Página 1 dos resultados de 176 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Desenvolvimento de um sistema de recirculação para estudos sobre digestibilidade em condições de alto desempenho para camarões marinhos: avaliação de ingredientes protéicos alternativos à farinha de peixe em diferentes níveis de inclus; Development of a recirculated system for digestibility studies in high performance conditions for marine shrimp: evaluation of alternative protein sources to fish meal in different dietary inclusion levels for Litopenaeus vannamei juveniles

Carvalho, Rodrigo Antonio Ponce de Leon Ferreira de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/06/2011 PT
Relevância na Pesquisa
36.04%
Esta tese enfocou a validação de um sistema de recirculação para estudos de digestibilidade de camarões marinhos e a determinação dos coeficientes de digestibilidade de ingredientes protéicos em diferentes níveis de inclusão para a elaboração de dietas para camarões marinhos. O sistema de recirculação compreendeu o projeto de um tanque para estudos de digestibilidade com camarões e entre os diferentes sistemas avaliados, o Guelph-L foi o mais eficiente porque combinou uma alta eficiência de remoção de sólidos com um melhor perfil de velocidade da água e menor distância percorrida pelas partículas de fezes ou alimento não consumido. Os ensaios de digestibilidade com os seis ingredientes protéicos: farinha de peixe (FPX), concentrado protéico de soja (CPS), farinha de vísceras de frango (FVI), glúten de milho (GLM), farinha de carne e ossos (FCO) e farinha de penas hidrolisadas (PEN) incluídos na dieta referência nos níveis de 10, 20 e 30% mostraram que a digestibilidade aparente dos ingredientes foi significativamente influenciada pelo seu nível de inclusão nas dietas teste e esta influência foi mais intensa nos ingredientes glúten de milho e farinha de vísceras de frango, que apresentaram maiores desbalanços de aminoácidos. Os ingredientes que apresentaram os maiores coeficientes de digestibilidade aparente para a matéria-seca...

Fontes e níveis de proteína bruta em dietas para juvenis de pacu (Piaractus mesopotamicus)

Fernandes, João Batista Kochenborger; Carneiro, Dalton José; Sakomura, Nilva Kazue
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 617-626
POR
Relevância na Pesquisa
26.15%
Este experimento foi conduzido, por um período de 100 dias, com o objetivo de estudar diferentes fontes e níveis de proteína bruta em dietas para juvenis de pacu. Foram utilizados 252 juvenis de pacu, distribuídos em 36 caixas de cimento amianto com volume de 150 litros, sendo estocados sete peixes em cada unidade. Durante o período experimental, a temperatura média da água permaneceu em 28ºC e os demais parâmetros limnológicos (oxigênio dissolvido, pH, alcalinidade e condutividade) apresentaram-se dentro dos níveis adequados para o desenvolvimento desta espécie. O delineamento experimental foi de blocos casualizados, no qual foram avaliados nove tratamentos em esquema fatorial 3 x 3, sendo três níveis de substituição da fonte protéica de origem animal (farinha de peixe), pela fonte de origem vegetal (farelo de soja), aos níveis de 0, 50 e 100% e três níveis de proteína bruta (18, 22 e 26%). Os resultados obtidos indicaram que o nível de 22% de proteína bruta foi mais adequado e a farinha de peixe pode ser substituída parcial ou totalmente pelo farelo de soja. A substituição da farinha de peixe por farelo de soja proporcionou os melhores coeficientes de digestibilidade, sem afetar ganho de peso, conversão alimentar...

