Página 1 dos resultados de 54185 itens digitais encontrados em 0.021 segundos

Poder compensatório e política de defesa da concorrência : referencial geral e aplicação ao mercado de saúde suplementar brasileiro

Almeida, Silvia Faga de
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Relevância na Pesquisa
36.44%
A criação de poder compensatório decorrente da ação concertada daqueles prejudicados em uma relação de poder assimétrica pode gerar aumento de bem-estar social. O desenvolvimento analítico a partir da estrutura proposta por Dobson et al. (1998) permite constatar que as condições para que sejam verificados os efeitos positivos são restritivas e estão diretamente relacionadas ao reconhecimento da interdependência e à cooperação entre os agentes envolvidos. Foi possível observar também que, diferentemente do que previu a análise de Dobson et al. (1998), a criação de poder compensatório pode ter efeitos positivos em termos de bem-estar, ainda que as partes não reconheçam sua interdependência e não cooperem entre si – o que depende da relação das elasticidades-preço da demanda e da oferta. A despeito da possibilidade de efeitos benéficos, as doutrinas de defesa da concorrência brasileira e nas demais jurisdições, como EUA e Comunidade Européia, aplicam de maneira equivocada o conceito de poder compensatório ou ignoram por completo sua existência. Há que se considerar, contudo, que o objetivo da política antitruste e o da criação de poder compensatório estão alinhados: equilíbrio de assimetrias de poder nas relações entre os agentes...

Enunciação e poder : elementos para a construção de um objeto teórico

Tesser, Nayr
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.48%
Este ensaio trata da relação entre o poder e a língua numa perspectiva enunciativa e filosófica. Propõe-se a inventariar fenômenos de ambas as áreas - poder e língua que, pela sua natureza, possibilitem construir um conducto teórico que privilegie o poder e a língua, identificando, outrossim, os fenômenos lingüísticos pelos quais circula o poder. Foram eleitos dois conceitos, o de poder, sustentado pelas posições de Bobbio e Foucault, cuja característica comum entre ambos é a interdependência entre o conceito de poder e a noção de liberdade; e o de língua, sustentado pela teoria da enunciação na perspectiva de Benveniste e a partir da relação de intersubjetividade. A reflexão desenvolvida estruturou-se no seguinte silogismo: se a relação de força, ou de poder, é concreta, imediata, singular e pontual; se o ato enunciativo é concreto, imediato, singular e pontual, por que a relação de intersubjetividade não é uma relação de poder? Em sendo, que tipo de sujeito sustentaria esse tipo de relação. Essas premissas foram acompanhadas pela pergunta – Qual a origem do Poder? – cuja resposta contribuiu para definir a analogia entre as relações de poder e de intersubjetividade: o desejo. O poder nasce do desejo que...

O poder nas redes de economia solidária

Pauli, Jandir
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.46%
Este estudo analisa a relação entre poder e solidariedade em redes de economia solidária através da observação de como tais redes distribuem o poder, já que sua pretensão organizacional é opor-se ao modelo hierárquico e assimétrico. O argumento de que o poder permeia as relações sociais, a ponto de se tornar elemento estrutural dessa relação, incita um debate crítico com a teoria sistêmica que compreende o poder como mecanismo funcional na análise social. Nossa perspectiva teórica parte do pressuposto de que a realidade social é resultado da ação do poder. Michel Foucault (1926-1984) argumenta que o poder se materializa a partir de categorias operacionais como a disciplina, mas recorrer a estas categorias não significa aceitar somente a face repressiva do poder. Segundo o autor, o poder deve ser analisado pela sua característica produtiva, na medida em que movimenta suas “máquinas”, “molda corpos” e cria sujeitos disciplinados e dispostos a assumir e executar suas estratégias. Estes dois atributos do poder são fundamentais para a percepção do nosso objeto empírico. Com efeito, as redes atuam na perspectiva da articulação de diferentes atores para o seu empoderamento mútuo. Nesta articulação o poder emerge como disciplinador...

