Página 1 dos resultados de 413 itens digitais encontrados em 0.008 segundos

Confusões e ambigüidades na classificação de eventos adversos em pesquisa clínica; Confusions and ambiguities in the classification of adverse events in the clinical research; Confusiones y ambigüedades en la clasificación de eventos adversos en investigación clínica

Marodin, Gabriela; Goldim, José Roberto
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.25%
É comum considerar ambíguo como sinônimo de confuso. Em uma informação confusa, várias informações têm um mesmo significado. Na informação ambígua, ao contrário, vários significados são atribuídos a uma mesma palavra. Informações excessivas também geram ambiguidade, daí a necessidade de concisão e clareza na linguagem. O termo evento adverso (EA) é definido como qualquer ocorrência médica inconveniente, sofrida por um sujeito da pesquisa em investigação clínica. A confusão e a ambiguidade no uso de palavras podem gerar conseqüências importantes na valorização de EAs. O objetivo deste estudo, de natureza teórica, é harmonizar o vocabulário utilizado na caracterização dos riscos e na comunicação de EAs na pesquisa clínica. Os EAs podem ser classificados quanto à previsibilidade, frequência, gravidade, causalidade e seriedade. Muitas vezes, em documentos regulatórios, os EAs são definidos em função da seriedade e causalidade. A harmonização do vocabulário na comunicação de EAs é fundamental para evitar a utilização equivocada de palavras com sentido confuso, ou ambíguo.; Es común considerar ambiguo como siendo sinónimo de confuso. En una información confusa, varias informaciones tienen un mismo significado. En la información ambigua...

Políticas de C&T e area da saude : relevancia da pesquisa biomedicapara o sistema de saude e para a saude publica

Mariza Velloso Fernandez Conde
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 31/12/2004 PT
Relevância na Pesquisa
56.38%
O crescimento do papel do conhecimento na sociedade e os processos de globalização da economia promoveram, nas últimas décadas, transformações significativas na C&T. Adicionalmente, evidências de que a inovação teria se tornado um fator dominante no crescimento econômico dos países, e na dinâmica dos padrões de comércio internacional, impulsionaram a estruturação de políticas nacionais de promoção da inovação tecnológica. Várias análises têm considerado problemática a transposição de políticas de inovação formuladas para os países avançados para os países em desenvolvimento, alertando para o fato de que elas podem produzir repercussões negativas para a C&T. Consideramos que, no caso da pesquisa em saúde, elas poderiam determinar efeitos adversos para a saúde pública. Tendo como referência essas considerações, este trabalho foi idealizado em torno de três objetivos principais: (a) realizar uma revisão abrangente dos desenvolvimentos teóricos recentes do campo dos estudos sociais da C&T com a perspectiva de ampliar a compreensão das bases conceituais que informam as políticas de C,T&I contemporâneas, (b) desenvolver instrumentos metodológicos para investigar as atividades e resultados da pesquisa biomédica...

O processo de consentimento na pesquisa clínica: da elaboração à obtenção

Silva,Luci Meire Pereira da; Oliveira,Filipe de; Muccioli,Cristina
Fonte: Conselho Brasileiro de Oftalmologia Publicador: Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2005 PT
Relevância na Pesquisa
46.22%
O termo de consentimento é um documento recomendado por declarações internacionais, códigos de ética, resoluções e leis específicas para ser utilizado no cotidiano de pesquisas em saúde. A prática ou a obtenção do consentimento informado no exercício da medicina e da pesquisa em seres humanos é própria das últimas décadas e caracteriza o aperfeiçoamento da ética biomédica, constitui um requerimento legal e ético na pesquisa clínica envolvendo seres humanos. O principal desafio do processo de consentimento é garantir a compreensão adequada do indivíduo, entretanto os aspectos sociais, culturais e intelectuais dos indivíduos, ou mesmo a relação existente entre médico e paciente, às vezes, podem comprometer esse processo. O objetivo desse trabalho é apresentar critérios importantes no processo de consentimento que merecem ser destacados e abordados de acordo com normas e resoluções específicas.

