Página 1 dos resultados de 5132 itens digitais encontrados em 0.014 segundos

A valorização do património cultural

Vieira, Alexandra
Fonte: AGIR – Associação para a Investigação e Desenvolvimento Sócio-cultural. Publicador: AGIR – Associação para a Investigação e Desenvolvimento Sócio-cultural.
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
76.09%
Esta comunicação pretende contribuir para a compreensão e reconhecimento da importância do Património Cultural no mundo actual, não só como parte da nossa herança identitária, ou seja, um conjunto de elementos que interessa valorizar no presente e preservar para as gerações futuras, mas também como elementos a considerar nos planos de ordenamento do território ou em estratégias de maximização dos recurso de uma determinada região.

O património cultural no marketing dos lugares e no desenvolvimento dos territórios rurais: o concelho do Sabugal

Martins, Xavier Cameijo
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.37%
Ao longo dos tempos, a ideologia e a conceção em torno do património cultural foi evoluindo, tornando-se numa área de conhecimento e de intervenção cada vez mais relevante. O património cultural apresenta uma relação direta com o tempo e com o espaço e por isso o seu estudo é cada vez mais interdisciplinar. Por um lado, esse legado é o reflexo da ocupação e vivência do homem sobre o território no passado e por isso é importante para a compreensão das sociedades e da cultura num determinado momento da história. Mas o património não pode ser visto exclusivamente como memória e passado, uma vez que a sua importância se mantem, na medida em que, o património está constantemente a (re)construir-se. Atualmente, no futuro dos territórios, o património cultural é um recurso a partir do qual ainda muito se pode trabalhar e explorar. Ao nível dos lugares, todos podem beneficiar do seu património local através de uma cuidada gestão e programação cultural e com estratégias de marketing territorial. Particularmente para os espaços rurais, cada vez mais caracterizados pela baixa densidade populacional, o património cultural deixou de ser encarado como algo retrógrado que liga os territórios a um passado de pouco desenvolvimento e passou a ser uma espécie de “prancha de salvação” para muitos territórios que correm o risco de a qualquer momento se “afundarem” no abandono e no esquecimento. Mas de que serve aos territórios ter riqueza e património se não sabem comunicar a sua imagem? Este é o grande enfoque desta dissertação...

Políticas públicas para o patrimônio cultural na América Latina: a experiência brasileira e equatoriana e o papel do Banco Interamericano de Desenvolvimento; Public policies for the cultural heritage in Latin America: Brazilian and Ecuadorian experience and the role of the Inter-American Development Bank

Pozzer, Marcio Rogerio Olivato
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/04/2011 PT
Relevância na Pesquisa
66.38%
As reformas orientadas para o mercado realizadas no Brasil e no Equador a partir da década de 1980 e de 1990 diminuíram os gastos públicos e os recursos humanos das organizações nacionais de patrimônio cultural. Para suprir a demanda por tais recursos, surgiu, na arena política do patrimônio cultural, o agente financeiro internacional. Nesse contexto, esta dissertação busca compreender a relação de poder e as formas como são feitas as escolhas políticas entre os órgãos de patrimônio nacionais e a instituição multilateral que financia diversas políticas públicas culturais. Para tanto, partiu-se da experiência de dois países latino-americanos, o Brasil e o Equador, analisando em que medida os órgãos nacionais desobrigaram-se da realização das políticas públicas para o setor, sofrendo ingerência dos organismos financeiros internacionais. Estabeleceu-se como objeto de estudo três organizações o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), no Brasil, e o Instituto Nacional de Patrimonio Cultural (Instituto de Patrimônio Cultural) (INPC), no Equador e recorreu-se à pesquisa bibliográfica, documental e de campo, bem como a entrevistas com gestores dos órgãos estudados. Confirmou-se a hipótese de que o processo de enfraquecimento das instituições nacionais de patrimônio cultural contribuiu decisivamente para que se retirasse...

