Página 1 dos resultados de 17 itens digitais encontrados em 0.083 segundos

Clipping 2013-10-outubro

UFSC, Agecom
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Imagem
PT_BR
Relevância na Pesquisa
26.05%
Clipping de 01/10/2013: Inscrições / Prêmio Cruz e Sousa de Poesia / Editora da UFSC – EdUFSC / Edital / Pró-Música de Florianópolis / 40 Anos / Concerto no Teatro Ademir Rosa / Centro Integrado de Cultura – CIC / Polyphonia Khoros / Massami Ganev / Alberto Andrés Heller / Idealizador Darcy Brasiliano dos Santos / Departamento Cultural da UFSC / Pró-Música de Curitiba / Maestro Carlos Alberto Vieira / Maestro Hélio Teixeira da Rosa / Teatro Álvaro de Carvalho – TAC / Pianista Pablo Rossi / Sete meses na África / Estudantes da UFSC, Flora Pereira e Natan de Aquino / Site Afreaka / Financiamento colaborativo via crowdfunding / África do Sul / Namíbia / Bostwana / Zimbábue / Zâmbia / Tanzânia / Quênia / Moçambique / UFSC de Araranguá / Mestrado em saúde / UFSC / Edital para o Vestibular 2014 / Campi de Araranguá, Blumenau, Curitibanos, Florianópolis e Joinville / Inclusão do campus de Blumenau / Cursos de Engenharia Têxtil, Engenharia de Controle e Automação e Engenharia de Materiais / Licenciaturas em Matemática e Química / Reitora Roselane Neckel / Prefeito de Blumenau, Napoleão Bernardes / Inscrições / Cotas / Exame Nacional do Ensino Médio – Enem Clipping de 02/10/2013: Inscrições / Prêmio Cruz e Sousa de Poesia / Editora da UFSC – EdUFSC / Contação de histórias / Produtora cultural Vanessa Schultz / Exposição Papel-Mundo / Espaço Cultural BRDE / Professora da UFSC...

Doutores palhaços em ambiente hospitalar: O uso do riso como instrumento terapêutico

Castro, Elizabeth; Peruch, Cecília; Ferreira, Natália
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Relevância na Pesquisa
36.29%
Trabalho apresentado no 31º SEURS - Seminário de Extensão Universitária da Região Sul, realizado em Florianópolis, SC, no período de 04 a 07 de agosto de 2013 - Universidade Federal de Santa Catarina.; O Programa de Extensão Acadêmica “Palhaços-Doutores em Ambiente Hospitalar- O Uso do Riso como Instrumento Terapêutico” tem como objetivo manter um grupo de palhaços atuante dentro do ambiente hospitalar. O intuito é melhorar o bem estar do paciente internado e da comunidade em geral. Contribuir para a humanização das instituições parceiras, bem como dos acadêmicos envolvidos. Capacitar e desenvolver o indivíduo para o cumprimento do trabalho voluntário e enriquecer a comunidade acadêmica tanto pela melhoria da formação, quanto pela visão da sociedade frente à integração da universidade com um novo programa social. O público alvo são os pacientes e familiares atendidos por hospitais parceiros. A metodologia do programa consiste em visitas semanais aos pacientes por voluntários caracterizados de doutores-palhaços capacitados na arte do riso, levando atividades cômicas e lúdicas aos internados e ao público em geral, visando à melhoria da qualidade de vida durante a hospitalização. Espera-se melhorar o quadro clínico do paciente...

