Página 1 dos resultados de 833 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Análise da evolução e características de um Serviço de Anatomia Patológica Bucal durante o período de 37 anos. Checagem, revisão e atualização diagnóstica. ; ANALYSIS OF THE EVOLUTION AND FEATURES OF THE ANATOMY ORAL PATHOLOGY SERVICE FOR THIRTY SEVEN YEARS CHECKING, REVIEW AND DIAGNOSTIC ACTUALIZATION

Velloso, Tania Regina Grao
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/11/2001 PT
Relevância na Pesquisa
56.4%
Análise dos arquivos do Serviço de Anatomia Patológica da Faculdade de Odontologia de Bauru, Universidade de São Paulo, desde 1963 a 2000; para estudar sua evolução e características, promovendose uma revisão e atualização dos seus arquivos e métodos. Observou-se um aumento crescente e significativo da demanda dos serviços prestados, bem como um aperfeiçoamento destes. Realizou-se uma revisão de laudos, blocos e lâminas, avaliando-se a nomenclatura das lesões se condizente com a atual; o reconhecimento de entidades clínicas novas e os erros de diagnóstico. Discutiu-se as prováveis razões para as diferenças encontradas e concluiu-se da necessidade de atualização constante no trabalho em grupo, bem como do estímulo constante à análise crítica dos conceitos e critérios diagnósticos em todos os momentos da prática da patologia bucal como especialidade odontológica.; Analysis of archives of the Anatomy Pathology Service of Bauru Dental School, São Paulo University, since 1963-2000 to study the evolution and characteristics, promoting a re-examination and actualization of their archives and methods. It was observed a significative increment of demand in the lending Services, and an improvement of these. It was made a revision of the report copies...

Análise da Mudança de Paradigma do Ensino de Graduação em Patologia na Odontologia: Proposta de Ensino-Aprendizado a Distância Via Internet; Change of undergraduation teaching model applied to patology in dentistry: propose of distance teaching learning using the internet

Corrêa, Luciana
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/03/2001 PT
Relevância na Pesquisa
46.69%
O ensino a distância é uma modalidade recente de ensino-aprendizado, envolvendo tecnologias modernas de informação, dentre elas a Internet. Na área médico-odontológica, o ensino a distância tem sido empregado principalmente para cursos de educação continuada e de pós-graduação, cujos resultados acerca da relação custo/benefício e de graus de eficiência ainda estão para serem delineados. Para a graduação, existem poucos relatos citados na literatura referentes à aplicação do ensino a distância juntamente com a Internet. O objetivo deste trabalho foi analisar o efeito que a mudança de paradigma de ensino acarretou sobre os alunos dos cursos diurno e noturno do primeiro semestre de 2000, ao se aplicarem ?sites? de Patologia Geral e Patologia Bucal juntamente com o ensino presencial. Dentro dessa análise, priorizou-se a reflexão acerca do potencial interdisciplinar fornecido pela tecnologia dos hipertextos e seu efeito sobre o corpo discente e docente, bem como o estabelecimento de um protocolo de produção de material didático ?on line?. Para tanto, foram criados bancos de dados digitais para as duas disciplinas, os quais serviram como fonte de informações para a estruturação de três ?sites?: um relacionado à Patologia Bucal e dois à Patologia Geral. Esses ?sites? foram aplicados para os graduandos do primeiro semestre de 2000 que estavam cursando as disciplinas de Patologia Geral e Bucal...

