Página 1 dos resultados de 1314 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

SELECTION OF TRICHOGRAMMA PRETIOSUM LINEAGES FOR CONTROL OF GRAPHOLITA MOLESTA IN PEACH

RODRIGUES, Michelle L.; GARCIA, Mauro S.; NAVA, Dori E.; BOTTON, Marcos; PARRA, Jose R. P.; GUERRERO, Milton
Fonte: FLORIDA ENTOMOLOGICAL SOC Publicador: FLORIDA ENTOMOLOGICAL SOC
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
36.1%
Grapholita molesta (Lepidoptera: Tortricidae) is one of the main pests of peach trees in Brazil, causing fruit losses of 3-5%. Among possible biological control agents, Trichogramma pretiosum (Hymenoptera: Trichogrammatidae) has been found in peach orchards. Our objectives were to study the rearing of T pretiosum in eggs of G. molesta and Anagasta kuehniella (Lepidoptera: Pyralidae), and select lineages of this parasitoid that have the potential to control G. molesta. Selection of best lineages was made from 5 populations of T pretiosum collected from organically-cultivated peach orchards. The study was done under controlled temperature (25 +/- 2 degrees C), relative humidity (70 +/- 10%) and 14:10 h (light:dark) photoperiod conditions. Grapholita molesta eggs were found to be adequate hosts for the development of T pretiosum, and the parameters for number of parasitized eggs, percent parasitized eggs, and sex ratio were similar to those for A. kuehniella eggs. The highest rate of parasitism of G. molesta eggs occurred in eggs with up to 48 h of embryonic development. Among the lineages of T pretiosum that were collected, HO8, PO8, PEL, and L3M showed the best biological performance and are therefore indicated for semi-field and field studies for biological control of oriental fruit moth.; FAPERGS; Embrapa

Uso do regulador vegetal 2,4-DP (éster butilglicol do ácido 2,4-diclorofenoxipropiônico) e do anelamento de ramos visando a melhoria na qualidade de frutos de pessegueiro (Prunus persica (L.) Batsch). ; The use of 2,4-dp (2,4-diclorophenoxypropionic acid butylglycol ester) growth regulator and the ringing branches to enhance the quality of peach fruits (Prunus persica (L.) Batsch).

Vieira, Milene Ronconi
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/05/2003 PT
Relevância na Pesquisa
36.04%
A coloração e o tamanho são fatores determinantes na qualidade dos frutos de caroço. Por este motivo, foram utilizadas duas práticas culturais, anelamento de ramos e aplicação de regulador vegetal, com o objetivo de melhorar a qualidade de frutos de pessegueiro na cultivar de meia estação Biuti. Os tratamentos foram realizados na fase de endurecimento do caroço e utilizou-se 0; 12,5; 25 e 50 mg L -1 do regulador vegetal 2,4-DP, com e sem anelamento de ramos. Com base nos resultados obtidos, pôde-se concluir que os tratamentos não se mostraram eficazes quanto à antecipação da colheita. Ocorreu um aumento no peso médio de frutos com até 100 gramas, na primeira colheita, nas plantas tratadas apenas com anelamento de ramos. Em relação aos frutos com mais de 105 gramas, ocorreu uma diminuição do peso médio nas plantas aneladas, na primeira colheita, à medida que se aumentavam as concentrações do regulador vegetal. Além disso, não houve diferenças significativas quanto ao pH do suco, acidez total e teor de sólidos solúveis totais em nenhum dos tratamentos avaliados. No entanto, os frutos das plantas tratadas apresentaram coloração intensificada da casca em relação aos de plantas não tratadas.; Coloring and size are decisive factors of pit fruit quality. For this reason...

Comunidades de fungos micorrízicos arbusculares associadas à Pupunha e ao Cupuaçu cultivados em sistema agroflorestal e em monocultivo na Amazônia Central.; Comunnity of arbuscular mycorrhizal fungi associated with cupuaçu and peach palm in agroforestry and monoculture systems in the central Amazon region.

