Página 1 dos resultados de 252 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

"Parto humanizado na percepção dos profissionais de saúde envolvidos com a assistência ao parto" ; Humanized birth for a group professionals envolved with birth assistence.

Bussadori, Jamile Claro de Castro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/09/2003 PT
Relevância na Pesquisa
67%
Considerando que o ato fisiológico de parir e nascer passou a ser visto como patológico, onde se privilegia a assistência medicalizada e despersonalizada, o presente estudo através de uma abordagem qualitativa, teve como objetivo evidenciar, através dos discursos das enfermeiras e médicos obstetras, as ações desenvolvidas no processo de nascimento, com vistas à humanização da assistência; e identificar fatores que têm dificultado a implementação dessa assistência. Foram sujeitos deste estudo 25 profissionais de saúde da Maternidade do Complexo Aeroporto-MATER, localizada em Ribeirão Preto, interior do estado de São Paulo, distribuídos da seguinte forma: sete (7) enfermeiras residentes do primeiro ano de enfermagem obstétrica, quatro (4) enfermeiras residentes do segundo ano de enfermagem obstétrica, quatro (4) enfermeiras contratadas; dois (2) residentes de medicina do primeiro ano de ginecologia e obstetrícia; três (3) residentes de medicina do segundo ano de ginecologia e obstetrícia e cinco (5) médicos obstetras contratados. A organização dos dados constou da transcrição dos discursos microgravados nas entrevistas e tabulação, seguindo a proposta do Discurso do Sujeito Coletivo. Os resultados demonstraram que as enfermeiras entendem que o processo de humanização se deu como uma estratégia política que objetiva a melhoria da assistência...

Ciberativismo em defesa do parto humanizado e da descriminalização do aborto: as diferenças na defesa dos direitos reprodutivos; Cyberactivism in defense of humanized childbirth and the decriminalization of abortion: differences in the fight for reproductive rights

Marques, Raquel de Almeida
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/10/2013 PT
Relevância na Pesquisa
67%
Ciberativismo em defesa do parto humanizado e da descriminalização do aborto: as diferenças na defesa dos direitos reprodutivos Parto e aborto fazem parte do escopo dos direitos reprodutivos e existem diversas organizações que trabalham estas questões, seja entendendo-os como uma questão de saúde e direitos humanos, seja focada em uma ou outra pauta especificamente. A defesa destes dois direitos possuem inúmeras similaridades em sua forma de articulação, rede de apoio e discursos, mas em alguns momentos se afastam. Este trabalho tem o objetivo analisar exclusivamente as diferenças no ciberativismo de movimentos organizados da sociedade civil em defesa do parto humanizado e pela descriminalização do aborto. Através das informações publicadas nos sites e utilizando análise de conteúdo, foram analisadas as categorias religião, classe social, mortalidade e consumo. Avaliando o conteúdo dos nove sites analisados concluímos que religião e classe social são pouco mencionadas quando relacionadas ao parto, mas frequentemente mencionadas na discussão pela descriminalização do aborto. A mortalidade materna é uma preocupação nas duas causas e a questão do; Childbirth and abortion fall under the scope of reproductive rights...

Parto humanizado : uma revisão bibliográfica

Silvani, Cristiana Maria Baldo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
67.08%
O trabalho tem como proposta refletir sobre o conceito de parto humanizado, apontando suas contribuições às parturientes. O estudo poderá propiciar um melhor entendimento das representações e práticas dos profissionais de saúde quanto ao parto humanizado. O objetivo do trabalho foi realizar uma revisão bibliográfica sobre o tema “parto”, especialmente quanto ao enfoque do parto humanizado. A metodologia foi feita através da pesquisa de artigos científicos na Biblioteca Virtual em Saúde, utilizando a base de dados eletrônica Scientific Electronic Library Online (SciELO) e Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS) e consulta a sites de órgãos oficiais na internet. Foram encontradas 144 artigos, no período de novembro 2009 a abril 2010. Concordando com o que o Ministério da Saúde relata, existe a necessidade de modificações profundas na qualidade e humanização da assistência ao parto nas maternidades brasileiras.