Relações de poder em parcerias de teletandem

Vassallo, Maria Luisa
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 295 f : il.
POR
Relevância na Pesquisa
36.47%
Pós-graduação em Estudos Linguísticos - IBILCE; Il presente studio, di natura esplorativa, ha l‟obiettivo di studiare le relazioni di potere in un contesto di apprendimento particolare: il teletandem. Il teletandem è una forma di lavoro collaborativo in coppia, a scopo di apprendimento di due lingue straniere, tra due partner parlanti competenti di lingue diverse, che imparano uno la lingua dell‟altro e si incontrano regolarmente on-line, realizzando sessioni nelle due lingue per chat scritta, audio e video, in modo indipendente o integrato in un curricolo istituzionale. I suoi principi fondamentali sono reciprocit~e autonomia. La ricerca è fondata sull‟analisi qualitativa di quindici interviste semistrutturate riferite a sette coppie di teletandem e a una coppia di tandem in presenza. Studia tre aspetti delle relazioni di potere in questo contesto di apprendimento: (a) punti di transito del podere; (b) basi del potere; (c) dinamiche di potere. Considera il potere come proprietà dinamica di relazioni e non come proprietà stabile di persone; adotta una visione relazionale, escludendo le visioni essenzialiste. Entro questi limiti, define il potere nel modo più ampio possibile: facendo riferimento a concetti transdisciplinari...

A manifestação das diferentes modalidades no emprego do verbo auxiliar poder em português e em espanhol: análise do discurso de autoajuda

Brunelli, Anna Flora; Gasparini-Bastos, Sandra Denise
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 165-180
POR
Relevância na Pesquisa
36.45%
This paper aims to investigate the behavior of the modal verb poder as an auxiliary verb in text written in both two Romance languages, Brazilian Portuguese and Iberian Spanish. This research follows a functionalist language approach, more precisely the Dutch Functional Grammar tradition, based on the modality classification proposed by Hengeveld (2004). This author considers two main criteria: target of evaluation, and semantic domain of evaluation. Considering this classification, we analyze the use of the auxiliary verb poder in a corpus of self-help discourses, which currently enjoy enormous popularity in various parts of the world. Although in Portuguese the auxiliary verb poder is essentially an epistemic modal (cf. Neves 1999-2000) —which, according to the Hengeveld (2004), corresponds to the event-oriented epistemic modality—. However, our analysis show that, given the essentially optimistic nature of the discourse analyzed, the self-help discourse, the previously mentioned modal verb (poder) behaves predominantly as a participant-oriented facultative modal. This result demonstrates the importance of considering the context of occurrence of the verb poder in order to evaluate the effects of meaning associated with its use.; Este trabalho tem por objetivo investigar o comportamento do verbo modal poder na condição de verbo auxiliar em duas línguas românicas...

Uma visão crítica do estado e do direito, sob a perspectiva do poder, aplicada à constituição brasileira de 1988

Camargo, Vicente Borges de
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.48%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Jurídicas. Programa de Pós-Graduação em Direito; A presente dissertação tem por objeto a compreensão de como o Poder acha-se concebido na Constituição brasileira de 1988. Para tanto, foi necessária a reconstituição do itinerário do Poder. Primeiro, cogitou-se da presença do Poder no homem. Fez-se a descoberta da existência de um Poder individual, forjado na solidão, num período anterior à linguagem. Consistiu esse Poder individual mais em um domínio sobre a natureza. Depois, detectou-se a existência de um Poder social, fundado no domínio do homem sobre outros homens, não mais calcado no egoísmo que caracterizou o Poder individual, mas como fator de agregação e ordem, a permitir a ação em conjunto e a dar lugar à evolução social. Sem perder as características do Poder social - como a coesão - e tampouco elementos do poder individual - como a força -, forjou-se o Poder político, sob a conotação de orientação ou, em última análise, de governo da sociedade. Sob este tipo de Poder - o político - formou-se a sociedade política e, enfim, o Estado. Neste contexto, o Poder político se revestiu de coerção e se converteu em monopólio do Estado. Na modernidade...