Fontes e níveis de proteína bruta em dietas para alevinos de pacu (Piaractus mesopotamicus)

Fernandes, João Batista Kochenborger; Carneiro, Dalton José; Sakomura, Nilva Kazue
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 646-653
POR
Relevância na Pesquisa
26.11%
Foi conduzido um experimento, com 100 dias duração, utilizando-se 288 alevinos de pacu, distribuídos em 36 caixas de cimento amianto com volume de 100 litros, para avaliar a substituição da farinha de peixe por farelo de soja e os níveis protéicos nas dietas. Durante o período experimental, a temperatura média da água permaneceu em 28ºC e os demais parâmetros limnológicos (oxigênio dissolvido, pH, alcalinidade e condutividade) apresentaram-se dentro dos níveis adequados para o desenvolvimento desta espécie. O delineamento experimental foi de blocos casualizados, em que foram avaliados nove tratamentos em esquema fatorial 3 x 3, três níveis de proteína bruta (22, 26 e 30%) e três níveis de substituição da farinha de peixe pelo farelo de soja (0, 50 e 100%). O nível de 26% de proteína bruta foi mais adequado. A farinha de peixe pode ser substituída parcial ou totalmente pelo farelo de soja, sem influir no ganho de peso, na conversão alimentar, na taxa de crescimento específico e na taxa de eficiência protéica dos alevinos. A substituição das fontes protéicas também não influenciou a composição corporal dos peixes, a eficiência de retenção de nitrogênio, o nitrogênio corporal, a gordura corporal e o nitrogênio e a gordura no ganho de peso.; A 100-d experiment was carried out with 288 fingerlings of pacu...

Digestibilidade de nutrientes em dietas com diferentes fontes e níveis para juvenis de tilápia-do-nilo

Nascimento, Thiago Matias Torres do
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: vii, 61 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
26.11%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Zootecnia - FCAV; O estudo avaliou a influência da adição de diferentes níveis e fontes de nutrientes, sobre os coeficientes de digestibilidade aparente da proteína bruta, amido, extrato etéreo, aminoácidos e energia bruta em dietas para juvenis de tilápia-donilo. Foram utilizados 432 juvenis (96,4±20,4 g), distribuídos em 36 tanques experimentais de 430 litros de capacidade. As dietas-teste foram elaboradas utilizandose uma dieta de referência acrescida do ingrediente em proporções variáveis de acordo com cada nível, tendo como marcador o óxido crômio-III a 1%. As coletas de fezes foram realizadas de acordo com o sistema de Guelph modificado. O trabalho foi dividido em quatro ensaios (I, II, III e IV), de modo que cada um deles foi composto por oito dietas, variando duas fontes ou processamentos e quatro níveis de adição nas dietasteste. O delineamento experimental adotado em cada ensaio foi inteiramente casualizado, com oito tratamentos em esquema fatorial 2x4 (duas fontes ou processamentos e quatro níveis de inclusão) com quatro repetições. No ensaio I utilizou-se duas formas de amido...

Proteína bruta na alimentação de matrizes de pacu, Piaractus mesopotamicus mantidas em tanques-rede

Bittencourt, Fábio
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 110 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
35.97%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Aquicultura - FCAV; O objetivo do presente trabalho foi fundamentar o conhecimento das necessidades proteicas de fêmeas de pacu, Piaractus mesopotamicus avaliando-se a qualidade dos ovócitos, seus índices reprodutivos e a ontogenia dos embriões quando mantidas em tanques-rede. Para tanto, o experimento foi conduzido no Centro de Desenvolvimento de Tecnologias para Piscicultura em Tanques-rede localizado no Refúgio Biológico, município de Santa Helena – PR. Foram distribuídos em um delineamento inteiramente casualizado, composto por quatro tratamentos (teores de proteína bruta-PB %) e quatro repetições, 224 reprodutores de pacu em 16 tanques-rede (5,0 m3 cada). Foram formuladas, quatro dietas contendo 18, 24, 30 e 36% de PB, sendo as mesmas isocalóricas, isocálcicas e isofosfóricas para fornecimento aos peixes durante seis meses. No período em que as fêmeas e os machos encontraram- se aptos a desova (dezembro/2009 a janeiro/2010) foram selecionados e aplicadas as doses de extrato hipofisário de carpa. Foram coletadas amostras de ovócitos antes da etapa preparatória e no momento da desova. As mesmas foram divididas em parcelas da seguinte maneira: em solução de Gilson (tamanho ou diâmetro dos ovócitos) e em formol (avaliações histológicas). O restante do material foi fertilizado e disposto em incubadoras cônicas experimentais (20L) para...

