Página 1 dos resultados de 634 itens digitais encontrados em 0.033 segundos

Dinâmica de uso das terras nos municípios de Bonito, Jardim e Bodoquena (MS) e o estado e conservação dos recursos biológicos do Parque Nacional da Serra da Bodoquena e de sua zona de amortecimento; Spatial and temporal dynamics of land use in Bonito, Jardim and Bodoquena (MS) Municipalities, and the conservation state of the biological resources in the Serra da Bodoquena National Park buffer zone

Silva, Normandes Matos da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 31/03/2008 PT
Relevância na Pesquisa
76.1%
A pesquisa abordou o processo de uso e ocupação das terras nos municípios de Bodoquena, Bonito e Jardim, situados na borda leste do Parque Nacional da Serra da Bodoquena (PNSB), região sudoeste de Mato Grosso do Sul. Além disso, foi estudado o estado de conservação, em termos de estrutura e configuração da paisagem, dos remanescentes de cerrado e floresta contidos no interior do PNSB e em sua zona de amortecimento. O objetivo foi o de analisar a dinâmica de ocupaçao das terras nos municípios mencionados nos últimos 18 anos, com vistas à subsidiar estratégias de planejamento do uso e ocupação das terras ideal para a região. Objetivou-se também analisar a dinâmica espacial e temporal da paisagem que compõe o PNSB e sua zona de amortecimento, visando à conservação da biodiversidade local. Para isso, foi utilizado um sistema de informação geográfica (SIG) para elaboração de mapas temáticos e de um banco de dados georreferenciado. A determinação do grau de conservação do PNSB e da sua zona de amortecimento se deu mediante a utilização de métricas de paisagem, e da adoção dos preceitos da Teoria dos Grafos. O capítulo 1 demonstrou, por meio dos mapas gerados para os municípios de Bodoquena, Jardim e Bonito...

Análise da paisagem no entorno de três unidades de conservação: subsídios para a criação da zona de amortecimento; Analysis of the landscape around three natural reserves in São Paulo State: subsidies for designing a buffer zone

Tambosi, Leandro Reverberi
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/05/2008 PT
Relevância na Pesquisa
76.05%
As Unidades de Conservação (UCs) foram criadas para proteger e manter os remanescentes de ecossistemas naturais a fim de reduzir a perda da biodiversidade e garantir sua manutenção em longo prazo. Atualmente, muitas UCs se encontram na forma de pequenos fragmentos isolados e sob forte pressão antrópica, exigindo um manejo na forma de uma rede de fragmentos, visando reduzir as pressões das atividades do entorno. O presente trabalho teve como objetivo gerar subsídios para a criação de uma zona de amortecimento (ZA) comum para o Parque Estadual de Vassununga e para a Estação Ecológica de Jataí, visando reduzir as pressões antrópicas sobre as UCs e facilitar o fluxo biológico entre os fragmentos. Foi realizado o mapeamento da paisagem para identificar as principais formas de uso, as fontes de impactos ambientais e verificar o cumprimento da legislação de áreas de preservação permanente. Foram utilizadas métricas de paisagens para analisar a configuração espacial dos remanescentes de vegetação arbórea e selecionar fragmentos importantes para a facilitação do fluxo biológico. Foram utilizados modelos de previsão de riqueza e probabilidade de ocorrência de espécies-alvo de aves para selecionar áreas potencialmente importantes para a manutenção da biodiversidade. A paisagem da área de estudo apresenta menos de 30% de remanescentes de vegetação natural...

