Página 1 dos resultados de 480 itens digitais encontrados em 0.008 segundos

Hidrossolidariedade como princípio de gestão participativa de risco de inundações por associação de bacia; Hydrosolidarity as a principle of participative management of flood risk for basin association

Ribeiro, Cristiane Aparecida Guedes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/09/2007 PT
Relevância na Pesquisa
46.44%
Ao longo do século XXI, a cultura de solidariedade dentro de uma bacia hidrográfica é baseada em aspectos legais. No caso brasileiro, isto é legitimado pela Constituição Federal de 1988, artigo 225, caput, "Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder Público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações", e no artigo 3º que trata dos objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil, entre eles, o inciso I que diz "construir uma sociedade livre, justa e solidária". Ainda neste contexto, o Código Civil Brasileiro, no artigo 265 menciona "...a solidariedade não se presume; isto é, resulta da lei ou a vontade das partes...". Também, visando uma gestão compartilhada, a Lei Federal 9.433/1997 cita no artigo 1º "... a bacia hidrográfica é uma unidade territorial para políticas recursos hídricos... (V)", e "... a gestão dos recursos hídricos deve ser descentralizada e contar com a participação do Poder Público, dos usuários e das comunidades "(VI). Desta forma, emerge o princípio de hidrossolidariedade destes contextos pré-mencionados nos cenários de discussão nacional e internacional. Esta pesquisa avaliou as limitações e os alcances do conceito de hidrossolidariedade...

Práticas de pesquisa de campo com comunidades tradicionais: contribuições para a gestão participativa do Arquipélago de Ilhabela - SP; Practices of field research into traditional communities: contributions to participatory management of Arquipélago de Ilhabela - SP

Pirró, Mariana Soares de Almeida
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/09/2010 PT
Relevância na Pesquisa
46.55%
O presente trabalho vem contribuir com a abordagem acadêmica dos processos participativos para envolvimento de populações tradicionais no planejamento e gestão de áreas protegidas insulares, trabalhando com populações caiçaras que habitam ilhas e trazendo reflexões por experiências com pesquisa, educação popular e gestão participativa no Arquipélago de Ilhabela. São apresentados os referenciais teóricos no campo da geografia e antropologia marítima, a abordagem de planejamento e ordenamento territorial, e questões sobre áreas protegidas e políticas de inserção social. Buscou-se fazer uma construção da concepção de pesquisa-ação-participativa a partir da educação popular, apresentando formas de trabalho e abordagens do pesquisador em campo para trabalho com comunidades tradicionais e trazendo ferramentas de pesquisa e diagnóstico participativo para estudo das comunidades e levantamento de população. Por fim são apresentados dados e informações sobre as Comunidades Tradicionais Caiçaras do Arquipélago de Ilhabela, obtidos a partir da aplicação das ferramentas descritas e do conhecimento dos sujeitos trabalhados, demonstrando que informações necessárias para discutir as relações das comunidades com as unidades de conservação podem ser obtidas a partir de práticas de pesquisa de campo. Então são trazidos argumentos para subsidiar a reflexão e planejamento da gestão do Parque Estadual de Ilhabela...

A gestão participativa e a humanização do ambiente organizacional

Campos, Valdir de
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 135 f.
POR
Relevância na Pesquisa
46.48%
Pós-graduação em Psicologia - FCLAS; Este trabalho apresenta um estudo sobre a gestão participativa e as possibilidades de melhoria das condições humanas dos trabalhadores nas organizações que aplicam esse tipo de gestão. A gestão participativa vem sendo aplicada por muitas organizações, mas nem sempre essa forma de administração tem conseguido melhorar a relação do trabalhador com a organização, porque permanece uma relação de coerção ou mesmo uma relação de manipulação. Os princípios de participação adotados que pautam essa relação se voltam principalmente aos propósitos da empresa, e não estabelecem uma nova ética nas relações com os trabalhadores. A pesquisa de campo desenvolvida em uma empresa supermercadista, cuja administração apresenta tendências participativas, mostrou dados relevantes que permitiram...; This work presents a study about participative management and the possibilities in improving human Work condition in the organizations that apply this type of management. The participative management has been applied for many organizations, but not always this way of running up a business has been able to improve the relation between the company and the employee, so that a relation of coertion or even manipulation is stablished. The principles of participation adopted which base this relation are directed toward the proposals of the company and don´t stablish a new ethics in the relation with the employees. The research developed in a supermarket that the administration presents participative tendencies...

