Página 1 dos resultados de 2846 itens digitais encontrados em 0.007 segundos

O discurso sobre as políticas educacionais: coesões e ramificações dos especialistas em educação (1990-2007); Discourse on the educational policies: cohesion and stretching of the educational specialists

Ricardo Filho, Geraldo Sabino
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 20/05/2010 PT
Relevância na Pesquisa
66.44%
Este trabalho teve como objetivo analisar o discurso educacional dos especialistas em educação e as coesões e ramificações ocorridas no campo educacional entre os anos de 1990 e 2007, período em que se constatou novas estratégias de liderança, motivadas pela presença de agentes singulares e institucionais que atuavam ou passaram a se movimentar nos programas de pósgraduação no qual estavam vinculados, em entidades particulares que adquiriram o caráter de agências think tanks em razão de sua influência direta ou indireta nas políticas educacionais, especialmente para a educação básica, ou em e em assessorias em órgãos públicos como o INEP ou o IBGE. Ao mesmo tempo em que especialistas em educação com reconhecido prestígio na universidade procuravam exercer a censura acadêmica pautando-se pelo discurso de oposição às políticas advindas do Estado sobre educação. Foram utilizados como fontes de investigação, as revistas Educação & Sociedade e a revista Ensaio, bem como o exame dos currículos lattes dos colaboradores de ambos os períodos. O objeto em apreço foi construído mediante o esquadrinhamento das fontes citadas, depois sistematizadas em banco de dados e posterior análise por meio de tabelas e quadros...

As políticas educacionais do Brasil: a (in)visibilidade da sexualidade e das relações de gênero

Leão, Andreza Marques de Castro; Ribeiro, Paulo Rennes Marçal
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 28-37
POR
Relevância na Pesquisa
66.47%
The present study, theoretical, aims to talk about educational policies in Brazil, aiming to unveil what they say these policies, the legitimacy and visibility that give coverage of sexuality in schools. Both sexuality and gender relations have gained attention in a Brazilian educational research in the mid-90th century. These policies have been the National Curricular Parameters (PCN). They present the cross-cutting themes: ethics, health, environment, cultural diversity and sexual orientation, which should be integrated into conventional areas of the school said. Another document of this same decade of education is the National Education Plan (PNE), however this encompasses so hidden sexuality and gender relations. In fact, both the new Law of Directives and Bases (LDB), the PNE in these subjects are veiled. An interesting initiative is happening in Brazil is the project Gender and Sexual Diversity (GDE) for the training of professionals in education issues of gender, sexuality and sexual orientation and ethnic-racial relations, is entering the national perspective of implementation public policy of equality and respect for diversity. However, much remains to be done thinking about the effectiveness of public policies that are effective with respect to space and visibility for the treatment of sexuality. We must also articulate the integration of these themes in these policies...

ENSINO MÉDIO INOVADOR: PRÁTICAS DISCURSIVAS SOBRE POLÍTICAS EDUCACIONAIS A PARTIR DE UMA ESCOLA EM FLORIANÓPOLIS

Piconi, Romulo Bassi
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 87 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.51%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Curso de Ciências Sociais.; Este trabalho se propõe a analisar as práticas discursivas sobre políticas educacionais no âmbito de uma escola da Rede Pública de Ensino de Santa Catarina, com ênfase no Programa Ensino Médio Inovador do Governo Federal. Parte-se da noção de que as políticas públicas compõem um processo contínuo de produção cultural normativa, constituída por diversos atores em contextos sociais e institucionais diversos. Para fins da análise, foram consideradas a trajetória histórica das políticas educacionais no Brasil, os documentos oficiais e legislação que regem o Programa Ensino Médio Inovador nacionalmente e entrevistas com gestores da escola diretamente ligados ao programa. Através dessas análises e da experiência de campo, buscou-se conceber os efeitos de sentidos produzidos através de processos de ressignificações que atravessam a elaboração e implementação desta política educacional tanto no âmbito global (a política nacional) quanto no local (a escola). A pesquisa pautou-se em dispositivos de análise da Análise Crítica do Discurso que compreende o discurso enquanto prática social. Nesta abordagem...