Silva Júnior, José Pereira da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 31/03/2005 PT
Relevância na Pesquisa
36.18%
Os solos de terra firme da Amazônia são representados em sua maioria por Latossolos e Argissolos de alta acidez e baixa fertilidade, além de serem facilmente alterados fisicamente com a substituição da floresta primária por cultivos intensivos. O uso de estratégias biológicas, entre as quais se destacam as associaçãos micorrízicas arbusculares, no aperfeiçoamento de sistemas de manejo que racionalizem o uso dos recursos naturais da região, é fundamental para o desenvolvimento econômico contínuo, socialmente justo e ambientalmente sustentável. Para tanto, é necessário melhor entendimento de aspectos ecológicos da comunidade de fungos MA, com o fim de manejá-los. Dentro desse contexto, o objetivo dessa tese foi avaliar a simbiose micorrízica e as comunidades de fungos MA associados à pupunha (Bactris gasipaes Kunth) e ao cupuaçu (Theobroma grandiflorum Willd ex Spring Schum), quando cultivados em sistema agroflorestal (SAF) e em monocultivo, além de estimar a diversidade de comunidades de fungos MA associados às raízes de pupunha através de sequenciamento de mini biblieotecas de amplicons de região do gene ribossomal 18S. Foram realizadas coletas de solo e raízes em duas estações, seca e chuvosa. A colonização micorrízica arbuscular no cupuaçu e na pupunha foi alterada pelo sistema de manejo adotado...

Infestação de moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae e Lonchaeidae) relacionada à fenologia da goiabeira (Psidium guajava L.), nespereira (Eriobotrya japonica Lindl.) e do pessegueiro (Prunus persica Batsch); Correlating the infestation of fruit flies (Diptera: Tephritidae and Loncheidae) to the guava, peach and loquat trees phenology

Souza Filho, Miguel Francisco de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 17/03/2006 PT
Relevância na Pesquisa
36.13%
Os experimentos de campo foram realizados em 2002 e 2003 em três pomares no município de Monte Alegre do Sul, SP, representados por uma coleção de linhagens de goiabeiras (janeiro a abril), uma coleção de cultivares de nespereiras (agosto a setembro) e uma coleção de cultivares de pessegueiros (setembro a outubro). Nos ensaios de infestação, foram utilizadas três linhagens de goiaba (Guanabara, L7P28 e 252), duas cultivares de nêspera (Precoce Campinas e a Precoce 264-54) e três cultivares de pêssego (Aurora 2, Dourado 1 e Régis). Para a determinação do período de infestação, aplicou-se o processo de ensacamento e desensacamento quinzenal e semanal da goiaba e nêspera, respectivamente, e apenas o ensacamento semanal no pêssego. Cada experimento iniciou-se com os frutos ainda no início de seu desenvolvimento (frutos verdes). Para o processo de desensacamento, no início dos experimentos foram ensacados 500 e 400 frutos de goiaba e nêspera, respectivamente. Em cada ensaio, desde o início (frutos verdes pequenos) até a completa maturação, quinzenalmente (goiaba) ou semanalmente (nêspera e pêssego) foi ensacada/desensacada uma amostra de 30 frutos, os comprimentos e diâmetro eram mensurados e retirava-se amostras para realização das análises físico-químicas em laboratório. Após o completo amadurecimento...

Progresso temporal e padrão espacial de epidemias da podridão parda do pessegueiro; Temporal progress and spacial pattern of brown rot epidemics on peach

