Página 1 dos resultados de 387 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Carlos Drummond de Andrade ou a obliquidade da mudança

Sequeira, Maria do Carmo Castelo Branco Vilaça de
Fonte: Edições Universidade Fernando Pessoa. NELA - Núcleo de Estudos Latino-Americanos Publicador: Edições Universidade Fernando Pessoa. NELA - Núcleo de Estudos Latino-Americanos
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2008 POR
Relevância na Pesquisa
46.51%
Não podemos pensar na poesia moderna Brasileira sem pensar no grande poeta Carlos Drummond de Andrade, como não podemos falar da moderna poesia portuguesa sem pronunciar o nome e lembrar o dialogismo interno de Fernando Pessoa, na pluralidade do seu heterotexto. O que procuraremos desenvolver, neste curto ensaio, é a validade pessoalizada do grande poeta mineiro, entre uma certa aspiração à mudança formal (na liberdade de uma nova linguagem) e o seu entendimento de “estar no mundo” (na realidade da sociedade brasileira) e com ele interagir sem constrangimentos de qualquer escola. We cannot address the modern Brazilian poetry without thinking of the great poet Carlos Drummond de Andrade, just as we cannot speak of the modern Portuguese poetry without pronouncing the name and reminding the internal dialogism of Fernando Pessoa, in the plurality of his heterotext. What we will address in this short essay is the personalized validity of the great poet from Minas, put between a certain aspiration to the formal change (in the freedom of a new language) and its understanding as “being in the world” (in the reality of the Brazilian society) and interaction without constraints of any school of thought.

Um obscuro encanto: gnose, gnosticismo e poesia moderna; Gnosticism, the religious doctrine of Late Antiquity, in its relationship to poetry

Willer, Claudio Jorge
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/03/2008 PT
Relevância na Pesquisa
56.51%
A presente tese é sobre gnosticismo, doutrina religiosa da Antiguidade tardia, em sua relação com a poesia. Procura circunscrever seu âmbito, definir suas características e localizar seus principais temas: entre outros, o dualismo, os mito do demiurgo, das duas almas, do andrógino primordial, sua noção do tempo e sua relação com hermetismo, astrologia e alquimia. Mostra como mitos e temas gnósticos e até um estilo, um modo gnóstico de escrever, reaparecem ou são retomados por poetas românticos, simbolistas e modernistas, inclusive aqueles de língua portuguesa. Entre outros, examina William Blake, Novalis, Gérard de Nerval, Baudelaire, Rimbaud, Mallarmé, Lautréamont, Breton, Fernando Pessoa, Dario Veloso e Hilda Hilst. Sustenta que, sendo arcaico e anacrônico em seu dualismo e sua complexa cosmovisão e teologia, ao mesmo tempo o gnosticismo pode ser associado a uma mentalidade moderna e, como parte dela, a criações literárias, algumas inovadoras, pelo caráter sincrético e por formular uma crítica total, cósmica, na era da crítica. Também mostra como poetas não apenas absorveram ou reproduziram aquela doutrina, mas o fizeram de modo pessoal e original, transformando-a e reinventando-a. E, principalmente...

Situação do autor na poesia moderna: Fernando Pessoa e Ezra Pound; Authors situation in modern poetry: Fernando Pessoa and Ezra Pound

Damasceno, Rodrigo Lôbo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 05/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
66.61%
Esta dissertação propõe um estudo comparativo das obras críticas e poéticas de Fernando Pessoa e Ezra Pound, partindo da hipótese central de que a leitura conjunta dos seus textos proporciona um ângulo privilegiado de análise, tanto de seus procedimentos específicos quanto de alguns dos aspectos axiais da poesia moderna e das tensões que os constituem. Focaliza, para tanto, as estratégias formais que os poetas utilizam na busca por uma espécie de despersonalização poética (seja na escrita de poesia, seja em sua leitura e em sua crítica): os fenômenos da heteronímia e da persona. Como eixo organizador dessa leitura, encontra-se a relação dos dois autores com a tradição literária entendida como arquivo de escritos que caberia ao poeta contemporâneo (moderno e antimoderno) conservar e renovar, o que os faz assumir uma postura contrária à das manifestações mais severas das vanguardas, sobretudo do Futurismo italiano, com as quais polemizam. A tradição, supostamente morta pelos decretos vanguardistas, deve então reviver e retornar nas obras de Pessoa e de Pound que encontram na crítica, na experiência da voz (da multiplicidade de vozes que funda e conforma a poesia) e na tradução os meios próprios para esse retorno. Os ideais de uma despersonalização poética...