O parto é nosso: autonomia, poder simbólico e violência no parto humanizado sob a perspectiva de médicos humanistas em Florianópolis, SC.

Rodrigues, Raphaela Rezende Nogueira
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 143 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
57.04%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Curso de Ciências Sociais.; O objetivo deste trabalho é pesquisar a autonomia da mulher em trabalho de parto e parto, sob atendimento humanizado em Florianópolis, a partir de entrevistas com quatro obstetras reconhecidos por atender dessa forma. Os focos da análise foram a existência ou não de autonomia feminina durante o trabalho de parto e parto e como ela ocorre; o poder simbólico dos profissionais de saúde quando exercido sobre as mulheres; e a violência física e simbólica inscrita no tratamento que a mulher recebe. Os conceitos elaborados por Bourdieu foram utilizados nessa pesquisa, entre eles, habitus, campo, poder simbólico e violência simbólica. Boltanski foi utilizado principalmente no que concerne à formação da medicina enquanto saber e fonte de repressão. Sobre a humanização do atendimento, Tornquist e Diniz dão o aporte a respeito do atendimento no Brasil. Concluimos que nem mesmo em um hospital humanizado há garantia de autonomia para a parturiente, nem de relações sem violência. Tais condições são mais comuns quando a grávida tem suporte financeiro que a permita contratar uma equipe ou quando opta por um parto em um ambiente extra hospitalar.; The objective of this study is to investigate the autonomy of women during labor and delivery...

Parto de adolescentes: elementos qualitativos da assist??ncia

Enderle, Cleci de Fatima; Kerber, Nal?? Pereira da Costa; Susin, Lulie Rosane Odeh; Gon??alves, Bruna Goulart
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
56.98%
O estudo buscou conhecer o que as adolescentes entendem como assist??ncia adequada ao parto. Dados coletados atrav??s de entrevista individual com as adolescentes que tiveram seu parto em um Hospital Universit??rio do sul do Brasil, entre julho de 2008 e outubro de 2009. Foi efetuada uma an??lise tem??tica, que se baseou nas preconiza????es do Minist??rio da Sa??de sobre o parto humanizado. Despontaram n??cleos tem??ticos relacionados ?? necessidade de aten????o, de orienta????o e de respeito. A aten????o apareceu como elemento significativo e primordial, caracterizada pela compreens??o, di??logo e participa????o ativa no processo de parir, assinalada pelo pronto atendimento ??s solicita????es, compreens??o pelo fato de desconhecerem as rotinas e procedimentos, intera????o com a equipe, sem serem simplesmente visualizadas como sujeitos passivos.; The objective of this study was to learn what adolescents understand as appropriate delivery care. Data were collected through individual interviews with adolescents who delivered at a University Hospital in southern Brazil, between July 2008 and October 2009. A thematic analysis was performed, based on the recommendations of the Ministry of Health regarding humanized delivery. Theme nuclei emerged related to the need for care...

As pr??ticas humanizadas no atendimento ao parto de adolescentes: an??lise do trabalho desenvolvido em um hospital universit??rio do extremo sul do Brasil

Busanello, Josefine
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
57.03%
Disserta????o(mestrado) - Universidade Federal do Rio Grande, Programa de P??s-Gradua????o em Enfermagem, Escola de Enfermagem, 2010.; Este estudo, de abordagem qualitativa e quantitativa, tem como objetivo analisar as pr??ticas desenvolvidas na assist??ncia ?? parturiente adolescente em um Centro Obst??trico (CO) de um Hospital Universit??rio do extremo sul do Brasil, com base na proposta de humaniza????o do parto preconizada pelo Minist??rio da Sa??de (MS), a partir do relato dos pr??prios trabalhadores da sa??de. O cen??rio investigativo foi o CO do Hospital Universit??rio Dr. Miguel Riet Corr??a J??nior, do munic??pio do Rio Grande/RS. Utilizou o banco de dados do macroprojeto de pesquisa intitulado: ???Aten????o humanizada ao parto de adolescentes???, ao qual est?? vinculado. Os dados foram coletados no per??odo de julho de 2008 a fevereiro de 2009, por meio de duas fontes: entrevista semiestruturada e pesquisa documental. Foram analisados 128 prontu??rios das adolescentes parturientes, atendidas nesse per??odo no CO em estudo. Os sujeitos do estudo foram vinte e tr??s trabalhadores atuantes no CO deste hospital, dentre eles, 6 m??dicos residentes, 7 m??dicos preceptores, 4 enfermeiras e 6 t??cnicos/auxiliares de enfermagem. Na an??lise quantitativa...

