Página 1 dos resultados de 4280 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Fertilidade do solo após cinco anos de pastagem temporária e de monocultura de milho

Aguiar, Peltier
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança Publicador: Instituto Politécnico de Bragança
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.09%
A rotação de culturas é um aspeto central na sustentabilidade da atividade agrícola. Permite diminuir os problemas fitossanitários e incrementar a fertilidade do solo, com redução de custos e impactes ambientais associados ao uso de pesticidas e fertilizantes. A introdução de pastagens na rotação potencia efeitos ecológicos positivos, sobretudo quando estas contemplam leguminosas. A utilização de leguminosas na rotação é a forma mais natural de promover a fertilidade do solo devido à fixação biológica de azoto. Este trabalho teve por objetivo avaliar a fertilidade do solo em duas folhas sujeitas a culturas diferentes na sequência de uma rotação. Uma das folhas teve uma pastagem durante cinco anos e a outra monocultura de milho. A experiência teve início no ano de mudança da rotação, isto é, quando a pastagem passou para a folha que vinha sendo cultivada com milho e vice-versa. A fertilidade do solo foi determinada a partir de um ensaio de campo em que se cultivou milho, em talhões envolvendo as duas folhas previamente cultivadas com pastagem e com milho em monocultura, um ensaio em vasos com cultivo de nabiça e centeio em solo proveniente das duas situações, colhido a duas profundidades, e através de diversas análises laboratoriais. No primeiro ano de ensaio (2012) a produção de matéria seca de milho foi significativamente mais elevada na folha que tinha tido pastagem (15...

Influência da transformação floresta - pastagem nos atributos do solo em área de agricultura familiar no oeste do Estado do Pará; Influence of forest-pasture transformation on soil attributes in family farm areas in the west county of Pará

Castilho, Selene Cristina de Pierri
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/07/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.02%
O crescente número de assentamentos na região Amazônica vem despertando discussões sobre sua importância no desmatamento da região, visto que a implantação dos assentamentos é sucedida pelo desmatamento e implantação de pastagens, modificando as condições químicas, físicas e biológicas do solo. O presente trabalho tem como hipóteses que 1 - a mudança de uso do solo de floresta para pastagem afeta negativamente os atributos físicos e químicos do solo; 2 - a mudança de uso do solo de floresta para pastagem reduz a abundância e diversidade da fauna do solo; 3 - As alterações nas condições físico-hídricas pela mudança de uso do solo condicionam a ocorrência de táxons da macrofauna e de espécies de minhocas. O objetivo deste trabalho é realizar análise qualitativa e quantitativa dos atributos físico-hídricos, químicos e da fauna do solo em dois usos do solo no Projeto de Assentamento Agroextrativista Praialta Piranheira, Nova Ipixuna, PA. Foram realizadas amostragens em duas topossequências (floresta e pastagem) nas posições topográficas de topo (T1), meia encosta (T2) e sopé (T3). As coletas foram realizadas em julho de 2012 (período seco) e janeiro e março de 2013 (período úmido), em cinco repetições para cada posição nas profundidades 0-0...

Energy supplementation for beef steers grazing tropical grass (Brachiaria brizantha, cv Marandu) managed under rotational system with different initial sward heights; Suplementação energética para bovinos mantidos em pastagem tropical (Brachiaria brizantha, cv Marandu) manejados em sistema de pastejo rotativo com diferentes alturas de entrada

