Página 1 dos resultados de 20 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Tratamento cirurgico e terapias adjuvantes na papilomatose respiratoria

Avelino,Melissa Ameloti Gomes; Zaiden,Tallyta Campos Domingues Teixeira; Gomes,Raquel Oliveira
Fonte: Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervicofacial Publicador: Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervicofacial
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2013 PT
Relevância na Pesquisa
26.93%
Papilomatose respiratória recorrente ou papilomatose laríngea recorrente é uma doença da laringe, causada pelo papiloma vírus humano, caracterizada por lesões epiteliais verrucosas e, geralmente, recorrentes. Na literatura são descritos diversos tipos de tratamento, como cirurgia a frio, a laser e/ou uso de microdebridador, além das terapias adjuvantes; todas no sentindo de diminuir possíveis sequelas permanentes da doença. OBJETIVO: Realizar uma revisão de literatura a respeito desta doença com ênfase nas técnicas cirúrgicas e terapias adjuvantes mais utilizadas atualmente. MÉTODO: Utilizou-se a metodologia de revisão bibliográfica, por meio de levantamentos em base de dados eletrônicos de domínio público, entre 1992-2012, utilizando-se as palavras-chave: papiloma, infecções por papillomavírus, laringe, terapêutica, vacinas contra papillomavírus. RESULTADOS: Foram levantados 357 artigos, dos quais 49 foram usados como base para esta revisão. Os trabalhos científicos apontam para a redução de recidiva na maioria das terapêuticas adjuvantes. Entretanto, o levantamento demonstrou metodologias e amostras diferentes...

Preval?ncia de infec??o genital pelo HPV em popula??es urbana e rural da Amaz?nia Oriental Brasileira

PINTO, Denise da Silva; FUZII, Hellen Thais; QUARESMA, Juarez Ant?nio Sim?es
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
36.3%
Foram investigados a preval?ncia e os fatores associados ? infec??o genital pelo HPV em mulheres de popula??o urbana e rural de duas regi?es da Amaz?nia Oriental brasileira. Foi um estudo transversal com 444 mulheres submetidas ao rastreamento para c?ncer cervical, sendo 233 urbanas e 211 rurais, de janeiro de 2008 a mar?o de 2010. Coletaram-se amostras da c?rvice uterina para a pesquisa de DNA do HPV pela PCR. Todas responderam a um formul?rio epidemiol?gico. An?lise bivariada e por regress?o log?stica foram empregadas na investiga??o dos fatores associados ao HPV. A preval?ncia geral de HPV foi de 14,6%. Entre as popula??es, n?o houve diferen?a significativa, 15% urbana e 14,2% rural. O ?nico fator de risco explorado no estudo significativamente associado ao HPV foi a situa??o conjugal de mulheres residentes na zona rural na faixa de 13 a 25 anos, com maior preval?ncia de infec??o entre solteiras, separadas ou vi?vas. Conclui-se que, apesar das preval?ncias entre as popula??es serem semelhantes, as estrat?gias preventivas a serem aplicadas seriam espec?ficas para cada popula??o.; ABSTRACT: This study investigated the prevalence and risk factors for genital infection with HPV in women from rural and urban areas in two different regions of the Eastern Brazilian Amazon. A cross-sectional survey was performed in Pap screening programs...

Low frequency of human papillomavirus detection in prostate tissue from individuals from Northern Brazil

SILVESTRE, Rodrigo Vellasco Duarte; LEAL, Mariana Ferreira; DEMACHKI, Samia; NAHUM, M?rcia Cristina de Souza; BERNARDES, Julio Guilherme Balieiro; RABENHORST, Silvia Helena Barem; SMITH, Mar?lia de Arruda Cardoso; MELLO, Wyller Alencar de; GUIMAR?ES, Adri
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
36.3%
The presence of human papillomavirus (HPV) was evaluated in 65 samples of prostate tumours and six samples of prostates with benign prostatic hyperplasia from individuals from Northern Brazil. We used a highly sensitive test, the Linear Array HPV Genotyping Test, to detect 37 high and low-risk HPV types. In this study, only 3% of tumour samples showed HPV infection. Our findings support the conclusion that, despite the high incidence of HPV infection in the geographic regions studied, HPV was not associated with a higher risk of prostate cancer. To our knowledge, this is the first study evaluating the frequency of HPV detection in prostatic tissue of individuals from Brazil.