Clipping 2014-10-outubro

UFSC, Agecom
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Imagem
PT_BR
Relevância na Pesquisa
26%
Clipping de 01/10/2014: Ataques / Universidades / Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC / Instituto Federal de Santa Catarina – IFSC / Universidade do Estado de SC - Udesc / Grande Florianópolis / Professores / aulas noturnas / Transporte coletivo / Fernando Ligório / Voe Ideias / Gestão / Talk Show / Projeto 12:30 / Duo A Corda em Si / Músicas / Mateus Costa / Fernanda Rosa / Sinfonia Azul / Centro de Comunicação e Expressão – CCE / Gratuito / Inovação / Centro Acadêmico de Administração da UFSC / Evento / Semana Acadêmica de Administração da UFSC – Saad / Professores / Chapas / Eleições / Sindicato dos Professores das Universidades Federais de Santa Catarina / Wilson Erbs / Renovação e trabalho / Retomando o rumo / Rogério Portanova / Aclete da Silva Ribeiro / Faleceu / Mulher guerreira / Câncer / Cinema solar / Autossustentável / Energia do sol / Cinesolar / Colegas / Marcelo Galvão / Secretaria Municipal de Cultura / Fundação Franklin Cascaes / Universidade Federal de Santa Catarina / Filmes / Duo / A Corda em Si / Projeto 12:30 da UFSC / Sinfonia Azul / Música / Linguagem contemporânea / CCE / Mateus Costa / Marcelo Mello / André Mehmari / Grupo musical Clipping de 02/10/2014: Furacão Catarina / Prefeitura Municipal de Araranguá / III Edição do Encontro sobre Fenômenos...

O riso pela lógica do Palhaço na Clinicanálise do sofrimento psíquico grave

Assis, Juscelino Moreira de
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
46.31%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, 2010.; Este trabalho teve como objetivo principal analisar a prática da atuação artística de palhaços na clínica do sofrimento psíquico grave ou como comumente conhecida, a clínica das psicoses e transtornos correlatos. O cenário de tais intervenções artísticas foram as unidades de internação masculina e feminina do Hospital São Vicente de Paulo - HSVP, instituição pública psiquiátrica do Distrito Federal-DF. Tal lugar representa o que chamamos de Clinicanálise, pela complexidade do tema e por acreditar que uma “clínica ampliada” com uma “prática entre vários” valoriza a singularidade do sujeito. “O riso pela lógica do palhaço” apropria-se, portanto, de uma concepção inovadora como ferramenta de reabilitação psicossocial, ou até mesmo recurso clínico, a partir do encontro com o outro. Assim, esta pesquisa caracteriza-se como qualitativa, com abordagens teóricas que envolvem a Arte, a Saúde Mental e a Psicanálise, através do referencial metodológico da Pesquisa-Ação Existencial e Integral. O público alvo foi constituído por pessoas com sofrimento psíquico grave, além de profissionais da saúde. Os dados foram obtidos por meio de Videogravação das intervenções dos palhaços...

De nariz vermelho no hospital : a actividade lúdica dos Doutores Palhaços com crianças hospitalizadas

Santos, Ana Isabel de Lima
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
36.61%
Dissertação de mestrado em Estudos da Criança (área de especialização em Associativismo e Animação Sócio-Cultural); A presente investigação descreve e analisa a estrutura, princípios, valores e metodologias, entre outros aspectos, referentes à Associação Operação Nariz Vermelho (ONV), nomeadamente ao nível da acção dos seus artistas profissionais, os Doutores Palhaços, aquando da realização de visitas a crianças hospitalizadas. A situação de doença na infância afecta o desenvolvimento e o bem-estar da criança, em vários domínios, sejam eles psíquicos, físicos ou emocionais, tornando-a mais vulnerável e tendo repercussões ao nível do seu desenvolvimento, auto-estima e auto-confiança. A investigação empírica realizou-se durante doze meses, numa perspectiva etnográfica. Os resultados mostram uma forte relação de empatia e cumplicidade entre os Doutores Palhaços e as crianças, bem como um forte sentido de pertença, da parte dos artistas, com a comunidade hospitalar, visível nas relações estabelecidas com os profissionais do hospital, no âmbito de um processo de atendimento e prestação de cuidados de qualidade à criança, que se deseja sinónimo de bem-estar e alegria. Este sentimento de partilha e de criação de laços estende-se ainda aos familiares das crianças...