Souza, Davi Carvalho de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/02/2007 PT
Relevância na Pesquisa
36.13%
A podridão parda do pessegueiro é uma das principais doenças da cultura no Estado de São Paulo e na maioria das regiões produtoras do mundo. No Brasil, seu agente causal é o fungo Monilinia fructicola (Wint) Honey, que infecta ramos, flores e frutos tanto em pré como em pós-colheita. A compreensão do comportamento epidemiológico da podridão parda do pessegueiro em condições tropicais é fundamental para o estabelecimento de estratégias de controle mais eficientes nos pomares brasileiros. Neste contexto o presente trabalho teve como objetivo caracterizar o progresso temporal e a distribuição espacial da epidemia da podridão parda do pessegueiro, em pomares comerciais sob condições naturais de infecção. O estudo foi realizado em áreas comerciais não tratadas e tratadas com fungicidas, em dois pomares no Estado de São Paulo, em 2005 e 2006. Realizaram-se amostragens quinzenais de frutos durante 3 meses após o florescimento. Foram colhidos, pelo menos, 300 frutos por amostragem, os quais foram tratados com o herbicida gramoxone para detecção da infecção latente. A análise temporal dos dados foi realizada por regressão não-linear entre a incidência da doença e o tempo, enquanto a distribuição espacial de frutos doentes foi avaliada por meio do índice de dispersão (D) e da lei de Taylor modificada...

Cultivo da pupunheira (Bactris gasipaes Kunth) irrigada submetida a diferentes formas de adubação (mineral e orgânica); Growth of peach palm (Bactris gasipaes Kunth) irrigated under different fertilization conditions (mineral and organic)

Bissi Junior, Clóvis José
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/02/2012 PT
Relevância na Pesquisa
36.13%
No Brasil, a palmeira pupunha tem a região amazônica como seu habitat natural. Os frutos dessa palmeira, assim como o palmito, fazem parte da dieta alimentar dos povos da região Norte. Portanto, diante da relevância de seu cultivo, os objetivos dessa pesquisa foram avaliar os níveis de desenvolvimento vegetativo da pupunheira sob diferentes fontes de adubação (orgânica (esterco bovino e esterco suíno) e mineral), em condição irrigada. Buscou-se com isso, obter qual situação que fornecerá melhores condições de desenvolvimento vegetativo em termos de: altura da planta, diâmetro do caule, tamanho da folha (comprimento da raqui), espessura da raqui e por fim número de folhas. O experimento foi conduzido na área experimental do Departamento de Engenharia de Biossistemas, na fazenda Areão, pertencente à Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz ESALQ/USP, localizada no município de Piracicaba SP. Situada a uma altitude de 576 m acima do nível do mar cujas coordenadas geográficas são: 22° 42 30 latitude Sul e 47° 30 00 de longitude Oeste. O tipo de solo existente na área experimental é classificado como Terra Roxa Estruturada (Alfisolo), série Luiz de Queiroz, apresentando declividade média de 5%. Foi utilizado o delineamento experimental de blocos ao acaso em esquema fatorial 4x4 com tratamentos dispostos em faixas totalizando 4 tratamentos e 4 repetições. Cada tratamento continha aproximadamente 175 plantas. Dispostas no espaçamento de 2 m entre linhas de plantio e 1 m entre as plantas. As covas tinham em torno de 0...

Avaliação da sensibilidade de sementes de pupunha à dessecação; Evaluation of sensibility of peach-palm seeds to desiccation

Parmejiani, Renê Suaiden
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/05/2013 PT
Relevância na Pesquisa
36.1%
Avaliar a sensibilidade de sementes de pupunha à dessecação, por meio do teste de raios X e do teste de emergência de plântulas, determinando-se os níveis crítico e letal de tolerância à dessecação, foi o objetivo deste estudo. A perda de água das sementes foi monitorada e os tratamentos constituídos pela tentativa de decréscimo de 3% do teor de água do anterior, a partir do inicial (testemunha), até o mínimo de 11%; assim, o número de tratamentos teve relação direta com o teor de água inicial das sementes e cada tratamento foi representado por quatro repetições de 50 sementes. Após a secagem, as sementes foram radiografadas, determinados os espaços internos vazios e submetidas ao teste de emergência de plântulas em areia. As sementes de pupunha ao atingirem 36,4% de teor de água, durante o processo de secagem, têm o seu potencial fisiológico afetado negativamente (teor de água crítico) e, com o avanço do processo de secagem a partir de 12,2% ocorre a morte das sementes. O teste de raios X é eficaz na avaliação da morfologia interna das sementes durante a secagem. À medida que aumenta o espaço interno vazio diminui o potencial fisiológico das sementes e acima de 30% não ocorre a emergência de plântulas.; The objective of this study was to evaluate the sensibility of peach-palm seeds to desiccation and determine the critical and lethal levels for tolerating desiccation by using X-ray and seedling emergence tests. Water loss from the seeds was monitored and the treatments consisted of progressive 3% reductions in water content commencing with the control values until a minimum of 11% was reached; therefore...

