Página 1 dos resultados de 948 itens digitais encontrados em 0.008 segundos

Poesia e diálogos numa ilha chamada Brasil; Poetry and dialogues on an island called Brazil

Paula, Marcelo Ferraz de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/08/2012 PT
Relevância na Pesquisa
56.28%
A veiculação de uma perspectiva comunitária voltada para a aproximação/integração dos países latino-americanos recebeu destacada importância nas produções culturais brasileiras das décadas de 1960 e 1970. Especialmente no âmbito das manifestações artísticas, novas articulações em torno de uma identidade latino-americana surgiam na pauta dos debates político-culturais. A partir deste contexto, o presente trabalho visa refletir sobre a importância do ideal americanista para a poesia brasileira do período, dando destaque à produção poética de Ferreira Gullar e Thiago de Mello. A escolha por estes dois autores justifica-se pela intensidade e dramaticidade com que suas obras encarnaram as esperanças e contradições da época, tanto no que se refere aos dilemas formais inerentes a uma concepção poética disposta a atuar politicamente na realidade social, transformando-a, como no espaço que oferecem à representação de uma união solidária entre os países da América Latina. A partir da leitura de seus poemas buscamos matizar a posição da fulguração americanista dentro de um projeto político e estético mais amplo, bem como os lugarescomuns que acompanham sua concretização formal. Damos especial atenção aos eventos e personagens que...

O tiro, o freio, o mendigo e o outdoor: representações do espaço urbano na poesia brasileira pós-1990; The shot, the brake, the beggar and the outdoor: representations of urban space in the Brazilian poetry of the post-90s

Weintraub, Fabio
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/11/2013 PT
Relevância na Pesquisa
66.38%
O presente trabalho constitui uma investigação sobre as estratégias de representação da cidade na poesia brasileira contemporânea, segundo quatro eixos temáticos: representações sobre violência, circulação, moradia e temporalidade no espaço urbano. Analisam-se poemas de oito autores Alberto Martins, Duda Machado, Eduardo Sterzi, Pádua Fernandes, Paulo Ferraz, Régis Bonvicino, Ronald Polito e Tarso de Melo em cuja obra os temas de cada eixo ocupam lugar de relevo. Do ponto de vista temporal, a maioria dos poemas pertence a livros escritos na última década e meia e representa uma guinada realista dentro da tendência de negação das referências concretas ao país e ao momento histórico, dominante nos anos 1980 e em boa parte da década seguinte. A escolha do marco pós-1990 levou também em conta circunstâncias de agravamento da crise habitacional, incremento da violência, colapso dos transportes e museificação urbana, cujo impacto sobre os poetas é avaliado mediante comparações não sistemáticas com momentos anteriores de nossa poesia (e, mais pontualmente, da canção brasileira) em que temas semelhantes recebem tratamento diverso. Tais comparações ensejam, ainda, uma reflexão sobre o vínculo da poesia contemporânea com seus antecedentes próximos (o legado modernista...

Algumas considerações sobre a poesia de Eucanaã Ferraz

Baldan, Maria de Lourdes Ortiz Gandini
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 1-14
POR
Relevância na Pesquisa
56.25%
The contemporary Brazilian poetic production is marked by a strong diversity in the forms of expression and the thematic contents that it makes circulate; it is found either turned to the critical reading of the Brazilian poetry‟s most traditional repertoire, or more concerned about the research of new expressive models afforded by language. Such constitutive diversity, which operates on the intermediate gradients between these two tendencies, finds itself underlined by the little orthodox practice of the production divulgation and circulation, that appropriated the internet and the poetic performances to compensate the low paper-based edition. What we have is a type of poetic dialectology which identifies the poetry readers group. Verifying the most regular procedures in the construction of the dialectology, through the work of Eucanaã Ferraz and João Cabral, is the objective of this paper.; A produção poética brasileira contemporânea é marcada por uma forte diversidade nas formas de expressão e nos conteúdos temáticos que faz circular; encontra-se ora mais voltada à leitura crítica do repertório mais tradicional da poesia brasileira, ora mais preocupada com a pesquisa de novos modelos expressivos propiciados pela linguagem. Tal diversidade constitutiva...