Análise da implementação de uma abordagem de cuidar de enfermagem junto à mulher no ciclo gravídico-puerperal: uma aproximação do Modelo de Orem, sistemas de classificação da prática de enfermagem e diretrizes de humanização do parto; Analysis of the implementation of a caring approach in the nursing ofwomen in the pregnant-puerperal

PEREIRA, Sandra Valeria Martins
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Enfermagem; Cuidado em Enfermagem Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Enfermagem; Cuidado em Enfermagem
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
57.02%
A humanização da assistência obstétrica tem sido prioridade no país Os princípios são a qualidade da assistência atendimento à cidadania e resgate ao protagonismo da mulher no processo de gestação e parturição que são congruentes às premissas da Teoria Geral de Orem cujo conceito central é o autocuidado apoiado nos princípios de ajuda práxis e liberdade humana A implementação de tecnologias de cuidar cientificamente aceitas além de contribuir com a humanização do cuidado aumenta a visibilidade da enfermagem junto á equipe multidisciplinar de saúde Desenvolvemos um estudo de caso clínico tipo antes e depois quase experimental junto a uma mulher primípara que foi acompanhada durante seis meses do ciclo gravídico-puerperal de baixo risco (janeiro a julho/2004) a partir da 36ª semana gestacional numa maternidade segura do interior do estado de Goiás Objetivamos analisar os resultados alcançados pela mulher ao longo da assistência de enfermagem á luz da Teoria geral de Orem dos princípios de humanização e dos Sistemas de classificação da prática de enfermagem (North American Nursing Diagnosis Association-NANDA; Nursing Interventions Classification NIC; Nursing Outcomes Classification NOC) em relação às diretrizes das políticas públicas de humanização do pré-natal e nascimento O método de coleta de dados foi o Processo de Enfermagem fundamentado na Teoria Geral de Orem que abrangeu a avaliação da agência do autocuidado e autocuidado dependente da mulher identificação dos Diagnósticos de Enfermagem (DE) da taxonomia II da NANDA e avaliação dos resultados de enfermagem segundo a NOC Conclusão: foram realizadas 28 Consultas de Enfermagem A agência inicial de autocuidado da mulher no pré-natal era de plena capacidade cognitiva e motora para o autocuidado porém apresentava diferentes déficits do conhecimento sobre gravidez amamentação e parto humanizado que culminaram em DE de Conhecimento deficiente (diferentes graus e assuntos) relacionados principalmente à falta de experiência e informação adequada (gravidez parturição e amamentação) Além de Nutrição desequilibrada para mais que as necessidades Crescimento desproporcional Risco para amamentação ineficaz e outros relacionados aos desconfortos do terceiro trimestre gestacional O conhecimento evoluiu sob diferentes formas: moderado sobre gravidez limitado sobre amamentação e variável (moderado-extensivo) sobre o parto humanizado No final do pré-natal os padrões do Programa de humanização do pré-natal e nascimento e os passos 1 e 8 do Programa Maternidade Segura foram alcançados quase que em sua totalidade A saúde materna e a vitalidade fetal se mantiveram dentro dos parâmetros esperados com desvio discreto do peso materno As medidas de promoção do aleitamento materno precisaram ser reforçadas no puerpério A mulher demonstrou comportamento de auto-ajuda e de confiança durante o parto que evoluiu para cesárea por distócia Predominou os DE de Dor Ansiedade e Mobilidade física prejudicada As categorias da Organização Mundial de Saúde para humanização do parto foram alcançadas em quase sua totalidade No puerpério predominou o DE Conhecimento deficiente (cuidados com o bebê e anticoncepção) Após implementação do sistema de cuidados de apoio e educação a mulher participou efetivamente no autocuidado alcançando quase que integralmente as diretrizes das políticas de humanização do pré-natal e nascimento Finalmente alcançou os Dez passos de sucesso para o aleitamento materno...

