Página 1 dos resultados de 225 itens digitais encontrados em 0.038 segundos

Que perfis concorrem para a satisfação do doente que recorre ao serviço de urgência – aplicação ao CHNE

Fernandes, Pedro António
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Tecnologia e Gestão Publicador: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Tecnologia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
56.14%
Ao contrário do que se preconizava até há alguns anos atrás, a medição da qualidade dos serviços hospitalares deixou de assentar, quase exclusivamente, na disponibilidade tecnológica e na capacidade técnica dos colaboradores pois verificou-se que estas duas componentes não são garante suficiente de satisfação do doente. Tornou-se necessário equacionar outros factores como, por exemplo, as expectativas dos doentes em relação ao serviço prestado. Tais factores são abordados no presente trabalho de investigação cujo objectivo é identificar factores que concorrem para a identificação do perfil de um doente satisfeito após recurso ao serviço de urgência do Centro Hospitalar do Nordeste Transmontano (CHNE). A satisfação incentiva a confiança e diálogo com o profissional de saúde. Por outro lado, a adesão ao tratamento também aumenta, favorecendo a recuperação e conduzindo à diminuição de gastos e reincidências. Em simultâneo, sendo o doente o “cliente” que deve ser satisfeito, a sua opinião deve ser o ponto de partida para reestruturações que, sem custos económicos acrescidos, conduzem a elevados níveis de satisfação e qualidade. Partindo das respostas a um questionário, que aborda a problemática aqui em análise...

Genes do metabolismo de Genotóxicos e mutações TP53 no cancro do pulmão

Mota, Paula
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
45.97%
A complexa interação entre o ambiente e os fatores genéticos desafia a compreensão da etiologia do cancro do pulmão. Tal como noutras neoplasias epiteliais, o cancro do pulmão resulta de uma série de lesões pré-neoplásicas progressivas, consequência da interacção entre as exposições ocupacionais ou ambientais e uma susceptibilidade individual que pode conferir uma fragilidade intrínseca ao indivíduo. O consumo do tabaco foi considerado como um factor de risco para o cancro do pulmão, embora apenas 20% dos fumadores desenvolvam esta doença. O fumo do tabaco contém diversos carcinogénios incluindo hidrocarbonetos policíclicos aromáticos (HPA), N-nitrosaminas e aminas heterocíclicas que, após biotransformação, podem formar aductos de ADN e participarem na iniciação da carcinogénese. Entre os genes envolvidos na biotransformação, foram estudados os genes CYP1A1 e CYP2D6,pertencentes à família do citocromo P450. As enzimas codificadas por estes genes atuam na biotransformação oxidativa de substratos, na fase I do metabolismo de xenobióticos. Da fase II do metabolismo foram estudas os genes que codificam a glutationa S-transferase (GSTs) envolvida na conjugação e a N-acetiltransferase (NAT2) envolvida na acetilação. As múltiplas alterações genéticas encontradas em tecidos de cancro do pulmão envolvem genes supressores tumorais...

Características clínicas e epidemiológicas do adulto contagiante da criança com tuberculose

Lima, João Antônio Bonfadini
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
45.87%
Introdução - A tuberculose é responsável na criança por casos de maior gravidade e de evolução rápida. As estratégias de controle desta doença na faixa pediátrica freqüentemente esbarram na incerteza diagnóstica. Por isso, a história epidemiológica de um adulto contagiante é fundamental na suspeita diagnóstica com vista à proposta terapêutica. Objetivo - Procurou-se determinar o perfil do adulto contagiante da criança com tuberculose identificada na rede pública de saúde. Local - Rede pública de saúde do município de Porto Alegre Delineamento - Estudo de casos Resultados - No período de 20 de julho de 2001 a 10 de agosto de 2002 foram selecionadas 50 crianças com média de idade de 76 meses, 60% do sexo feminino. A maioria das crianças (65%) apresentava formas pulmonares, fez o diagnóstico a nível hospitalar , vivia em famílias com 6 pessoas e renda familiar inferior a 2 salários mínimos regionais. A coinfecção pelo HIV foi identificada em 25% dos pacientes que realizaram teste de ELISA. Mais da metade das crianças freqüentava regularmente outro local além de sua residência. Um terço das crianças apresentava peso menor que o percentil 10 para a idade. O teste tuberculínico foi de bom rendimento...