Gestão participativa no ensino superior privado: um estudo comparado de fundações

Cassola, Elenira Aparecida
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 230 f. : il., gráfs.
POR
Relevância na Pesquisa
46.69%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Educação Escolar - FCLAR; A importância de uma gestão participativa, no âmbito do ensino superior, fizeram das fundações educacionais privadas alvo de investigação desta pesquisa. A tese descreve a evolução do ensino superior no Brasil a partir da década de 1980 a 2006, buscando interpretála e discutí-la com base no referencial teórico abordado, ou seja, a gestão participativa e a democratização do ensino, através de um estudo comparado realizado em duas fundações educacionais de cidades do interior do Estado de São Paulo - Assis e Avaré-, tendo como alvo cinco dimensões de gestão no trabalho acadêmico: de pessoas; participativa; pedagógica; de serviços e recursos físicos e de resultados educacionais. Os objetivos da pesquisa foram: verificar se há ou pode haver gestão participativo-democrática em instituições de ensino superior como as escolhida para análise; entender qual o papel da gestão junto ao plano de desenvolvimento institucional e projeto político-pedagógico da instituição de ensino superior; verificar quais as características de uma gestão participativa que possam levar à inovação em um contexto de instituição educacional superior privada (Fundações) e propor...

A participative management approach for improving direct-care staff performance in an institutional setting.

Burgio, L D; Whitman, T L; Reid, D H
Fonte: PubMed Publicador: PubMed
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //1983 EN
Relevância na Pesquisa
46.57%
The present study evaluated a participative management approach for increasing the frequency of interactions between institutional staff and severely/profoundly retarded residents. The participative management approach involved teaching staff how to use self-monitoring, standard setting, self-evaluation, and self-reinforcement procedures. These procedures were then used by staff with minimal involvement of supervisory personnel. Although supervisors provided feedback and praise to staff for using these self-management behaviors, feedback and praise were never dispensed contingent on staff interactions with residents. Results indicated that during the participative management program there was an increase in staff interactions that were contingent on appropriate resident behavior. The increase in this type of staff interaction was accompanied by an increase in appropriate resident behavior. Follow-up data on both staff and resident behaviors, although showing moderating trends, suggested generally good maintenance of the initial behavior changes. Acceptability data suggested that staff were quite receptive to the program. The advantages of participative management procedures for improving staff performance in residential settings are discussed.

Functional Specialization, Culture, and Preference for Participative Management

Cascio, Wayne F.
Fonte: Graduate School of Management, University of Rochester Publicador: Graduate School of Management, University of Rochester
Tipo: Trabalho em Andamento
ENG
Relevância na Pesquisa
56.29%
Six hundred and twenty-seven managers representing six cultures completed Exercise Supervise (Bass, 1967). Three hypotheses were evaluated. Is participative management universally preferred as a management style? Second, could earlier work by Heller and Yukl (1969) indicate that the functional specialization (finance, sales, and personnel) of American managers was a significant predictor of decision-making style (power differentiating versus power equalizing) be generalized to other cultures? And finally, are different qualities seen as necessary for success as a top manager, middle manager, and first-line foreman by managers from different cultures? Results indicated that there is some generality for American-style participation, but it is not a universal phenomenon; functional specialization was not a statistically significant predictor of decision-making style, but results were in the predicted direction; and the six cultures yielded significantly different profiles of qualities deemed necessary for success as a top manager, middle manager, and first-line foreman.

Conception d’une application intégrée d’aide à la gestion des connaissances pour une PME de consultants travailleurs du savoir.