Regulamentações, conflitos e ética da pesquisa médica em países em desenvolvimento

Cabral,Marta Maciel Lyra; Schindler,Haiana Charifker; Abath,Frederico Guilherme Coutinho
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2006 PT
Relevância na Pesquisa
46.26%
O paciente é o sujeito que pode satisfazer as necessidades e interesses de um investigador médico em sua pesquisa. Esse conflito intrínseco torna-se mais evidente e assume particularidades quando se consideram os projetos de pesquisa envolvendo os ensaios clínicos em países em desenvolvimento. Nesses países, as populações-alvo têm pouco acesso a serviços de saúde, pouca compreensão sobre os riscos do estudo e também menor capacidade de pleitear judicialmente no caso de prejuízo. Em geral, os debates sobre ética em pesquisa nos países industrializados são caracterizados pela abordagem da doença na dimensão biomédica e pela visão neoliberal da economia e comércio. De fato, a maior parte das pesquisas biomédicas tem sido dirigida para beneficiar comunidades já privilegiadas. Portanto, é necessário que se minimize o risco de exploração dos indivíduos de países em desenvolvimento. Assim, o presente artigo apresenta uma visão da proteção ética para pesquisas em seres humanos de países em desenvolvimento.

Ética e pesquisa biomédica em sociedades indígenas no Brasil

Coimbra Jr.,Carlos E. A.; Santos,Ricardo Ventura
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/1996 PT
Relevância na Pesquisa
56.33%
Este trabalho discute questões relativas à ética da investigação biomédica em populações indígenas brasileiras, em particular no que tange à obtenção de consentimento pós-informacional em pesquisas que envolvam a coleta de amostras biológicas. Enfatiza-se que nada há de específico na legislação atual com respeito à pesquisa biomédica nestas populações. A partir de uma perspectiva antropológica, os autores analisam algumas das dificuldades para a obtenção do consentimento "realmente" informado. Chama-se atenção para a importância das discussões sobre ética em pesquisa face a possibilidade de utilização comercial de amostras biológicas, como exemplificado pelo atual debate sobre patenteamento de material genético humano.

Minisuíno (minipig) na pesquisa biomédica experimental: o Minipig br1

Mariano,Mario
Fonte: Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia Publicador: Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2003 PT
Relevância na Pesquisa
56.3%
Diferentes espécies de animais vertebrados e invertebrados têm sido usados em investigação biomédica experimental. Neste trabalho é apresentada uma breve revisão sobre o uso do suíno em pesquisa biomedica e sobre as similaridades da anatomia, fisiologia, bioquímica e imunologia desta espécie com aquelas do homem. É também revisto o desenvolvimento do minipig nos anos 60 e os sucessos obtidos com este modelo animal nas mais diversas áreas da medicina experimental. Finalmente, são descritas as características básicas de uma colônia de minipigs desenvolvida pelo autor (Minipig br1). São descritas as condições de alimentação desses animais, como são mantidos, vacinados e selecionados. Pesam de 10-15 quilos com seis meses de idade e de 30-37 quilos com onze meses. A possível contribuição desse modelo animal para o desenvolvimento da cirurgia experimental e para outras áreas de experimentação animal no país é discutida.

Desenhos de pesquisa

Hochman,Bernardo; Nahas,Fabio Xerfan; Oliveira Filho,Renato Santos de; Ferreira,Lydia Masako
Fonte: Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia Publicador: Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2005 PT
Relevância na Pesquisa
56.02%
O presente estudo de revisão visa uniformizar a nomenclatura e os conceitos classificatórios existentes na literatura, relativos aos desenhos ou modelos de estudo científico mais comumente utilizados em pesquisas na área clínico-cirúrgica geral. Procurou-se facilitar a elaboração do delineamento de um projeto de pesquisa científica, visando sua aplicabilidade. Esta revisão também tem o intuito de auxiliar o cirurgião-pesquisador a identificar qual foi o delineamento proposto em um artigo, assim como desenvolver um senso de crítica metodológica mais apurada sobre o mesmo, além de desmistificar a miscelânea conceitual existente na literatura.

