Página 1 dos resultados de 10851 itens digitais encontrados em 0.018 segundos

A pesquisa-ação / investigação-ação no Brasil: mapeamento da produção (1966-2002) e os indicadores internos da pesquisa-ação colaborativa; The action-research in Brazil: mapping of the production (1966-2002) and the internal indicators of the collaborative action-research

Molina, Rinaldo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/06/2007 PT
Relevância na Pesquisa
66.28%
O objetivo principal desta pesquisa orientou-se pela intenção de dar visibilidade à produção brasileira em Educação de pesquisas tipo pesquisa-ação / investigação-ação, focalizando, sobretudo, a pesquisa-ação colaborativa. Essas concepções de pesquisa estimulam a aproximação entre professores e pesquisadores, por meio da colaboração em processos investigativos desenvolvidos com, para e pelos professores sobre as práticas escolares. Na maioria dos casos, tais pesquisas foram desenvolvidas nas escolas. Este estudo foi desenvolvido em quatro estágios: O primeiro é constituído por um estudo bibliográfico que objetivou indicar os teóricos que influíram nessa modalidade de pesquisa em seu enraizamento no Brasil. Para isso, tomamos alguns autores: Saul, Freire, Thiollent, Barbier, Costa, André, Nóvoa, Geraldi, Fiorentini, Pereira, Stenhouse, Elliott, Carr, Kemmis e Zeichner. Num segundo momento, fizemos um mapeamento das dissertações e teses tipo pesquisa-ação / investigação-ação produzidas nos Programas de Pós-Graduação em Educação do Brasil no período entre 1966-2002, apresentando-os em categorias e subcategorias investigadas. O terceiro é constituído por um estudo documental qualitativo sobre uma amostra de pesquisas-ação...

Tutoria e pesquisa-ação no estágio supervisionado: contribuições para a formação de professores de biologia.; Tutoring and action research in supervisioned training period: contributions to the Biology teaching education

Jordão, Rosana dos Santos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/06/2005 PT
Relevância na Pesquisa
66.19%
Esta pesquisa está inserida no campo das investigações sobre a formação inicial de professores e assume que a docência é uma profissão. Como tal, envolve um corpo de saberes específicos. Além disso, fundamenta-se na necessidade de se superar o modelo da racionalidade técnica na formação docente, em direção ao modelo da prática reflexiva, centrado na investigação do próprio trabalho em sala de aula. Com base nesses pressupostos, seu foco de estudo é o estágio supervisionado caracterizado, neste trabalho, por um desenvolvimento coletivo, tutorado por uma professora da escola básica e centrado numa pesquisa-ação. Considerando-se essas características, a investigação visava analisar as possíveis contribuições dessa modalidade de estágio para a elaboração dos saberes profissionais dos licenciandos de um curso de Ciências Biológicas. A pesquisa foi desenvolvida na Escola de Aplicação da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, sendo que a pesquisadora era simultaneamente professora dessa escola e tutora do estágio. O grupo de estagiários era formado por seis licenciandos, que trabalharam com alunos do primeiro ano do Ensino Médio. Além da atuação nas aulas, os estagiários se reuniam semanalmente com a tutora...

A reflexão e a prática docente: considerações a partir de uma pesquisa-ação.; The reflection and the teachers practices: considerations on a research-action.

Acker, Maria Teresa Vianna Van
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/05/2008 PT
Relevância na Pesquisa
66.17%
Esta tese tem em vista compreender de que modo a reflexão sobre as vivências dos professores na escola e na sala de aula geram conhecimento da prática em benefício do maior comprometimento profissional e, por conseguinte, com efeitos sobre autorização que reconhecem ter. Por se tratar de um tema que implica em considerar os processos de reflexão sobre a prática vivenciada pelos professores, ele exige metodologias de pesquisa que levem à colaboração eles. Escolhemos como abordagem metodológica a pesquisa-ação existencial pelo seu caráter de estímulo à reflexão. Como toda pesquisa-ação, essa investigação também se desenvolveu em diferentes etapas. Na primeira etapa, delineamos de que modos os professores produziam conhecimentos a partir de suas vivências práticas. Para isso nos utilizamos observações seguidas por entrevistas, as quais denominamos de entrevistas de explicação, inspiradas nas entrevistas de explicitação, descritas por Pierre Vermersch. Nessa etapa, identificamos que os professores valem-se de dois tipos de reflexão quando analisam e explicam suas práticas: uma reflexão que justifica o que fazem a partir de um costume, por um lado; por outro lado, uma reflexão que explica o percurso que traçaram até elaborarem um modo original de ensinar. Percebemos também que todos os professores...