A trajetória do poder regulamentar no pensamento político francês e seus reflexos no Brasil : um olhar para além dos manuais jurídicos

Teixeira, Victor Epitácio Cravo
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
36.44%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Direito, Programa de Pós-Graduação em Direito, 2012.; Desde os primeiros anos do ensino do direito administrativo no Brasil, o modelo político-jurídico francês, construído a partir da Revolução de 1789, foi amplamente absorvido e difundido pelos juristas nacionais. O culto à lei, que dominava o ideário da filosofia revolucionária, foi transportado para o cenário brasileiro, passando o poder Legislativo a ganhar espaço como a única fonte de poder legítimo. Na teoria da separação de poderes adotada pelos revolucionários, o poder Executivo, visto como um poder subalterno ao Legislativo, tinha a sua atuação normativa reduzida a concretizar comandos previamente contidos em leis. Nada obstante a inflexibilidade da teoria revolucionária, os fatos demonstram que, ao longo da Revolução Francesa, o poder Executivo editou normas jurídicas cujos efeitos ultrapassaram os limites fixados pela ideologia liberal. Nascia o poder regulamentar, silenciosamente e à margem de teorizações jurídicas. Prática e teoria continuaram incomunicáveis durante a maior parte do século XIX. Mesmo com o surgimento de juristas franceses que conciliavam a teoria do poder regulamentar à praxe administrativa...

As relações de poder na escola pública : um estudo de caso; Relations of power in public schools : a case study; Las relaciones de poder en la escuela pública : un estudio de caso

Rocha, Maria Custódia Jorge; Fernandes, Amália Gonçalves
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
36.47%
Neste artigo, apoiando-nos em alguns autores que perspectivam o poder como um elemento substantivo – poder instituído – e outros que o analisam como um verbo em ação – poder instituinte (ROCHA, 2007), destacando algumas das tipologias de poder patentes na investigação sociológica e organizacional sobre a escola, apresentamos dados empíricos e discursos organizacionais, propiciados pela realização de um estudo de caso de caráter qualitativo. Podemos dizer, então, que as relações de poder na escola tanto possibilitam o reforço das relações hierárquicas e assimétricas de poder que se verificam entre os atores organizacionais, como viabilizam a criação de novos “círculos de poder”, que podem ser ativados pontualmente ou ser objeto de uma atualização mais ou menos generalizada. Esses poderão reforçar-se e apresentar-se aos atores/alunos, nosso principal alvo de estudo, como os mais legítimos, sobrepondose a todos os outros mas não os anulando. O objetivo essencial é o de apresentar a organização escolar como um contexto eminentemente complexo, sobretudo quando analisada à luz da multiplicidade e cumulatividade das relações de poder que nela emergem e se concretizam.; In this paper...

Poder no relacionamento entre profissionais e doentes

Fernandes, Manuel Agostinho Matos
Fonte: unidade de investigação e desenvolvimento em enfermagem Publicador: unidade de investigação e desenvolvimento em enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
36.46%
O presente artigo tem como principal objectivo apresentar uma análise sobre a presença do poder no relacionamento entre profissionais de saúde e doentes de um serviço de nefrologia. Assim, foram utilizadas como foco de análise as concepções correspondentes às categorias e subcategorias, definidas na tese de doutoramento, (do autor do artigo) dedicado ao estudo deste relacionamento. Utilizou-se como ponto de partida a importância atribuída ao princípio da autonomia (Beauchamp & Childress, 2002), e o direito à autodeterminação do doente no relacionamento entre profissionais e doentes consagrado na dos Carta do Direitos dos Doentes, do Ministério da Saúde. O estudo no qual se baseia esta análise, tem como principal questão de investigação, definir qual a dinâmica de relacionamento entre profissionais de saúde e doentes que melhor se adapta à Gestão da Qualidade na Saúde, sendo ao mesmo tempo, adequada à realidade clínica e sociológica actual. Assim sendo, decidiu-se adoptar no âmbito desta análise o método fenomenográfico, enquadrado nas metodologias qualitativas, o qual foi considerado adequado ao estudo de fenómenos em que se procura identificar a diversidade de concepções existentes sobre os mesmos. Como o método defende que o fenómeno será mais facilmente compreendido se forem utilizadas as perspectiva dos vários intervenientes...