Perfis de Orfeu na poesia brasileira recente

Pires, Antônio Donizeti
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.32%
Muitos são os atributos que perfazem o ciclo mítico de Orfeu, o mais importante dos poetas lendários da Grécia antiga: ele, além de amante devotado (pois desceu ao Hades em busca da amada Eurídice) e protótipo de poeta lírico (em termos ideais platônicos), teria sido o fundador do culto de mistérios que leva seu nome, o Orfismo. Tema recorrente na literatura e nas artes ocidentais, sobretudo a partir das obras dos latinos Ovídio e Virgílio, o mito de Orfeu, em seus aspectos mítico-poéticos, vinca a poesia brasileira desde a Colônia e atinge inusitada voga a partir dos anos 40/50 do século XX, quando pode encharcar-se de certos aspectos místico-religiosas (Murilo Mendes; Dora Ferreira da Silva). Na contemporaneidade, os perfis de Orfeu continuam seu périplo pela poesia brasileira, em obras recentes de Adriano Espínola (Praia provisória, 2006), Geraldo Carneiro (Balada do impostor, 2006) ou Rodrigo Petronio (Venho de um país selvagem, 2009). A partir de tais obras tentar-se-á dar um corpo (embora metamórfico) ao contraditório Orfeu.

Poesia visual brasileira no contexto de crise

Borsato, Fabiane Renata; Buoro, Thiago
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 213-232
POR
Relevância na Pesquisa
56.38%
In this project, we tried to analyze, in a very short way, the relations between Brazilian Visual Poetry and a phenomenon in modern literature known as crises of the verse. In sequence, we tried to situate this poetry in a provisory category which the current criticism sees it as the contemporary Brazilian poetry. For sure, the Concretism and its esthetics deployments assured space for the visually in poetry.; Procuramos aqui analisar brevemente as relações da poesia visual brasileira com o fenômeno na literatura moderna conhecido como crise do verso. Depois buscamos situar essa poesia dentre as categorias provisórias por meio das quais a crítica atual pensa a poesia brasileira contemporânea. Sem dúvida, o Concretismo e seus desdobramentos estéticos garantiram espaço para a visualidade em poesia.

Silêncio e diálogo na poesia brasileira

Silva, Paulo César Andrade da
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 1-17
POR
Relevância na Pesquisa
56.24%
This essay aims to contribute to a critical assessment of contemporary Brazilian poetry, investigating the relationship between two tendencies: minimalism that verges on silence of speech in Kléber Mantovani’s and Tarso de Melo’s poetry, and the dialogue with the tradition in Armando Freitas Filho’s, Fabiano Calixto’s and Iacyr Anderson Freitas’s poetry.; Este ensaio pretende contribuir para uma avaliação crítica da poesia brasileira contemporânea, investigando as relações entre duas tendências de suas tendências: o minimalismo que beira o silêncio do discurso presente na poesia de Kléber Mantovani e Tarso de Melo e o diálogo com a tradição presente na poesia de Armando Freitas Filho, Fabiano Calixto e Iacyr Anderson Freitas.

Os sentidos da depuração na poesia de Castro Alves

Pablo Simpson
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/02/2001 PT
Relevância na Pesquisa
56.25%
Tendo a poesia de Castro Alves como lugar privilegiado de investigação, este estudo propõe, a partir da formulação histórica que presidiria o seu papel na evolução da poesia brasileira, a análise de quatro de seus caminhos principais, dados por Mário de Andrade, Fausto Cunha, Sílvio Romero e Roger Bastide. Abre-se, além disso e todavia, para especulações em torno de questões de hiória literária brasileira e historiografia literária; Not informed

Donizete Galvão, Orides Fontela e o "reino do poeta"

Marques,Ivan
Fonte: Grupo de Estudos em Literatura Brasileira Contemporânea; Programa de Pós-Graduação em Literatura da Universidade de Brasília (UnB) Publicador: Grupo de Estudos em Literatura Brasileira Contemporânea; Programa de Pós-Graduação em Literatura da Universidade de Brasília (UnB)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
56.25%
O artigo aproxima as poéticas de dois nomes representativos da recente poesia brasileira, o mineiro Donizete Galvão (1955-2014) e a paulista Orides Fontela (1940-1998). A partir da análise de um poema feito por Donizete em homenagem a Orides, por ocasião de sua morte, e incluído no livro Ruminações (1999), o texto levanta e discute traços comuns às duas obras, especialmente a contaminação da poesia límpida e da busca do sagrado, ansiadas por ambos os autores, pela aspereza do real e pelas impurezas da matéria que servia de base aos poemas.