Epidemiologia da infec??o genital pelo Papilomav?rus humano (HPV) em popula??o urbana e rural da Amaz?nia Oriental Brasileira

PINTO, Denise da Silva
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
76.78%
A infec??o genital pelo Papilomav?rus humano (HPV) ? a principal causa para o desenvolvimento de les?es precursoras e processos neopl?sicos na c?rvice uterina. O c?ncer cervical representa a segunda maior causa de ?bito por c?ncer em mulheres brasileiras, constituindo-se em uma das principais causas de morbimortalidade feminina na regi?o Norte do Brasil. Este estudo teve o intuito de investigar os aspectos epidemiol?gicos da infec??o genital pelo Papilomav?rus humano (HPV) em mulheres de popula??o urbana e rural oriundas de duas regi?es distintas da Amaz?nia Oriental Brasileira. Para tanto foi conduzido um estudo Transversal anal?tico com 444 mulheres de 13 a 74 anos que se submeteram ao exame preventivo do c?ncer do colo uterino, sendo 233 urbanas oriundas de uma unidade b?sica de sa?de da cidade de Bel?m do Par? e 211 rurais provenientes das margens direita e esquerda do lago da U.H.T de Tucuru? - PA, no per?odo de janeiro de 2008 a mar?o de 2010. Amostras da c?rvice uterina foram coletadas para a realiza??o da colpocitologia convencional e para a detec??o do DNA do HPV atrav?s da rea??o em cadeia da polimerase (PCR) mediada pelos oligonucleot?deos iniciadores universais MY9/11. Todas as mulheres responderam a um formul?rio cl?nico e epidemiol?gico. Para an?lise das associa??es epidemiol?gicas entre os fatores de risco e a infec??o pelo HPV dividiu-se a amostra em tr?s faixas et?rias...

Papilomav?rus humano associado a les?es de c?rvix uterina

CAVALCANTE, V?nia L?cia Noronha
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.7%
Com a finalidade de contribuir para um melhor conhecimento do eventual papel do Papilomavirus humano (HPV) na etiopatog?nese do c?ncer cervical na regi?o norte do Brasil, estudou-se a preval?ncia do v?rus em 228 mulheres portadoras de les?es de c?rvix uterina, atendidas no Instituto Ofir Loiola (IOL), em Bel?m, Par?, no per?odo de mar?o de 1992 a maio de 1996. As pacientes foram submetidas ? bi?psia de colo uterino, sendo o material coletado encaminhado para histopatologia e pesquisa de HPV por diferentes t?cnicas laboratoriais. Para fins de an?lise, as participantes foram distribu?das em 3 grupos, de acordo com o diagn?stico histopatol?gico. O grupo A foi constitu?do de 155 mulheres com carcinoma epiderm?ide invasor ou adenocarcinoma, o grupo B de 54 portadoras de neoplasia intraepitelial cervical grau II ou III (NIC II e NIC 111) e o C, de 19 pacientes com cervicite cr?nica. Pelas t?cnicas de PCR e hibridiza??o por dot-blot, registraram-se preval?ncia de HPV em 70,3%, 63,0% e 36,8% das mulheres reunidas nos grupamentos A, B e C, respectivamente. O tipo de HPV predominante foi o 16, que representou 60,4% das amostras positivas do grupo A e 54,5% daquelas do grupo B. Os HPV tipo 16, 18 e 33 representaram 71,4% dos detectados no grupo C. Em 155 das 228 amostras testadas por PCR...