O Poder Local: da I República à Ditadura Militar

Baiôa, Manuel
Fonte: Revista de Poder Local Publicador: Revista de Poder Local
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
46.21%
A Ditadura Militar estabeleceu um novo quadro normativo que esvaziou o Poder Local, principalmente em termos financeiros, ao mesmo tempo que centralizava e «racionalizava» a administração pública, restringindo assim a acção das novas autoridades locais nomeadas após o «28 de Maio»

Poder local: Modelos políticos ou modelos partidários? Análise comparativa dos processos de tomada de decisão e dos outputs, entre os mandatos do PSD e os mandatos do PS, no período de 1983 a 1997, nos orgãos do Municipio de S. Brás de Alportel

Gonçalves, Josélia
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.44%
Introdução - A reflexão sobre o Poder Local, respectivas potencialidades, limitações e perfil na realidade portuguesa, apresenta um carácter relativamente incipiente, apesar do acréscimo do número de projectos de investigação relativos à acção de base local, particularmente incidentes no papel que desenvolve e nas relações que estabelece, tanto a nível local, como a nível nacional e regional. O estudo da prática do Poder Local desdobra-se em duas grandes vertentes de análise: uma, considera-o como mera extensão do Poder Central e outra, entende-o como independente do Poder Central, logo, autónomo na capacidade de intervenção. Enquanto a primeira perspectiva se fundamenta na necessidade do Governo Local em obter transferências financeiras do Poder Central para exercer a respectiva autonomia ou independência, na uniformização dos serviços públicos definidos pelo Poder Central e na dependência da intervenção autárquica, face à legislação proveniente do Poder Central, a segunda perspectiva suporta-se no facto de o Governo Local, como instituição representativa da Democracia, ser a ligação última da cadeia de autoridade relacionada com o eleitorado. Qualquer uma das interpretações reportadas detém um significado explicativo perante as capacidades de intervenção do Poder Local. Ambas partilham da premissa da capacidade de exercício do poder...

El poder del lenguage: Cara-de-bronze y Pedro Páramo

Cebollero Otín, Blanca, 1972-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2008 SPA
Relevância na Pesquisa
36.48%
Tese de mestrado em Estudos Românicos apresentada à Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, 2008; Este estudio analiza cómo se configuran las relaciones de poder en el discurso narrativo a través del estudio comparativo de Cara-de-Bronze , de João Guimarães Rosa, y Pedro Páramo, de Juan Rulfo. En ambas obras tiene un papel fundamental el concepto de poder entendido como relación que constituye cultural y socialmente a los sujetos, esto es, el concepto de poder tal y como lo entiende el filósofo francés Michel Foucault. El análisis de los mecanismos de control del poder en el discurso que realiza este filósofo sirve de punto de partida para establecer una serie de conclusiones. Así, la presentación de los poderosos desde la perspectiva de los personajes desprovistos de poder permite ver cuáles son los puntos de conflicto donde se establecen los juegos de fuerza que constituyen a los personajes como individuos. Además, esta polifonía de las voces de aquellos a los que otras literaturas no han concedido la palabra permite entender que el poder no es unidireccional y jerárquico, sino que se ejerce en todas las direcciones. El narrador omnisciente que presenta la verdad de los acontecimientos desaparece y, por tanto...

Poder e qualidade na tomada de decisão: o papel do cronótipo e possível mediação de estados afetivos subjetivos e fisiológicos

Rosa, Maria Filipa Barbosa da Silva Vicente
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.44%
Trabalho de projeto submetido como requisito parcial para obtenção do grau de Mestre em Psicologia Social e das Organizações; No presente estudo foi analisado o efeito do poder na qualidade da decisão; a possível mediação dos estados subjetivos (fadiga, alerta e esforço) e fisiológicos (condutância dérmica, frequência cardíaca e tensão arterial) na relação entre poder e qualidade de decisão; e ainda o possível efeito moderador do cronótipo na relação entre poder e variáveis afetivas e fisiológicas, num dia típico de trabalho. Participaram neste estudo 51 participantes colaboradores de uma organização da Indústria Farmacêutica, do território português. A amostra foi dividida por dois grupos (alto poder, N = 24; baixo poder N = 27), sendo a divisão realizada a partir de uma escala de autoavaliação sobre o posicionamento hierárquico e tendo em conta as funções exercidas na empresa e o número de trabalhadores supervisionados. Para avaliar a qualidade na tomada de decisão todos os participantes realizaram duas tarefas em dois momentos: a primeira no início da manhã e a segunda no final do dia de trabalho. Além da decisão, foram obtidos registos de respostas fisiológicas antes e durante a decisão...

