Página 1 dos resultados de 531 itens digitais encontrados em 0.006 segundos

Manejo de Tetranychus urticae Koch (Acari: Tetranychidae) em plantas ornamentais; Management of Tetranychus urticae (Acari: Tetranychidae) on ornamental plants

Bellini, Marcos Roberto
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/09/2008 PT
Relevância na Pesquisa
66.59%
O cultivo de flores iniciou-se no Brasil como atividade econômica em maior escala a partir de 1960. Atualmente, cerca de 5.000 produtores dedicam-se à floricultura em todo país. O setor gera um faturamento estimado em U$ 400 milhões/ano. No varejo, o faturamento é estimado em U$ 1,3 bilhões/ano. Acredita-se que a floricultura brasileira gera atualmente entre 120 a 160 mil empregos, caso seja considerada toda a cadeia produtiva que envolve o campo, a distribuição, o comércio varejista e os segmentos de apoio. O ácaro rajado, Tetranychus urticae Koch, é uma das principais pragas em plantas ornamentais, com destaque para o cultivo de gérberas e roseiras. O uso excessivo de acaricidas para o controle desta praga tem trazido sérios problemas ao ambiente e à saúde humana. Diversos trabalhos têm mostrado o potencial dos ácaros predadores da família Phytoseiidae para o controle de T. urticae. Alguns parecem ser promissores no controle daquela praga, sendo Neoseiulus californicus (McGregor) um deles. No Brasil, não há nenhuma informação sobre o potencial deste predador em cultivos comerciais de gérberas e roseiras. O objetivo do presente trabalho foi: estabelecer estratégias de manejo de T. urticae em cultivos de gérberas e roseiras; estabelecer um sistema de criação massal de N. californicus; determinar o ciclo de vida de duas espécies de ácaros predadores que pudessem ser eventualmente utilizadas em futuros estudos ou estratégias de manejo de pragas daquelas culturas. Uma metodologia para estimar a densidade populacional de T. urticae sobre Canavalia ensiformis (L.) DC foi determinada (para sistemas de criação massal de ácaros predadores) através da contagem de T. urticae em 3 regiões de 1 cm2 cada (base...

Propriedade intelectual na cadeia de flores e plantas ornamentais: uma análise da legislação brasileira de proteção de cultivares; Intellectual property rights in the flower

Sá, Camila Dias de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/10/2010 PT
Relevância na Pesquisa
66.66%
O mercado de flores e plantas ornamentais segue tendências internacionais de moda e decoração e por isso precisa estar em constante inovação. No Brasil, a inovação em plantas foi influenciada pela Lei de Proteção de Cultivares (LPC) que trata do reconhecimento da propriedade intelectual sobre novas variedades vegetais. A lei brasileira contemplou a prática de uso próprio que tem origem na tradição dos agricultores em guardar grãos de uma safra para serem utilizados como sementes na safra seguinte, com o intuito de garantir a segurança alimentar e a viabilidade econômica dos pequenos produtores. No entanto, a floricultura apresenta uma dinâmica diferente das culturas alimentícias, em que não existe a preocupação com a segurança alimentar. Alega-se que em decorrência da maneira como o dispositivo de uso próprio está estabelecido na lei, ele não assegura a proteção eficaz das espécies de plantas propagadas vegetativamente como é o caso da maioria das flores de corte. Este trabalho analisa o impacto da LPC na cadeia de flores de corte brasileira no sentido de contribuir para o entendimento das relações entre o ambiente institucional no qual esta cadeia se insere e o desenvolvimento da mesma. Tal análise baseia-se na abordagem teórica da Nova Economia Institucional...

Os fatores críticos de sucesso do comércio varejista de flores e plantas ornamentais : as lojas de arte floral no município de Porto Alegre/RS