Dorea, João Ricardo Rebouças
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 24/10/2014 EN
Relevância na Pesquisa
37.02%
Two trials were conducted simultaneously to evaluate the effects of energy supplementation for cattle grazing tropical pastures managed with different initial sward heights on DMI and ruminal fermentation of cattle grazing intensively managed tropical grass during the rainy season. Eight 24-month-old rumen-cannulated Nellore steers were used per trial (Trial 1: 300 kg BW ± 5.97, Trial 2: 343 kg BW ± 7.40) allocated in two 4x4 Latin squares. Treatments corresponded to 0 (mineral supplementation) and a 0.3 (0.3% of BW of ground corn as fed basis) combined with 2 pre-grazing sward heights (25 and 35 cm). The stubble height was 15 cm. In the second trial the level of supplementation was 0.6% BW of ground corn as fed basis. Steers were managed in 2 ha of Palisadegrass pasture (Brachiaria brizantha marandu). Pastures were fertilized with 120 kg nitrogen/ha and averaged 13.8 and 11.0% CP and 58.8 and 63.4% NDF, for 25 and 35 cm, respectively The forage and the diet DM and CP digestibility were greater (P<0.05) for 25 then for 35 cm grazing management. For both trials 1 and 2, cattle grazing the pastures with 25 cm initial sward height consumed more forage DMI, more total DMI and more energy (P<0.05) and at the same time steers spent less time grazing (P<0.05) and more time resting (P<0.05)...

Relações planta-animal em pastagem de milheto (Pennisetum americanum (L.) Leeke.) manejada em diferentes alturas com ovinos

Castro, Christian Roberto de Carvalho
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.02%
O experimento foi conduzido na EEA-UFRGS de 12/12/2000 a 19/03/2001, em pastagem de milheto (Pennisetum americanum (L.) Leeke) manejada em diferentes alturas. O delineamento foi o completamente casualizado com quatro tratamentos (10, 20, 30 e 40 cm de altura de manejo) e quatro repetições. Os animais “testers” foram 12 cordeiros inteiros por repetição, mantidos em pastejo contínuo com lotação variável. As alturas foram mensuradas através de uma régua (sward stick). Avaliou-se parâmetros de caracterização da pastagem, desempenho individual dos animais e ganho de peso vivo por área, bem como parâmetros da carcaça. O comportamento ingestivo foi determinado através do registro do tempo de pastejo, ruminação e descanso e a taxa de bocados de quatro cordeiros Ile de France por unidade experimental. As taxas de acúmulo de MS foram estimadas por gaiolas de exclusão. Amostras de 0,25 m2 foram cortadas para estimar a massa de forragem e seus respectivos componentes. As alturas de manejo da pastagem afetaram a sua produtividade, bem como a sua estrutura, o que influenciou diretamente o comportamento ingestivo e o desempenho dos animais. Os modelos de resposta indicaram que pode-se obter um ganho máximo de 609,3 kg de PV/ha manejando a pastagem na altura média de 29...

Recria de cordeiras em pastagem nativa melhorada, submetida à fertilização nitrogenada; Rearing of lambs in improved native pasture submitted to nitrogen fertilization

Carassai, Igor Justin
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.02%
O experimento foi desenvolvido em uma área de pastagem nativa melhorada na Estação Experimental Agronômica/UFRGS no verão-outono de 2005, com o objetivo de avaliar a dinâmica da pastagem e o desempenho de cordeiras para encarneiramento no outono. A pastagem foi adubada utilizandose 250 kg/ha de adubo mineral de fórmula 5-20-20 e fertilização nitrogenada. Os tratamentos foram três doses de nitrogênio (N) (zero, 100 e 200 kg/ha de N, na forma de uréia) fracionados em duas vezes - 70% e 30%, em 3 de fevereiro e 17 de março de 2005, respectivamente. O delineamento experimental utilizado foi de blocos completos casualizados com duas repetições. Utilizou-se lotação contínua com carga variável e uma oferta pretendida de 16% (16 kg MS/100kg peso vivo [PV]) utilizando-se cordeiras com idade e peso médios de 6 meses e 38,4 kg, respectivamente. As doses de nitrogênio aplicadas não contribuíram para a expressão de respostas mais intensas das variáveis produtivas da pastagem nativa, pois o déficit hídrico ocorrido durante o período experimental comprometeu negativamente as mesmas. A oferta de forragem verde apresentou interação dose e período (P<0,1), com melhor resposta dos tratamentos com adubação nitrogenada nos períodos finais...