Proteína bruta na alimentação de reprodutores do pacu, Piaractus mesopotamicus criados em tanques-rede

Souza, Bruno Estevão de
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: xiii, 95 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
35.97%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Aquicultura - FCAV; Foi avaliado como as dietas protéicas podem afetar os índices reprodutivos (fertilização e eclosão) e a característica seminal do pacu, Piaractus mesopotamicus criados em tanques-rede. Duzentos e vinte e quatro reprodutores com quatro anos de idade, peso e comprimento médios de 2,62 ± 0,59 Kg e 47,64 ± 2,83 cm respectivamente, foram distribuídos em 16 tanques-rede (5 m³/cada) na proporção de sete machos e sete fêmeas, com densidade de 2,8 peixes m-3 por tanque. Foi utilizado um delineamento experimental inteiramente casualizado, com quatro tratamentos e quatro repetições, sendo os tratamentos (T) constituídos por quatro rações experimentais extrusadas com diferentes níveis de proteína bruta (PB, %): T1 = 18; T2 = 24; T3 = 30 e T4 = 36, isoenergéticas (3.300 kcal kg-1 de ração), isocálcicas e isofosfóricas. Os peixes receberam as rações experimentais pelos seis meses que antecederam o período reprodutivo e, em seguida, foram selecionados a cada dois dias, dois machos e uma fêmea de cada tratamento totalizando-se 12 peixes, pelo período de 22 dias. Os reprodutores foram induzidos hormonalmente...

Própolis bruta em dietas para tilápia-do-nilo e ação antimicrobiana frente à Aeromonas hydrophila

Santos, Vivian Gomes dos
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: ix, 94 f. : tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
36.08%
Pós-graduação em Zootecnia - FMVZ; Avaliou-se a ação imunoestimulante da própolis bruta em dietas para tilápia-do-Nilo submetidas a desafio com a Aeromonas hydrophila. Foram alojados 280 peixes (50 ± 5,7 g) em 35 aquários circulares (250 L), oito peixes/aquário. O delineamento estatístico utilizado foi inteiramente casualizado, caracterizado por sete tratamentos, dieta controle e as demais com suplementação de própolis de 0,5; 1,0; 1,5; 2,0; 2,5 e 3,0% com cinco repetições. Os peixes foram pesados no início e final do experimento para avaliação dos parâmetros de desempenho produtivo. Após trinta dias, 16 peixes de cada tratamento foram anestesiados com benzocaína (1,0g/15L de água) para coleta do sangue e avaliação dos parâmetros hematológicos e imunológicos, caracterizando período anterior ao desafio bacteriano. Os parâmetros hematológicos e imunológicos avaliados foram: número de eritrócitos, porcentagem de hematócrito, taxa de hemoglobina, volume corpuscular médio (VCM), concentração de hemoglobina corpuscular média (CHCM) e peróxido de hidrogênio e óxido nitrico (NO). Em seguida, oito peixes de cada tratamento foram inoculados com injeção intraperitoneal com cultura da bactéria contendo 2...

Digestibilidade aparente da proteina e energia de tres tipos de dejetos suinos pela carpa comum cyprinus carpio (Linnaeus, 1758) e pacu Piaractus mesopotamicus (Holmberg, 1887)

Tompson, Marcelo de Morais
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xi, 62f.| retrs
Relevância na Pesquisa
26.13%
Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciencias Agrarias; Dejetos suínos são responsáveis, atualmente, pela contamInação por coliformes fecais de cerca de 85% dos mananciais de água das regiões produtoras de suínos. A possibilidade de utilização destes dejetos como ingrediente de dietas para duas espécies de peixes foi avaliada. Os coeficientes de digestibilidade aparente da matéria seca, proteÍna bruta e energia bruta foram estimados para as dietas referência semi-purificadas LANEA-201 para carpa comum C. carpio e LANEA-301 para o pacu P. mesopotamicus, assim como para três tipos de dejetos suínos (creche, processados e terminação). Foi utilizado o método indireto para determinação dos coeficientes de digestibilidade, com-o óxido crômico como indicador, em um sistema experimental com quatro tanques cilindro-cônicos (1000 litros) e recirculação contínua a partir de um filtro biológico. Os resultados indicaram coeficientes de digestibilidade aparente da matéria seca, proteína bruta e energia bruta de 88.0%, 95.1% e 91.9%, respectivamente para a dieta referência LANEA-201, e 69.7%, 83.0% e 79.4%, respectivamente para a dieta referência LANEA-301. O pacu apresentou coeficientes de digestibilidade aparente da proteína bruta maiores (P<0...