Modelos experimentais em pesquisa

Ferreira,Lydia Masako; Hochman,Bernardo; Barbosa,Marcus Vinícius Jardini
Fonte: Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia Publicador: Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2005 PT
Relevância na Pesquisa
56.02%
O objetivo deste estudo é compilar as principais classificações dos modelos experimentais utilizados em pesquisas e suas possíveis aplicações em pesquisa experimental. Realizou-se a revisão da literatura a partir dos principais bancos de dados disponíveis na Internet (Pubmed, Medline, Scielo, Lilacs, Cochrane), assim como em um levantamento dos estudos experimentais realizados no Programa de Pós-Graduação em Cirurgia Plástica da Universidade Federal de São Paulo - Escola Paulista de Medicina. Destacou-se uma distribuição dos modelos animais em status sanitário, genotípico e como modelo experimental. A compreensão das principais classificações dos modelos experimentais em pesquisa é fundamental para o aperfeiçoamento e comprovação de técnicas e procedimentos já existentes, assim como para o desenvolvimento de outros.

Padronização da terminologia dos centros médicos universitários e de pesquisa biomédica, no idioma inglês, para envio de artigo de revista

Hochman,Bernardo; Locali,Rafael Fagionato; Oliveira Filho,Renato Santos de; Oliveira,Ricardo Leão de; Goldenberg,Saul; Ferreira,Lydia Masako
Fonte: Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia Publicador: Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2006 PT
Relevância na Pesquisa
66.25%
OBJETIVO: Propor uma padronização, no idioma inglês, na formatação da citação da sede da pesquisa. MÉTODOS: A partir das três publicações mais recentes dos 20 primeiros periódicos disponíveis no Portal Brasileiro de Informação Científica - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), com maior fator de impacto durante a ano de 2004, segundo levantamento na base de dados ISI Web of Knowledge Journal Citation Reports no biênio 2004-2005, extraíram-se os formatos das citações das sedes de pesquisa. Realizou-se uma analogia ao escalonamento hierárquico institucional da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), e os formatos mais freqüentes, no idioma inglês, foram adotados como padrão a ser sugerido para citar as sedes de pesquisa ao envio dos artigos. RESULTADOS: Em relação à citação "Departamento", padronizou-se "Department of ..." (sendo "..." o nome em inglês do Departamento), à citação "Programa de Pós-Graduação" "... Program", "Disciplina" "Division of ...", "Órgãos, Grupos e Associações" "... Group", "Setor" "Section of ...", "Centro" "Center for ...", "Unidade" "... Unit" "Instituto" "Institute of ...", "Laboratório" "Laboratory of ..." e "Grupo" "Group of ...".

Conflito de interesses em pesquisa clínica

Alves,Elaine Maria de Oliveira; Tubino,Paulo
Fonte: Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia Publicador: Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2007 PT
Relevância na Pesquisa
56.07%
Na pesquisa clínica há um grande potencial para o conflito de interesses e, mesmo para o pesquisador, a identificação desses conflitos pode não ser muito clara. Há muitos aspectos a serem considerados, com implicações que atingem todos os agentes que participam do processo: o sujeito da pesquisa, o pesquisador, a instituição onde a pesquisa é realizada, o patrocinador, os comitês de ética, as agências reguladoras, a comunidade científica e a sociedade em geral. A conclusão é que os conflitos de interesses são generalizados e inevitáveis na vida acadêmica. O desafio não é erradicá-los, mas reconhecê-los e manejá-los adequadamente. A única prática aceitável é que sejam expostos claramente e que todas as pesquisas em seres humanos passem pelo crivo dos comitês de ética em pesquisa.

A regulação do uso de animais no Brasil do século XX e o processo de formação do atual regime aplicado à pesquisa biomédica

Machado,Carlos José Saldanha; Filipecki,Ana Tereza Pinto; Teixeira,Márcia de Oliveira; Klein,Helena Espellet
Fonte: Casa de Oswaldo Cruz, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Casa de Oswaldo Cruz, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2010 PT
Relevância na Pesquisa
66.33%
O artigo analisa a política pública e regulatória do Brasil sobre o uso de animais no ensino e na pesquisa biomédica. Aborda o arcabouço institucional-legal e a situação jurídica da proteção dos animais no país, além do debate legislativo que resultou na promulgação da lei 11.794/2008, que estabelece procedimentos para o uso científico de animais. Ressalta algumas características do atual regime regulatório e tece considerações de ordem teórico-metodológica, voltadas para a ampliação do entendimento do fenômeno investigado.