Patrimônio cultural do Rio Grande do Sul : a atribuição de valores a uma memória coletiva edificada para o Estado

Zamin, Frinéia
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
76.31%
A presente Dissertação trata sobre o Patrimônio Cultural do Rio Grande do Sul tombado no nível estadual. O foco de análise na pesquisa desenvolvida é a atribuição de valores para que um determinado bem da cultura material seja alçado à condição de patrimônio cultural. A atribuição de valor para que um objeto, móvel ou imóvel, seja consagrado como patrimônio cultural requer embasamentos estéticos, e/ou históricos, e/ou antropológicos capazes de dar-lhe legitimidade. Nesse sentido, procurou-se elucidar e compreender a forma como os agentes da instituição responsável pela gestão do patrimônio cultural do Estado – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado – IPHAE atribuíram valores aos 86 bens inscritos no Livro Tombo Histórico para dar-lhes legitimidade enquanto elementos materiais representativos da cultura do Estado.; The present study deals with the cultural heritage of the state Rio Grande do Sul which is protected at state level. In the developed research, the analysis focus is the attribution of value so that a certain property of material culture is elevated to the condition of cultural heritage. The attribution of value to an object, be it mobile or a real estate, so that it is consecrated as cultural heritage...

“Património cultural y riesgos socioculturales”, em Anuario Etnológico de Andalucía 2002-2003, pp. 419-432. ISSN: 84-8266-605-3.

Pereiro, Xerardo
Fonte: JUNTA DE ANDALUCÍA - INSTITUTO ANDALUZ DE PATRIMONIO HISTÓRICO Publicador: JUNTA DE ANDALUCÍA - INSTITUTO ANDALUZ DE PATRIMONIO HISTÓRICO
Tipo: Artigo de Revista Científica
SPA
Relevância na Pesquisa
76.09%
Antropologia aplicada ao estudo dos riscos socioculturais com ênfase num caso de estudo sobre património cultural e riscos percebidos pela construção de barragens

El patrimonio etnológico: un patrimonio cultural sin régimen jurídico

Alegre Avila, Juan Manuel
Fonte: Instituto Andaluz del Patrimonio Histórico Publicador: Instituto Andaluz del Patrimonio Histórico
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; publishedVersion
SPA
Relevância na Pesquisa
76.23%
En el siguiente artículo se realiza un recuento de la normativa estatal, autonómica e internacional sobre el tratamiento que se da en los diferentes textos legales al patrimonio etnográfico o etnológico e industrial, en especial al de carácter inmaterial. El autor describe, a través de una recorrido exhaustivo por la legislación autonómica, cómo las comunidades no han introducido novedades sustanciales en el esquema de protección descrito por la Ley de patrimonio histórico español, que se articula en dos vectores: por una parte la remisión, en punto a la protección y tutela de los de carácter etnográfico, al régimen general establecido en aquella para los bienes, en tanto que cosas en sentido civil, muebles e inmuebles; y, por otra, la documentación de los conocimientos y actividades de índole etnográfico. Sí ha encontrado eco este tipo de patrimonio en los textos internacionales. La Convención para la Salvaguarda del patrimonio Cultural Inmaterial, suscrita en 2003, y ratificada por España en 2006, en vigor a día de hoy, también será motivo de estudio en el texto que se presenta a continuación.

Los nuevos planteamientos de la gesti??n del patrimonio cultural en el ??mbito urbano: planes estrat??gicos y distritos culturales