A transparência impossível: lírica e hermetismo na poesia brasileira atual

Cavalcante de Andrade, Fábio; de Holanda Barros, Lourival (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.35%
Demonstramos, através da análise de quatro poetas brasileiros contemporâneos: Weydson Barros Leal, Cláudio Daniel, Marco Lucchesi e Micheliny Verunschk; a existência, no âmbito da poesia brasileira atual, de uma tendência poética que nomeamos de hermetismo. As obras desses quatro autores estudados abrangem as duas décadas em que emerge e amadurece a poesia hermética brasileira: dos meados dos anos 80 até estes anos 2000. Vivos e atuantes, esses autores desenvolvem em sua produção um hermetismo literário que reforça uma linha de criação que traspassa toda a modernidade, partindo do Romantismo mais arrojado, passando pelo Simbolismo e por algumas poéticas modernistas não alinhadas necessariamente às experiências mais radicais de vanguarda. Dividido em três partes, o estudo toma como ponto de partida uma das principais faces da poesia moderna: seu poder de fascinar e constituir-se como verdadeiro processo, enigmático e nunca concluído de leitura e interpretação aberta; estudando-a a partir de seus principais deflagradores, inicialmente no âmbito internacional e, posteriormente em terras brasileiras, foco das duas últimas partes. A existência, então, dessa tendência hermética em nossa poesia está intimamente ligada ao desenvolvimento de uma reflexão sobre os limites expressivos da linguagem poética...

A transparência impossível: lírica e hermetismo na poesia brasileira atual

Cavalcante de Andrade, Fábio; de Holanda Barros, Lourival (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.35%
Demonstramos, através da análise de quatro poetas brasileiros contemporâneos: Weydson Barros Leal, Cláudio Daniel, Marco Lucchesi e Micheliny Verunschk; a existência, no âmbito da poesia brasileira atual, de uma tendência poética que nomeamos de hermetismo. As obras desses quatro autores estudados abrangem as duas décadas em que emerge e amadurece a poesia hermética brasileira: dos meados dos anos 80 até estes anos 2000. Vivos e atuantes, esses autores desenvolvem em sua produção um hermetismo literário que reforça uma linha de criação que traspassa toda a modernidade, partindo do Romantismo mais arrojado, passando pelo Simbolismo e por algumas poéticas modernistas não alinhadas necessariamente às experiências mais radicais de vanguarda. Dividido em três partes, o estudo toma como ponto de partida uma das principais faces da poesia moderna: seu poder de fascinar e constituir-se como verdadeiro processo, enigmático e nunca concluído de leitura e interpretação aberta; estudando-a a partir de seus principais deflagradores, inicialmente no âmbito internacional e, posteriormente em terras brasileiras, foco das duas últimas partes. A existência, então, dessa tendência hermética em nossa poesia está intimamente ligada ao desenvolvimento de uma reflexão sobre os limites expressivos da linguagem poética...

A poesia de Jose Paulo Paes

Sandmann, Marcelo Correa
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
56.36%
Resumo: O presente estudo aborda o desenvolvimento da obra poética do escritor brasileiro José Paulo Paes desde a sua estréia, no ano de 1947, até momento mais recente, especificamente o ano de 1986, data da publicação de Um por todos, reunião de toda a sua poesia publicada em livro até então. São ao todo 8 os trabalhos aí contidos: O aluno (1947 ), Cúmplices (1951), Novas cartas chilenas (1953), Epigramas (1958), Anatomias (1967), Meia palavra (1973), Resíduo (1980) e Calendário perplexo (1983). Num primeiro capítulo, é traçado um panorama da poesia brasileira nos seus principais momentos desde o Modernismo de 22 até a década de 80. A seguir, num segundo capítulo, o estudo foca com detalhe cada um dos livros de Paes contidos na citada reunião, tendo-se sempre como pano de fundo o contexto poético e histórico-cultural contemporâneo à data de publicação desses trabalhos fornecidos pelo "panorama". Ao final, em capítulo conclusivo, procura-se articular de maneira mais orgânica os desenvolvimentos temáticos e formais da poesia de Paes ao longo do tempo e destacar as características mais especificamente definidoras dessa poesia. A obra de Paes acaba por revelar-se uma obra que se vai construindo ao longo do tempo numa operação de estreito diálogo com as poéticas dominantes que lhe são contemporâneas. A conquista de uma voz pessoal é projeto que permeia sempre esse diálogo: é em meio ao contato com outras vozes que Paes vai definindo a sua. No seu momento mais maduro...