La concepción de los profesionales de salud sobre el parto humanizado en la adolescencia; A concepção dos profissionais de saúde sobre o parto humanizado na adolescência

Silva, R.C.; Soares, M.C.; Muñiz, R.M.; Andrade, F.P.; Torres, A.A.P.; Gomes, V.
Fonte: Murcia : Servicio de Publicaciones de la Universidad de Murcia Publicador: Murcia : Servicio de Publicaciones de la Universidad de Murcia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
57.05%
Este estudio tiene como objetivo conocer la concepción de los profesionales de salud de un centro obstétrico del sur del Brasil sobre el parto humanizado de adolescentes. Se trata de un estudio descriptivo y exploratorio con abordaje cualitativo, estando vinculado a la investigación multicéntrica llamada “Atención Humanizada al Parto de adolescentes” desarrollada en el centro obstétrico de un hospital de enseñanza del sur del Brasil. Los sujetos del estudio fueron diez trabajadores de la salud efectivos del centro obstétrico de la referida institución. Los datos fueron colectados a partir de entrevistas semiestructuradas, entre 01 de noviembre de 2008 a 31 de octubre de 2009. Para este recorte de la investigación se utilizó específicamente la pregunta 17 Como resultado del análisis y organización de las respuestas en las entrevistas de los sujetos se destacaron dos temáticas: el ambiente como espacio de cuidado y las tecnologías leves como herramientas para la humanización de la atención a la parturiente adolescente. La investigación destacó que la atención humanizada al parto de adolescentes necesita más que resolución de problemas o uso de tecnologías duras y leves-duras; exige actitudes y comportamientos de los trabajadores de la salud para que contribuyan al fortalecimiento del vínculo entre profesionales...

Os fios de poder e suas repercussões no processo de trabalho do parto humanizado na maternidade

Furlani, Dionice
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
57.04%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção.; As mulheres, durante muito tempo, pariram sozinhas e, excluídas dos livros e da ciência, aprendiam umas com as outras a arte de partejar. O nascimento, através das gerações, sofreu transformações sociais e deixou de ser exclusivamente feminino, da mulher, para ser caracterizado como evento médico, cujos significados científicos derivam de uma visão mecanicista da realidade, gerada a partir do paradigma cartesiano. O parto, um evento familiar, subjetivo, passou a ser realizado no hospital, aumentando o número de intervenções desnecessárias e o índice de cesarianas. O Ministério da Saúde, juntamente com órgãos não governamentais, profissionais e âmbitos da sociedade, aderiu ao paradigma holístico que, na saúde, traduz-se pelo modelo humanizado, em uma tentativa de resgatar o parto como um evento natural e feminino. No ambiente de trabalho da maternidade, os trabalhadores da área da saúde, ao desenvolver o processo de trabalho, deparam-se com uma nova forma de executar a tarefa, a 'assistência ao parto humanizado', que traz mudanças na forma de conceber e executar o trabalho prescrito e interfere nas relações decorrentes das interações. Com base nessa problemática...

A percepção de puérperas sobre a assistência ao parto humanizado na Maternidade do Hospital Universitário da Universidade Federal de Santa Catarina

D'Acampora, Fernanda Fonseca
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: [48] f.| il.
POR
Relevância na Pesquisa
66.97%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-graduação em Ciências Médicas, Florianópolis, 2007; Este estudo teve como objetivo conhecer a percepção de puérperas sobre a assistência ao parto humanizado na Maternidade do Hospital Universitário da Universidade Federal de Santa Catarina. O método utilizado foi o qualitativo, sendo o tipo de estudo o exploratório. A técnica de coleta de dados foi a entrevista semi-estruturada, tendo como sujeitos nove puérperas. A análise dos dados foi efetuada pelo método Análise-Reflexão-Síntese. Muitos foram os aspectos que satisfizeram as puérperas em relação à equipe de saúde, que resultaram no sentimento de confiança em relação a ela. Entre os freqüentemente mencionados estavam simpatia, atenção, paciência, o carinho, a agilidade, freqüência das visitas e o fornecimento de informações claras e de qualidade sobre o processo do parto e os cuidados do bebê. Quando era percebida a insuficiência de algum destes fatores, as entrevistadas referiram insatisfação, ou seja, algumas entrevistadas sentiram que as informações fornecidas por alguns membros da equipe de saúde não foram claras e que houve demora no atendimento. A presença do acompanhante foi considerada importante por algumas entrevistadas...

