Página 1 dos resultados de 2399 itens digitais encontrados em 0.038 segundos

Participação da família nos cuidados ao utente internado num serviço de ortopedia: contributos para melhorar a comunicação e a qualidade dos cuidados ao utente

Nunes, Isabel Maria Lopes Martins
Fonte: Universidade Aberta de Portugal Publicador: Universidade Aberta de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2008 POR
Relevância na Pesquisa
86.18%
Dissertação de Mestrado em Comunicação em Saúde apresentada à Universidade Aberta; Resumo - Durante e após uma doença aguda, ou em situações como causa de morbilidade hospitalar, a pessoa tem que ser tratada e recuperada através de uma intervenção pluridimensional, que abrevie o tempo de internamento, pois o hospital de hoje não é o melhor lugar para se ficar por muito tempo. Naturalmente que o regresso a casa ou a um local tanto quanto possível próximo do seu meio, é o que se deseja. A família é, assim, o elemento fulcral para a continuidade dos cuidados, pelo que a sua participação na prestação de cuidados é fundamental, havendo da parte dos profissionais de saúde a preocupação em estabelecer uma relação cada vez mais próxima com o elemento cuidador para garantir a qualidade destes cuidados, após a alta hospitalar. Como parceiros, os familiares poderão ter um papel activo na prestação de cuidados e na tomada de decisões; como receptores de cuidados, eles requerem informação e acompanhamento por parte dos profissionais, de forma a reunir as melhores condições para lidarem com a situação / problema. No processo de cuidados de saúde, a comunicação assume o sentido de partilha, de pôr em comum...

Participação da família na gestão da Escola : um estudo nas Escolas Públicas Municipais de ensino fundamental de Santa Luzia do Itanhi – Sergipe

Lopes, Maria d’Arc Alves
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
76.09%
Esta pesquisa destinou-se a estudar e analisar a política da Gestão Democrática com ênfase na “Participação da Família” nos processos decisórios da escola. Enfoques sobre esse tema é concernente à aprendizagem, onde se busca conhecer as influências da interação das famílias com a escola e o impacto dessa relação na aprendizagem. O processo da democratização e descentralização contribui muito para a formulação de estratégias políticas visando à participação, ou seja, garante essa participação através de representações que os pais fazem nas instituições como Associações de Pais e Mestres, Conselhos Escolares e outros, como processo fundamental para fortalecer as lideranças escolares e a gestão democrática e participativa nas unidades de ensino público. Sem esquecer que quando se fala em comunidade escolar, além dos segmentos de alunos, professores e funcionários envolvidos (comunidade externa) está falando de todo um segmento de pessoas posicionadas no entorno das escolas, dedicando-se às mais variadas atividades, e, com especial ênfase, está se referindo às famílias desses alunos. Em linhas gerais, a lógica da gestão é orientada pelos princípios democráticos, caracterizada pelo reconhecimento da importância da participação consciente e esclarecida das pessoas nas decisões das atividades escolares. A pesquisa foi extensiva investigando 4 escolas...

Necessidades de saúde na estratégia de saúde da família, no município de Jequié - Ba: em busca de uma tradução; Health needs in the context of the Family Health strategy at the municipality of Jequié - BA: searching to underst

Nery, Adriana Alves
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 15/05/2006 PT
Relevância na Pesquisa
76.12%
Estudo de abordagem qualitativa, realizado junto aos usuários de famílias acompanhadas por uma equipe de Saúde da Família do município de Jequié-BA, que teve por objetivo geral utilizar a taxonomia de necessidades de saúde de Matsumoto (1999) como instrumento de leitura de necessidades junto a uma unidade de Saúde da Família, a partir da ótica das famílias atendidas. A pesquisa teve como suporte teórico a taxonomia de necessidades de saúde de Matsumoto e como técnica de coleta do material empírico o grupo focal. Trabalhamos com cinco grupos focais, compostos de 8 a 12 integrantes das cinco microáreas na área de abrangência da equipe de Saúde da Família. Utilizamos a análise temática com a identificação de quatro temas: o processo saúde-doença; a necessidade de acesso; o vínculo na construção da interação; a participação construída versus participação concedida. Os sujeitos apontam diversas concepções do processo saúde-doença: saúde relacionada ao corpo físico, às formas de produção e reprodução social, envolvendo as condições e modos de vida dos indivíduos; saúde é crença em Deus, é um bem simbólico. Ao trazerem sua concepção do processo saúde-doença, apontam para a necessidade de boas condições de vida através do acesso à educação...