Mapeamento da biótopos: instrumento para o fomento da qualidade ambiental; Biotopes mapping: instrument for promotion of ambient quality

Melo, Marcos Antônio de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/12/2009 PT
Relevância na Pesquisa
86.2%
O mapeamento de biótopos pode ser considerado como uma ação prática do planejamento da paisagem. O método surgiu para conduzir a análise e o entendimento das características estruturais e funcionais da paisagem, demonstrando identidades ecológicas entre porções territoriais mediante o estudo/diagnóstico dos componentes biofísicos, antrópicos e das inter-relações existentes. Além do estabelecimento de indicativos, qualitativos e quantitativos que denotem e mensurem parâmetros de qualidade ambiental. Destarte, a realização deste mapeamento visa o estabelecimento de bases para o planejamento territorial, tendo a mensuração da qualidade ambiental como elemento primordial para sua efetivação, justificando assim, a aplicabilidade da referida metodologia, inspirada em experiências européias, onde tais mapeamentos são realizados em escalas de detalhe. O referencial teórico adotado parte de uma abordagem geossistêmica, onde a paisagem pode ser representada por um conjunto de biótopos, denotando a integração de variáveis naturais e antrópicas, configuradas em unidades homogêneas. Os procedimentos teóricos e operacionais atendem a variadas etapas, constituídas em trabalhos de levantamentos de campo, sistematização de dados...

De cidade-jardim a cidade sustentável: potencialidades para uma estrutura ecológica urbana em Maringá-PR; From garden-city to sustainable city: potentialities for a green infrastructure in Maringá-PR

Meneguetti, Karin Schwabe
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/08/2007 PT
Relevância na Pesquisa
76.2%
Este trabalho trata dos projetos da cidade de Maringá, de seus espaços abertos e das condições para torná-la uma cidade ambientalmente sustentável. Para tanto, apresenta uma breve evolução do pensamento ecológico; trata de conceitos como sustentabilidade e paisagens sustentáveis e suas relações com a forma da cidade. Apresenta abordagens atuais de planejamento da paisagem e enfatiza o papel dos espaços abertos na conformação da cidade. Ressalta a importância desses espaços na proteção dos ecossistemas e na relação do homem com a natureza dentro das cidades. Analisaram-se no estudo a construção da paisagem do Norte do Paraná e a rede de cidades projetada pela companhia colonizadora, os elementos que subsidiaram os projetos das cidades e, mais especificamente, da cidade de Maringá, cujo projeto original teve influência direta das idéias de cidade-jardim. À luz do aparato legislativo vigente, foram avaliados a forma e os processos de construção da paisagem urbana de Maringá e os principais aspectos dos espaços abertos existentes. Sob o enfoque da ecologia da paisagem, foram estabelecidas as condições necessárias para que este sistema se torne uma estrutura ecológica capaz de abrigar os serviços ambientais que sustentariam a cidade. Por fim...

Interações em estudos para conservação: conceitos e técnicas para análises geográficas e ecológicas da paisagem; Interactions in conservation studies: concepts and techniques to geographical and ecological landscape analysis

Sartorello, Ricardo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 11/09/2014 PT
Relevância na Pesquisa
76.16%
Diante do estado crítico dos sistemas ambientais naturais no Brasil e no mundo, acreditamos que a interação entre as abordagens geográfica e ecológica no estudo da paisagem possa resultar em uma evolução nas pesquisas e planos para a conservação ambiental. Para explorar esse potencial, analisamos criticamente as diferenças fundamentais entre estas duas abordagens. Dentre elas, a questão do observador da paisagem, mais humano na Geografia e voltado para as necessidades das espécies na Ecologia. A principal consequência desta diferença se reflete na escala de apreensão e na delimitação da estrutura da paisagem, relacionando diversas variáveis na abordagem Geográfica e utilizando principalmente a vegetação na Ecológica. Visando explorar as possibilidades de interação destas duas abordagens, propusemos cinco estudos de caso. O primeiro propõe a identificação e mapeamento da paisagem na escala do continente sul americano. Utilizamos novas técnicas de sensoriamento remoto para analisar a estrutura da paisagem no território brasileiro por meio da variação da vegetação em uma série temporal de imagens MODIS EVI entre os anos 2000 e 2012. Os resultamos mostram que a técnica utilizada consegue diferenciar paisagens com diferentes níveis de complexidade em uma classificação contínua. Os outros estudos foram desenvolvidos em escala regional...