Panels Produced from Thermoplastic Composites Reinforced with Peach Palm Fibers for Use in the Civil Construction and Furniture Industry

Leao, Alcides Lopes; de Figueiredo Pupo, Humberto Fabrizzi; Ferreira, Matheus Zorzetto; Cherian, Bibin Mathew
Fonte: Taylor & Francis Ltd Publicador: Taylor & Francis Ltd
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 246-253
ENG
Relevância na Pesquisa
36.1%
In order to cooperate in minimizing the problems of the current and growing volume of waste, this work aim at the production of panels made from industrial waste -thermoplastic (polypropylene; polyethylene and acrylonitrile butadiene styrene) reinforced with agro-industrial waste - peach palm waste (shells and sheaths). The properties of the panels like density, thickness swelling, water absorption and moisture content were evaluated using the ASTM D1037; EN 317; and ANSI A208.1 standards regarding particle boards. Good results were obtained with formulations of 100% plastic waste; 70% waste plastics and 30% peach palm waste; and 60% waste plastics and 40% peach palm waste.

Caracterização parcial da polifenoloxidase e avaliação de compostos fenolicos e antioxidantes em pessego (cv. Biuti); Parcial characterization of polyphenoloxidase and antioxidants and phenolic compounds evaluation in peach (cv. Biuti)

Ana Silvia Fidelis Belluzzo
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/02/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.21%
O pêssego é uma das frutas que vêm ganhando destaque na produção nacional. Dentre as principais variedades produzidas, a biuti é uma das mais cultivadas, sendo utilizada tanto para o consumo in natura quanto para a indústria. A indústria de processamento de pêssego encontra muita dificuldade na manutenção da qualidade de seus produtos devido às alterações orgnolépticas que ocorrem durante sua vida de prateleira. A principal causa dessas alterações são as enzimas peroxidase (PDO) e polifenoloxidase (PPO), as quais catalisam reações de escurecimento enzimático, causando também mudanças indesejáveis no sabor e textura dos alimentos. O objetivo deste trabalho foi investigar as características bioquímicas da PPO de pêssego biuti, propor um tratamento térmico eficiente para a inativação da PPO e quantificar os compostos fenólicos e antioxidantes do pêssego congelado, pêssego em calda e polpa de pêssego. A PPO apresentou atividade ótima a 20°C em pH 5,5. A enzima se mostr ou estável após 30 minutos de tratamento térmico na faixa de 15 a 40°C. Na fa ixa de pH 7,0 a 8,0 a atividade ainda se manteve a níveis de 70 a 90% de atividade. A ação dos inibidores mostrou que os mais eficientes foram: ácido ascórbico...

Determinação do perfil sensorial descritivo, perfil tempo-intensidade e estudo de consumidor de néctar de pêssego (Prunus persica (L.) Batsch) adoçado com sacarose e diferentes edulcorantes; Determination of descriptive sensory profile, time-intensity profile and study of peach nectar (Prunus persica (L.) Batsch)consumers sweetened with sucrose and different sweeteners