Durand, Luc
Fonte: Université de Montréal Publicador: Université de Montréal
Tipo: Thèse ou Mémoire numérique / Electronic Thesis or Dissertation
FR
Relevância na Pesquisa
46.53%
Outiller de façon satisfaisante la gestion des connaissances de consultants dans un secteur d’activité en constante évolution est une tâche ardue, pour laquelle il n’existe aucune solution applicable à tous types de milieux. Toutefois, notre expérience de plus de 25 ans en consultation nous amène à croire que, si l’on se restreint à des PME d’au plus 200 consultants dotées d’une culture d’entreprise favorable, il est faisable d’en arriver à une solution informatique réduisant significativement la problématique de gestion des connaissances. Cette étude vise à présenter la conception d’une telle solution. Ses principales caractéristiques sont : utilisation d’une taxonomie pour classifier et décrire uniformément les expertises et leurs usages; prise en compte systématique des caractéristiques des consultants; imbrication avec la gestion des demandes, des affectations, du recrutement et de la rétention; gestion décentralisée et participative; notifications de possibilités d’enrichissements et d’usages des expertises. Cette conception est basée sur des critères de qualité établis à partir d’une description du type d’organisation visé et d’hypothèses sur leur fonctionnement et leurs besoins. Ces hypothèses s’appuient sur une revue de littérature et sur plus de 25 années d’expérience dans le milieu. Il s’agit donc d’une recherche de type « design science »...

Participative management and its relationships with employee performance behaviour: a study in the university sector in Malang Indonesia.

Burhanuddin
Fonte: Universidade de Adelaide Publicador: Universidade de Adelaide
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2013
Relevância na Pesquisa
66.67%
This research study investigated employee and leader perceptions about the use of participative management style and its relationships with employee work attitude and performance behaviour in terms of commitment, quality of customer service, and withdrawal behaviour. A mixed methods design was used by incorporating quantitative and qualitative approaches. Questionnaire and interview were used to explore individuals’ perceptions. Documents were gathered to access information about the universities involved in the study. This study involved 808 employees and 52 Heads of Divisions from six universities in Malang, Indonesia. Twenty four employees and 12 leaders were interviewed. Attitudinal variables were measured employing scales: Participative Management, Organisational Culture, Employee Work Attitude, and Employee Performance Behaviour. The scales were validated using Confirmatory Factor Analysis and Rasch Model. Path Analysis was used to examine relationships among the variables. Hierarchical Linear Modelling was also used to examine the relationships among nested variables and cross-level interaction effects on the outcome variable. The qualitative data were analysed by themes related to key variables in the quantitative results. Results from the employee and leader-level path analyses indicated that participative management was positively associated with employee performance behaviour. This trend was produced either as a direct effect on performance or indirectly through employee work attitude. Further analysis using a two-level model indicated that...

Iniciativas de uso popular e regulação democrática da biodiversidade em meio à crise ambiental para redução da pobreza e promoção da qualidade de vida; Initiatives of people’s use and democratic adjustment of biodiversity for reduction of poverty and promotion of quality of life in the environmental crisis

Tárrega, Maria Cristina Vidotte Blanco; Teles Junior, Adenevaldo
Fonte: Maria Cristina Vidotte Blanco Tárrega; brasil; UFG; Programa de Mestrado em Direito Agrário; Faculdade de Direito - FD (RG) Publicador: Maria Cristina Vidotte Blanco Tárrega; brasil; UFG; Programa de Mestrado em Direito Agrário; Faculdade de Direito - FD (RG)
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
46.2%
v. 38, n. 1, p. 82 - 91, jan. / jun. 2014.; The biodiversity has economic value in a world dominated by the market. Nowadays, there is the commercialization of the nature and the privatization of common use goods, like the water, and vegetable extracts, also. The use of the biodiversity is of the domain of the traditional communities. The protection of the biodiversity through the guarantee of rights to the traditional communities and its territories, is a way of alleviating poverty and promote a fair distribution of wealth. Even though it seems to be modest, the popular access to the biodiversity suggests a new relation with the economy, the resources and the assets of Earth. It's increasingly more needed to exert environmental governance from the perspective of regulating and promoting a new participative management of biodiversity, through the recognition of the collective subjects and their territorialities.; Programa de Apoio à Publicações Periódicas Científicas (PROAPUPEC) da UFG; A biodiversidade tem valor econômico no mundo dominado pelo mercado. Hoje há a mercantilização da natureza e a privatização dos bens de uso comum, como a água, além de extratos vegetais. O uso da biodiversidade é do domínio das comunidades tradicionais. A proteção da biodiversidade por meio da garantia de direito às comunidades tradicionais e aos seus territórios e é uma forma de mitigar a pobreza e promover a justa distribuição de riquezas. O acesso popular à biodiversidade...

