Página 1 dos resultados de 1022 itens digitais encontrados em 0.007 segundos

As práticas educativas parentais: perceções de pais e filhos

Santos, Raquel Gonçalves dos
Fonte: Universidade da Madeira Publicador: Universidade da Madeira
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /09/2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.17%
A presente investigação teve como objetivo verificar a influência do género e da ordem de nascimento dos filhos sobre as práticas educativas parentais, do ponto de vista de ambos os pais e dos filhos. Participaram no estudo 385 sujeitos divididos em dois grupos: o grupo dos alunos, composto por 145 sujeitos entre os 14 e os 17 anos, sendo 54.5% da amostra pertencente ao sexo feminino e ocupando maioritariamente a posição de “Irmão mais novo” na fratria. O grupo dos pais, composto por 240 sujeitos entre os 32 e os 57 anos, de ambos os sexos, maioritariamente com dois dependentes (54.2%) e pertencentes à Classe Sociocultural Baixa. O instrumento utilizado para avaliar-se as práticas educativas parentais, o Inventários dos Estilos Parentais (IEP) desenvolvido por Gomide (2006), inclui sete categorias: duas relativas a práticas educativas positivas (monitoria positiva e comportamento moral) e cinco relativas a práticas educativas negativas (punição inconsciente, negligência, disciplina relaxada, monitoria negativa e abuso físico). Ao contrário do que a literatura vem a referir em alguns estudos, não se encontraram diferenças significativas ao comparar-se as perceções de pais e as perceções dos filhos no que respeita às práticas parentais atendendo ao sexo e à posição que estes ocupam na fratria. Indicaram também que mães e pais com baixos níveis de habilitações escolares (1º e 2º Ciclo)...

Atitudes e perceções do autores depositantes do repositório científico da Universidade de Coimbra

Miguéis, Ana Maria Eva
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.01%
O avanço das Tecnologia de Informação e Comunicação, em particular as mudanças que ocorreram com o aparecimento da Internet e da World Wide Web, criaram novas condições para a disseminação do conhecimento científico, permitiram ultrapassar muitas das limitações do modelo tradicional de publicação de artigos e proporcionaram a todos os cientistas a possibilidade de aceder, partilhar e usar os resultados da investigação científica através do acesso aberto. Os repositórios institucionais, que surgiram como uma forma de reação às barreiras existentes ao acesso e à divulgação da investigação produzida, representam um importante meio para o aumento da visibilidade, acesso, utilização e impacto dos resultados da investigação. Revelam-se, também, como um contributo para a melhoria e eficiência da monitorização, avaliação e gestão da actividade científica no seio das instituições do ensino superior, possibilitando novos modelos de investigação e contribuindo para a afirmação identitária das instituições. O presente trabalho teve como objectivo abordar as atitudes e perceções da comunidade científica da Universidade de Coimbra relativamente ao Estudo Geral, o seu repositório institucional...

A importância das perceções de riscos dos trabalhadores

Areosa, João
Fonte: Ricot Publicador: Ricot
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /06/2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.17%
O risco é uma entidade omnipresente nos locais de trabalho. Esta é uma situação que todos os trabalhadores têm de enfrentar no seu quotidiano laboral, embora cada atividade, profissão ou indivíduo detenha um grau de risco específico, normalmente distinto nas diversas ocupações laborais e que está associado às suas tarefas concretas. É através da enorme multiplicidade de riscos no trabalho, variável em cada universo laboral, que chegamos aos acidentes de trabalho. Cada acidente só ocorre porque a montante existe um qualquer conjunto de riscos laborais que se transformou em acidente. Os riscos laborais são assim a causa única dos acidentes de trabalho. É neste contexto que nos parece pertinente considerar a forma como os próprios trabalhadores percebem os riscos aos quais se encontram expostos nos seus locais de trabalho, visto que se um trabalhador não consegue identificar (ou identifica de forma inadequada) os seus riscos laborais, aparentemente, estará mais vulnerável a sofrer um acidente de trabalho. O estudo sobre as perceções de riscos é um campo de observação científica relativamente recente; talvez por esse motivo ainda não se tenha chegado a resultados totalmente conclusivos – embora já saibamos algumas tendências - sobre como são geradas as perceções de riscos dos trabalhadores...

