Página 1 dos resultados de 2 itens digitais encontrados em 0.026 segundos

A Problemática do Plágio como Questionamento da Transtextualidade (Análise da Relação Literária na Leitura Comparativa de O Crime do Padre Amaro com La Faute de L'Abbé Mouret)

Jorge, Carlos Jorge Figueiredo
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
35.93%
"Sem resumo feito pelo autor"; - Quando Machado de Assis, no comentário crítico que fez a O Primo Basílio e O Crime do Padre Amaro, acusou este último romance de ser uma simples imitação de La Faute de l'Abbé Mouret, iniciou um processo retórico de restrições nos códigos de leitura do romance criticado cujas consequências, do nosso ponto de vista, dificilmente poderão ser alteradas. Entre estas, a mais evidente é a que leva a associar quase sempre ao romance de Eça a questão do plágio. Contudo, não se trata de uma acusação evidente de plágio a que fez o mestre brasileiro. O processo, como veremos melhor na primeira parte do nosso trabalho, é insidioso e ambíguo. Em grande parte, podemos admiti-lo, os resultados da acusação foram os esperados por Machado de Assis. Contudo, a dimensão das consequências, na sua globalidade, talvez tivesse ultrapassado não só as expectativas do crítico como as dos leitores seus contemporâneos. De certo modo, o desenvolvimento da nossa argumentação será avaliar, fugindo o mais possível à simples apologética, o conjunto de problemas que o comentário do escritor e crítico brasileiro levantou, bem como procurar perspectivar, do ponto de vista da teoria da literatura, a importância do conceito "plágio" no interior das abordagens científicas que buscam o conhecimento da literatura. Parece-nos indiscutível que a acusação feita por Machado de Assis a Eça de Queirós...

O plágio na comunidade científica: questões culturais e linguístcas

Vasconcelos,Sonia M. R.
Fonte: Ciência e Cultura Publicador: Ciência e Cultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2007 PT
Relevância na Pesquisa
15.58%