Efetivação do parto humanizado em hospitais de ensino do sul do Brasil: estratégias da gestão

Gonçalves, Bruna Goulart
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
67.17%
Dissertação(mestrado) - Universidade Federal do Rio Grande, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Escola de Enfermagem, 2012.; Este estudo, de abordagem qualitativa e de caráter exploratório, tem como objetivo identificar as estratégias de gestores hospitalares para efetivação do parto humanizado em hospitais ensino e, a partir de uma revisão integrativa, visualizar o que há na produção científica envolvendo as questões estratégicas utilizadas por gestores de hospitais ensino para a implantação da humanização do parto. Os locais de estudo foram o Hospital Universitário, da Universidade Federal do Rio Grande–FURG, de Rio Grande/RS, e o Hospital Escola da Universidade Federal de Pelotas–UFPEL, em Pelotas/RS. Os sujeitos foram cinco gestores das instituições envolvidas. Os dados utilizados neste estudo foram extraídos do instrumento aplicado aos gestores da pesquisa intitulada “Assistência Humanizada ao Parto de Adolescentes”. Para o tratamento dos dados foi utilizada a técnica de análise textual. Os resultados encontrados neste estudo mostraram, a partir da literatura, que se espera que o gestor, a partir do planejamento de suas ações seja capaz de proporcionar uma estrutura física adequada; respeite os direitos das parturientes; valorize os trabalhadores de saúde; crie estratégias para a redução das taxas de cesariana; elabore um protocolo no qual está descrito todo o processo do tipo de assistência desejada para a instituição. A partir do contexto investigativo...

O parto humanizado em um hospital universitário do sul do Brasil – o olhar dos gestores

Lemos, Daiane Bittencourt de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
67.25%
Dissertação(mestrado) - Universidade Federal do Rio Grande, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Escola de Enfermagem, 2012.; A humanização nos serviços de saúde é essencial na resolução de problemas, satisfação dos usuários, reconhecimento e reivindicação dos direitos, promoção do auto cuidado e proteção da saúde. Na atenção obstétrica e neonatal, o Ministério da Saúde preconiza que a atenção adequada à mulher no momento do parto é um direito fundamental. O objetivo geral deste estudo é conhecer a percepção dos gestores do Hospital Universitário Dr. Miguel Riet Correa Junior sobre a implementação da proposta do Ministério da Saúde acerca do Parto Humanizado. Trata-se de um recorte da macro-pesquisa multicêntrica “Atenção Humanizada ao Parto de Adolescentes”, caracterizada como um estudo transversal multicêntrico envolvendo a Universidade Federal do Rio Grande (FURG) e a Universidade Federal de Pelotas (UFPEL). O local do estudo foi o Hospital Universitário Dr Miguel Riet Corrêa Júnior, da Universidade Federal do Rio Grande, município do Rio Grande/RS , tendo como sujeitos quatro gestores deste hospital. Os dados foram extraídos do banco de dados da macro-pesquisa referida. Foram respeitados todos os aspectos referentes à Resolução N° 196/96 sobre Pesquisa Envolvendo Seres Humanos. A análise foi realizada a partir da interpretação dos dados que foram coletados e transcritos das entrevistas. Os resultados e as discussões encontram-se organizados em dois artigos científicos. O primeiro artigo está relacionado ao conhecimento dos gestores sobre a proposta do Ministério da Saúde acerca do Parto Humanizado. O segundo enfoca as fortalezas e as fragilidades apontadas pelos gestores para a implementação da proposta do Ministério da saúde. Conclui-se que os gestores conhecem o Programa de Humanização do Pré-Natal e Nascimento e suas diretrizes...