Avaliação da saúde, condições socioeconômicas e utilização da Estratégia Saúde da Família; Evaluation of health, socioeconomic context and participation in Family Health Strategy.

Silva, Carolina Brunelli Alvares da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/09/2008 PT
Relevância na Pesquisa
96%
Atualmente a atenção básica no sistema de saúde pública brasileiro, tem sido reorganizada pela Estratégia Saúde da Família (ESF). Este estudo tem como objetivo principal conhecer as características das famílias que se cadastram na ESF em relação àquelas que numa mesma área não se cadastram, para que, desta forma, possamos avaliar se as famílias cadastradas são realmente as mais necessitadas economicamente e em termos de atenção à saúde. Foi realizado um inquérito populacional na área de abrangência de um dos núcleos de saúde da família (NSF) no bairro Sumarezinho da cidade de Ribeirão Preto, São Paulo, Brasil. Participaram do sorteio da amostra a ser estudada todos os domicílios situados em sua a área de abrangência, independente de serem cadastrados ou não na ESF. A amostra foi estratificada pelas cinco microáreas pertencentes à área da unidade. Em cada microárea 15% das famílias cadastradas (C) na ESF e 60% das não cadastradas (NC) foram sorteadas. A coleta de informações foi realizada por meio de um questionário (completo) previamente elaborado, estruturado e pré-testado, aplicado a um membro da família. Foram coletadas informações de 209 famílias, relacionadas: à saúde geral e bucal...

Participação social: a comunicação que aproxima e distancia usuários e trabalhadores da Saúde da Família; Social participation: the distant and close communication between users and employees of the Family Health Strategy.

Longhi, Marcelen Palú
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/06/2009 PT
Relevância na Pesquisa
76.12%
Esta pesquisa tem como objeto de estudo a dinâmica de colegiados da saúde, com destaque para a comunicação entre usuários e trabalhadores de saúde, vista como horizonte operativo da participação, em espaços concretos na Estratégia Saúde da Família (ESF). A ESF está pautada nos princípios do Sistema Único de Saúde (SUS), especialmente no da participação social, regulamentado pela legislação sanitária, por meio de Conferências e Conselhos de Saúde. Os Conselhos de Saúde e colegiados similares são espaços nos quais deve ser fomentada a participação da sociedade civil para atuar sobre as políticas públicas. A literatura aponta limites dos fóruns da saúde, com ênfase para o predomínio da concepção biologicista e curativista de saúde, da comunicação impositiva, prescritiva e da falta de capacitação para o exercício da participação social; e potencialidades como maior integração entre usuários e entre esses e trabalhadores de saúde. Para a realização desta pesquisa, nos baseamos em aproximações com a Teoria da Ação Comunicativa de Jürgen Habermas que compreende a comunicação como um acordo intersubjetivo entre os sujeitos e a participação social como a relação entre a sociedade civil e política...