Complicações que levam o doente renal crônico a um serviço de emergência; Complicaciones que llevan al paciente renal crónico a una emergencia clínica; Complications that bring a chronic renal patient to emergency health services

Breitsameter, Guilherme; Thomé, Elisabeth Gomes da Rocha; Silveira, Denise Tolfo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
55.86%
A doença renal crônica apresenta muitas complicações agudas e crônicas, levando seus portadores a procurarem atendimento em emergências. Este estudo transversal, descritivo, teve como objetivo conhecer o perfil do doente renal crônico que apresenta complicações e procura um atendimento de emergência, identificando a prevalência das complicações. A amostra foi constituída por 139 pacientes que procuraram a emergência do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, Rio Grande do Sul. A coleta de dados foi realizada nos boletins de atendimento e nos prontuários. Na análise dos dados foi utilizada estatística descritiva. Os resultados mostram que 55,4% da amostra é feminina, 78,4% está entre 41 a 80 anos, 54,7% faz tratamento renal substitutivo, 51,1% é hipertensa e 58,3% mora na região metropolitana de Porto Alegre. As complicações prevalentes foram dispnéia, febre e alterações neurológicas. Estes resultados evidenciam a necessidade do acompanhamento direto desses pacientes pela equipe que os trata, diminuindo a procura dos serviços de emergência.; Chronic kidney disease usually presents a variety of severe and chronic complications forcing patients to look for emergency services. This descriptive, cross-sectional study was conducted to get to know the profile of the chronic renal patient with complications...

O perfil nutricional do doente com epilepsia: comparação com outras patologias neurológicas : Trabalho de Investigação : The nutritional profile of the patient with epilepsy: comparison with other neurological disorders

Dias, Marta Maria da Rocha
Fonte: Porto : edição de autor Publicador: Porto : edição de autor
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 2 vols.(tese + relatório); 30 cm
POR
Relevância na Pesquisa
56.13%
Resumo da tese:Introdução: Em todas as patologias neurológicas a alimentação é determinante da qualidade de vida do doente. Os doentes com Epilepsia apresentam alterações do seu perfil nutricional, que se traduzem num mau estado nutricional, em parte devido à terapêutica farmacológica instituída. Nas restantes patologias neurológicas também se podem verificar alterações do estado nutricional dos doentes devido aos tratamentos administrados, bem como da patologia per si. São aplicadas diferentes abordagens nutricionais, específicas para cada patologia, como adjuvante de outros tratamentos, permitindo a obtenção de um peso mais adequado e melhoria da saúde em geral do doente. Os objectivos deste estudo foram estabelecer o perfil nutricional dos doentes com Epilepsia, comparar e determinar as diferenças do estado nutricional dos indivíduos com Epilepsia relativamente aos doentes com outras patologias neurológicas, bem como verificar se a intervenção nutricional se manifesta na manutenção de um peso mais saudável. Métodos: Os indivíduos foram divididos em dois grupos. Num deles foram incluídos todos os doentes com Epilepsia e no outro grupo os doentes com as restantes patologias neurológicas. Os doentes de ambos os grupos foram submetidos a uma avaliação clínica e nutricional. A intervenção nutricional consistiu na elaboração de um plano alimentar/aconselhamento alimentar de acordo com o tratamento nutricional mais adequado a cada doente. Para a análise estatística recorreu-se ao programa informático SPSS 14.0 para o Windows. Resultados: Os doentes com Epilepsia apresentaram um mau estado nutricional...

Estratégias de coping e adesão ao tratamento farmacológico na doença coronária isquémica

Antunes, Carla Sofia Simões
Fonte: Instituto Politécnico de Viseu, Escola Superior de Saúde de Viseu Publicador: Instituto Politécnico de Viseu, Escola Superior de Saúde de Viseu
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
45.86%
Título: Estratégias de Coping (EC) e Adesão ao tratamento farmacológico (ATF) na Doença Coronária Isquémica (DCI). Introdução: A DCI constitui a segunda causa de morte em Portugal. A não adesão ao tratamento é considerada uma das principais razões para a obtenção de resultados clínicos insatisfatórios. Torna-se pertinente estudar factores que possam influenciar a adesão, nomeadamente o Coping, no sentido de a melhorar. Objectivos: Descrever o perfil sociodemográfico e de saúde do doente com DCI; Relacionar as variáveis: sociodemográficas, Stress e Esquema terapêutico complicado com as EC; Relacionar as EC com a ATF. Metodologia: Estudo não-experimental, quantitativo, transversal, descritivo e correlacional, desenvolvido no Centro Hospitalar Cova da Beira. Amostra probabilística por acessibilidade, constituída por 110 indivíduos (68,2% homens, 31,8% mulheres; idade média=66,3 anos, dp=9,78 anos) com diagnóstico de DCI. Questionário que inclui questões para caracterização sociodemográfica e de saúde; Versão portuguesa do Teste de Medida de Adesão aos Tratamentos e do Questionário Brief COPE. Resultados: As variáveis analisadas influenciam a adopção de várias EC (p<0,05). Não foi determinada uma correlação estatisticamente significativa entre as EC e a ATF nos doentes com DCI (p-value>0...