Efeito de níveis de amido cru e cozido sobre a digestibilidade do próprio amido, da proteína bruta e da matéria seca em dietas práticas para o pacu (Piaractus mesopotamicus Holmberg, 1887)

Rosa, Maria do Carmo Gominho
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xi, 59 f.| grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
35.84%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias. Curso de Pós-Graduação em Aquicultura; Foi estimada a digestibilidade aparente da proteína bruta, da matéria seca e do amido em dietas práticas, para o pacu (Piaractus mesopotamicus), contendo 20 ou 40% de amido cru ou cozido. Foram utilizados 49 peixes, com peso médio de 219±31g, distribuídos em 4 tanques. Os coeficientes de digestibilidade foram obtidos mediante método indireto, com o óxido crômico a 0,5% como indicador, utilizando tanques cilindro-cônicos em sistema fechado com filtro biológico. As fezes foram coletadas pelo método de decantação. Os tratamentos amido cru/cozido e nível de amido na dieta foram combinados em modelo fatorial e verificados mediante análise de variância ao nível de 5% de significância. A digestibilidade da proteína foi maior para o amido cru e maior para o nível de 40% de amido. Os resultados indicam que o tratamento do amido pelo calor exerceu efeito negativo na digestibilidade da proteína e do amido da dieta e o aumento dos níveis de amido na dieta influenciou positivamente a digestibilidade da matéria seca e do amido.

Avaliação da gônada de peixe marinho e da biomassa de Artemia sp como itens alimentares sobre o desempenho reprodutivo de Litopenaeus Vannamei

Carvalho, Fernanda Guimarães de
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 73 f.| grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
26.16%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Aqüicultura.; A performance reprodutiva em cativeiro do Litopenaeus vannamei foi avaliada mediante a substituição do item alimentar biomassa de Artemia por gônada de peixe marinho na dieta, a fim de propor uma alternativa alimentar viável do ponto de vista sanitário, financeiro e nutricional. Foram aplicadas três dietas: uma dieta Controle, que é a dieta padrão do Laboratório de Camarões Marinhos (LCM), sendo constituída por lula e marisco, gônada de peixe marinho, biomassa de Artemia e ração comercial, oferecida em horários alternados ao longo do dia, e duas dietas teste: Gônada, na qual excluiu-se biomassa de Artemia da composição padrão, e Artemia, na qual excluiu-se gônada de peixe marinho. Ao final do experimento não foi detectada diferença significativa entre as fêmeas alimentadas com as dietas experimentais (p>0,05) em relação ao número de cópulas com desova/mês, número de ovos/desova, número de náuplios/desova, taxa de eclosão de ovos/dieta e taxa de metamorfose de náuplios a protozoéa/dieta. Em relação à composição nutricional dos itens alimentares naturais utilizados nas dietas...

Exigência proteica e ingrediente alternativo em dietas para juvenis de cachara, Pseudoplatystoma reticulatum

Cornélio, Fernando Henrique Gomes
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 95 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
26.11%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Aquicultura, Florianópolis, 2013.; Foi avaliada a exigência proteica e a utilização da farinha de vísceras de frango (FV) como ingrediente alternativo à farinha de peixe (FP) em dietas para juvenis de cacharas, Pseudoplatystoma reticulatum. Para determinação da exigência proteica, grupos de 15 juvenis (16,08 ± 1,13 g) foram alimentados com dietas isoenergéticas (4.600 kcal/kg de energia bruta), com crescentes concentrações de proteína bruta (PB) (30, 35, 40, 45, 50 e 55%), por 60 dias. A análise de regressão mostrou efeito quadrático (P<0,05) das variáveis de desempenho com o aumento da proteína na dieta, sendo os melhores valores observados nos peixes alimentados com a dieta contendo 50% de (PB). Similarmente, as atividades de protease foram significativamente maiores (P<0,05) nos peixes alimentados com 50% PB. Não foram encontradas diferenças significativas na digestibilidade da proteína e matéria seca, entre as dietas testadas (45, 50 e 55% PB). Baseando-se no ganho em peso, a exigência proteica do cachara é 49,25% de PB (44,79% proteína digestível). No ensaio para testar a substituição proteica...