A participação da família no tratamento em Saúde Mental como prática no cotidiano do serviço; The participation of family in Mental Health treatment as practice in the quotidian of the service

Martins, Pedro Pablo Sampaio
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/06/2013 PT
Relevância na Pesquisa
86.18%
A preocupação com a participação da família no tratamento em Saúde Mental no Brasil tem se produzido historicamente a partir do movimento de reforma psiquiátrica, que busca transformar a lógica de produção de cuidado em saúde. Desde então, observa-se certa tensão neste campo, com a presença de diferentes discursos sobre a família, sua participação, envolvimento e responsabilidade com relação ao adoecimento mental e seu cuidado. O objetivo do presente estudo é compreender como familiares atendidos em um programa de assistência à família, no contexto de uma instituição de Saúde Mental, constroem sentidos sobre sua participação no tratamento. Para tanto, foram realizadas entrevistas individuais, semiestruturadas, com dez familiares de pacientes de um serviço público de semi-internação psiquiátrica localizado em uma cidade de médio porte no estado de São Paulo. Estas entrevistas tiveram como tema central a participação destes familiares no programa de assistência à família da instituição, considerando seus entendimentos sobre família, doença mental e tratamento. As entrevistas foram audiogravadas e transcritas integralmente, sendo submetidas a procedimentos qualitativos de análise, com base nas contribuições do movimento construcionista social em ciência. Em primeiro lugar...

Participação da família no processo de cuidado da criança hospitalizada : vivências das enfermeiras

Zarth, Silvana Maria
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
86.08%
Este estudo busca compreender qual é o significado da participação da família no processo de cuidado da criança hospitalizada para os enfermeiros, segundo o Referencial do Cuidado Humano. É uma pesquisa qualitativa, do tipo exploratória, desenvolvida nas Unidades de Internação Pediátrica do Serviço de Pediatria de um Hospital Universitário da cidade de Porto Alegre, RS, e os participantes são treze enfermeiras1. Para a coleta das informações utiliza a entrevista semi-estruturada proposta por Trivinõs (1987) que dá liberdade de ação gradual e intencional em direção ao tema; e a observação livre proposta pelo mesmo autor. A análise das informações adota a proposta de Bardin (1977), utilizando-se a Análise de Conteúdo, do tipo temática para compreender os significados que emergem das comunicações. Deste estudo, surgem três temas: "Cuidando a criança hospitalizada e sua família:a filosofia"; Significado da participação da família no processo de cuidado"; e, o último, "Processo de cuidar a criança e família". Os resultados deste estudo oferecem subsídios para a compreensão de fatores que emanam das relações entre os cuidadores da criança hospitalizada, desvelam a importância de se ampliar o conhecimento sobre as famílias e o entrelaçamento da tríade família...

A participação da família no processo ensino-aprendizagem

Soares, Adriana Fraga
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
76.08%
O presente trabalho tem por objetivo (re) pensar a importância da família no processo ensino-aprendizagem. No primeiro capítulo buscou-se compreender o que é participação e como esta vem ocorrendo dentro da escola Municipal de Ensino Fundamental Frederico Dihl, localizada no município de Alvorada, RS. Para elucidar essas questões buscou-se o referencial teórico de Bordenave, Macedo, Cury, Piaget e Freire. Tendo em vista que as famílias e a comunidade escolar não se demonstram participativas nesta unidade de ensino, buscou-se identificar os fatores que levaram a tal distanciamento. Através do projeto “Leitura em família” realizado durante o estágio supervisionado, um pouco desta participação foi resgatada. Este projeto que basicamente consistia em uma pasta de leitura, contendo uma obra de literatura infantil e um caderno de registro contendo questões básicas a serem respondidas em conjunto, por todos os membros da família após a leitura do livro. Esta pasta era levada diariamente por um aluno para casa e a mesma deveria voltar para escola no dia seguinte. Assim o aluno deveria relatar para o grande grupo como havia sido a atividade em família. Neste sentido este trabalho também se baseia nos registros obtidos na realização deste projeto...