Avaliação das alterações citopatológicas da mucosa bucal clinicamente normal exposta a carcinógenos

Bohrer, Paula Luce
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.43%
Inúmeros fatores estão relacionados ao desenvolvimento do câncer, no caso das neoplasias de boca, o tecido epitelial esta constantemente em contato com diversos carcinógenos. O objetivo deste estudo é avaliar as alterações citopatológicas de três sítios anatômicos da mucosa bucal normal com maior risco para o desenvolvimento do câncer de boca e expostas aos agentes carcinógenos presentes no fumo e no álcool. Foram considerados 3 sítios anatômicos de maior prevalência de câncer bucal. A amostra foi constituída de 68 indivíduos, sendo 21 do grupo controle, 28 do grupo fumo e 19 do grupo fumo/álcool. A avaliação qualitativa através da classificação de Papanicolaou, bem como o Sistema de Bethesda, 2001 Modificado não apresentaram sensibilidade suficiente para detectar alterações incipientes na mucosa bucal, nos sítios anatômicos estudados expostos ao fumo, ao álcool, ou ambos. Na avaliação do padrão de maturação celular, apesar da constatação de alteração na borda da língua de fumantes e no lábio inferior e assoalho de boca de indivíduos que fumam e consomem bebidas alcoólicas diariamente, a variação do padrão de maturação celular foi aleatória não sendo os resultados conclusivos para a detecção de alterações incipientes nos sítios anatômicos estudados da mucosa bucal normal de indivíduos expostos ao álcool e ao fumo. A técnica de micronúcleos foi capaz de detectar uma tendência no aumento de micronúcleos nos indivíduos expostos ao fumo e/ou álcool na mucosa bucal de todos os sítios anatômicos.

Estudos sobre a aplicabilidade da citopatologia no diagnóstico precoce do câncer bucal

Burzlaff, João Batista
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.43%
O câncer bucal é uma doença que afeta principalmente homens acima de 40 anos com hábito de fumar e beber. Em geral, esses pacientes têm o diagnóstico da enfermidade realizado tardiamente, acarretando tratamentos complexos, mutilantes e de alto custo tanto financeiro como social e de prognóstico sombrio a ponto do câncer bucal apresentar uma taxa de sobrevida em 5 anos inferior a 50%. O diagnóstico precoce representa uma alternativa importante para alterar esse panorama. Os recursos de que os profissionais da área da saúde, principalmente os cirurgiões-dentistas, dispõem são o diagnóstico clínico de lesões estabelecidas acompanhado da biópsia com exame histopatológico.Outra alternativa para o diagnóstico precoce dos carcinomas espinocelulares ocorre quando estes são precedidos de lesões cancerizáveis. Nas duas últimas décadas, a utilização da citopatologia como método de diagnóstico de danos celulares prévios ao aparecimento de lesões clínicas possibilitou sua utilização em mucosa bucal. Os estudos apresentados tratam especificamente desta aplicação clínica, abordando: a) os aspectos genéticos do câncer bucal; b) a correlação histocitopatológica de lesões cancerizáveis em câncer bucal e na mucosa normal exposta aos carcinógenos; c) a validação das amostras citopatológicas; d) a padronização da técnica de extração de DNA em células esfoliadas da mucosa bucal.; Oral cancer affects mainly men over 40 years who are exposed to tobacco and alcohol. These patients usually receive a late diagnosis...

Estudo das condições de saúde bucal e fatores sócioeconômico-culturais, comportamentais e microbiológicos de pacientes autistas

Pereira, Tatyana de Souza
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 146 f. : il. + 1 CD-ROM
POR
Relevância na Pesquisa
46.45%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Ciência Odontólogica - FOA; A assistência integral ao paciente autista visa proporcionar melhor qualidade de vida, dela fazendo parte o acompanhamento e tratamento odontológico. Assim, diante da escassez de informações sobre o perfil de saúde bucal destes pacientes e da dificuldade em atendê-los, o presente estudo avaliou as condições de saúde bucal de pacientes autistas bem como as características da microbiota, fatores sócio-econômicos, culturais e comportamentais. As características sócio-econômicas, culturais e comportamentais foram avaliadas através de um questionário especialmente preparado para este fim. A seguir, realizou-se a coleta dos espécimes clínicos do biofilme bucal para a caracterização da microbiota presente através de cultura e amplificação do DNA microbiano por PCR. As condições de saúde bucal foram analisadas através de exame clínico bucal, por meio da avaliação clínica da saúde gengival e dentária. Com relação à microbiota bucal, foi possível detectar, por meio de cultura, Actinobacillus actinomycetemcomitans, Porphyromonas gingivalis, Prevotella intermédia, Pseudomonas e Fusobacterium nucleatum. Já para a Reação em Cadeia da Polimerase (PCR)...