Papilomav?rus humano associado a les?es de c?rvice uterina

CAVALCANTE, V?nia L?cia Noronha; MELLO, Wyller Alencar de; VILLA, Lu?sa Lina; BRITO, Arival Cardoso de; MACEDO, Roberto Cavalleiro de; BISI, F?tima; SASSAMOTO, Kyio; MONTEIRO, Talita Antonia Furtado; LINHARES, Alexandre da Costa
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
77.01%
Estudou-se a preval?ncia do papilomav?rus humano (HPV) em 228 mulheres portadoras de les?es em c?rvice uterina, atendidas no Instituto Ofir Loiola, em Bel?m, Par?, no per?odo de mar?o de 1992 a maio de 1996. As pacientes foram submetidas ? bi?psia de colo uterino, sendo o material encaminhado para histopatologia e pesquisa de HPV por PCR e hibridiza??o por dot-blot. Distribu?ram-se as participantes em tr?s grupos, conforme diagn?stico histopatol?gico. O grupo A constituiu-se de 155 mulheres com carcinoma epiderm?ide invasor ou com adenocarcinoma, o grupo B de 54 portadoras de neoplasia intra-epitelial cervical grau II ou III, e o grupo C de 19 pacientes com cervicite cr?nica. Observaram-se preval?ncias de HPV em 70,3%, 63,0% e 36,8% das mulheres dos grupamentos A, B e C, respectivamente, sendo o HPV 16 registrado em 60,4% das amostras positivas do grupo A e 54,5% daquelas do grupo B. Os tipos 16, 18 e 33 representaram 71,4% dos detectados no grupo C.; ABSTRACT: It was studied the prevalence of human papillomavirus (HPV) among 228 women with lesions of uterine cervix attending the Ofir Loiola Institute, in Belem, Para, from March 1992 to May 1996. Histopathological examination was performed with all cervical biopsy samples obtained from these patients. In addition...

Detec??o molecular do Papilomavirus humano (HPV) em amostras teciduais de tumores da mama

ROCHA, Francianne Silva
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.7%
A neoplasia maligna da mama ? uma das principais causa de mortalidade feminina, considerada como problema de sa?de p?blica. Neste trabalho pesquisamos a presen?a do Papilomav?rus Humano (HPV) nos tumores mam?rios benignos e malignos e em amostras de tecido mam?rio normal. Foi utilizada a t?cnica da Rea??o em Cadeia de Polimerase (PCR) para detec??o molecular do DNA HPV em 63 pacientes, assim distribu?das: 28 tumores malignos, 17 tumores benignos e 18 amostras de tecido retro areolar de mamas normais. Os nossos resultados revelaram positividade para a seq??ncia do DNA HPV em 11 amostras, todas pertencentes ?s portadoras de tumores malignos: 17,4% de todas as amostras e 39,2% dos tumores malignos. Todos os tumores positivos revelaram DNA HPV para os tipos oncog?nicos 16 e/ou 18, n?o foi detectado DNA HPV 06 e 11. Os resultados demonstraram elevada positividade para os receptores hormonais nas amostras positivas examinadas e apresentaram um seguimento com preval?ncia de eventos desfavor?veis como recidivas loco-regionais, met?stases e ?bito nas portadoras de DNA HPV. Os achados ratificam os dados encontrados na literatura, mostrando uma poss?vel participa??o deste v?rus no desenvolvimento do c?ncer de mama e poss?vel contribui??o desfavor?vel na evolu??o cl?nica.; ABSTRACT: The malignant neoplasm of breast is a major cause of female mortality...

Preval?ncia de HPV em material c?rvico-uterino de mulheres de Tom?-A?? ? PA

PRAZERES, Benedito Ant?nio Pinheiro dos
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.4%
O Papilomavirus humano infecta as c?lulas basais do epit?lio estratificado, induzindo a les?es proliferativas benignas na pele ou mucosas. As infec??es apresentam distribui??o universal, no entanto muitos estudos t?m demonstrado a forte associa??o da infec??o por esp?cies de alto risco com casos de c?ncer cervical. No Brasil, esse tipo de c?ncer ? o segundo tipo mais comum entre as mulheres, sendo que as regi?es norte e nordeste do pa?s apresentam a maior incid?ncia. O presente estudo visou determinar a preval?ncia da infec??o em um grupo de mulheres rastreadas para o c?ncer cervical. No per?odo de julho de 2008 a mar?o de 2009 foram coletadas amostras cervicais de 144 mulheres atendidas no Laborat?rio de Citopatologia do Hospital Amaz?nia de Quatro Bocas, Tom? ? A?u, estado do Par?. Os dados obtidos foram correlacionados com a infec??o atrav?s do teste do qui-quadrado. A Preval?ncia do HPV foi de 6,94%, a idade variou em 18 -28 anos, 76 pacientes apresentaram quadro inflamat?rio, ou seja, 52,05%, enquanto que 60 pacientes n?o apresentaram altera??o, com 41,09% do total. Dentre os esfrega?os com altera??es citol?gicas, ASC-US foi encontrado na maioria dos casos, (6/10), seguido de LSIL (2/10), e ASC-H (1/10), e HSIL (1/10). A infec??o pelo HPV mostrou associa??o estatisticamente significativa com a PCR...