Crenças nos medicamentos e adesão à terapêutica farmacológica na cardiopatia isquémica

Saraiva, Olga Maria Alves
Fonte: Instituto Politécnico de Viseu, Escola Superior de Saúde de Viseu Publicador: Instituto Politécnico de Viseu, Escola Superior de Saúde de Viseu
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
46.01%
Título do trabalho: Crenças na medicação e Adesão à terapêutica medicamentosa no doente com Cardiopatia Isquémica Introdução: A não adesão é uma problemática importante, no doente com Cardiopatia Isquémica (CI). Torna-se fundamental estudar factores que influenciam a adesão, nomeadamente as crenças nos fármacos (CNF). Objectivos: Descrever o perfil sócio-demográfico, familiar e de saúde do doente com CI; analisar a influência das variáveis sócio-familiares, clínicas e relacionadas com a terapêutica farmacológica nas CNF; analisar a relação entre as CNF e a MAT; estimar a predição das CNF na adesão ao tratamento farmacológico do doente com CI. Metodologia: Estudo do tipo não-experimental, quantitativo, transversal, descritivo-correlacional. Amostra constituída por 110 indivíduos (sexo masculino 68,2%, feminino 31,8%; idade média = 66,3 anos, dp = 9,78 anos). Aplicação de Questionário, sócio-demográfico, clínico de saúde, versão portuguesa da MAT e versão portuguesa do Beliefs about Medicines Questionnaire, especifica. Resultados: As variáveis: idade, stress, e as relacionadas com a terapêutica farmacológica, influenciam as CNF nos doentes com CI (p <0,05). As CNF influenciam a adesão à terapêutica medicamentosa nos doentes com CI (p <0...

Impacto no cuidador principal, do cuidado ao doente paliativo no domicílio

Neves, Sandra Cristina Silva
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2007 POR
Relevância na Pesquisa
46.02%
O presente trabalho explora o .Impacto no cuidador principal, do cuidado ao doente oncológico paliativo no domicílio.. Trata-se de um estudo de carácter exploratório, descritivo, de abordagem qualitativa, no qual se utilizou como instrumento de colheita de dados um questionário sócio-demográfico e uma entrevista semiestruturada, que foram aplicados a dez cuidadores principais de doentes oncológicos paliativos acompanhados pela UAAD (Unidade Autónoma de Assistência Domiciliária). No tratamento dos dados recorreu-se à técnica da “análise de conteúdo”, privilegiando-se a análise categorial, tendo daqui imergido nove áreas temáticas que abrangem todo o continuum do cuidar. Os dados foram ainda analisados à luz do Stress Process Model. Os resultados obtidos evidenciaram que, no domicílio, os cuidadores prestam cuidados de cariz instrumental e emocional. Cuidar revelou-se uma experiência stressante com repercussões na saúde física e emocional do cuidador, bem como a nível económico, profissional, social e familiar. No entanto, apesar de reconhecerem estas implicações nas suas vidas, colocam o cuidado ao doente em primeiro lugar, tendendo a subvalorizar as suas necessidades individuais. Foram identificados como aspectos negativos desta experiência de vida a presença de sintomas mal controlados no doente e a progressão da doença. Não obstante...