Alessandra Cazelatto de Medeiros Lins da Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 04/04/2014 PT
Relevância na Pesquisa
36.25%
O estudo teve como objetivo elaborar a formulação do néctar de pêssego, verificar a equivalência de doçura de cada edulcorante em relação à sacarose e traçar o perfil sensorial e o comportamento do consumidor diante desse produto, utilizando a análise sensorial com ferramenta de estudo, para determinar o melhor substituto para a sacarose. Na caracterização físico-química da polpa de pêssego obteve-se 1,26% de ácido cítrico para acidez titulável, 6,25mg de ácido ascórbico para 100g de polpa, 8,00 °Brix para sólidos solúveis; 3,65 para pH; e com relação à cor, 50,87 para L*, 9,67 para a* e 30,85 para b*. A quantidade de sacarose em néctar de pêssego considerada ideal pelos consumidores pelo teste de determinação da doçura ideal foi de 8,6 %. A concentração equivalente de cada edulcorante para substituir a sacarose no néctar de pêssego foi: 0,0169 % de sucralose; 0,0018 % de neotame; 0,1055 % de estévia com 40 % de rebaudiosídeo A; 0,1055 % de estévia com 95 % de rebaudiosídeo A; e 0,0332 % de blend de acessulfame-k, sucralose e neotame (100:50:1). A análise descritiva quantitativa descreveu as amostras de néctar de pêssego utilizando 20 termos descritores com relação a aparência (cor amarela...

Modelling kinetics of thermal degradation of colour in peach puree

Ávila, I.M.L.B.; Silva, C.L.M.
Fonte: Elsevier Publicador: Elsevier
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //1999 ENG
Relevância na Pesquisa
36.04%
Optimisation of thermal processes relies on adequate degradation kinetic models for food safety and quality. In order to use peach puree as a model food to further validate calculated optimal conditions, isothermal experiments, using peach puree, were performed between 110°C and 135°C. Colour was quantified using the L, a, b system. Two combinations of these parameters, La/b and Total Colour Difference (TCD), were used to evaluate the total colour change. A one-step non-linear regression was performed on all data using the Arrhenius model. The changes in the L and b values followed a first-order reaction with activation energies of 107 ± 7 and 109 ± 8 kJ/mol, respectively. The fractional conversion model was applied to a, La/b and TCD resulting in activation energies of 106 ± 13, 106 ± 10 and 119 ± 9 kJ/mol, respectively.

Chemical evaluation and effect of bagging new peach varieties introduced in southern Minas Gerais - Brazil

Lima,Annete de Jesus Boari; Alvarenga,Ângelo Alberico; Malta,Marcelo Ribeiro; Gebert,Deyse; Lima,Elisa Boari de
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2013 EN
Relevância na Pesquisa
36.04%
Brazilian peach production is insufficient for domestic supply. Aiming to increase production in the state of Minas Gerais, 16 new peach tree varieties were introduced in the Serra da Mantiqueira region and their fruit were analyzed for sugar, total phenol and total carotenoid contents by colorimetric methods, and for organic acid content by high-performance liquid chromatography. In addition, we examined the effect of fruit bagging on the levels of such constituents. To do so, the fruit of half the trees of each variety were bagged. The levels of sugars, phenols, carotenoids and organic acids are genotypic characteristics and significantly differed among varieties. Despite being a good form of fruit protection, providing better aspect and reducing the need for pesticides, bagging leads to lower contents of components such as sugars, phenols and organic acids in most varieties. However, it cannot be stated that this practice interferes with sensory characteristics. Knowledge of the chemical constituents of these new varieties allows determining those ideal for fresh consumption (e.g., "Maciel", "Diamante", "T. Beauty", "Ouromel 2" and "C.1056", among others) and those more suitable for industrial processing (e.g., "A. Gold", "C.1122" and "C.1050")...

Thermal inactivation of polyphenoloxidase and peroxidase in Jubileu clingstone peach and yeast isolated from its spoiled puree

Lopes,Andréa Menezes; Toralles,Ricardo Peraça; Rombaldi,César Valmor
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2014 EN
Relevância na Pesquisa
36.13%
The thermal inactivation of yeast isolated from spoiled Jubileu peach puree and that of polyphenoloxidase (PPO) and peroxidase (POD) in cv. Jubileu, which is widely cultivated in southern Rio Grande do Sul state, Brazil, were studied. PPO and POD were extracted using the protein powder method and submitted to partial purification by precipitation followed by dialysis. The enzymatic activity was determined measuring the increase in absorbance at 420 nm for PPO and 470 nm for POD. The yeast used in this investigation was isolated from spoiled Jubileu peach puree at 22 °Brix, with total initial microbial count of 22 × 10² UFCmL- 1. Stock cultures were maintained on potato dextrose agar (PDA) slants at 4 °C and pH 5 for later use for microbial growth. In all cases, kinetic analysis of the results suggests that the thermal inactivation was well described by a first-order kinetic model, and the temperature dependence was significantly represented by the Arrhenius law. Both enzymes were affected by heat denaturation, and PPO was more thermostable. PPO was also more thermosTable than the yeast isolated from peach puree. The D60-values were 1.53 and 1.87 min for PPO and yeast isolated from spoiled Jubileu peach puree, respectively.