Hart Crane : his poetry in presence and meaning

Migliavacca, Adriano Moraes
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
ENG
Relevância na Pesquisa
46.61%
Este trabalho visa a oferecer uma análise da obra de Hart Crane, um dos mais importantes poetas modernos norte-americanos. Influenciada pela imagética da poesia simbolista francesa e do romantismo inglês, bem como a retórica de dramaturgos e poetas elisabetanos, a poesia de Hart Crane foi vista como ambiciosa e difícil desde seu surgimento. Devido à complexidade de sua linguagem e temas, esta obra sempre apresentou desafios a leitores e críticos, resultando em opiniões conflitantes sobre seu lugar na literatura moderna. Neste estudo, sua poesia lírica é analisada com respeito aos seus temas, sentidos e recursos linguísticos, em uma tentativa de oferecer uma forma mais produtiva e abrangente de se ler e entender esta obra importante da poesia moderna.; This study aims at providing an analysis of the work of Hart Crane, one of the foremost North-America modern poets. Influenced by the imagery of French Symbolist poetry and English Romanticism, as well as the rhetoric of Elizabethan dramatists and poets, the poetry of Hart Crane was seen as ambitious and difficult since its appearance. Due to the complexity of its language and themes, this work has always presented challenges to readers and critics, resulting in disparate views regarding its place in modern literature. In this study...

A modernidade poética em Cesário Verde e Gomes Leal

Bonfá, Carlos Eduardo Marcos
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 126 f.
POR
Relevância na Pesquisa
46.48%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Estudos Literários - FCLAR; Este trabalho pretende apontar e analisar elementos que confirmem o pioneirismo dos poetas portugueses Cesário Verde (1855-86) e Gomes Leal (1848- 1921) em relação à modernidade poética em Portugal, contribuindo para a ampliação da fortuna crítica dos dois autores e, sobretudo, da de Gomes Leal, poeta muito importante e ainda insuficientemente conhecido nos meios universitários brasileiros. A análise contemplará os principais temas da poesia moderna – a relação dúbia com o universo urbano-industrial, a femme fatale, a despersonalização e a identificação dos contrários – e a sua expressão formal na poesia de Cesário e de Gomes Leal. Ficarão mais evidentes, neste quadro, as relações que se estabelecem entre as duas poéticas.; This project will focus on and analyse those elements which confirm the pioneering quality of the Portuguese poets Cesário Verde (1855-86) and Gomes Leal (1848-1921) in relation to poetic modernism in Portugal, contributing, in this way, to the development of the critical profile of these two authors and...

A poesia em prosa de Charles Baudelaire e Fernando Pessoa: cruzamentos

Coronel, Luciana Paiva
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
46.41%
A prosa po??tica do Livro do desassossego, de Fernando Pessoa constitui obra privilegiada para o estudo das contradi????es da modernidade est??tica neste autor. Fragment??ria e desalinhavada, esta forma liter??ria apresenta uma afinidade inequ??voca com os.Pequenos poemas em prosa de Charles Baudelaire, o iniciador da l??rica moderna. Em que pesem as semelhan??as, vis??veis nitidamente no plano formal, h?? in??meras dessemelhan??as entre a vis??o de mundo do poeta portugu??s e a vis??o de mundo do poeta franc??sno que diz respeito ao julgamento que cada um faz acerca das peculiaridades da vida moderna. Realizar um cruzamento entre estas distintas vis??es de mundo, enraizadas em formas po??ticas bastante pr??ximas, ?? o que se pretende neste trabalho; Prose poetry in the Livro do desassossego by Portuguese author Fernando Pessoa is a key feature for the study of the contradictions of modern aesthetics in the work of this author. This fragmented work by Pessoa reveals strong affinity with Spleen de Paris, by French author Charles Baudelaire, the founder of modern poetry. Despite the great many formal similarities between both authors??? poetical writing, there are also several differences between their world views when it comes to the way each author addresses the peculiarities of modern life. This study aims at contrasting these world views...