Deslocamentos discursivos sobre a diversidade: análise de uma experiência de pesquisa-ação formativa com professores; Des déplacements discursifs sur la diversité: lanalyse dune expérience de recherche-action formative avec des professeurs.

Manzano, Cinthia Soares
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/03/2009 PT
Relevância na Pesquisa
66.22%
O presente estudo se baseou em reflexões acerca de uma experiência de pesquisa-ação, intitulada A gestão da violência e da diversidade na escola, realizada entre 2001 e 2003. O desenvolvimento da pesquisa-ação se deveu a um trabalho de parceria entre uma equipe de pesquisadores da FEUSP e um grupo de professores de uma escola estadual de Ensino Médio na cidade de São Paulo. A abordagem da pesquisa-ação sugeria o reconhecimento dos professores como parceiros da investigação; esse foi o princípio fundamental no contexto de um projeto que tinha como objetivo formar os professores a partir da reflexão sobre a prática. Nessa perspectiva de parceria, o professor, de objeto de análise, seria convertido em sujeito da análise do próprio cotidiano, isto é, assumiria a postura de um pesquisador; de modo que a produção do conhecimento, por sua vez, passaria a implicar todos os envolvidos na pesquisaação. A hipótese presumida com o presente trabalho supôs que a abordagem da pesquisa-ação propiciou o desencadeamento de um processo de construção efetivamente coletiva de idéias plurais a respeito dos eixos centrais com os quais se ocupou: a violência e a diversidade na escola. O foco desta dissertação se dirigiu para a questão da diversidade que...

A pesquisa-ação na formação continuada do professor: caminhos para a mudança; Action-research in ongoing teacher education: paths towards change.

Agi, Adriana Beneduzzi Passarelli
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/04/2012 PT
Relevância na Pesquisa
66.21%
Este trabalho traz os resultados de uma investigação realizada em um programa online de formação continuada de professores de Língua Inglesa, na modalidade híbrida, adaptado de um programa presencial e orientado pelos conceitos de pesquisa-ação e reflexão. O estudo mostrou que a reflexão, associada à pesquisa-ação, em um curso online colaborativo, parece favorecer a troca de experiências e a interação entre os participantes, potencializando a procura de soluções para os problemas encontrados no dia a dia da sala de aula e da escola. As referências teóricas definem e relacionam os conceitos centrais que nortearam a pesquisa, dentre os quais se destacam a pesquisa-ação colaborativa e os ciclos de reflexão e ação. A escolha dos momentos de reflexão do Fórum do Programa Online como foco principal de análise orientou a pesquisa para a busca de novos conhecimentos teóricos de compreensão do processo de formação docente em um Ambiente Virtual de Aprendizagem. Esses ambientes, por oferecerem possibilidades de interação e comunicação, incentivam a troca de experiências e informações e motivam o professor a assumir uma postura investigativa. O enfoque e a organização do programa, com proposta de reflexão e de pesquisa-ação...

Pesquisa-ação em Ciências da Saúde: bibliometria e análise conceitual em teses e dissertações da Universidade de São Paulo; Action Research in Health Sciences: bibliometric and conceptual analysis in the theses and dissertations at the University of São Paulo