Cunha, Daniela Rodrigues
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.59%
A principal finalidade desta pesquisa foi a de identificar os Fatores Críticos de Sucesso (FCS), sob a ótica dos proprietários, relacionados ao funcionamento das Lojas de Arte Floral (LAF), agente integrante do Comércio Varejista de Flores e Plantas ornamentais (CVFPO/RS) do Estado do Rio Grande do Sul. Buscou-se através da análise de informações sobre as suas peculiaridades, contribuir para uma melhor compreensão sobre o seu funcionamento e a sua articulação com os outros elos da cadeia. Para tanto, foi realizado um estudo exploratório em 35 empresas do CVFPO/RS, especificamente nas LAF localizadas no município de Porto Alegre, onde foi aplicado um instrumento de coleta de dados (questionário) diretamente aos proprietários das LAF. A CPFPO é composta pelos seguintes elos: Pesquisa e assistência técnica; Fornecimento de insumos e equipamentos; Produção agrícola; Atacado; Varejo e Consumidor Final. A ausência de um diagnóstico sobre o setor de flores acarreta, muitas vezes, uma ausência de políticas formais, uma incompreensão sobre a situação mercadológica e, também, uma ausência sobre o funcionamento de toda cadeia desse setor. Na presente pesquisa, o elo de Comercialização (varejo) foi o escolhido...

Seletividade do herbicida oxyfluorfen para as plantas ornamentais Dianthus chinensis L. e Tagetes erecta L

Queiroz, Juliana Roberta Gobi
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 52 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
66.76%
Pós-graduação em Agronomia - FEIS; Este trabalho avaliou a seletividade do herbicida oxyfluorfen às plantas ornamentais tagetes (Tagetes erecta L.) e cravina (Dianthus chinensis L.). O experimento foi instalado no Viveiro Experimental (Horto) pertencente à Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, campus de Jaboticabal-SP e conduzido no período de outubro a dezembro de 2010. Foram utilizadas mudas comerciais de tagetes e cravina em início de florescimento. A aplicação do herbicida foi realizada com pulverizador costal pressurizado sobre as plantas ornamentais. No momento da aplicação, a temperatura era de 32,2oC, umidade relativa (UR) do ar de 55%, ausência de ventos e nebulosidade em torno de 80%. O delineamento experimental utilizado foi inteiramente casualizado com quatro repetições, seis plantas por repetição, com amostras destrutivas de uma planta por repetição por semana. Os tratamentos foram constituídos pelo oxyfluorfen nas doses 120, 240, 360, 480 g.ha-1 e uma testemunha. Foram feitas avaliações visuais dos sintomas de fitotoxicidade utilizando-se a escala adaptada desenvolvida pela EWRC (1964), bem como avaliações sobre o número de botões florais, flores abertas, comprimento da parte aérea e sistema radicular...

Plantas ornamentais em quintais urbanos de Rio Branco, Brasil

Siviero, Amauri; Delunardo, Thiago Andrés; Haverroth, Moacir; Oliveira, Luis Cláudio de; Roman, André Luis Cote; Mendonça, Ângela Maria da Silva
Fonte: MCTI/Museu Paraense Emílio Goeldi Publicador: MCTI/Museu Paraense Emílio Goeldi
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 797-813
POR
Relevância na Pesquisa
66.8%
Ornamental plants are important in the culture and welfare of city dwellers in the Amazon. This study aimed to perform a characterization of species of ornamental use in urban backyards of Rio Branco and relation with social aspects of the respondents. Semi-structured interviews featuring ornamental species along with analysis of social aspects of urban respondents of the 132 backyards in Rio Branco, Acre, Amazon between 2009 and 2011. Selected for this study were neighborhoods Aeroporto Velho, Placas and Novo Horizonte, located on the periphery of the municipality. Were detected 140 ornamental species belonging to 49 different botanical families, especially Euphorbiaceae (7%), Arecaceae (6.4%) and Araceae (5%). Ornamental species recorded, 57.5% are exotic, 16% have medicinal use and 44% herbaceous. Regression analysis of data across the diversity of species, area and social parameters of the respondents was not significant. The cultivation of ornamental plants in urban backyards Rio Branco assists in the ambience of the residence, landscape improvement, generates welfare for residents at leisure space beyond the conservation of genetic resources.; As plantas ornamentais são importantes na cultura e no bem estar dos moradores das cidades na Amazônia. Este trabalho teve como objetivo caracterizar as espécies vegetais de uso ornamental em quintais urbanos de Rio Branco...