Fronteiras, fluxos e mosaicos em paisagens sob mudanças : um caminho metodológico para identificar unidades de planejamento e serviços ecossistêmicos; Boundaries, flows and mosaics in changing landscapes : a methodological way to identify management units and ecosystem services

Lídia Sanches Bertolo
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/02/2014 PT
Relevância na Pesquisa
76.33%
Em planejamentos ambientais as decisões sobre o futuro da paisagem dependem da compreensão de como os processos voltados ora para a preservação ora para a degradação da Natureza se deram ao longo do tempo e, conseqüentemente, como definir estratégias que conduzam à conservação ambiental. Dessa forma, necessita-se avaliar os saldos da conservação da Natureza e dos serviços ecossistêmicos dirigidos ao bem-estar humano, medidos ao longo da história em cada fração da paisagem. Porém, a literatura científica vem reforçando as deficiências metodológicas na obtenção e interpretação de tais resultados, principalmente em paisagens muito heterogêneas, onde a trama de interações apresenta-se complexa, tanto dentro de cada elemento em seu eixo vertical como entre os elementos em seu eixo horizontal. Nessa direção, avaliamos diferentes caminhos metodológicos que pudessem estrategicamente identificar unidades de planejamento que representem a heterogeneidade através das interações e fluxos bidimensionais da paisagem. Também foi realizado um pequeno ensaio sobre o valor potencial de serviços ecossistêmicos nas unidades de planejamento estabelecidas sob a abordagem de avaliação em dois eixos da paisagem. Para tanto foram construídos modelos de estrutura metodológica a partir de ferramentas estatísticas em sistemas de informação geográfica (SIG) que permitissem aplicar conceitos sobre fronteiras...

Zoneamento hierárquico da paisagem nos domínios da Bacia do Rio Uruguai

Freitas,Marcos Wellausen Dias de; Santos,João Roberto
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia, Instituto de Geografia, Programa de Pós-Graduação em Geografia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia, Instituto de Geografia, Programa de Pós-Graduação em Geografia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2014 PT
Relevância na Pesquisa
76.13%
Este artigo apresenta uma abordagem que combina ferramentas de Sistemas de Informações Geográficas (SIG) e de Sensoriamento Remoto (SR) para o mapeamento integrado da paisagem, dentro de diretrizes de um zoneamento hierárquico e de princípios da Ecologia da Paisagem. Variáveis físicas, ecológicas e sociais são integradas, empregando-se análise multivariada desses fatores para uma categorização de unidades de paisagem. Na abordagem metodológica constam as fases de: a) organização e processamento das variáveis paisagísticas em ambiente de SIG e de Análise de Imagem Orientada a Objetos Geográficos (GEOBIA); b) zoneamento hierárquico da paisagem em “geons” e Unidades de Planejamento da Paisagem (UPP’s); c) análise multivariada das UPP’s resultantes com a definição de dois níveis hierárquicos (hólons) da paisagem. O mapeamento das unidades de paisagem e a análise multivariada permitem o entendimento de padrões e da distribuição espacial da paisagem investigada. O zoneamento hierárquico da paisagem aqui desenvolvido traz uma contribuição da abordagem de GEOBIA...

Uso do PDAM e mapeamento participativo como ferramentas de planejamento da propriedade rural na Amazônia Oriental.