Carvalho, Sarah Tarcísia Rebelo Ferreira de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
66.31%
A pesquisa-ação, desde a sua origem, associada às Ciências Sociais, sofreu diferentes incorporações teóricas, tanto relacionadas ao seu conceito quanto à sua prática, que resultaram em muitas interpretações distintas que, às vezes, podem dificultar o seu emprego em produções acadêmicas da área de Ciências da Saúde. Objetivo: identificar e caracterizar as teses de doutorado e as dissertações de mestrado produzidas nos programas de pós-graduação de Ciências da Saúde da Universidade de São Paulo (USP), entre 2000 a julho de 2012, em que foi utilizada a metodologia de pesquisa-ação, além de analisar os conceitos de pesquisa- ação que foram empregados nestes trabalhos. Metodologia: utilizamos o método bibliográfico, a bibliometria e a Teoria Comunicativa da Terminologia (TCT), através da abordagem qualitativa e quantitativa. Usamos como fonte de dados, a Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP (BDTD/USP) e como instrumento, usamos uma ficha de coleta de dados validada por especialistas. Realizamos a análise dos dados de forma manual. Resultados: a pesquisa-ação foi utilizada em 49 trabalhos (31 de doutorado e 18 de mestrado), de autoria de 45 diferentes alunos/autores que...

Teorizando a prática ou praticando a teoria? Os deslocamentos identitários de duas professoras de inglês em um grupo de pesquisa-ação

Reis,Valdeni da Silva; Silva,Lucienne de Castro; Torres,Ana Márcia Melo Soares
Fonte: UNICAMP. Departamento de Linguística Aplicada Publicador: UNICAMP. Departamento de Linguística Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2011 PT
Relevância na Pesquisa
66.17%
O presente trabalho investiga alguns deslocamentos identitários vivenciados por duas professoras de inglês da rede pública de ensino do estado de Minas Gerais em um grupo de pesquisa-ação. objetivamos explorar como a pesquisa-ação, desenvolvida pelas professoras, conjuga teoria e prática, ao mesmo tempo em que as impulsiona a se (re)descobrir de forma responsável em seu fazer pedagógico. Para tanto, são analisados excertos de diários escritos pelas professoras ao longo do ano em que desenvolveram a pesquisa-ação. a metodologia utilizada é a análise discursiva ancorada, sobretudo, pelo uso das Ressonâncias discursivas (SERRANI-INFANTI, 2001). investigamos os deslocamentos identitários das professoras a partir de suas representações sobre o significado de ser professora, assim como suas expectativas de fazer parte de um curso de formação continuada. Analisamos, por fim, a forma com que as relações estabelecidas no grupo de pesquisa-ação deslocam a identidade dessas professoras em um processo dinâmico de descobertas e reorganização pedagógica.

Pesquisa-ação na engenharia de produção: proposta de estruturação para sua condução

Mello,Carlos Henrique Pereira; Turrioni,João Batista; Xavier,Amanda Fernandes; Campos,Danielle Fernandes
Fonte: Associação Brasileira de Engenharia de Produção Publicador: Associação Brasileira de Engenharia de Produção
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 PT
Relevância na Pesquisa
66.2%
A pesquisa-ação é um método de pesquisa qualitativa que cada vez mais se destaca como estratégia de pesquisa adotada em engenharia de produção. Contudo, esse método sofre com preconceitos a respeito do seu mérito científico, bem como com uma indefinição de como sua condução pode ser validada. Visando minimizar essas lacunas da literatura, a partir de uma pesquisa de cunho conceitual-teórico, o presente trabalho visa propor um processo para o planejamento e condução de pesquisas na engenharia da produção por meio da pesquisa-ação. Consideram-se como contribuições científicas do presente trabalho a discussão acerca das formas de iniciação e das etapas de validação das pesquisas que empregam o método da pesquisa-ação. Conclui-se que, dentro do paradigma científico do realismo, os critérios mais adequados para a validação da pesquisa-ação são a adequação ontológica, a validade contingente, a percepção múltipla dos participantes, a fidedignidade metodológica, a generalização analítica e a validade do construto.

Sobre a pesquisa-ação na educação e as armadilhas do praticismo

Miranda,Marilia Gouvea de; Resende,Anita C. Azevedo
Fonte: Editora Autores Associados Publicador: Editora Autores Associados
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2006 PT
Relevância na Pesquisa
66.17%
A pesquisa-ação, uma modalidade de pesquisa muito utilizada na educação, é abordada na perspectiva de suas contribuições e de seu duplo risco: o praticismo e a instrumentalização da teoria. O artigo parte de ampla discussão sobre as condições e possibilidades do conhecimento nas ciências sociais no mundo moderno, para situar a pesquisa-ação como uma proposta de pesquisa e intervenção na realidade social. Após uma exposição da trajetória da pesquisa-ação, distingue duas grandes tendências de releitura dessa modalidade de pesquisa nos dias atuais: as abordagens francesa e canadense, destacando-se, respectivamente, René Barbier e André Morin; e a abordagem australiana, cujos principais expoentes são Wilfred Carr e Stephen Kemmis.