Parto humanizado: na percepção dos profissionais de saúde envolvidos com a assistência ao parto

Ribeiro, Clarissa Moura Paz
Fonte: Centro Universitário de Brasília Publicador: Centro Universitário de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
PT_BR
Relevância na Pesquisa
67.08%
O estudo teve como proposta identificar a percepção dos médicos obstetras e enfermeiros sobre a humanização do parto, em um hospital da secretaria de saúde, Hospital Regional da Asa Sul (HRAS) e evidenciar as ações desenvolvidas no processo de humanização, assim, como identificar os fatores que dificultam a implementação da assistência humanizada ao parto. A humanização do parto, neste trabalho, é vista como a criação de um espaço de acolhimento e de respeito a parturiente e sua família, oferecendo-lhes ambiente seguro e familiar. O estudo apontou para esta concepção do processo e definição do parto humanizado e foi desenvolvido em um hospital concebido dentro da filosofia da humanização do parto. No estudo foi possível avaliar que os profissionais entrevistados apresentam boa percepção dos pressupostos da humanização da assistência ao parto, no entanto ainda há necessidade de se trabalhar mais com o desenvolvimento de ações voltadas para a humanização do parto, assim preparo estes profissionais para a construção do processo de nascimento mais humanizados, pois, as respostas apresentadas pelos entrevistados demonstram a necessidade de um melhor preparo profissional para que o parto possa ser, cada vez mais...

Assistência de enfermagem no parto humanizado - as vantagens da presença do acompanhante no trabalho de parto

Teixeira, Jéssyca Annasuya
Fonte: Centro Universitário de Brasília Publicador: Centro Universitário de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.96%
O presente estudo teve como objetivo pontuar os cuidados necessários para realização do parto humanizado, estando diretamente relacionados ao trabalho realizado pelo profissional enfermeiro, que internaliza e vivencia essa experiência juntamente com a paciente, além de refletir sobre a participação do acompanhante na humanização do parto e nascimento e sobre a sua interface com a equipe de saúde. Ainda, conceitua a importância da humanização, das práticas e da atenção à saúde, além de compreender as vantagens e desvantagens relacionadas à presença do acompanhante no momento do trabalho de parto. Trata-se de um estudo de revisão bibliográfica do tipo narrativa, onde as publicações utilizadas são amplas, descrevem e discutem um determinado assunto sob ponto de vista teórico e contextual. A humanização consiste em acolhimento e resolutividade. Entre as medidas do parto humanizado destaca-se o direito da mulher decidir pelo parto natural e de ser acompanhada durante o processo de parturição.

Parto de adolescentes: elementos qualitativos da assistência; Parto de adolescentes: elementos cualitativos de la atención; Delivery in adolescents: qualitative factors of care

Enderle, Cleci de Fátima; Kerber, Nalú Pereira da Costa; Susin, Lulie Rosane Odeh; Gonçalves, Bruna Goulart
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2012 POR
Relevância na Pesquisa
57.09%
The objective of this study was to learn what adolescents understand as appropriate delivery care. Data were collected through individual interviews with adolescents who delivered at a University Hospital in southern Brazil, between July 2008 and October 2009. A thematic analysis was performed, based on the recommendations of the Ministry of Health regarding humanized delivery. Theme nuclei emerged related to the need for care, guidance and respect. Care appeared as a significant and primordial factor, characterized by understanding, dialogue and an active participation in the delivery process, marked by a timely attention to their needs, understanding their unfamiliarity with the routines and procedures, having a good interaction with the team and not being seen as passive subjects.; O estudo buscou conhecer o que as adolescentes entendem como assistência adequada ao parto. Dados coletados através de entrevista individual com as adolescentes que tiveram seu parto em um Hospital Universitário do sul do Brasil, entre julho de 2008 e outubro de 2009Foi efetuada uma análise temática, que se baseou nas preconizações do Ministério da Saúde sobre o parto humanizado. Despontaram núcleos temáticos relacionados à necessidade de atenção...