Experimentação e exceção

Costa, Elton Fogaça da
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.22%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Jurídicas. Programa de Pós-graduação em Direito; O presente trabalho se propõe a investigar a relação entre experimentação e exceção no âmbito da pesquisa clínica. Nesse intuito, o ponto de partida do estudo é o atual debate sobre o 'duplo standard de cuidado' bem como a vulnerabilidade dos sujeitos/objetos de pesquisa. Sendo o 'duplo standard de cuidado' uma proposta de flexibilização legal em face da qual se busca relativizar algumas diretrizes internacionais que orientam a prática da pesquisa biomédica, é mister analisar cuidadosamente o fundamento oculto desse discurso. Com isso, se quer compreender a própria natureza da experimentação como, também, a sua relação com a estrutura jurídico-política do mundo contemporâneo. Sob essa orientação, o texto final é organizado em três capítulos, que representam, respectivamente, a relação entre experimentação e exclusão - politização da vida -, experimentação e exploração, experimentação e exceção.

Utilitarian ethics in biomedical research whit human embryos; El utilitarismo ético en la investigación biomédica con embriones humanos; O utilitarismo ético na pesquisa biomédica com embriões humanos

Zurriaráin, Roberto Germán; Universidad de La Rioja
Fonte: Universidad de la Sabana Publicador: Universidad de la Sabana
Tipo: Artigo de Revista Científica
SPA
Relevância na Pesquisa
46.44%
This article examines the utilitarian ethics underlying biomedical research associated with the study of human embryos. The term preembryo is used as a legal pretence to ignore the ontological and biological reality of the embryo in its first days of life. As a result, the pre-implanted human embryo becomes part of the estimate of interests or assessment of consequences particular to utilitarian thics. Human life ceases to be regarded as a fundamental, ethical barrier to actual biomedical research with human embryos. The methodology is that of a descriptive and interdisciplinary study of the keys ethical values involved in this issue.; Este artículo examina la ética utilitarista que subyace en la investigación biomédica con embriones humanos. Mediante el término “preembrión” se institucionaliza jurídicamente un artificio que conduce a ignorar la realidad ontológica y biológica del embrión en los primeros días de vida. De este modo, el embrión humano preimplantatorio entra a formar parte del cálculo de intereses o balance de consecuencias propios de la ética utilitarista. La vida del ser humano deja de ser límite ético y fundamento para una verdadera investigación biomédica con embriones humanos. La metodología utilizada es el estudio descriptivo e interdisciplinar de las claves éticas que concurren en este tema.; Neste artigo...

A agenda de pesquisa em oncologia molecular no estado de São Paulo (1971-2013); The molecular oncology research agenda in São Paulo, Brazil (1971-2013)

Renan Gonçalves Leonel da Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 17/08/2015 PT
Relevância na Pesquisa
56.31%
Na primeira década do século XXI, um novo campo interdisciplinar da pesquisa biomédica conhecido por "Oncologia Molecular" se desenvolveu significativamente em alguns países industrializados, dentre eles, o Brasil. Em 1980 existiam apenas quatro artigos científicos brasileiros publicados sobre o tema em periódicos indexados no Web of Science. No fim de 2012, esse número chegou à dois mil cento e setenta e um trabalhos (2.171), evidenciando um grande avanço na área. No entanto, o desenvolvimento da pesquisa em Oncologia Molecular foi mais dinâmico nas instituições paulistas, estado em que se concentra 54% da produção científica nacional. Mas a que se deve esta concentração? Este trabalho resgata a trajetória de organização da pesquisa em Oncologia Molecular no Estado de São Paulo. O objetivo é analisar quais fatores levaram essa agenda de pesquisa a assumir uma configuração específica ¿ por um lado, em termos da evolução e distribuição do desembolso estadual com pesquisa e capacitação de recursos humanos (por área do conhecimento da FAPESP e instituição de pesquisa) e, por outro lado, em termos da disposição atual da produção científica no estado (por categoria do conhecimento do Web of Science e instituição de pesquisa). A metodologia está baseada em "pesquisa de métodos mistos"...