Eventos artístico-culturais e participação da família na escola de educação infantil

Ariosi,Cinthia Magda Fernandes
Fonte: Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais Publicador: Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2013 PT
Relevância na Pesquisa
86.01%
Eventos culturais que estimulam a participação da família na escola são a ideia central deste texto. Esses eventos são ReggioNarra (Reggio Emilia) e Cantiamo (Pistoia). O objetivo foi analisar a contribuição dessas atividades culturais para efetivação de uma prática participativa da família no cotidiano da escola. Nesse debate, foram utilizados os escritos de Campos (1998), Faria (1995), Corrêa (2006), Paro (2008), Malaguzzi (1971), Ghedini (1993) e Catarsi (2008), dentre outros referenciais. Os dados foram coletados, em 2009, por meio de entrevistas, depoimentos e pesquisa bibliográfica e documental. A amostra foi composta por pessoas envolvidas no processo de realização das atividades. As cidades estão localizadas na região norte da Itália. Os eventos foram preparados por toda a comunidade escolar e acontecem anualmente em espaços públicos dos dois municípios, atingindo toda a população. A participação familiar no ambiente escolar gera a participação cidadã e, consequentemente, propostas de políticas de valorização da infância pela municipalidade.

Compreensão das mudanças comportamentais do usuário no Programa Saúde da Família por meio da participação habilitadora

Machado,Maria de Fátima Antero Sousa; Vieira,Neiva Francenely Cunha; Silva,Raimunda Magalhães da
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2010 PT
Relevância na Pesquisa
76.06%
Este estudo objetivou compreender como ocorrem os processos decisórios da participação dos usuários no Programa Saúde da Família (PSF), relacionados à saúde-doença, identificando neste movimento o nível de mudança do usuário a partir do modelo de estágio de mudança, de Prochaska e DiClemente. Estudo qualitativo, desenvolvido com usuários do PSF e profissionais das Equipes Saúde da Família, do município do Crato, Ceará, Brasil. Os dados foram coletados por meio da entrevista semiestruturada, grupo focal e observação, no período de maio a setembro de 2005, organizados mediante análise de conteúdo e analisados à luz do referencial teórico. As mudanças do usuário no PSF estão assim configuradas: na fase de pré-contemplação, a ênfase é na doença, no cuidado de si. Na de contemplação, o cuidado é na família, centrado na cura e tratamento da doença. Na fase de determinação, há avanço no sentido da prevenção na família, com registros de olhar no entorno. Na de ação, já se registra um comportamento do usuário para alcançar sua autonomia e emancipação. Estes resultados parecem indicar ascendência na aprendizagem de participação do usuário no PSF em direção à promoção da saúde.

A participação popular na gestão local do Programa Saúde da Família em Campina Grande, Paraíba

Lacerda,William Almeida de; Santiago,Idalina Maria Freitas Lima
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Serviço Social e Curso de Graduação em Serviço Social da Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Programa de Pós-Graduação em Serviço Social e Curso de Graduação em Serviço Social da Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 PT
Relevância na Pesquisa
76.06%
Este artigo apresenta um estudo acerca do processo de participação popular na gestão do Programa Saúde da Família (PSF), em duas comunidades do município de Campina Grande, Paraíba, na ótica de três segmentos: conselheiros comunitários de saúde, usuários dos grupos educativos e profissionais do Programa Saúde da Família. Visa identificar o nível de participação dos usuários pertencentes aos grupos educativos nas atividades desenvolvidas no PSF e analisar o processo de participação dos conselheiros comunitários de saúde na proposição, efetivação e avaliação das ações operacionalizadas pelo PSF. Os resultados indicaram um significativo avanço no processo de participação popular na gestão das ações do programa. Porém, algumas limitações foram apresentadas: a não participação dos conselheiros comunitários no planejamento das ações desenvolvidas pela equipe; a dificuldade do Conselho Local de Saúde em estabelecer interlocução com os comunitários; e a falta de capacitação continuada para os profissionais em metodologias de estímulo a participação popular.