Interface planta-animal em função da intensidade de aplicação de insumos em pastagem natural; Plant - animal interface in relation to the intensity of input’s application in natural grasslands

Elejalde, Denise Adelaide Gomes
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.06%
O trabalho foi conduzido na região da Campanha do RS, no município de Quaraí, com objetivo de avaliar a composição florística e bromatológica de pastagem natural submetida ou não à utilização de insumos, e os reflexos sobre o comportamento ingestivo e desempenho animal. Os tratamentos foram pastagem natural (PN), pastagem natural adubada (PNA) e melhorada com adubação + sobressemeadura de espécies hibernais (PNM). O delineamento experimental foi blocos ao acaso, com três repetições, sendo os dados submetidos à análise de variância considerando as estações do ano como medidas repetidas no tempo. Os dados florísticos foram submetidos à análise multivariada. Foram utilizados novilhos da raça Angus em fase de terminação. O estudo da vegetação revelou grande riqueza florística, representada por 264 espécies distribuídas em 161 gêneros e 48 famílias. As famílias mais ricas em contribuição de espécies foram Poaceae, Asteraceae e Cyperaceae com 48, 15 e 13 espécies, respectivamente. Entre as espécies com mais de 1% de valor de importância, 13 eram estivais e dez hibernais, demonstrando um grande equilíbrio entre essas. A maior digestibilidade da forragem dos tratamentos melhorados no inverno e primavera justificou-se pela contribuição em valor de importância nestas épocas...

Dinâmica da pastagem nativa submetida a regimes de distúrbios e sobressemeada com Eragrostis plana nees; Dynamics of native grassland submitted to disturbance regimes and sowed with Eragrostis plana nees

Baggio, Rodrigo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.11%
Objetivou-se com este trabalho determinar o efeito de regimes de distúrbio sobre os padrões espaciais de cobertura das espécies presentes nas pastagens naturais, atributos funcionais médios das comunidades e a resistência destas à invasão por Eragrostis plana Nees (capim-annoni). O experimento avaliado foi conduzido durante 6 anos (2004-2010), em Dom Pedrito, Rio Grande do Sul, Brasil, numa área de pastagem nativa sem a presença de E. plana. O solo é classificado como Chernossolo Argilúvico Órtico Vértico, unidade de mapeamento Ponche Verde. O delineamento experimental foi em parcelas subdivididas em blocos completos com três repetições. Nas parcelas foram alocados os seguintes tratamentos: a) três regimes de manejo da pastagem: 1) exclusão do pastejo; 2) regimes de pastejo rotativo mantendo a pastagem com resíduo 10cm; e 3) contínuo; e nas subparcelas: b) níveis iniciais de distúrbio: 1) pastagem inicialmente alta (±10 cm); 2) inicialmente baixa (±5 cm); e 3) inicialmente baixa (±5 cm) com escarificação do solo. A combinação dos dois fatores resultou em nove condições ambientais diferentes. Todas as subparcelas receberam duas semeaduras de 2 kg/ha de E. plana nos dois primeiros anos. Nas subparcelas com pastagem inicialmente baixa e inicialmente baixa escarificada também semeou-se Trifolium repens L (2 kg/ha)...

Matéria orgânica em neossolo de altitude : influência do manejo da pastagem na sua composição e teor; Soil organic matter in highland leptosols : influence of pasture management on composition and content

Potes, Mariana da Luz; Dick, Deborah Pinheiro; Dalmolin, Ricardo Simão Diniz; Knicker, Heike; Rosa, Alessandro Samuel
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.09%
A queima da pastagem após o inverno é uma prática antiga em solos de altitude, que visa principalmente ao rebrote da vegetação. Entretanto, o impacto do manejo da pastagem na matéria orgânica do solo de Neossolo de altitude ainda é pouco conhecido. O presente trabalho propôs-se a investigar a composição e o teor de matéria orgânica em perfis de Neossolo da região de São José dos Ausentes, RS, e relacionar os resultados com a ocorrência de queimadas e com o pastejo, empregando como comparação solo sob mata nativa. Os ambientes estudados foram: campo nativo pastejado (2 animais ha-1) sem queima há 22 anos, campo nativo pastejado sujeito à queima bienal (0,5 animal ha-1) e mata nativa adjacente à área de pastagem. Foram coletadas amostras compostas nas camadas de 0–5, 5– 10, 10–15 e 15–30 cm, sendo determinados os teores de óxidos de Fe (Fed e Feo), de C e de N e realizadas análises de espectroscopia de infravermelho e de termogravimetria. O ambiente alterado periodicamente pelo fogo apresentou maior teor de matéria orgânica em camadas subsuperficiais e, em geral, maior proporção de estruturas quimicamente mais lábeis, comparativamente à pastagem sem queima. Nesse ambiente, o menor teor de C foi atribuído ao pastejo mais intensivo do que o da pastagem alterada pelo fogo. A distribuição de C no ambiente de mata nativa assemelhou-se à de pastagem sem queima. No entanto...