Teores de proteína bruta em dietas práticas para juvenis de carpa capim

Veiverberg,C.A.; Radünz Neto,J.; Silva,L.P.; Sutili,F.J.; Rossato,S.; Corrêia,V.
Fonte: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Publicador: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2010 PT
Relevância na Pesquisa
35.97%
Avaliou-se a resposta de juvenis de carpa capim (Ctenopharyngodon idella) à inclusão de proteína bruta (PB) em dietas práticas, em um experimento com 120 juvenis e 80 dias de duração. As dietas eram compostas por farinha de carne suína, farelo de soja, milho e farelo de trigo com 22, 30, 36 ou 44% de PB. Dez juvenis (153,0±1,5g) por tanque (850L) foram alimentados duas vezes ao dia (3% da biomassa). Foi observado efeito linear positivo da PB para peso final, ganho em peso, taxa de crescimento específico, rendimento de carcaça e filé, coeficiente de retenção proteica, taxa de eficiência proteica, deposição de gordura e proteína e hematócrito. O mesmo efeito também foi observado para triglicerídeos e colesterol total no sangue, indicando que a proteína da dieta foi utilizada como fonte energética. Conversão alimentar aparente e gordura no peixe inteiro apresentaram efeito quadrático, com pontos de máxima em 40,6 e 37,1% de PB, respectivamente. Pode-se concluir que a porcentagem mínima de PB para a carpa capim na fase de recria foi de 44% e que a variação da proteína da dieta promoveu alterações no metabolismo dos juvenis de carpa capim, refletidos nos parâmetros sanguíneos e de carcaça.

Fontes e níveis de proteína bruta em dietas para juvenis de pacu (Piaractus mesopotamicus)

Fernandes,João Batista Kochenborger; Carneiro,Dalton José; Sakomura,Nilva Kazue
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2001 PT
Relevância na Pesquisa
26.15%
Este experimento foi conduzido, por um período de 100 dias, com o objetivo de estudar diferentes fontes e níveis de proteína bruta em dietas para juvenis de pacu. Foram utilizados 252 juvenis de pacu, distribuídos em 36 caixas de cimento amianto com volume de 150 litros, sendo estocados sete peixes em cada unidade. Durante o período experimental, a temperatura média da água permaneceu em 28ºC e os demais parâmetros limnológicos (oxigênio dissolvido, pH, alcalinidade e condutividade) apresentaram-se dentro dos níveis adequados para o desenvolvimento desta espécie. O delineamento experimental foi de blocos casualizados, no qual foram avaliados nove tratamentos em esquema fatorial 3 x 3, sendo três níveis de substituição da fonte protéica de origem animal (farinha de peixe), pela fonte de origem vegetal (farelo de soja), aos níveis de 0, 50 e 100% e três níveis de proteína bruta (18, 22 e 26%). Os resultados obtidos indicaram que o nível de 22% de proteína bruta foi mais adequado e a farinha de peixe pode ser substituída parcial ou totalmente pelo farelo de soja. A substituição da farinha de peixe por farelo de soja proporcionou os melhores coeficientes de digestibilidade, sem afetar ganho de peso, conversão alimentar...