As perceções dos alunos face à disciplina de educação física : estudo com alunos de 5º e 7º anos de escolaridade

Oliveira, Márcia
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.17%
Relatório de estágio mestrado em Ensino de Educação Física nos Ensinos Básico e Secundário; Este relatório final de estágio demonstra a prática educativa realizada durante o estágio de natureza profissional, designado por prática de ensino supervisionada em Educação Física (EF), numa escola E.B 2,3, Braga. Encontra-se estruturado da seguinte forma; numa primeira fase é feito um enquadramento pessoal, onde transmito todas as minhas expetativas relativas a este ano de estágio, de seguida faço um enquadramento institucional, de forma a caraterizar a escola e o meio envolvente em que se encontra inserida. Numa outra fase temos o enquadramento pedagógico, que tem por objetivo dar a perceber qual a participação e intervenção do núcleo de estágio na escola, tanto ao nível da comunidade escolar como ao nível da gestão e organização da própria turma de lecionação. Na fase final, surge o enquadramento científico dedicado ao projeto de investigação desenvolvido ao longo deste ano, que pretende conhecer as perceções dos alunos sobre a disciplina de Educação Física. O estudo foi realizado com alunos do 5º e 7ºanos de escolaridade. Os objetivos deste estudo foram: (1) conhecer a importância da disciplina de EF na formação dos alunos; (2) averiguar se a disciplina de EF seria preferência dos alunos...

A publicidade nas redes sociais : perceções, atitudes e respostas dos utilizadores

Fernandes, Célia Marina Dias
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.17%
Dissertação de mestrado em Marketing e Gestão Estratégica; As redes sociais são um fenómeno global de popularidade, que alterou a maneira de comunicar e interagir de consumidores e de marcas. O número crescente de utilizadores de redes sociais e do tempo despendido por eles nestes sites levaram as marcas a aderir e a desenvolver estratégias de comunicação nas redes sociais. Todavia, as redes sociais são essencialmente plataformas de socialização e partilha de conteúdo pessoal e, como tal, os utilizadores podem não estar recetivos à publicidade nestes sites. Com a popularidade das redes sociais, o crescente investimento das empresas em publicidade nesta plataforma e a dependência das redes sociais em compatibilizar membros e publicidade, tornou-se importante compreender como os utilizadores rececionam a publicidade nos sites de redes sociais. Este estudo procurou, assim, investigar as perceções, atitudes e respostas dos utilizadores em relação à publicidade nas redes sociais e identificar os fatores que contribuem para uma melhor aceitação da publicidade nestes sites. Para isso, realizou-se uma investigação empírica de carácter quantitativo, com a aplicação de um inquérito por questionário online a 234 utilizadores de redes sociais. Através dos dados recolhidos descobriu-se que os utilizadores revelam perceções negativas...

Tráfico de seres humanos : perceções sociais, percursos de vitimização e de sobrevivência

Couto, Dulce Liliana Martins
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em 02/07/2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.35%
Tese de doutoramento em Psicologia da Justiça; À semelhança do que tem sucedido com outros fenómenos criminais, o tráfico de pessoas tem vindo a ser, sobretudo desde meados dos anos 90, alvo de um reconhecimento público crescente em Portugal, quer por parte do poder político, quer pelo sistema de justiça e da sociedade em geral. Justificada pela relativa novidade do debate sociopolítico no país e pela sua natureza oculta, a incipiência da investigação empírica sobre o tráfico de seres humanos constituiu-se precisamente como um dos fundamentos centrais do presente trabalho. Visou-se, portanto, através de uma análise extensa da literatura e do desenvolvimento de quatro estudos empíricos de caráter exploratório, aprofundar o conhecimento teórico sobre o fenómeno, assim como conhecer e refletir sobre os discursos sociais dominantes sobre o tráfico e sobre as experiências, perceções e significados dos seus atores. Trata-se de um fenómeno complexo, com profundas raízes históricas mas que tem registado progressivas mutações ao longo do tempo, dificultando, assim, o conhecimento da sua real dimensão e configurações. De facto, a realidade do mercado laboral parece estar a provocar alterações nos fluxos do tráfico de pessoas em Portugal...