O doente sob terapêutica anticoagulante oral e a intervenção farmacêutica

Oliveira, Cláudia Sofia Godinho André da Graça
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
56.01%
Tese de mestrado, Farmácia (Cuidados Farmacêuticos), Universidade de Lisboa, Faculdade de Farmácia, 2012; Os antagonistas da vitamina K são anticoagulantes orais com efectividade comprovada na prevenção e tratamento de episódios tromboembólicos, que constituem a terceira causa de morte por doença cardiovascular. Devido à variabilidade da dose-resposta, a terapêutica com estes fármacos requer monitorização da razão normalizada internacional (INR), educação contínua do doente e boa comunicação entre doentes e profissionais de saúde. Realizaram-se três estudos epidemiológicos visando o conhecimento da evolução do consumo dos anticoagulantes orais em Portugal, a caracterização do perfil do doente sob terapêutica anticoagulante oral e sua correlação com o controlo do INR, bem como a caracterização da intervenção farmacêutica nas farmácias comunitárias portuguesas neste âmbito. A recolha de dados foi efectuada a partir de uma base de dados do Infarmed (estudo 1), por aplicação de questionários a 241 doentes sob terapêutica anticoagulante oral (estudo 2) e a 126 farmacêuticos comunitários (estudo 3). Foi realizada uma análise descritiva para todas as variáveis e a associação estatística entre estas e o controlo do INR foi avaliada através do teste de x2. No estudo 1 verificou-se um crescimento de 66% do consumo dos anticoagulantes orais em Portugal entre 2000 e 2007...

Perfil lipídico em pacientes com acidente vascular agudo

Duarte, Jessica
Fonte: Universidade do Algarve Publicador: Universidade do Algarve
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
55.93%
Projeto final de licenciatura, Bioquímca, Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade do Algarve, 2008/2009; Este projecto teve como objectivo descrever os valores do perfil lipídico, e comparar estes com a gravidade do acidente vascular cerebral (AVC) verificada com base nas incapacidades que o paciente possui. Adicionalmente, conheceu-se o ambiente vivido numa unidade hospitalar, e observou-se os doentes internados no serviço de Neurologia, de modo a verificar o estado inicial do paciente após o AVC, acompanhando as suas dificuldades, incapacidades e o processo de melhoria. O método de estudo teve como base a recolha dos níveis de colesterol total, colesterol LDL, colesterol HDL e triglicéridos, de 37 pacientes que sofreram um AVC agudo, na altura do internamento dos mesmos, entre Janeiro e Junho de 2009. Após efectuar o tratamento estatístico devido, verificou-se que não existe nenhuma diferença significativa entre os níveis de colesterol total, colesterol LDL, colesterol HDL, triglicéridos entre o sexo feminino e masculino. Aparentemente, para o sexo feminino, níveis mais baixos de colesterol HDL traduzem um AVC com um impacto na escala de Rankin mais negativo, e níveis mais altos de colesterol HDL se correlacionam com melhor impacto na escala de Rankin...

AVC e diabetes mellitus : o perfil dos doentes e do AVC

Costa, João Henrique Cordeiro da
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /06/2009 POR
Relevância na Pesquisa
55.95%
INTRODUÇÃO: A Diabetes mellitus é uma entidade patológica que atinge 171 milhões de pessoas em todo o mundo, prevendo-se 330 milhões de doentes em 2030. De entre as suas inúmeras complicações conhecidas, as doenças macrovascular e microvascular são objecto crescente de estudo. O acidente vascular cerebral é uma das principais causas de morte nos países desenvolvidos. No entanto, existem ainda poucos estudos que relacionem estas duas entidades, no que à patogénese de doença vascular pela Diabetes mellitus diz respeito, e da sua relação com o tipo de acidente vascular cerebral e com o seu mecanismo específico. OBJECTIVO: O objectivo deste estudo é caracterizar o perfil de risco e o perfil de acidente vascular cerebral de doentes diabéticos, em contraponto com doentes não-diabéticos. MÉTODO: A presente investigação é um estudo retrospectivo. A amostra corresponde aos doentes que sofreram um acidente vascular cerebral no ano de 2008 e que recorreram ao Centro Hospitalar Cova da Beira, tendo ficado internados na unidade de acidente vascular cerebral. Os dados foram recolhidos da base de dados e dos processos clínicos e analisados estatisticamente. Foram analisados o perfil de risco e o perfil de acidente vascular cerebral...