Desenvolvimento de um sistema de laudos histopatológicos baseado na plataforma microsoft .net 2.0

Gomes, Mário Augusto
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 136 p. : il. color
POR
Relevância na Pesquisa
46.6%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Biopatologia Bucal - ICT; O objetivo deste trabalho foi desenvolver um sistema informatizado de laudos histopatológicos baseado na plataforma .NET 2.0. Este software construído para o Sistema Operacional Microsoft Windows® utilizou a plataforma Microsoft Framework® 2.0 com a camada de resistência de dados Microsoft SQL Server® 2005. Outros recursos como Microsoft Report View® foram utilizados como ferramenta para geração de relatórios estatísticos, sócio-epidemiológicos e de gerenciamento do serviço de exames anatomopatológicos da Faculdade de Odontologia de São José dos Campos - UNESP. Para a realização deste software foram levantadas, na literatura, pesquisas nas áreas de Engenharia de Software, Patologia Bucal, Tecnologia da Informação e Comunicação em Saúde, Gestão em Serviços de Saúde, Sistema de Informação em Saúde, Diagnóstico Oral e Técnicas de Programação. O software desenvolvido teve a finalidade de suprir a demanda acadêmica na produção científica e aprimorar o serviço prestado à comunidade, além de constituir-se numa ferramenta pedagógica para os alunos da Pós-graduação em Biopatologia Bucal...

Levantamento das lesões de glândulas salivares diagnosticadas no laboratório de patologia bucal da Universidade Federal de Santa Catarina

Freitas, Maynara Schlickmann de
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 83 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.49%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciências da Saúde. Odontologia.; A prevalência de lesões em glândulas salivares varia consideravelmente em todo o mundo, em alguns relatos figurando entre os dez tipos mais frequentes de doenças que envolvem a região bucomaxilofacial. Entre as lesões mais prevalentes, encontram-se algumas de caráter reativo, e outras de origem neoplásica. Sendo indiscutível a importância do conhecimento, pelo cirurgião-dentista, do perfil clínico-epidemiológico dos pacientes acometidos por essas lesões, e considerando a relativamente recente implantação do Laboratório de Patologia Bucal na Universidade Federal de Santa Catarina (LPB-UFSC), o presente trabalho teve como objetivo levantar as lesões reativas e tumorais de glândulas salivares diagnosticadas no LPB-UFSC no período de setembro de 2006 a junho de 2013. Para tal, foram selecionados nos arquivos do LPB-UFSC os laudos histopatológicos cuja conclusão diagnóstica se encaixou no perfil estudado e coletados dados sociodemográficos dos pacientes, bem como dados clínicos da lesões. O total de lesões de glândula salivar no período foi de 86 casos, sendo a mais prevalente a mucocele, com 84,9% dos casos (n=73); este foi o único tipo de lesão reativa encontrado. Do total de lesões...

Carcinoma Epidermoide de Boca: levantamento dos casos diagnosticados pelo Laboratório de Patologia Bucal da Universidade Federal de Santa Catarina