Avaliação das Farinhas de Peixe e Pena, no Confinamento de Bezerros Leiteiros Desmamados, Através de Dietas Calculadas em Termos de Proteína Bruta ou de Proteína Metabolizável

Oliveira,Marcus Vinicius Morais de; Sanchez,Luis Maria Bonecarrère; Vargas Júnior,Fernando Miranda; Pérez,Juan Ramón Olaquiaga; Pires,Cleber Cassol; Haygert,Ione Maria Pereira; Frizzo,Adriana; Lana,Rogério de Paula
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2002 PT
Relevância na Pesquisa
26.12%
Os objetivos deste trabalho foram avaliar três fontes protéicas - o farelo de soja e as farinhas de peixe e de pena - e dois métodos de cálculo de rações - o calculado em termos de proteína bruta (PB), segundo recomendações do NRC (1988), e o proposto pelo AFRC (1993), calculado em termos de proteína metabolizável (PM) - através do desempenho de bezerros leiteiros. Os animais foram confinados e submetidos a cinco dietas, que variavam apenas as fontes protéicas em sua composição, assim discriminadas: FS- Farelo de Soja, FPx- Farinha de Peixe, FPn- Farinha de Pena, FPxU- Farinha de Peixe e Uréia, e FPnU- Farinha de Pena e Uréia. Forneceu-se uma dieta completa, composta de 40% de silagem de sorgo e 60% de concentrado, na MS. Todos os tratamentos possuíam cerca de 2,56 Mcal/kg MS de energia metabolizável, sendo os tratamentos FS, FPx e FPn calculados pelo sistema de PB, possuindo 18% de PB, e os tratamentos FPxU e FPnU, calculados pelo sistema de PM, possuindo 16,3% de PB e uma mesma quantidade de proteína metabolizável que o tratamento FS, com 112,0 gramas de PM/dia. Individualmente, os tratamentos não apresentaram diferenças significativas (P>0,05) no peso vivo final, no ganho de peso diário e no consumo de matéria seca...

Efeito da monensina e extrato de própolis sobre a produção de amônia e degradabilidade in vitro da proteína bruta de diferentes fontes de nitrogênio

Oliveira,Juliana Silva; Lana,Rogério de Paula; Borges,Arnaldo Chaer; Queiroz,Augusto César de; Almeida,Ivan Carlos C.
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2004 PT
Relevância na Pesquisa
26.14%
Este experimento foi conduzido com o objetivo de avaliar a fermentação da proteína de três fontes de nitrogênio (tripticase, farelo de soja e farinha de peixe), com ou sem monensina ou extrato de própolis. Foram feitas incubações utilizando 7,2 mL de tampão de McDougall, 2,0 mL de inóculo, 0,2 mL de solução etanólica contendo ou não monensina ou própolis e 84,4, 150 ou 112,5 mg/10 mL de tripticase, farelo de soja e farinha de peixe, respectivamente, em arranjo fatorial 3x3. Os frascos foram incubados anaerobicamente a 39ºC em banho-maria durante 120 horas, coletando-se amostras do meio ao longo do tempo de incubação para determinação de amônia, proteína microbiana, proteína solúvel e degradabilidade da proteína. A farinha de peixe causou menor produção de amônia que a tripticase e o farelo de soja no tratamento controle, devido à sua menor degradabilidade. Tanto a monensina como a própolis reduziram a produção de amônia nos tratamentos contendo tripticase e farelo de soja, induzindo ao acúmulo de proteína solúvel no meio de incubação. A síntese de proteína microbiana foi similar para os três alimentos, com presença ou não dos inibidores, exceto no caso da própolis que a estimulou no tratamento contendo farinha de peixe. Observou-se maior degradabilidade da proteína bruta nos tratamentos controle para o farelo de soja (73%)...