Pesquisa-ação: uma introdução metodológica

Tripp,David
Fonte: Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2005 PT
Relevância na Pesquisa
66.26%
Como resultado do grande aumento de sua popularidade e da amplitude de sua aplicação, a pesquisa-ação tornou-se atualmente um termo aplicado de maneira vaga a qualquer tipo de tentativa de melhora ou de investigação da prática. Tendo em vista a confusão que daí advém freqüentemente, o principal objetivo deste autor é esclarecer o termo. Após breve história do método, ele defende que se encare a pesquisa-ação como uma das muitas diferentes formas de investigação-ação, a qual é por ele sucintamente definida como toda tentativa continuada, sistemática e empiricamente fundamentada de aprimorar a prática. A seguir, o autor discute o papel da teoria na pesquisa-ação antes de descrever o que considera características distintivas do processo. Segue-se um exame mais detalhado do ciclo da pesquisa-ação precedido por um relato do modo pelo qual esse tipo de pesquisa se situa entre a prática rotineira e a pesquisa acadêmica. O autor passa então a discutir algumas questões comuns relativas ao método, tais como a participação, o papel da reflexão, a necessidade de administração do conhecimento e a ética do processo. O artigo, em sua parte final, trata de cinco diferentes "modalidades" de pesquisa-ação e conclui com um esboço da estrutura de uma dissertação a partir de pesquisa-ação.

Transformar as práticas para conhecê-las: pesquisa-ação e profissionalização docente

Monceau,Gilles
Fonte: Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2005 PT
Relevância na Pesquisa
66.27%
A pesquisa-ação designa, na instituição científica, um tipo de conduta de pesquisa que possui suas especificidades. No entanto, como mostram as diferentes histórias da pesquisa-ação, o próprio termo tem conhecido períodos de maior ou menor notoriedade e os procedimentos que ele tem qualificado conheceram também evoluções notáveis. Hoje em dia, pesquisa-ação e pesquisa-intervenção são o mais das vezes apresentadas como semelhantes e até mesmo confundidas. Na esfera do ensino, a pesquisa-ação está ao mesmo tempo muito presente nos dispositivos de formação, de renovação e até mesmo de gestão, mas é muito pouco considerada como procedimento de pesquisa. Neste artigo, examina-se a maneira pela qual a pesquisa-ação interfere com esse objeto de pesquisa constituído pelas práticas docentes. Indago, particularmente, o fato de que o modelo da pesquisa-ação (que mobiliza uma dimensão coletiva) sofra a concorrência, no processo de profissionalização do ensino, do modelo do prático reflexivo (mais apoiado numa dimensão individual). Se existe uma tradição da pesquisa-ação e se as características desse procedimento continuam a influenciar a pesquisa em educação, isso se produz hoje em dia em um campo de pesquisa em vias de redefinição que inclui as pesquisas socioclínicas e os trabalhos daqueles que se autodenominam práticos-pesquisadores. As transformações que uma pesquisa pode gerar em dado espaço não esgotam seus objetivos...

Pedagogia da pesquisa-ação

Franco,Maria Amélia Santoro
Fonte: Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2005 PT
Relevância na Pesquisa
66.29%
A pesquisa-ação tem sido utilizada, nas últimas décadas, de diferentes maneiras, a partir de diversas intencionalidades, passando a compor um vasto mosaico de abordagens teórico-metodológicas, instigando-nos a refletir sobre sua essencialidade epistemológica, bem como sobre suas possibilidades como práxis investigativa. O presente trabalho aprofunda reflexões sobre a pertinência e as possibilidades da pesquisa-ação como instrumento pedagógico e científico, buscando indicativos de respostas às questões: a pesquisa-ação deve ser essencialmente uma pesquisa intencionada à transformação participativa, em que sujeitos e pesquisadores interagem na produção de novos conhecimentos? Deve assumir o caráter formativo-emancipatório? Mediando pesquisas e estudos já realizados, buscou-se estruturar um processo pedagógico para a pesquisa-ação, que organize a questão da coerência entre a ontologia e a epistemologia pretendida na pesquisa. Para tanto, foi necessário estabelecer referências às questões: de que pesquisa falamos quando nos referimos à pesquisa-ação? Ou mesmo, de que ação falamos quando nos referimos à pesquisa-ação? E ainda, como pesquisa e ação se integram na prática pedagógica da pesquisa-ação? O trabalho realça que a pesquisa-ação...