Cardoso, Fabio
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 26 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.46%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciências da Saúde. Odontologia.; O Carcinoma Epidermoide é a principal neoplasia maligna que ocorre na boca. O objetivo deste estudo foi fazer o levantamento da casuística dos casos de Carcinoma Epidermóide de Boca (CEB) diagnosticados pelo Laboratório de Patologia Bucal da Universidade Federal de Santa Catarina (LPB-UFSC) desde sua fundação até dezembro de 2013, através de um estudo observacional longitudinal descritivo. Através de pesquisa aos laudos histopatológicos arquivados no LPB-UFSC, foram selecionados 74 casos de CEB dentro de um número total de 1.700 diagnósticos arquivados, representando 4.35% dos diagnósticos. A maioria dos casos se deu em homens (82.43%), entre a 5ª e 6ª décadas de vida, de etnia leucoderma (88.4%) e fumantes (85.91%). A associação entre fumo e álcool também foi expressiva (60.56%). Os locais mais comuns de desenvolvimento da lesão foram assoalho bucal (27.53%), língua (27.53%), lábio Inferior (18.84%), palato (10.14%), área retromolar (8.69%), mucosa jugal (8.69%) e mucosa alveolar (7.14%). A maioria das lesões diagnosticadas tinha um período de evolução entre 0-6 meses (70.48%). Em cerca de 40 casos foi possível se avaliar o estadiamento TNM das lesões. Em relação a estes casos os tamanhos T2 e T4 foram registrados em 30% dos casos...

Achados bucais e laboratoriais em pacientes com lúpus eritematoso sistêmico

Umbelino Júnior,Antonio Augusto; Cantisano,Marília Heffer; Klumb,Evandro Mendes; Dias,Eliane Pedra; Silva,Andréa Alice da
Fonte: Sociedade Brasileira de Patologia Clínica; Sociedade Brasileira de Patologia; Sociedade Brasileira de Citopatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Patologia Clínica; Sociedade Brasileira de Patologia; Sociedade Brasileira de Citopatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2010 PT
Relevância na Pesquisa
46.49%
INTRODUÇÃO: O lúpus eritematoso sistêmico (LES) é uma doença inflamatória crônica caracterizada por manifestações clínicas variadas. Os poucos trabalhos existentes na literatura relatam uma prevalência entre 6,5% e 21% de acometimento bucal. OBJETIVO: Investigar os achados bucais e laboratoriais em pacientes com LES. MATERIAL E MÉTODO: Foram analisados 155 pacientes com diagnóstico de LES, segundo critérios do American College of Rheumatology (ACR). O índice de dentes cariados, perdidos e obturados (CPO-D) foi registrado e avaliou-se a necessidade de tratamento periodontal por meio do índice periodontal comunitário (IPC). Foram realizados esfregaços e biópsias das lesões e bordas laterais de língua para exames citopatológicos. Exames laboratoriais foram correlacionados com os achados bucais destes pacientes. RESULTADOS: Dos 155 pacientes, 94,1% eram mulheres. Altos níveis de anticorpos circulantes (FAN-Hep2) foram observados em todos os pacientes, sendo 41,9% positivos para a pesquisa de anticorpos anti-DNA de fita dupla. O índice CPO-D médio correspondeu a 18,5 e de acordo com o IPC, 18% apresentaram bolsas periodontais de 4-5 mm e 5,9% de 6 mm ou mais. Foram biopsiadas oito lesões bucais, mas somente três casos foram considerados compatíveis com a indicação clínica de LES. Os principais sítios acometidos foram dorso de língua...

Lesões bucais em pacientes idosos: estudo retrospectivo de 838 casos diagnosticados e registrados no laboratório de patologia bucal da Universidade Federal de Uberlândia-MG-Brasil

Costa Junior, Gabriel Tadeu
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
46.56%
A população idosa mundial tem crescido em ritmo mais acelerado que qualquer outra faixa etária. Dentro desta perspectiva, grande interesse tem sido direcionado para a saúde da população idosa, que também tem sido focado no status de saúde bucal. Vale lembrar que a mucosa bucal apresenta funções protetoras essenciais que afetam significativamente a saúde geral do paciente. Com o avanço da idade a mucosa bucal se torna mais permeável a estímulos externos em função de declínio na capacidade renovadora de seu epitélio favorecendo maior exposição do indivíduo a variedade de agentes agressores que adentram a cavidade bucal, entre os quais álcool, fumo, medicamentos, deficiência nutricional, doenças crônicas, próteses e agentes infecciosos em geral. Contudo existe um número limitado de estudos, no mundo, relatando a prevalência de lesões na mucosa bucal dos pacientes idosos que tem sido, essencialmente, de natureza clínica. Estudos sobre lesões cujos diagnósticos têm sido necessariamente realizados por meio do exame histológico têm sido raramente relatados. O objetivo deste trabalho foi realizar um estudo epidemiológico retrospectivo das doenças bucais em idosos, baseado no levantamento dos casos diagnosticados no Laboratório de Patologia Bucal da Universidade Federal de Uberlândia no período compreendido entre 1978 e 2006. Para tanto...