Metodologia para avaliação da estabilidade espacial e temporal da concentração de fósforo no solo e da produtividade de uma pastagem sujeita a fertilização diferenciada

Serrano, João M.; Peça, José M.; Marques da Silva, José R.
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Aula
POR
Relevância na Pesquisa
37.02%
Este artigo descreve a metodologia que pode ser utilizada por um gestor agrícola para avaliar as tendências espacial e temporal do fósforo no solo e da produtividade da pastagem a partir de mapas com informação georeferenciada. Procedeu-se à análise dos dados de quatro anos (2004- 2007) referentes à concentração de fósforo no solo e à produtividade de uma pastagem com 6 ha. A parcela foi subdividida em quadrículas, procedendo-se à recolha de amostras georeferenciadas com GPS-RTK. Os dados de cada parâmetro foram combinados num mapa de gestão com cinco classes, com diferentes características e impacto diverso na condução da pastagem: -classe 1) valores superiores à média e estáveis (CV inferior a 15%); -classe 2) valores superiores à média e moderadamente estáveis (CV entre 15 e 25%); -classe 3) valores inferiores à média e estáveis (CV inferior a 15%); -classe 4) valores inferiores à média e moderadamente estáveis (CV entre 15 e 25%); -classe 5) valores instáveis (CV superior a 25%). Os resultados obtidos revelaram que a classe instável representa 83% e 93% da área total da parcela, respectivamente, na concentração de fósforo no solo e na produtividade da pastagem em termos de matéria seca. As implicações deste estudo levam a que a gestão de uma pastagem tenha que se basear nas condições do ano em curso. Estes resultados também justificam a realização de uma abordagem que permita avaliar a complexa dinâmica do fósforo em pastagens em condições Mediterrânicas.

Densidade populacional de raposa-do-campo Lycalopex vetulus (Carnivora, Canidae) em áreas de pastagem e campo sujo, Campinápolis, Mato Grosso, Brasil

Rocha,Ednaldo C.; Silva,Elias; Feio,Renato N.; Martins,Sebastião V.; Lessa,Gisele
Fonte: Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul Publicador: Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.06%
Diante da crescente descaracterização do Bioma Cerrado em função da expansão da fronteira agropecuária na região central do Brasil, torna-se importante avaliar a capacidade de adaptação das espécies ao ambiente antropizado. Neste sentido, este trabalho foi desenvolvido com o objetivo de estimar e comparar a densidade populacional da raposa-do-campo Lycalopex vetulus (Lund, 1842) em duas áreas com diferentes graus de alteração, pastagem e campo sujo, em Campinápolis, Mato Grosso. Para tanto, no período entre agosto a novembro de 2005, foram efetuados censos noturnos ao longo de transectos lineares, totalizando percursos de 129,8 km na área de campo sujo e 62,08 km na área de pastagem. Estimativas de densidade populacional foram geradas utilizando o programa Distance 5.0, sendo que o modelo e ajuste mais adequados aos dados foram half-normal + hermite. Foram obtidas 23 e 52 detecções de raposas-do-campo nas áreas de campo sujo e pastagem, respectivamente. A densidade populacional de raposa-do-campo na área de pastagem (D=4,28 indivíduos/km²; IC=2,69 - 6,82) foi maior que na área de campo sujo (D=1,21 indivíduos/km²; IC=0,73 - 2,01), fato que deve estar relacionado, principalmente, com a disponibilidade de alimento e redução de potenciais predadores. Por apresentar uma dieta composta principalmente de cupins...