As perceções de riscos ocupacionais no setor ferroviário; Perceptions of occupational risks in the railway sector

Areosa, João
Fonte: ISCTE Publicador: ISCTE
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
37.01%
Este artigo tem como objetivo prioritário apresentar os principais resultados de uma pesquisa, realizada em contexto organizacional, sobre as perceções de riscos dos trabalhadores acerca da sua atividade profissional. A organização observada é uma empresa de transportes urbanos, dentro do ramo ferroviário, a qual incorpora diversos tipos de riscos na sua laboração. Verificou-se que os trabalhadores percecionam os seus riscos ocupacionais de forma heterogénea. Contudo, esta diversidade acabou por se constituir numa informação bastante útil, quer para aperfeiçoar a identificação de riscos na organização, quer para melhorar as propostas de prevenção de acidentes. A apresentação dos resultados deste estudo é precedida por um enquadramento teórico sobre o tema, bem como pela metodologia utilizada na investigação (utilizou-se, essencialmente, a observação participante e entrevistas semiestruturadas).; The primary objective of this article is to present the results of research in an organisational context on the ways in which workers perceive risks linked to their work. The organisation observed by the author is an urban rail transport company, where staff run various types of risk. It was found that workers have heterogeneous perceptions of their occupational risks. However...

Avaliação das Aprendizagens: Perceções e Práticas de professores do 3ºciclo do Ensino Básico

Branco, Ana Margarida
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.27%
Este estudo de natureza qualitativa teve como objetivos a caracterização das perceções dos professores acerca de avaliação, a identificação das estratégias e instrumentos de avaliação que os professores dizem utilizar e indagar a existência de relação entre essas perceções e as suas práticas avaliativas. Baseou-se em dados empíricos obtidos a partir da aplicação de três técnicas de recolha de dados: entrevistas, observação direta e análise documental. Constatou-se alguma influência da tradição clássica de avaliação nas suas perceções, que se enquadram nas primeiras gerações da avaliação, onde prevalece a orientação para a classificação/ certificação em detrimento da orientação para a regulação/ melhoria das aprendizagens, sugerindo práticas avaliativas características da avaliação da aprendizagem e não da avaliação para a aprendizagem, destacando-se a tentativa das participantes em diversificar e modificar as suas estratégias e instrumentos avaliativos o que parece uma aproximação à quarta geração de avaliação.

As perceções de responsabilidade social como preditoras do capital psicológico:o papel mediador dos afetos positivos e do sentido de significado no trabalho

Leal, Susana; Rego, Arménio; Cunha, Miguel Pina e
Fonte: Associação portuguesa de psicologia Publicador: Associação portuguesa de psicologia
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /06/2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.17%
A responsabilidade social das empresas (RSE) tem sido estudada sobretudo ao nível macro, poucos estudos tomando em consideração o nível individual. Ademais, têm surgido solicitações para aprofundar o estudo dos antecedentes do capital psicológico (PsyCap). O presente trabalho responde a essas solicitações. Nele mostra-se como as perceções dos colaboradores quanto à RSE predizem o PsyCap tanto diretamente quanto através do papel mediador dos afetos positivos e do sentido de significado no trabalho. Inquiriu-se uma amostra de 279 indivíduos (45% do género feminino), trabalhando em 21 organizações portuguesas. O modelo é testado através dos modelos de equações estruturais. Os resultados sugerem que tanto os afetos positivos quanto o sentido de significado no trabalho medeiam parcialmente a relação entre as perceções de RSE e o PsyCap. O estudo ajuda a compreender os mecanismos subjacentes às consequências da RSE ao nível individual.