O Romantismo resistente e o classicismo possível: princípios estéticos na poesia moderna brasileira e sua subversão na obra tardia de Mário Faustino

Almeida De Ataíde, Artur; Maria Araújo Ferreira, Ermelinda (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.61%
A partir da leitura de textos de Tasso, Schiller e Mallarmé, analisados segundo suas relações com a questão da objetividade na poesia, pretende-se identificar alguns dos princípios estéticos supostamente dominantes da poesia moderna brasileira para, em seguida, demonstrar o quão amplas podem ser, diante dos mesmos, as implicações tanto estéticas quanto filosóficas de um dos últimos projetos de Mário Faustino (1930-1962), o inconcluso Fragmentos de uma obra em progresso. As contribuições daqueles três autores constituiriam um arcabouço válido para a identificação de duas poéticas distintas em nossa modernidade: uma inaugurada pelos Fragmentos, que subverteria princípios da poesia moderna ao reabilitar certas concepções e práticas estilísticas préromânticas, e uma outra, que irmanaria poetas tão díspares quanto Drummond, Cabral e Jorge de Lima; Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

O Romantismo resistente e o classicismo possível: princípios estéticos na poesia moderna brasileira e sua subversão na obra tardia de Mário Faustino

Almeida De Ataíde, Artur; Maria Araújo Ferreira, Ermelinda (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.61%
A partir da leitura de textos de Tasso, Schiller e Mallarmé, analisados segundo suas relações com a questão da objetividade na poesia, pretende-se identificar alguns dos princípios estéticos supostamente dominantes da poesia moderna brasileira para, em seguida, demonstrar o quão amplas podem ser, diante dos mesmos, as implicações tanto estéticas quanto filosóficas de um dos últimos projetos de Mário Faustino (1930-1962), o inconcluso Fragmentos de uma obra em progresso. As contribuições daqueles três autores constituiriam um arcabouço válido para a identificação de duas poéticas distintas em nossa modernidade: uma inaugurada pelos Fragmentos, que subverteria princípios da poesia moderna ao reabilitar certas concepções e práticas estilísticas préromânticas, e uma outra, que irmanaria poetas tão díspares quanto Drummond, Cabral e Jorge de Lima; Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

A escrita da cidade na poesia moderna

Petrarca, Diego Castilhos
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
66.72%
Este trabalho, de caráter teórico e criativo, tem como objetivo destacar a escrita da cidade na poesia moderna, assim como a presença do sujeito lírico e sua poesia urbana. Através de modelos de poesia da cidade, o trabalho pretende mostrar como ocorre a abordagem desse tema na poesia de alguns autores e como ela permanece na poesia moderna brasileira. A dissertação consiste num capítulo teórico seguido de um livro de poemas chamado Cidade Cidades.; This work, of theoretical and creative character, has as objective to detach the writing of the city in the modern poetry, as well as the presence of the lyrical subject and its urban voice. Through models of poetry of the city, the work intends to show as the boarding of this subject on poetry of some authors occurs and as it remains in the Brazilian modern poetry. It consists of a followed theoretical chapter of a poem book called Cidade Cidades (City Cities).

1952: a poesia de O Estranho de Max Martins

ALENCAR, Melissa da Costa
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.57%
Essa disserta??o estuda a poesia do livro O Estranho, 1952, do poeta paraense Max Martins, e seu entrelace com a poesia moderna. Para isso, consideramos que a po?tica de Max dialoga com os textos de poetas brasileiros de renome nacional e universal. De acordo com Haroldo de Campos, a rela??o de uma po?tica com a tradi??o liter?ria e o projeto que o texto art?stico necessita ? um encontro entre c?digos, em uma rara capacidade de transferir mesmo as efem?rides mais ?ntimas para o horizonte do fazer, em cria??o, na luta corpo-a-corpo com a palavra. Essa luta com o verbo ? parte fundamental no jogo po?tico de Max Martins. Em O Estranho, ao questionar o lugar da poesia no seu pr?prio tempo, o poeta desmembra o texto e revela o homem e a escrita ? margem. A poesia do estranho - o termo sugere o gauche drummondiano - constitui um "dialeto" talvez inintelig?vel para alguns. Como sugere o poema inicial dessa obra, a linguagem pode at? mesmo ser incompreens?vel, da? o voc?bulo "estranho" (do t?tulo do livro e do primeiro poema), ou seja, uma linguagem de choque, que se estranha com a realidade, no entanto, ? o que quer o poeta, a transmuta??o da realidade cotidiana no po?tico. Neste trabalho, tra?amos os aspectos relevantes da l?rica moderna a partir de um estudo sobre os conceitos de Moderno...