Manuel Bandeira: memória e história da poesia

Marozo, Luís Fernando da Rosa
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Tese de Doutorado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
56.42%
Na recepção da Apresentação da poesia brasileira, de Manuel Bandeira, procuro averiguar a visão de poesia e de nação que seu autor propõe. Tenho como aporte teórico a proposta de uma história conceitual de David Perkins e os fundamentos da ciência empírica construtivista de Siegfried Schmidt. O texto ganhará significação como documento do passado, mas, aqui, o passado será visto como uma construção intelectual no presente do historiador, através da qual ele organiza suas experiências mentais e sensoriais em um sistema coerente. A memória, nesse modelo, é gerada com base na autorreferencialidade e permite ao homem atender às necessidades atuais, ou seja, possui um caráter pragmático, e não o de conservar os acontecimentos do passado. Portanto, essa história da poesia é resultado de uma experiência presente e de conhecimento presente de Manuel Bandeira que serve de sintoma de uma época e de um grupo. Nessa perspectiva, ela constrói e não reconstrói conceitos de poesia e nação para a nossa memória coletiva.; En la recepción de la Apresentação da poesia brasileira, de Manuel Bandeira, busco averiguar la visión de poesía y de nación que su autor propone. Tengo como soporte teórico la propuesta de una historia conceptual de David Perkins y los fundamentos de la ciencia empírica constructivista de Siegfried Schmidt. El texto ganará significación como documento del pasado...

Opressão, Opacidade e transparência: imagens do ar na poesia brasileira moderna e contemporânea; Opressão, Opacidade e transparência: imagens do ar na poesia brasileira moderna e contemporânea

Bischof, Betina
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 18/11/2015 POR
Relevância na Pesquisa
56.35%
This essay focuses on a specific theme (air, haze, sky, moon) in the poetry of Carlos Drummond de Andrade, Chico Alvim, Rubens Rodrigues Torres Filho and Claudia Roquette-Pinto, attempting to elucidate, in comparison with the effects of haze on the structure of Guignard’s painting, the ways in which the specific form of these poems and pictures incorporates aspects from Brazilian social experience of the 20th and 21st centuries.; Este ensaio se volta ao estudo de um tema específico (ar, névoas, céu, lua), na poesia de Carlos Drummond de Andrade, Chico Alvim, Rubens Rodrigues Torres Filho e Claudia Roquette-Pinto, buscando elucidar, em comparação com a estrutura por assim dizer enevoada da pintura de Guignard, o modo como a forma desses poemas e quadros incorpora aspectos da experiência social brasileira no século XX e XXI.

DÊIXIS E ESTRANHAMENTO: CAMINHOS DA NOVA POESIA BRASILEIRA

Ávila, Myriam
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 29/06/2007 POR
Relevância na Pesquisa
66.19%
A PERCEPÇÃO VISUAL DO MUNDO, QUE SE DETALHA EM NUANÇAS DE FORMAS, CORES E MOVIMENTOS, É UM VEIO POUCO EXPLORADO NA POESIA BRASILEIRA, EM CONTRASTE, POR EXEMPLO, COM A NORTE-AMERICANA. A FUGA DA SUBJETIVIDADE POR MEIO DA CISÃO ENTRE O VEDOR E O VISTO, ENTRE O OBJETO E A MÁQUINA-POETA QUE O OBSERVA SEM COM ELE INTERAGIR, NÃO DEIXA, COM SEU TRAÇO MINORITÁRIO, DE CONSTITUIR UMA ATRAENTE VIA DE EXPRESSÃO PARA A NOVA GERAÇÃO DE POETAS BRASILEIROS, E COMO TAL É ABORDADA NESTE ARTIGO.

O MOVIMENTO DA POESIA CONCRETA E A POESIA BRASILEIRA CONTEMPORÂNEA

da Costa, Edison José; UFPR
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 04/10/2010 POR
Relevância na Pesquisa
66.35%
Tenta-se descobrir se propostas apresentadas na década de 50, pelo Movimento da Poesia Concreta, encontram receptividade na poesia brasileira contemporânea. Para isso são focalizados poemas de diferentes autores publicados nos últimos 40 anos.