O AVC e o género : perfil do doente com AVC e eventuais diferenças e semelhanças entre os sexos

Silva, Miguel Ângelo da Costa e
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /04/2012 POR
Relevância na Pesquisa
96.08%
Introdução: O AVC é um grave problema de saúde pública em Portugal e em todo o mundo. Homens e mulheres partilham os mesmos factores de risco tradicionais para o AVC. Contudo, a maioria dos estudos encontra uma maior prevalência de FA, HTA e obesidade nas mulheres, enquanto nos homens prevalecem as doenças cardíacas, tabagismo e consumo de álcool. Este trabalho pretendeu estudar as diferenças entre os sexos, tanto na prevalência de factores de risco para AVC, como na prevalência dos diferentes tipos de AVC. Secundariamente pretendeu-se traçar um perfil do doente internado no CHCB com AVC. Métodos: Realizou-se um estudo retrospectivo dos pacientes internados na U-AVC do CHCB com o diagnóstico de AVC. Os dados colhidos são referentes aos pacientes internados no período compreendido entre 1 de Janeiro de 2010 e 31 de Dezembro de 2010. Para a recolha de dados (tabagismo, alcoolismo, HTA, DM, dislipidémia, PCR, fibrinogénio e D-dímeros medidos na admissão, pontuação da escala de NIHSS admissão, bem como pontuação na ER e IB) procedeu-se à consulta dos processos clínicos. Resultados: Estudaram-se 312 pacientes sendo que 51,6% eram do sexo masculino e 48,4% do sexo feminino. Quanto ao tipo de AVC, 89,7% pacientes foram diagnosticados com o tipo isquémico e 10...

Perfil do doente renal crônico no ambulatório multidisciplinar de um hospital universitário

Rembold,Simone Martins; Santos,Débora Lucy da Silva dos; Vieira,Gabriela Baptista; Barros,Marlise Silva; Lugon,Jocemir Ronaldo
Fonte: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo Publicador: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2009 PT
Relevância na Pesquisa
65.87%
OBJETIVO: Descrever o perfil do cliente com doença renal crônica em tratamento conservador no Ambulatório Multidisciplinar do Hospital Universitário Antonio Pedro. MÉTODOS: O estudo é descritivo tendo sido analisados 72 prontuários de pacientes atendidos nos anos de 2006 a 2008. Os dados foram processados eletronicamente com o auxílio dos programas EXCEL 2007 e SPSS 13.0. RESULTADOS: A média de idade dos pacientes foi 59 + 14 anos sendo 60% do sexo feminino. Em relação à escolaridade, 42% tinham ensino fundamental incompleto. A maior parte encontrava-se no estágio 4 da doença renal crônica, sendo as principais doenças de base o diabetes mellitus e a hipertensão arterial. Mais de 80% usavam anti-hipertensivos, e mais da metade usava diuréticos. O sintoma predominante foi a noctúria. Apenas em sete pacientes foi confeccionada fístula artério-venosa. CONCLUSÃO: A população atendida no referido ambulatório consistiu, na sua maior parte de pacientes na quinta ou sexta década de vida, com predominância do sexo feminino. A maioria encontrava-se no estágio 4 da classificação do DOQI para doença renal crônica sendo diabetes a principal causa da doença renal.

Doença crônica e ações de cuidado do familiar

Siemens, Carolina Kroeker Kroeger, 1982-
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
55.74%
Resumo: Os objetivos desta pesquisa foram identificar as ações de cuidados que os familiares de doentes crônicos executam para si, relacioná-las ao seu perfil, ao conhecimento dos fatores de risco e aos sentimentos em relação à doença crônica, e verificar a noção de risco de adoecimento destes familiares. A pesquisa é de natureza quantitativa descritiva e foi desenvolvida no Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná, localizado no município de Curitiba. A amostra foi composta por 98 familiares adultos de pacientes internados que possuíssem como um dos diagnósticos de internação a Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS). Foram entrevistados mediante formulário de entrevista composto por três partes: a primeira, para identificar os participantes; a segunda, para avaliar seu conhecimento sobre a HAS e sentimentos em relação à doença; e a terceira, visava caracterizar os seus hábitos. As entrevistas foram realizadas no período de março a maio de 2011.Para avaliação da existência ou não de associação entre variáveis qualitativas, foram realizados os testes de Qui-Quadrado e o teste exato de Fisher. Os resultados mostraram que 75% dos familiares encontravam-se na faixa etária acima dos 30 anos...