A pesquisa-ação participante como estratégia metodológica para o estudo do empreendedorismo social em administração de empresas

Novaes,Marcos Bidart Carneiro de; Gil,Antonio Carlos
Fonte: Universidade Presbiteriana Mackenzie Publicador: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2009 PT
Relevância na Pesquisa
66.22%
O presente ensaio tem como objetivo analisar e discutir como a pesquisa-ação participante pode ganhar espaço como estratégia metodológica em administração. Esta análise enfoca em especial o campo do empreendedorismo, e mais especificamente o campo do empreendedorismo social, ressaltando as vantagens e limitações da aplicação dessa estratégia de pesquisa. Procede-se, inicialmente, à análise dos principais paradigmas de pesquisa em administração e define-se a pesquisa-ação participante como modalidade de pesquisa crítica, inserida no paradigma humanista radical. A seguir, passa-se à identificação das características da pesquisa participante e ao seu contraste com outras modalidades de pesquisa, em especial com a observação participante e a pesquisa-ação. Os conceitos da pesquisa-ação participante são apresentados e os autores prosseguem apresentando uma revisão dos mais recentes trabalhos em que essa foi usada para apoiar pesquisas na área do empreendedorismo social. Concluem com a proposta de que a avaliação desses trabalhos se dê por outros conceitos que não os da pesquisa tradicional.

Pesquisa-ação: uma introdução metodológica; Action research: a methodological introduction

Tripp, David
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/12/2005 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
66.26%
Como resultado do grande aumento de sua popularidade e da amplitude de sua aplicação, a pesquisa-ação tornou-se atualmente um termo aplicado de maneira vaga a qualquer tipo de tentativa de melhora ou de investigação da prática. Tendo em vista a confusão que daí advém freqüentemente, o principal objetivo deste autor é esclarecer o termo. Após breve história do método, ele defende que se encare a pesquisa-ação como uma das muitas diferentes formas de investigação-ação, a qual é por ele sucintamente definida como toda tentativa continuada, sistemática e empiricamente fundamentada de aprimorar a prática. A seguir, o autor discute o papel da teoria na pesquisa-ação antes de descrever o que considera características distintivas do processo. Segue-se um exame mais detalhado do ciclo da pesquisa-ação precedido por um relato do modo pelo qual esse tipo de pesquisa se situa entre a prática rotineira e a pesquisa acadêmica. O autor passa então a discutir algumas questões comuns relativas ao método, tais como a participação, o papel da reflexão, a necessidade de administração do conhecimento e a ética do processo. O artigo, em sua parte final, trata de cinco diferentes "modalidades" de pesquisa-ação e conclui com um esboço da estrutura de uma dissertação a partir de pesquisa-ação.; As a result of its greatly increased in popularity and range of application...

Transformar as práticas para conhecê-las: pesquisa-ação e profissionalização docente; Transforming the practices to know them: action research and teaching professionalization; Transformer les pratiques pour les connaître: recherche-action et professionnalisation enseignante