Confusões e ambigüidades na classificação de eventos adversos em pesquisa clínica; Confusiones y ambigüedades en la clasificación de eventos adversos en investigación clínica; Confusions and ambiguities in the classification of adverse events in the clinical research

Marodin, Gabriela; Goldim, José Roberto
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/09/2009 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
46.25%
É comum considerar ambíguo como sinônimo de confuso. Em uma informação confusa, várias informações têm um mesmo significado. Na informação ambígua, ao contrário, vários significados são atribuídos a uma mesma palavra. Informações excessivas também geram ambiguidade, daí a necessidade de concisão e clareza na linguagem. O termo evento adverso (EA) é definido como qualquer ocorrência médica inconveniente, sofrida por um sujeito da pesquisa em investigação clínica. A confusão e a ambiguidade no uso de palavras podem gerar conseqüências importantes na valorização de EAs. O objetivo deste estudo, de natureza teórica, é harmonizar o vocabulário utilizado na caracterização dos riscos e na comunicação de EAs na pesquisa clínica. Os EAs podem ser classificados quanto à previsibilidade, frequência, gravidade, causalidade e seriedade. Muitas vezes, em documentos regulatórios, os EAs são definidos em função da seriedade e causalidade. A harmonização do vocabulário na comunicação de EAs é fundamental para evitar a utilização equivocada de palavras com sentido confuso, ou ambíguo.; Es común considerar ambiguo como siendo sinónimo de confuso. En una información confusa, varias informaciones tienen un mismo significado. En la información ambigua...

Regulations, conflicts and ethics of medical research in developing countries; Regulamentações, conflitos e ética da pesquisa médica em países em desenvolvimento

Cabral, Marta Maciel Lyra; Schindler, Haiana Charifker; Abath, Frederico Guilherme Coutinho
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2006 POR
Relevância na Pesquisa
46.26%
O paciente é o sujeito que pode satisfazer as necessidades e interesses de um investigador médico em sua pesquisa. Esse conflito intrínseco torna-se mais evidente e assume particularidades quando se consideram os projetos de pesquisa envolvendo os ensaios clínicos em países em desenvolvimento. Nesses países, as populações-alvo têm pouco acesso a serviços de saúde, pouca compreensão sobre os riscos do estudo e também menor capacidade de pleitear judicialmente no caso de prejuízo. Em geral, os debates sobre ética em pesquisa nos países industrializados são caracterizados pela abordagem da doença na dimensão biomédica e pela visão neoliberal da economia e comércio. De fato, a maior parte das pesquisas biomédicas tem sido dirigida para beneficiar comunidades já privilegiadas. Portanto, é necessário que se minimize o risco de exploração dos indivíduos de países em desenvolvimento. Assim, o presente artigo apresenta uma visão da proteção ética para pesquisas em seres humanos de países em desenvolvimento.; The patient is the subject who may meet the needs and interests of medical investigators for their research. This intrinsic conflict becomes more evident and shows particularities in the context of research projects involving clinical trials in developing countries. Target populations in these countries have inadequate access to health services...

Uma perspectiva histórica e prospecções da pesquisa biomédica em doenças parasitárias; A historical perspective and prospects of biomedical research on parasitic diseases

SIMÕES-BARBOSA, Augusto; SIMÕES BARBOSA, Constança; SIMÕES BARBOSA, Frederico
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Medicina Tropical de São Paulo Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Medicina Tropical de São Paulo
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2001 ENG
Relevância na Pesquisa
46.33%
Espera-se que os grandes avanços da pesquisa de genomas alcancem saltos visíveis para a sobrevivência da humanidade dentro do contexto de sustentabilidade global. Vemos atualmente a necessidade imediata de incrementar a produção de alimentos e melhorar a qualidade de vida e saúde humana, mantendo a biodiversidade preservada. A biotecnologia é a utilização racional das ferramentas geradas pela biologia molecular e genética moderna que, dado ao grande avanço dessas áreas, poderá em breve responder essas novas questões. Este trabalho, escrito por três gerações de pesquisadores, inicia com uma perspectiva histórica da pesquisa biomédica em doenças parasitárias nos últimos séculos em nosso país. Em seguida, descrevemos os mais recentes avanços da biologia molecular e genética genômica. Ressaltamos a importância dessas novas conquistas dentro de uma prospecção da pesquisa biomédica deste século e seus possíveis impactos na saúde humana.; We all hope that biotechnology will answer some social and economical unavoidable requirements of the modern life. It is necessary to improve agriculture production, food abundance and health quality in a sustainable development. It is indeed a hard task to keep the progress on taking into account the rational use of genetic resources and the conservation of biodiversity. In this context...