A prática analítica atual e a problemática do poder

Marucco,Norberto Carlos; Marucco,Alejandra Vertzner de
Fonte: Sociedade de Psiquiatria do Rio Grande do Sul Publicador: Sociedade de Psiquiatria do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2004 PT
Relevância na Pesquisa
36.44%
Os autores enfocam a prática psicanalítica atual sob o vértice do poder, e o diferenciam em poder nos sentidos verbal e substantivo. O poder verbal é a aptidão de realizar alguma coisa no sentido de "ser capaz". O poder substantivo é o domínio, a supremacia, a autoridade ou, ainda, a força, a pujança. Se o poder for substantivo ou verbal, disso resultará uma diferença de significado e também de significante. Os autores, a seguir, enunciam o poder como categoria antropológica, psíquica e social. Em continuidade, definem o que é a prática analítica atual a partir de três aproximações: os diferentes esquemas referenciais, as patologias atuais (psicossomáticas, borderline, anorexia e bulimia, etc.) e a atualidade sociocultural. Depois de demarcado o campo conceitual, os autores discorrem sobre o abuso de poder por parte do analista, que é acompanhado de uma progressiva supressão de Eros, ou seja, de uma difusão pulsional. Quando isso ocorre, a pulsão de morte se expressa através de uma idealização da transferência, que equivale ao poder substantivo, não ao poder verbal. A hipnose é o melhor exemplo desse fenômeno: o enamoramento, a transferência idealizada. Quando, ao contrário, esse poder no sentido substantivo está do lado do paciente...

O Poder Judiciário e o Meio Ambiente

O Poder Judiciário e o Meio Ambiente (2012 : Brasília, DF)
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Palestra
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.26%
Evento realizado nos dias 16 e 17 de agosto de 2012, no Superior Tribunal de Justiça, em Brasília.; MESA I – POLÍTICAS PÚBLICAS DE SUSTENTABILIDADE: ASPECTOS JURÍDICOS DA CONTROVÉRSIA. Meio ambiente e sustentabilidade: alcance do controle jurisdicional – Juarez Freitas. Poder de polícia ambiental: aspectos controvertidos – Flávio Henrique Unes Pereira. Responsabilidade do Estado por dano ambiental – Márcio Cammarosano. Presidente da mesa - Flavio José Roman.; PALESTRA: “Licitações e Construções Sustentáveis” - Jessé Torres Pereira.; MESA II – CONSTRUÇÕES E RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL. Conceitos e a experiência em sustentabilidade da Holcim como fornecedora de materiais de construção - Carlos Eduardo Garrocho de Almeida. Eficiência energética em edificações - Roberto Lamberts. Como ferramentas de certificações podem auxiliar no desenvolvimento do setor da construção no Brasil – Felipe Faria. Presidente da mesa - Cláudia Amorim.; PALESTRA: "PEC 99/03 - Tribunais e justiça ambiental no Brasil : uma flagrante necessidade" - Francisco Carrera.; MESA III – IMPACTOS DA CRIAÇÃO DAS VARAS AMBIENTAIS. As varas ambientais no contexto do projeto socioambiental da 4ª Região – Cândido Alfredo Silva Leal. A contribuição do Poder Judiciário à conservação da natureza - Elton Martinez Carvalho Leme. Proteção aos mananciais no bioma cerrado - Alexandre Vidigal de Oliveira. Presidente da mesa – Paulo Afonso de Oliveira.; PALESTRA: “A evolução do progresso” - Cristovam Buarque.; MESA IV – GESTÃO SUSTENTÁVEL E O BIOMA CERRADO. Sustentabilidade da biodiversidade em Unidades de Conservação de Proteção Integral - exemplo do Parna de Brasília - Roberto Ricardo Vizentin. Meio ambiente e desenvolvimento sustentável do cerrado - Donald Sawyer. Educação e gestão ambiental – Genebaldo Freire Dias. Presidente da mesa – Roberto Brandão Cavalcanti. Movimento Amazônia para sempre e suas metas - Victor Fasano.; PALESTRA DE ENCERRAMENTO. Herman Benjamin...