Estudo da preval?ncia da infec??o pelo Papiloma V?rus Humano (HPV) em mulheres portadoras de L?pus Eritematoso Sist?mico (LES) em um hospital de refer?ncia de Bel?m

AMARAL, Juliana Lasmar Ayres do
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
76.78%
Introdu??o: O c?ncer de colo uterino representa o terceiro c?ncer mais comum no mundo e o Papiloma V?rus Humano (HPV) est? diretamente implicado, por?m doen?as auto-imunes, como o L?pus Eritematoso Sist?mico (LES), podem comportar-se como fator facilitador para esta infec??o e o desenvolvimento do c?ncer. Objetivo: Analisar a preval?ncia da infec??o pelo HPV e fatores de risco associados em pacientes l?picas atendidas em um centro de refer?ncia em Bel?m-Par?. M?todo: Estudadas 70 mulheres l?picas que realizaram exame Preventivo do C?ncer de Colo Uterino (PCCU) e foram divididas em dois grupos, mulheres infectadas pelo HPV (n= 16) e n?o infectadas pelo v?rus (n= 54). A detec??o e subtipagem viral foram realizadas por Rea??o em Cadeia de Polimerase (PCR). Aplicados os testes do Qui-quadrado, binominal, Fisher e t de Studentcomn?vel alfa = 0,05 para rejei??o da hip?tese nula. Resultados: A preval?ncia encontrada do HPV nessas pacientes foi de 22,8% e a faixa et?ria entre 18 a 25 anos foi relacionada com o aumento do risco para infec??o pelo HPV (p < 0,001*). Altera??es no PCCU e sintomas m?sculo-esquel?ticos obtiveram, tamb?m, signific?ncia estat?stica para o aumento desse risco (p = 0,0360*, p = 0,0463* respectivamente). O uso de imunossupressores...

Epidemiologia da infec??o genital pelo Papilomav?rus humano (HPV) em popula??o feminina geral e popula??o carcer?ria

PL?CIDO, Wal?ria da Silva
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
76.7%
A infec??o genital pelo Papilomav?rus humano (HPV) ? considerada uma das doen?as sexualmente transmiss?veis (DSTs) mais comum, representando um importante problema na Sa?de P?blica, al?m de estar diretamente relacionado ? promo??o do c?ncer de colo uterino. Este estudo teve o intuito de investigar os aspectos epidemiol?gicos da infec??o genital pelo HPV em dois grupos distintos: mulheres de popula??o geral e mulheres encarceradas. Para tanto foi conduzido um estudo transversal anal?tico com 423 mulheres a partir dos 18 anos que se submeteram ao exame preventivo do c?ncer do colo uterino, sendo 233 mulheres da popula??o geral oriundas de uma unidade b?sica de sa?de da cidade de Bel?m do Par? e 190 provenientes do Centro de Reeduca??o Feminino em Ananindeua no mesmo Estado, no per?odo de janeiro de 2008 a mar?o de 2010. Amostras da c?rvice uterina foram coletadas para a realiza??o da colpocitologia convencional e para a detec??o do DNA do HPV atrav?s da rea??o em cadeia da polimerase (PCR) mediada pelos oligonucleot?deos iniciadores universais MY9/11. Todas as mulheres responderam a um formul?rio cl?nico e epidemiol?gico. Entre as 423 mulheres analisadas, a preval?ncia geral de infec??o genital pelo HPV foi de 13,0% com varia??o entre 15...