Produção e Comercialização de Plantas Ornamentais na Empresa Fazenda do Jardim

Tuzzi, Morgana
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 57 p.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.85%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Curso de Agronomia.; A produção de plantas ornamentais está crescendo no cenário mundial. Em países europeus, os indicadores de desenvolvimento no setor mostram dados significativos, enquanto que no Brasil há também uma boa perspectiva de crescimento para o abastecimento dos mercados internos e externos. Esse trabalho teve como objetivo acompanhar e compreender as etapas de produção e comercialização de plantas ornamentais na empresa Fazenda do Jardim. Essa empresa fica localizada no município de Biguaçu - SC, e atua no mercado há vinte dois anos, atendendo clientes de varias regiões do país. Durante o estágio foi possível acompanhar diversas atividades desenvolvidas na empresa, dentre elas: propagação, plantio, adubação, irrigação, poda, aplicação de defensivos químicos, utilização de substratos, arranquio, comercialização e transporte. A partir desse acompanhamento foi possível ampliar os conhecimentos sobre plantas ornamentais. E pode-se observar que o sistema de produção de plantas ornamentais é um tema latente e demanda mais pesquisa e investigação para seu aperfeiçoamento.

Acompanhamento da produção de plantas ornamentais na empresa Planta Flor.

Pickscius, Fabiano José
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Relevância na Pesquisa
66.88%
TCC (graduação em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, 2007; O estágio foi realizado na empresa Planta Flor, teve início em 11/09/06 e término em 13/12/06, com cumprimento de 450 horas. A empresa situa-se na localidade de Sorocaba de Fora, no município de Biguaçu/SC e produz plantas ornamentais, presta serviços de entrega e implantação de projetos paisagísticos. O conhecimento da empresa se deu em uma viagem de estudos que aconteceu ao longo da disciplina optativa de floricultura. Na empresa foi realizado acompanhamento dos processos produtivos, implantação de testes envolvendo pingo de ouro (Duranta repens), testes com substratos utilizados pela empresa envolvendo Tumbregia arbustiva (Thumbergia erecta) e tumbergia trepadeira (Thumbergia grandiflora), e acompanhamento do desenvolvimento de arundina (Arundina bambusifolia). Segundo o que foi possível constatar no estágio, o setor de plantas ornamentais é uma fatia da economia que está em crescimento e necessita de estudos para gerar e ampliar conhecimentos técnicos. Pois há pouca informação a respeito de muitas culturas ornamentais.

Diagnóstico da cadeia produtiva de flores e plantas ornamentais na região de Holambra, São Paulo

Tomaselli, Anderson Jader
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Relevância na Pesquisa
66.88%
TCC (graduação em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, 2008; A floricultura brasileira tem crescido muito nos últimos anos. E a produção vem acompanhando esse crescimento e as demais tendências do mercado. O estado de São Paulo é o responsável direto por tal crescimento, uma vez que foi o pioneiro em muitos aspectos importantes da cadeia produtiva de plantas ornamentais. Com isso o objetivo deste trabalho foi retratar a situação da cadeia produtiva de flores e plantas ornamentais, o que foi feito por intermédio de visitas a centrais de comercialização, a produtores de begônia e crisântemo, além de produtores de flores de corte, vasos e plantas para jardim e por fim realizar um relato da análise e de oportunidade de cultivo de novas cultivares. As centrais de comercialização facilitam muito as vendas, sendo o Veiling Holambra o entreposto que oferece a melhor estrutura aos produtores e clientes. Os produtores visitados dispõem de uma estrutura de apoio que garante a produção de flores com alta tecnologia, como no caso de crisântemo e begônia. Entre essas estruturas de apoio se destacam as empresas de venda de material propagativo que com seus testes de avaliação de cultivares disponibilizam novas plantas para serem comercializadas. Com todas essas estruturas de apoio o setor de flores no Estado de São Paulo se encontra devidamente estruturado para continuar sua expansão e inovação de suas atividades.

Seleção de tipos de Ocimum basilicum L. de cor púrpura para o mercado de plantas ornamentais

Santos, Elmano Ferreira dos
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.84%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2007.; A espécie Ocimum basilicum L. é muito empregada na alimentação (tempero), como medicamento, na indústria de perfumaria (óleo essencial) e, mais recentemente, como planta ornamental, com as variedades de cor púrpuras. Contudo, a grande instabilidade da coloração destas variedades tem dificultado sua exploração comercial. Com o objetivo de avaliar a transferência de caracteres entre variedades de Ocimum basilicum L., e descrever o padrão de segregação de antocianina e de caracteres morfológicos em seedlings de um híbrido anão de Ocimum basilicum L., de interesse para o mercado de plantas ornamentais, três ensaios foram conduzidos na Estação Experimental da Biologia, Campus da Universidade de Brasília. No primeiro ensaio, mudas de três variedades de O. basilicum: Folha de Alface, Anão e “Dark Opal”, foram plantadas em talhões contíguos no sistema de filas triplas, em área de Latossolo Vermelho, para facilitar a transferência de genes via polinização natural, e suas características morfológicas descritas. No segundo ensaio, sementes de materiais das três variedades foram postas a germinar e suas características morfológicas descritas...