O poder nas organizações: um estudo preliminar a partir da percepção dos trabalhadores

Silva, Carliene Freitas da
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
36.48%
O poder é um fenômeno complexo e dinâmico que tem sido investigado em diferentes ciências. Nas organizações de trabalho sua relevância é constatada por meio do aumento de publicações. Todavia, estudos qualitativos que contemplem as percepções de trabalhadores brasileiros investigando as possíveis dimensões desse fenômeno, são escassos. Dessa forma, o objetivo deste estudo foi investigar a percepção dos trabalhadores, buscando apreender o significado e as dimensões do poder organizacional, enfocando, principalmente, a dimensão “jogos de poder”. Esta pesquisa caracterizou-se, então, como um estudo exploratório, do qual participaram 10 trabalhadores de ambos os gêneros, provenientes de organizações públicas ou privadas e de ramos de atividades diferentes, ocupantes de diferentes cargos e com um tempo mínimo de seis meses na organização atual. Para coletar os dados utilizou-se a entrevista em profundidade, do tipo guiada, e para analisá-los, usou-se a técnica da análise de conteúdo. A análise dos dados resultou em 11 categorias, que foram discutidas, separadamente, à luz da literatura pesquisada: a) conceituações de poder; b) quem possui poder nas organizações; c) tipos e fontes de poder; d) estratégias informais utilizadas pelos chefes e subordinados para alcançar posições de poder...

Relaci??n entre estilos de liderazgo y bases de poder en las enfermeras

Garc??a-Garc??a, Inmaculada; S??nchez Santa-B??rbara, Emilio
Fonte: Universidade S??o Paulo (Brasil) Publicador: Universidade S??o Paulo (Brasil)
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG; SPA; POR
Relevância na Pesquisa
36.44%
El objetivo del estudio es la comprobaci??n emp??rica de la relaci??n entre las fuentes de poder del l??der y los estilos de direcci??n de las enfermeras. Estudio cuantitativo, muestra elegida al azar constituida por 204 participantes pertenecientes al personal de Enfermer??a de un hospital p??blico. Los instrumentos de medida fueron: el SBDQ (Supervisory Behavior Description Questionaire) para identificar los estilos de liderazgo y el Perfil de Percepci??n de Poder para determinar los tipos de poder utilizados por los l??deres. Se realiz?? an??lisis descriptivo, bivariante y multivariante. A partir de los resultados obtenidos, se verific?? la relaci??n propuesta por la TLS (Teor??a del Liderazgo Situacional) entre el poder coercitivo y el estilo de liderazgo E1 (decir) y entre el poder referente y el estilo de liderazgo E3 (participar). En otros casos, los resultados han sido opuestos a los esperados: la utilizaci??n del poder propuesto por el modelo disminuye la probabilidad de desempe??ar el estilo de liderazgo prescrito.; O objetivo deste estudo foi comprovar empiricamente a rela????o entre as bases de poder do l??der e os estilos de lideran??a das enfermeiras. Trata-se de estudo quantitativo com amostra aleat??ria de 204 participantes...

A evolução das capacidades de poder do Brasil no período 1995-2009

Filippin, Flávia
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.44%
A evolução da imagem do Brasil no exterior aponta para um incremento no poder político do Brasil no sistema internacional e motiva o estudo de quais indicadores evidenciam o aumento das capacidades do poder do país. O objetivo principal do trabalho é analisar e evidenciar, através do exame de indicadores sócio-econômicos e de segurança, a evolução das capacidades de poder do Brasil no período 1995-2009. O objetivo secundário é verificar a condição relativa de poder do Brasil. A hipótese principal é a de que houve aumento nas capacidades de poder do Brasil. A hipótese secundária afirma que o Brasil não ascendeu à condição de grande potência. A análise das capacidades de poder se propõe a verificar se a política externa brasileira tem à sua disposição os meios necessários para a execução das intenções declaradas. A análise das capacidades de poder proposta neste trabalho permite verificar que, por um lado, diversas vulnerabilidades foram reduzidas, abrindo espaço na agenda política para que se pense a posição do Brasil no mundo. Para isso corroboram o contínuo controle da inflação, o recente ajuste fiscal, a redução da desigualdade de renda e a expressiva queda da vulnerabilidade externa. No entanto...