AVALIAÇÃO DA DISPONIBILIDADE E DA QUALIDADE DE UMA PASTAGEM NATURAL

Rosito,Jumaida Maria; Denardin-Saldanha,Carmen Elizabeth; Uhde,Leonir Terezinha
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/1991 PT
Relevância na Pesquisa
37.09%
Este trabalho foi realizado numa área de pastagem natural de 1,5ha localizada no Campus da UFSM (Santa Maria, RS). Com o uso do Método Botanal, foram efetuados levantamentos nos meses de fevereiro, maio e outubro de 1985 e em maio de 1986. O objetivo do trabalho foi a determinação da disponibilidade total da pastagem (em kg MS/ha), a contribuição dos seus principais componentes para esta disponibilidade e a determinação da qualidade da pastagem através dos teores de PB, fibra detergente neutra (FDN) e lignina encontrados. Com relação aos componentes da pastagem, Paspalum notatum destacou-se pela sua contribuição, que se manteve praticamente constante nos quatro períodos de amostragem. Axonopus affinis evidenciou uma queda nos valores de contribuição para a MS no levantamento que se seguiu ao período de estiagem prolongada (maio/86), enquanto Setaria geniculata registrou um comportamento inverso, neste mesmo período. Entre as leguminosas, Desmodium incanum destacou-se por sua persistência, mesmo durante períodos desfavoráveis. Com relação à PB, nos meses de outubro de 1985 e maio de 1986, primavera e outono, respectivamente, a pastagem apresentou os maiores teores, ocorrendo o inverso com a FDN. Em outubro de 1985 (outono) a comunidade apresentou o menor teor de FDA...

Desempenho de pastagem nativa e pastagem sobre-semeada com forrageiras hibernais com e sem glifosato

Rizo,Luciana Melo; Moojen,Eduardo Londero; Quadros,Fernando Luiz Ferreira de; Côrrea,Francisco Leal; Fontoura Júnior,José Acélio
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2004 PT
Relevância na Pesquisa
37.06%
O experimento foi desenvolvido em Bagé-RS, visando avaliar a produção de matéria seca (MS), taxa de lotação (kg de PV ha-1), ganho de peso vivo por animal (GMD, kg an-1 dia-1) e ganho por hectare (GPV ha-1) em: T1-pastagem nativa (testemunha); T2-pastagem nativa sobre-semeada com azevém (Lolium multiflorum), trevo branco (Trifolium repens) e cornichão (Lotus corniculatus); T3- semelhante ao anterior, mais aplicação de glifosato; T4- semelhante ao anterior, porém com adubação dobrada. Foram utilizados novilhos Braford. O sistema de pastejo foi o contínuo com ajustes na lotação para manter um nível de oferta de forragem de 10% (10kg de MS 100kg PV-1 dia-1). Para a determinação da MS da pastagem, utilizou-se o método da dupla amostragem com uso de disco e para a determinação da taxa de acúmulo de MS, utilizou-se o método da gaiola de exclusão. As análises estatísticas foram feitas no programa SAS (1997). O delineamento experimental foi blocos inteiramente casualizados, tendo dois blocos e quatro tratamentos. A introdução de espécies hibernais em pastagem nativa com ou sem uso de glifosato contribuiu para aumentar a produtividade do campo nativo. A sobre-semeadura de espécies hibernais permitiu maior carga e ganho por animal e por área comparados com a pastagem nativa.