Papilloma v?rus humano: preval?ncia, distribui??o e import?ncia como fator preditivo para met?stases linfonodais em carcinoma do p?nis

FONSECA, Aluizio Gon?alves da
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
76.7%
A etiologia do carcinoma epiderm?ide do p?nis (CEP) est? relacionada a m?ltiplos fatores de risco como a presen?a de prep?cio, pobre higiene, dermatites cr?nicas e tabagismo. Entretanto, o fator de risco mais extensivamente estudado, ?a infec??o pelo papiloma v?rus humano (HPV). Est? bem estabelecido que esteexerce um importante papel etiol?gico em neoplasias da c?rvice uterina; entretanto, sua associa??o com CEP tem sido foco de debates, demonstrando-se presen?a viral variando entre 15% a 80% dos casos, sugerindo que apenas um subgrupo desses tumores seja causado pelo HPV. O progn?stico da doen?a ? influenciado negativamente principalmente pela presen?a de met?stases em linfonodos inguinais. Desta forma, a abordagem cir?rgica destes, assume import?ncia decisiva na cura da doen?a. Poroutro lado, os m?todos dispon?veis para o estadiamento desses linfonodos s?o imprecisos e as linfadenectomias s?o acompanhadas de morbidade significativa. A descri??o de outros marcadores histol?gicos ? escassa, devido a raridade desses tumores.O objetivo do presente trabalho ? avaliar a preval?ncia, distribui??o e associa??o do HPV com par?metros histol?gicos de pior progn?stico, no sentido de determinar seu poss?vel valor preditivo para met?stases inguinais...

Aspectos cl?nicos e epidemiol?gicos da infec??o genital pelo Papilomav?rus humano (HPV) em adolescentes da regi?o metropolitana de Bel?m

CAMPOS, Ana Carla Ara?jo
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
56.56%
A adolesc?ncia ? um per?odo de vida da mulher marcado por transforma??es biol?gicas e psicol?gicas que influenciam intensamente sua sa?de futura. Essas mulheres s?o mais suscet?veis ?s DST. A infec??o pelo HPV ? uma das DST mais frequentes, sendo importante avaliar a sua preval?ncia, devido sua liga??o com o c?ncer uterino. Este estudo avaliou a preval?ncia da infec??o genital por HPV na popula??o adolescente do sexo feminino em Bel?m. Estes dados foram correlacionados com fatores s?cio demogr?ficos, comportamentais e reprodutivos. Foi realizado um estudo transversal entre agosto de 2009 e agosto de 2011, com 134 mulheres entre 13 e 19 anos que procuraram a Unidade Materno-Infantil e Adolescente de Bel?m para exame de rastreamento do c?ncer do colo do ?tero. As pacientes selecionadas responderam a um question?rio sobre os dados s?cio demogr?ficos, comportamentais e reprodutivos. Foi realizada coleta de material cervicovaginal para citologia convencional e escovado cervical para detec??o de DNA-HPV por t?cnica da rea??o em cadeia de polimerase (PCR). A associa??o da infec??o por HPV e fatores de risco selecionados foi avaliada por meio do teste do Qui-quadrado (?2) e/ou exato de Fisher, todos com um n?vel alfa de signific?ncia de 0...

A implica??o do papillomav?rus humano no c?ncer de laringe: revis?o sistem?tica

BARROS, Jo?o Guilherme Pereira
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
56.69%
Contexto: O c?ncer de laringe ? um dos mais comuns em homens ap?s os 50 anos, atinge mais a regi?o da cabe?a e pesco?o, representando 25% dos tumores malignos que acometem esta ?rea e 2% de todas as doen?as malignas. Aproximadamente 2/3 desses tumores surgem na corda vocal verdadeira e 1/3 localiza-se acima das cordas vocais. A rela??o entre o HPV e as doen?as das vias a?reas superiores tem sido conhecida por quase um s?culo, mas apenas nas ?ltimas tr?s d?cadas t?m a sua atividade como potencial oncog?nico reconhecido na literatura. Tipos de HPV similares aos encontrados no colo uterino foram tamb?m observados no c?ncer de laringe, l?ngua e orofaringe. Objetivos: Avaliar a frequ?ncia de HPV em amostras de c?ncer de laringe; identificar os gen?tipos de HPV presentes em amostra de c?ncer de laringe; estabelecer a rela??o entre o c?ncer de laringe e o HPV, como fator de risco. M?todos: Revis?o sistem?tica de ensaios cl?nicos na qual descritores e sin?nimos para Neoplasias Lar?ngeas e Infec??es por Papillomavirus foram usados nas seguintes bases de dados eletr?nicas, at? Mar?o de 2012: CENTRAL; MEDLINE (PUBMED); LILACS e SciELO. Tr?s revisores selecionaram, avaliaram a qualidade metodol?gica e extra?ram os dados de estudos considerados relevantes. Resultados: Estimativas individuais combinadas em uma metan?lise...