Desenvolvimento do pessegueiro em função da intensidade de poda verde; Development of the peach tree related to green pruning intensity

Rodrigues, Alessandro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/09/2005 PT
Relevância na Pesquisa
36.18%
O Estado de São Paulo caracteriza-se como o principal produtor de pêssegos (Prunus persica (L.) Batsch) para consumo “in natura” do Brasil. Devido ao cultivo ser realizado em diferentes regiões e pelo uso de cultivares precoces e bem precoces, a maioria da safra ocorre na estação da primavera, antecipadamente à região Sul do Brasil. Um dos problemas decorrentes do plantio de pessegueiros em regiões mais quentes, como o Estado de São Paulo, foi o aumento considerável da ferrugem (Tranzschelia discolor). A poda verde, realizada após a colheita dos frutos, mostra-se como um dos métodos culturais utilizados pelos produtores para o manejo desta doença. O trabalho de pesquisa objetivou verificar o efeito de intensidades de poda verde após a colheita, no desenvolvimento do pessegueiro e na severidade de ferrugem. O trabalho experimental foi realizado no Campus “Luiz de Queiroz” da Universidade de São Paulo, em Piracicaba, Departamento de Produção Vegetal, sendo composto dos seguintes tratamentos: T1: poda verde de intensidade leve (PL) e T2: poda verde de intensidade drástica (PD). A área útil do ensaio foi de 345,6 m2, constituída de 96 plantas conduzidas no espaçamento de 3 x 1,2 m. O delineamento experimental utilizado foi inteiramente ao acaso...

Influência de sistemas de manejo na produção e nas reservas de pessegueiro precoce (Prunus pérsica (L.) Batsch.) cultivado em clima tropical.; Influence of systems of handling in the production and in the reservations of precocious peach tree (Prunus pérsica (L.) Batsch.) cultivated in tropical climate.

Araujo, João Paulo Campos de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/01/2005 PT
Relevância na Pesquisa
36.1%
A precocidade de maturação é o principal fator de sucesso econômico do persicultor paulista, em vista desse fato existe uma demanda muito grande por novas técnicas que possibilitem a melhoria da qualidade dos frutos e uma maior precocidade na colheita. Este trabalho visa verificar a influência dos sistemas de podas e manutenção das folhas após a colheita nas reservas de carboidratos não estruturados em ramos e raízes do pessegueiro da cultivar Flordaprince,verificar a produção dessas plantas e a qualidade dos frutos em função das reservase verificar a eficiência do uso do regulador vegetal 2,4-DP (ácido diclofenoxipropiônico), em função das reservas de carboidratos solúveis existentes nas plantas, bem como seu possível efeito na qualidade dos frutos obtidos. O trabalho conduzido na Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, em Piracicaba. O delineamento foi de blocos ao acaso, constando de 9 tratamentos e 4 repetições. Cada parcela foi composta por 4 plantas. Os dados foram submetidos as análises de variância e à comparação das médias pelo Teste de Tukey. O espaçamento adotado foi de 3,0 X 1,2 metros, correspondendo a 2777 plantas ha-1. As plantas foram conduzidas em sistema líder central, e todas receberam as práticas de irrigação...