A participação da família na escola e suas interfaces com a gestão: caminhos possíveis em instituições da Rede Municipal de Ensino do Recife

Ximenes de Souza, Priscila; Rosa Marques, Luciana (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
76.12%
O presente estudo insere-se no debate sobre gestão da educação e trata da participação da sociedade na escola pública brasileira, mais especificamente, a participação da família dos estudantes. Tem como objetivo analisar as concepções e práticas dessa participação que vem se instituindo no cotidiano escolar e parte da consideração de que essa atuação inscreve-se no processo macrossocial de construção de relações democráticas e de que o espaço da escola tem sido um território partilhado, bem como disputado, pelas famílias, professores, diretores e funcionários. Esses atores educativos, apesar de terem o estudante/criança como um ponto em comum, pois, em tese, todos trabalham para o bom desenvolvimento do mesmo, são dotados de bases de legitimidade distintas. Por isso, foi importante a realização de uma revisão bibliográfica que permitiu definir como parâmetros teóricos os conceitos de democracia e participação (SANTOS, 2002; LACLAU, 1986, 1993; MOUFFE, 2003; GOHN, 2001; PATEMAN, 1992; MANTOVANELI JUNIOR, 2006), escola e família (SCOTT, 2004; STRAUSS, 1980; BOURDIEU, 1993; DONZELOT, 1986; CARVALHO, 1995; GOLDANI, 1993; SZYMANSKI, 2005, 1997; SARTI, 2007). A compreensão de que os sujeitos sociais não agem de forma homogênea ou única...

A participação da família no processo de ressocialização da pessoa com transtorno mental em Picos - Piauí

Regina Martins Granja de Moura, Sandra; Cristina de Souza Vieira, Ana (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
76.1%
Essa dissertação teve o objetivo geral de analisar a participação da família no processo de ressocialização da pessoa com transtorno mental na cidade de Picos Piauí, focalizando o Hospital-Dia. Concorreu para a decisão de estudar o tema um conjunto de fatores que se relaciona com a problemática da ressocialização da pessoa com transtorno mental - PTM, notadamente as dificuldades de integração entre os principais sujeitos sociais envolvidos família e profissionais da área de saúde mental e estes entre si. Ressalte-se ainda que, ancorado nos novos paradigmas da saúde mental, enfoca-se o direito de vez e voz ao usuário, como figura central do processo de ressocialização. Sendo assim, respeitar esse direito requer conhecimento de causa, sensibilidade e lealdade como valor humano imprescindível. Cumprir os pressupostos do sistema aberto implica em desafiar, entre outros fatores, aspectos culturais, estruturais, profissionais, familiares e políticos, o que requer da sociedade participação ativa, uma vez que a ela os indivíduos pertencem, e nela agem e interagem. Essa realidade imprime tal complexidade ao objeto em estudo que, para compreender a participação da família, principal núcleo social a que uma pessoa já nasce vinculado...

A humanização da saúde no cotidiano de usuários da estrategia saúde da família

Cunha, Andrea Taborda Ribas da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Saúde da Família no Nordeste; Saúde da Família Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Saúde da Família no Nordeste; Saúde da Família
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
96.09%
This research assumes that for changes in health practices directed to an integral care, is crucial humanization, participation and autonomy of service users. In this sense, the research had investigated the issue of humanization involving users of the Family Health Strategy (FHS) in city of Mossoró, having as objectives: to analyze the perceptions of users on humanization in the production of health care in daily of Family Health Strategy, from these perceptions, identify elements featuring humanized and non-humanized in everyday practices related to production of health care; relate perceptions of users about humanization with the notions of extended clinic and social participation present in the National Humanization Policy (NHP); identify difficulties and potentialities in the production of health care from the perspective of humanization. It was a qualitative approach to data collection and it was used the methodology of Network Analysis of Everyday Life (NAEL), which allowed the questioning of health practices through an interactive discussion involving participants subjected. The analysis of data through the technique of content thematic analysis was performed and the results were interpreted related the Extended Clinic references and the users participation...

Participação dos pais/encarregados de educação vs motivação dos alunos.