Gerenciamento participativo em saúde do trabalhador: uma experiência na atividade de controle de vetores; Participative management in workers' health: an experience in the vector control activity

VILELA, Rodolfo Andrade de Gouveia; MALAGOLI, Maria Elizabeth; MORRONE, Luiz Carlos
Fonte: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.Associação Paulista de Saúde Pública. Publicador: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.Associação Paulista de Saúde Pública.
Tipo: Relatório
POR
Relevância na Pesquisa
46.44%
Este artigo apresenta a experiência de implantação de um sistema de gestão em Saúde do Trabalhador implantado na Superintendencia de Controle de Endemias (SUCEN), no período de 1998 a 2002, que operava na atividade de controle químico de vetores no Estado de São Paulo. OBJETIVO: Descrever o sistema de gestão participativa, as ações desenvolvidas e os principais resultados alcançados. MÉTODO: Relato da experiência vivenciada pela equipe usando abordagem qualitativa, análise de documentos e apresentação de dados quantitativos. RESULTADOS: Foram eleitas 11 Comissões de Saúde e Trabalho (COMSAT's) que em conjunto com a equipe técnica iniciaram a identificação dos riscos e de propostas para prevenção e controle dos riscos no trabalho. O mapeamento de riscos resultou em 650 recomendações, 45,7% das quais foram executadas. Foram identificadas como doenças relacionadas ao trabalho: reações alérgicas aos pesticidas, lesões por esforços repetitivos, distúrbios auditivos e patologias de coluna vertebral. Participaram dos cursos básicos de saúde do trabalhador 1.003 servidores (76,3% do total de servidores), sendo que 90,8% dos participantes os consideraram ótimos ou bons. CONCLUSÕES: O sistema de gerenciamento participativo coloca em prática os princípios de gestão democrática do Sistema Único de Saúde (SUS); incorpora...

Diretrizes políticas para a gestão participativa dos serviços ecossistêmicos hidrológicos no Peru : análise da experiência piloto "Moyobamba"; Policy guidelines for hydrological ecosystem services participative management in Peru : analysis on the Moyobamba pilot experience

Miguel Angel Tipacti Milachay
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/02/2015 PT
Relevância na Pesquisa
46.35%
A presente pesquisa analisa a experiência piloto de gestão participativa dos Serviços Ecossistêmicos Hidrológicos (SEH) da cidade de Moyobamba no Peru, faz uma avaliação dos processos da gestão do piloto Moyobamba para identificar e propor diretrizes políticas que favoreçam os processos de gestão que ainda não estão regulamentados no Peru. Utiliza-se conceitos da economia neoclássica e ecológica fazendo uma diferenciação de ambas para ter diretrizes de desenvolvimento para a análise. Também foram utilizados os conceitos da ciência pós-normal e o principio de precaução. Além do mais, a experiência analisa a contextualização histórica da área de influência do piloto Moyobamba abordando os aspectos físicos, sociais, econômicos e culturais da região, que situa o espaço-tempo para a tomada de decisões, incluindo-se o espaço regional e nacional. Para tanto, abraça as etapas do planejamento e suas interações com o gerenciamento ambiental para identificar e explicar os entraves existentes no piloto e aplica a metodologia multicritério de auxilio à tomada de decisão MACBETH para registrar o conhecimento e valores dos pares involucrados na experiência. Reconhece-se como maiores entraves: a inexistência de uma proposta sustentável da manutenção dos SEH...