Mart??nez Y????ez, Celia
Fonte: Revista Electr??nica de Patrimonio Hist??rico Publicador: Revista Electr??nica de Patrimonio Hist??rico
Tipo: Artigo de Revista Científica
SPA
Relevância na Pesquisa
76.29%
En la ??ltima d??cada la gesti??n del patrimonio cultural ha asumido nuevos desaf??os y objetivos relacionados especialmente con su aprovechamiento productivo, su uso como imagen de marca de la ciudad y el territorio y su interrelaci??n con otros sectores de la cultura, que deben ser contemplados de forma conjunta. El art??culo expone estos nuevos objetivos y c??mo afectan a la tutela del patrimonio centr??ndose especialmente en el caso de la gesti??n cultural de las ciudades y poniendo como ejemplos representativos el tratamiento y caracterizaci??n del patrimonio en dos novedosas herramientas de gesti??n: la planificaci??n estrat??gica y los distritos culturales que han puesto en marcha diversas ciudades espa??olas y europeas; In the last decade the management of cultural heritage has assumed new challenges and objectives that need to be studied as a whole. These changes are specially related to the economic exploitation of heritage, its use as symbolic and public image of the city and the territory, and its interrelation with other cultural dimensions. This article exposes these new objectives and challenges, and the impact that they have in the protection and characterization of cultural heritage, giving as an example two of the latest models of cultural management and cultural heritage management that many Spanish and European cities have adopted: strategic planning and cultural districts

Realidad aumentada y Patrimonio Cultural: nuevas perspectivas para el conocimiento y la difusi??n del objeto cultural

Ruiz Torres, David
Fonte: e-rph: Revista Electr??nica de Patrimonio Hist??rico Publicador: e-rph: Revista Electr??nica de Patrimonio Hist??rico
Tipo: Artigo de Revista Científica
SPA
Relevância na Pesquisa
76.2%
El avance en las investigaciones sobre nuevas tecnolog??as aplicadas al campo patrimonial ha tenido una gran acogida permitiendo obtener mejores resultados en lo que se refiere al conocimiento y difusi??n de los contenidos culturales. La Realidad Aumentada se ha incorporado recientemente y con gran aceptaci??n como una herramienta capaz de ofrecer resultados satisfactorios en el Patrimonio Cultural por su car??cter altamente did??ctico y por su capacidad de combinar el mundo real con el mundo virtual creando entornos aumentados de gran realismo para el usuario.; Recent advances in investigations about new technologies applied to the heritage field have been highly successful, achieving better results for the knowledge and dissemination of cultural contents. Augmented Reality has been integrated like a useful and important tool for Cultural Heritage knowledge by its capacity to combine the real and the virtual world, creating augmented and realistic environments for the user.

La protecci??n del patrimonio cultural: ordenaci??n del territorio y gesti??n del patrimonio en la Alpujarra media granadina

Santiago P??rez, Irene; Velasco Garc??a, Laura; Amaya Corchuelo, Santiago
Fonte: e-rph: Revista Electr??nica de Patrimonio Hist??rico Publicador: e-rph: Revista Electr??nica de Patrimonio Hist??rico
Tipo: Artigo de Revista Científica
SPA
Relevância na Pesquisa
76.28%
Algunas de las acciones de tutela sobre el patrimonio cultural por parte de la administraci??n p??blica ponen de manifiesto el cambio en la orientaci??n sobre su pol??tica de protecci??n acorde a los nuevos enunciados de organismos internacionales que consideran al patrimonio, a diferencia del antiguo enfoque, mucho m??s amplio y abierto. Se ve claramente en el caso que analizamos, el del Sitio Hist??rico de La Alpujarra Media Granadina, donde desde una visi??n territorial se han incluido elementos distintos y relevantes para las culturas locales. Para el trabajo de documentaci??n, la administraci??n contrat?? a una empresa con amplia experiencia y orientaci??n t??cnica multidisciplinar, Gesti??n y Valorizaci??n del Patrimonio Cultural S.L.; Some tutelary actions of the public administration on the management of the Cultural Heritage make clear the changes in perspective on its protection policy, according to the new ideas from international organisations that consider Cultural Heritage, contrary to the old approach, a much wider and open concept. This is clearly seen in the case we are going to analyse, the Historical Site of La Alpujarra Media Granadina (Andaluc??a-Spain). From a territorial point of view, this Historical Site includes a wide range of different and relevant elements for the local culture. The Regional Administration for Culture recruited a company with great experience and multidisciplinar techniques...