Pobreza, bioética e pesquisa; Pobreza, bioética e investigación; Poverty, bioethics and research

Ribeiro, Cléa Regina de Oliveira; Zoboli, Elma Lourdes Campos Pavone
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/10/2007 ENG; POR; SPA
Relevância na Pesquisa
46.18%
Realiza-se, aqui, reflexão bioética sobre a concepção de pobreza enquanto condição, ou circunstância, de restrição e vulnerabilidade. Tal concepção prevê duas perspectivas: a econômica que relaciona pobreza com incapacidade (visão do Banco Mundial, a partir das recomendações políticas para o ajuste econômico dos países latino-americanos) e a ético-filosófica, relacionando pobreza com desigualdade (fundamentada nos conceitos de eqüidade e igualdade, enquanto desdobramentos da idéia de justiça). Uma das graves conseqüências é o tratamento injusto, no que diz respeito aos procedimentos de pesquisa dos países ricos que recrutam populações de países pobres como campo experimental para investigações na área da saúde, principalmente pesquisas biomédicas ou farmacêuticas, colocando sob questionamento ético o caráter de vulnerabilidade e autonomia desses indivíduos.; Nos proponemos desarrollar una reflexión bioética acerca de la concepción de la pobreza como condición o circunstancia de restricción y vulnerabilidad. Esta concepción presentará dos perspectivas: la económica, relacionada con la incapacidad (visión del Banco Mundial desde las recomendaciones políticas para el ajuste económico de los países latinoamericanos) y la ético-filosófica...

Ética e pesquisa biomédica em sociedades indígenas no Brasil

Coimbra Jr.,Carlos E. A.; Santos,Ricardo Ventura
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/1996 PT
Relevância na Pesquisa
56.33%
Este trabalho discute questões relativas à ética da investigação biomédica em populações indígenas brasileiras, em particular no que tange à obtenção de consentimento pós-informacional em pesquisas que envolvam a coleta de amostras biológicas. Enfatiza-se que nada há de específico na legislação atual com respeito à pesquisa biomédica nestas populações. A partir de uma perspectiva antropológica, os autores analisam algumas das dificuldades para a obtenção do consentimento "realmente" informado. Chama-se atenção para a importância das discussões sobre ética em pesquisa face a possibilidade de utilização comercial de amostras biológicas, como exemplificado pelo atual debate sobre patenteamento de material genético humano.

Regulamentações, conflitos e ética da pesquisa médica em países em desenvolvimento

Cabral,Marta Maciel Lyra; Schindler,Haiana Charifker; Abath,Frederico Guilherme Coutinho
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2006 PT
Relevância na Pesquisa
46.26%
O paciente é o sujeito que pode satisfazer as necessidades e interesses de um investigador médico em sua pesquisa. Esse conflito intrínseco torna-se mais evidente e assume particularidades quando se consideram os projetos de pesquisa envolvendo os ensaios clínicos em países em desenvolvimento. Nesses países, as populações-alvo têm pouco acesso a serviços de saúde, pouca compreensão sobre os riscos do estudo e também menor capacidade de pleitear judicialmente no caso de prejuízo. Em geral, os debates sobre ética em pesquisa nos países industrializados são caracterizados pela abordagem da doença na dimensão biomédica e pela visão neoliberal da economia e comércio. De fato, a maior parte das pesquisas biomédicas tem sido dirigida para beneficiar comunidades já privilegiadas. Portanto, é necessário que se minimize o risco de exploração dos indivíduos de países em desenvolvimento. Assim, o presente artigo apresenta uma visão da proteção ética para pesquisas em seres humanos de países em desenvolvimento.