Monceau, Gilles
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/12/2005 POR; FRA
Relevância na Pesquisa
66.27%
A pesquisa-ação designa, na instituição científica, um tipo de conduta de pesquisa que possui suas especificidades. No entanto, como mostram as diferentes histórias da pesquisa-ação, o próprio termo tem conhecido períodos de maior ou menor notoriedade e os procedimentos que ele tem qualificado conheceram também evoluções notáveis. Hoje em dia, pesquisa-ação e pesquisa-intervenção são o mais das vezes apresentadas como semelhantes e até mesmo confundidas. Na esfera do ensino, a pesquisa-ação está ao mesmo tempo muito presente nos dispositivos de formação, de renovação e até mesmo de gestão, mas é muito pouco considerada como procedimento de pesquisa. Neste artigo, examina-se a maneira pela qual a pesquisa-ação interfere com esse objeto de pesquisa constituído pelas práticas docentes. Indago, particularmente, o fato de que o modelo da pesquisa-ação (que mobiliza uma dimensão coletiva) sofra a concorrência, no processo de profissionalização do ensino, do modelo do prático reflexivo (mais apoiado numa dimensão individual). Se existe uma tradição da pesquisa-ação e se as características desse procedimento continuam a influenciar a pesquisa em educação, isso se produz hoje em dia em um campo de pesquisa em vias de redefinição que inclui as pesquisas socioclínicas e os trabalhos daqueles que se autodenominam práticos-pesquisadores. As transformações que uma pesquisa pode gerar em dado espaço não esgotam seus objetivos...

Pedagogia da pesquisa-ação; The pedagogy of action research

Franco, Maria Amélia Santoro
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/12/2005 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
66.29%
A pesquisa-ação tem sido utilizada, nas últimas décadas, de diferentes maneiras, a partir de diversas intencionalidades, passando a compor um vasto mosaico de abordagens teórico-metodológicas, instigando-nos a refletir sobre sua essencialidade epistemológica, bem como sobre suas possibilidades como práxis investigativa. O presente trabalho aprofunda reflexões sobre a pertinência e as possibilidades da pesquisa-ação como instrumento pedagógico e científico, buscando indicativos de respostas às questões: a pesquisa-ação deve ser essencialmente uma pesquisa intencionada à transformação participativa, em que sujeitos e pesquisadores interagem na produção de novos conhecimentos? Deve assumir o caráter formativo-emancipatório? Mediando pesquisas e estudos já realizados, buscou-se estruturar um processo pedagógico para a pesquisa-ação, que organize a questão da coerência entre a ontologia e a epistemologia pretendida na pesquisa. Para tanto, foi necessário estabelecer referências às questões: de que pesquisa falamos quando nos referimos à pesquisa-ação? Ou mesmo, de que ação falamos quando nos referimos à pesquisa-ação? E ainda, como pesquisa e ação se integram na prática pedagógica da pesquisa-ação? O trabalho realça que a pesquisa-ação...

Pesquisa-ação em Educação Ambiental

Tozoni-Reis, Marília Freitas de Campos
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2008 POR
Relevância na Pesquisa
66.19%
The works carried out by the "Action Research" Discussion Group at the IV Research Meeting on Environmental Education - EPEA, July 2007, had as their starting point the debate on a reference text concerning the central issues of the action research methodology. The discussions occurred in two meetings during the event and pointed out features, limits and perspectives for the referred methodology in EE. The Group problematized the methodology by means of the display of doubts and the discussion of the EE concept, the comprehension of the qualitative nature of the research in EE, and the limits and possibilities of the action research as a research category in EE. Therefore, this article presents the themes discussed, enlarging the reflections through some issues related to the action research methodology that have been set by researches in education and environmental education, both in practice and literature.; Os trabalhos do Grupo de Discussão "Pesquisa e Ação" no IV Encontro de Pesquisa em Educação Ambiental - EPEA, em julho de 2007, partiram da discussão de um texto-base sobre essa metodologia de pesquisa que tratava de suas questões centrais. Essas discussões foram realizadas em dois encontros durante o evento e apontaram características...

Uma discussão sobre a viabilidade da Pesquisa-Ação na contabilidade; A discussion on the feasibility of Research-Action in accounting