SANTA BRÍGIDA, M. B.; BRIENZA JUNIOR, S.; SILVA, P. V. da S.; BRABO, L. S.
Fonte: In: SEMINÁRIO CIENTÍFICO DA UFRA, 7.; SEMINÁRIO [DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA] DA EMBRAPA AMAZÔNIA ORIENTAL, 13.; SEMINÁRIO DE PESQUISA DA UFRA, 1., 2009, Belém, PA. Pesquisa e desenvolvimento tecnológico na formação do jovem cientista: anais. Belém, PA: UFRA: Embrapa Amazônia Oriental, 2009. Publicador: In: SEMINÁRIO CIENTÍFICO DA UFRA, 7.; SEMINÁRIO [DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA] DA EMBRAPA AMAZÔNIA ORIENTAL, 13.; SEMINÁRIO DE PESQUISA DA UFRA, 1., 2009, Belém, PA. Pesquisa e desenvolvimento tecnológico na formação do jovem cientista: anais. Belém, PA: UFRA: Embrapa Amazônia Oriental, 2009.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 CD-ROM.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
96%
O plano de uso da propriedade pode contribuir para o planejamento da paisagem e o desenvolvimento rural da Amazônia. Entretanto, para que isso ocorra, é necessário dispor de ferramentas capazes de organizar informações sobre o uso da terra em propriedades agrícolas. Neste contexto, o objetivo deste estudo foi testar o PDAM (Plano Diretor Agrícola Municipal) para as condições da Amazônia e construir o mapa de uso da propriedade como ferramentas de planejamento rural. A pesquisa foi desenvolvida em duas propriedades agrícolas familiares localizadas nos municípios de Garrafão do Norte, Capitão Poço (Nordeste Paraense). A aplicação do PDAM mostrou-se satisfatória, pois permitiu agregar e armazenar informações das localidades estudadas, porém precisa ser ajustado na sua estrutura para a realidade da Amazônia. Associado à metodologia de elaboração do mapa de uso da propriedade constitui uma ferramenta útil ao planejamento da propriedade rural.; 2009

Unidades de paisagem no Bairro de Santa Felicidade (Curitiba - PR), propostas ao planejamento e ordenamento da paisagem

Belem, Anderson Luiz Godinho
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
76.38%
Resumo: A pesquisa se insere no Grupo de Pesquisa "Planejamento da Paisagem" (DGEOG-UFPR-CNPq) no projeto "Planejamento da Paisagem como subsídio para a participação popular no desenvolvimento urbano", e busca identificar as Unidades de Paisagem (UPs) do bairro Santa Felicidade, Curitiba/PR, bem como sugerir propostas ao planejamento e ao ordenamento do bairro. A partir da síntese dos resultados de diversas pesquisas realizadas, em maioria, pelo grupo de pesquisas citado, foram encontradas homogeneidades na paisagem e delimitadas quatro unidades de paisagem para bairro de Santa Felicidade, por sua vez, subdivididas em outras três subunidades. Os resultados são apresentados em um mapa de UPs, seguido de um quadro de correlações que, também, funciona como legenda para a Carta de UPs. Partindo de tais unidades de paisagem foi realizado um diagnóstico de conflitos ambientais para cada uma delas e após esta etapa, no intento do Planejamento da Paisagem, propostas para o planejamento e o ordenamento do bairro. Foram realizadas mais de 17 propostas agrupadas em três eixos, sendo eles: "Uso e conservação da paisagem?, "Melhorias na infraestrutura? e "Conflitos de uso e ocupação da terra?. Por fim, foram feitas considerações a respeito da participação popular no planejamento do bairro. A identificação das UPs foi uma ferramenta prática do ponto de vista do planejamento...