Política urbana brasileira: análise a partir da gestão democrática e da participação local para proteção do patrimônio cultural

Schneider, Giselda Siqueira da Silva
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.39%
A Constituição Federal Brasileira em seu artigo 216 previu o instituto do patrimônio cultural. Tal expressão foi utilizada no texto constitucional de maneira ampla, englobando a riqueza, o patrimônio moral, cultural e intelectual. O conceito de patrimônio cultural na concepção contemporânea está associado à construção social, onde os indivíduos são agregados em torno de um sentimento comum e identitário. Da mesma forma, a tutela do patrimônio cultural o integra ao meio ambiente, considerado direito de terceira geração, transindividual, difuso, consoante o art. 5º, inciso LXXIII da Carta Maior. A proteção ao patrimônio cultural decorre do dever e do direito que as gerações presentes e futuras têm de conhecer sua história. E nesse sentido, cabe ao Município a atribuição de fiscalização, devendo tomar as medidas indispensáveis à proteção do patrimônio local. O poder público municipal detém as condições favoráveis para conhecer e eleger as políticas e diretrizes para ocupação dos espaços públicos. Ao município cabe editar normas próprias referentes ao uso e a ocupação dos espaços públicos em observância à preservação do patrimônio cultural, tal como o Plano Diretor, entre outras leis. O planejamento urbanístico é a melhor forma para elaboração de ações à proteção do patrimônio cultural. No Brasil não existe uma lei específica para tutela do patrimônio cultural. Mas...

La fragilidad del componente inmaterial del patrimonio cultural. Evolución, amenazas y propuestas de salvaguarda; La fragilidad del componente inmaterial del patrimonio cultural. Evolución, amenazas y propuestas de salvaguarda; La fragilidad del componente inmaterial del patrimonio cultural. Evolución, amenazas y propuestas de salvaguarda

Sicilia Moreno, David
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigos; Pesquisa acadêmica; ; Formato: application/pdf
Publicado em 17/06/2011 POR
Relevância na Pesquisa
66.37%
The development from Historical-artistic heritage to Cultural heritage led to the acceptance of the Intangible Cultural Heritage. However, the separation of the tangible and intangible cultural heritage is having an adverse effect on the latter, due to its enormous fragility at present. So as it can be preserved, it is essential to increase the Intangible Cultural Heritage protection policies and regulations.DOI: 10.5841/extraprensa.v1i8.271 ; La evolución de patrimonio histórico-artístico a patrimonio cultural trajo consigo la aceptación de la parte intangible de los bienes culturales. Sin embargo, la tendencia a separar patrimonio material de inmaterial termina por perjudicar al segundo, cuya fragilidad es enorme frente al contexto actual. Una ampliación de las políticas de protección administrativa y jurídica del componente inmaterial del patrimonio cultural es indispensable para su preservación.  DOI: 10.5841/extraprensa.v1i8.271 ; A evolução de patrimônio histórico artístico a patrimônio cultural implicou a aceitação da parte intangível dos bens culturais. Porém, a tendência a separar patrimônio material de imaterial termina por prejudicar ao segundo deles, cuja fragilidade é enorme frente ao contexto atual. Uma ampliação das políticas de proteção administrativa e jurídica do componente imaterial do patrimônio cultural é indispensável para sua preservaçãoDOI: 10.5841/extraprensa.v1i8.271

Políticas públicas de patrimônio cultural na América Latina: o caso equatoriano; Public Policies of Cultural Heritage in Latin America: the case of Ecuador