Fungos associados a sementes e plantas ornamentais herbáceas no Distrito Federal

Barreto, Sarah da Silva
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.83%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Fitopatologia, 2007.; Estudou-se a microflora fúngica de sementes de nove espécies de plantas ornamentais herbáceas (Dahlia pinnata, Petunia x hybrida, Phlox drummondii, Rudbeckia hirta, Salvia farinacea, Salvia splendens, Tagetes patula, Viola tricolor e Zinnia elegans). Foram analisadas 13 amostras de sementes, sendo 5 delas estavam com data de validade vencida (P. drummondii, R. hirta, T. patula lote nº1, T. patula lote nº 2 e Z. elegans). Além disso, realizou-se o levantamento de fungos em mudas e plantas em fase de florescimento para D. pinnata, Impatiens hawkeri, P. x hybrida, P. drummondii, R. hirta, S. farinacea, S. splendens, T. patula e Z. elegans produzidas pela Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (NOVACAP) no Distrito Federal. Das amostras de sementes foram isolados 32 fungos distribuídos entre as nove espécies de plantas ornamentais herbáceas. Desse total, 25 foram hifomicetos, 3 celomicetos, 2 ascomicetos e dos filos Oomycota e Zygomycota há 1 representante para cada. Dentre os hifomicetos destacaram-se pela freqüência espécies do gênero Alternaria, Cladosporium, Bipolaris, Curvularia, Exerohilum...

Fungos em sementes de plantas ornamentais; Fungi on seeds of ornamentals

Barreto, Sarah da Silva; Rezende, Denise Vilela de; Blum, Luiz Eduardo Bassay
Fonte: Associação Brasileira de Tecnologia de Sementes Publicador: Associação Brasileira de Tecnologia de Sementes
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.71%
Estudou-se a ocorrência de fungos em sementes de nove espécies de plantas ornamentais herbáceas (Dahlia pinnata, Petunia x hybrida, Phlox drummondii, Rudbeckia hirta, Salvia farinacea, Salvia splendens, Tagetes patula, Viola tricolor e Zinnia elegans) costumeiramente plantadas no Distrito Federal. O método de detecção utilizado foi o de papel de filtro (“blotter-test”), sendo que uma subamostra, de 100 sementes, de cada espécie foi submetida a assepsia com álcool 70% e hipoclorito de sódio 1% e outra não. Das amostras de sementes analisadas foram detectados e isolados 32 fungos, sendo 88% representantes do grupo dos fungos mitospóricos, 6% do filo Ascomycota, 3% do filo Zygomycota e 3% de organismos semelhantes à fungos do filo Oomycota. Os gêneros mais frequentemente encontrados foram Alternaria, Cladosporium, Bipolaris, Curvularia, Exerohilum, Aspergillus e Penicillium. O maior número de fungos ocorreu nas sementes de D. pinnata, T. patula e P. drummondii. Alternaria alternata, Alternaria spp, Bipolaris spp., Curvularia lunata, C. protuberata, Exserohilum sp., Phoma glomerata, P. multirostrata, Pythium sp. e Ulocladium atrum podem, por indícios literários, ser um relato pioneiro em algumas das plantas de ornamentais. Possivelmente...

Ácaros (Arachnida, Acari) de plantas ornamentais na região noroeste do estado de São Paulo, Brasil: inventário e descrição dos sintomas causados pelos fitófagos