Ação dos Dr. Palhaços em contexto hospitalar com crianças em risco de desenvolvimento

Tiago, Maria Teresa da Silva Meira do Carmo Cerqueira
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /12/2013 POR
Relevância na Pesquisa
46.63%
Dissertação apresentada à Escola Superior de Educação de Lisboa para obtenção de grau de Mestre em Ciências da Educação - Especialidade Intervenção Precoce; A intervenção precoce é uma forma de atuação (sempre que possível preventiva) que articula profissionais de vários saberes disciplinares, famílias, grupos e outros elementos da comunidade de forma a responder eficazmente à diversidade de necessidades das crianças e respetivas famílias. No quadro das práticas de intervenção precoce do Centro de Desenvolvimento da Criança-Torrado da Silva do Hospital Garcia de Orta em Almada (CDC), um grupo de profissionais (os Dr. Palhaços) promove o brincar, como forma de mediação entre o mundo familiar e situações novas ou ameaçadoras junto das crianças do centro. Esta atuação dos Dr. Palhaços embora socialmente reconhecida tem sido pouco estudada. Neste sentido, procuramos conhecer as representações dos participantes (profissionais, pais ou acompanhantes, e a dupla de doutores palhaços) face à intervenção dos Dr. Palhaços no CDC, e ainda caracterizar as reações das crianças que o frequentam. Neste estudo exploratório e qualitativo, participaram cinco crianças alvo do estudo, 16 profissionais de diferentes domínios...

Ação dos Dr. Palhaços em contexto hospitalar com crianças em risco de desenvolvimento

Tiago, Teresa; Fuertes, Marina; Nunes, Clarisse
Fonte: CIED - Centro Interdisciplinar de Estudos Educacionais da Escola Superior de Educação de Lisboa Publicador: CIED - Centro Interdisciplinar de Estudos Educacionais da Escola Superior de Educação de Lisboa
Tipo: Parte de Livro
Publicado em /03/2015 POR
Relevância na Pesquisa
36.4%
No quadro das práticas de intervenção precoce do Centro de Desenvolvimento da Criança-Torrado da Silva do Hospital Garcia de Orta em Almada (CDC), os Dr. Palhaços promovem o ato de brincar junto das crianças do CDC. Neste estudo procuramos conhecer as representações dos participantes (profissionais, pais e a dupla de Dr. Palhaços) face à intervenção dos Dr. Palhaços no CDC, e caracterizar as reações das crianças em interação com estes profissionais. Neste estudo exploratório e qualitativo, participaram cinco crianças, 16 profissionais, 18 pais das crianças e uma dupla de Dr. Palhaços. Foram realizadas entrevistas aos profissionais, pais e dupla de Dr. Palhaços; concretizadas observações diretas das crianças em interação com os Dr. Palhaços e efetuada pesquisa documental. Com o objetivo de avaliar a qualidade das interações diádicas e o impacto dessas interações na criança, desenvolvemos a Escala da Qualidade de Interação Dr. Palhaços-Criança. Os resultados revelaram que na presença dos Dr. Palhaços as crianças que estão ou acabaram de ser sujeitas a intervenções mais intensas ou intrusivas conseguem rir, cantar e brincar, e sugerem que a atividade dos Dr. Palhaços contribui positivamente para o bem-estar da criança e para a intervenção dos outros técnicos...

Impacto do workshop “à procura do seu palhaço interior” no bem-estar e coesão de grupo dos participantes

Pinto, Lara Vicente da Silva
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
96.36%
Dissertação submetida como requisito parcial para obtenção do grau de Mestre em Psicologia Social da Saúde; Os palhaços de hospital têm demonstrado ser um contributo importante para o bem-estar das crianças hospitalizadas, bem como para os seus familiares e profissionais de saúde que com elas trabalham (Battrick, Glasper, Prudhoe, & Weaver, 2007; Fernandes & Arriaga, 2010). Este estudo surge no âmbito de uma instituição de palhaços de hospital, a Operação Nariz Vermelho. Para além do trabalho com as crianças em contexto hospitalar, esta instituição também dispõe do workshop “à procura do seu palhaço interior”, cujo público-alvo maioritário consiste em profissionais de saúde. Este workshop visa a que os participantes, através de atividades de humor, mindfulness e team building, aumentem o seu bem-estar subjetivo, psicológico e social, bem como a coesão de grupo. No sentido de perceber quais os efeitos deste workshop, recorreu-se à avaliação do mesmo através de questionários, preenchidos em três momentos distintos: o primeiro antes do workshop, o segundo logo após o workshop, e o terceiro passado um mês da realização do workshop. Verificou-se um aumento do bem-estar subjetivo, psicológico, social e coesão de grupo logo após o workshop. Estes resultados mantiveram-se passado um mês da realização do workshop...