Lesões bucais em pacientes pediátricos: estudo retrospectivo de 620 biópsias registradas no Laboratório de Patologia Bucal da Universidade Federal de Uberlândia-MG-Brasil

Moreira, Marília Rodrigues
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
66.49%
Na infância, especificamente, a prática odontológica tem se restringido aos cuidados com a preservação da dentição e dos tecidos periodontais, expressa basicamente pela prevenção e tratamento da cárie, doença periodontal e má-oclusão, deixando uma lacuna quanto ao diagnóstico e tratamento das lesões de tecidos moles e duros. Os estudos objetivando este conhecimento são esparsos, limitando-se àqueles de caráter epidemiológico de base populacional ou a descrição de casos clínicos isolados. O objetivo deste trabalho foi realizar um estudo epidemiológico retrospectivo das doenças bucais em idade pediátrica, baseado no levantamento dos casos diagnosticados no Laboratório de Patologia Bucal da Universidade Federal de Uberlândia no período compreendido entre 1978 e 2004. Para tanto, foram levantados neste período (27 anos) 7292 casos registrados nos arquivos do Laboratório. Deste total, 8,5% dos casos, correspondendo a 620 biópsias, satisfizeram os critérios da faixa etária limítrofe (0-14 anos) e de situarem-se nos tecidos bucais. Para sua classificação, foram utilizados os critérios de Happonen et al (1982) com pequenas modificações, agrupando-as em 10 categorias. Nossos resultados mostram que a maioria dos casos se concentrou no grupo mais velho...

Estudo da prevalência de arterioesclerose em biópsias de hiperplasia inflamatória da mucosa bucal

Soares Pinto, Tatiana Andrea; Rados, Pantelis Varvaki; Barbachan, Joao Jorge Diniz; Sant'Ana Filho, Manoel
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.55%
O termo hiperplasia está relacionado a proliferação do tecido conjuntivo que pode ser ocasionada por diversos fatores etiológicos. Dentre as varias hiperplasias ocasionadas por esses diferentes fatores, enfatizaremos aquelas causadas pelo uso de próteses dentárias mal adaptadas. A hiperplasia inflamatória caracteriza-se pela proliferação da mucosa bucal, devido a um aumento no ritmo de divisão celular com manutenção do seu padrão morfofuncional. A arteriosclerose é uma doença crônico-degenerativa que ocasiona um estado de inextensibilidade e enfraquecimento dos vasos pela presença de lipídios na túnica íntima. Ao considerarmos que o uso de próteses, assim como a arterioesclerose é comum em indivíduos acima dos 35-40 anos, buscou-se verificar a prevalência dessa patologia dos vasos sanguíneos em casos de hiperplasia inflamatória, visando a utilização dessas biópsias como um recurso adicional de diagnóstico da arteriosclerose. Para isso, foi realizado um levantamento dos casos de hiperplasia inflamatória da mucosa bucal, registrados no Laboratório de Patologia da FO-UFRGS nos últimos 5 anos. A partir da observação microscópica do material corado pela hematoxilina-eosina, verificou-se que dos 166 (100%) casos registrados...