Políticas educacionais e desempenho escolar nas capitais brasileiras

Alves,Fátima
Fonte: Fundação Carlos Chagas Publicador: Fundação Carlos Chagas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2008 PT
Relevância na Pesquisa
66.44%
Este trabalho investiga a associação das políticas públicas sobre o desempenho das redes de ensino das capitais brasileiras a partir dos dados relativos ao rendimento de alunos da 4ª série do ensino fundamental, aferidos pelo Sistema de Avaliação da Educação Básica nos anos 1999, 2001 e 2003. A investigação fez uso de modelos multiníveis de classificação cruzada para dar conta da relação entre o rendimento de alunos, redes de ensino e anos em que foi feita a avaliação, e implementou controles pelo nível socioeconômico dos alunos e pela composição social das redes de ensino. Os resultados apontam que as políticas educacionais associadas a melhor desempenho dos estudantes das redes de ensino das capitais brasileiras são aquelas relacionadas aos processos de escolha meritocrática de diretores, à autonomia financeira, à implementação de sistemas de avaliação, ao atendimento em educação infantil e à formação superior de docentes. Conseqüências para a formulação da agenda das políticas educacionais são apresentadas.

Contribuições atuais sobre o estudo de implementação de políticas educacionais

Passone,Eric Ferdinando Kanai
Fonte: Fundação Carlos Chagas Publicador: Fundação Carlos Chagas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2013 PT
Relevância na Pesquisa
66.5%
Em conformidade com a tendência atual dos estudos de análises de políticas educacionais em ampliar a compreensão sobre a dimensão micropolítica (implementação) com relação à dimensão macropolítica (elaboração), este artigo insere-se no campo de análises de políticas e apresenta uma revisão crítica sobre os estudos de implementação de políticas educacionais. Tais estudos buscam compreender em que medida a linguagem e a subjetividade, como dimensões próprias da propagação das políticas, afetam a implementação de políticas educacionais, e mostram a importância de se compreender cada vez mais a relação dessa subjetividade com a linguagem, com os contextos e a política.

Políticas educacionais e desigualdades: à procura de novos significados

Arroyo,Miguel G.
Fonte: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes Publicador: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2010 PT
Relevância na Pesquisa
66.41%
O texto destaca como as políticas educacionais têm sido instigadas pelas tentativas de corrigir as desigualdades. Entretanto, ao centrarem-se nas desigualdades intraescolares, as políticas e suas análises se empobrecem. Mas se enriquecem na medida em que avançam na compreensão dos processos históricos de produção-reprodução das desigualdades sociais. O texto se defronta com uma indagação: que mudanças na formulação e nas análises de políticas quando as desigualdades revelam uma nova qualidade? Quando os coletivos feitos tão desiguais se afirmam como sujeitos de políticas? Nesse novo quadro, o texto avança indagando como é pensado o Estado e como são pensados os coletivos sociais feitos desiguais. Qual o novo papel do Estado e de suas políticas na gestão-controle dos processos de afirmação política desses coletivos. Estaríamos avançando para a refundação do Estado e das políticas?

Políticas educacionais na formação da professora dos anos iniciais do ensino fundamental em cursos de licenciatura

Oliveira,Leandra Martins de
Fonte: Fundação CESGRANRIO Publicador: Fundação CESGRANRIO
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2010 PT
Relevância na Pesquisa
66.44%
Este texto discute as políticas públicas sobre a formação das professoras dos anos iniciais do Ensino Fundamental, em nível superior, expressadas em legislações e reformas curriculares. Aponta as políticas educacionais para implementar essa formação em cursos de Pedagogia e Normal Superior e suas repercussões na comunidade educacional, abrangendo os seguintes aspectos: 1) o contexto histórico no qual esse debate vem-se construindo e as configurações que vêm assumindo ao longo das políticas educacionais e dos movimentos dos educadores; 2) as diretrizes curriculares nacionais exaradas sob influência desse contexto, que implicam mudanças relevantes nas propostas dos cursos de Pedagogia e Normal Superior. Dessa forma, objetiva compreender as propostas atuais para a formação da professora dos anos iniciais do ensino fundamental num contexto marcado por lutas concorrenciais e pelo desenvolvimento da sociedade brasileira. Finaliza com reflexões sobre a melhoria educacional declarada nas leis e diretrizes e sobre o discurso de formação ampla adotado pelas políticas públicas vigentes.