O Transporte Secundário do Doente Crítico por meio aéreo (Helitransporte)

Firmino, Sílvia
Fonte: Instituto Politécnico de Setúbal. Escola Superior de Saúde Publicador: Instituto Politécnico de Setúbal. Escola Superior de Saúde
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /02/2015 POR
Relevância na Pesquisa
66.07%
Relatório de Trabalho de Projeto apresentado para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Enfermagem Médico – Cirúrgica; Neste Relatório procuramos sistematizar todo o percurso desenvolvido na aquisição das Competências Comuns do Enfermeiro Especialista e das Competências Especificas do Enfermeiro Especialista em Enfermagem em Pessoa em Situação Crítica, através de um Projeto de Intervenção em Serviço (PIS), o referencial teórico de enfermagem que o suporta, neste caso a Teoria de Médio Alcance de Merle Mishel, a Teoria da Incerteza na Doença, bem como uma reflexão acerca das competências de Mestre. A área do Projeto de Intervenção incidiu no Transporte Secundário do Doente Crítico por meio Aéreo (Helitransporte) numa UCIP de um Hospital da região Sul do País. Pretendemos dotar a equipa de enfermagem duma UCIP com conhecimentos teóricos no que concerne a toda a envolvência do transporte do doente crítico e consequentemente à uniformização dos cuidados de enfermagem, através da elaboração de uma norma de cuidados de enfermagem e de uma check list de verificação de procedimentos, visando práticas clinicas de enfermagem seguras. No âmbito dos estágios realizados numa unidade de cuidados intensivos polivalente de um Hospital do Centro Hospitalar do Algarve...

O perfil do utente com Acidente Vascular Cerebral

Pires, Graciete Aurora Trigueiros
Fonte: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto; Instituto Politécnico de Bragança; Instituto Politécnico do Cávado e do Ave; Instituto Politécnico de Viana do Castelo Publicador: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto; Instituto Politécnico de Bragança; Instituto Politécnico do Cávado e do Ave; Instituto Politécnico de Viana do Castelo
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
86.09%
A principal causa de morte e incapacidade em Portugal deve-se a Acidentes Vasculares Cerebrais (AVC). Assim, este trabalho de investigação pretende identificar e quantificar quais os fatores que contribuem para a ocorrência de um AVC (por tipo e com sequelas), duração do internamento e potenciais soluções de encaminhamento terapêutico para o doente após a ocorrência de AVC. Identificando e quantificando tais fatores é possível traçar um perfil de doente em risco, atuando sobre ele através de medidas preventivas de forma a minimizar o impacto deste problema em termos pessoais, sociais e financeiros. Para atingir este objetivo foi analisada uma amostra de indivíduos internados em 2012 na Unidade de AVC do Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa. Dos casos analisados 87,8% são causados por AVCI (isquémicos) e 12,2% por casos de AVCH (hemorrágicos). Do total dos casos, 58,9% apresentam sequelas. A hipertensão, a diabetes de Mellitus e o Colesterol apresentam-se como antecedentes clínicos com elevado fator de risco. O tabagismo regista grande importância na propulsão dos anteriores fatores analisados assim como o alcoolismo. Conclui-se que a prevenção do AVC e outras doenças cardiovasculares é importante desde a idade escolar...

A abordagem global do Fisioterapeuta na dor pélvica no pós-parto

Sancho, Maria
Fonte: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto Publicador: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
45.88%
O presente estudo de caso surge no âmbito da prática clínica privada, na área de intervenção da fisioterapia na saúde da mulher, em particular na intervenção multifactorial em sequelas após parto. Iremos descrever e analisar o processo da fisioterapia aplicado a uma mulher de 34 anos com dor lombar/pélvica a qual teve início três semanas após o parto do seu terceiro filho. Este sintoma considerado como principal, que levou à procura dos cuidados de fisioterapia, além das implicações ao nível da estrutura e função, tinha um grande impacto no desempenho de actividades, pela dificuldade em realizar movimentos livremente, especificamente passar da posição de sentado para de pé e na marcha. O impacto na participação social era também considerável, em particular na capacidade de prestar os cuidados necessários ao seu bebé. Além desta queixa, a utente apresentava ainda dor ao nível da zona do períneo, perdas de urina sempre que tosse e dificuldades na amamentação. Todos os problemas referidos pela utente, são muito frequentes nas mulheres após o parto, tendo estes tendencialmente uma resolução natural nas duas a três primeiras semanas, pelo que, a maioria das mulheres não recorre a ajuda para os resolver. No entanto...