Estudo epidemiológico das lesões ósseas diagnosticadas no Serviço de Patologia Bucal da PUCRS; Epidemiological study of bone lesions

Grandi, Gisela; Maito, Fabio LDM; Rados, Pantelis V; Sant'Ana-Filho, Manoel
Fonte: Universidade de Pernambuco (EDUPE) Publicador: Universidade de Pernambuco (EDUPE)
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.49%
Os estudos epidemiológicos fornecem informações ao clínico, facilitando o diagnóstico e dando condições de prevenir determinadas patologias. Este é um estudo epidemiológico das lesões ósseas diagnosticadas no Departamento de Patologia Bucal da Faculdade de Odontologia da PUCRS, durante um período de 29 anos, levando em conta gênero, idade e cor do paciente, além da localização anatômica da lesão. As doenças osteogênicas representaram 4,21% do total de diagnósticos, dentre as quais 23,07% eram neoplásicas e 76,92% não. A maioria dessas lesões ocorreu no gênero feminino, na cor branca, na mandíbula e em pacientes com média de 34,17 anos de idade.; Epidemiological studies provide information to the clinician that facilitates diagnosis and makes possible the prevention of certain pathological conditions. The purpose of this study was to conduct a retrospective analysis of microscopically diagnosed bone lesions in the jaws according to sex, race and anatomic site from 1972 to 2001 in the Department of Oral Pathology of the Catholic University of Rio Grande do Sul. Osteogenic bone lesions accounted for 4.21% of all diagnoses, of which 23.07% were neoplastic and 76.92% were not. Most of the lesions occurred in the mandible in white female patients with a mean age of 34.17 years.

Patologia e cirurgia oral em odontopediatria

Azevedo, Marina Sousa
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Formato: Caso clínico
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.46%
Revisar o conhecimento de patologia bucal, erupção dentária, características do sistema estomatognático na primeira infância e cirurgia bucal em odontopediatria; Ministério da Saúde

Pacientes remitidos por el Programa de Detección de Cáncer Bucal. Facultad de Estomatología de La Habana. 1999-2006

Miranda Tarragó,Josefa Dolores; Fernández Ramírez,Lourdes; García Heredia,Gilda L; Rodríguez Pérez,Irene; Trujillo Miranda,Eglys
Fonte: Revista Cubana de Estomatología Publicador: Revista Cubana de Estomatología
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2010 ES
Relevância na Pesquisa
46.46%
Nos propusimos caracterizar los pacientes remitidos por el Programa de Detección de Cáncer Bucal (PDCB) a la Clínica de Patología Bucal de la Facultad de Estomatología de febrero de 1999 a julio de 2006. Se realizó un estudio transversal, descriptivo, observacional de los pacientes inscritos en el registro de remitidos por el PDCB a la Clínica de Patología de la Facultad de Estomatología de La Habana. Se estudiaron 1 008 pacientes, el diagnóstico presuntivo y definitivomás mayormente representado fue el de otra lesión, con 33,7 % de presentación, seguido por la leucoplasia con 33,7 %. La coincidencia entre el diagnóstico presuntivo y el definitivo fue de 69,0 %, el carrillo estaba afectado en un 25,8 %. El carcinoma epidermoide representó un 85,0 % de las neoplasias malignas diagnosticadas. No hubo diferencias entre los sexos de los pacientes remitidos y el rango de edades más afectado fue el de 34 a 59 años de edad. La mitad de los pacientes remitidos tenían hábito de fumar, mucho más elevado en los pacientes con leucoplasia y neoplasias malignas. Las localizaciones anatómicas más afectadas por las lesiones motivo de remisión fueron carrillo, encía y paladar. El carcinoma epidermoide grado I y la etapa clínica I mostraron los mayores porcentajes.