Exigência de proteína bruta para juvenis de pacamã

Souza,Márcia Gomes de; Seabra,Ana Gabriela Lins; Silva,Lilian Carolina Rosa da; Santos,Lilian Dena dos; Balen,Rafael Ernesto; Meurer,Fábio
Fonte: UFBA - Universidade Federal da Bahia Publicador: UFBA - Universidade Federal da Bahia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2013 PT
Relevância na Pesquisa
36.11%
O pacamã (Lophiosilurus alexandri) é uma espécie de peixe com hábito alimentar carnívoro, apropriada para o cultivo, porém, ainda pouco estudada. O objetivo deste estudo foi determinar a exigência de proteína bruta (PB) do pacamã, L. alexandri, na fase juvenil. O experimento foi conduzido por um período de 45 dias utilizando um delineamento inteiramente casualizado, com cinco tratamentos (dieta contendo 36,2; 38,2; 42,0; 44,4 e 48,8% de PB) e quatro repetições cada, onde 100 juvenis (5,19 ± 0,01g) foram distribuídos em 20 caixas com volume útil de 36 L, sendo considerada como unidade experimental uma caixa com cinco juvenis. Foram avaliados os parâmetros de peso final, percentagem de ganho de peso, taxa de crescimento específico, sobrevivência, índice hepatossomático, rendimento de carcaça com e sem cabeça, comprimento total, comprimento da cabeça, largura e altura. Pela análise de regressão foi verificada uma redução linear (P<0.01) nos parâmetros de desempenho em função do nível protéico da ração. Quando comparados pelo teste de Tukey, o melhor resultado (P<0.01) foi obtido com 36,2% de PB. Não houve influência dos tratamentos nos outros parâmetros avaliados (p>0,05). Deste modo, recomenda-se a utilização de rações contendo entre 36...

Ganho de peso e caracteristicas de carcaça de cordeiros confinados e suplementados com diferentes niveis de farinha de peixe em substituição ao farelo de soja

Otto, Cristiane, 1967-
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
36.18%
Resumo: Dois experimentos foram conduzidos para avaliar o efeito da substituição do farelo de soja pela farinha de peixe na engorda de cordeiros e para avaliar a solubilidade e a degradabilidade da matéria seca e da proteína bruta do farelo de soja, farinha de peixe, feno de alfafa e dos concentrados com diferentes níveis de farinha de peixe. No experimento 1 foram utilizados 36 cordeiros distribuídos em 4 tratamentos. Os concentrados utilizados nos diferentes tratamentos continham os seguintes níveis de farinha de peixe: Tl-0,0% ; T2-3,3% ; T3-6,6% e T4-9,9/í,, sendo que o feno de alfafa foi fornecido como alimento volumoso para todos os animais. Para fêmeas não houve diferença significativa entre os tratamentos (P > O,05) para consumo de alimento, conversão alimentar e ganho de peso. Para os machos, a utilização de farinha de peixe aumentou o ganho de peso em 18,27. ; 22,09% e 8,837. respectivamente para o T2, T3 e T4 não havendo diferença significativa (P > 0,05) entre o T2, T3 e T4 e entre o Tl, T2 e T4. O T3 foi significativamente superior ao Tl (P < 0,05). Não foram observadas diferenças significativas entre os tratamentos (P > 0,05) para consumo e conversão alimentar. Quanto às características de carcaça no que diz respeito ao rendimento...

Proteína bruta, energia digestível e densidade de estocagem do ciclídeo ornamental acará-bandeira (Pterophyllum scalare); Crude protein, digestible energy and stocking rate of ornamental acará-bandeira (Pterophyllum scalare)

OLIVEIRA, Wallace Henrique de
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Doutorado em Ciência Animal; Ciências Agrárias Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Doutorado em Ciência Animal; Ciências Agrárias
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
35.97%
In order to increase the knowledge on the production of angelfish ornamental cichlids (Pterophyllum scalare), two experiments were conducted at the School of Veterinary Medicine and Zootecnia of the UFT, Araguaína /TO, between october 2008 and january 2009, using 400 angelfish juveniles. Each experiment had a duration of 42 days, with fish divided into 16 aquariums, fed ad libitum, room temperature, 20% daily water renewal. The work was organized in a factorial scheme 2x2, with: two levels of crude protein (CP, 29 and 32%) and two angelfish strains (gold and marmorate), with 160 juveniles from 350+4.0 mg in design randomized blocks, in the first experiment; two levels of digestible energy (DE, 2.9 and 3.4 Mcal / kg) and two stocking rate (10 or 20 fish/aquarium), with 240 fishes of 260+4.2 mg in a completely randomized design in the second. Means were compared by Tukey test at 5%. Weight gain (WG), apparent feed intake (AFI), food conversion rate (FCR), protein efficiency rate (PER), specific growth rate in weight (WSGR) and length (LSGR), Fulton condition factor and carcass composition were avaliated. It was found that the levels of CP did not differ in the parameters studied (P>0.05) and the marmorate strain was more efficient than gold strain by presenting best means of WG...