Molecular characterization of Miraflores peach variety and relatives using SSRs

Bouhadida, Mariem; Casas Cendoya, Ana María; Moreno Sánchez, María Ángeles; Gogorcena Aoiz, Yolanda
Fonte: Elsevier Publicador: Elsevier
Tipo: Artículo Formato: 135491 bytes; application/pdf
ENG
Relevância na Pesquisa
36.16%
The definitive version is published in: http://www.sciencedirect.com/science/journal/03044238; Some traditional peach varieties, originated from the region of Aragón (Spain), were analysed by SSRs (Simple Sequence Repeats). The aim of this research was to characterize 19 clones related to ‘Miraflores’ variety, with unknown pedigrees, to assess their genetic diversity and to elucidate their possible relationships with 10 traditional peach varieties. Twenty SSR primer pairs with high levels of polymorphism, which have been previously developed for peach, were used in this study. A total of 46 alleles were obtained for all the microsatellites studied, ranging from one to six alleles per locus, with a mean value of 2.3 alleles per locus. Fourteen SSRs were polymorphic in the set of varieties studied and permitted to distinguish 16 different genotypes out of the 30 initially studied, although fourteen ‘Miraflores’ clones showed identical gel profiles. The genetic distance matrix was used to construct Neighbor joining cluster and to perform principal coordinate analysis which allowed the arrangement of all the genotypes according to their genetic relationships. The genetic relationships among these traditional peach varieties, and in particular among ‘Miraflores’ clones are discussed. The obtained results confirm that microsatellite markers are very useful for these purposes.; We are thankful to T.N. Zhebentyayeva and G.L. Reighard for helpful comments on the manuscript. This research was funded by CICYT (Comisión Interministerial de Ciencia y Tecnología...

Differential assimilation of nutrients in paclobutrazol-treated peach trees

Pequerul, Alberto; Monge Pacheco, Emilio; Blanco Braña, Álvaro; Val Falcón, Jesús
Fonte: International Society for Horticultural Science Publicador: International Society for Horticultural Science
Tipo: Comunicación de congreso Formato: 22685 bytes; application/pdf
ENG
Relevância na Pesquisa
36.2%
The definitive version is available at: http://www.actahort.org/; Paclobutrazol (Pbz) is a triazol that effectively inhibits vegetative growth in peach. Changes in mineral element concentration have been generally found. However, uneven distribution of the elements in the soil may partially account for these differences. To ascertain these effects, an experiment was designed under controlled conditions, in which sugar beet, used as a model plant, was grown hidroponically, treated with Pbz and the results compared to those from unbearing peach trees grown in the open. The beets were treated with 1 M Pbz at the first trifoliate stage, and the peach trees with 2 g Pbz/tree shortly AFB. A reduction of 85 % in leaf area and of 70 % in dry weight were recorded in Pbz-treated beet plants, while in Pbz-treated peach these were of 40 % in leaf area and 29 % in dry weight. Nutrient concentration on dry weight basis varied little (about 8 % in beet and 11 % in peach). However, but global assimilation of nutrients on a leaf basis, when compared with controls, decreased up to the same extend as dry weight in beet (70 %) while in peach it was of 25 %. From these results it can be inferred that the mineral fertilization in Pbz-treated peach trees can be reduced to the same extend as the expected reduction in vegetative growth...

Vitrescent dark spot of peach: a new fruit calcium-related disorder?

Val Falcón, Jesús; Fernández, Victoria; Blanco Braña, Álvaro
Fonte: Sociedad Española de Fisiología Vegetal Publicador: Sociedad Española de Fisiología Vegetal
Tipo: Comunicación de congreso Formato: 594538 bytes; application/pdf
ENG
Relevância na Pesquisa
36.13%
Comunicación oral (S10-O3) presentada en la Reunión de la Sociedad Española de Fisiología Vegetal (SEFV) (18ª. Zaragoza. 8-11 septiembre 2009).; Late-season peach cultivars are a specialty of the Calanda area, (Zaragoza, Spain) and the only horticultural commodity protected under a designation of origin in Spain. Such peaches are bagged shortly after thinning and are sold as agrochemical-free due to the limited exposure to sprays and also to pest and diseases. Due to their outstanding quality, Calanda peaches a have great market potential and Spanish consumers already show a clear preference for such commodities. However, the occurrence of a physiological disorder called “vitrescent dark spot” has been reported by growers in the area already more than 15 years ago[1]. The major decrease in quality and associated loss of marketability of peaches affected by such disorder, claim for the development of scientific efforts to characterise it and prevent it in the future. Work over the last 3 years enabled a preliminary characterisation of such unknown peach disorder, which will be herein contrasted with a well-know calcium (Ca)-related disorder of apple, i.e., bitter pit[2][3]. Results regarding tissue structure, protein patterns...