Historia del Departamento de Patología de la Facultad de Estomatología de La Habana, en el período 1965-1972

Delgado Fernández,Rafael; Fernández Mirabal,Antonio; Urbizo Vélez,Joaquín
Fonte: Revista Cubana de Estomatología Publicador: Revista Cubana de Estomatología
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2012 ES
Relevância na Pesquisa
46.63%
El Departamento de Patología de la Facultad de Estomatología de la Universidad de Ciencias Médicas de La Habana, desde su creación, ha jugado un importante rol en la formación de profesionales de la estomatología. Su labor ha estado dirigida hacia la preparación científica - técnica y asistencial en las ciencias relacionadas con los medios de diagnóstico, incluyendo la Patología Bucal clínica. El objetivo de este trabajo es realizar un recuento histórico del desarrollo de este departamento, en una primera etapa, desde su creación en 1965 hasta 1972 y destacar los logros y hechos más importantes. Se consultaron libros y documentos relacionados con la historia del departamento, y se realizaron entrevistas a profesores fundadores y a otros con más de 30 años de desempeño en la institución. Dentro de sus principales aportes estuvieron la consolidación de un departamento que logró la integración de asignaturas que antes de su creación se impartían como cátedras independientes. Se pudo concluir que el Departamento de Patología, fundado el 10 de diciembre de 1965, consolidó una unidad docente-asistencial-investigativa con asignaturas relacionadas con los medios de diagnósticos, tales como la Anatomía Patológica...

Relación entre la hepatitis crónica vírica B y/o C y el liquen plano bucal

Micó Llorens,José María; Delgado Molina,Esther; Baliellas Comellas,Carmen; Berini Aytés,Leonardo; Gay Escoda,Cosme
Fonte: Medicina Oral, Patología Oral y Cirugía Bucal (Ed. impresa) Publicador: Medicina Oral, Patología Oral y Cirugía Bucal (Ed. impresa)
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/07/2004 SPA
Relevância na Pesquisa
46.69%
Introducción: La hepatopatía crónica es una patología producida, principalmente, por la ingesta alcohólica y por la infección de los virus de la hepatitis B y/o C. En los últimos años se ha discutido ampliamente la posible asociación entre la hepatopatía crónica y el liquen plano bucal. Recientemente, se ha especulado que la asociación entre liquen plano bucal y la enfermedad hepática tiene una base de origen vírica. Material y método: El objetivo de este estudio transversal emparejado es conocer si existe relación entre las hepatitis víricas B y/o C crónicas y el liquen plano bucal. Para ello, se seleccionaron dos grupos de 100 individuos cada uno: un grupo de casos, formado por pacientes infectados con el virus de la hepatitis B y/o C y un grupo control, equiparado en edad y sexo al grupo de casos, cuyos pacientes no padecían hepatopatía alguna. Se exploró la cavidad bucal, principalmente para detectar lesiones de liquen plano en ambos grupos, aunque se registró cualquier otra alteración de la mucosa bucal. Resultados: No se encontró ningún paciente del grupo de casos con liquen plano bucal, siendo cuatro los individuos que padecían esta patología en el grupo control. Conclusiones: En nuestro estudio no se halló ninguna asociación entre la infección por el virus de la hepatitis B y/o C y el liquen plano bucal.

Estudio del estado bucodental del paciente trasplantado hepático

Díaz Ortiz,María Luisa; Micó Llorens,José María; Gargallo Albiol,Jordi; Baliellas Comellas,Carmen; Berini Aytés,Leonardo; Gay Escoda,Cosme
Fonte: Medicina Oral, Patología Oral y Cirugía Bucal (Ed. impresa) Publicador: Medicina Oral, Patología Oral y Cirugía Bucal (Ed. impresa)
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/02/2005 SPA
Relevância na Pesquisa
46.58%
Desde que se realizó en España el primer trasplante hepático en el año 1984 los avances en la técnica quirúrgica y en los fármacos inmunosupresores empleados han producido un aumento en el número de pacientes trasplantados. El objetivo del presente estudio fue valorar el estado bucodental de los pacientes trasplantados hepáticos. Se realizó un estudio descriptivo transversal de una muestra de pacientes que habían sido sometidos a un trasplante hepático en el Hospital Príncipes de España de la Ciudad Sanitaria y Universitaria de Bellvitge (L’Hospitalet de Llobregat - Barcelona). Los datos recogidos fueron los de filiación, los de la historia médica general, los de la historia bucodental y los de la exploración intrabucal. En total fueron examinados 53 individuos, 28 hombres y 25 mujeres, con una edad media de 57,6 años. El tiempo medio del trasplante fue de 3 años y 9 meses. La causa más frecuente del trasplante hepático fue la cirrosis hepática por el virus de la hepatitis C (49,1%). Los inmunosupresores más utilizados fueron la ciclosporina y el tacrolimus. El índice CAOD de la muestra fue de 11,2. En cuanto a la patología periodontal, el 22% de los pacientes dentados presentaban agrandamiento gingival, la mitad de los dentados tenían recesiones gingivales y el 34% presentaban algún tipo de movilidad dentaria. A la exploración de la mucosa bucal...