Poder y feminismo elementos para una teoría política / María de la Fuente Vázquez ; directora: Encarna Bodelón González

Fuente Vázquez, Maria de la
Fonte: [Barcelona] : Universitat Autònoma de Barcelona, Publicador: [Barcelona] : Universitat Autònoma de Barcelona,
Tipo: Tesis i dissertacions electròniques; info:eu-repo/semantics/doctoralThesis Formato: application/pdf
Publicado em //2013 SPA; SPA
Relevância na Pesquisa
36.5%
Descripció del recurs: 30 oct. 2013; La presente investigación aborda diversas perspectivas feministas sobre el poder con el objetivo de identificar elementos para una teoría política. Se parte de la dicotomía básica entre poder para y poder sobre, a partir de la cual se desarrollan tres tareas. En primer lugar se propone una tipología que ordene los modos en que la teoría feminista de segunda ola ha interpretado la cuestión del poder. En segundo lugar se muestran algunas revisiones relevantes realizadas desde los años noventa y se identifican algunos nuevos debates en torno a esta cuestión. Finalmente se trabaja un caso empírico que permite extraer conclusiones teóricas en este campo. En la primera parte se aborda la teoría feminista de segunda ola proponiendo una tipología parcialmente basada en los trabajos de Amy Allen y Judith Squires. Según ésta, se sugieren cuatro modos de interpretar el poder. Primero, el poder ha sido considerado un recurso a distribuir bajo una perspectiva individualista. Segundo, se ha desarrollado la idea de poder como dominación, en particular a través del concepto de patriarcado. Éstas dos son interpretaciones divergentes del poder como poder sobre. Hay, sin embargo, otras aportaciones que han cuestionado estas visiones del poder por estar sesgadas de un modo androcéntrico. Así...

Relação entre estilos de liderança e bases de poder das enfermeiras; Relación entre estilos de liderazgo y bases de poder en las enfermeras; Relationship between nurses' leadership styles and power bases

García García, Inmaculada; Santa-Bárbara, Emilio Sánchez
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/06/2009 ENG; POR; SPA
Relevância na Pesquisa
36.46%
O objetivo deste estudo foi comprovar empiricamente a relação entre as bases de poder do líder e os estilos de liderança das enfermeiras. Trata-se de estudo quantitativo com amostra aleatória de 204 participantes, profissionais de enfermagem de um hospital público. Os instrumentos de mensuração foram: o SBDQ (Supervisory Behavior Description Questionaire) para identificar os estilos de liderança e o Perfil de Percepção do Poder para determinar os tipos de poder utilizados pelos líderes. Foi realizada análise descritiva, bivariada e multivariada. Com base nos resultados alcançados, verificou-se a relação proposta pela TLS (Teoria da Liderança Situacional) entre o poder coercitivo e o estilo de liderança E1 (determinar) e entre o poder referente e o estilo de liderança E3 (participar). Em outros casos, os resultados têm sido opostos aos esperados: a utilização do poder proposto pelo modelo diminui a probabilidade para desempenhar o estilo de liderança prescrito.; El objetivo del estudio es la comprobación empírica de la relación entre las fuentes de poder del líder y los estilos de dirección de las enfermeras. Estudio cuantitativo, muestra elegida al azar constituida por 204 participantes pertenecientes al personal de Enfermería de un hospital público. Los instrumentos de medida fueron: el SBDQ (Supervisory Behavior Description Questionaire) para identificar los estilos de liderazgo y el Perfil de Percepción de Poder para determinar los tipos de poder utilizados por los líderes. Se realizó análisis descriptivo...