Planejamento da paisagem e conservação da natureza em RPPNs na Bacia Hidrográfica do Rio Mourão, Paraná

Mezzomo, Maristela Denise Moresco
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
86.21%
Resumo: Entre os diferentes instrumentos utilizados oficialmente no Brasil para ações de conservação da natureza, está a criação de unidades de conservação, que abrange, entre outras categorias, as Reservas Particulares do Patrimônio Natural - RPPNs. Esta categoria se caracteriza como área privada, gravada em perpetuidade, com objetivo de conservar a diversidade biológica. No estado do Paraná, as RPPNs são classificadas como unidades de conservação de proteção integral, se constituindo como a principal possibilidade de áreas privadas contribuírem para a conservação da natureza. No entanto, embora elas sejam reconhecidas como instrumentos para a conservação, nem sempre apresentam eficácia no cumprimento das funções da natureza, o que está diretamente relacionado à forma como ocorre a escolha e delimitação das áreas e ao tipo de gestão. Esta situação ocorre devido aos motivos que levam a criação das áreas, que em muitos casos, envolvem interesses como a possibilidade de sobreposição com Reservas Legais, a isenção de ITR e a geração de ICMS Ecológico. Diante desta problemática envolvendo esta categoria, o objetivo da pesquisa foi analisar a eficácia das RPPNs para a conservação da natureza considerando os pressupostos do Planejamento da Paisagem...

Efeito da estrutura da paisagem sobre a diversidade de polinizadores e a efetividade da polinização do café; Influence of landscape structure on pollinator diversity and coffee pollination effectiveness

Saturni, Fernanda Teixeira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 05/05/2015 PT
Relevância na Pesquisa
76.11%
Apesar de vários estudos terem demonstrado que a presença de abelhas resulta em aumento da produtividade de culturas agrícolas, os mecanismos que determinam a eficácia da polinização em escalas espaciais mais amplas ainda são desconhecidos. Avaliamos a influência da composição e configuração da paisagem sobre a composição da comunidade de abelhas e a polinização do café (Coffea arábica). Nosso estudo foi realizado em uma das regiões cafeeiras mais importantes do Brasil, em nove paisagens compostas de cafezais e diferentes quantidades de remanescentes de Mata Atlântica. Utilizando experimentos de exclusão floral, avaliamos a polinização em 15 pés de café por paisagem. A eficiência da polinização foi medida através da contagem e pesagem dos frutos formados. Também coletamos e identificamos os visitantes florais. Nossas análises foram feitas no nível de paisagem, com 1 e 2 km de raio, e no nível do pé de café, com 300 m de raio em torno de cada árvore. Foram coletados 241 indivíduos de abelhas e identificadas um total de 22 espécies. A abelha Apis mellifera (Apini) foi a espécie mais abundante, seguida de Trigona spinipes (Meliponini). A abundância A. mellifera foi afetada pela composição da matriz na paisagem e a composição da comunidade de abelhas nativas mudou com a distância ao fragmento florestal mais próximo. A presença das abelhas...

Novos paradigmas para o ensino e o planejamento da paisagem; New paradigms for teaching and planning the contemporary landscape

Álvares, Lúcia Capanema; Tibo, Geruza L; Safe, Simone S.
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 04/12/2006 POR
Relevância na Pesquisa
76.23%
As condições de vida nas cidades vêm, desde fins do século XIX, demandando a constante evolução do planejamento e do profissional que o exerce. Este estudo parte da hipótese de descompasso entre a prática profissional do planejador – e a demanda no planejamento da paisagem; seu objetivo é abordar paradigmas do planejamento da paisagem e sua incorporação ao ensino de arquitetura e urbanismo. Analisa as grades curriculares de três cursos de arquitetura e urbanismo em Belo Horizonte, avaliando a formação do profissional para a prática do planejamento.Verificou-se que o ensino aponta algumas diretrizes contemporâneas, mas ainda não é visto como processo – complexo, contínuo e integrado. As recomendações visam formar um profissional crítico, reflexivo e de conhecimento multidisciplinar que contemple as ciências sociais e ambientais, sem o qual não se pode atuar na paisagem urbana da atualidade.; The urban conditions of life have, since the XIXth century, posed challenges do the planning profession. This essay looks at the gaps in time between these challenges and the professional responses to urban problems, and in particular the landscape planning responses. Its main objective is to discuss the current and currently shaping paradigms and how they are considered in undergraduate programs. It analyses the curricula of three representative programs in Belo Horizonte...