Impactos das políticas educacionais nas dinâmicas da organização escolar: reflexões na perspectiva do professorado de uma rede municipal

Molina,Rosane Kreusburg; Lopes,Rodrigo Alberto; Achilles,Helena Soares
Fonte: Fundação CESGRANRIO Publicador: Fundação CESGRANRIO
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
66.4%
Este estudo examina impactos de ações decorrentes das políticas educacionais na dinâmica da organização escolar, sob a ótica de um grupo de professores de uma Rede Municipal de Ensino da Região Metropolitana de Porto Alegre. As análises estruturam-se na concepção de mundo vivido (HABERMAS, 1999, 2001), vida da escola (MCLAREN, 1997) e sociologia da organização escolar (BALL, 1989, 2006). As evidências foram coletadas mediante análise de documentos, entrevistas semiestruturadas, narrativas escritas e grupo de discussão. Colabora com o estudo um grupo de professores com dez anos de docência nestas escolas. As reflexões produzidas dão conta de que, ante as ações decorrentes das políticas educacionais, a atitude dos professores é de adesão ou dissidência cuja complexidade, neste estudo, se desmembra em três dimensões qualitativas: participação, imaginação e alienação.

Políticas educacionais e a qualidade da educação nos municípios fluminenses: alguns recortes

Oliveira,Adailda Gomes de
Fonte: Fundação CESGRANRIO Publicador: Fundação CESGRANRIO
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2014 PT
Relevância na Pesquisa
66.49%
Este artigo apresenta o mapeamento da situação educacional dos municípios fluminenses, a partir da análise do Plano de Ações Articuladas (PAR), implementado em 2007 pelo MEC, destacando as demandas municipais em diferentes áreas educacionais. Em veio complementar, o trabalho aborda, procedendo a uma análise multivariada, ajustando um modelo de regressão linear, como as diferenças nas médias de desempenho em Matemática para o quinto ano do Ensino Fundamental podem ser explicadas pelas políticas educacionais implementadas nos municípios. Os achados do estudo apontam que a gestão das políticas educacionais é um tema a ser considerado e perseguido de perto pela agenda política, bem como destacam a relevância de pesquisas que investiguem a associação entre tais políticas e a evolução dos indicadores educacionais.

Políticas educacionais nos anos 90: a formação de professores no Brasil e em Portugal

Pacheco,José Augusto; Moraes,Maria Célia Marcondes de; Evangelista,Olinda
Fonte: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná Publicador: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2001 PT
Relevância na Pesquisa
66.42%
O trabalho tem como objetivo principal analisar, em Portugal e no Brasil, no período dos anos 90, as políticas públicas e respectivas influências no campo da Educação e da Formação de Professores. Pretende-se, de igual modo, identificar as tendências e os conceitos constitutivos das políticas educacionais, sobretudo o particular uso que se faz da noção de "competências", a partir de documentos de organismos nacionais e agências multilaterais. Procurar-se-á, por um lado, identificar a forma pela qual as inflexões de natureza teórica são difundidas na documentação em tela e, por outro, entender de que modo determinados conceitos são pragmaticamente naturalizados, modificados, abandonados, substituídos ou re-significados. Tal inflexão teórica pode ser particularmente apreendida no âmbito das políticas educacionais relativas à formação docente, atendendo, sobretudo, ao modo como foi efetivada no Brasil e em Portugal.

Estado, globalização e políticas educacionais: elementos para uma agenda de investigação

Afonso,Almerindo Janela
Fonte: Editora Autores Associados Publicador: Editora Autores Associados
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2003 PT
Relevância na Pesquisa
66.4%
Seguindo, genericamente, os termos de referência do debate académico em contexto português e europeu, esse artigo procura pôr em evidência alguns dos eixos e condicionantes das políticas educacionais actuais, tendo como pano de fundo a redefinição do papel do Estado. Embora essa temática possa ser abordada a partir de perspectivas teórico-conceptuais diferenciadas, o autor privilegia um enfoque sociológico, começando por fazer uma alusão crítica e sucinta às (velhas) teorias do Estado. Em um segundo momento, algumas das alternativas de análise emergentes são brevemente enunciadas, procurando não apenas chamar a atenção para novas formas de actuação do Estado, como, também, sinalizando algumas condicionantes decorrentes dos processos de globalização na configuração das políticas educacionais contemporâneas.