Construção e validação de um questionário de avaliação das perceções dos educadores de infância acerca da implementação do direito de participação das crianças em contexto de jardim de infância

Lopes, Luísa Paio
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
37.27%
Mestrado em Psicologia Comunitária e Proteção de Menores. / Código de Classificação da American Psychological Association (APA): 2220 Testes e Avaliação, 3430 Características e Atitudes pessoais e profissionais; O objetivo deste estudo foi desenvolver e avaliar as características psicométricas de uma medida de avaliação das perceções dos educadores de infância acerca do grau de implementação do direito de participação em contexto pré-escolar. Participaram 168 educadores de infância, sendo que, destes, 40 foram observados, em contexto de sala, com recurso ao Classroom Observation Scoring System (CLASS; Pianta, La Paro, & Hamre, 2008). Foram identificadas duas componentes relativas às perceções dos educadores acerca da participação das crianças – Expressão e Responsabilidade das Crianças e Tomada de Decisão pelo Adulto – e três componentes relativas às crenças destes profissionais sobre participação – Tomada de Decisão é Responsabilidade do Adulto, Criança Competente para Tomada de Decisão e Imaturidade Impõe Restrições à Participação da Criança. Constatou-se uma associação negativa entre a subescala Tomada de Decisão pelo Adulto e os domínios de qualidade considerados no CLASS. Paralelamente...

Práticas atuais e ideais em intervenção precoce no Alentejo : Perceções dos profissionais

Augusto, Helena; Aguiar, Cecília; Carvalho, Leonor
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.35%
Com este estudo, pretendeu-se compreender as perceções que os profissionais das equipas locais de intervenção do Alentejo têm em relação às suas práticas típicas e às práticas que consideram ideais. Participaram 167 profissionais de 25 equipas de Portalegre, Évora, Beja e Alentejo Litoral. A recolha de dados foi realizada com base no Questionário aos Profissionais de Intervenção Precoce na Infância (IPI) e na Escala de Avaliação de Serviços: Famílias em Contextos Naturais (McWilliam, 2000/2008). De acordo com os resultados obtidos, (1) existem diferenças entre as perceções dos profissionais em relação às práticas típicas e às práticas ideais; (2) não existem diferenças na perceção dos mesmos profissionais em relação às práticas típicas e às práticas ideais, em função das variáveis idade, tempo de experiência profissional em IPI, formação de base e formação complementar; e (3) existem diferenças entre as perceções dos profissionais em relação às práticas típicas, em função das suas perceções acerca do tipo de funcionamento da equipa, com os profissionais que caracterizam a equipa como transdisciplinar a relatar práticas típicas mais próximas das práticas recomendadas. Os resultados sugerem a necessidade de promover a transdisciplinaridade das equipas de IPI bem como a qualidade das suas práticas.; ABSTRACT: In this study we aim to understand the perceptions that professionals of Local Intervention Teams (LIT) of Alentejo have about their typical practices...

Práticas atuais e ideais em intervenção precoce no Alentejo: Perceções dos profissionais

Augusto, Helena; Instituto Superior de Educação e Ciências; Aguiar, Cecília; UIPCDE, ISPA – Instituto Universitário / ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa; Carvalho, Leonor; Associação Nacional de Intervenção Precoce
Fonte: ISPA - Instituto Universitário Publicador: ISPA - Instituto Universitário
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 31/03/2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.35%
Com este estudo, pretendeu-se compreender as percecoes que os profissionais das equipas locais de intervencao do Alentejo tem em relacao as suas praticas tipicas e as praticas que consideram ideais. Participaram 167 profissionais de 25 equipas de Portalegre, Evora, Beja e Alentejo Litoral. A recolha de dados foi realizada com base no Questionario aos Profissionais de Intervencao Precoce na Infancia (IPI) e na Escala de Avaliacao de Servicos: Familias em Contextos Naturais (McWilliam, 2000/2008). De acordo com os resultados obtidos, (1) existem diferencas entre as percecoes dos profissionais em relacao as praticas tipicas e as praticas ideais; (2) nao existem diferencas na percecao dos mesmos profissionais em relacao as praticas tipicas e as praticas ideais, em funcao das variaveis idade, tempo de experiencia profissional em IPI, formacao de base e formacao complementar; e (3) existem diferencas entre as percecoes dos profissionais em relacao as praticas tipicas, em funcao das suas percecoes acerca do tipo de funcionamento da equipa, com os profissionais que caracterizam a equipa como transdisciplinar a relatar praticas tipicas mais proximas das praticas recomendadas. Os resultados sugerem a necessidade de promover a transdisciplinaridade das equipas de IPI bem como a qualidade das suas praticas.