CABRAL DOCKS IN PORTUGAL: BRAZILIAN POETRY READ BY CURRENT PORTUGUESE CRITICISM; CABRAL APORTA EM PORTUGAL: POESIA BRASILEIRA LIDA PELA CRÍTICA PORTUGUESA ATUAL

Bosi, Viviana; Universidade de São Paulo
Fonte: NEPA/UFF Publicador: NEPA/UFF
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Peer-reviewed Article; Artigo avaliado por pares Formato: application/pdf
Publicado em 18/11/2015 POR
Relevância na Pesquisa
66.22%
We intend to comment some literary studies written by current Portuguese critics regarding modern Brazilian poetry, focusing in recent essays about João Cabral de Melo Neto. In the beginning, we make a brief presentation about Brazilian literary studies in Portugal nowadays.; Pretendemos comentar leituras realizadas pela crítica portuguesa atual acerca da poesia brasileira moderna, enfocando, no âmbito deste artigo, ensaios recentes sobre João Cabral de Melo Neto. Na introdução, fazemos um breve apanhado sobre a situação do ensino da literatura brasileira em Portugal hoje.

Notícia da atual poesia brasileira – dos anos 1980 em diante

Salgueiro, Wilberth
Fonte: Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais Publicador: Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 02/12/2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.25%
Mesmo imerso na neblina do contemporâneo, este artigo se propõe a esboçar um panorama da poesia brasileira dos anos 1980 em diante e, para tanto, recupera alguns estilemas da chamada poesia marginal, balizada pela década ditatorial dos anos setenta do século passado. De modo complementar, traz análises breves de poemas de Augusto de Campos (1988), Nelson Ascher (1993) e Nicolas Behr (1993), e de quatro poemas publicados nos anos 2000 – de Antonio Carlos Secchin, Ricardo Silvestrin, Maria Lúcia Dal Farra e Fábio Rocha.

Poema e bala perdida

Simon, Iumna Maria
Fonte: Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea; Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea; Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea Publicador: Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea; Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea; Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 04/01/2011 POR
Relevância na Pesquisa
56.32%
No panorama recente da poesia brasileira surpreendeu o aparecimento, em 2001, do poema “Sítio” de Claudia Roquette-Pinto, poeta até então tida como intimista, metaforizante, trancada no seu mundo privado e burguês. O interesse aqui é discutir como foi possível à autora formular nesse poema um estudo sobre o medo e a violência, sem abrir mão da sua imagética introspectiva e da sua experiência poética anterior, centrada numa escrita referencialmente rarefeita. A análise em detalhe do poema procura registrar a conversão da opacidade, do lacunar e da indeterminação em elementos de caracterização da experiência da violência urbana e da miséria emocional dos protegidos, ou seja, da contaminação do mundo privado pelo fato externo. Nesta proposta de análise se entrelaçam portanto as implicações da atualidade do processo histórico-social brasileiro com a vulnerabilidade da poesia e as carências do sujeito poético. Tal abordagem estética da poesia brasileira atual quer desfazer o preceito da teoria contemporânea que só admite a relação da literatura com a realidade por meio de estratégias não-representacionais e anti-contextualizantes.

Uma hipótese de ligação entre Carlos Drummond de Andrade e a poesia brasileira contemporânea: a “Vida menor”

Ginzburg, Jaime
Fonte: Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea; Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea; Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea Publicador: Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea; Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea; Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 10/01/2011 POR
Relevância na Pesquisa
66.28%
O objetivo geral do estudo consiste em vincular dois momentos da literatura brasileira, etambém dois períodos da história da sociedade brasileira, articulando a imagem do sujeito que não se constitui com o contexto social caracterizado pela modernização conservadora e pela violência constitutiva. O ensaio propõe a leitura de “Cogito”, de Torquato Neto, “Dilema”, de Antonio Cícero, “Restos de um homem”, de Lara de Lemos, e “O futuro é agora”, de Marcos Siscar. A hipótese que direciona a abordagem é de que, na poesia brasileira contemporânea, pode ser observado, por afinidades eletivas, um diálogo com o poema “Vida menor”, de Carlos Drummond de Andrade. Essa conexão permite discutir a  inserção dos poemas na sociedade brasileira contemporânea.

Militância e humor na “poesia de testemunho” de Leila Míccolis

Salgueiro, Wilberth
Fonte: Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea; Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea; Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea Publicador: Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea; Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea; Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 13/01/2011 POR
Relevância na Pesquisa
56.3%
Exposição e problematização de alguns aspectos da categoria “literatura de testemunho”, redimensionando-a para o entendimento de parte da produção poética brasileira pós-1964. Proposição da categoria “poesia de testemunho” – adaptado do escritor português Jorge de Sena – para a obra de Leila Míccolis, paradigmática daquela produção, seja pela abordagem obsessiva do lugar das minorias, seja pelos recursos formais utilizados.