A água e os rios na cidade: elementos para o projeto ecológico da paisagem; Water and rivers in the city: elements for ecological landscape design

Bonilha, Iraúna
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 04/12/2006 POR
Relevância na Pesquisa
76.13%
Em muitas cidades, a descarga de esgotos em corpos d’água e a ocupação de margens de rios e baixadas alagadiças geraram degradação ambiental e conflitos de uso, além de obstruírem o acesso público às orlas e o seu aproveitamento como espaços livres. Por serem recursos de múltipla utilidade, e, ao mesmo tempo, elementos dinâmicos da paisagem, os rios reservam problemas e potencialidades específicas para o planejamento urbano e o projeto ecológico da paisagem.; In many cities, sewage discharge in water bodies and the occupation of riversides and washes caused environmental degradation and use conflicts, besides obstructing public access to waterfronts and its use as open spaces. Because rivers are multiple utility resources, and so as dynamical elements of landscape, they provide particular problems and potentialities for urban planning and landscape design.

Dinâmicas Urbanas e Pesquisas no Núcleo de Estudos da Paisagem na Área de Mananciais; Urban Dinamics and Reserchs of the Center of Landscape Studies in the Water Suplies Area

Sandeville Júnior, Euler; Ikematsu, Priscila; Radoll, Gabriella Roesler; Miketen, Simone
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 30/06/2012 POR
Relevância na Pesquisa
76.14%
Este trabalho apresenta os estudos do Núcleo de Estudos da Paisagem (NEP) desenvolvidos nas áreas de importantes reservatórios de água utilizados para o abastecimento público: as represas Billings e Guarapiranga. Os trabalhos são realizados em diferentes escalas de análise e estão focados na necessidade de compreender os processos urbanos e ambientais, além de formas de participação social. Os métodos utilizados são bastante diversos, incluindo trabalhos de campo, mapeamentos temáticos, cartografia de atores, entrevistas e observação participante, a fim de discutir as transformações da paisagem na escala regional e conflitos decorrentes, correlacionando-as com as escalas locais no cotidiano da população. Os resultados de tais estudos reforçam a urgência de ações voltadas à melhoria da qualidade socioambiental e urbana dessa região, mas indicam a necessidade de ampliação da equipe para trabalhos colaborativos com grupos locais, considerando a complexidade e a escala espacial dos fenômenos urbanos e ambientais. Com isso, é possível trazer nova compreensão desses processos, bem como iluminar e problematizar aspectos que contribuam para a análise das implicações das políticas públicas e dos processos de construção do urbano...

PRIVATE RESERVE NATURAL HERITAGE FOR SUBSIDIZES PLANNING LANDSCAPE IN MANDIRITUBA COUNTY, PR; RESERVAS PARTICULARES DO PATRIMÔNIO NATURAL (RPPN’S) COMO SUBSÍDIO AO PLANEJAMENTO DA PAISAGEM NO MUNICÍPIO DE MANDIRITUBA, PR

Ribeiro, Luciene; Silveira, Ricardo Michael Pinheiro; Nucci, João Carlos
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 17/12/2013 POR
Relevância na Pesquisa
76.16%
This study aimed to show areas for the establishment of Private Reserves Natural Heritage in the Mandirituba County, Paraná. It was  conducted a mapping of areas with potential for establishment this type protected area using criteria related to the type of vegetation cover, soil type, slope, land use and cover. In ENVI 4.8 software was held to automatic supervised classification of land cover and use, while the other maps and quantification of the results were obtained using the software ArcGIS 10. The intersection of thematic maps using the technique “map algebra” originated the map of the different levels of capability and is classified as: null, low, medium and high, according with local environmental characteristics. The results showed that 21.2% of the territory had high potential, 40.5% had potential, 8.1% had low potential and 30.2% had null potential to constitute RPPN’s. The study identified the most sensitive portions of the municipal territory and becoming protected areas can contribute to the preservation of natural resources that are threatened by the permittivity of the new Forest Code.; Este trabalho objetivou apontar áreas propícias à constituição de Reservas Particulares do Patrimônio Natural no município de Mandirituba...

