela
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Formato: Unidade 1 do módulo 5 que compõe o Curso de Especialização em Saúde da Família. Arquivo .zip contendo página html com recursos de texto, imagens e animações em flash.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
105.63%
Este objeto começa colocando duas ações programáticas em destaque, Agenda de Compromissos para a Saúde Integral da Criança e Redução da Mortalidade Infantil. Ressalta ainda que esta agenda preconiza a vigilância à saúde, principalmente materna e infantil, a educação continuada das equipes de atenção à criança e a organização de linhas de cuidado, ainda colocando algumas das diretrizes básicas e destacando que estes eixos estariam em consonância com os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM), entre outros programas. Além disso, elenca os oito objetivos do ODM e explica sobre como a mortalidade infantil no Brasil caiu para menos da metade em dezessete anos. Ao final, atenta para que os profissionais da saúde conheçam as ações desenvolvidas por entidades como OMS, UNICEF, e ONU, entre outras que trabalham em prol da saúde da criança. Unidade 1 do módulo 5 que compõe o Curso de Especialização em Saúde da Família.; 1.0; Ministério da Saúdes/OPAS/OMS

Movements in the construction of the rigth to early childhood education: historical and current; Movimentos na construção do direito à Educação Infantil: histórico e atualidade

Flores, Maria Luiza Rodrigues; Universidade Federal de Santa Maria, Rio Grande do Sul
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 18/05/2010 POR
Relevância na Pesquisa
95.83%
This article aims to investigate the recent events held at the field of public policies on early childhood education, systematizing the marks of construction of this right in terms of its newly established legal system and analyzing such actions from a perspective critical and reflective. The historical review of facts and laws are considered in their socio-historical contexts, showing the formation of children as subjects of rights, the trajectory of the recent history of the right to early childhood education, and some current perspectives for the realization of a Children’s education whith social quality. The study demonstrated that rights have been obtained from large-scale mobilization of social movements, especially considering the participation of Movement Interforuns Child Education in Brazil – MIEIB. It was demonstrated that in light of new legislation in the area, social movements need to continue mobilized in defense of Early Childhood Education.; Este artigo teve como objetivo investigar movimentos havidos no campo das políticas públicas de Educação Infantil, sistematizando as marcas da construção desse direito no plano de seu ordenamento legal recentemente instituído e analisando tais ações desde uma perspectiva crítico-reflexiva. Para tanto...

Políticas públicas da educação infantil

Souza, Maria Sandra de
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
135.83%
Este artigo tem como principal objetivo analisar criticamente a trajetória histórica de atendimento as crianças no Brasil, e discutir seus avanços e retrocessos. Para fazer esse estudo houve a necessidade de uma pesquisa bibliográfica da história da educação infantil brasileira, de grandes pensadores como Sônia Kramer, um estudo sobre a legislação específica e ainda a apresentação de alguns programas voltados para essa etapa de ensino e uma pesquisa elaborada pelo Ministério da Educação (MEC), o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e a Fundação Carlos Chagas (FCC) sobre o aspecto qualitativo e quantitativo da educação infantil no Brasil. O artigo apresenta a parte da pesquisa que aborda a formação de professores. Esta pesquisa concluiu que com as mudanças que ocorreram nas últimas décadas, tanto no aspecto legal, como nos programas e ações governamentais, esta etapa de ensino obteve grandes avanços, porém ainda insuficientes para alcançar uma educação infantil com qualidade.

As medidas de enfrentamento à exploração do trabalho infantil no Brasil: forças em luta; Measures to Confront the Exploitation of Child Labor in Brazil: forces in struggle