O papel da liderança no processo de implantação de um modelo de gestão participativa na secretaria administrativa da Assessoria Jurídica Regional do Banco do Brasil de Santa Catarina

Oliveira, Paulo Edson Cosmai de
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 117 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.5%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio Econômico, Curso de Administração.; Este estudo teve como objetivo verificar e analisar a participação do líder no processo de implantação de um modelo de gestão participativa na secretaria administrativa da Assessoria Jurídica Regional do Banco do Brasil de Santa Catarina - AJURE-SC. Este trabalho representa um estudo de caso, cuja analise deu-se por meio de um estudo qualitativo. A população de pesquisa foi representada por membros da secretaria que vivenciaram esse processo. Os dados empregados nas análises deste estudo foram colhidos por meio de fontes secundarias, coma arquivos, informações institucionais e sistemas de informação internos. Os dados primários foram colhidos por meio de entrevistas estruturadas aplicadas junto aos membros da secretaria selecionados. O estudo descreve como se deu o processo de implantação da gestão participativa na secretaria administrativa da AJURE-SC, suas dificuldades e pontos criticas. Foram analisados a gestão anterior à implantação da nova gestão, o papel do líder e liderados no processo de mudança organizacional e na gestão participativa, e os objetivos da nova gestão. Essas análises permitiram concluir que o papel do Mar nesse processo foi fundamental para o seu sucesso...

The organization of successful participative management in a health sciences library.

Wood, M B
Fonte: PubMed Publicador: PubMed
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /04/1977 EN
Relevância na Pesquisa
46.5%
The University of Washington Health Sciences Library, Seattle, and its participative management process are described in detail. The evolution of the management system is reviewed by interrelating the various phases of the library's growth, its service complexities, and its communication needs. Staff development results of this participative management mode are discussed. Reference is made to the use of group dynamics concepts. The current organizational design, which integrates the participative subunit with the simple line management structure, is considered effective by both the library staff and its director.

O que há por detrás da escrivaninha de Mr. Semler? : análise e fundamentação teórica das idéias e proposições expressas no livro Virando a Própria Mesa, de Ricardo Frank Semler

Johann, Sílvio Luiz
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.31%
O propósito desta dissertação é examinar as idéias de Ricardo Semier, tendo como foco de estudo seu livro Virando a própria mesa, publicado originalmente em 1988. Semier é um empresário brasileiro que preconiza um novo modelo organizacional que ainda é relativamente pouco estudado em nosso país, ao mesmo tempo em que produz e defende uma administração de vanguarda e um comportamento empresarial que ultrapassam fronteiras nacionais. Inicialmente, detemo-nos na análise conceituai da teoria administrativa que, advinda de outro contexto histórico-cultural, tem, conjecturamos, sua adoção parcialmente prejudicada, nas organizações locais, devido às características culturais da sociedade brasileira. Em seqüência, analisamos o referencial teórico do modelo organizacional denominado de gestão participativa, que em alguns aspectos tende a incorporar e refletir os elementos culturais presentes no cenário nacional. São abordadas, então, as idéias e proposições específicas de Semier sobre flexibilidade organizacional, gestão de recursos humanos, decisões estratégicas e mudança organizacional. Avaliamos criticamente, igualmente, os aspectos de transmissão de ideologia, poder e marketing pessoal, fatores geralmente negligenciados nas análises organizacionais.; The basic aim of this dissertation is to review Ricardo Semler's ideas by focusing his book Virando a própria mesa (Maverick! lhe success story hehind the world's most unusual workplace)...

Comunicação e mobilização na gestão participativa de Unidades de Conservação : o caso da APA da Serra da Mantiqueira; Communication and Mobilization in the participatory management of protected areas : the case of Serra da Mantiqueira EPA

Débora Menezes
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/08/2015 PT
Relevância na Pesquisa
56.47%
Esta pesquisa tem por objetivo central analisar o processo de comunicação entre os diferentes atores sociais (Estado, ONGs, comunidades) no processo de gestão participativa da APA (Área de Proteção Ambiental) da Serra da Mantiqueira. Trata-se de um Estudo de Caso de Natureza Exploratória e Qualitativa. A pesquisa foi desenvolvida por meio de observação em campo, análise documental e realização de entrevistas com os diferentes grupos envolvidos, em dois momentos no período da pesquisa (2013-2014). A Teoria da Mobilização Social (Toro & Werneck, 1996) foi o principal referencial teórico utilizado. A partir dessa leitura foi possível identificar a rede de comunicação/mobilização e papéis dos participantes dessa rede, tendo o órgão público ICMBio, responsável pela gestão da APA da Serra da Mantiqueira, como produtor social, mediador das relações em torno dos objetivos da gestão participativa. Este trabalho ainda dialoga com as dimensões que influenciam o processo de Comunicação, apontadas por Taddei & Gamboggi (2011), alterando significados e interferindo nesse processo. Com base nos resultados obtidos verificou-se, na instância reuniões do Conselho da APA, que o processo de comunicação tem falhas internas na gestão...