Preval?ncia do papilomav?rus humano em mulheres portadoras do v?rus da imunodefici?ncia humana atendidas no servi?o de atendimento especializado de Imperatriz-MA

CASANOVA, Franciara Batista
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
56.7%
O presente trabalho tem objetivo de avaliar a preval?ncia do HPV e os fatores de risco associados ? coinfec??o HIV HPV. Foram analisadas 78 amostras cervicais de mulheres HIV-positivas atendidas no SAE do Programa Municipal de DST/AIDS de Imperatriz do Maranh?o. Realizaram-se os exames de citopatologia e amplifica??o por PCR. Como instrumento para coleta de dados foi utilizado um question?rio. A positividade do DNA de HPV foi de 74,36%. Em nosso estudo a citologia diagnosticou altera??es em 16 (20,51%) dos casos. Foi detectado DNA HPV em 71% das pacientes com citologia classificada como inflamat?ria, e 93,7% das citologias alteradas. Dentre as altera??es destacamos ASCUS com 100%; ASCUH 100%; LIE de baixo grau 100%; LIE de alto grau 66,6%. Analisando os fatores de risco s?cio-demogr?ficos desta popula??o em rela??o a preval?ncia da infec??o pelo HPV, notou-se que mulheres que relataram nunca ter feito uso de ?lcool apresentaram maior preval?ncia 87,5% e mulheres que fazem uso de cigarro atualmente, 84,6% estavam infectadas pelo HPV. N?o houve diferen?as entre as vari?veis ?situa??o marital?, ?escolaridade?, ?n?mero de parceiros?, ?uso de preservativo? e ?uso de anticoncepcional?, ocorrendo perfil semelhante. Esse estudo foi o pioneiro na cidade de Imperatriz e comprovou uma alta preval?ncia da co-infec??o. O combate ao c?ncer de ?tero deve ser adotado como uma prioridade dos servi?os de sa?de p?blica por se tratar de doen?a com potencial para a preven??o...

Fatores interferentes nas estrat?gias de controle do c?ncer do colo do ?tero com ?nfase na infec??o pelo HPV

PINHEIRO, Dirce Nascimento
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
46.63%
O c?ncer do colo do ?tero ? um dos graves problemas de sa?de p?blica no mundo e no Brasil. O exame colpocitol?gico e a educa??o em sa?de s?o estrat?gias fundamentais para o ?xito do programa de preven??o do c?ncer do colo do ?tero nos servi?os de sa?de p?blica. Foi realizado um estudo transversal e anal?tico, com o objetivo de identificar e discutir os fatores interferentes nas estrat?gias de controle do c?ncer do colo do ?tero, com ?nfase na infec??o pelo v?rus HPV, sob a perspectiva das clientes do programa. A popula??o do estudo foi de 858 mulheres atendidas nas unidades de sa?de p?blica, em duas estrat?gias de Sa?de da Fam?lia e tr?s unidades b?sicas de sa?de, sendo uma um Centro de Sa?de Escola, no Munic?pio de Bel?m/PA. Os dados foram coletados atrav?s de entrevista. Entre os fatores que interferem negativamente na efetividade das estrat?gias do respectivo programa est?o inclu?dos: o perfil de clientela quanto a idade, grau de instru??o e renda familiar; as caracter?sticas de atendimento e tipo de demanda do programa; o conhecimento de mulheres sobre c?ncer do colo do ?tero, neoplasia intraepitelial cervical, v?rus HPV e vacina anti-hpv e; o uso das pr?ticas educativas pelas unidades de sa?de deste estudo. Conclui-se que interven??es na organiza??o dos servi?os de sa?de p?blica podem contribuir na efetividade dessas estrat?gias...