Conde, Soraya Franzoni; UFSC - Florianópolis - SC
Fonte: Editora da Universidade Federal de Santa Catarina (Edufsc) Publicador: Editora da Universidade Federal de Santa Catarina (Edufsc)
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Revisão de Literatura, análise documental e de dados nacionais; Formato: application/pdf
Publicado em 20/11/2013 POR
Relevância na Pesquisa
105.81%
http://dx.doi.org/10.1590/S1414-49802013000200010O objetivo deste artigo é refletir sobre as soluções encontradas para o problema da exploração do trabalho infantil no Brasil. Para isso, apresenta as atuais políticas públicas destinadas à eliminação do trabalho infantil no país – legislação, políticas de transferência de renda e de escolarização – e revela, por meio de dados do IBGE, a persistência da exploração do trabalho infantil. Procura, assim, mostrar que, embora as políticas públicas para a erradicação do trabalho infantil sejam importantes, o problema persiste, pois as medidas para enfrentá-lo não atingem as suas origens.; This article reflects on measures taken to end the exploitation of child labor in Brazil. It presents the current public policies designed to eliminate child labor in the country including laws, income transfer programs and educational programs – and uses census data to reveal the persistence of child labor. It also shows that although public policies for eliminating child labor are important, the problem persists because the measures used to confront it do not reach the roots of the problem.

EDUCAÇÃO, INFÂNCIAS NEGRAS E POLÍTICAS PÚBLICAS: contribuições dos estudos étnico-raciais

Passos, Joana Célia dos; Universidade Federal de Santa Catarina e Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Pesquisa qualitativa; Revisão de literatura Formato: application/pdf
Publicado em 24/06/2012 POR
Relevância na Pesquisa
105.8%
http://dx.doi.org/10.5007/1980-4512.2012n26p1Este texto resulta de reflexões tecidas na mesa “Educação e Infância: contribuições das Ciências Humanas e Sociais”, apresentada no I Seminário Internacional de Educação Infantil (I SIEI), organizado pelo Núcleo de Estudos e Pesquisas da Educação na Pequena Infância (NUPEIN / UFSC) e Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Infantil (GEDIN / UDESC), entre os dias 14 e 16 de maio de 2012, em Florianópolis. Nele são tratadas questões relacionadas à educação para as relações étnico-raciais na Educação Infantil, a partir de contribuições de estudos sobre as relações raciais no Brasil.

Formação de professores, saberes docentes e práticas educativas: a qualidade da educação infantil como centralidade

Sarmento,Dirléia Fanfa; Fossatti,Paulo
Fonte: Centro de Investigação em Educação. Instituto de Educação da Universidade do Minho Publicador: Centro de Investigação em Educação. Instituto de Educação da Universidade do Minho
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 PT
Relevância na Pesquisa
105.65%
O artigo focaliza os saberes docentes que permeiam as práticas educativas de professores que exercem a docência em escolas de Educação Infantil no Brasil, participantes do Programa de Formação Continuada "Escola em Movimento: Saberes e Fazeres em Cena". Enfatiza que o aumento nos indicadores de qualidade da educação pressupõe a existência e efetivação de políticas públicas direcionadas para o monitoramento de tais indicadores, a formação dos gestores e docentes e a oferta e manutenção de condições que viabilizem os processos de ensino e de aprendizagem.

PROJETOS PEDAGÓGICOS E POLÍTICAS PÚBLICAS PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL NO MUNICÍPIO DE PIRAQUARA – PARANÁ (1993-2004)

Marafon, Danielle
Fonte: Revista HISTEDBR On-line Publicador: Revista HISTEDBR On-line
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 16/08/2012 POR
Relevância na Pesquisa
95.93%
Este artigo visa discutir as políticas públicas estabelecidas para a Educação Infantil, no Município de Piraquara, no Estado do Paraná, no período circunscrito entre 1993 e 2004, no qual duas propostas curriculares (Projeto Araucária 1993–2000) e (Proposta Curricular da Educação Infantil 2001–2004), foram orientadoras das ações pedagógicas junto às crianças de 0 a 6 anos. Discorre sobre a natureza das políticas públicas, sem esquecer a história da Educação Infantil no Brasil e na Europa como pano de fundo para o processo de organização da Educação Infantil no Município de Piraquara, enfatizando o sentido de problematizar as legislações educativas a fim de evidenciar a relação entre os fundamentos legais e as políticas públicas para a educação, bem como as implicações das políticas públicas no processo de ensino-aprendizagem da criança pequena. Apoia-se nos conceitos históricos, na produção historiográfica da Educação Infantil e nos documentos (Projeto Araucária e Proposta Curricular da Educação Infantil), os quais nos possibilitam debater sobre as acepções de infância, de Educação Infantil, de métodos de ensino-aprendizagem, de formação de professor e de concepções de gestão que emergiram das duas propostas pedagógicas elaboradas naquele período.