Pozzer, Márcio Rogério Olivato
Fonte: Centro de Preservação Cultural. Pró-Reitoria de Cultura e Extensão - USP. Publicador: Centro de Preservação Cultural. Pró-Reitoria de Cultura e Extensão - USP.
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Avaliado pelos pares Formato: application/pdf
Publicado em 11/10/2013 POR
Relevância na Pesquisa
76.35%
O artigo faz uma breve análise das políticas públicas de patrimônio cultural no Equador e especialmente em Quito, sua capital, em meio à conjuntura política e econômica das últimas décadas. Naquele país, o órgão nacional responsável pelos tombamentos e pelos registros de patrimônio cultural, bem como por parte importante da política nacional do setor é formada pelo Instituto Nacional de Patrimônio Cultural, o INPC. Apesar de as políticas públicas de patrimônio cultural serem centralizadas, há uma experiência de descentralização dos recursos aqui apresentada: o Fundo de Salvamento do Patrimônio Cultural, o Fonsal. Soma-se a este artigo, uma análise preliminar da recente criação de um Ministério Coordenador do Patrimônio, que deu novo protagonismo e impulso ao INPC.; This article aims to make a brief analysis of public policies on cultural heritage, especially in Ecuador in Quito, the capital, having focus on political and economic conditions in the last decades. In that country, the national body responsible for overturning and to register the cultural-heritage records, as well as an important part of national policy for the sector, is the National Institute of Cultural Heritage, the INPC. Despite the public policy of cultural heritage are centralized...

O inventário como instrumento de preservação do patrimônio cultural: adequações e usos (des) caracterizadores de seu fim.; The inventory as a tool for cultural heritage preservation: adaptations and uses (un) characterizing its purpose.

Campos, Yussef Daibert Salomão de
Fonte: Centro de Preservação Cultural. Pró-Reitoria de Cultura e Extensão - USP. Publicador: Centro de Preservação Cultural. Pró-Reitoria de Cultura e Extensão - USP.
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Avaliado pelos pares Formato: application/pdf
Publicado em 11/10/2013 POR
Relevância na Pesquisa
76.23%
O patrimônio cultural é alvo de diversos instrumentos jurídicos que buscam sua preservação e promoção. Além da desapropriação, vigilância, registro, apresentam-se o tombamento e o inventário como ferramentas comumente utilizadas para atingir esses fins, além de outras formas de acautelamento. Porém, o inventário não possui uma regulamentação infraconstitucional federal como os demais dispositivos. Para tanto, municípios e estados buscam suprimir tal lacuna, exercendos seus respectivos poderes de legislar. Contudo, tem sido atribuido ao inventário efeitos típicos e restritos ao tombamento. Este artigo pretende apresentar esta celeuma, bem como expor posições distintas do inventário como utensílio jurídico, de conhecimento e/ou de preservação, de patrimônio cultural no Brasil.; Cultural heritage is the subject of several legal instruments that seek its preservation and promotion. Beyond expropriation, monitoring, logging, we present the inventory and the declaration of cultural interest as tools commonly used to achieve these ends, and other forms of precaution. However, the inventory does not have an infra federal regulations as other devices. Therefore, states and municipalities seek to suppress such a gap...

Cultura e patrimônio cultural na Constituição da República de 1988: a autonomia dos direitos culturais; Culture and cultural heritage in the Constitution of the Republic of 1988: the autonomy of cultural rights

Costa, Rodrigo Vieira
Fonte: Centro de Preservação Cultural. Pró-Reitoria de Cultura e Extensão - USP. Publicador: Centro de Preservação Cultural. Pró-Reitoria de Cultura e Extensão - USP.
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Avaliado pelos pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/10/2008 POR
Relevância na Pesquisa
76.2%
Este artigo analisa a definição de cultura e patrimônio cultural sob a ótica do novo ramo autônomo da ciência jurídica denominado Direitos Culturais. Buscou- se, através de pesquisa bibliográfica, descritiva e exploratória, bem como de levantamento da legislação cultural vigente, delimitar o raio de atuação estatal na proteção jurídica dos bens culturais e a eficácia dos dispositivos referentes aos direitos relativos a essa seara na Constituição de 1988. Além disso, sistematizou- se a distribuição de competências do federalismo brasileiro na salvaguarda da cultura com o intuito de demonstrar a necessidade de cooperação mútua entre os entes federados decorrente da atual ordem constitucional.; This article analyzes the definition of culture and cultural heritage under the vision of new independent branch of Law called Cultural Rights. It was intended - through bibliographical, descriptive and exploratory researches, as well as of survey of the effective cultural legislation - to find limits of state performance in the legal protection of cultural heritage and the effectiveness of referring devices connected to these rights in the Constitution of 1988. Besides it was systemized the distribution of competences in the Brazilian federalism in safeguards of culture...