O Banco Mundial e as Políticas Educacionais Brasileiras

Mota Junior,William Pessoa da; Maués,Olgaíses Cabral
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Faculdade de Educação Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Faculdade de Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
66.4%
O artigo analisa o documento elaborado pelo Banco Mundial Atingindo uma educação de nível mundial no Brasil: Próximos Passos, o qual realiza um balanço dos últimos vinte anos das políticas educacionais implementadas no Brasil e traça perspectivas para os próximos anos, segundo a concepção de educação e sociedade do Banco. Este organismo internacional avalia positivamente o caráter das políticas educacionais implementadas e os resultados atingidos no período assinalado. Questiona-se e problematiza-se os critérios da avaliação, o balanço e as perspectivas traçados pelo Banco Mundial sobre a educação brasileira.

Gestão democrática e cultura organizacional na escola pública das Minas Gerais: uma análise no contexto das políticas educacionais dos anos de 1990

Resende, Fernanda Motta de Paula
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
66.42%
O presente estudo insere-se na Linha de Políticas e Gestão da Educação do Programa de Pós- Graduação em Educação da Universidade Federal de Uberlândia e tem como tema central a gestão democrática na educação e suas mudanças na cultura organizacional das escolas mineiras no contexto das políticas educacionais dos anos de 1990. Seu objetivo é analisar as implicações na cultura organizacional da escola, os mecanismos implementados em nome da democratização da gestão da escola pública, especialmente a eleição de diretores escolares, o colegiado escolar e o projeto político-pedagógico, no contexto das políticas educacionais de Minas Gerais nos anos de 1990. Pretende-se analisar ainda como esses mecanismos têm interferido na cultura organizacional da escola pública estadual, com base na percepção dos sujeitos que constroem essa escola, no cotidiano de suas práticas, relações e interações. Nesse sentido, buscou-se apreender os contornos que têm assumido alguns elementos da zona de invisibilidade e da zona de visibilidade da cultura organizacional da escola e a relação entre os fatores endógenos e exógenos que contribuem para a produção dessa cultura, frente aos mecanismos de democratização da gestão escolar destacados acima. Quanto ao aspecto metodológico...

A inovação nas políticas educacionais no Brasil: universidade e formação de professores; The innovation in educational policies in Brazil: university and teacher's formation

Ferreira, Adriano de Melo
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Educação (FE); Faculdade de Educação - FE (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Educação (FE); Faculdade de Educação - FE (RG)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.44%
This study, along the research line State, Policies and the History of Education, conducted from the perspective of dialectical and historical materialism, set out to analyze the presence of the discussion on innovation in educational policies in Brazil during the civil-military dictatorship and between 1990 and 2000, by relating it to the historical context (social, economic and political) of these two periods. Based on a hypothesis raised by the author that society in recent years seems to have been subjected to a process of inculcation of a ‘culture of innovation’, via the media and education, the research sought to answer the central question about where exactly this discourse would have come from and how it would have become a guiding principle for Brazilian education. On analyzing the expectations of this debate mainly for the university and the formation of teachers for basic education, the research assumed that the act of innovation is a historical creative possibility and cannot therefore be imposed as an obligation to be used, as in the business mold, to make a meritocratic assessment of teaching or subject academic research solely to the interests of production and the market. A documentary research was undertaken which involved an extensive literature review and analysis of influential documents on Brazilian education in these two periods. The analysis showed that the discussion on innovation was and is present in the educational policies of the periods under study...