Recria de bezerros em pastagem de aveia e azevém utilizando suplementação energética com níveis de promotor de crescimento

Brustolin,Karen Döering; Quadros,Fernando Luíz Ferreira de; Viégas,Julio; Gabbi,Alexandre Mossati; Carlotto,Silvane Barcellos; Cardoso,Adriano Ramos; Fontoura,Priscila Guilhermano; Piuco,Marcos André
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2005 PT
Relevância na Pesquisa
37.13%
O presente trabalho teve como objetivo avaliar a produção animal em pastagem de aveia (Avena strigosa Schreb) e azevém (Lolium multiflorum Lam.), recebendo ou não suplementação, com e sem promotor de crescimento. O experimento foi conduzido no Setor de Bovinocultura de Leite do Departamento de Zootecnia da UFSM, no período de abril a setembro de 2003. Os animais utilizados foram bezerros machos desaleitados, da raça Holandês com idade média inicial de 3 meses e peso médio inicial de 88,7kg. Estes animais foram submetidos a pastejo contínuo com lotação fixa (carga média de 1.479kg de Peso Vivo por hectare (PV ha-1)) em pastagem de aveia e azevém recebendo ou não suplementação, com e sem um promotor de crescimento natural à base de óleos essenciais extraídos de plantas. Os tratamentos foram: S-0% = pastagem sem suplementação; S-1% = pastagem + 1% do peso vivo (PV) em matéria seca (MS) do suplemento ao dia; S-1% PC250 = pastagem + 1% do PV em MS do suplemento ao dia (com 250g de promotor de crescimento por tonelada de suplemento); S-1% PC500 = pastagem + 1% do PV em MS do suplemento ao dia (com 500g de promotor de crescimento por tonelada de suplemento). O delineamento experimental utilizado foi o de um quadrado latino 4x4...

Carbono e nitrogênio em solo de uma cronossequência de floresta tropical - pastagem de Paragominas

Bernoux,Martial; Feigl,Brigitte Josefine; Cerri,Carlos Clemente; Geraldes,Ana Paula de Arauda; Fernandes,Silvana Aparecida Pavan
Fonte: São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" Publicador: São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/1999 PT
Relevância na Pesquisa
37.02%
Amostras de terra de áreas desmatadas há 4, 10 e 15 anos e utilizadas como pastagem e uma floresta nativa na região de Paragominas-PA, foram analisadas quanto à constituição isotópica e teor de carbono (C) e nitrogênio (N) com o objetivo de quantificar os estoques de C e N e as alterações devidas a mudanças do uso da terra. O conteúdo de C e N aumentaram ao longo do tempo de uso do solo como pastagem. Após 4 e 15 anos de cultivo o conteúdo de C aumentou 0,28 e 0,86 kg.m-2 na camada superficial 0-30 cm do solo; a pastagem de 10 anos ficou estável (diminuição de 0,02 kg.m-2) em relação à mata natural para a camada 0-30 cm, mas diminuiu de 0,15 na camada 0-10 cm. Na camada superficial 0-30 cm, a matéria orgânica da área sob mata natural é composta por 2,6 kg.m-2 de C estável e 2,1 kg.m-2 de C biodegradável, sendo que após 10 e 15 anos de pastagem o C biodegradável representou 1,3 e 1,0 kg.m-2, correspondendo a 27,7% e 21,3% do C original da floresta e o carbono estável representou 2,6 kg.m-2. Pode-se supor que os processos biológicos do solo ficam quase exclusivamente na dependência do C introduzido pela pastagem, uma vez que metade do estoque do C está na forma estável e que o C biodegradável remanescente da floresta mineraliza rapidamente.

Análise espacial de atributos do solo e cobertura vegetal em diferentes condições de pastagem

Neves Neto,Durval N.; Santos,Antonio C. dos; Santos,Perlon M.; Melo,Jonahtan C.; Santos,Josemara S.
Fonte: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG Publicador: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.09%
As áreas destinadas à pecuária têm-se expandido sobre áreas de vegetação nativa promovendo transformações na qualidade do solo. O objetivo foi avaliar os atributos de um Neossolo Quartzarênico sob diferentes coberturas vegetais para saber se a degradação do pasto representa a degradação do solo. As áreas avaliadas foram: floresta nativa; capoeira; pastagem sem controle de lotação animal; pastagem em pousio; pastagem com invasoras; pastagem degradada com solo descoberto e invasoras, pastagem degradada com invasoras e espécies arbóreas e pastagem com baixa produção de forragem. Todas as pastagens eram formadas pela gramínea Brachiaria brizantha cv. Marandu. Realizaram-se 128 amostras de solo nas profundidades de 0-5 e 5-10 cm, dentro de cada área de manejo considerada como parcela experimental e a cobertura do solo foi quantificada. Foram mensuradas propriedades químicas e físicas do solo. Os dados foram submetidos a estudo geoestatístico. Foram constatados aumento na resistência mecânica à penetração e diminuição nos teores de matéria orgânica nas áreas mais degradadas. Pasto degradado não representa necessariamente solo degradado enquanto solo degradado está relacionado a pastagem degrada.