Brito, Margarida Alexandra Ferreira 
Fonte: Universidade Portucalense Publicador: Universidade Portucalense
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2007 POR
Relevância na Pesquisa
76.05%
A base de estruturação e construção desta dissertação desenvolve-se no âmbito da problemática da participação da família no ambiente escolar, apontando-se esta como uma mais valia para o desempenho académico das crianças. Procuramos salientar a relação escola-família e a influência que exerce sobre a motivação dos educandos, beneficiando ou prejudicando a sua aprendizagem, e, consequentemente, o impacto que tem sobre cada um dos actores educativos aqui implicados. Revelam-se os obstáculos que influenciam negativamente a participação na escola e os que impedem a instituição escolar de estar mais receptiva ao envolvimetno dos pais/encarregados de educação. Enunciam-se benefíicos desta cooperação a fim de mostrar que todos os actores educativos envolvidos usufruem destes se partilharem responsabilidades na educação dos educandos. Nos dias de hoje, a relação escola-família ainda não está muito dinamizada nas vidas de ambas as instituições, tornando-se numa relação complexa e sinónimo de confusão, discussão e desacordo. Assim, como propósito máximo desta dissertação, tentamos inquirir os pais/encarregados de educação para melhor compreender o que pensam da participação no ambiente escolar e da sua própria contribuição nesta relação...

Análise da atenção básica à saúde do idoso na estratégia saúde da família; Analysis of primary care health of elderly in family health strategy

ARAÚJO, Maria Aparecida da Silva
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Ciências da Saúde; Ciências da Saúde - Medicina Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Ciências da Saúde; Ciências da Saúde - Medicina
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
85.91%
The study focused on the health care of the elderly, more specifically in Family health strategy as a way of thinking about alternatives that allow the reorganization of elderly care to adscritas areas. Processorsthe General was discussing the basic attention actions offered to the elderly in context family health strategy. Search descriptive exploratory in nature,- qualitative basic performed with professionals that comprise health team family doctors, nurses, technicians, nurses and community agents health in the municipality of Aparecida de Goiânia, goaiz. For data collection were the focal group technique and the data were analysed in categories as Bardin. The results suggest that prospects strengthen the professional aspects in family health care to the elderly, while showing some limitations of the elderly in the team. The team's contribution family health was significant health care of the elderly be reconsidered by professionals and managers for the operationalization of education These professional standing. It was concluded that the multidisciplinary actions are present in health promotion, both in the basic unit in address through talks, walks, assistance activities Prevention and control of diseases, although realize difficulties operacionalizá them. The insertion of the elderly in some family health teams occurs through attractive activities forming your social network participation activities outside of the health unit...

A visita domiciliar no programa de saude da familiar : entre a norma e o cuidado; Home visits in the family health program : between norm and care

Beatriz Helena de Mattos Araujo Verri
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 12/02/2007 PT
Relevância na Pesquisa
85.85%
O Programa de Saúde da Família (PSF) é considerado como uma estratégia de reorganização do modelo assistencial da rede básica, cujo foco são as famílias de determinado território, em que se utiliza a adscrição de clientela, a definição de micro-áreas de risco, o trabalho em equipe e a presença de Agentes Comunitários de Saúde (ACS), de forma a integrar ações de promoção, prevenção, assistência e reabilitação. Uma atividade regular do programa é a Visita Domiciliar (VD) realizada pelos ACS e que, por sua expressão numérica e potencial de intervenção na relação do programa com as famílias, constitui-se em objeto privilegiado de reflexão no interior do modelo assistencial. O presente estudo objetivou conhecer o significado, para famílias, equipes de PSF e gestores, da VD e do papel que nela desempenham os ACS, assim como a potência desse instrumento para captar as necessidades de saúde das famílias, de forma a subsidiar a construção de intervenções que favoreçam a autonomia dos usuários. Trata-se de um estudo qualitativo, cujo material empírico foi obtido através de entrevistas e observação participante. A pesquisa foi realizada no PSF do município de Amparo/SP, envolvendo três unidades de saúde da família...