Feres,Reinaldo J. F.; Vieira,Marineide R.; Daud,Rodrigo D.; Pereira Jr.,Edson G.; Oliveira,Gabriella F.; Dourado,Cecília L.
Fonte: Sociedade Brasileira De Entomologia Publicador: Sociedade Brasileira De Entomologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2009 PT
Relevância na Pesquisa
66.66%
No presente trabalho foram estudados os ácaros associados a plantas ornamentais de praças, ruas e jardins residenciais, no município de Ilha Solteira, SP. Foram amostradas folhas de 20 espécies de plantas e alguns representantes das morfoespécies de ácaros encontrados foram montados em lâminas de microscopia com o meio de Hoyer, para posterior identificação sob microscópio óptico com contraste de fases. Foram registradas 23 espécies pertencentes a 15 gêneros de oito famílias. Dessas espécies, 13 são fitófagas, nove predadoras e uma de hábito alimentar não determinado. A família com maior riqueza de ácaros foi Tetranychidae, com nove espécies, sendo uma delas registrada pela primeira vez após a descrição original e outra pela primeira vez no Brasil. Lorryia formosa Cooremann, 1958 (Tydeidae) foi a que ocorreu em maior número de hospedeiros. As plantas com as maiores riquezas de ácaros foram Lagerstroemia indica L., Mussaenda alicia Hort. e Tabebuia sp., com seis espécies registradas em cada uma.

Controle de plantas daninhas na produção de mudas de plantas ornamentais

Freitas,F.C.L.; Grossi,J.A.S.; Barros,A.F.; Mesquita,E.R.; Ferreira,F.A.
Fonte: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas Publicador: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2007 PT
Relevância na Pesquisa
56.94%
Este trabalho teve como objetivo avaliar a eficácia do oxyfluorfen no controle da brilhantina (Pilea microphylla) na produção de mudas de plantas ornamentais. Foram conduzidos dois experimentos, no delineamento de blocos ao acaso, no esquema fatorial 3 x 7, com três repetições. Um dos experimentos foi constituído por mudas de três espécies de plantas ornamentais - copo-de-leite (Zantedeschia aethiopica), estrelítzia (Strelitzia reginae) e palmeira-australiana (Archontophoenix cunninghamiana) - e sete doses de oxyfluorfen (0, 24, 72, 144, 216, 288 e 360 g ha-1) pulverizadas em área total, e o outro, pelas mesmas espécies e sete concentrações de oxyfluorfen (0,00000 0,00036, 0,00072, 0,00144, 0,00288, 0,00576, e 0,01152% do i.a.), aplicadas em pulverização dirigida à brilhantina, sem atingir as folhas das mudas de plantas ornamentais. Cada unidade experimental foi constituída de um vaso com uma muda de planta ornamental, infestado com brilhantina. Aos 15, 30 e 60 dias após aplicação do herbicida (DAA), foram realizadas avaliações visuais de toxidez nas plantas ornamentais e controle de brilhantina. Para aplicação em área total, os vasos com plantas de palmeira-real-australiana demandaram doses mais elevadas do herbicida...

Sazonalidade do mercado de flores e plantas ornamentais no Estado de São Paulo: o caso da CEAGESP-SP

Marques,Roberta Wanderley da Costa; Caixeta Filho,José Vicente
Fonte: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural Publicador: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2002 PT
Relevância na Pesquisa
66.59%
O presente artigo teve como objetivo principal avaliar o comportamento sazonal dos volumes e preços praticados na floricultura, através do uso de periodogramas e metodologia de Box e Jenkins (1976). Para tal, viu-se a necessidade de seleção dos produtos e entreposto a serem trabalhados. Os produtos escolhidos foram: rosa, crisântemo e violeta. Quanto ao entreposto, dados referentes à década de 90 foram levantados na CEAGESP-SP (Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo). Os resultados deste trabalho apontaram períodos de pico para a movimentação e para os preços praticados dos produtos escolhidos naquele entreposto. Informações a respeito do período sazonal são de extrema importância para o sistema de comercialização de cada produto agrícola. Tal fato não é diferente com relação às flores e plantas ornamentais. Tanto produtores como consumidores podem se beneficiar a partir do conhecimento do comportamento mais sistemático que seus produtos de interesse revelam. Conhecendo os picos sazonais, o produtor pode organizar sua produção de forma a intercalar e aumentar seus picos de comercialização.