Estudo do HPV em fragmento uterino de mulheres com c?ncer do colo do ?tero

FREITAS, Maria da Concei??o Nascimento
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.3%
O c?ncer do colo do ?tero representa um importante problema de sa?de publica, constituindo a primeira causa de morte entre as mulheres do Sul e Leste da ?frica, America Central e Centro Sul da ?sia. Levantamentos do INCA para 2013 estimam 17 casos novos dessa neoplasia para cada 100.000 mulheres no Brasil, sendo que o n?mero de casos novos ser? de 17.540. Este tipo de c?ncer ? o segundo mais incidente no sexo feminino. O HPV ? o principal fator de risco para o desenvolvimento da doen?a, entretanto n?o ? suficiente para caus?-lo, necessitando de outros fatores associados. Este estudo teve como objetivo avaliar a preval?ncia do HPV e subtipos em mulheres com c?ncer do colo do ?tero e tra?ar o perfil epidemiol?gico das mulheres acometidas por este agravo. Para isso, foi realizada detec??o do DNA do HPV e tipagem dos subtipos 6, 11, 16, 18, 31, 33, 35, 52, e 58 por PCR. Al?m disso, foi aplicado um formul?rio epidemiol?gico. Noventa e sete por cento aproximadamente das amostras de c?ncer do colo do ?tero foram positivas para HPV. A preval?ncia do subtipo HPV 16 foi de 48,6%, do subtipo HPV 58 foi de 10,8%, do subtipo HPV 52 foi de 5,4% e dos subtipos HPV 18 e HPV 33 foi de 2,7%. As mulheres em geral eram casadas tiveram a coitarca ap?s os 15 anos de idade...

Aspectos cl?nicos, epidemiol?gicos e moleculares do papilomav?rus genital em adolescentes gestantes

CAVALCANTE, Jos? Carlos Wilkens
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.46%
O c?ncer cervical representa o terceiro c?ncer mais comum no mundo. Tem como agente etiol?gico o HPV. O HPV ? a doen?a sexualmente transmiss?vel mais prevalente no mundo, sendo que a faixa et?ria mais acometida ? de mulheres jovens. A adolesc?ncia ? uma ?poca de transforma??es corporais, sociais e comportamentais, que se reflete no despertar consciente da adolescente pelo sexo, o que pode levar ao contato com as doen?as sexualmente transmiss?veis e ? gravidez prematura. Sendo assim, ? uma ?poca na qual a mulher est? mais suscept?vel a infec??o, como a do HPV. Dedicou-se a estimar a preval?ncia de HPV e avaliar os fatores associados a essa infec??o em gestantes adolescentes no Sistema ?nico de Sa?de de Bel?m, Estado do Par?. Foi um estudo transversal prospectivo incluindo 257 gr?vidas de 12 a 19 anos assistidas nas unidades de sa?de municipal (Curi? e Tapan?) e estadual (Unidade de Refer?ncia Materno-infantil e ambulat?rio da Mulher do Hospital Funda??o Santa Casa de Miseric?rdia do Par?). As pacientes selecionadas foram submetidas a um question?rio cl?nico epidemiol?gico e a colheita de material cervico-vaginal para detec??o de DNA-HPV por t?cnica da rea??o em cadeia de polimerase (PCR). A associa??o da infec??o por HPV e fatores de risco selecionados foram avaliadas por meio do teste do Qui-quadrado (?2) e/ou exato de Fisher...

Autocuidado de mulheres residentes no munic?pio de Benevides/PA na preven??o e controle de HPV: participa??o da(o) enfermeira(o)