SUBSTITUI????O DA FARINHA DE PEIXE POR FONTES ALTERNATIVAS DE PROTE??NA ANIMAL NO CULTIVO DE ALEVINOS DE PEIXEREI (Odontesthes bonariensis).; SUBSTITUI????O DA FARINHA DE PEIXE POR FONTES ALTERNATIVAS DE PROTE??NA ANIMAL NO CULTIVO DE ALEVINOS DE PEIXEREI (Odontesthes bonariensis).; SUBSTITUTION OF FISH MEAL BY ALTENATIVE SOURCES OF ANIMAL PROTEIN IN THE GROWING OF PEIXE-REI (Odontesthes bonariensis) FINGERLINGS.; SUBSTITUTION OF FISH MEAL BY ALTENATIVE SOURCES OF ANIMAL PROTEIN IN THE GROWING OF PEIXE-REI (Odontesthes bonariensis) FINGERLINGS.

PORTELINHA, Mauro Kaster
Fonte: Universidade Federal de Pelotas; Zootecnia; Programa de P??s-Gradua????o em Zootecnia; UFPel; BR Publicador: Universidade Federal de Pelotas; Zootecnia; Programa de P??s-Gradua????o em Zootecnia; UFPel; BR
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.1%
Peixe-rei fish of the gender Odontesthes are native in southern Brazil, being an important income source for regional handicraft fishing and has been object of studies for utilization in intensive cultivation. Studies show that fingerlings production are feasible and recommend diets with crude protein levels between 45 and 50%, with 30% of total protein should be originated from fish meal. The objective of this study was to evaluate the performance of peixe-rei fingerlings, fed with other sources of animal protein, in substitution of fish meal, allowing new alternatives in the formulation and development of diets for regional fish species. The experiment was conducted in the Ictiology Laboratory, Animal Science Department, Faculty of Agronomy Eliseu Maciel. Experimental units were consisted of 39 water tanks with capacity of 50 liters each. Each aquarium received five peixe-rei fingerlings, measuring 8.02 +/- 0.28 cm of total length and average weight of 3,30 +/- 0,58 g. Environment variables as temperature, dissolved oxygen, pH, alkalinity and total ammonia did not show significant variations. Experimental diets were formulated using the software Super Crac, containing a minimum of 30% of aninal meal (fish, earth worms, chicken guts or bovine blood). The rate of feeding was of 5% of biomass/day. Experimental design was entirely randomized...

Influência do ensilado biológico de Peixe e do resíduo de Peixe cozido no crescimento e na composição corporal de Alevinos de Tambaqui Colossoma macropomum (Cuvier, 1818)

PADILLA-PÉREZ,Palmira; PEREIRA-FILHO,Manoel; MORI-PINEDO,Luís Alfredo; de OLIVEIRA-PEREIRA,Maria Inês
Fonte: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia Publicador: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2001 PT
Relevância na Pesquisa
35.91%
Resíduos de fíletagem de piramutaba (Brachyplatystoma vaillantii), foram submetidos a dois diferentes processamentos, o cozimento após moagem, e a ensilagem biológica. Os materiais resultantes destes processamentos foram testados através do desempenho e da composição corporal de alevinos de tambaqui (Colossoma macropomum). Foram elaboradas quatro rações com teores de proteína de 24,7 a 27,0% e energia bruta entre 438,9 e 445,4 Kcal/l00g de ração. O experimento foi conduzido em 20 tanques de cimento-amianto com capacidade para 250 litros, cada um estocado com 12 alevinos, com comprimento padrão médio de 10,3 cm e peso médio de 27,4 g. Os alevinos foram alimentados duas vezes ao dia à razão de 3% da biomassa e pesados a cada 28 dias. Análises bromatológicas no início e no final do experimento determinaram a composição corporal dos peixes. As análises de variância dos dados obtidos não evidenciaram influência significativa (P>0,05) dos tratamentos sobre os parâmetros estudados.