Perceções e Conhecimento sobre Higiene das Mãos: Eficácia de uma Ação de Sensibilização para Enfermeiros

Abreu, Estefânia Neves
Fonte: Escola Superior de Enfermagem de Coimbra Publicador: Escola Superior de Enfermagem de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/07/2015 POR
Relevância na Pesquisa
37.27%
A higiene das mãos é um comportamento amplamente influenciado pelas perceções e conhecimento dos profissionais de saúde. Como tal, o recurso a estratégias com enfoque nestes determinantes podem influenciar positivamente a adesão dos profissionais a uma adequada higiene das mãos, aumentando a segurança do doente. Com o presente estudo pretendemos avaliar a eficácia de uma ação de sensibilização (AS) sobre higiene das mãos nas perceções e conhecimento dos enfermeiros numa instituição de saúde privada. Neste estudo quantitativo, longitudinal, quase-experimental, aplicámos um questionário proposto pela Organização Mundial de Saúde (OMS) em três momentos diferentes (antes da intervenção e 7 e 60 dias após), a todos os 26 enfermeiros (80,8% do sexo feminino) prestadores de cuidados da instituição. A AS teve a duração de aproximadamente uma hora. Considerou-se um ?=0.05 como nível de significância estatística. Verificámos que existiu uma evolução positiva da perceção dos enfermeiros relativamente às práticas de higiene das mãos. Contudo, não se observaram diferenças estatisticamente significativas no conhecimento. Os enfermeiros consideraram que o clima de segurança na instituição aumentou após a intervenção...

As atitudes e perceções de pais e filhos perante a inclusão, nas escolas de Angra do Heroísmo

Figueiredo, Maria Elisabete Costa
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2015 POR
Relevância na Pesquisa
37.35%
Dissertação apresentada à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Ciências da Educação: Educação Especial, área de especialização em Domínio Cognitivo e Motor; Este estudo procurou identificar as atitudes e as perceções dos pais face à inclusão de crianças com necessidades educativas especiais (NEE) no ensino regular, bem como descrever as vantagens e as desvantagens que os pais identificaram na interação de pares com e sem NEE. Avaliaram-se igualmente, as perceções dos filhos (pares sem NEE) face à inclusão e tentou compreender-se a relação existente entre as atitudes e as perceções dos pais e filhos face à inclusão. Participaram no estudo cento e vinte e dois pais e doze alunos sem NEE, com idades compreendidas entre os oito e os nove anos de idade. Nesta investigação optouse por uma metodologia mista. Os dados foram obtidos através de um questionário dirigido aos pais/encarregados de educação, e de dois grupos focados nos quais participaram os alunos sem NEE. Os resultados indicaram que os pais com menos idade, do sexo feminino e possuidores de habilitações académicas de nível superior apresentaram atitudes mais positivas perante a inclusão. Em relação aos pais de filhos com NEE e aos pais de crianças que têm relações de amizade fora da escola com crianças com NEE...

O uso das TIC em contexto educativo : estudo de caso sobre as perceções dos docentes de Matemática do 3ºciclo em Escola de Setúbal relativamente ao uso das TIC em contexto educativo