O registro como forma de proteção do patrimônio cultural imaterial; The registry as a sort of protection of the intangible cultural heritage

Telles, Mário Ferreira de Pragmácio
Fonte: Centro de Preservação Cultural. Pró-Reitoria de Cultura e Extensão - USP. Publicador: Centro de Preservação Cultural. Pró-Reitoria de Cultura e Extensão - USP.
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Avaliado pelos pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/10/2007 POR
Relevância na Pesquisa
76.17%
This paper analyses the institute of the registry and also tries to diagnose the efficacy of this instrument of protection of the intangible cultural heritage.; Analisa- se, neste artigo, o instituto do registro, visando diagnosticar a eficácia desse instrumento de proteção do patrimônio cultural imaterial.

Educação e patrimônio cultural: uma encruzilhada nas políticas públicas de preservação; Education and cultural heritage: crossroads in public heritage policies

Siviero, Fernando Pascuotte
Fonte: Centro de Preservação Cultural. Pró-Reitoria de Cultura e Extensão - USP. Publicador: Centro de Preservação Cultural. Pró-Reitoria de Cultura e Extensão - USP.
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Avaliado pelos pares Formato: application/pdf
Publicado em 16/06/2015 POR
Relevância na Pesquisa
86.27%
This article presents a critical analysis of education in Iphan’s (Historical and Artistic National Heritage Institute) trajectory from 1937 to 2014. Educational activities were developed and offered since its founding, even though under diverse and heterogeneous conceptions, functions and forms through time. The study of the functions of education in national heritage policies will be pursued in order to comprehend how the State used to understand and relate with society to protect cultural assets. Heritage education emerged in the mid-1980s as a pedagogical methodology focused on monuments and museographic objects. Today, it is possible to observe a dialogical, transversal and collective conception of heritage education emerging, one that intents to bring the cultural heritage field closer to society. Therefore, it is necessary to know this trajectory so we can follow in a discerning way how IPHAN practices education and so we can strengthen cultural heritage as a political instrument and a social right.; Este artigo apresenta uma análise crítica da educação na trajetória do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) entre 1937 e 2014. Ações educativas estiveram presentes desde a sua fundação, embora sempre tivessem concepções...

A história da arquitetura brasileira e a preservação do patrimônio cultural; The Brazilian architecture history and the preservation of cultural heritage

Pinheiro, Maria Lucia Bressan
Fonte: Centro de Preservação Cultural. Pró-Reitoria de Cultura e Extensão - USP. Publicador: Centro de Preservação Cultural. Pró-Reitoria de Cultura e Extensão - USP.
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Avaliado pelos pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2006 POR
Relevância na Pesquisa
76.16%
The following paper approaches the emergence of a preservationist conscience in Brazil from a non- exploited point of view: the identification of the first, incipient studies about Brazilian colonial architecture, considered here as one of the earliest signs of concern about the preservation of our cultural heritage. From such an approach, the work of the French painter Jean Baptiste Debret - settled in Brazil as part of the 'French Artistic Mission' of 1816 - stands out as a reference for the first initiatives aiming at the development of a history of Brazilian architecture of an operational kind, related to the Neocolonial tendency of the 1920's. Two main radiating centers can be identified: one in São Paulo, based on the ideas of the Portuguese engineer Ricardo Severo; and one in Rio de Janeiro, grouped around José Mariano Filho. Besides corraborating the Eurocentrism typical of the Brazilian culture at the time, the study has pointed out other aspects that deserve further research, such as: the involvement of some of the most important members of the modernist group with Neocolonial initiatives; the short mandate of José Mariano Filho as Director of the National School of Fine Arts in Rio de Janeiro; and the instigating role played by the modernist poet Manuel Bandeira in the last years of the decade of 1920.; O presente trabalho procura enfocar o surgimento de uma consciência preservacionista no Brasil a partir de um ponto de vista pouco explorado: o mapeamento dos primeiros e incipientes estudos sobre a arquitetura brasileira...