Soares, Maurelio; Paton, Claudecir; Santos, Ananias Francisco dos; Bezerra, Francisco Antonio
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de RP Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de RP
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2009 POR
Relevância na Pesquisa
66.24%
Discute-se neste trabalho a possibilidade de aplicação da Pesquisa-Ação na solução de problemas detectados em ambientes organizacionais, tendo assim como objetivo demonstrar a eficiência da Pesquisa-Ação na contabilidade, como metodologia formadora de soluções para tais ambientes. A abordagem do problema caracteriza-se como qualitativa e a metodologia de pesquisa utilizada neste trabalho fundamenta-se na Pesquisa-Ação, em razão do autor ser um participante ativo e com ações reais no trabalho final implementado na instituição pesquisada, a qual é um hospital filantrópico. Aplicaram-se as quatro fases da Pesquisa-Ação definidas no referencial teórico, quais sejam: exploratória, aprofundada, ação e avaliação, sendo apresentado o resultado com as devidas considerações em cada uma das quatro fases, bem como ao final. Constatou-se a importância da pesquisa-ação, tendo em vista que além de solucionar o problema detectado, ainda sugeriu algumas mudanças que são importantes para a administração da entidade, além de provê-la com informações úteis e fundamentais para o sucesso daquela instituição no controle do seu patrimônio. Por outro lado, este trabalho demonstrou a viabilidade da Pesquisa-Ação na contabilidade...

A PESQUISA-AÇÃO COMO MÉTODO PARA RECONSTRUÇÃO DE UM PROCESSO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO

Gonçalves, Vera Lucia Mira; Leite, Maria Madalena Januário; Ciampone, Maria Helena Trench
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 05/12/2005 POR
Relevância na Pesquisa
66.18%
O propósito desse artigo é mostrar a trajetória metodológica de uma pesquisa cujos objetivos foram analisar o processo e reestruturar o instrumento de avaliação de desempenho profissional de enfermagem. Considerando, pois, essencial que essa mudança fosse alicerçada nos valores e cultura da Instituição, optamos pela pesquisa qualitativa, na modalidade pesquisaação, por ser capaz de proporcionar a manifestação do coletivo da equipe de enfermagem. Para organização do trabalho na pesquisa-ação, foram percorridas as fases de diagnóstico situacional; campo de observação, amostragem e representatividade qualitativa; coleta de dados, utilizando a técnica de grupo focal; plano de ação; ação e avaliação. O emprego da pesquisa-ação no desenvolvimento dessa pesquisa possibilitou a consecução de seus objetivos, além de, como é próprio do método, promover a reflexão de aspectos fundamentais, não só do processo de avaliação de desempenho, mas, sobretudo da política e do gerenciamento de recursos humanos da enfermagem da Instituição. The action research as a method to restructure a process of professional performance appraisal Abstract The purpose of this article is to show the methodological strategy applied for research whose goals were: to analyze the process and restructure the instrument of professional nursing performance. Thus...

PARTICIPAÇÃO NA PESQUISA-AÇÃO: ENTRE A METODOLOGIA E A VISÃO DE MUNDO, PARTICIPAÇÃO E CO-DETERMINAÇÃO / Participation in action research: between the methodology and worldview, participation and co-determination

Marianne Kristiansen; Jorgen Bloch-Poulsen
Fonte: Trabalho & Educação Publicador: Trabalho & Educação
Formato: application/force-download
Publicado em 11/07/2013 PT
Relevância na Pesquisa
66.17%
O artigo trata da pesquisa-ação de diálogo em organizações e tem por objetivo focalizar diferenças no entendimento do conceito participação e no modo de se praticar este conceito. Parte-se da hipótese de que os colaboradores sabem onde estão as dificuldades e que também possuem um potencial de inovação latente que pode ser liberado por meio do diálogo e daí fazer emergir diversas competências diferentes. É utilizado, por meio da atitude crítico-reflexiva, um projeto de pesquisa-ação organizacional e de diálogo, conduzido no momento pela equipe, realizado numa instituição infantil, em um centro de idosos e na escola de auxiliares sociais e de enfermagem de Silkeborg, na região central da Dinamarca, no período de 2011 a 2013. Em cada organização, a cooperação durou um ano. Os resultados revelaram que os projetos de pesquisa-ação não são apenas um design de processo; a liberação do potencial de inovação depende também das condições organizacionais estabelecidas, como: manejo das possibilidades políticas e econômicas, apoio da chefia, continuidade organizacional, a relação entre a operação e o desenvolvimento em uma dada cultura e as possibilidades de aprendizagem. Os dados revelados e o suporte da literatura da área sugerem a necessidade de se ir contra a tendência de se reduzir a pesquisa-ação a uma metodologia científica ou a um mero trabalho de consultoria.