La poesía moderna abusiva: la tensión poética en Juan de Mena

Heusch, Carlos
Fonte: Universidade da Coruña Publicador: Universidade da Coruña
Tipo: Artigo de Revista Científica
SPA
Relevância na Pesquisa
66.74%
[Resumo] Estudo da cuestión da “novidade” na poesía de Juan de Mena e da lexitimidade ou non, para o devandito poeta, dunha “poesía moderna” á que tilda moi suxestivamente de “abusiva”. Algúns poemas soltos seus plantexan unha forte tensión poética entre tradición castelá e modernidade italianizante que o poeta parece non resolver até a composición dunha obra coma o Laberinto e trala especie de auto-coroación da dita escrita poética na Coronación del marqués de Santillana. Agora ben, acaso non se trata dunha resolución tan “abusiva” que implique un necesario retorno á poética anterior, coma o suxire unha obra coma as Coplas de los pecados mortales?; [Resumen] Estudio de la cuestión de la “novedad” en la poesía de Juan de Mena y de la legitimidad o no, para dicho poeta, de una “poesía moderna” a la que tilda muy sugestivamente de “abusiva”. Algunos poemas sueltos suyos plantean una fuerte tensión poética entre tradición castellana y modernidad italianizante que el poeta no parece resolver hasta la composición de una obra como el Laberinto y tras la especie de auto-coronación de dicha escritura poética en la Coronación del marqués de Santillana. Ahora bien, ¿acaso no se trata de una resolución tan “abusiva” que implique un necesario retorno a la poética anterior...

Mindscapes

Lopes, Rodrigo Garcia
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Tese de Doutorado
ENG
Relevância na Pesquisa
46.63%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão.; Esta tese propõe uma leitura revisionista da poesia contemporânea através do exame do caso de um dos mais esquecidos escritores norte-americanos do século XX: Laura (Riding) Jackson (1901-1991). O objetivo é demonstrar que Riding não apenas possuía uma poética definida e singular, mas que ela permanece uma das instâncias mais extremas e paradoxais do modernismo anglo-americano, a ponto de Riding abandonar a escrita da poesia em 1938. Recorrendo a conceitos de "formação do cânone" bem como às noções de "discurso" e "função do autor", em Foucault, investigo a construção do cânone da poesia moderna anglo-americana, recuperando o contexto e as circunstâncias da ocultação de Riding. Enquanto cubro os "discursos" poéticos em circulação na primeira metade do século XX-o "imagismo" de Pound, a "dissociação da sensibilidade", "impersonalidade" e "tradição" de Eliot, a "unidade orgância" e "ambigüidade" da Nova Crítica-ofereço um panorama crítico de modernismos alternativos sendo articulados à época. Minha intenção é demonstrar que os poemas de Riding são expressões vigorosas de um escritor para quem "a mente pensando se torna a força ativa do poema"...

Hart Crane's "Voyages" : analysis and translation

Migliavacca, Adriano Moraes
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
ENG
Relevância na Pesquisa
46.51%
O cenário da poesia moderna de língua inglesa congrega uma série de autores ingleses e norte-americanos que criaram obras com estilos, formas, problemáticas e visões de mundo altamente diversificados. Uma ampla gama de recursos linguísticos e estéticos foi desenvolvida, incluindo o uso da colagem, a sintaxe fragmentada, o verso livre e a linguagem coloquial algumas vezes intercalada com a solene. Dentre tais autores modernos, o poeta norte-americano Hart Crane se destaca por sua obra poética de alta originalidade e complexidade e suas perspectivas estéticas bastante individualizadas. Em sua obra, Crane articulou recursos e referências literárias e filosóficas variadas. Sua poesia se caracteriza por uma versificação que contempla do pentâmetro iâmbico branco elisabetano ao verso livre moderno; uma sintaxe que se distancia da língua falada com inversões e rupturas; um vocabulário eclético que une arcaísmos a neologismos; uma retórica rica em figuras de linguagem; e um ideário simbólico e temático compreendendo as ideias e imagens místicas e metafísicas do simbolismo francês e a exploração de sentimentos individuais do romantismo inglês. Além desses referenciais, Crane foi particularmente inspirado e instigado pelo poeta norte-americano moderno T. S. Eliot...