Fracasso na implementação de políticas educacionais : uma abordagem pelo discurso psicanalítico; Educational policy implementation failure : an approach by psychoanalytic

Eric Ferdinando Kanai Passone
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 03/08/2012 PT
Relevância na Pesquisa
66.57%
Em conformidade com a tendência dos estudos de análises de políticas educacionais em ampliar a compreensão sobre a dimensão micropolítica (implementação) com relação à dimensão macropolítica (elaboração), esta tese insere-se no campo de análises de políticas públicas ao dedicar-se ao estudo da linguagem e dos discursos, como terrenos próprios da propagação das políticas, refletindo a importância de se compreender cada vez mais a relação da subjetividade com a linguagem. A complexidade de estudar o papel da linguagem no processo de implementação de políticas educacionais reforçou a aposta transdisciplinar deste trabalho, que ultrapassa os limites impostos às próprias disciplinas. A escolha do ferramental psicanalítico se justificou na medida em que este nos possibilitou interrogar os efeitos da linguagem na constituição subjetiva. Para tanto, buscamos interrogar o discurso sobre o "fracasso da política educacional" como um sintoma associado aos discursos do mestre, do capitalismo e da universidade, implicando a presença real do inconsciente nos laços sociais instituídos por meio do campo das políticas educacionais na contemporaneidade. Ao tratar o fracasso educacional como sintoma implicou um deslocamento da pergunta habitual "porque as políticas educacionais fracassam?"...

Implicações das políticas educacionais nas vivências subjetivas de professoras de escolas públicas; Implications of educational policies in the subjective experiences of teachers working in public schools

Almeida, Mônica Rafaela de; Neves, Mary Yale; Santos, Francecirly Alexandre dos
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 30/12/2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.4%
As políticas educacionais implementadas no Brasil desde a década de 1990 têm produzido efeitos significativos na reestruturação do trabalho docente. O estudo realizado teve como objetivo analisar as implicações dessas políticas nas vivências subjetivas de professoras de escolas públicas do município de João Pessoa. Para tanto, fizemos uso de observações da atividade e da constituição de comunidades ampliadas de pesquisa. A análise dos materiais produzidos foi realizada seguindo a perspectiva dialógica do discurso. Constatamos que, em geral, os programas educacionais são vistos pelas professoras como medidas imediatas e paliativas, que não resolvem efetivamente os problemas da educação e da qualidade do ensino. As professoras relatam que esses programas, ao invés de favorecer seu trabalho, têm gerado sobrecarga, dificultando a realização de sua atividade, e, inclusive, acarretando implicações na sua saúde. Entretanto, observamos que, apesar das dificuldades encontradas pelas professoras nas situações de trabalho, elas realizam, por intermédio de sua mobilização criativa, diversos modos de regulação da atividade, dando novas formas ao trabalho e desenvolvendo diferentes maneiras de articular-se em relação a ele.; The educational policies implemented in Brazil since the 1990s have been producing significant effects on the restructuring of the teaching job. The carried out study aimed to analyze the implications of these educational policies in the subjective experiences of teachers from public schools in the municipality of João Pessoa. For that...

Pesquisa em Políticas Educacionais e Gestão da Educação Básica: produções discentes dos programas de pós-graduação em educação da região Sul (2000-2010)

Farenzena, Nalu; Universidade Federal do Rio Grande do Sul; Cardoso, Caroline Cristiane; Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2015 POR
Relevância na Pesquisa
66.36%
O objetivo do texto é apresentar um panorama da produção acadêmica discente sobre gestão da educação e políticas educacionais na educação básica dos programas de pós-graduação em educação da região sul do Brasil, considerando o período 2001-2010. Antecedendo a apresentação do panorama, é contemplada uma síntese de alguns estudos sobre a produção acadêmica na mesma área. A produção é categorizada a partir dos seguintes recortes: tipo de pesquisa (tese ou dissertação); por instituição; grandes temáticas que foram objeto de estudo; detalhadas conforme o território a que se referem. Verificou-se uma produção crescente na área, concentrada na categoria temática políticas públicas, com predominância do foco no território município.