O lugar da família no desenvolvimento escolar da criança : um estudo exploratório

Gomes, Rejane Guedes
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
76.06%
Este artigo constitui-se num estudo sobre o relacionamento da família no processo de ensino e aprendizagem escolar da educação infantil, tendo como objetivos: investigar a importância da educação escolar e da família na formação da criança, verificar o valor atribuído à família e sua participação no contexto escolar, compreender o papel da escola e dos professores na educação escolar da criança, e sua relação com a família. Para tanto, se organiza em cinco pontos principais: a criança no contexto escolar e o papel da família neste contexto, a escola como mediadora, o papel do professor na relação escola – família, a realização da pesquisa de campo, e a apresentação e discussão de dados da pesquisa. A pesquisa foi realizada em uma escola particular do Distrito Federal com duas turmas, uma do jardim I e outra do Jardim II. Foi utilizado como instrumento de pesquisa o questionário, sendo a família (pais e responsáveis) os sujeitos desta pesquisa. Os dados revelam que os pais ou responsáveis demonstram reconhecer e valorizar a participação da família no processo educacional e escolar, indicando relativa mobilização destes em relação à presença e participação na vida escolar de seus filhos

Popular participation in local management of the Family Health Program in Campina Grande, Paraíba; A participação popular na gestão local do Programa Saúde da Família em Campina Grande, Paraíba

Lacerda, William Almeida de; UEPB - Campina Grande - PB; Santiago, Idalina Maria Freitas Lima; UEPB - Campina Grande - PB
Fonte: Editora da Universidade Federal de Santa Catarina (Edufsc) Publicador: Editora da Universidade Federal de Santa Catarina (Edufsc)
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 23/04/2008 POR
Relevância na Pesquisa
76.07%
This article presents a study of a process of popular participation in the management of a Family Health Program in two communities in the municipality of Campina Grande, Paraíba. It examines the perspective of three segments: community health councils, users of educational groups and professionals in the Family Health Program. It strives to identify the level of participation of users of the educational groups in the activities undertaken in the Family Health Program and to analyze the participation of the community healthcare council members in proposing, enacting and evaluating the actions of the Family Health Program. A number of limitations were identified: the non-participation of the community council members in the planning of actions undertaken by the staff; the difficulty of the Local Healthcare Council in establishing interlocution with the communities; and the lack of on-going training for the professionals in methodologies to encourage popular participation.; http://dx.doi.org/10.1590/S1414-49802007000200007Este artigo apresenta um estudo acerca do processo de participação popular na gestão do Programa Saúde da Família (PSF), em duas comunidades do município de Campina Grande, Paraíba, na ótica de três segmentos: conselheiros comunitários de saúde...

Compreensão das mudanças comportamentais do usuário no Programa Saúde da Família por meio da participação habilitadora

Machado,Maria de Fátima Antero Sousa; Vieira,Neiva Francenely Cunha; Silva,Raimunda Magalhães da
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2010 PT
Relevância na Pesquisa
76.06%
Este estudo objetivou compreender como ocorrem os processos decisórios da participação dos usuários no Programa Saúde da Família (PSF), relacionados à saúde-doença, identificando neste movimento o nível de mudança do usuário a partir do modelo de estágio de mudança, de Prochaska e DiClemente. Estudo qualitativo, desenvolvido com usuários do PSF e profissionais das Equipes Saúde da Família, do município do Crato, Ceará, Brasil. Os dados foram coletados por meio da entrevista semiestruturada, grupo focal e observação, no período de maio a setembro de 2005, organizados mediante análise de conteúdo e analisados à luz do referencial teórico. As mudanças do usuário no PSF estão assim configuradas: na fase de pré-contemplação, a ênfase é na doença, no cuidado de si. Na de contemplação, o cuidado é na família, centrado na cura e tratamento da doença. Na fase de determinação, há avanço no sentido da prevenção na família, com registros de olhar no entorno. Na de ação, já se registra um comportamento do usuário para alcançar sua autonomia e emancipação. Estes resultados parecem indicar ascendência na aprendizagem de participação do usuário no PSF em direção à promoção da saúde.