AVC e diabetes mellitus : o perfil dos doentes e do AVC

Costa, João Henrique Cordeiro da
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /06/2009 POR
Relevância na Pesquisa
55.95%
INTRODUÇÃO: A Diabetes mellitus é uma entidade patológica que atinge 171 milhões de pessoas em todo o mundo, prevendo-se 330 milhões de doentes em 2030. De entre as suas inúmeras complicações conhecidas, as doenças macrovascular e microvascular são objecto crescente de estudo. O acidente vascular cerebral é uma das principais causas de morte nos países desenvolvidos. No entanto, existem ainda poucos estudos que relacionem estas duas entidades, no que à patogénese de doença vascular pela Diabetes mellitus diz respeito, e da sua relação com o tipo de acidente vascular cerebral e com o seu mecanismo específico. OBJECTIVO: O objectivo deste estudo é caracterizar o perfil de risco e o perfil de acidente vascular cerebral de doentes diabéticos, em contraponto com doentes não-diabéticos. MÉTODO: A presente investigação é um estudo retrospectivo. A amostra corresponde aos doentes que sofreram um acidente vascular cerebral no ano de 2008 e que recorreram ao Centro Hospitalar Cova da Beira, tendo ficado internados na unidade de acidente vascular cerebral. Os dados foram recolhidos da base de dados e dos processos clínicos e analisados estatisticamente. Foram analisados o perfil de risco e o perfil de acidente vascular cerebral...

O AVC e o género : perfil do doente com AVC e eventuais diferenças e semelhanças entre os sexos

Silva, Miguel Ângelo da Costa e
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /04/2012 POR
Relevância na Pesquisa
96.08%
Introdução: O AVC é um grave problema de saúde pública em Portugal e em todo o mundo. Homens e mulheres partilham os mesmos factores de risco tradicionais para o AVC. Contudo, a maioria dos estudos encontra uma maior prevalência de FA, HTA e obesidade nas mulheres, enquanto nos homens prevalecem as doenças cardíacas, tabagismo e consumo de álcool. Este trabalho pretendeu estudar as diferenças entre os sexos, tanto na prevalência de factores de risco para AVC, como na prevalência dos diferentes tipos de AVC. Secundariamente pretendeu-se traçar um perfil do doente internado no CHCB com AVC. Métodos: Realizou-se um estudo retrospectivo dos pacientes internados na U-AVC do CHCB com o diagnóstico de AVC. Os dados colhidos são referentes aos pacientes internados no período compreendido entre 1 de Janeiro de 2010 e 31 de Dezembro de 2010. Para a recolha de dados (tabagismo, alcoolismo, HTA, DM, dislipidémia, PCR, fibrinogénio e D-dímeros medidos na admissão, pontuação da escala de NIHSS admissão, bem como pontuação na ER e IB) procedeu-se à consulta dos processos clínicos. Resultados: Estudaram-se 312 pacientes sendo que 51,6% eram do sexo masculino e 48,4% do sexo feminino. Quanto ao tipo de AVC, 89,7% pacientes foram diagnosticados com o tipo isquémico e 10...

Perfil epigenético dos genes CXCR4, CXCL12, ESR1, PGR e MMP2 envolvidos com o mecanismo molecular de metástase em câncer de mama.

Cavalieri, Edneia Amancio de Souza Ramos
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
55.84%
Resumo: O câncer de mama é o segundo tipo de câncer mais frequente no mundo e o mais comum entre as mulheres. Estima-se que 90% das causas de mortes são devido às metástases. Importantes moléculas estão envolvidas no processo metastático: as quimiocinas são moléculas envolvidas na sinalização e direcionamento dos sítios de metástases e os genes de receptores hormonais estão envolvidos na proliferação das células, enquanto proteases presentes no microambiente tumoral auxiliam na degradação dos constituintes da matriz. Os mecanismos epigenéticos, tais como metilação do DNA e a modificação das histonas estão envolvidos na regulação da expressão de vários genes envolvidos nas várias etapas deste processo. Sendo assim, os genes CXCR4, CXCL12, ESR1 e PGR foram avaliados por análise da metilação do DNA na região promotora e pela presença da proteína por imunohistoquímica em tumores primários de mama e adicionalmente, o gene MMP2 também foi avaliado por imunoprecipitação de cromatina em linhagem tumoral de mama sendo ao dados subdivididos em três artigos científicos. Os dados de metilação do DNA da região promotora de CXCR4 mostrou que 67% dos tumores primários de mama apresentaram a região analisada desmetilada...