O patrimônio cultural brasileiro em debate: a ação do Conselho Federal de Cultura (1967- 1975); The brazilian cultural heritage in debate: the action of Conselho Federal de Cultura (1967- 1975)

Maia, Tatyana de Amaral
Fonte: Centro de Preservação Cultural. Pró-Reitoria de Cultura e Extensão - USP. Publicador: Centro de Preservação Cultural. Pró-Reitoria de Cultura e Extensão - USP.
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Avaliado pelos pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2011 POR
Relevância na Pesquisa
76.27%
The Conselho Federal de Cultura, CFC, was the main organ responsible for the cultural policies between 1967 and 1975. The CFC was formed by twenty- four intellectuals with the objective of organizing the cultural sector and elaborating the original Plano Nacional de Cultura. Your cultural policies were organized for defense of brazilian cultural patrimony. The objective this article is investigate the action to CFC and your comprehension about patrimonial and national culture in the civil- military dictatorship.; O Conselho Federal de Cultura, CFC, foi o principal órgão responsável pelas políticas culturais entre 1967 e 1975. O CFC era formado por vinte e quatro intelectuais com o objetivo de organizar o setor cultural e elaborar o inédito Plano Nacional de Cultura. Suas principais políticas foram organizadas em favor da defesa do patrimônio cultural brasileiro. O objetivo deste artigo é investigar a ação do CFC e sua compreensão acerca do patrimônio e da cultura nacional na ditadura civil- militar.

O patrimônio cultural do ABC Paulista: horizontes possíveis nas políticas municipais de preservação; The cultural heritage of the ABC Paulista: possible horizons in municipal preservation policies

de Paiva, Marcelo Cardoso
Fonte: Centro de Preservação Cultural. Pró-Reitoria de Cultura e Extensão - USP. Publicador: Centro de Preservação Cultural. Pró-Reitoria de Cultura e Extensão - USP.
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Avaliado pelos pares Formato: application/pdf
Publicado em 07/10/2012 POR
Relevância na Pesquisa
76.16%
Esse artigo visa ressaltar a relevância das iniciativas locais de preservação do patrimônio cultural, sobretudo conselhos gestores municipais, sob a perspectiva das políticas públicas no Brasil tomando como estudo de caso a região do ABC Paulista.; This artcle aims to emphasize the relavance of local cultural heritage preservation initiatives, especially municipal councils, under the perspective of public policies in Brazil taking as a case study the ABC Paulista region.

Histórias sobre a região rural: memórias femininas e patrimônio cultural; Stories on country life: female memories and cultural legacy; Historias sobre la región rural: memorias femeninas y patrimonio cultural

Gomes da Silva, Janine; Universidade da Região de Joinville - UNIVILLE
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2009 POR
Relevância na Pesquisa
66.37%
http://dx.doi.org/10.5007/1807-1384.2009v6n2p30 Localizado no contexto dos estudos de gênero, memória e patrimônio cultural, o presente artigo apresenta algumas discussões sobre o cotidiano e a culinária de algumas estradas que compõe a região rural da cidade de Joinville, situada no nordeste do estado de Santa Catarina. Frente às novas preocupações com a preservação do patrimônio cultural, bem como, da relação entre turismo e cultura, nos cabe perguntar como diferentes moradoras/es vem (re)construindo significados sobre a cidade, espaço por excelência privilegiado para inscrever, cotidianamente, outras narrativas sobre patrimônio, “lugares de memória” e “maneiras de fazer”. Assim, procuramos problematizar a partir da metodologia da História Oral, especialmente a partir de memórias femininas, aspectos do patrimônio cultural da cidade de Joinville, contribuindo com a historiografia local e, principalmente, com diferentes reflexões sobre este patrimônio da região, em seu aspecto material e imaterial. Palavras-chave: Gênero; Memória; Patrimônio cultural.; This article derives its context from studies on genre, historical memory and cultural legacy as well. It discusses some data related to the daily way of life including kitchen matters...