Avaliação de pastagem diferida de Brachiaria decumbens Stapf. 2. Disponibilidade de forragem e desempenho animal durante a seca

Santos,Eduardo Destéfani Guimarães; Paulino,Mário Fonseca; Queiroz,Domingos Sávio; Fonseca,Dilermando Miranda da; Valadares Filho,Sebastião de Campos; Lana,Rogério de Paula
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2004 PT
Relevância na Pesquisa
37.06%
Verificaram-se as disponibilidades de forragem total, forragem verde e morta e dos componentes folha verde, caule verde, folha seca e caule seco em pastagem diferida de Brachiaria decumbens. A pastagem foi vedada à entrada dos animais de dezembro de 1996 a junho de 1997 e avaliada, sob pastejo contínuo, durante a estação seca, nos meses de julho a outubro de 1997. Também foram estudadas correlações entre características do relvado e ganho de peso de tourinhos Limousin-Nelore com 19 meses e 374 kg de peso. O diferimento da pastagem de Brachiaria decumbens proporcionou disponibilidade média de forragem (DMST) de 7.568, forragem verde (DMSV) de 3.834 e morta (DMSM) de 3.734 kg de matéria seca (MS)/ha em julho, antes do período de pastejo. A utilização contínua da pastagem diferida durante o período seco, com lotação animal de 0,75 UA/ha, não afetou a DMST, média de 7.902, e DMSM, média de 4.637 kg/ha, mas afetou a DMSV e a disponibilidade de folhas verdes (DMSFV). A DMSV e a DMSFV apresentaram taxas crescentes em julho e outubro e diminuíram a taxas crescentes em agosto e setembro. No final de setembro, as pastagens apresentaram a menor DMSV, 2.540 kg/ha. A DMSFV e a proporção de folhas verdes no relvado foram maiores no início de agosto...

Produção de gado de corte e de pastagem de aveia em sistema de integração lavoura-pecuária em presença e ausência de trevo e nitrogênio

Assmann,Tangriani Simioni; Assmann,Alceu Luiz; Assmann,Joice Mari; Soares,André Brugnara; Bortolli,Marcos Antonio de
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.02%
Objetivou-se avaliar a influência da inclusão de leguminosas (trevos) e da aplicação de nitrogênio em pastagem de aveia sobre a produção e composição estrutural da pastagem e a produção animal em sistema de integração lavoura-pecuária. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso com três repetições. Os fatores foram arranjados em parcelas subdivididas, de modo que as parcelas constituíram-se dos períodos de avaliação e as subparcelas, da combinação de trevo e adubação com nitrogênio (200 kg/ha via ureia). O método de pastejo foi o contínuo, com taxa de lotação variável para manter altura da pastagem de 15 cm. Foram utilizados animais jovens de corte, de aproximadamente dez 10 meses de idade, machos não-castrados da raça Purunã, com peso médio inicial de 200 kg. A produção média de massa de forragem foi de 2.378,96; 3.289,49; e 2.749,86 kg/ha para as pastagens controle, com trevo e com nitrogênio, respectivamente, no período de 12 de julho a 8 de outubro de 2006, totalizando 89 dias de pastejo com oferta de forragem média de 14,90 kg de MS/100 kg de peso vivo e ganho médio diário de 1,280 kg/animal/dia. A pastagem suportou ao final do experimento uma capacidade de transporte de 1.528...

Desempenho de ovinos e disponibilidade de matéria seca e composição botânica em pastagem nativa na região do "Mimoso", Piauí.