Poesía williche y poesía moderna: tensiones y distensiones de un diálogo estético-literario

Mora Curriao, Elsa Maribel
Fonte: Universidad de Chile Publicador: Universidad de Chile
Tipo: Tesis
ES
Relevância na Pesquisa
56.8%
Tesis para optar al grado de Magíster en Literatura; Esta tesis aborda las relaciones que se establecen entre la poesía de cuatro autores williches y la tradición de la poesía moderna. Tomando como base teórica las categorías de analogía e ironía propuestas por Octavio Paz como estructurantes de la poesía moderna, se analizan los poemarios Arco de interrogaciones de Bernardo Colipán, Palimpsesto de Paulo Huirimilla, Oratorio al señor de Pucatrihue de César Millahueique y La heredad del pasto y el agua de José Teiguel. Se identifican, en estos textos, los elementos poéticos y estéticos que los hacen singulares, distinguiendo aquellos vinculados a la tradición poética moderna y aquellos relacionados con la cultura williche, determinando las relaciones que se establecen entre ellos y que peculiarizan las propuestas estéticas de los autores. Más allá de las diferencias, en los textos estudiados se nota la necesidad de construir una poética propia entramada con la tradición de la poesía moderna, a través de referencias, técnicas y formas que se entrecruzan para ir situándose en una especie de “modernidad williche” que quiere aportar a la construcción de una literatura nacional mapuche desde sus particularidades históricas y regionales...

A influência de Baudelaire na poesia de Eduardo Guimaraens

Jahn, Lívia Petry
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Avaliado pelos pares Formato: application/pdf
Publicado em 11/05/2012 POR
Relevância na Pesquisa
46.43%
Baudelaire foi o precursor do modernismo e de toda uma visão diferenciada sobre poesia, a partir de seu livro As Flores do Mal. Influenciou sobremaneira a poesia feita na França e no Brasil, especialmente a poesia de Eduardo Guimaraens que guarda referências explícitas à obra poética de Baudelaire. Em seu livro, A Divina Quimera, Eduardo Guimaraens retoma imagens, temas e motivos da poesia de Baudelaire, bem como trabalha as questões de sonoridade e sinestesia tão caras ao poeta francês. Com poesias escritas na língua francesa, o poeta brasileiro busca unir os motivos do simbolismo à busca por musicalidade tão característica deste movimento estético. E aliado a isso escreve em português poesias que dialogam com Baudelaire explicitamente como no caso da poesia “De profundis clamavi” e “Alma das Coisas”, ambas inspiradas em poesias do bardo francês. Sendo assim, Baudelaire não só influenciou a poesia moderna como também seus precursores, no caso, os simbolistas. É através de sua influência na poesia brasileira e sul-rio-grandense que surgiu uma nova forma estética e poética que permanece influenciando a escrita até nossos dias.

Poesia moderna, mito e dialética revolucionária; Modern Poetry, myth and revolutionary dialectic

Rafael de Almeida Padial
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/09/2015 PT
Relevância na Pesquisa
66.7%
Este trabalho insere-se na tradição que reflete sobre a possibilidade de o conceito reencontrar o sensível em uma forma superior, como um universal concreto. Em certo sentido, busca-se uma fundamentação poética para a política (considerando-se aqui "poética" em sentido amplo). Trabalhamos as relações conflituosas entre poesia moderna e revolução, desde o que ficou conhecido, com Hegel, como "morte da arte", até a expressão da poesia como silêncio entre os chamados "poetas malditos" do final do séc. XIX. Para uma melhor compreensão dessa grave crise moderna da poesia pensamos ser necessário retornar à Grécia antiga e analisar a origem da obra de arte na sociedade ocidental, analise à qual nos ateremos. Por fim, verificaremos algumas possíveis analogias entre dialética revolucionária e poesia mítica, visando trazer ao presente a urgência da superação da estreita divisão social do trabalho.; This dissertation situates itself in the tradition that reflects on the possibility of the concept reconnecting with the sensible in a superior form, as a concrete universal. In a certain sense, we seek a poetic grounding for politics (using "poetic" here in its broadest sense). We consider the conflicting relations between modern poetry and revolution...