Oral pathology in a group of Mexican patients with genetic diseases

Montoya Pérez,Luis A.; Arenas Sordo,María de la Luz; Hernández Zamora,Edgar; Aldape Barrios,Beatriz C.
Fonte: Medicina Oral, Patología Oral y Cirugía Bucal (Internet) Publicador: Medicina Oral, Patología Oral y Cirugía Bucal (Internet)
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/03/2007 ENG
Relevância na Pesquisa
56.67%
Dejando de lado la patología infecciosa y traumática, la gran mayoría de las patologías odontológicas, tienen una base genética, en algunas de ellas identificada, en otras no. Para los estomatólogos es de gran importancia conocer las características clínicas y el tipo de alteración que acompañan a los síndromes de etiología genética, para poder ofrecer a los pacientes un tratamiento apropiado y multidisciplinario. Objetivo: Búsqueda intencional y descripción de la patología bucal en pacientes con diversas enfermedades genéticas. Diseño del estudio: Se realizó un estudio observacional y descriptivo reuniendo a 62 pacientes de la consulta de Genética del Instituto Nacional de Rehabilitación durante 4 meses. Se tomaron en cuenta, además de las manifestaciones bucales y la enfermedad genética relacionada a las mismas, el sexo, la edad, la presencia o no de consanguinidad, y endogamia, así como la localización de la manifestación bucal. La mayoría de los pacientes que presentan patología genética no tienen tratamiento curativo, pero sí podrán realizarse otros tratamientos para mejorar su calidad de vida, entre estos se cuentan los diversos tratamientos odontológicos. Resultados: Los padecimientos diagnosticados con mayor frecuencia fueron neuropatías periféricas hereditarias...

Patología Bucal prevalente en niños excepcionales

Pirela de Manzano,M. Altagracia; Salazar V,Carmen Rosa; Manzano F,Moisés A
Fonte: Facultad de Odontología -UCV Publicador: Facultad de Odontología -UCV
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/1999 ES
Relevância na Pesquisa
66.66%
Este estudio estableció como propósitos, identificar la patología bucal prevalente en niños Síndrome de Down, Sordo-Mudo, Ciego, Autista y Paralítico Cerebral y la intervención de variables, tales como: administración de fármacos, consistencia de los alimentos, higiene bucal y extracción social, en la agudización del cuadro clínico bucal diagnosticado y aparición de enfermedades odontológicas no consideradas intrínsecas a las alteraciones mencionadas. Para obtener la información se seleccionó una muestra proporcional y representativa de la población de niños entre 3 y 14 años, atendidos en los Institutos de Educación Especial del Municipio Maracaibo, Estado Zulia, Venezuela y se utilizó en la recolección de datos la entrevista estructurada y la hoja de registro de datos clínicos. La entrevista se realizó a los padres y representantes y la hoja de registro recogió los referentes que permitieron diagnosticar el problema buco-dental de los niños examinados. Los datos agrupados se presentaron en gráficos y tablas de frecuencia para una o más variables y se aplicó el Test Chi Cuadrado para verificar el grado de aproximación entre las frecuencias teóricas y las frecuencias observadas: estableciéndose un nivel de significación = o < de 0.10...