Vivenciando o parto humanizado: um estudo fenomenológico sob a ótica de adolescentes; Vivenciando el parto humanizado: un studio fenomenológico bajo la optica de adolescentes; Living the humanized delivery: a phenomenological study from the point of view of adolescents

Oliveira, Zuleyce Maria Lessa Pacheco de; Madeira, Anézia Moreira Faria
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2002 POR
Relevância na Pesquisa
57.09%
Este estudo teve por objetivo compreender o que significa para as adolescentes passarem pelo parto dito humanizado. Paraisso, utilizei a fenomenologia como trajetória de pesquisa, para chegar a essência do fenômeno. Participaram do estudooito adolescentes que foram atendidas no Hospital Sofia Feldman, instituição filantrópica, sem fins lucrativos - BeloHorizonte/MG. Para a coleta de dados utilizei observação de campo e entrevista aberta. O estudo possibilitou apreender trêscategorias de análise: Pré-parto/Parto: o corpo sendo controlado; Pré-parto/Parto: misto de dor e de prazer; PartoHumanizado: a assistência esperada e desejada.; The purpose of this study was to comprehend the meaning of the humanized childbirth experience for teenage parturients.Phenomenology was adopted as the way to achieve the essence of the phenomenon. Eight teenagers who were assisted atthe Sofia Feldman Hospital - a philantropic and non-profit-making institution-Belo Horizonte/MG - Brazil - have takenpart of this study. Field work and open interview were the proceedures used for data collection. The study made itpossible to seize three categories of analysis: Prechildbirth/Chilbirth - the body is being controlled. Prechildbirth/Chilbirth - a combination of pain and pleasure; Humanized Childbirth - expected and desired care.; Este estudio tuvo como objetivo compreender lo que significa para las adolescentes el hecho de pasar por un parto dichohumanizado. Para esto...

Expectativas de participação de gestantes e acompanhantes para o parto humanizado; Las expectativas de participación de mujeres embarazadas y sus acompañantes para realizar un parto humanizado; Expectations of pregnant women and partners concerning their participation in humanized births

Basso, Joéli Fernanda; Monticelli, Marisa
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/06/2010 ENG; POR; SPA
Relevância na Pesquisa
67.16%
Estudo convergente-assistencial teve como objetivo identificar expectativas de participação de gestantes e acompanhantes para o parto humanizado, sob suporte teórico-metodológico da Pedagogia Libertadora. Da prática educativa com grupos emergiram informações que culminaram em cinco categorias: a escolha pelo tipo de parto, a seleção do tipo de atenção obstétrica, o reconhecimento de si como sujeito crítico perante a realidade, a negociação com os profissionais de saúde e a construção de um saber próprio acerca do parto. O estudo permite compreender que, apesar de as interações vivenciadas dentro das instituições de saúde serem permeadas por relações de poder, práticas educativas libertadoras podem contribuir para o fortalecimento dos sujeitos rumo à superação desse status quo e para a transformação da realidade obstétrica.; Se trata de un estudio convergente-asistencial que tuvo como objetivo identificar las expectativas de participación de gestantes y acompañantes para realizar un parto humanizado, utilizando el marco teórico metodológico de la Pedagogía Libertadora. De la práctica educativa, con grupos, emergieron informaciones que culminaron en cinco categorías: la elección del tipo de parto...

Infecção puerperal sob a ótica da assistência humanizada ao parto em maternidade pública; Infección puerperal del punto de vista de la atención humanizada al parto en maternidad pública; Puerperal infection from the perspective of humanized delivery care at a public maternity hospital

Guimarães, Elisângela Euripedes Resende; Chianca, Tânia Couto Machado; Oliveira, Adriana Cristina de
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/08/2007 ENG; POR; SPA
Relevância na Pesquisa
57.22%
Trata-se de estudo epidemiológico, tipo coorte, prospectivo e não concorrente, sobre infecção puerperal sob a ótica da assistência humanizada ao parto. Objetivou-se caracterizar as puérperas submetidas ao parto humanizado; determinar a incidência das infecções puerperais, bem como o intervalo de manifestação, além de verificar a associação entre a infecção e os fatores de risco. Os dados foram obtidos de 5.178 prontuários de puérperas que passaram pela experiência do parto humanizado. Verificou-se taxa de incidência de infecção puerperal acumulada de 2,92%. Os fatores de risco associados à infecção puerperal na modalidade de parto cesáreo foram a duração do trabalho de parto (p = 0,002) e o número de toques (p = 0,011). Nenhuma variável se comportou como fator de risco para infecção na modalidade parto normal; porém, o parto cesariano comportou-se como importante fator de risco para a infecção puerperal (p = 0,000). Considerando que o modelo atual de assistência humanizada ao parto tem buscado mudança de paradigma nas práticas assistenciais, sendo bastante favorável ao parto normal, acredita-se que esse modelo possa estar contribuindo diretamente para a redução nos índices de infecção puerperal. Reforça-se aqui a necessidade de estimular a realização de partos normais e a diminuição de cesarianas.; Se trata de un estudio epidemiológico...