MadAlegria - Estudantes de medicina atuando como doutores-palhaços: estratégia útil para humanização do ensino médico?

Takahagui,Flavio Mitio; Moraes,Érika Neves de Souza; Beraldi,Gabriel Henrique; Akamine,Guilherme Kenzzo; Basile,Maria Aparecida; Scivoletto,Sandra
Fonte: Associação Brasileira de Educação Médica Publicador: Associação Brasileira de Educação Médica
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2014 PT
Relevância na Pesquisa
56.06%
INTRODUÇÃO: Historicamente, a medicina caminhou paralelamente aos valores humanísticos até que as bases científico-tecnológicas desenvolvessem importantes conhecimentos, dando ao atendimento humanizado, por vezes, uma posição secundária. Apenas nas últimas décadas, vem-se pensando em maneiras de conciliá-los. Neste contexto, acadêmicos da Universidade de São Paulo (USP) criaram o MadAlegria, no qual a figura do doutor-palhaço atua no desenvolvimento da empatia e da abertura para a escuta e o diálogo com pacientes adultos por meio do lúdico. MATERIAIS E MÉTODOS: Alunos da área da saúde caracterizados como doutores-palhaços visitaram pacientes hospitalizados. Em 2011, o projeto contou com 38 voluntários que atuaram semanalmente no Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp); no ano seguinte, o projeto se expandiu para outras enfermarias do Complexo do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP). Paralelamente, foram realizados estudos para conhecer o impacto da atuação do doutor-palhaço sobre pacientes adultos, profissionais da saúde e alunos que participam do projeto. RESULTADOS: Os resultados preliminares de estudo com os acadêmicos sugerem que eles adquiriram habilidades de comunicação e ampliaram a visão do paciente. CONCLUSÃO: Futuras pesquisas poderão elucidar mais detalhes a respeito dos benefícios do treinamento na saúde mental dos estudantes envolvidos.

Palhaços de hospital como estratégia de amenização da experiência de hospitalização infantil

Caires,Susana; Esteves,Carla Hiolanda; Correia,Susana; Almeida,Isabel
Fonte: Universidade de São Francisco, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Psicologia Publicador: Universidade de São Francisco, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
86.31%
A hospitalização pediátrica pode representar um acontecimento marcante para a criança e sua família, dado o desenraizamento de seus contextos e rotinas, e a imersão num ambiente estranho e ameaçador. Buscando minimizar o impacto dessa experiência, várias abordagens lúdicas têm surgido em pediatria, nomeadamente a intervenção de palhaços. Assumindo que, mesmo hospitalizada, existe, na criança, uma essência que deseja brincar, a intervenção do palhaço tem como propósito o seu resgate. Neste artigo, apresentam-se as expetativas de profissionais pediátricos (n=34) a respeito das (des)vantagens da presença dos palhaços junto dessas crianças/adolescentes, antes mesmo da sua intervenção. Os dados revelaram uma ampla abertura à presença desses artistas, apontando-os como potenciais amenizadores do impacto emocional da internação e dos tratamentos, e seu contributo para a humanização dos cuidados e desmistificação dos profissionais de saúde. Como desvantagens, referiram o medo do palhaço ou a percepção, entre adolescentes, da sua presença como uma infantilidade.

Humanização em contexto pediátrico: o papel dos palhaços na melhoria do ambiente vivido pela criança hospitalizada

Esteves,Carla Hiolanda; Antunes,Conceição; Caires,Susana
Fonte: UNESP Publicador: UNESP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
66.13%
Valorizando a importância dos aspetos psicossociais da internação pediátrica, e procurando a criança “por detrás” do corpo doente, vários hospitais têm investido na humanização de espaços, rotinas e atmosfera, procurando promover ambientes acolhedores e atenuantes das experiências negativas vividas pela criança (e família) durante a internação. A par de uma tentativa de sistematização de alguns dos esforços realizados até a data em nível da definição do conceito de “humanização” – nomeadamente em contexto pediátrico –, reflete-se acerca das potencialidades de alguns programas existentes nesse contexto, nomeadamente aqueles que aliam a arte, a recreação, o lazer e o humor como meios privilegiados de comunicação e expressão. Entre estes, destaca-se a intervenção dos palhaços de hospital, como promotora da livre expressão da criança, da sua autonomia, criatividade, exploração e conhecimento do mundo e consequente desenvolvimento psicossocial.