No altar da arte: sobre alguns anseios na obra de Mário de Sá-Carneiro

Amorim, Bernardo Nascimento
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 02/06/2013 POR
Relevância na Pesquisa
46.42%
O texto aborda a obra de Mário de Sá-Carneiro tendo como ponto de partida a constatação de que se encontram, nela, traços evidentes de uma certa tradição da poesia moderna, em suas vertentes de oposição ao mundo que se consolida a partir do século dezenove e de proposição de novos mundos e novos mitos. Procura-se aproximar a obra em questão de algumas ideias expostas por Fernando Pessoa, com o intuito de demonstrar a afinidade entre os dois autores e o seu pertencimento à mencionada tradição, sem perder de vista, contudo, as particularidades da poética de Sá-Carneiro, as principais tensões que fazem com que ela se coloque em movimento e construa os seus sentidos.

Da Poesia Concreta à poesia visual

Castro, E. M. de Melo e
Fonte: Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais Publicador: Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 31/12/2006 POR
Relevância na Pesquisa
56.55%
Reflexões acerca da poesia concreta, não apenas como movimentode vanguarda, mas em relação a toda a poesia moderna.

Um diálogo no meio do caminho: Czesław Miłosz leitor e tradutor de Carlos Drummond de Andrade; A dialogue in the middle of the road: Czesław Miłosz as reader and translator of Carlos Drummond de Andrade

de Souza, Marcelo Paiva; Universidade Federal do Paraná
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 20/04/2015 POR
Relevância na Pesquisa
46.42%
http://dx.doi.org/10.5007/2175-7968.2015v35nesp1p146 Em Wypisy z ksiąg użytecznych (Excertos de livros úteis; 1994), pessoalíssima antologia comentada da poesia mundial, com organização, prefácio e, em grande parte, traduções de sua própria lavra (a obra colige também versões de outros tradutores, assim como poemas poloneses), Czesław Miłosz incluiu um único texto de um único confrade brasileiro: “No meio do caminho”, de Carlos Drummond de Andrade. Reescrito e relido em língua polonesa, o poema exibe facetas pouco familiares – e talvez tanto mais interessantes – de Drummond, além de descortinar uma visão reveladora da obra do próprio Miłosz, como poeta e como crítico da poesia moderna. ; In Wypisy z ksiąg użytecznych (Extracts from Useful Books), a very personal commented anthology of world poetry selected, prefaced and mostly translated by Czesław Miłosz himself (the volume also contains other translators’ versions, as well as pieces of Polish poetry), he has included only one text of a single Brazilian author: Carlos Drummond de Andrade’s “In the Middle of the Road”. Rewritten – and reread – in Polish, the poem is likely to show unfamiliar and all the more interesting facets of Drummond’s writing. Furthermore...

Huerta al alba

Sol Tlachi,Carlomagno
Fonte: Universidad de Guanajuato, Departamentos de Filosofía y de Letras Hispánicas Publicador: Universidad de Guanajuato, Departamentos de Filosofía y de Letras Hispánicas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 ES
Relevância na Pesquisa
46.48%
Efraín Huerta nació en Silao, Guanajuato, en 1914, y murió en el D. F. en 1982. En este año 2014, se cumplen setenta años de la aparición de Los hombres del alba. Si la generación Contemporáneos marca el antes y el después de la poesía mexicana actual, Huerta, con la edición de su libro en 1944, es un referente obligado si se pretende llegar al lugar de donde es oriunda la poesía moderna y contemporánea mexicana. A partir del contexto ideológico que le toca vivir al poeta guanajuatense en la capital, que dejó huella profunda en sus primeros libros, se pone en relieve el giro de 180 grados que, después de aquella primera etapa, dieron los poemas que constituyen Los hombres del alba a la poesía mexicana.