Silva, Leonel António
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 30/09/2014 POR
Relevância na Pesquisa
37.17%
A sociedade atual rege-se por tempos de profunda transformação tecnológica. Estas transformações tecnológicas podem alterar significativamente o modo de viver da sociedade. O contexto educativo não é imune a estas alterações. O Plano Tecnológico Nacional, implementado em 2007, parece ter permitido um aumento significativo do número de computadores nas escolas. Para Loureiro et al. (2010), a utilização das TIC nas escolas portuguesas é já uma realidade para a maioria dos alunos e para alguns professores. Esta nova realidade poderá abrir caminho para um novo mundo, pleno de espaços comunicacionais enriquecidos. O professor tem acesso fácil à informação e os novos recursos ao seu dispor prefiguram elevadas potencialidades para o ensino. O uso das TIC tem sido ao longo dos anos objeto de várias investigações, mas não é ainda um dado adquirido que os estudantes aprendam mais e melhor com os computadores, mas sim que os estudantes aprendam a pensar de outras maneiras (Jonassen, D. 1996). Conhecer as perceções que os docentes têm relativamente ao uso das TIC em contexto de sala de aula poderá ser relevante na transmissão de conhecimentos e na determinação de caminhos que possam ser indutores de aprendizagens. As percepções...

Cordofones tradicionais madeirenses em música pop; aprendizagens e perceções

Câmara, Simão Gabriel Rodrigues
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /04/2015 POR
Relevância na Pesquisa
37.17%
Este projeto teve como principal intuito proporcionar aos jovens a execução de cordofones tradicionais madeirenses (braguinha, rajão e viola de arame) com recurso ao repertório pop como elemento motivador, rentabilizando-se o grau de aceitação deste tipo de música junto dos alunos. O trabalho desenvolvido assenta na exploração das potencialidades da fusão musical (Moniz, 2011), bem como na valorização do recurso às aprendizagens de caráter informal (Green, 2000; 2002; 2006; 2008), explorando-se igualmente o conceito de professor-músico e o seu papel enquanto modelo (Swanwick, 2003) e enquanto agente motivador e promotor da conjugação da vertente pedagógica, didática e relacional (Adams, 2001). Em paralelo com a execução deste projeto educativo, implementado numa turma de 8.º Ano da Escola Dr. Ângelo Augusto da Silva, foi desenvolvido um trabalho de investigação de caráter qualitativo, visando verificar as aprendizagens musicais e sociais desenvolvidas pelos jovens, bem como as suas perceções sobre os cordofones tradicionais. Os resultados decorrentes da investigação levada a cabo revelaram a aquisição de aprendizagens musicais significativas por parte dos jovens, em contexto de música de conjunto...

Ensino do inglês no 1º ciclo: perceções dos professores de inglês do 1º e 2º ciclos e alunos do 2º ciclo

Melo, Mónica Alexandra Pinho
Fonte: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Educação Publicador: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Educação
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.27%
Sendo a escola uma instituição concebida para a formação académica e social da criança, a aprendizagem duma língua estrangeira torna-se crucial para que a criança desenvolva uma atitude positiva perante outras línguas e culturas. É, portanto, necessário que a escola encontre formas de ensinar línguas estrangeiras que sejam adequadas ao 1º ciclo do Ensino Básico. O presente projeto de mestrado, intitulado Ensino do Inglês no 1º ciclo: perceções dos professores de Inglês do 1º e 2º ciclos e dos alunos do 2º ciclo reflete uma investigação baseada nas opiniões e perceções de profissionais e alunos de escolas públicas portuguesas que, direta ou indiretamente, estão envolvidos com o Inglês no 1º ciclo. Inicialmente apresenta-se um enquadramento legal que permite perceber quais as normas e orientações existentes na Europa e em Portugal, em termos de ensino precoce de línguas estrangeiras. A introdução do Programa de Generalização do Ensino de Inglês em 2005 começou por refletir um caminho de convergência com as políticas educativas europeias. No entanto, muitas das vitórias conseguidas por este Programa, pertencem ao passado. Os profissionais no ensino das línguas estrangeiras questionam-se acerca de muitos aspetos...