ANÁLISE DE RELATÓRIOS AMBIENTAIS PRÉVIOS DE CURITIBA/PR COM BASE NOS PRINCÍPIOS DO PLANEJAMENTO DA PAISAGEM

Estêvez, Laura Freire; UFPR; Nucci, João Carlos
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 22/09/2015 POR
Relevância na Pesquisa
96.23%
O Planejamento da Paisagem aplicado ao meio urbanizado tem como um dos princípios a manutenção ou melhoria da qualidade ambiental urbana, que pode ser diminuída com a crescente instalação de empreendimentos na cidade. Para avaliar os impactos ambientais desses empreendimentos antes da sua instalação, o Estatuto da Cidade (BRASIL, 2001) instituiu o Estudo Prévio de Impacto de Vizinhança - EIV. O Município de Curitiba realiza estudos de impactos ambientais de empreendimentos e suas atividades desde 1997 com o estabelecimento do Relatório Ambiental Prévio – RAP (CURITIBA, 1997). O objetivo do trabalho foi analisar RAPs elaborados em Curitiba, PR, com base nos princípios do Planejamento da Paisagem e com isso fornecer subsídios para a reflexão sobre a possibilidade de um planejamento urbano que considere a qualidade ambiental. Para a avaliação dos RAPs foram definidos critérios e parâmetros, com base nos estudos de qualidade ambiental urbana, nos estudos sobre cidades saudáveis da Organização Mundial da Saúde e em princípios da Flor da Permacultura. Os critérios definidos foram: Espaços Livres, Cobertura Vegetal, Verticalidade das Edificações, Usos Potencialmente Poluidores, Estilos de Vida Saudável e Pegada Ecológica. Apesar de tratar sobre alguns impactos ambientais negativos de forma superficial...

Method of environmental quality evaluation for horizontal residential condominiums; Método para avaliação da qualidade ambiental em condomínios residenciais horizontais

VALASKI, Simone; UFPR
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 29/04/2010 POR
Relevância na Pesquisa
75.99%
Based on Landscape Planning, it was proposed a method of environmental quality evaluation for horizontal residential condominiums. Considering the presupposition that a condominium presents a good environmental quality, since it can have its implantation planned as a whole. Seventeen attributes were chosen which allowed identifying the positive or negative tendency of environmental quality in the analyzed condominiums.; Com base no Planejamento da Paisagem, sugere-se um método de avaliação da qualidade ambiental em condomínios residenciais horizontais. Parte-se do pressuposto de que um condomínio apresente boa qualidade ambiental, já que pode ter sua implantação planejada como um todo. Foram escolhidos dezessete atributos que permitiram identificar a tendência positiva ou negativa da qualidade ambiental nos condomínios estudados.