Palhaço no hospital: percepção da influência do pronto sorriso como instrumento de aprendizagem no ensino da graduação em medicina; Clown in hospital: perception of influence of ready smile as a tool for learning in education graduation in medicine

Oliveira, Arlene de Sousa Barcelos
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Ensino na Saúde (FM); Faculdade de Medicina - FM (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Ensino na Saúde (FM); Faculdade de Medicina - FM (RG)
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
96.27%
“Pronto Sorriso” is an open core course of the medical school at Federal University of Goias, with the mission of holistic training of academics through entertainment and performing arts, prompting the creation of the hospital clown, and other recreational activities. Objective: To analyze the influence of “Pronto Sorriso” as a tool for humanistic training of academic medicine in the hospital environment. Materials and Methods: A qualitative, exploratory, cross imprint study involving graduate students of the Faculty of Medicine of the Federal University of Goias who participated in “Pronto Sorriso” in 2012/2013. Data were collected through recorded interviews, using a questionnaire as a tool and a roadmap for a semi-structured interview, which was conducted with the participants of the course and healthcare professionals of the university hospital, seeking to identify the perceived influence of “Pronto Sorriso” in academic training. To analyze results, Bardin’s content analysis technique was used. Results: The sample consisted of 30 participants, 20 being medical students, and ten health professionals in a pediatric unit of Hospital das Clinicas of UFG, who signed the consent form. The average age of students was 19 years...

96-105 Entrevistar crianças/jovens: relato de uma experiência em contexto hospitalar

Esteves, Carla Hiolanda Ferreira
Fonte: Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti Publicador: Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
46.13%
O presente artigo pretende ser uma reflexão acerca de uma experiência de entrevistar crianças e jovens, entre os 5 e 14 anos, em contexto de internamento hospitalar num hospital da zona de Norte de Portugal. Estes foram inquiridos sobre a sua experiência de interação com doutores-palhaços. A par de uma abordagem teórica sobre a ética e a investigação com crianças e jovens, apresentam-se todos os cuidados éticos tidos na preparação e execução da entrevista (antes e durante a entrevista), bem como as dificuldades sentidas pela entrevistadora e que poderão ter condicionado o desenrolar das entrevistas e a recolha dos dados inerentes às mesmas. São apresentados e analisados fatores como a idade, o temperamento e o estado físico da criança e jovem. Para exemplificar, são apresentados excertos de entrevistas. Finalmente, são tecidas considerações finais, que procuram enquadrar as dificuldades referidas e validar a metodologia qualitativa que é a entrevista.The text aims at reflecting upon the experience of interviewing children, between 5 and 14 years, in a hospital environment in the North of Portugal. They were inquired about their experience in interacting with clown-doctors. Along with a theoretical approach about ethics and research with children and youngsters...

O uso terapêutico do humor em crianças hospitalizadas

Silva, Alyne da; Raulino, Wladiane Almeida
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
25.92%
A hospitalização acarreta diversos prejuízos que comprometem a saúde da criança, dentre eles o medo e a privação de suas atividades diárias (como o brincar). Numa perspectiva de mudar esse quadro, surge o trabalho de palhaços em hospitais que com a utilização do humor auxiliam na recuperação da criança. Essa prática vem se espalhando por todo o mundo através de grupos que tem o intuito de ajudar a “curar”. É comprovado cientificamente que o riso traz vários benefícios para a saúde do ser humano e notado que é uma eficaz terapia para ajudar a lidar com a doença. O humor é um forte aliado na busca pela humanização do ambiente hospitalar onde todos são contagiados (pacientes, acompanhantes e profissionais de saúde). Transforma o meio e o ser. Integrá-lo à política de Práticas Integrativas Complementares do Sistema Único de Saúde e aos currículos dos cursos de enfermagem seria um grande avanço e certamente contribuiria significativamente para a saúde pública, fortalecendo o cuidado. Esse é um estudo qualitativo baseado em pesquisa teórico-empírica com o objetivo de avaliar os efeitos terapêuticos do humor em crianças hospitalizadas. Os resultados apontam para um consenso entre pesquisadores...