Perceções dos alunos e fatores de influência sobre a escolha da Contabilidade como área de estudo

Cepa, Marina da Conceição Ribeiro
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2015 POR
Relevância na Pesquisa
37.17%
Dissertação de mestrado em Contabilidade; O objetivo do presente estudo é identificar quais os fatores de influência sobre os alunos na escolha da Contabilidade como área de estudo a nível superior em Portugal e as perceções que os mesmo têm da profissão de contabilidade. Perante uma tendência negativa de acessos ao ensino superior e uma evolução constante e complexa das economias, torna-se urgente identificar os fatores que influenciam os alunos no momento da escolha de uma carreira profissional. Exercendo a contabilidade um papel primordial na organização económica e financeira de qualquer organização, é imperativa a captação de alunos capazes de dar resposta às exigências económicas e financeiras do mundo atual. Com o recurso ao questionário para a recolha de dados e tratamento desses dados através de ferramentas estatísticas, os resultados deste estudo revelaram que os fatores de influência mais significativos são o interesse e gosto próprio pela área e a experiência e formação anterior nessa mesma área. Já no que concerne às perceções, os resultados do estudo podem ser divididos em duas categorias. Uma relativa aos alunos que ingressaram na área da contabilidade na primeira opção consideram a contabilidade e a profissão de contabilista como ‘Interessante’ enquanto que aqueles que se encontram a estudar na área...

Perceções parentais sobre estado nutricional, imagem corporal e saúde em crianças com idade escolar

Macedo,Lúcia; Festas,Constança; Vieira,Margarida
Fonte: Escola Superior de Enfermagem de Coimbra - Unidade de Investigação em Ciências da Saúde - Enfermagem Publicador: Escola Superior de Enfermagem de Coimbra - Unidade de Investigação em Ciências da Saúde - Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.17%
Objetivo: avaliar as perceções parentais sobre estado nutricional, imagem corporal e saúde nas crianças que frequentam o 1º ciclo do ensino básico. Material e métodos: foi avaliado o IMC e a perceção dos pais sobre a imagem corporal e saúde dos seus filhos, por questionários enviados a todos os pais das crianças matriculadas nas escolas pertencentes aos Agrupamentos Vertical de Anes de Cernache e de Vila d’Este, do Concelho de Vila Nova de Gaia, no início do ano letivo 2008/2009 (n=936) e incluídas 532 crianças e pais que aderiram (57% da população amostral). As perceções parentais foram comparadas com o percentil de IMC da criança para avaliar eventuais discrepâncias. Trata-se de um estudo descritivo-correlacional. Resultados: verificou-se que 49.9% dos pais apresentaram uma distorção da perceção relativamente ao estado nutricional e 37.9% relativamente à imagem corporal. Constatou-se que apenas a idade da criança tinha relação com a perceção parental sobre a imagem corporal. Os pais referiram ter “boa” perceção de saúde. Conclusão: estes resultados são congruentes com outros na área e alertam os profissionais para a necessidade de uma intervenção mais efetiva na educação para a saúde para prevenir e detetar precocemente casos de crianças em risco de se tornarem obesas.

Práticas atuais e ideais em intervenção precoce no Alentejo: Perceções dos profissionais

Augusto,Helena; Aguiar,Cecília; Carvalho,Leonor
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.35%
Com este estudo, pretendeu-se compreender as perceções que os profissionais das equipas locais de intervenção do Alentejo têm em relação às suas práticas típicas e às práticas que consideram ideais. Participaram 167 profissionais de 25 equipas de Portalegre, Évora, Beja e Alentejo Litoral. A recolha de dados foi realizada com base no Questionário aos Profissionais de Intervenção Precoce na Infância (IPI) e na Escala de Avaliação de Serviços: Famílias em Contextos Naturais (McWilliam, 2000/2008). De acordo com os resultados obtidos, (1) existem diferenças entre as perceções dos profissionais em relação às práticas típicas e às práticas ideais; (2) não existem diferenças na perceção dos mesmos profissionais em relação às práticas típicas e às práticas ideais, em função das variáveis idade, tempo de experiência profissional em IPI, formação de base e formação complementar; e (3) existem diferenças entre as perceções dos profissionais em relação às práticas típicas, em função das suas perceções acerca do tipo de funcionamento da equipa, com os profissionais que caracterizam a equipa como transdisciplinar a relatar práticas típicas mais próximas das práticas recomendadas. Os resultados sugerem a necessidade de promover a transdisciplinaridade das equipas de IPI bem como a qualidade das suas práticas.