Participative management in workers' health: an experience in the vector control activity; Gerenciamento participativo em saúde do trabalhador: uma experiência na atividade de controle de vetores

Vilela, Rodolfo Andrade de Gouveia; Malagoli, Maria Elizabeth; Morrone, Luiz Carlos
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2010 POR
Relevância na Pesquisa
46.44%
Este artigo apresenta a experiência de implantação de um sistema de gestão em Saúde do Trabalhador implantado na Superintendencia de Controle de Endemias (SUCEN), no período de 1998 a 2002, que operava na atividade de controle químico de vetores no Estado de São Paulo. OBJETIVO: Descrever o sistema de gestão participativa, as ações desenvolvidas e os principais resultados alcançados. MÉTODO: Relato da experiência vivenciada pela equipe usando abordagem qualitativa, análise de documentos e apresentação de dados quantitativos. RESULTADOS: Foram eleitas 11 Comissões de Saúde e Trabalho (COMSAT's) que em conjunto com a equipe técnica iniciaram a identificação dos riscos e de propostas para prevenção e controle dos riscos no trabalho. O mapeamento de riscos resultou em 650 recomendações, 45,7% das quais foram executadas. Foram identificadas como doenças relacionadas ao trabalho: reações alérgicas aos pesticidas, lesões por esforços repetitivos, distúrbios auditivos e patologias de coluna vertebral. Participaram dos cursos básicos de saúde do trabalhador 1.003 servidores (76,3% do total de servidores), sendo que 90,8% dos participantes os consideraram ótimos ou bons. CONCLUSÕES: O sistema de gerenciamento participativo coloca em prática os princípios de gestão democrática do Sistema Único de Saúde (SUS); incorpora...

Democracia e gestão participativa: uma estratégia para a eqüidade em saúde?; Democracy and participative management: a strategy for equity on health?

Costa, Ana Maria; Lionço, Tatiana
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2006 POR
Relevância na Pesquisa
46.25%
As práticas e mecanismos de participação social no campo da saúde constituem referências para a democracia participativa no Brasil. O presente ensaio parte da análise dos Comitês de Promoção de Eqüidade adotados pelo Ministério da Saúde. A eqüidade na saúde, entendida como o provimento de serviços para necessidades específicas de grupos ou pessoas, requer sujeitos e coletividades com poder e autonomia para enunciar seus desejos e necessidades. Os Comitês permitem aos distintos grupos sociais vocalizarem suas demandas e necessidades, provocando respostas articuladas do Governo, valorizando a integração de diversos órgãos governamentais para dentro e para fora do setor da saúde, com transversalidade e intersetorialidade. A institucionalização desta lógica na formulação e na gestão das políticas em saúde permite enfrentar a complexidade dos processos relacionados à saúde e à doença, às desigualdades e às iniqüidades. Ressalta-se a necessidade de mobilizar e re-politizar o debate sobre o direito à saúde, na perspectiva de ampliação da participação e do poder de intervenção dos grupos sociais em situação de exclusão.; The practices and mechanisms of social participation in the field of health in Brazil represent references for participative democracy. This essay analyses the Equity Promotion Committees adopted by Health Ministry. Equity in health...

Gestão participativa no SUS e a integração ensino, serviço e comunidade: a experiência da Liga de Saúde da Família, Fortaleza, CE; Participatory management in SUS through integrating education, and community service: the experience of a family health league as a project of University extension in Fortaleza - Ceará