Relação estado e sociedade civil nas políticas educacionais para a educação de jovens e adultos

Maiolino, Elielma Souza
Fonte: ETD - Educação Temática Digital Publicador: ETD - Educação Temática Digital
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Revisão de Literatura Formato: application/pdf
Publicado em 29/04/2015 POR
Relevância na Pesquisa
66.42%
Este artigo tem como objetivo apresentar as discussões em torno da relação Estado/sociedade civil na elaboração, implementação e acompanhamento das políticas educacionais para a Educação de Jovens e Adultos no Brasil e o financiamento dessa modalidade de ensino, fortalecida por meio das parcerias entre o público, o privado e organizações não governamentais. Para a realização da pesquisa foram utilizados, como dados primários, os documentos produzidos e publicados pelo Ministério da Educação (MEC) e como fontes secundárias utilizou-se as produções acadêmicas que trataram da temática e que ajudaram na compreensão das categorias de análise: Estado, trabalho, capital e política pública de corte social. Os resultados podem ser assim sintetizados: as políticas educacionais, representadas pela diversidade de projetos e programas de alfabetização, realizados por entidades governamentais e pela sociedade civil para EJA, está posta mais como formalização de direito ao acesso a essa população, do que como forma de qualificar as especificidades da educação de jovens e adultos em seus diversos contextos socioculturais para o mundo do trabalho.

A perspectiva epistemológica em Antonio Gramsci e a pesquisa de políticas educacionais

Almeida, Maria de Lourdes Pinto de; Silva, Sidney Reinaldo da
Fonte: ETD - Educação Temática Digital Publicador: ETD - Educação Temática Digital
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Pesquisa histórica Formato: application/pdf
Publicado em 29/04/2015 POR
Relevância na Pesquisa
66.46%
O presente texto busca apresentar a investigação das políticas nos marcos da obra de Gramsci, para se debater certos desafios que “pesquisa educacional” deve enfrentar. Pressupõe-se que a pesquisa em educação é também uma forma de relação pedagógica/hegemônica não podendo ser neutra em relação a cultura, mas, sobretudo, como produtora de cultura e visão de mundo mais elaboradas. Estudar questões ligadas à epistemologia de Gramsci exige a explicitação do que o autor compreendia por intelectual orgânico e práxis investigativa. O pensamento de Antonio Gramsci retoma o princípio marxista da totalidade para se compreender a atividade intelectual. Perante sua concepção de práxis a categoria de intelectual ganhou outro significado. Sua definição de intelectual orgânico tornou-se fundamental para se investigar a pesquisa das políticas educacionais e não apenas as políticas educacionais propriamente ditas. Nesse sentido, se a política educacional for tomada como uma ciência particular, ela merece a mesma crítica que Gramsci faz à sociologia e à economia, isto é, produz verdades parciais que devem ser reapropriadas no âmbito da totalidade da investigação operada pela filosofia da práxis. 

POLÍTICAS EDUCACIONAIS BRASILEIRAS, INTEGRAÇÃO LATINO- AMERICANA E O MERCOSUL EDUCACIONAL: QUESTÕES PARA DEBATE

Oliveira, Oséias Santos de
Fonte: Revista HISTEDBR On-line Publicador: Revista HISTEDBR On-line
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 02/08/2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.5%
O presente artigo tem como escopo a discussão das atuais políticas educacionais brasileiras e as ações educacionais propostas para o Mercosul – Mercado Comum do Sul que são delimitadas através da legislação, dos programas e planos governamentais executados na perspectiva de aproximar interesses e intenções que se pautam por definições oriundas das macro políticas internacionais, orientadas pelo Banco Mundial, ONU, UNESCO, UNICEF, FMI e outros órgãos articulados aos interesses dos países centrais e a serviço do capital. Claramente se visualiza a interferência destes organismos internacionais na organização dos sistemas de ensino em especial de países em desenvolvimento, como o Brasil e demais países da América Latina. O processo de globalização, articulado às políticas neoliberais, propõe a formação de blocos econômicos, com vistas ao desenvolvimento do sistema capitalista. O Mercosul, surge, neste contexto, articulando políticas econômicas com a proposição de integrar os países latino-americanos. Assim, a presente análise qualitativa, de caráter bibliográfico, explora as políticas educacionais brasileiras e o fortalecimento do Mercosul Educacional, com destaque ao papel da Universidade no processo de democratização do Mercosul.