Plantas ornamentais em quintais urbanos de Rio Branco, Brasil

Siviero,Amauri; Delunardo,Thiago Andrés; Haverroth,Moacir; Oliveira,Luis Cláudio de; Roman,André Luis Cote; Mendonça,Ângela Maria da Silva
Fonte: MCTI/Museu Paraense Emílio Goeldi Publicador: MCTI/Museu Paraense Emílio Goeldi
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
66.8%
As plantas ornamentais são importantes na cultura e no bem estar dos moradores das cidades na Amazônia. Este trabalho teve como objetivo caracterizar as espécies vegetais de uso ornamental em quintais urbanos de Rio Branco, Acre, e a relação com aspectos sociais. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas, abrangendo 132 quintais urbanos, entre 2009 e 2011. Os bairros selecionados para este estudo foram Aeroporto Velho, Placas e Conjunto Novo Horizonte, situados na periferia do município. Foram catalogadas 140 espécies ornamentais, pertencentes a 49 famílias botânicas, com destaque para Euphorbiaceae (7%), Arecaceae (6,4%) e Araceae (5%). Entre as espécies ornamentais registradas, 57,5% são exóticas, 16% apresentam uso medicinal e 44% são herbáceas. A análise de regressão dos dados entre a diversidade de espécies, a área e os parâmetros sociais dos entrevistados não mostrou significância. O cultivo de plantas ornamentais em quintais urbanos de Rio Branco auxilia na ambiência da residência e melhoria da paisagem, gera bem estar aos moradores pelo espaço de lazer e contribui para a conservação de recursos genéticos.

Caracterização molecular e estabelecimento Fingerprint em híbridos de bananeiras ornamentais.

SEREJO, J. A. dos S.; ALMEIDA, F. N. de; SILVA, R. A. da; AMARAL, J. C. G. P.; RAMALHO, E. V. B. M.; SOUZA, F. V. D.; FERREIRA, C. F.
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE FLORICULTURA E PLANTAS ORNAMENTAIS, 18.; CONGRESSO BRASILEIRO DE CULTURA DE TECIDOS DE PLANTAS, 5. 2011. Joinville - SC. [Anais...]. Joinville-SC: EPAGRI, 2011. 1 CD-ROM. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE FLORICULTURA E PLANTAS ORNAMENTAIS, 18.; CONGRESSO BRASILEIRO DE CULTURA DE TECIDOS DE PLANTAS, 5. 2011. Joinville - SC. [Anais...]. Joinville-SC: EPAGRI, 2011. 1 CD-ROM.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.83%
As fruteiras ornamentais são uma alternativa para o segmento da floricultura. Possuem grande plasticidade de uso, podendo ser apreciadas como plantas de parques, jardins, flores de corte, plantas de vaso, folhagens e minifrutos ornamentais. A Embrapa Mandioca e Fruticultura possui bancos de germoplasma de diferentes fruteiras, que começaram a ser explorados recentemente para finalidades ornamentais, dentre esses o de bananeira, e diversos híbridos tem sido gerados.; 2011

Seleção de híbridos de bananeira com potencial para minifrutos ornamentais e paisagismo.

SEREJO, J. A. dos S.; SILVA FILHO, J. R. da; CERQUEIRA, T. T. de
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE FLORICULTURA E PLANTAS ORNAMENTAIS, 18.; CONGRESSO BRASILEIRO DE CULTURA DE TECIDOS DE PLANTAS, 5. 2011. Joinville - SC. [Anais...]. Joinville-SC: EPAGRI, 2011. 1 CD-ROM. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE FLORICULTURA E PLANTAS ORNAMENTAIS, 18.; CONGRESSO BRASILEIRO DE CULTURA DE TECIDOS DE PLANTAS, 5. 2011. Joinville - SC. [Anais...]. Joinville-SC: EPAGRI, 2011. 1 CD-ROM.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
76.79%
O mercado de plantas ornamentais está sempre em busca de novos produtos. A bananeira é uma fruteira tropical de porte médio a alto, com folhagem verde exuberante e frutos geralmente de coloração verde a amarela. A geração de plantas de pequeno porte com coloração de frutos e inflorescência masculina variados, que possam ser cultivadas em espaços reduzidos, assim como a opção de se utilizar frutos pequenos em arranjos ornamentais é um diferencial interessante para o mercado de floricultura tropical.; 2011; PDF.69.

Patógenos associados a doenças de plantas ornamentais na região metropolitana de Salvador.