HEMEROBIA E PLANEJAMENTO DA PAISAGEM NO BAIRRO MOSSUNGUÊ, CURITIBA - PR

Barbara, Ângela Dileta Lima Santa; Universidade Federal do Paraná; Valaski, Simone; Universidade Federal do Paraná; Nucci, João Carlos; Universidade Federal do Paraná
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 30/06/2014 POR
Relevância na Pesquisa
86.16%
Hemerobia pode ser entendida como a dependência energética e tecnológica para a manutenção da paisagem. Paisagens com a mais baixa hemerobia são as que apresentam capacidade de auto regulação, sem influência humana direta e as de mais alta hemerobia são aquelas criadas pelo ser humano e caracterizadas pelo intenso domínio de estruturas e processos técnicos. Medidas que classificam e ordenam as paisagens para que tenham uma menor hemerobia colaboram para a solução dos problemas oriundos da atual crise ambiental. O objetivo do trabalho foi o de classificar as paisagens do bairro Mossunguê (Curitiba, PR) segundo graus de hemerobia. As unidades de paisagens do bairro foram identificadas e mapeadas com base nas estruturas (cobertura do solo), das paisagens; inferências foram feitas sobre suas dinâmicas e as unidades de paisagens foram avaliadas de modo relativo segundo os graus de hemerobia. Foram utilizadas imagens de satélite, do ano 2010 e na escala aproximada 1:5.000 obtidas no Google Earth e base cartográfica, do ano 2012 e na escala 1:20.000, do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (IPPUC). O bairro apresentou 74,4% de sua área com hemerobia de mínima a média (com cobertura vegetal e edificações abaixo de 4 pavimentos e...

ANÁLISE DA QUALIDADE DA PAISAGEM DA ORLA MARINHA DE PONTAL DO PARANÁ, PR, BRASIL

Martini, Angeline; Souza da Rocha, Nájila; Ribeiro, Luciene; Biondi, Daniela
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 02/03/2015 POR
Relevância na Pesquisa
76.11%
O estudo da qualidade da paisagem é uma ferramenta de grande importância para promover um planejamento adequado das regiões, pois permite compreender o processo de funcionamento e dinâmica da paisagem, o que evita a deterioração dos recursos naturais. O presente estudo teve como objetivo realizar uma análise da qualidade da paisagem da orla marinha do município de Pontal do Paraná, PR. Para isto foram aplicados os dois métodos de estudo da paisagem, direto e indireto. Com o método direto realizou-se uma valoração visual in loco e com o indireto, uma análise dos componentes por meio de fotografias para averiguar a participação de cada elemento no valor total da qualidade da paisagem. Os resultados indicaram que a união dos dois métodos foi uma ferramenta muito útil e adequada, possibilitando uma classificação da paisagem mais criteriosa do que as obtidas apenas por um método. Concluiu-se que os atrativos naturais e o grau de limpeza da praia foram os fatores responsáveis pela elevação da qualidade da paisagem. Por outro lado a interferência antrópica e a supressão da vegetação foram os elementos responsáveis pela redução da qualidade.

DELIMITAÇÃO DAS UNIDADES DE PAISAGEM E HEMEROBIA DO BAIRRO CABRAL, CURITIBA/PR - MÉTODOS PARA O PLANEJAMENTO URBANO; DELIMITATION OF LANDSCAPE UNITS AND HEMEROBIE IN NEIGHBORHOOD CABRAL, CURITIBA/PR – METHODS FOR URBAN PLANNING

Estêvez, Laura Freire; Nucci, João Carlos
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 10/12/2010 POR
Relevância na Pesquisa
76.31%
O planejamento urbano inadequado associado ao acelerado processo mundial de urbanização tem provocado a diminuição da qualidade ambiental, principalmente, nas grandes cidades. Um bom planejamento deveria considerar logo de início o levantamento das diferentes unidades da paisagem (UP) e as transformações provocadas pelo uso humano, procedimentos básicos para uma reflexão sobre os limites e aptidões de cada tipo específico de paisagem (UP). Este trabalho realizou uma avaliação rápida do bairro Cabral – Curitiba/PR, classificando-o em unidades de paisagem acompanhada de uma avaliação do grau de alteração antrópica (hemerobia) de cada UP. Foram delimitadas 7 UP e 2 sub-unidades, com graus de hemerobia que variam entre muito baixo e muito alto dentro do grupo tecno-ecossistemas proposto por Haber (1990). Concluiu-se com a avaliação que o bairro Cabral possui alta hemerobia, mas também tem áreas com coberturas vegetais importantes que atuam como contribuintes nas funções ecológicas e na qualidade ambiental, e que devem ser preservadas. Palavras Chaves: planejamento urbano...