ARAÚJO, D. L. da C.; OLIVEIRA, M. E. de; NASCIMENT0, M. do P. S. C. B.
Fonte: In: REUNIÃO DE PESQUISA DO CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS, 6., 2003, Teresina. Anais...Teresina: UFPI, 2003. Publicador: In: REUNIÃO DE PESQUISA DO CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS, 6., 2003, Teresina. Anais...Teresina: UFPI, 2003.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: p. 416-421
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.02%
Avaliou-se o crescimento de ovinos da raça Santa Inês em área de pastagem nativa na região do mimoso, no estado do Piauí. Utilizou-se cordeiros com 90 dias de idade. No período chuvoso foram distribuídos em dois tratamentos: pastagem nativa e pastagem nativa + concentrado e no período seco: pastagem nativa + feno e pastagem nativa + feno + concentrado.; 2003

Variabilidade diária da precipitação em regiões de floresta e pastagem na Amazônia

COSTA,Rafael FERREIRA DA; FEITOSA,João Roberto Pinto; FISCH,Gilberto; SOUZA,Solange Silva de; NOBRE,Carlos A
Fonte: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia Publicador: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/1998 PT
Relevância na Pesquisa
37.09%
As estações automáticas do Projeto ABRACOS instaladas na Amazônia Ocidental forneceram os dados horários de precipitação em áreas de pastagem e floresta, durante o trimestre mais chuvoso (j/f/m) no período de 1992 a 1995. A variabilidade diária de precipitação maior que 1 mm h1 mostrou uma frequência relativa de 6,7% dos casos às 14 horas local (hl) na pastagem e 5,7% às 16 hl na floresta. O período da tarde (13-18 hl) registra acima de 30% dos eventos de precipitação em ambos os sítios. Há uma boa regularidade na distribuição horária dos eventos, principalmente na floresta. Para as precipitações maiores que 10 mm h1, existe uma concentração dos casos no final da tarde. Na pastagem 12,3%, e na floresta 11,5% dos eventos ocorrem às 18 hl. O intervalo entre 7-18 hl detém 64,9% dos casos na pastagem, e 57,7% na floresta. Do total de eventos de precipitação, 14% são maiores que 10 mm h1, tanto na floresta como na pastagem. Comparando-se o total de chuva ocorrido nas áreas de floresta e pastagem, o volume precipitado na floresta é cerca de 28% em média superior ao da pastagem.

Impacto do manejo da pastagem de azevém (Lolium multiflorum Lam.) sobre a contaminação larval no pasto e a infecção parasitária em ovinos; Impact of italian ryegrass (Lolium Multiflorum Lam.) management on the infective larvae in graze and parasite burden in sheep

Pegoraro, Eliezer José
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.13%
O parasitismo gastrintestinal representa um dos principais entraves para a viabilidade produtiva e econômica da ovinocultura. A forma de utilização da pastagem tem sido considerado como um dos fatores que afetam o grau de parasitismo dos ovinos. O presente experimento foi conduzido na Estação Experimental Agronômica da UFRGS, Eldorado do Sul (30º 05’ S e 51º 40’ W). com o objetivo de definir e quantificar o efeito da oferta de forragem de Lolium multiflorum Lam. (10 e 20 kg de matéria seca/100 kg de peso vivo) mantida sobre lotação contínua ou lotação intermitente com ovinos, sobre a carga parasitaria no animal e na pastagem. O desenvolvimento e sobrevivência das larvas foram avaliados em diferentes estratos da pastagem (acima de 15 cm; de 10 a 15 cm; de 5 a 10 cm;de 2,5 a 5cm e de 0 a 2,5 cm) e mantilho. As amostras de cada estrato da pastagem foram acondicionada em caixa térmica mantidas refrigeradas e enviadas para análise laboratorial (identificação e contagem das larvas de helmintos recuperadas). A carga parasitária no animal foi acompanhada através de exames coproparasitológicos, realizados a cada ciclo de pastejo. Com o intuito de constatar qual estrato da pastagem era preferencialmente pastejado pelos animais e assim estabelecer o risco de reinfestação...