OLIVEIRA, M. Z. A. de; PRATES JÚNIOR, P.; SALLENAVE, L. P.; SOUZA, M. F.; SANTOS, T. P. dos; BARBOSA, C. de J.
Fonte: In: REUNIÃO ANUAL DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO E CULTURA NO RECÔNCAVO DA BAHIA - RECITEC RECÔNCAVO. 1., 2011, Cruz das Almas. Anais... Cruz das Almas: Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, 2011. 1 CD-ROM. Publicador: In: REUNIÃO ANUAL DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO E CULTURA NO RECÔNCAVO DA BAHIA - RECITEC RECÔNCAVO. 1., 2011, Cruz das Almas. Anais... Cruz das Almas: Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, 2011. 1 CD-ROM.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Formato: 2 p.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.71%
O mercado de flores e plantas ornamentais está se expandido na Bahia, sendo grande a diversidade de espécies cultivadas. Pode-se considerar que, atualmente, a produção de flores e plantas ornamentais é uma importante alternativa de trabalho e renda para as mais diversas classes da população baiana.; 2011; Em paralelo aconteceram também os seguintes eventos: V Seminário de Pesquisa do Recôncavo da Bahia; V Seminário Estudantil de Pesquisa da UFRB; V Seminário da Pós-Graduação da UFRB; II Seminário Regional de Pesquisa da EBDA; 5ª Jornada Científica da Embrapa Mandioca e Fruticultura; VIII Seminário Estudantil de Pesquisa e Extensão da FAMAM; Semana de Ciência, Tecnologia e Inovação no Agronegócio; Fórum de Gestores de Iniciação Científica e Tecnológica da Bahia; II Simpósio Baiano de Defesa Agropecuária; I Semana de Educação Tutorial da UFRB.

Avaliação da sazonalidade do mercado de flores e plantas ornamentais no estado de São Paulo.; Seasonality's evaluation of flowers and ornamental plants market in the state of São Paulo.

Marques, Roberta Wanderley da Costa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/04/2002 PT
Relevância na Pesquisa
66.71%
O presente trabalho teve como objetivo principal a avaliação do eventual comportamento sazonal dos volumes e preços praticados na floricultura paulista. Para tal, houve a necessidade de seleção dos produtos e entrepostos a serem trabalhados. Os produtos escolhidos foram: rosa, crisântemo e violeta. Dados referentes à década de 90 foram levantados em entrepostos de comercialização selecionados no Estado de São Paulo: CEAGESP-SP (Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo), Veiling Holambra (cooperativa que comercializa produto de produtores via leilão eletrônico) e a CEASA-Campinas (Central de Abastecimento S.A de Campinas). Além desse objetivo principal, realizou-se a identificação dos períodos sazonais existentes, a identificação das características do comportamento sazonal de volumes e preços e a comparação das características de mercado das principais flores e plantas ornamentais comercializadas nos entrepostos selecionados no Estado de São Paulo. Os resultados do trabalho apontaram períodos diferentes para o volume de rosa, crisântemos e violetas. Por outro lado, para cada tipo de flor, observou-se maiores semelhanças para o período de preços praticados nestes entrepostos. Por exemplo...

Aplicação de efluente de estação de tratamento de esgoto doméstico na irrigação de plantas ornamentais.

Cerqueira, Lousane Lordêlo
Fonte: Universidade Federal do Recôncavo da Bahia Publicador: Universidade Federal do Recôncavo da Bahia
Relevância na Pesquisa
66.78%
A deterioração dos recursos hídricos pelo elevado uso, sem os devidos cuidados, limita a disponibilidade deste precioso recurso e gera situações de escassez em muitas regiões e países. Essa insuficiência promove a necessidade indispensável da utilização de águas de baixa qualidade, através do tratamento dos efluentes de esgotos domésticos, transformando-os em água para fins agrícolas. Desta forma, este trabalho teve como objetivo avaliar os efeitos da irrigação com efluente de tratamento de esgoto com wetland em duas espécies de plantas ornamentais Heliconia psittacorum (L.) cv. Golden torch and Gladiolus hortulanus (Bailey),e nos atributos físicos e químicos do solo e na química das plantas, quando utilizado efluente de esgoto doméstico na irrigação. Para a execução deste projeto foi instalado um experimento piloto, na comunidade de Mapele, localizado no município de Simões Filho – BA. O delineamento experimental foi em Blocos casualizados com parcelas subdivididas. As plantas foram irrigadas por gotejamento em superfície, com os tratamentos: T1 - efluente de uma estação de tratamento de esgoto (ETE) com desinfecção (adição de 5 mg L-1 de cloro); T2 - efluente sem desinfecção e T3 - água de riacho. Foram avaliados comprimento das hastes e o número de botões florais (helicônia e gladíolo)...