MIRANDA, Shirley Aviz de
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
56.61%
INTRODU??O: A infec??o pelo Papiloma V?rus Humano (HPV) ? uma das ISTs mais comuns no mundo e possui alto potencial carcinog?nico para a c?rvice uterina. OBJETIVOS: Identificar poss?veis d?fices de compet?ncia para o autocuidado relativo ao comportamento de sa?de sexual de mulheres atendidas nas Unidades Sa?de da Fam?lia Para?so do Murinin com resultados alterados para HPV e desenvolver estrat?gias de educa??o para a sa?de que contribuam para comportamentos sexuais saud?veis na preven??o e controle do HPV e suas consequ?ncias. METODOLOGIA: Pesquisa desenvolvida no munic?pio de Benevides, Estado do Par?. Estudo configurado como pesquisa convergente-assistencial (PCA), que teve como referencial te?rico o Autocuidado de Orem. A estrat?gia educacional foi aplicada em 11 mulheres na faixa et?ria entre 25 e 64 anos, que realizaram o exame de PCCU entre os anos 2011 e 2012 e que tiveram resultado com altera??es relacionadas ? contamina??o pelo HPV. No desenvolvimento da estrat?gia educacional foi utilizada a t?cnica do grupo focal, o qual perdurou por dois meses (19/03/13-14/05/2013), com sete encontros grupais. A an?lise das informa??es colhidas durante as atividades grupais foi baseada na PCA e no referencial de autocuidado de Orem, com foco nos objetivos definidos...

Diagn?stico citol?gico e molecular da infec??o pelo HPV em mulheres do munic?pio de Barcarena, Par?, Norte do Brasil

NASCIMENTO, Ludmila Marcia Sousa do
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
56.56%
O HPV (Papilomav?rus humano) foi apontado pela OMS (Organiza??o Mundial de Sa?de - WHO) como principal fator de risco para o desenvolvimento do c?ncer de colo uterino, tornando-se assim um importante e grav?ssimo problema de sa?de p?blica, especialmente nos pa?ses subdesenvolvidos ou em desenvolvimento. A precocidade das atividades sexuais, m?ltiplos parceiros e sexo casual, o tabagismo, a imunossupress?o (por exemplo, na popula??o de pacientes aid?ticos), gravidez, doen?as sexualmente transmiss?veis pr?vias como herpes e clam?dia, al?m do n?o cumprimento das medidas j? adotadas como preven??o de Doen?as Sexualmente Transmiss?veis (DST), como por exemplo, o simples uso de preservativos, est? reconhecidamente associado ? incid?ncia da infec??o por HPV. Essa pesquisa teve como objetivo avaliar o desempenho diagn?stico das metodologias de citologia convencional (Exame de Papanicolau) em rela??o ? citologia em base l?quida, al?m de determinar a preval?ncia dos gen?tipos 16 e 18 do HPV em mulheres sem efeito citop?tico compat?vel com HPV e relacionar a presen?a de quadros inflamat?rios, associados ou n?o ao HPV, com dados epidemiol?gicos como idade, escolaridade, condi??o sociocultural de mulheres provenientes do munic?pio de Barcarena ? Par? ? Brasil. Para tanto...

Estudo da preval?ncia da infec??o pelo Papiloma V?rus Humano (HPV) em mulheres no climat?rio em um hospital de refer?ncia de Bel?m

BALBI, Florentina do Socorro Martins
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
76.7%
O Papiloma v?rus humano (HPV) infecta uma grande parcela da popula??o feminina mundial, aproximadamente, 291 milh?es de mulheres sendo a principal causa do c?ncer de colo uterino. O c?ncer de colo uterino tem sua maior incid?ncia ap?s 40 anos de idade, o que coincide com a idade do climat?rio. Sendo assim, investigar a presen?a da infec??o genital pelo HPV e seus fatores de risco em mulheres no climat?rio ? de grande import?ncia para avaliar a susceptibilidade desta popula??o para o desenvolvimento de c?ncer. Com isso, este estudo teve como objetivo investigar os aspectos epidemiol?gicos da infec??o genital pelo HPV em mulheres da regi?o metropolitana de Bel?m, no per?odo do climat?rio Foram avaliadas 213 mulheres entre 35 a 60 anos, atendidas no Ambulat?rio da Mulher da Funda??o Santa Casa do Par?, no per?odo de janeiro de 2009 a dezembro de 2011. Foram coletados dados cl?nicos e epidemiol?gicos das pacientes atrav?s de um formul?rio. As amostras para detec??o do DNA do HPV tamb?m foram colhidas utilizando escova citol?gica. Para a detec??o do HPV foi utilizada Rea??o em cadeia de polymerase (PCR) com oligonucleot?deos iniciadores MY9/MY11. E para tipagem dos subtipos HPV6, 11, 16, 18, 31, 33, 35, 52 e 58 foi realizada PCR em tempo real com sondas espec?ficas. Entre as 213 mulheres estudadas...