MadAlegria – Palhaços de hospital: proposta multidisciplinar de humanização em saúde; MadAlegria – Hospital clowns: multidisciplinary approach for health humanization

Utsunomiya, Key F.; Ferreira, Elizabeth Alves G.; Oliveira, Amanda Manso; Arai, Henrique Teruo; Basile, Maria Aparecida
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 18/09/2012 POR
Relevância na Pesquisa
96.45%
The objective of this article is to describe the project MadAlegria as a multi-disciplinary proposal of humanizationin healthcare. MadAlegria is a multidisciplinary extension project of the School of Medicine of University of São Paulo initiated in August 2010. The project includes students of Nursing, Physical Therapy, Speech Therapy, Medicine, Nutrition and Occupational Therapy, who develop cultural, scientific and educational activities related with the humanization of the relationship with the patient and with the health professionals. The students act as hospital clowns and storytellers as a vehicle for the engagement.The project aims to tendering the hospital environment for patients and for the health professionals and to influencing the education of heath care students, seeking to shape differentiated professionals that can work in an interdisciplinary and humanized way. In two years of existence 78 people were trained as hospital clowns and 35 underwent a storytelling course. In this period the students made 2020 visits as hospital clowns, targeting a population of adult patients. The post visit reports indicate a positive change in the quality of the student-patient contact, as well as a more affective and understanding approach by the student. Patients refer satisfaction and rarely reject the clown’s presence. These contacts offer the students the opportunity to get closer to patients with no professional expectations...

MadAlegria: the value of humanization strategies in the training of health professionals; MadAlegria: a valorização de estratégias de humanização na formação do profissional de saúde

Utsunomiya, Key Fujisaki; Basile, Maria Aparecida; Lopes, Thiago Edi Landim; Okajima, Leila Tiemi; Ferreira, Elizabeth Alves Gonçalves
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 29/10/2015 POR
Relevância na Pesquisa
66.04%
O MadAlegria é um projeto de extensão universitária da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, elaborado com a finalidade de aprimorar a habilidade de seus voluntários de criar vínculo profissional com o paciente e melhorar o acolhimento no sistema de saúde. O MadAlegria tem como objetivo amenizar o ambiente hospitalar e outros cenários de prática de saúde, promover o trabalho em equipe multidisciplinar e sensibilizar os estudantes para a importância da humanização na relação entre os profissionais da saúde e o paciente, incentivando assim o exercício da cidadania por meio de recursos lúdicos da figura do Palhaço e do Contador de Histórias em hospital. O projeto foi iniciado em 2010 e desde 2011 foram formados 134 Palhaços em Hospital e 35 Contadores de Histórias. Com cinco anos de existência o projeto evoluiu com a inclusão de alunos de cursos da USP, além dos da área de saúde, professores, outros profissionais da saúde e usuários do sistema. A Missão, Visão e Valores do MadAlegria foram definidos, bem como houve uma readequação de seu Estatuto. Os atendimentos semanais no Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (ICESP) foram mantidos, e acrescidos de atendimentos no Instituto Central do Hospital das Clínicas da FMUSP (ICHC)...

Humanização em contexto pediátrico: o papel dos palhaços na melhoria do ambiente vivido pela criança hospitalizada

Esteves,Carla Hiolanda; Antunes,Conceição; Caires,Susana
Fonte: UNESP Publicador: UNESP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
66.13%
Valorizando a importância dos aspetos psicossociais da internação pediátrica, e procurando a criança “por detrás” do corpo doente, vários hospitais têm investido na humanização de espaços, rotinas e atmosfera, procurando promover ambientes acolhedores e atenuantes das experiências negativas vividas pela criança (e família) durante a internação. A par de uma tentativa de sistematização de alguns dos esforços realizados até a data em nível da definição do conceito de “humanização” – nomeadamente em contexto pediátrico –, reflete-se acerca das potencialidades de alguns programas existentes nesse contexto, nomeadamente aqueles que aliam a arte, a recreação, o lazer e o humor como meios privilegiados de comunicação e expressão. Entre estes, destaca-se a intervenção dos palhaços de hospital, como promotora da livre expressão da criança, da sua autonomia, criatividade, exploração e conhecimento do mundo e consequente desenvolvimento psicossocial.