QUALITY AND PRODUCTIVITY OF PEACH FRUITS AND WHITE CLOVER ESTABLISHMENT AS COVERAGE, INFLUENCED BY THE BORON APPLICATION; QUALIDADE E PRODUTIVIDADE EM PESSEGUEIRO E ESTABELECIMENTO DO TREVO BRANCO COMO COBERTURA, INFLUENCIADOS PELA APLICAÇÃO DE BORO

Rovedda, Luís Fernando; Universidade Federal do Paraná; Blood, Renato Rezende Young; Universidade Federal do Paraná; Motta, Antonio Carlos Vargas; Universidade Federal do Paraná; Serrat, Beatriz Monte; Universidade Federal do Paraná
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 24/01/2007 ENG
Relevância na Pesquisa
36.1%
There is little information about necessity of Boron application for peach (Prunus persica) orchards at South of Brazil. So, an experiment was installed to evaluate the response to B application at a five-year old commercial peach orchard, using Coral cultivar.The orchard was located at Campo do Tenente county, Parana state and managed under Integrated Production System. The treatments consisted of four B rates (0, 1, 2 and 4 kg of B.ha-1), applied during Fall on alley area. Yield, foliar analysis, and fruit quality (consistence, Brixo, caliber distribuition) for peach and growth for white clover (Trifolium repens) were obtained to evaluate the effect B application. To determine extractable B, soil samples were collected from two layers (0-20 and 20-40 cm), during three period (3, 9 and 15 months after B application). Each kg B/ha applied provided a linear increment of 0.31, 0.09 and 0.01 mg B.dm-3 within 0-20 cm and 0.27, 0.12 and 0.02 mg B.dm-3 within 20-40 cm depth, after 3, 6 and 9 months, respectively. These increments correspond 76, 28 and 5 % of Brecovering within 0-40 cm depth for three sampling periods. Beneficial effect of B application was only observed for pulp consistency with higher value for the biggest B rate. Boron application did not result in change on the foliar concentration of macro and micronutrients evaluated. The white clover obtained increase in the percentage of cover area but without significant differences. In conclusion...

Estimation of glycaemic index of peach palm (Bactris gasipaes) cooked fruits and chips, and pitahaya (Hylocereus spp.) pulp

Jiménez,Gin; Gómez,Georgina; Pérez,Ana M; Blanco-Metzler,Adriana
Fonte: Sociedad Latinoamericana de Nutrición Publicador: Sociedad Latinoamericana de Nutrición
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2012 EN
Relevância na Pesquisa
36.13%
The glycaemic index (GI) is a physiological measure of a food’s potential to increase postprandial blood glucose, as compared to the effect produced by food taken as reference, such as glucose or white bread. Currently researchers and consumers are interested in low GI foods, since their consumption is associated with better weight control and reduced risk of incidence of chronic diseases, like diabetes. In the present study, the GI value for peach palm cooked fruit, peach palm chips and pitahaya pulp was estimated. The methodology established by the FAO / WHO for determining the GI of food was used. A total of 12 healthy, non-smoking volunteers were selected and they ingested the fore mentioned foods on different occasions, in 25 g portions of available carbohydrates, after 12-14h overnight fast. Blood glucose levels were measured in 30 min intervals up to 120 min after ingestion. Average GI value was 48 ± 11 for the pitahaya pulp and 35 ± 6 for the peach palm cooked fruit, which may be classified as low glyceamic index foods. The GI of peach palm chips was 60 ± 7, corresponding to a food with a moderate GI. The processing for producing the chips caused an increase in the GI value when compared to the cooked fruit, probably because the stages of milling...