O SIGNIFICADO DO CUIDADO AO PARTO NA VOZ DE QUEM CUIDA: UMA PERSPECTIVA À LUZ DA HUMANIZAÇÃO; EL SIGNIFICADO DE LA ATENCIÓN AL PARTO SEGÚN LA VOZ DE QUIEN CUIDA: UNA PERSPECTIVA A LA LUZ DE LA HUMANIZACIÓN; THE MEANING OF THE CHILDBIRTH CARE ACCORDING TO THE CAREGIVER: A PERSPECTIVE REGARDING HUMANIZATION

Moreira, Karla de Abreu Peixoto; Araújo, Michell Ângelo Marques; Fernandes, Ana Fátima Carvalho; Braga, Violante Augusta Batista; Marques, Juliana Freitas; Queiroz, Maria Veraci Oliveira
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 14/12/2009 POR
Relevância na Pesquisa
57.24%
Objetivamos analisar o significado do cuidado ao parto por enfermeiras que atuam em sala de parto. O estudoqualitativo foi realizado em uma maternidade pública federal na cidade de Fortaleza-CE, no mês de abril de 2007, através deentrevista semiestruturada com sete enfermeiras obstetras. A análise das informações obedeceu à técnica de Análise deConteúdo de Bardin. Os resultados após a análise de 713 unidades temáticas e 25 subcategorias foram classificadas em cincocategorias: a mulher como protagonista do seu parto; a família, o ambiente e a assistência: aspectos importantes no processode cuidar; a formação profissional para o parto humanizado; o trabalho em equipe: fundamento para o cuidado ao partohumanizado e gestão das instituições de saúde: co-responsabilidade pelo parto humanizado. O cuidar humanizado deve estarpautado em uma assistência multiprofissional, tendo como foco principal o bem-estar do binômio mãe e filho.; Objetivamos analizar el significado del cuidado al parto por enfermeras que actúan en la sala de parto. Elestudio cualitativo fue realizado en una maternidad pública federal en la ciudad de Fortaleza-CE...

La concepción de los profesionales de salud sobre el parto humanizado en la adolescencia

Silva,R.C.; Soares,M.C.; Muniz,R.M.; Andrade,F.P.; Torres,A.A.P.; Gomes,V.
Fonte: Enfermería Global Publicador: Enfermería Global
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/10/2011 SPA
Relevância na Pesquisa
66.89%
Este estudio tiene como objetivo conocer la concepción de los profesionales de salud de un centro obstétrico del sur del Brasil sobre el parto humanizado de adolescentes. Se trata de un estudio descriptivo y exploratorio con abordaje cualitativo, estando vinculado a la investigación multicéntrica llamada "Atención Humanizada al Parto de adolescentes" desarrollada en el centro obstétrico de un hospital de enseñanza del sur del Brasil. Los sujetos del estudio fueron diez trabajadores de la salud efectivos del centro obstétrico de la referida institución. Los datos fueron colectados a partir de entrevistas semiestructuradas, entre 01 de noviembre de 2008 a 31 de octubre de 2009. Para este recorte de la investigación se utilizó específicamente la pregunta 17 Como resultado del análisis y organización de las respuestas en las entrevistas de los sujetos se destacaron dos temáticas: el ambiente como espacio de cuidado y las tecnologías leves como herramientas para la humanización de la atención a la parturiente adolescente. La investigación destacó que la atención humanizada al parto de adolescentes necesita más que resolución de problemas o uso de tecnologías duras y leves-duras; exige actitudes y comportamientos de los trabajadores de la salud para que contribuyan al fortalecimiento del vínculo entre profesionales...