Barreto, Ivana Cristina de Holanda Cunha; Andrade, Luiz Odorico Monteiro de; Moreira, Ana Ester Maria Melo; Machado, Márcia Maria Tavares; Silva, Maria Rocineide Ferreira da; Oliveira, Lúcia Conde de; Moura, Walda Viana Brígido; Góis, Cezar Wagner de
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/05/2012 POR
Relevância na Pesquisa
46.52%
Fruto da experiência de duas universidades públicas e uma privada, o Projeto de Extensão Liga Saúde da Família (LSF) constitui-se numa estratégia de gestão participativa no campo da formação de profissionais da área da saúde, com base nos conceitos de educação permanente em saúde, educação popular em saúde, equipe multiprofissional e interdisciplinar, atenção primária à saúde, promoção da saúde, estratégia saúde da família, metodologias participativas de pesquisa e atuação inserida no território vivo. Este relato apresenta a experiência da integração ensino-serviço-comunidade por meio do Projeto de Extensão Liga Saúde da Família, no contexto do Sistema Municipal de Saúde Escola (SMSE), em Fortaleza-Ceará, que dialoga com a gestão participativa no Sistema Único de Saúde (SUS). Esta proposta do LSF foi implantada no SMSE a partir de uma ação apoiada pelo sistema de saúde de Fortaleza que visa potencializar os espaços de co-gestão docente-assistencial, por meio da proposta do método da roda e da tenda invertida. O protagonismo dos integrantes e da comunidade na construção das atividades do projeto e a ampliação do olhar crítico sobre a realidade social e do trabalho em saúde estão entre os maiores avanços surgidos dessa experiência. Esse projeto permitiu a integração ensino - serviço - comunidade...

Análise da organização e funcionamento dos conselhos de saúde e a gestão participativa em Fortaleza, CE; Organization and functioning of the health councils and the participative management, Fortaleza-CE

Silva, Lucilane Maria Sales da; Silva, Maria Rocineide Ferreira da; Lima, Leilson Lira de; Fernandes, Marcelo Costa; Oliveira, Nara Ryani Nobre; Torres, Raimundo Augusto Martins
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/05/2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.41%
Informações acerca dos conselhos de saúde são importantes para se traçar estratégias que garantam a gestão participativa desses e seu pleno funcionamento. Objetivou-se analisar a organização e funcionamento do conselho municipal e dos seis conselhos regionais de saúde de Fortaleza-CE. Para a coleta de dados deste estudo descritivo, utilizou-se consulta aos arquivos dos conselhos e entrevistas semi-estruturadas aplicadas aos conselheiros. Foram entrevistados quatro representantes do conselho municipal e três representantes de cada um dos seis conselhos regionais, perfazendo um total de 22 conselheiros. A amostragem foi aleatória e dependeu da decisão dos sujeitos em participarem do estudo. A análise dos dados foi realizada por meio de descrição das falas. Os dados foram apresentados por categorias. Verificou-se baixa freqüência dos conselheiros regionais as reuniões. Os sujeitos referiram dificuldades em reconhecer seu papel de conselheiros. Constatou-se que a maior parte dos conselhos regionais e o municipal possuem estrutura que permite o pleno funcionamento. Entretanto, aqueles considerados em péssimas condições em determinados aspectos, principalmente no estrutural, prejudicam o funcionamento, organização e a participação popular no acompanhamento e fiscalização da gestão.; Information about the health councils are important to set strategies that guarantee the their participative management and maximum performance. We aimed to analyze the organization and functioning of the municipal and regional health councils of Fortaleza - CE. It is an exploratory...

Conselhos de gestão de políticas públicas: instituições e/ou espaços politicos; .

Moraes, Célio Vanderlei; Núcleo Interdisciplinar de Politicas Públicas - CFH/UFSC
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/1999 POR
Relevância na Pesquisa
46.25%
O presente trabalho aborda os Conselhos de Gestão de Políticas Públicas enquanto fenômenos politico-institucionais, destacando (1) a composição, (2) o poder deliberativo e (3) o controle da política sob sua responsabilida seguir (4) os Conselhos de Direitos da Criança e do Adolescente são tematizados especificamente em função de sua peculiaridade intersetorial. Finalizando são apontados alguns indi-cativos para avaliação da consoli- dação dos Conselhos na gestão participativa das políticas públicas; The present paper discusses the Councils for Public Political Management as political do institutional phenomena, mphasizing their (1) composition, 2) deliberative power and (3) the . A political control of their responsability. Furthermore (4), the Councils for the Rights of the Child and the Adolescent are sented specifically because of their intersectorial peculiarity. At last, the author points out some indicators for evaluating the consolidation of the Councils in the participative management of public policies.